Você está na página 1de 14

DELINEAMENTOS DA PESQUISA

(TIPOS DE PESQUISA)

Prof.ª Dra. ELISANGELA DE O. INACIO


EMAIL: elisangelainacio@hotmail.com
(UNIDADE 1)
O QUE É A PESQUISA?
• É um processo sistemático para a construção do
Conhecimento Científico;
• Visa à produção de conhecimento “novo”, com
relevância teórica e social sobre si mesmo ou sobre o
mundo em que vivemos;
• Sistematizar a realidade empírica (conhecimento
empírico);
• Responder a questionamentos (investigar, apreender,
descrever, analisar e explicar o real);
• Permitir a resolução de problemas;
• Atender às necessidades do mercado e da
humanidade.
Quanto à sua natureza:
• Pesquisa Quantitativa: Compreende dados/
informações quantificáveis. Além dos dados que
naturalmente já são numéricos, ela também traduz
em números, as opiniões e informações para, em
seguida, classificá-las e analisá-las.

• Requer o uso de recursos e de técnicas estatísticas


(percentagem, média, moda, mediana, desvio-
padrão, coeficiente de correlação, análise de
regressão, indicadores, etc.).
• Pesquisa Qualitativa: Busca entender um fenômeno
específico em profundidade. Se preocupa com um nível de
realidade que não pode ser totalmente quantificado, mas
interpretado;

• A pesquisa qualitativa tem como objetivo principal


descrever e analisar o fenômeno ou o processo
observado;

• Compreende a percepção e depoimentos dos sujeitos, a


observação sobre situações e fatos cotidianos, a imagem,
a história, as atitudes diante de algo, os comentários e
significados sobre um ou mais fenômeno;

• De certa forma, as pesquisas qualitativas são


exploratórias, ou seja, estimulam o livre pensamento sobre
algum tema, objeto ou conceito pesquisado.

• Misto (quali - quanti): quando em uma mesma pesquisa,


ambos os aspectos são usados para recolher mais
informações.
DELINEAMENTO DA PESQUISA
• Expressa a ideia de ‘Modelo’ ou Plano da
Pesquisa;

• Compreende o Planejamento e o
Desenvolvimento da Pesquisa: implica
definir o (s) tipo (s) de pesquisa, a previsão,
as formas da coleta das informações (ou
seja, os tipos de procedimentos, as fontes e
técnicas de coleta dos dados empíricos,
documentais e bibliográficos).
Tipos/ Abordagens da Pesquisa
• Quanto ao Gênero:
Teórica, Empírica, Prática e Metodológica.

• Pesquisa Teórica: "dedicada a reconstruir teoria, conceitos,


ideias, ideologias (...) aprimorar fundamentos teóricos" (Demo,
2000, p. 20).

→ Não implica imediata intervenção na realidade.

• Pesquisa Empírica: produz e analisa dados, procedendo sempre


pela via do controle empírico e fatual" (Demo, 2000, p. 21).
Baseada na experiência comum e na observação dos
fatos/ coisas.
→ Os significados/ interpretação e análise dos dados empíricos
também estarão associados ao referencial teórico.
→ A recolha de dados a partir de fontes diretas (pessoas) que
conhecem, vivenciaram ou tem conhecimento sobre o tema, fato ou
situação a ser estudada.
• Pesquisa Metodológica: o estudo dos paradigmas,
as crises da ciência, os métodos e as técnicas
dominantes da produção científica" (Demo, 1994, p.
37).
→ Voltada para a averiguação de métodos

• Pesquisa Prática: pesquisa mais "ligada à práxis


(...) a pesquisa participante, pesquisa-ação, onde via
de regra, o pesquisador faz a devolução dos dados à
comunidade estudada para as possíveis intervenções”.
(Demo, 2000, p. 22).
→ Voltada para a prática de conhecimento científico
para fins explícitos de intervenção
• Pesquisa Bibliográfica: elaborada com base em
material já publicado, testado, com rigor científico.
Constituído principalmente de livros, revistas, artigos
de periódicos e material publicado na Internet.
• Todo trabalho e pesquisa científica cientifica inicia-se
com um estudo bibliográfico, consiste na busca de
informações e esclarecimentos prévios sobre o
assunto/ tema a ser pesquisado.
• Pesquisa Documental: trilha o mesmo caminho da
pesquisa bibliográfica, porém, utiliza fontes de
informações ainda não publicadas, que não
receberam tratamento científico, analítico ou não
foram organizadas, como por exemplo:
documentos institucionais, relatórios, cartas,
vídeos, fotos, televisão, etc.
• Estudo de caso: estudo aprofundado de um ou de
poucos objetos, de maneira a permitir o seu
conhecimento amplo e detalhado.
• Estudo de uma entidade, uma pessoa, um grupo, um
programa, uma situação específica, sem que haja a
intenção de intervir.

• Pesquisa Ação: tem o envolvimento direto do (a)


pesquisador (a) de forma interventiva ou cooperativa
com os demais participantes no trabalho de pesquisa,
com o objetivo de apresentar a resolução/ respostas a
um problema coletivo. Propõe uma intervenção direta
para o problema.

• Assume a intenção de intervir diretamente sobre uma


ou mais situações com relação ao local/ aos sujeitos.
• Pesquisa Participante: O/a pesquisador (a) abandona
o papel de mero observador (a) e assume um papel
participativo. Participa das discussões, reflete, analisa
na condição de sujeito também da investigação. Sua
participação direta ou indireta acerca do próprio
problema.

• Há o envolvimento e a participação do (a) pesquisador


(a) com os sujeitos investigados.

• Levantamento: caracteriza-se pela interrogação direta


das pessoas, cuja opinião se quer conhecer através da
interrogação direta e com rapidez (enquetes). Pode
ser o levantamento de uma amostra ou de uma
população (censo).
• Pesquisa experimental: Elaboração de
instrumentos para a coleta de dados deve
ser submetida a testes/ experimentos para
assegurar sua eficácia em medir aquilo que
a pesquisa se propõe a medir.

• Pode ser desenvolvida em laboratório (meio


ambiente criado artificial) ou no campo
(criando condições de manipulação nas
próprias organizações, comunidades ou
grupos).
• Pesquisa Expost-Facto: compreende uma
investigação sistemática e empírica sobre
os efeitos. O "experimento" se realiza
depois dos fatos.

• Investiga relações de causa e efeitos.

• Exemplo: Evasão Escolar (efeito)


(Causas: saber tipos de tratamentos dados aos
alunos que levaram a evasão com base nos efeitos/
consequências que a evasão escolar acarreta)
A APROPRIAÇÃO DE UM OU MAIS
DELINEAMENTO (TIPO ) DE PESQUISA
AINDA EXIGIRÁ A ADOÇÃO DE
INSTRUMENTOS E TÉCNICAS
SISTEMATIZADAS AO LONGO DE TODO
PERCURSO DA INVESTIGACAÇO,
INCLUSIVE, PARA A COLETA DE DADOS
E ANÁLISE DOS RESULTADOS

METODOLOGIA DA PESQUISA

(PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS)