Você está na página 1de 12

CIRCUITO INTEGRADO

555

Alexandre Zeglin Tortato Gabriel Nogueira Zanon


Larissa Marquardt Rafael Ceccatto
Introdução e histórico
● É um circuito integrado dos mais conhecidos no
universo da Eletrônica. Presente na maioria das
publicações o CI 555 é extremamente versátil, podendo
ser utilizado como temporizadores ou multivibradores.
● Foi projetado e criado em 1970 e passou a ser
comercializado em 1971, pela Signetecs, de tão fácil de
utilizar em vários tipos de circuitos foi apelidado de
máquina do tempo num chip.
Características
Modos de operação
● Modo monoestável
● Modo astável
● Modo biestável
Modo Astável
● A principal característica deste modo de operação do
555 é não possuir nenhum estado estável de
operação. Assim, o mesmo acaba por fornecer um
trem de pulsos retangulares, de valores Vcc ou 0 V.
Modo Monoestável
● Funciona como um disparador, suas aplicações são
temporizadores, detectores de pulso, chaves com imunidade ao
ruído, interruptores de toque…
● Referida característica é conferida devido ao componente
nesta configuração ser um circuito com um modo estável e
quando devidamente perturbado passar a um modelo
semiestável, do qual retorna, após determinado intervalo de
tempo, ao estado estável. Assim permanecendo ate que
sofra nova perturbação.
Modo Monoestável
● No modo de operação monoestável o 555 funciona como um disparador.
Quando ele recebe um sinal adequado no gatilho ele gera um pulso de
duração específica na saída. Depois ele volta a deixar a saída desligada e fica
pronto para receber outro estímulo.
● Caso durante o período em que saída está ligada ele receber um sinal de reset
ela é desligada imediatamente. Neste tipo de configuração o 555 pode ser
utilizado em aplicações como temporizadores, detectores de pulso e até para
remover o ruído de chaves (o que normalmente chamamos de debounce).
Aplicações
Temporizador
● Gerar bases de tempo que podem ser utilizadas para
os mais diversos fins, como por exemplo gerar sinais de
clock para outros periféricos do chip, calcular intervalos
de tempo ou medir período de sinais.
● Ex.: debounce;
Aplicações
Para calcular o tempo de duração do pulso na saída quando o 555
monoestável é ativado utilize a seguinte fórmula:

t = R * C * 1.1

Onde:

● t é o tempo em segundos;
● R é a resistência de R1 em ohms; e
● C é a capacitância de C1 em farads.
Video
https://www.youtube.com/watch?v=u9vUj-
VoJGc
Debounce
Referências
http://www.projetostecnologicos.com/Componentes/CIsAnalogicos/555/555.html
http://www.ufjf.br/fabricio_campos/files/2011/08/pratica_2_aplicacoes_555.pdf
http://ivairsouza.com/CI-555.html
http://www.ibytes.com.br/modos-de-operacao-do-ci-555-que-e-conhecido-dos-amantes-da-eletronica/
http://www.clubedaeletronica.com.br/Eletronica/PDF/Circuitos%20com%20555.pdf
http://www.sabereletronica.com.br/artigos/2446-conhea-o-circuito-integrado-555
http://blog.fazedores.com/ci-555-conheca-o-chip-e-o-modo-monoestavel-parte-1/
http://www.engscope.com/pic-example-codes/basic-io-button-debounce/