Você está na página 1de 204

EBOOK DE QUÍMICA PARA O ENEM:

MAIS DE 200 QUESTÕES GABARITADAS

Você sabia que apesar de as provas de vestibular serem alteradas todos os anos existe algo que se chama “previsibilidade” no que diz respeito ao conteúdo que será cobrado? Isso quer dizer simplesmente que existem alguns assuntos que caem praticamente todos os anos nas provas DO ENEM e outros que não caem nunca!

Com ESSE ebook do professor Arnaldo César, profissional com mais de 15 anos de ex- periência em sala de aula, que já passou em mais de 10 vestibulares (sendo 4 deles em universidades federais E EM MEDICINA , hein!) ficou fácil estudar e praticar para as pro- vas focando exatamente naquilo que realmente importa para que você consiga executar a prova com sucesso!

4 VANTAGENS QUE VOCÊ CONSEGUIU APÓS ADQUIRIR ESSE MATERIAL !

1. Ele te ajuda a construir um alicerce forte de química, proporcionando uma base sóli- da, fazendo com que você realmente entenda aquilo que está aprendendo e não tenha que decorar nada!

2. São mais de 200 questões, todas cuidadosamente selecionadas e preparadas de

acordo com os assuntos que mais caem nas provas DO ENEM;

3. Tenha a segurança e a confiança de saber que todas as questões têm gabarito e

comentários, ajudando você a entender exatamente aquilo que está estudando;

4. Os assuntos estão divididos em 6 categorias no livro, ajudando você a maximizar seu

tempo de estudo. As categorias são: atomística, físico química, química orgânica, química geral, bioquímica e meio ambiente;

Vamos lá, VESTIBULANDO/ENEM não pode perder tempo! AGORA É TREINAR E SER FELIZ E TER SUCESSO NO ENEM! Bons estudos !

VISITE NOSSO SITE – WWW.CURSODEQUÍMICA.COM !

BEIJO GRANDE !!! PROF. ARNALDO CÉSAR

E LEMBRE-SE O QUE VOCÊ QUER EU TAMBÉM QUERO QUE É SUA APROVAÇÃO !

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

1. Atomística
1. Atomística
1. Atomística

1. Atomística

1. Atomística

1.

(Enem 2015) Pesticidas são substâncias utilizadas para promover o controle de

pragas. No entanto, após sua aplicação em ambientes abertos, alguns pesticidas organoclorados são arrastados pela água até lagos e rios e, ao passar pelas guelras dos peixes, podem difundir-se para seus tecidos lipídicos e lá se acumularem.

A característica desses compostos, responsável pelo processo descrito no texto, é o(a)

a)

baixa polaridade.

b)

baixa massa molecular.

c)

ocorrência de halogênios.

d)

tamanho pequeno das moléculas.

e)

presença de hidroxilas nas cadeias.

2.

(Enem 2014) A forma das moléculas, como representadas no papel, nem sempre é

planar. Em um determinado fármaco, a molécula contendo um grupo não planar é biologicamente ativa, enquanto moléculas contendo substituintes planares são inativas.

O grupo responsável pela bioatividade desse fármaco é:

a)

a) d)

d)

b)

b) e)

e)

c)

c)
c)
bioatividade desse fármaco é: a) d) b) e) c) 3. (Enem 2014) O principal processo industrial
bioatividade desse fármaco é: a) d) b) e) c) 3. (Enem 2014) O principal processo industrial
bioatividade desse fármaco é: a) d) b) e) c) 3. (Enem 2014) O principal processo industrial

3. (Enem 2014) O principal processo industrial utilizado na produção de fenol é a oxidação do cumeno (isopropilbenzeno). A equação mostra que esse processo envolve a formação do hidroperóxido de cumila, que em seguida é decomposto em fenol e acetona, ambos usados na indústria química como precursores de moléculas mais complexas. Após o processo de síntese, esses dois insumos devem ser separados para comercialização individual.

devem ser separados para comercialização individual. WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR QUÍMICA PARA
devem ser separados para comercialização individual. WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR QUÍMICA PARA

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Considerando as características físico-químicas dos dois insumos formados, o método utilizado para a separação da mistura, em escala industrial, é a:

a)

filtração.

b)

ventilação.

c)

decantação.

d)

evaporação.

e)

destilação fracionada.

4.

(Enem 2013) As fraldas descartáveis que contêm o polímero poliacrilato de sódio (1)

são mais eficientes na retenção de água que as fraldas de pano convencionais, constituídas de fibras de celulose (2).

pano convencionais, constituídas de fibras de celulose (2). CURI, D. Química Nova na Escola, São Paulo,
pano convencionais, constituídas de fibras de celulose (2). CURI, D. Química Nova na Escola, São Paulo,

CURI, D. Química Nova na Escola, São Paulo, n. 23, maio 2006 (adaptado).

A maior eficiência dessas fraldas descartáveis, em relação às de pano, deve-se às:

a) interações dipolo-dipolo mais fortes entre o poliacrilato e a água, em relação às

ligações de hidrogênio entre a celulose e as moléculas de água.

b) interações íon-íon mais fortes entre o poliacrilato e as moléculas de água, em relação

às ligações de hidrogênio entre a celulose e as moléculas de água.

c) ligações de hidrogênio mais fortes entre o poliacrilato e a água, em relação às

interações íon-dipolo entre a celulose e as moléculas de água.

d) ligações de hidrogênio mais fortes entre o poliacrilato e as moléculas de água, em

relação às interações dipolo induzido-dipolo induzido entre a celulose e as moléculas de água.

e) interações íon-dipolo mais fortes entre o poliacrilato e as moléculas de água, em

relação às ligações de hidrogênio entre a celulose e as moléculas de água.

5. (Enem 2012) Em uma planície, ocorreu um acidente ambiental em decorrência do

derramamento de grande quantidade de um hidrocarboneto que se apresenta na forma pastosa à temperatura ambiente. Um químico ambiental utilizou uma quantidade apropriada de uma solução de para-dodecil-benzenossulfonato de sódio, um agente tensoativo sintético, para diminuir os impactos desse acidente. Essa intervenção produz resultados positivos para o ambiente porque:

a) promove uma reação de substituição no hidrocarboneto, tornando-o menos letal ao

ambiente.

b) a hidrólise do para-dodecil-benzenossulfonato de sódio produz energia térmica

suficiente para vaporizar o hidrocarboneto.

c) a mistura desses reagentes provoca a combustão do hidrocarboneto, o que diminui a quantidade dessa substância na natureza.

d) a solução de para-dodecil-benzenossulfonato possibilita a solubilização do

hidrocarboneto.

e) o reagente adicionado provoca uma solidificação do hidrocarboneto, o que facilita

sua retirada do ambiente.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

6.

(Enem 2012) Quando colocamos em água, os fosfolipídeos tendem a formar

lipossomos, estruturas formadas por uma bicamada lipídica, conforme mostrado na igura. Quando rompida, essa estrutura tende a se reorganizar em um novo lipossomo.

essa estrutura tende a se reorganizar em um novo lipossomo. Esse arranjo característico se deve ao

Esse arranjo característico se deve ao fato de os fosfolipídeos apresentarem uma natureza:

a)

polar, ou seja, serem inteiramente solúveis em água.

b)

apolar, ou seja, não serem solúveis em solução aquosa.

c)

anfotérica, ou seja, podem comportar-se como ácidos e bases.

d)

insaturada, ou seja, possuírem duplas ligações em sua estrutura.

e)

anfifílica, ou seja, possuírem uma parte hidrofílica e outra hidrofóbica.

7.

(Enem 2012) O armazenamento de certas vitaminas no organismo apresenta grande

dependência de sua solubilidade. Por exemplo, vitaminas hidrossolúveis devem ser incluídas na dieta diária, enquanto vitaminas lipossolúveis são armazenadas em quantidades suficientes para evitar doenças causadas pela sua carência. A seguir são apresentadas as estruturas químicas de cinco vitaminas necessárias ao organismo.

químicas de cinco vitaminas necessárias ao organismo. Dentre as vitaminas apresentadas na figura, aquela que
químicas de cinco vitaminas necessárias ao organismo. Dentre as vitaminas apresentadas na figura, aquela que
químicas de cinco vitaminas necessárias ao organismo. Dentre as vitaminas apresentadas na figura, aquela que

Dentre as vitaminas apresentadas na figura, aquela que necessita de maior suplementação diária é:

a) I.

b) II.

c) III.

d) IV.

e) V.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

8.

(Enem 2011) No processo de industrialização da mamona, além do óleo que contém

vários ácidos graxos, é obtida uma massa orgânica, conhecida como torta de mamona. Esta massa tem potencial para ser utilizada como fertilizante para o solo e

como complemento em rações animais devido a seu elevado valor proteico. No entanto,

a torta apresenta compostos tóxicos e alergênicos diferentemente do óleo da mamona.

Para que a torta possa ser utilizada na alimentação animal, é necessário um processo de descontaminação.

Revista Química Nova na Escola. V. 32, no 1, 2010 (adaptado).

A característica presente nas substâncias tóxicas e alergênicas, que inviabiliza sua

solubilização no óleo de mamona, é a:

a)

lipofilia.

b)

hidrofilia.

c)

hipocromia.

d)

cromatofilia.

e)

hiperpolarização.

9.

(Enem 2011) A pele humana, quando está bem hidratada, adquire boa elasticidade e

aspecto macio e suave. Em contrapartida, quando está ressecada, perde sua elasticidade e se apresenta opaca e áspera. Para evitar o ressecamento da pele é necessário, sempre que possível, utilizar hidratantes umectantes, feitos geralmente à base de glicerina e polietilenoglicol:

HO − CH − CH − 22
HO
CH
CH
22

[

O

CH

CH

22

]

−−

O

n

polietilenoglicol

CH

CH

22

OH

Disponível em: http://www.brasilescola.com. Acesso em: 23 abr. 2010 (adaptado).

A retenção de água na superfície da pele promovida pelos hidratantes é consequência

da interação dos grupos hidroxila dos agentes umectantes com a umidade contida no ambiente por meio de:

a) ligações iônicas.

b) forças de London.

c) ligações covalentes.

d) forças dipolo-dipolo.

e) ligações de hidrogênio.

10. (Enem 2009) Os núcleos dos átomos são constituídos de prótons e nêutrons, sendo ambos os principais responsáveis pela sua massa. Nota-se que, na maioria dos núcleos, essas partículas não estão presentes na mesma proporção. O gráfico mostra a quantidade de nêutrons (N) em função da quantidade de prótons (Z) para os núcleos estáveis conhecidos.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

O antimônio é um elemento químico que possui 50 prótons e possui vários isótopos ¯
O antimônio é um elemento químico que possui 50 prótons e possui vários isótopos ¯

O antimônio é um elemento químico que possui 50 prótons e possui vários isótopos ¯

átomos que só se diferem pelo número de nêutrons. De acordo com o gráfico, os isótopos estáveis do antimônio possuem:

a) entre 12 e 24 nêutrons a menos que o número de prótons.

b) exatamente o mesmo número de prótons e nêutrons.

c) entre 0 e 12 nêutrons a mais que o número de prótons.

d) entre 12 e 24 nêutrons a mais que o número de prótons.

e) entre 0 e 12 nêutrons a menos que o número de prótons.

11. (Enem 2009) Na manipulação em escala nanométrica, os átomos revelam características peculiares, podendo apresentar tolerância à temperatura, reatividade química, condutividade elétrica, ou mesmo exibir força de intensidade extraordinária. Essas características explicam o interesse industrial pelos nanomateriais que estão sendo muito pesquisados em diversas áreas, desde o desenvolvimento de cosméticos, tintas e tecidos, até o de terapias contra o câncer.

LACAVA, Z. G. M; MORAIS, P. C. Nanobiotecnologia e Saúde. Disponível em:

http://www.comciencia.br (adaptado).

A utilização de nanopartículas na indústria e na medicina requer estudos mais

detalhados, pois

a) as partículas, quanto menores, mais potentes e radiativas se tornam.

b) as partículas podem ser manipuladas, mas não caracterizadas com a atual

tecnologia.

c) as propriedades biológicas das partículas somente podem ser testadas em

microrganismos.

d) as partículas podem atravessar poros e canais celulares, o que poderia causar

impactos desconhecidos aos seres vivos e, até mesmo, aos ecossistemas.

e) o organismo humano apresenta imunidade contra partículas tão pequenas,

já que apresentam a mesma dimensão das bactérias (um bilionésimo de metro).

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

12.

(Enem 2009) O uso de protetores solares em situações de grande exposição aos

raios solares como, por exemplo, nas praias, é de grande importância para a saúde. As moléculas ativas de um protetor apresentam, usualmente, anéis aromáticos conjugados com grupos carbonila, pois esses sistemas são capazes de absorver a radiação ultravioleta mais nociva aos seres humanos. A conjugação é definida como a ocorrência de alternância entre ligações simples e duplas em uma molécula. Outra propriedade das moléculas em questão é apresentar, em uma de suas extremidades, uma parte apolar responsável por reduzir a solubilidade do composto em água, o que impede sua rápida remoção quando do contato com a água.

De acordo com as considerações do texto, qual das moléculas apresentadas a seguir é a mais adequada para funcionar como molécula ativa de protetores solares?

a)

b)

c)

d)

e)

como molécula ativa de protetores solares? a) b) c) d) e) 13. de benzeno de uma
como molécula ativa de protetores solares? a) b) c) d) e) 13. de benzeno de uma

13.

de benzeno de uma indústria petroquímica chinesa no rio Songhua, um afluente do rio Amur, que faz parte da fronteira entre os dois países. O presidente da Agência Federal de Recursos da água da Rússia garantiu que o benzeno não chegará aos dutos de água potável, mas pediu à população que fervesse a água corrente e evitasse a pesca no rio Amur e seus afluentes. As autoridades locais estão armazenando centenas de toneladas de carvão, já que o mineral é considerado eficaz absorvente de benzeno.

(Enem 2008) A China comprometeu-se a indenizar a Rússia pelo derramamento

LInternet: <www.jbonline.terra.com.br> (com adaptações)

Levando-se em conta as medidas adotadas para a minimização dos danos ao ambiente e à população, é correto afirmar que

a) o carvão mineral, ao ser colocado na água, reage com o benzeno, eliminando-o.

b) o benzeno é mais volátil que a água e, por isso, é necessário que esta seja fervida.

c) a orientação para se evitar a pesca deve-se à necessidade de preservação dos peixes.

d) o benzeno não contaminaria os dutos de água potável, porque seria decantado

naturalmente no fundo do rio.

e) a poluição causada pelo derramamento de benzeno da indústria chinesa ficaria

restrita ao rio Songhua.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

14.

(Enem 2ª aplicação 2010) Vários materiais, quando queimados, podem levar à

formação de dioxinas, um composto do grupo dos organoclorados. Mesmo quando a queima ocorre em incineradores, há liberação de substâncias derivadas da dioxina no meio ambiente. Tais compostos são produzidos em baixas concentrações, como resíduos da queima de matéria orgânica em presença de produtos que contenham cloro. Como consequência de seu amplo espalhamento no meio ambiente, bem como de suas propriedades estruturais, as dioxinas sofrem magnificação trófica na cadeia alimentar. Mais de 90% da exposição humana às dioxinas é atribuída aos alimentos contaminados ingeridos. A estrutura típica de uma dioxina está apresentada a seguir:

estrutura típica de uma dioxina está apresentada a seguir: A molécula do 2,3,7,8 - TCDD é

A molécula do 2,3,7,8 - TCDD é popularmente conhecida pelo nome ‘dioxina’, sendo a mais tóxica dos 75 isômeros de compostos clorados de dibenzo-p-dioxina existentes.

FADINI, P. S.; FADINI, A. A. B. Lixo: desafios e compromissos. Cadernos Temáticos de Química Nova na Escola, São Paulo, n. 1, maio 2001 (adaptado).

Com base no texto e na estrutura apresentada, as propriedades químicas das dioxinas que permitem sua bioacumulação nos organismos estão relacionadas ao seu caráter:

a) básico, pois a eliminação de materiais alcalinos é mais lenta do que a dos ácidos.

b) ácido, pois a eliminação de materiais ácidos é mais lenta do que a dos alcalinos.

c) redutor, pois a eliminação de materiais redutores é mais lenta do que a dos oxidantes.

d) lipofílico, pois a eliminação de materiais lipossolúveis é mais lenta do que a dos

hidrossolúveis.

e) hidrofílico, pois a eliminação de materiais hidrossolúveis é mais lenta do que a dos

lipossolúveis.

15. (Enem 2ª aplicação 2010) O cádmio, presente nas baterias, pode chegar ao solo

quando esses materiais são descartados de maneira irregular no meio ambiente ou quando são incinerados. Diferentemente da forma metálica, os íons Cd2+ são extremamente perigosos para o organismo, pois eles podem substituir íons Ca2+, ocasionando uma doença degenerativa dos ossos, tornando-os muito porosos e causando dores intensas nas articulações. Podem ainda inibir enzimas ativadas pelo cátion Zn2+, que são extremamente importantes para o funcionamento dos rins. A figura mostra a variação do raio de alguns metais e seus respectivos cátions.

do raio de alguns metais e seus respectivos cátions. WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR QUÍMICA PARA

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Com base no texto, a toxicidade do cádmio em sua forma iônica é consequência de esse elemento:

a) apresentar baixa energia de ionização, o que favorece a formação do íon e facilita sua

ligação a outros compostos.

b) possuir tendência de atuar em processos biológicos mediados por cátions metálicos

com cargas que variam de +1 a +3.

c) possuir raio e carga relativamente próximos aos de íons metálicos que atuam nos

processos biológicos, causando interferência nesses processos.

d) apresentar raio iônico grande, permitindo que ele cause interferência nos processos

biológicos em que, normalmente, íons menores participam.

e) apresentar carga +2, o que permite que ele cause interferência nos processos

biológicos em que, normalmente, íons com cargas menores participam.

16. (Enem PPL 2015) Além de ser uma prática ilegal, a adulteração de combustíveis é

prejudicial ao meio ambiente, ao governo e, especialmente, ao consumidor final. Em geral, essa adulteração é feita utilizando compostos com propriedades físicas semelhantes às do combustível, mas de menor valor agregado.

Considerando um combustível com

seria identificada visualmente é:

de adulterante, a mistura em que a adulteração

a)

etanol e água.

b)

etanol e acetona.

c)

gasolina e água.

d)

gasolina e benzeno.

e)

gasolina e querosene.

17.

(Enem PPL 2014) Partículas beta, ao atravessarem a matéria viva, colidem com uma

pequena porcentagem de moléculas e deixam atrás de si um rastro aleatoriamente pontilhado de radicais livres e íons quimicamente ativos. Essas espécies podem romper ainda outras ligações moleculares, causando danos celulares.

HEWITT, P. G. Física conceitual. Porto Alegre: Bookman, 2002 (adaptado).

A capacidade de gerar os efeitos descritos dá-se porque tal partícula é um:

a) elétron e, por possuir massa relativa desprezível, tem elevada energia cinética

translacional.

b) nêutron e, por não possuir carga elétrica, tem alta capacidade de produzir reações

nucleares.

c) núcleo do átomo de hélio

penetração.

d) fóton e, por não possuir massa, tem grande facilidade de induzir a formação de

radicais livres.

e, por possuir carga positiva, tem alta reatividade

e) núcleo do átomo de hidrogênio

química.

e, por possuir massa elevada, tem grande poder de

18. (Enem PPL 2014) Um método para determinação do teor de etanol na gasolina

consiste em misturar volumes conhecidos de água e de gasolina em um frasco específico. Após agitar o frasco e aguardar um período de tempo, medem-se os volumes das duas fases imiscíveis que são obtidas: uma orgânica e outra aquosa. O etanol, antes miscível com a gasolina, encontra-se agora miscível com a água.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Para explicar o comportamento do etanol antes e depois da adição de água, é necessário conhecer:

a) a densidade dos líquidos.

b) o tamanho das moléculas.

c) o ponto de ebulição dos líquidos.

d) os átomos presentes nas moléculas.

e) o tipo de interação entre as moléculas.

19. (Enem PPL 2014) Água dura é aquela que contém concentrações relativamente altas

de íons

podem tornar a água imprópria para alguns tipos de consumo doméstico ou industrial.

Objetivando reduzir a concentração de íons

mínimo possível, um técnico em química testou os seguintes procedimentos no laboratório:

dissolvidos. Apesar de esses íons não representarem risco para a saúde, eles

e

e

de uma amostra de água dura ao

I. Decantação da amostra de água.

II. Filtração da amostra de água.

III. Aquecimento da amostra de água.

IV. Adição do solvente orgânico

V. Adição de

à amostra de água.

e

à amostra de água.

BROWN, T. L. et al. Química, a ciência central. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005 (adaptado).

O método considerado viável para tratar a água dura e aumentar seu potencial de utilização é o(a):

a) decantação, pois permite que esses íons se depositem no fundo do recipiente.

b) filtração, pois assim os íons

c) aquecimento da amostra de água, para que esses íons sejam evaporados e separados.

d) adição do solvente orgânico

água.

e) reação química com e para precipitar esses íons na forma de compostos insolúveis.

e

são retidos no filtro e separados da água.

à amostra, para solubilizar esses íons e separá-los da

5. (Enem PPL 2012) A fosfatidilserina é um fosfolipídio aniônico cuja interação com cálcio livre regula processos de transdução celular e vem sendo estudada no desenvolvimento de biossensores nanométricos. A figura representa a estrutura da fosfatidilserina:

A figura representa a estrutura da fosfatidilserina: Com base nas informações do texto, a natureza da

Com base nas informações do texto, a natureza da interação da fosfatidilserina com o cálcio livre é do tipo

Dado: número atômico do elemento cálcio: 20

a) iônica somente com o grupo aniônico fosfato, já que o cálcio livre é um cátion

monovalente.

b) iônica com o cátion amônio, porque o cálcio livre é representado como um ânion

monovalente.

c) iônica com os grupos aniônicos fosfato e carboxila, porque o cálcio em sua forma

livre é um cátion divalente. d) covalente com qualquer dos grupos não carregados da fosfatidilserina,

uma vez que estes podem doar elétrons ao cálcio livre para formar a ligação.

e) covalente com qualquer grupo catiônico da fosfatidilserina, visto que o

cálcio na sua forma livre poderá compartilhar seus elétrons com tais grupos.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GABARITO

Resposta da questão 1:

[A]

Pesticidas organoclorados podem difundir-se nos tecidos lipídicos dos peixes. Concluí-se que estes pesticidas são lipofílicos, ou seja, são atraídos por compostos apolares, logo apresentam baixa polaridade.

Resposta da questão 2:

[A]

A molécula contendo um grupo não planar é biologicamente ativa, ou seja, não

apresenta ligação pi

o que é o caso da alternativa [A].

apresenta ligação pi o que é o caso da alternativa [A]. Resposta da questão 3: [E]
apresenta ligação pi o que é o caso da alternativa [A]. Resposta da questão 3: [E]

Resposta da questão 3:

[E]

Considerando as características físico-químicas dos dois insumos formados, o método utilizado para a separação da mistura, em escala industrial, é a destilação fracionada, devido às diferenças nas forças intermoleculares.

No fenol existem pontes de hidrogênio (ligações de hidrogênio, devido à presença da hidroxila), que são forças mais intensas do que o dipolo permanente existente na cetona. Logo, a temperatura de ebulição do fenol é maior do que a da cetona, permitindo a separação por destilação fracionada.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GABARITO

Resposta da questão 4:

[E]

A maior eficiência dessas fraldas descartáveis, em relação às de pano, deve-se às interações íon-dipolo que são mais fortes entre o poliacrilato e as moléculas de água, do que em relação às ligações de hidrogênio entre as hidroxilas da celulose e as moléculas de água.

entre as hidroxilas da celulose e as moléculas de água. Resposta da questão 5: [D] O

Resposta da questão 5:

[D]

O hidrocarboneto é apolar e pode ser solubilizado pela região apolar do tensoativo.

e pode ser solubilizado pela região apolar do tensoativo. Resposta da questão 6: [E] Esse arranjo

Resposta da questão 6:

[E]

Esse arranjo característico se deve ao fato de os fosfolipídeos apresentarem uma natureza anfifílica, ou seja, possuírem uma parte polar (hidrofílica) e outra apolar (hidrofóbica).

parte polar (hidrofílica) e outra apolar (hidrofóbica). Resposta da questão 7: [C] Quanto maior a quantidade
parte polar (hidrofílica) e outra apolar (hidrofóbica). Resposta da questão 7: [C] Quanto maior a quantidade

Resposta da questão 7:

[C]

Quanto maior a quantidade de grupos OH, mais solúvel será a vitamina, devido à interação com a água e maior a necessidade de suplementação. A estrutura III apresenta esta característica:

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GABARITO

GABARITO Resposta da questão 8: [B] A característica presente nas substâncias tóxicas e alergênicas, que inviabiliza

Resposta da questão 8:

[B]

A característica presente nas substâncias tóxicas e alergênicas, que inviabiliza sua

solubilização no óleo de mamona, é a hidrofilia, ou seja, a capacidade de atrair

compostos polares (hidro = água; filia = afinidade). Como o óleo de mamona é predominantemente apolar, os compostos alergênicos polares não se misturam ao óleo.

Resposta da questão 9:

[E]

A ligação de hidrogênio é uma atração intermolecular mais forte do que a média.

Nela os átomos de hidrogênio formam ligações indiretas, “ligações em pontes”,

entre átomos muito eletronegativos de moléculas vizinhas.

Este tipo de ligação ocorre em moléculas nas quais o átomo de hidrogênio está

ligado a átomos que possuem alta eletronegatividade como o nitrogênio, o oxigênio

e o flúor. Por exemplo: NH3, H2O e HF.

A ligação de hidrogênio é uma força de atração mais fraca do que a ligação

covalente ou iônica. Mas, é mais forte do que as forças de London e a atração dipolo-dipolo.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GABARITO

Resposta da questão 10:

[D]

Observe o gráfico:

GABARITO Resposta da questão 10: [D] Observe o gráfico: De acordo com o gráfico, os isótopos
GABARITO Resposta da questão 10: [D] Observe o gráfico: De acordo com o gráfico, os isótopos

De acordo com o gráfico, os isótopos estáveis do antimônio possuem entre 12 e 24 nêutrons a mais que o número de prótons.

Resposta da questão 11:

[D]

A ordem de grandeza do diâmetro de um átomo é de 10-10 m (1 Angstron), ou seja,

10-1 nm, ainda é impossível para a ciência prever o comportamento de partículas tão pequenas.

A utilização de nanopartículas na indústria e na medicina requer estudos mais detal-

hados, pois as partículas podem atravessar poros e canais celulares, o que poderia causar impactos desconhecidos aos seres vivos e, até mesmo, aos ecossistemas.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GABARITO

Resposta da questão 12:

[E]

De acordo com o texto: “As moléculas ativas de um protetor apresentam, usual- mente, anéis aromáticos conjugados com grupos carbonila:

mente, anéis aromáticos conjugados com grupos carbonila: Pois esses sistemas são capazes de absorver a radiação

Pois esses sistemas são capazes de absorver a radiação ultravioleta mais nociva aos seres humanos. A conjugação é definida como a ocorrência de alternância entre ligações simples e duplas em uma molécula. Outra propriedade das moléculas em questão é apresentar, em uma de suas extremidades, uma parte apolar responsável por reduzir a solubilidade do composto em água, o que impede sua rápida remoção quando do contato com a água.” A molécula mais adequada é:

do contato com a água.” A molécula mais adequada é: Resposta da questão 13: [B] O

Resposta da questão 13:

[B]

O benzeno é mais volátil do que a água, ou seja, a atração entre as suas moléculas é menor do que a atração existente entre as moléculas da água. Por isso, grande parte do benzeno passará para o estado gasoso durante a mudança de estado da água.

Resposta da questão 14:

[D]

As propriedades químicas das dioxinas que permitem sua bioacumulação nos organ- ismos estão relacionadas ao seu caráter lipofílico, ou seja, este composto se acumula no tecido adiposo (predominantemente apolar).

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GABARITO

Resposta da questão 15:

[C]

De acordo com a figura, o raio do Ca2+ (100 pm) é próximo ao do Cd2+ (103 pm). Além disso, as cargas são iguais. A toxicidade do cádmio em sua forma iônica é consequência de esse elemento possuir raio e carga relativamente próximos aos de íons metálicos que atuam nos processos biológicos, causando interferência nesses processos.

Resposta da questão 16:

[C]

Gasolina (apolar) e água (polar) não se misturam devido à diferença de polaridade.

A mistura formada teria duas fases e a adulteração seria identificada visualmente.

Resposta da questão 17:

[A]

A partícula beta equivale ao elétron.

Resposta da questão 18:

[E]

Para explicar o comportamento do etanol antes e depois da adição de água, é necessário conhecer o tipo de interação entre as moléculas.

O etanol faz ligações ou pontes de hidrogênio com a água.

Resposta da questão 19:

[E]

O método considerado viável para tratar a água dura e aumentar seu potencial de utilização é a reação química com CaO e Na2CO3 para precipitar esses íons na forma de CaCO3 e MgCO3.

Resposta da questão 20:

[C]

A natureza da interação da fosfatidilserina com o cálcio livre é do tipo iônica devido

às interações eletrostáticas do cátion cálcio carboxila.

(Ca

2

+

)

com os grupos aniônicos fosfato e

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

2. BIOQUÍMICA
2. BIOQUÍMICA
2. BIOQUÍMICA

2. BIOQUÍMICA

2. BIOQUÍMICA

1.

(Enem 2000) No processo de fabricação de pão, os padeiros, após prepararem a

massa utilizando fermento biológico, separam uma porção de massa em forma de “bola” e a mergulham num recipiente com água, aguardando que ela suba, como pode ser observado, respectivamente, em I e II do esquema a seguir. Quando isso acontece, a massa está pronta para ir ao forno.

Quando isso acontece, a massa está pronta para ir ao forno. Um professor de Química explicaria

Um professor de Química explicaria esse procedimento da seguinte maneira

“A bola de massa torna-se menos densa que o líquido e sobe. A alteração da densidade deve-se à fermentação, processo que pode ser resumido pela equação

CH O

6

12

6

glicose

2C H OH

2

5

+

2CO

2

+

energia.

álcool comum

gás carbônico

Considere as afirmações abaixo. I. A fermentação dos carboidratos da massa de pão ocorre de maneira espontânea e não depende da existência de qualquer organismo vivo. II. Durante a fermentação, ocorre produção de gás carbônico, que se vai acumulando em cavidades no interior da massa, o que faz a bola subir. III. A fermentação transforma a glicose em álcool. Como o álcool tem maior densidade do que a água, a bola de massa sobe.

Dentre as afirmativas, apenas:

a)

I está correta.

b)

Il está correta.

c)

I e II estão corretas.

d)

II e III estão corretas.

e)

III está correta.

2.

(Enem PPL 2015)

e) III está correta. 2. (Enem PPL 2015) No esquema representado, o processo identificado pelo

No esquema representado, o processo identificado pelo número 2 é realizado por

a) seres herbívoros.

b) fungos fermentadores.

c) bactéria heterótrofas.

d) organismos produtores.

e) microrganismos decompositores.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GABARITO

Resposta da questão 1:

[B]

Análise das afirmações:

I. Incorreta: a fermentação dos carboidratos da massa de pão depende da formação de enzimas produzidas por micro-organismos. II. Correta: durante a fermentação, ocorre produção de gás carbônico, que se vai acumulando em cavidades no interior da massa, o que faz a bola subir. III. Incorreta: a formação de gás carbônico é responsável pela diminuição da densidade.

Resposta da questão 2:

[D]

[Resposta do ponto de vista da disciplina de Química] No esquema representado podemos identificar o processo de fotossíntese.

CO

2

luz

+ nH O → C(H O)

2

2n

+ O

2

[Resposta do ponto de vista da disciplina de Biologia]

Os organismos produtores (autótrofos) são capazes de fixar o

orgânica (C H

na forma de matéria

6

12

O

6

)

por meio dos processos de fotossíntese ou quimiossíntese.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

3. FÍSICO QUÍMICA
3. FÍSICO QUÍMICA
3. FÍSICO QUÍMICA

3. FÍSICO QUÍMICA

3. FÍSICO QUÍMICA

1.

(Enem 2ª aplicação 2010) Alguns fatores podem alterar a rapidez das reações

químicas. A seguir, destacam-se três exemplos no contexto da preparação e da conservação de alimentos:

1. A maioria dos produtos alimentícios se conserva por muito mais tempo quando

submetidos à refrigeração. Esse procedimento diminui a rapidez das reações que contribuem para a degradação de certos alimentos.

2. Um procedimento muito comum utilizado em práticas de culinária é o corte dos

alimentos para acelerar o seu cozimento, caso não se tenha uma panela de pressão.

3. Na preparação de iogurtes, adicionam-se ao leite bactérias produtoras de enzimas

que aceleram as reações envolvendo açúcares e proteínas lácteas.

Com base no texto, quais são os fatores que influenciam a rapidez das transformações químicas relacionadas aos exemplos 1, 2 e 3, respectivamente?

a)

Temperatura, superfície de contato e concentração.

b)

Concentração, superfície de contato e catalisadores.

c)

Temperatura, superfície de contato e catalisadores.

d)

Superfície de contato, temperatura e concentração.

e)

Temperatura, concentração e catalisadores.

2.

(Enem 2ª aplicação 2010) Às vezes, ao abrir um refrigerante, percebe-se que uma

parte do produto vaza rapidamente pela extremidade do recipiente. A explicação para esse fato está relacionada à perturbação do equilíbrio químico existente entre alguns dos ingredientes do produto, de acordo com a equação:

dos ingredientes do produto, de acordo com a equação: A alteração do equilíbrio anterior, relacionada ao

A alteração do equilíbrio anterior, relacionada ao vazamento do refrigerante nas

condições descritas, tem como consequência a:

a)

liberação de CO2 para o ambiente.

b)

elevação da temperatura do recipiente.

c)

elevação da pressão interna no recipiente.

d)

elevação da concentração de CO2 no líquido.

e)

formação de uma quantidade significativa de H2O.

3.

(Enem 2ª aplicação 2010) O pH do solo pode variar em uma faixa significativa devido

a

várias causas. Por exemplo, o solo de áreas com chuvas escassas, mas com concen-

trações elevadas do sal solúvel carbonato de sódio hidrólise do íon carbonato, segundo o equilíbrio:

sódio hidrólise do íon carbonato, segundo o equilíbrio: torna-se básico devido à reação de Esses tipos

torna-se básico devido à reação de

Esses tipos de solo são alcalinos demais para fins agrícolas e devem ser remediados pela utilização de aditivos químicos.

BAIRD, C. Química ambiental. São Paulo: Artmed, 1995 (adaptado).

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Suponha que, para remediar uma amostra desse tipo de solo, um técnico tenha utilizado

como aditivo a cal virgem

a) foi realizada, pois o caráter básico da cal virgem promove o deslocamento do

equilíbrio descrito para a direita, em decorrência da elevação de pH do meio.

b) foi realizada, pois o caráter ácido da cal virgem promove o deslocamento do

equilíbrio descrito para a esquerda, em decorrência da redução de pH do meio.

c) não foi realizada, pois o caráter ácido da cal virgem promove o deslocamento do

equilíbrio descrito para a direita, em decorrência da redução de pH do meio.

d) não foi realizada, pois o caráter básico da cal virgem promove o deslocamento do

equilíbrio descrito para a esquerda, em decorrência da elevação de pH do meio.

e) não foi realizada, pois o caráter neutro da cal virgem promove o deslocamento do

equilíbrio descrito para a esquerda, em decorrência da manutenção de pH do meio.

Nesse caso, a remediação:

4. (Enem 2ª aplicação 2010) O rótulo de uma garrafa de água mineral natural contém as

seguintes informações:

de água mineral natural contém as seguintes informações: As informações químicas presentes no rótulo de vários

As informações químicas presentes no rótulo de vários produtos permitem classificar de acordo com seu gosto, seu cheiro, sua aparência, sua função, entre outras. As informações da tabela permitem concluir que essa água é

a)

gasosa.

b)

insípida.

c)

levemente azeda.

d)

um pouco alcalina.

e)

radioativa na fonte.

5.

(Enem 2ª aplicação 2010) Com a frequente adulteração de combustíveis, além de fis-

calização, há necessidade de prover meios para que o consumidor verifique a qualidade do combustível. Para isso, nas bombas de combustível existe um densímetro, semelhan- te ao ilustrado na figura. Um tubo de vidro fechado fica imerso no combustível, devido ao peso das bolinhas de chumbo colocadas no seu interior. Uma coluna vertical central marca a altura de referência, que deve ficar abaixo ou no nível do combustível para indi- car que sua densidade está adequada. Como o volume do líquido varia com a tempera- tura mais que o do vidro, a coluna vertical é preenchida com mercúrio para compensar variações de temperatura.

com mercúrio para compensar variações de temperatura. WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR QUÍMICA PARA

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

De acordo com o texto, a coluna vertical de mercúrio, quando aquecida,

a)

indica a variação da densidade do combustível com a temperatura.

b)

mostra a diferença de altura da coluna a ser corrigida.

c)

mede a temperatura ambiente no momento do abastecimento.

d)

regula a temperatura do densímetro de acordo com a do ambiente.

e)

corrige a altura de referência de acordo com a densidade do líquido.

6.

(Enem 2ª aplicação 2010) Devido ao seu alto teor de sais, a água do mar é imprópria

para o consumo humano e para a maioria dos usos da água doce. No entanto, para a indústria, a água do mar é de grande interesse, uma vez que os sais presentes podem servir de matérias-primas importantes para diversos processos. Nesse contexto, devido a sua simplicidade e ao seu baixo potencial de impacto ambiental, o método da precipitação fracionada tem sido utilizado para a obtenção dos sais presentes na água do mar.

Tabela 1: Solubilidade em água de alguns compostos presentes na água do mar a 25 ºC

água de alguns compostos presentes na água do mar a 25 ºC PILOMBO, L. R. M.;

PILOMBO, L. R. M.; MARCONDES, M.E.R.; GEPEC. Grupo de pesquisa em Educação Química. Química e Sobrevivência: Hidrosfera Fonte de Materiais. São Paulo: EDUSP, 2005 (adaptado).

Suponha que uma indústria objetiva separar determinados sais de uma amostra de água

do mar a 25 °C, por meio da precipitação fracionada. Se essa amostra contiver somente os sais destacados na tabela, a seguinte ordem de precipitação será verificada:

a) Carbonato de cálcio, sulfato de cálcio, cloreto de sódio e sulfato de magnésio, cloreto

de magnésio e, por último, brometo de sódio.

b) Brometo de sódio, cloreto de magnésio, cloreto de sódio e sulfato de magnésio,

sulfato de cálcio e, por último, carbonato de cálcio.

c) Cloreto de magnésio, sulfato de magnésio e cloreto de sódio, sulfato de cálcio,

carbonato de cálcio e, por último, brometo de sódio.

d) Brometo de sódio, carbonato de cálcio, sulfato de cálcio, cloreto de sódio e sulfato

de magnésio e, por último, cloreto de magnésio.

e) Cloreto de sódio, sulfato de magnésio, carbonato de cálcio, sulfato de cálcio, cloreto

de magnésio e, por último, brometo de sódio.

7. (Enem cancelado 2009) Os exageros do final de semana podem levar o indivíduo a

um quadro de azia. A azia pode ser descrita como uma sensação de queimação no es- ôfago, provocada pelo desbalanceamento do pH estomacal (excesso de ácido clorídri- co). Um dos antiácidos comumente empregados no combate à azia é o leite de magné- sia. O leite de magnésia possui 64,8 g de hidróxido de magnésio (Mg(OH)2) por litro da solução. Qual a quantidade de ácido neutralizado ao se ingerir 9 mL de leite de magnésia?

Dados: Massas molares (em g mol-1): Mg = 24,3; C = 35,4; O = 16; H = 1.

a) 20 mol.

b) 0,58 mol.

c) 0,2 mol.

d) 0,02 mol.

e) 0,01 mol.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

8.

(Enem cancelado 2009) Vários combustíveis alternativos estão sendo procurados

para reduzir a demanda por combustíveis fósseis, cuja queima prejudica o meio ambiente devido à produção de dióxido de carbono (massa molar igual a 44 g mol–1). Três dos mais promissores combustíveis alternativos são o hidrogênio, o etanol e o metano. A queima de 1 mol de cada um desses combustíveis libera uma determinada quantidade de calor, que estão apresentadas na tabela a seguir.

de calor, que estão apresentadas na tabela a seguir. Considere que foram queimadas massas, independentemente,

Considere que foram queimadas massas, independentemente, desses três com- bustíveis, de forma tal que em cada queima foram liberados 5400 kJ. O combustível

mais econômico, ou seja, o que teve a menor massa consumida, e o combustível mais poluente, que é aquele que produziu a maior massa de dióxido de carbono (massa molar igual a 44 g mol–1), foram, respectivamente:

a) o etanol, que teve apenas 46 g de massa consumida, e o metano, que produziu 900 g

de CO2.

b) o hidrogênio, que teve apenas 40 g de massa consumida, e o etanol, que produziu

352 g de CO2.

c) o hidrogênio, que teve apenas 20 g de massa consumida, e o metano, que produziu

264 g de CO2.

d) o etanol, que teve apenas 96 g de massa consumida, e o metano, que produziu 176 g

de CO2.

e)

o hidrogênio, que teve apenas 2 g de massa consumida, e o etanol, que produziu 1350

g

de CO2.

9.

(Enem cancelado 2009) Pilhas e baterias são dispositivos tão comuns em nossa

sociedade que, sem percebermos, carregamos vários deles junto ao nosso corpo; elas estão presentes em aparelhos de MP3, relógios, rádios, celulares etc. As semirreações descritas a seguir ilustram o que ocorre em uma pilha de óxido de prata.

Zn (s) + OH- (aq) Ag2O (s) + H2O (

ZnO (s) + H2O (

) + e-

) + e-

Ag (s) + OH- (aq)

Pode-se afirmar que esta pilha

a) é uma pilha ácida.

b) apresenta o óxido de prata como o ânodo.

c) apresenta o zinco como o agente oxidante.

d) tem como reação da célula a seguinte reação: Zn(s) + Ag2O(s) ZnO(s) + 2Ag(s).

e) apresenta fluxo de elétrons na pilha do eletrodo de Ag2O para o Zn.

10. (Enem cancelado 2009) O lixo radioativo ou nuclear é resultado da manipulação

de materiais radioativos, utilizados hoje na agricultura, na indústria, na medicina, em pesquisas científicas, na produção de energia etc. Embora a radioatividade se reduza com o tempo, o processo de decaimento radioativo de alguns materiais pode levar milhões de anos. Por isso, existe a necessidade de se fazer um descarte adequado e controlado de resíduos dessa natureza. A taxa de decaimento radioativo é medida em termos de um tempo característico, chamado meia-vida, que é o tempo necessário para que uma amostra perca metade de sua radioatividade original.

O gráfico seguinte representa a taxa de decaimento radioativo do rádio-226,

elemento químico pertencente à família dos metais alcalinos terrosos e que foi utilizado durante muito tempo na medicina.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

As informações fornecidas mostram que: a) quanto maior é a meia-vida de uma substância mais

As informações fornecidas mostram que:

a) quanto maior é a meia-vida de uma substância mais rápido ela se desintegra.

b) apenas

c) metade da quantidade original de rádio-226, ao final de 3.240 anos, ainda estará por

decair.

d) restará menos de 1% de rádio-226 em qualquer amostra dessa substância após

decorridas 3 meias-vidas.

e) a amostra de rádio-226 diminui a sua quantidade pela metade a cada intervalo de

1.620 anos devido à desintegração radioativa.

1

8

de uma amostra de rádio-226 terá decaído ao final de 4.860 anos.

11. (Enem PPL 2015) Sais de amônio são sólidos iônicos com alto ponto de fusão, muito mais solúveis em água que as aminas originais e ligeiramente solúveis em solventes orgânicos apolares, sendo compostos convenientes para serem usados em xaropes e

medicamentos injetáveis. Um exemplo é a efedrina, que funde a

desagradável e oxida na presença do ar atmosférico formando produtos indesejáveis. O

cloridrato de efedrina funde a medicamentos.

tem um odor

não se oxida e é inodoro, sendo o ideal para compor os

não se oxida e é inodoro, sendo o ideal para compor os De acordo com o

De acordo com o texto, que propriedade química das aminas possibilita a formação de sais de amônio estáveis, facilitando a manipulação de princípios ativos?

a) Acidez.

b) Basicidade.

c) Solubilidade.

d) Volatilidade.

e) Aromaticidade.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

12.

(Enem PPL 2015) O urânio é um elemento cujos átomos contêm 92 prótons, 92

elétrons e entre 135 e 148 nêutrons. O isótopo de urânio

combustível em usinas nucleares, onde, ao ser bombardeado por nêutrons, sofre fissão

de seu núcleo e libera uma grande quantidade de energia

po

Para ser utilizado na geração de energia nuclear, o minério é submetido a um processo

de enriquecimento, visando aumentar a concentração do isótopo

damente, 3% nas pastilhas. Em décadas anteriores, houve um movimento mundial para aumentar a geração de energia nuclear buscando substituir, parcialmente, a geração

de energia elétrica a partir da queima do carvão, o que diminui a emissão atmosférica

de

pela equação química:

235 U

é utilizado como

(2,35 ×10

10

kJ mol).

O isóto-

235 U

ocorre naturalmente em minérios de urânio, com concentração de apenas 0,7%.

235 U

para, aproxima-

CO

2 (gás com massa molar igual a 44g/mol). A queima do carvão é representada

C(s) + O (g) CO (g)

2

2

H =−400 kJ mol

Qual é a massa de

de pastilhas de urânio enriquecido utilizadas em substituição ao carvão como fonte de energia? a) 2,10

b) 7,70

c) 9,90

d) 33,0

e) 300

13. (Enem PPL 2015) O álcool utilizado como combustível automotivo (etanol hidrata-

do) deve apresentar uma taxa máxima de água em sua composição para não prejudicar o funcionamento do motor. Uma maneira simples e rápida de estimar a quantidade de etanol em misturas com água é medir a diversidade da mistura. O gráfico mostra a variação da densidade da mistura (água e etanol) com a fração percentual da massa de etanol (Fe) dada pela expressão

em toneladas, que deixa de ser liberada na atmosfera, para cada

f

e

=

100

×

m

e

(m

e

+

m

a

)

,

em que

temperatura de 20°C.

m

e

e

m

a

são as massas de etanol e de água na mistura, respectivamente, a uma

de etanol e de água na mistura, respectivamente, a uma WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR QUÍMICA

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Suponha que, em uma inspeção de rotina realizada em determinado posto, tenha-se ver-

ificado que

percentual de etanol nessa mistura?

50,0 cm

3

de álcool combustível tenham massa igual a 45,0g Qual é a fração

a)

7%

b)

10%

c)

55%

d)

90%

e)

93%

14.

(Enem PPL 2015) O vinagre vem sendo usado desde a Antiguidade como

conservante de alimentos, bem como agente de limpeza e condimento. Um dos principais componentes do vinagre é o ácido acético (massa molar 60g/mol) cuja faixa de concentração deve se situar entre 4% a 6% (m/v) Em um teste de controle de qualidade foram analisadas cinco marcas de diferentes vinagres, e as concentrações de ácido acético, em mol/L, se encontram no quadro.

de ácido acético, em mol/L, se encontram no quadro. RIZZON, L. A. Sistema de produção de

RIZZON, L. A. Sistema de produção de vinagre. Disponível em: www.sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br. Acesso em: 14 ago. 2012 (adaptado).

A amostra de vinagre que se encontra dentro do limite de concentração tolerado é a

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

15. (Enem PPL 2015) A cafeína é um alcaloide, identificado como 1,3,7-trimetilxantina

(massa molar igual a

representado. Esse alcaloide é encontrado em grande quantidade nas sementes de café

e nas folhas de chá-verde. Uma xícara de café contém, em média,

cuja estrutura química contém uma unidade de purina, conforme

de cafeína.

contém uma unidade de purina, conforme de cafeína. Considerando que a xícara descrita contém um volume
contém uma unidade de purina, conforme de cafeína. Considerando que a xícara descrita contém um volume

Considerando que a xícara descrita contém um volume de em mol/L, de cafeína nessa xícara é mais próxima de:

a) 0,0004.

b) 0,002.

c) 0,4.

d) 2.

e) 4.

de café, a concentração,

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

16.

(Enem PPL 2015) O alumínio é um metal bastante versátil, pois, a partir dele,

podem-se confeccionar materiais amplamente utilizados pela sociedade. A obtenção do alumínio ocorre a partir da bauxita, que é purificada e dissolvida em criolita

fundida

carbono

material presente nos eletrodos. O ânodo é formado por barras de grafita submergidas na mistura fundida. O cátodo é uma caixa de ferro coberta de grafita. A reação global

do processo é:

(Na

3

AF )

6

e eletrolisada a cerca de 1000°C. Há liberação do gás dióxido de

(CO ),

2

formado a partir da reação de um dos produtos da eletrólise com o

2 AO () +→3C(s)

2

3

4 A() + 3 CO (g)

2

Na etapa de obtenção do alumínio líquido, as reações que ocorrem no cátodo e ânodo são:

a)

cátodo : A

3 +

+

3e

A

ânodo

2 O

+

C

2

O

2

O

2

+

CO

2

4e

b)

cátodo

2 O

+

C

2

O

2

O

2

+

CO

2

ânodo : A

3 +

+

3e

4e

A

c)

d)

cátodo

3 +

A

2 O

+

3e

2

O

+

2

A

4e

ânodo : C + O

2

CO

2

cátodo

A

C

3 +

+

O

+

2

3e

CO

2

A

ânodo : 2O

2

+

O

2

+

4e

e)

cátodo : 2 O

2

ânodo

A

C

3 +

+

O

+

2

O

2

+

3e

CO

2

A

4e

17.

curso de um rio. O descarte dos efluentes dessas indústrias acarreta impacto na quali- dade de suas águas. O PH foi determinado em diferentes pontos desse rio, a 25°C e os resultados são apresentados no quadro.

(Enem PPL 2015) Cinco indústrias de ramos diferentes foram instaladas ao longo do

indústrias de ramos diferentes foram instaladas ao longo do A indústria que descarta um efluente com

A indústria que descarta um efluente com características básicas é a

a) primeira.

b) segunda.

c) terceira.

d) quarta.

e) quinta.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

18.

(Enem PPL 2015) A obtenção de sistemas coloidais estáveis depende das interações

entre as partículas dispersas e o meio onde se encontram. Em um sistema coloidal aquoso, cujas partículas são hidrofílicas, a adição de um solvente orgânico miscível em água, como etanol, desestabiliza o coloide, podendo ocorrer a agregação das partículas preliminarmente dispersas.

A desestabilização provocada pelo etanol ocorre porque

a)

a polaridade da água no sistema coloidal é reduzida.

b)

as cargas superficiais das partículas coloidais são diminuídas.

c)

as camadas de solvatação de água nas partículas são diminuídas.

d)

o processo de miscibilidade da água e do solvente libera calor para o meio.

e)

a intensidade dos movimentos brownianos das partículas coloidais é reduzida.

19.

(Enem PPL 2014) O álcool comercial (solução de etanol) é vendido na concentração

de 96% em volume. Entretanto, para que possa ser utilizado como desinfetante, deve-se usar uma solução alcoólica na concentração de 70% em volume. Suponha que um hospi- tal recebeu como doação um lote de 1000 litros de álcool comercial a 96% em volume, e pretende trocá-lo por um lote de álcool desinfetante.

Para que a quantidade total de etanol seja a mesma nos dois lotes, o volume de álcool a 70% fornecido na troca deve ser mais próximo de

a) 1042L

b) 1371L

c) 1428L

d) 1632L

e) 1700L

20. (Enem PPL 2014) Em um caso de anemia, a quantidade de sulfato de ferro(Il)

(FeSO ,

4

massa molar igual a 152g/mol) recomendada como suplemento de ferro foi de

300 mg/dia. Acima desse valor, a mucosa intestinal atua como barreira, impedindo a absorção de ferro. Foram analisados cinco frascos de suplemento, contendo solução

aquosa de

FeSO ,

4

cujos resultados encontram-se no quadro.

aquosa de FeSO , 4 cujos resultados encontram-se no quadro. Se for ingerida uma colher (10

Se for ingerida uma colher (10 ml) por dia do medicamento para anemia, a amostra que conterá a concentração de sulfato de ferro(ll) mais próxima da recomendada é a do frasco de número

a) 1.

b) 2.

c) 3.

d) 4.

e) 5.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

21.

(Enem PPL 2014) A escolha de uma determinada substância para ser utilizada como

combustível passa pela análise da poluição que ela causa ao ambiente e pela quanti- dade de energia liberada em sua combustão completa. O quadro apresenta a entalpia de combustão de algumas substâncias. As massas molares dos elementos H, C e O são, respectivamente, iguais a 1g/mol, 12g/mol e 16g/mol.

O são, respectivamente, iguais a 1g/mol, 12g/mol e 16g/mol. Levando-se em conta somente o aspecto energético,

Levando-se em conta somente o aspecto energético, a substância mais eficiente para a obtenção de energia, na combustão de 1Kg de combustível, é o:

a) etano.

b) etanol.

c) metanol.

d) acetileno.

e) hidrogênio.

22. (Enem PPL 2014) A formação de estalactites depende da reversibilidade de uma

reação química. O carbonato de cálcio

na forma de pedra calcária. Quando um volume de água rica em

tra-se no calcário, o minério dissolve-se formando íons

etapa, a solução aquosa desses íons chega a uma caverna e ocorre a reação inversa,

promovendo a liberação de apresentada.

(CaCO )

3

é encontrado em depósitos subterrâneos

Ca

2

+

CaCO ,

3

e

CO

2

HCO .

3

dissolvido infil-

Numa segunda

de acordo com a equação

CO

2 e a deposição de

segunda de acordo com a equação CO 2 e a deposição de Ä H =+ 40,94kJ

ÄH =+40,94kJ mol

Considerando o equilíbrio que ocorre na segunda etapa, a formação de carbonato será favorecida pelo(a):

a) diminuição da concentração de Íons

b) aumento da pressão do ar no interior da caverna.

c) diminuição da concentração de

d) aumento da temperatura no interior da caverna.

e) aumento da concentração de

OH

no meio.

HCO

CO

2

3

no meio.

dissolvido.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

23.

(Enem PPL 2014) A tabela lista os valores de PH de algumas bebidas consumidas

pela população.

de PH de algumas bebidas consumidas pela população. O esmalte dos dentes é constituído de hidroxiapatita

O esmalte dos dentes é constituído de hidroxiapatita

sofre desmineralização em meio ácido, de acordo com a equação química:

(Ca (PO

5

) OH),

43

um mineral que

com a equação química: (Ca (PO 5 ) OH), 43 um mineral que Das bebidas listadas

Das bebidas listadas na tabela, aquela com menor potencial de desmineralização dos dentes é o:

a) chá.

b) café.

c) vinho.

d) refrigerante.

e) suco de limão.

24. (Enem PPL 2014) Fertilizantes químicos mistos, denominados NPK, são utilizados

para aumentar a produtividade agrícola, por fornecerem os nutrientes nitrogênio, fós- foro e potássio, necessários para o desenvolvimento das plantas. A quantidade de cada nutriente varia de acordo com a finalidade do adubo. Um determinado adubo NPK

possui, em sua composição, as seguintes substâncias: nitrato de amônio

ureia

potássio

(NH

4

NO

3

),

(CO(NH ) ),

2

2

(KC ).

nitrato de potássio

(KNO ),

3

fosfato de sódio

(Na

3

PO

4

)

e cloreto de

A adição do adubo descrito provocou diminuição no pH de um solo. Considerando o

caráter ácido/básico das substâncias constituintes desse adubo, a diminuição do pH do solo deve ser atribuída à presença, no adubo, de uma quantidade significativa de:

a) ureia.

b) fosfato de sódio.

c) nitrato de amônio.

d) nitrato de potássio.

e) cloreto de potássio.

25. (Enem PPL 2014) Em um experimento, foram separados três recipientes A, B e C,

contendo 200ml de líquidos distintos: o recipiente A continha água, com densidade de 1,00g/ml o recipiente B, álcool etílico, com densidade de 0,79g/ml e o recipiente C, clorofórmio, com densidade de 1,48g/ml Em cada um desses recipientes foi adicionada uma pedra de gelo, com densidade próxima a 0,90g/ml.

No experimento apresentado, observou-se que a pedra de gelo

a) flutuou em A flutuou em B e flutuou em C.

b) flutuou em A afundou em B e flutuou em C.

c) afundou em A afundou em B e flutuou em C.

d) afundou em A flutuou em B e afundou em C.

e) flutuou em A afundou em B e afundou em C.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

26.

(Enem PPL 2013) Há processos industriais que envolvem reações químicas na ob-

tenção de diversos produtos ou bens consumidos pelo homem. Determinadas etapas de obtenção desses produtos empregam catalisadores químicos tradicionais, que têm sido, na medida do possível, substituídos por enzimas. Em processos industriais, uma das

vantagens de se substituírem os catalisadores químicos tradicionais por enzimas decorre do fato de estas serem

a) consumidas durante o processo.

b) compostos orgânicos e biodegradáveis.

c) inespecíficas para os substratos.

d) estáveis em variações de temperatura.

e) substratos nas reações químicas.

27. (Enem PPL 2013) Após o desmonte da bateria automotiva, é obtida uma pasta

residual de 6 kg, em que 19%, em massa, é dióxido de chumbo(IV), 60%, sulfato de chumbo(II) e 21%, chumbo metálico. O processo pirometalúrgico é o mais comum na obtenção do chumbo metálico, porém, devido à alta concentração de sulfato de chum- bo(II), ocorre grande produção de dióxido de enxofre (SO2), causador de problemas

ambientais. Para eliminar a produção de dióxido de enxofre, utiliza-se o processo hidro- metalúrgico, constituído de três etapas, no qual o sulfato de chumbo(II) reage com car- bonato de sódio a 1,0 mol/L a 45 °C, obtendo-se um sal insolúvel (etapa 1), que, tratado com ácido nítrico, produz um sal de chumbo solúvel (etapa 2) e, por eletrólise, obtém-se

o chumbo metálico com alto grau de pureza (etapa 3).

ARAÚJO, R. V. V. et al. Reciclagem de chumbo de bateria automotiva: estudo de caso. Disponível em: www.iqsc.usp.br. Acesso em: 17 abr. 2010 (adaptado).

Considerando a obtenção de chumbo metálico a partir de sulfato de chumbo(II) na

pasta residual, pelo processo hidrometalúrgico, as etapas 1, 2 e 3 objetivam, respectiva- mente,

a) a lixiviação básica e dessulfuração; a lixiviação ácida e solubilização; a redução do

Pb2+ em Pb0.

b) a lixiviação ácida e dessulfuração; a lixiviação básica e solubilização; a redução do

Pb4+ em Pb0.

c) a lixiviação básica e dessulfuração; a lixiviação ácida e solubilização; a redução do

Pb0 em Pb2+.

d) a lixiviação ácida e dessulfuração; a lixiviação básica e solubilização; a redução do

Pb2+ em Pb0.

e) a lixiviação básica e dessulfuração; a lixiviação ácida e solubilização; a redução do

Pb4+ em Pb0.

28. (Enem PPL 2013) A hematita (a-Fe2O3), além de ser utilizada para obtenção do aço,

também é utilizada como um catalisador de processos químicos, como na síntese da amônia, importante matéria-prima da indústria agroquímica.

MEDEIROS, M. A. F. Química Nova na Escola, São Paulo, v. 32, n. 3, ago. 2010 (adaptado).

O uso da hematita viabiliza economicamente a produção da amônia, porque

a) diminui a rapidez da reação.

b) diminui a energia de ativação da reação.

c) aumenta a variação da entalpia da reação.

d) aumenta a quantidade de produtos formados.

e) aumenta o tempo do processamento da reação.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

29.

(Enem PPL 2013) O Instituto Luiz Coimbra (UFRJ) lançou o primeiro ônibus urba-

no movido a hidrogênio do Hemisfério Sul, com tecnologia inteiramente nacional. Sua tração provém de três fontes de energia, sendo uma delas a pilha de combustível, na qual o hidrogênio, gerado por um processo eletroquímico, reage com o oxigênio do ar, formando água.

FRAGA, I. Disponível em: http://cienciahoje.uol.com.br. Acesso em: 20 jul. 2010 (adaptado).

A transformação de energia que ocorre na pilha de combustível responsável pelo movi- mento do ônibus decorre da energia cinética oriunda do(a)

a) calor absorvido na produção de água.

b) expansão gasosa causada pela produção de água.

c) calor liberado pela reação entre o hidrogênio e o oxigênio.

d) contração gasosa causada pela reação entre o hidrogênio e o oxigênio.

e) eletricidade gerada pela reação de oxirredução do hidrogênio com o oxigênio.

30. (Enem PPL 2012) A grafita é uma variedade alotrópica do carbono. Trata-se de um

sólido preto, macio e escorregadio, que apresenta brilho característico e boa condutibi-

lidade elétrica.

Considerando essas propriedades, a grafita tem potência de aplicabilidade em:

a) Lubrificantes, condutores de eletricidade e cátodos de baterias alcalinas.

b) Ferramentas para riscar ou cortar materiais, lubrificantes e condutores de

eletricidade.

c) Ferramentas para amolar ou polir materiais, brocas odontológicas e condutores de

eletricidade.

d) Lubrificantes, brocas odontológicas, condutores de eletricidade, captadores de

radicais livres e cátodo de baterias alcalinas. e) Ferramentas para riscar ou cortar materiais, nanoestruturas capazes de transportar drogas com efeito radioterápico.

31. (Enem PPL 2012) Observe atentamente a charge:

31. (Enem PPL 2012) Observe atentamente a charge: Além do risco de acidentes, como o referenciado
31. (Enem PPL 2012) Observe atentamente a charge: Além do risco de acidentes, como o referenciado

Além do risco de acidentes, como o referenciado na charge, o principal problema

enfrentado pelos países que dominam a tecnologia associada às usinas termonucleares é:

a) a escassez de recursos minerais destinados à produção do combustível nuclear.

b) a produção dos equipamentos relacionados às diversas etapas do ciclo nuclear.

c) o destino final dos subprodutos das fissões ocorridas no núcleo do reator.

d) a formação de recursos humanos voltados para o trabalho nas usinas.

e) o rigoroso controle da Agência Internacional de Energia Atômica.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

35.

(Enem 2015) A hidroponia pode ser definida como uma técnica de produção de

vegetais sem necessariamente a presença de solo. Uma das formas de implementação

é manter as plantas com suas raízes suspensas em meio líquido, de onde retiram os

nutrientes essenciais. Suponha que um produtor de rúcula hidropônica precise ajustar

a concentração de íon nitrato

para tanto, tem em mãos uma solução comercial nutritiva de nitrato de cálcio 90g/L.

(NO

3

)

para 0,009mol/L em um tanque de 5000 litros e,

As massas molares dos elementos N, O e Ca são iguais a 14 g/mol 16 g/mol e 40 g/mol respectivamente.

Qual o valor mais próximo do volume da solução nutritiva, em litros, que o produtor deve adicionar ao tanque?

a)

b)

c)

d)

e) 82

26

41

45

51

36. (Enem 2015) O aproveitamento de resíduos florestais vem se tornando cada dia mais

atrativo, pois eles são uma fonte renovável de energia. A figura representa a queima de

um bio-óleo extraído do resíduo de madeira, sendo

à queima de 1g desse bio-óleo, resultando em gás carbônico e água líquida, e

variação de entalpia envolvida na conversão de 1g de água no estado gasoso para o estado líquido.

ÄH

1 a variação de entalpia devido

ÄH ,

2

a

líquido. Ä H 1 a variação de entalpia devido Ä H , 2 a A variação
líquido. Ä H 1 a variação de entalpia devido Ä H , 2 a A variação

A variação de entalpia, em KJ para a queima de 5g desse bio-óleo resultando em

(gasoso) e

a)

b)

c) -82

d)

e)

H O

2

(gasoso) é:

-106

-94

-21,2

-16,4

CO

2

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

32. (Enem 2015) Hipóxia ou mal das alturas consiste na diminuição de oxigênio

sangue arterial do organismo. Por essa razão, muitos atletas apresentam mal-estar

(dores de cabeça, tontura, falta de ar etc.) ao praticarem atividade física em altitudes elevadas. Nessas condições, ocorrerá uma diminuição na concentração de hemoglobina

oxigenada

(O

2

)

no

(HbO )

2

em equilíbrio no sangue, conforme a relação:

no (HbO ) 2 em equilíbrio no sangue, conforme a relação: Mal da montanha. Disponível em:

Mal da montanha. Disponível em: www.feng.pucrs.br. Acesso em: 11 fev. 2015 (adaptado).

A alteração da concentração de hemoglobina oxigenada no sangue ocorre por causa

do(a):

a) elevação da pressão arterial.

b) aumento da temperatura corporal.

c) redução da temperatura do ambiente.

d) queda da pressão parcial de oxigênio.

e) diminuição da quantidade de hemácias.

33. (Enem 2010) A lavoura arrozeira na planície costeira da região sul do Brasil

comumente sofre perdas elevadas devido à salinização da água de irrigação, que ocasiona prejuízos diretos, como a redução de produção da lavoura. Solos com processo de salinização avançado não são indicados, por exemplo, para o cultivo de arroz. As plantas retiram a água do solo quando as forças de embebição dos tecidos das raízes são superiores às forças com que a água é retida no solo.

WINKEL, H.L.; TSCHIEDEL, M. Cultura do arroz: salinização de solos em cultivos de arroz. Disponível em: http//agropage.tripod.com/saliniza.hml. Acesso em: 25 jun. 2010 (adaptado)

A presença de sais na solução do solo faz com que seja dificultada a absorção de água

pelas plantas, o que provoca o fenômeno conhecido por seca fisiológica, caracterizado pelo(a)

a) aumento da salinidade, em que a água do solo atinge uma concentração de sais maior

que a das células das raízes das plantas, impedindo, assim, que a água seja absorvida.

b) aumento da salinidade, em que o solo atinge um nível muito baixo de água, e as plan-

tas não têm força de sucção para absorver a água.

c) diminuição da salinidade, que atinge um nível em que as plantas não têm força de

sucção, fazendo com que a água não seja absorvida.

d) aumento da salinidade, que atinge um nível em que as plantas têm muita sudação,

não tendo força de sucção para superá-la.

e) diminuição da salinidade, que atinge um nível em que as plantas ficam túrgidas e não

têm força de sudação para superá-la.

34. (Enem 2015) Em um experimento, colocou-se água até a metade da capacidade de

um frasco de vidro e, em seguida, adicionaram-se três gotas de solução alcoólica de fenolftaleína. Adicionou-se bicarbonato de sódio comercial, em pequenas quantidades, até que a solução se tornasse rosa. Dentro do frasco, acendeu-se um palito de fósforo, o qual foi apagado assim que a cabeça terminou de queimar. Imediatamente, o frasco foi tampado. Em seguida, agitou-se o frasco tampado e observou-se o desaparecimento da cor rosa.

MATEUS. A. L. Química na cabeça. Belo Horizonte. UFMG, 2001 (adaptado)

A explicação para o desaparecimento da cor rosa é que, com a combustão do palito

de fósforo, ocorreu o(a):

a) formação de óxidos de caráter ácido.

b) evaporação do indicador fenolftaleína.

c) vaporização de parte da água do frasco.

d) vaporização dos gases de caráter alcalino.

e) aumento do pH da solução no interior do frasco.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

37.

(Enem 2015) Vários ácidos são utilizados em indústrias que descartam seus

efluentes nos corpos d’água, como rios e lagos, podendo afetar o equilíbrio ambiental.

Para neutralizar a acidez, o sal carbonato de cálcio pode ser adicionado ao efluente, em quantidades apropriadas, pois produz bicarbonato, que neutraliza a água. As equações envolvidas no processo são apresentadas:

I.

K 3,0 × 1 = K 6,0 × 2 = K 2,5 × 3 =
K
3,0
×
1 =
K
6,0
×
2 =
K
2,5
×
3 =

II.

III.

IV.

10

11

10

9

10

7

Com base nos valores das constantes de equilíbrio das reações II, III e IV a 25°C qual é o valor numérico da constante de equilíbrio da reação I?

a)

b)

c)

d) 0,2 ×10

4,5

5,0

0,8

×

10

×

×

10

5

10

9

5

26

e) 2,2 ×10

26

38. (Enem 2015) A calda bordalesa é uma alternativa empregada no combate a doenças

que afetam folhas de plantas. Sua produção consiste na mistura de uma solução aquosa

de sulfato de cobre(II),

ser realizada se estiver levemente básica. A avaliação rudimentar da basicidade dessa

solução é realizada pela adição de três gotas sobre uma faca de ferro limpa. Após três minutos, caso surja uma mancha avermelhada no local da aplicação, afirma-se que a calda bordalesa ainda não está com a basicidade necessária. O quadro apresenta os

valores de potenciais padrão de redução

CuSO ,

4

com óxido de cálcio,

CaO,

e sua aplicação só deve

(E

0

)

para algumas semirreações de redução.

só deve (E 0 ) para algumas semirreações de redução. MOTTA, I. S. Calda bordalesa: utilidades

MOTTA, I. S. Calda bordalesa: utilidades e preparo. Dourados: Embrapa, 2008 (adaptado).

A equação química que representa a reação de formação da mancha avermelhada é:

a)

Ca

2

(aq)

+

+

2 Cu

+

(aq)

→+

(s)

Ca

→+

(s)

Cu

→+

(s)

Ca

2 Cu

2 Fe

3

(aq)

.

2 Fe

3

(aq)

+

.

.

2

(aq)

+

+

b)

c)

Ca

Cu

22

++

(aq)

22

+

2 Fe

(aq)

++

(aq)

+

2 Fe

(aq)

d)

3 Ca

2

(aq)

+

2 Fe

+→

(s)

3 Ca

(s)

+

2 Fe

3

(aq)

+

.

e)

3 Cu

2

(aq)

+

+→+

(s)

(s)

2 Fe

3 Cu

2 Fe

3

(aq)

+

.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

39.

(Enem 2015) A bomba

reduz neutros e neutrinos, e abana-se com o leque da Reação em Cadeia.

ANDRADE C. D. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro. Aguilar, 1973 (fragmento).

Nesse fragmento de poema, o autor refere-se à bomba atômica de urânio. Essa reação é dita “em cadeia” porque na

ocorre liberação de grande quantidade de calor, que dá continuidade à

reação.

b) fissão de

riquecendo-o em mais

a) fissão do

235 U

235

U

ocorre liberação de energia, que vai desintegrando o isótopo

235

U

.

238 U,

en-

235 U

c) ocorre uma liberação de nêutrons, que bombardearão outros núcleos.

fissão do

d) com

cleos radioativos.

e) fusão do

dos, que desencadeiam novos processos de fusão.

fusão do

235 U

235

238 U,

238 U,

ocorre formação de neutrino, que bombardeará outros nú-

ocorre formação de outros elementos radioativos mais pesa-

U

com

40. (Enem 2014) Diesel é uma mistura de hidrocarbonetos que também apresenta enx-

ofre em sua composição. Esse enxofre é um componente indesejável, pois o trióxido de

enxofre gerado é um dos grandes causadores da chuva ácida. Nos anos 1980, não havia regulamentação e era utilizado óleo diesel com 13 000 ppm de enxofre. Em 2009, o die- sel passou a ter 1 800 ppm de enxofre (S1800) e, em seguida, foi inserido no mercado

o diesel S500 (500 ppm). Em 2012, foi difundido o diesel S50, com 50 ppm de enxofre

em sua composição. Atualmente, é produzido um diesel com teores de enxofre ainda menores.

Os Impactos da má qualidade do óleo diesel brasileiro. Disponível em: www.cnt.org.br. Acesso em: 20 dez. 2012 (adaptado).

A

uma redução percentual de emissão de

substituição do diesel usado nos anos 1980 por aquele difundido em 2012 permitiu SO

3

de:

a)

86,2%.

b)

96,2%.

c)

97,2%.

d)

99,6%.

e)

99,9%.

41.

(Enem 2014) A utilização de processos de biorremediação de resíduos gerados pela

combustão incompleta de compostos orgânicos tem se tornado crescente, visando minimizar a poluição ambiental. Para a ocorrência de resíduos de naftaleno, algumas legislações limitam sua concentração em até 30 mg/kg para solo agrícola e 0,14 mg/L para água subterrânea. A quantificação desse resíduo foi realizada em diferentes ambi- entes, utilizando-se amostras de 500g de solo e 10ml de água, conforme apresentado no quadro.

de solo e 10ml de água, conforme apresentado no quadro. O ambiente que necessita de biorremediação

O ambiente que necessita de biorremediação é o(a):

a) solo I.

b) solo II.

c) água I.

d) água II.

e) água III.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

42. (Enem 2014) A revelação das chapas de raios X gera uma solução que contém íons

prata na forma de

prata metálica pode ser feita tratando eletroquimicamente essa solução com uma espé- cie adequada. O quadro apresenta semirreações de redução de alguns íons metálicos.

Para evitar a descarga desse metal no ambiente, a recuperação de

a descarga desse metal no ambiente, a recuperação de BENDASSOLLI, J. A. et al. “Procedimentos para

BENDASSOLLI, J. A. et al. “Procedimentos para a recuperação de Ag de resíduos líquidos e sólidos”. Química Nova, v. 26, n. 4, 2003 (adaptado).

Das espécies apresentadas, a adequada para essa recuperação é:

a)

Cu(s).

b)

Pt(s).

c)

d)

e)

A

3 +

(aq).

Sn(s).

Zn

2

+

(aq).

43.

termina que resíduos químicos lançados diretamente no corpo receptor tenham pH

entre 5,0 e 9,0 Um resíduo líquido aquoso gerado em um processo industrial tem

concentração de íons hidroxila igual a

químico separou as seguintes substâncias, disponibilizadas no almoxarifado da empre-

sa:

(Enem 2014) Visando minimizar impactos ambientais, a legislação brasileira de-

1,0

×

10

10

mol / L.

3

e

NH C.

4

Para atender a legislação, um

CH COOH,

3

Na SO

2

4

,

CH OH,

3

K CO

2

Para que o resíduo possa ser lançado diretamente no corpo receptor, qual substância poderia ser empregada no ajuste do pH?

a) CH COOH

3

b)

Na SO

2

4

c)

d)

CH OH

3

K CO

2

3

e) NH C

4

44. (Enem 2013) Músculos artificiais são dispositivos feitos com plásticos inteligentes

que respondem a uma corrente elétrica com um movimento mecânico. A oxidação e re- dução de um polímero condutor criam cargas positivas e/ou negativas no material, que

são compensadas com a inserção ou expulsão de cátions ou ânions. Por exemplo, na figura os filmes escuros são de polipirrol e o filme branco é de um eletrólito polimérico contendo um sal inorgânico. Quando o polipirrol sofre oxidação, há a inserção de ânions para compensar a carga positiva no polímero e o filme se expande. Na outra face do dispositivo o filme de polipirrol sofre redução, expulsando ânions, e o filme se contrai. Pela montagem, em sanduíche, o sistema todo se movimenta de forma harmônica, conforme mostrado na figura.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

A camada central de eletrólito polimérico é importante porque a) absorve a irradiação de partículas
A camada central de eletrólito polimérico é importante porque a) absorve a irradiação de partículas
A camada central de eletrólito polimérico é importante porque a) absorve a irradiação de partículas

A camada central de eletrólito polimérico é importante porque

a) absorve a irradiação de partículas carregadas, emitidas pelo aquecimento elétrico dos

filmes de polipirrol.

b) permite a difusão dos íons promovida pela aplicação de diferença de potencial,

fechando o circuito elétrico.

c) mantém um gradiente térmico no material para promover a dilatação/contração tér-

mica de cada filme de polipirrol.

d) permite a condução de elétrons livres, promovida pela aplicação de diferença de

potencial, gerando corrente elétrica.

e) promove a polarização das moléculas poliméricas, o que resulta no movimento gera-

do pela aplicação de diferença de potencial.

45. (Enem 2013) Uma das etapas do tratamento da água é a desinfecção, sendo a

cloração o método mais empregado. Esse método consiste na dissolução do gás cloro numa solução sob pressão e sua aplicação na água a ser desinfectada. As equações das reações químicas envolvidas são:

pK =−logK a a
pK
=−logK
a
a

= 7,53

A ação desinfetante é controlada pelo ácido hipocloroso, que possui um potencial de

desinfecção cerca de 80 vezes superior ao ânion hipoclorito. O pH do meio é impor- tante, porque influencia na extensão com que o ácido hipocloroso se ioniza.

Para que a desinfecção seja mais efetiva, o pH da água a ser tratada deve estar mais próximo de

a) 0.

b) 5.

c) 7.

d) 9.

e) 14.

46. (Enem 2013) A varfarina é um fármaco que diminui a agregação plaquetária, e por

isso é utilizada como anticoagulante, desde que esteja presente no plasma, com uma concentração superior a 1,0 mg/L. Entretanto, concentrações plasmáticas superiores a

4,0 mg/L podem desencadear hemorragias. As moléculas desse fármaco ficam retidas no espaço intravascular e dissolvidas exclusivamente no plasma, que representa aproximadamente 60% do sangue em volume. Em um medicamento,

a varfarina é administrada por via intravenosa na forma de solução aquosa, com concentração de 3,0 mg/mL. Um indivíduo adulto, com volume sanguíneo total de 5,0 L, será submetido a um tratamento com solução injetável desse medicamento.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Qual é o máximo volume da solução do medicamento que pode ser administrado a esse

indivíduo, pela via intravenosa, de maneira que não ocorram hemorragias causadas pelo anticoagulente?

a) 1,0 mL

b) 1,7 mL

c) 2,7 mL

d) 4,0 mL

e) 6,7 mL

47. (Enem 2013) Eu também podia decompor a água, se fosse salgada ou acidulada, us-

ando a pilha de Daniell como fonte de força. Lembro o prazer extraordinário que sentia ao decompor um pouco de água em uma taça para ovos quentes, vendo-a separar-se em seus elementos, o oxigênio em um eletrodo, o hidrogênio no outro. A eletricidade de uma pilha de 1 volt parecia tão fraca, e, no entanto podia ser suficiente para desfazer um composto químico, a água…

SACKS, O. Tio Tungstênio: memórias de uma infância química. São Paulo: Cia. das Letras,

2002.

O fragmento do romance de Oliver Sacks relata a separação dos elementos que com-

põem a água. O princípio do método apresentado é utilizado industrialmente na

a) obtenção de ouro a partir de pepitas.

b) obtenção de calcário a partir de rochas.

c) obtenção de alumínio a partir da bauxita.

d) obtenção de ferro a partir de seus óxidos.

e) obtenção de amônia a partir de hidrogênio e nitrogênio.

48. (Enem 2013) Glicose marcada com nuclídeos de carbono-11 é utilizada na medicina

para se obter imagens tridimensionais do cérebro, por meio de tomografia de emissão de pósitrons. A desintegração do carbono-11 gera um pósitron, com tempo de meia-vida de 20,4 min, de acordo com a equação da reação nuclear:

11

6

C

11

Be

+

51

0

(pósitron)

A partir da injeção de glicose marcada com esse nuclídeo, o tempo de aquisição de uma

imagem de tomografia é cinco meias-vidas.

Considerando que o medicamento contém 1,00 g do carbono-11, a massa, em mili- gramas, do nuclídeo restante, após a aquisição da imagem, é mais próxima de

a) 0,200.

b) 0,969.

c) 9,80.

d) 31,3.

e) 200.

49. (Enem 2012) Uma dona de casa acidentalmente deixou cair na geladeira a água pro-

veniente do degelo de um peixe, o que deixou um cheiro forte e desagradável dentro do eletrodoméstico. Sabe-se que o odor característico de peixe se deve às aminas e que esses compostos se comportam como bases. Na tabela são listadas as concentrações hidrogeniônicas de alguns materiais encontra- dos na cozinha, que a dona de casa pensa em utilizar na limpeza da geladeira.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Dentre os materiais listados, quais são apropriados para amenizar esse odor? a) Álcool ou sabão.

Dentre os materiais listados, quais são apropriados para amenizar esse odor?

a) Álcool ou sabão.

b) Suco de limão ou álcool.

c) Suco de limão ou vinagre.

d) Suco de limão, leite ou sabão.

e) Sabão ou carbonato de sódio/barrilha.

50. (Enem 2012) Osmose é um processo espontâneo que ocorre em todos os organis-

mos vivos e é essencial à manutenção da vida. Uma solução 0,15 mol/L de

reto de sódio) possui a mesma pressão osmótica das soluções presentes nas células humanas.

(clo-

NaC

A imersão de uma célula humana em uma solução 0,20 mol/L de consequência, a:

a) absorção de íons Na+ sobre a superfície da célula.

b) difusão rápida de íons Na+ para o interior da célula.

c) diminuição da concentração das soluções presentes na célula.

d) transferência de íons Na+ da célula para a solução.

e) transferência de moléculas de água do interior da célula para a solução.

NaC

tem, como

51. (Enem 2012) O boato de que os lacres das latas de alumínio teriam um alto valor comercial levou muitas pessoas a juntarem esse material na expectativa de ganhar dinheiro com sua venda. As empresas fabricantes de alumínio esclarecem que isso não passa de uma “lenda urbana”, pois ao retirar o anel da lata, dificulta-se a reciclagem do alumínio. Como a liga do qual é feito o anel contém alto teor de magnésio, se ele não estiver junto com a lata, fica mais fácil ocorrer a oxidação do alumínio no forno. A tabela apresenta as semirreações e os valores de potencial padrão de redução de alguns metais:

valores de potencial padrão de redução de alguns metais: Disponível em: www.sucatas.com. Acesso em: 28 fev.

Disponível em: www.sucatas.com. Acesso em: 28 fev. 2012 (adaptado).

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Com base no texto e na tabela, que metais poderiam entrar na composição do anel das latas com a mesma função do magnésio, ou seja, proteger o alumínio da oxidação nos fornos e não deixar diminuir o rendimento da sua reciclagem?

a) Somente o lítio, pois ele possui o menor potencial de redução.

b) Somente o cobre, pois ele possui o maior potencial de redução.

c) Somente o potássio, pois ele possui potencial de redução mais próximo do magnésio.

d) Somente o cobre e o zinco, pois eles sofrem oxidação mais facilmente que o alumínio.

e) Somente o lítio e o potássio, pois seus potenciais de redução são menores do que o

do alumínio.

52. (Enem 2012) A falta de conhecimento em relação ao que vem a ser um material

radioativo e quais os efeitos, consequências e usos da irradiação pode gerar o medo e a tomada de decisões equivocadas, como a apresentada no exemplo a seguir. “Uma companhia aérea negou-se a transportar material médico por este portar um cer- tificado de esterilização por irradiação”.

Física na Escola, v. 8, n. 2, 2007 (adaptado).

A decisão tomada pela companhia é equivocada, pois:

a) o material é incapaz de acumular radiação, não se tornando radioativo por ter sido

irradiado.

b) a utilização de uma embalagem é suficiente para bloquear a radiação emitida pelo

material.

c) a contaminação radioativa do material não se prolifera da mesma forma que as in-

fecções por microrganismos.

d) o material irradiado emite radiação de intensidade abaixo daquela que ofereceria

risco à saúde.

e) o intervalo de tempo após a esterilização é suficiente para que o material não emita

mais radiação.

53. (Enem 2011) O peróxido de hidrogênio é comumente utilizado como antisséptico

e alvejante. Também pode ser empregado em trabalhos de restauração de quadros enegrecidos e no clareamento de dentes. Na presença de soluções ácidas de oxidantes, como o permanganato de potássio, este óxido decompõe-se, conforme a equação a seguir:

5 H O (aq) + 2 KMnO (aq) + 3 H SO (aq) →+5 O (g)

2

2

4

24

2

2 MnSO (aq) + K SO (aq) + 8 H O ()

4

24

2

ROCHA-FILHO, R. C. R.; SILVA, R. R. Introdução aos Cálculos da Química. São Paulo:

McGraw-Hill, 1992.

De acordo com a estequiometria da reação descrita, a quantidade de permanganato de potássio necessária para reagir completamente com 20,0 mL de uma solução 0,1 mol/L de peróxido de hidrogênio é igual a:

0

a) 2,0 10 mol

b)

c)

d)

e)

2,0 10

3

mol

8,0 10

1

mol

8,0 10

4

mol

5,0 10

3

mol

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

54.

(Enem 2011) A cal (óxido de cálcio, CaO), cuja suspensão em água é muito usada

como uma tinta de baixo custo, dá uma tonalidade branca aos troncos de árvores. Essa

é uma prática muito comum em praças públicas e locais privados, geralmente usada

para combater a proliferação de parasitas. Essa aplicação, também chamada de caiação, gera um problema: elimina microrganismos benéficos para a árvore.

Disponível em: http://super.abril.com.br. Acesso em: 1 abr. 2010 (adaptado).

A destruição do microambiente, no tronco de árvores pintadas com cal, é devida ao

processo de:

a)

difusão, pois a cal se difunde nos corpos dos seres do microambiente e os intoxica.

b)

osmose, pois a cal retira água do microambiente, tornando-o inviável ao desenvolvi-

mento de microrganismos.

c) oxidação, pois a luz solar que incide sobre o tronco ativa fotoquimicamente a cal, que

elimina os seres vivos do microambiente.

d) aquecimento, pois a luz do Sol incide sobre o tronco e aquece a cal, que mata os

seres vivos do microambiente.

e) vaporização, pois a cal facilita a volatilização da água para a atmosfera, eliminando os

seres vivos do microambiente.

55. (Enem 2011) Um dos problemas dos combustíveis que contêm carbono é que sua

queima produz dióxido de carbono. Portanto, uma característica importante, ao se es-

colher um combustível, é analisar seu calor de combustão

gia liberada na queima completa de um mol de combustível no estado padrão. O quadro

seguinte relaciona algumas substâncias que contêm carbono e seu

(h

c

)

, definido como a ener-

(h

c

o

)

.

o

e seu (h ∆ c ) , definido como a ener - (h ∆ c o

Neste contexto, qual dos combustíveis, quando queimado completamente, libera mais dióxido de carbono no ambiente pela mesma quantidade de energia produzida?

a) Benzeno.

b) Metano.

c) Glicose.

d) Octano.

e) Etanol.

56. (Enem 2011) Os refrigerantes têm-se tornado cada vez mais o alvo de políticas públi-

cas de saúde. Os de cola apresentam ácido fosfórico, substância prejudicial à fixação

de cálcio, o mineral que é o principal componente da matriz dos dentes. A cárie é um

processo dinâmico de desequilíbrio do processo de desmineralização dentária, perda de minerais em razão da acidez. Sabe-se que o principal componente do esmalte do dente

é um sal denominado hidroxiapatita. O refrigerante, pela presença da sacarose, faz de-

crescer o pH do biofilme (placa bacteriana), provocando a desmineralização do esmalte

dentário. Os mecanismos de defesa salivar levam de 20 a 30 minutos para normalizar

o nível do pH, remineralizando o dente. A equação química seguinte representa esse

processo:

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

GROISMAN, S. Impacto do refrigerante nos dentes é avaliado sem tirá-lo da dieta. Disponível em:

GROISMAN, S. Impacto do refrigerante nos dentes é avaliado sem tirá-lo da dieta. Disponível em:

http://www.isaude.net. Acesso em: 1 maio 2010 (adaptado).

Considerando que uma pessoa consuma refrigerantes diariamente, poderá ocorrer um processo de desmineralização dentária, devido ao aumento da concentração de:

a)

b)

c)

d)

e)

OH

H

+

, que reage com os íons

Ca

2

+

, deslocando o equilíbrio para a direita.

OH

OH

, que reage com as hidroxilas

, que reage com os íons

Ca

2

+

H

+

Ca

2

, que reage com as hidroxilas , que reage com as hidroxilas

+

, deslocando o equilíbrio para a direita.

, deslocando o equilíbrio para a esquerda.

OH

OH

, deslocando o equilíbrio para a esquerda. , deslocando o equilíbrio para a esquerda.

57.

eutético simples, o que significa que uma liga com essas características se comporta como uma substância pura, com um ponto de fusão definido, no caso 183°C. Essa é uma temperatura inferior mesmo ao ponto de fusão dos metais que compõem esta liga (o es- tanho puro funde a 232°C e o chumbo puro a 320°C) o que justifica sua ampla utilização na soldagem de componentes eletrônicos, em que o excesso de aquecimento deve sempre ser evitado. De acordo com as normas internacionais, os valores mínimo e máx- imo das densidades para essas ligas são de 8,74 g/mL e 8,82 g/mL, respectivamente. As densidades do estanho e do chumbo são 7,3 g/mL e 11,3 g/mL, respectivamente. Um lote contendo 5 amostras de solda estanho-chumbo foi analisado por um técnico, por meio da determinação de sua composição percentual em massa, cujos resultados estão mostrados no quadro a seguir.

(Enem 2011) Certas ligas estanho-chumbo com composição específica formam um

ligas estanho-chumbo com composição específica formam um Com base no texto e na análise realizada pelo

Com base no texto e na análise realizada pelo técnico, as amostras que atendem às normas internacionais são:

a) I e II.

b) I e III.

c) II e IV.

d) III e V.

e) IV e V

58. (Enem 2010) Ao colocar um pouco de açúcar na água e mexer até a obtenção de

uma só fase, prepara-se uma solução. O mesmo acontece ao se adicionar um pouquinho de sal à água e misturar bem. Uma substância capaz de dissolver o soluto é denomina- da solvente; por exemplo, a água é um solvente para o açúcar, para o sal e para várias outras substâncias. A figura a seguir ilustra essa citação.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Suponha que uma pessoa, para adoçar seu cafezinho, tenha utilizado 3,42g de sacarose (massa molar

Suponha que uma pessoa, para adoçar seu cafezinho, tenha utilizado 3,42g de sacarose

(massa molar igual a 342 g/mol) para uma xícara de 50 ml do líquido. Qual é a concen- tração final, em moll, de sacarose nesse cafezinho?

a) 0,02

b) 0,2

c) 2

d) 200

e) 2000

59. (Enem 2010) Todos os organismos necessitam de água e grande parte deles vive em

rios, lagos e oceanos. Os processos biológicos, como respiração e fotossíntese, exercem profunda influência na química das águas naturais em todo o planeta. O oxigênio é ator dominante na química e na bioquímica da hidrosfera. Devido a sua baixa solubilidade em água (9,0 mg/l a 20°C) a disponibilidade de oxigênio nos ecossistemas aquáticos estabelece o limite entre a vida aeróbica e anaeróbica. Nesse contexto, um parâmetro chamado Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO) foi definido para medir a quantidade de matéria orgânica presente em um sistema hídrico. A DBO corresponde à massa de O2 em miligramas necessária para realizar a oxidação total do carbono orgânico em um litro de água.

BAIRD, C. Química Ambiental. Ed. Bookman, 2005 (adaptado).

Dados: Massas molares em g/mol: C = 12; H = 1; O = 16.

Suponha que 10 mg de açúcar (fórmula mínima CH2O e massa molar igual a 30 g/mol) são dissolvidos em um litro de água; em quanto a DBO será aumentada?

a) 0,4mg de O2/litro

b) 1,7mg de O2/litro

c) 2,7mg de O2/litro

d) 9,4mg de O2/litro

e) 10,7mg de O2/litro

60. (Enem 2010) Sob pressão normal (ao nível do mar), a água entra em ebulição à

temperatura de 100 °C. Tendo por base essa informação, um garoto residente em uma

cidade litorânea fez a seguinte experiência:

• Colocou uma caneca metálica contendo água no fogareiro do fogão de sua casa.

• Quando a água começou a ferver, encostou cuidadosamente a extremidade mais

estreita de uma seringa de injeção, desprovida de agulha, na superfície do líquido e, erguendo o êmbolo da seringa, aspirou certa quantidade de água para seu interior, tapando-a em seguida.

• Verificando após alguns instantes que a água da seringa havia parado de ferver, ele ergueu o êmbolo da seringa, constatando, intrigado, que a água voltou a ferver após um pequeno deslocamento do êmbolo.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Considerando o procedimento anterior, a água volta a ferver porque esse deslocamento

a) permite a entrada de calor do ambiente externo para o interior da seringa.

b) provoca, por atrito, um aquecimento da água contida na seringa.

c) produz um aumento de volume que aumenta o ponto de ebulição da água.

d) proporciona uma queda de pressão no interior da seringa que diminui o ponto de ebulição da água.

e)

possibilita uma diminuição da densidade da água que facilita sua ebulição.

61.

(Enem 2010) O abastecimento de nossas necessidades energéticas futuras depend-

erá certamente do desenvolvimento de tecnologias para aproveitar a energia solar com maior eficiência. A energia solar é a maior fonte de energia mundial. Num dia ensolara- do, por exemplo, aproximadamente 1 kJ de energia solar atinge cada metro quadrado da superfície terrestre por segundo. No entanto, o aproveitamento dessa energia é difícil porque ela é diluída (distribuída por uma área muito extensa) e oscila com o horário e as condições climáticas. O uso efetivo da energia solar depende de formas de estocar a energia coletada para uso posterior.

BROWN, T. Química, a ciência central. São Paulo: Pearson Prentice Hall, 2005.

Atualmente, uma das formas de se utilizar a energia solar tem sido armazená-la por meio de processos químicos endotérmicos que mais tarde podem ser revertidos para liberar calor. Considerando a reação:

CH4(g) + H2O(v) + calor

CO(g) + 3H2(g)

e analisando-a como potencial mecanismo para o aproveitamento posterior da energia solar, conclui-se que se trata de uma estratégia

a) insatisfatória, pois a reação apresentada não permite que a energia presente no meio

externo seja absorvida pelo sistema para ser utilizada posteriormente.

b) insatisfatória, uma vez que há formação de gases poluentes e com potencial poder

explosivo, tornando-a uma reação perigosa e de difícil controle.

c) insatisfatória, uma vez que há formação de gás CO que não possui conteúdo energéti-

co passível de ser aproveitado posteriormente e é considerado um gás poluente.

d) satisfatória, uma vez que a reação direta ocorre com absorção de calor e promove a

formação das substâncias combustíveis que poderão ser utilizadas posteriormente para obtenção de energia e realização de trabalho útil.

e) satisfatória, uma vez que a reação direta ocorre com liberação de calor havendo ain-

da a formação das substâncias combustíveis que poderão ser utilizadas posteriormente para obtenção de energia e realização de trabalho útil.

62. (Enem 2010) No que tange à tecnologia de combustíveis alternativos, muitos espe-

cialistas em energia acreditam que os alcoóis vão crescer em importância em um futuro próximo. Realmente, alcoóis como metanol e etanol têm encontrado alguns nichos para uso doméstico como combustíveis há muitas décadas e, recentemente, vêm obtendo uma aceitação cada vez maior como aditivos, ou mesmo como substitutos para gasolina em veículos. Algumas das propriedades físicas desses combustíveis são mostradas no quadro se- guinte.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

Dados: Massas molares em g/mol: H = 1,0; C = 12,0; O = 16,0. Considere

Dados: Massas molares em g/mol:

H = 1,0; C = 12,0; O = 16,0.

Considere que, em pequenos volumes, o custo de produção de ambos os alcoóis seja o mesmo. Dessa forma, do ponto de vista econômico, é mais vantajoso utilizar

a) metanol, pois sua combustão completa fornece aproximadamente 22,7 kJ de energia

por litro de combustível queimado.

b) etanol, pois sua combustão completa fornece aproximadamente 29,7 kJ de energia

por litro de combustível queimado.

c) metanol, pois sua combustão completa fornece aproximadamente 17,9 MJ de energia

por litro de combustível queimado.

d) etanol, pois sua combustão completa fornece aproximadamente 23,5 MJ de energia

por litro de combustível queimado.

e) etanol, pois sua combustão completa fornece aproximadamente 33,7 MJ de energia

por litro de combustível queimado.

63. (Enem 2010) As baterias de Ni-Cd muito utilizadas no nosso cotidiano não devem ser descartadas em lixos comuns uma vez que uma considerável quantidade de cádmio

é volatilizada e emitida para o meio ambiente quando as baterias gastas são incineradas como componente do lixo. Com o objetivo de evitar a emissão de cádmio para a atmos- fera durante a combustão é indicado que seja feita a reciclagem dos materiais dessas baterias. Uma maneira de separar o cádmio dos demais compostos presentes na bateria é realizar

o processo de lixiviação ácida. Nela, tanto os metais (Cd, Ni e eventualmente Co) como

os hidróxidos de íons metálicos Cd(OH)2(s), Ni(OH)2(s), Co(OH)2(s) presentes na bateria, reagem com uma mistura ácida e são solubilizados. Em função da baixa seletivi- dade (todos os íons metálicos são solubilizados), após a digestão ácida, é realizada uma etapa de extração dos metais com solventes orgânicos de acordo com a reação:

M2+(aq) + 2HR(org)

Onde:

M2+ = Cd2+, Ni2+ ou Co2+ HR = C16H34 — PO2H: identificado no gráfico por X HR = C12H12 — PO2H : identificado no gráfico por Y

MR2(org) + 2H+(aq)

O gráfico mostra resultado da extração utilizando os solventes orgânicos X e Y em difer-

entes pH.

WWW.CURSODEQUÍMICA.COM - PROF. ARNALDO CÉSAR

QUÍMICA PARA ENEM , COLÉGIOS E VESTIBULARES!

A reação descrita no texto mostra o processo de extração dos metais por meio da
A reação descrita no texto mostra o processo de extração dos metais por meio da
A reação descrita no texto mostra o processo de extração dos metais por meio da

A reação descrita no texto mostra o processo de extração dos metais por meio da

reação com moléculas orgânicas, X e Y Considerando-se as estruturas de X e Y e o pro-