Você está na página 1de 16

MANUAL TÉCNICO

Telhas de PVC
PreconVC
Índice
Telhas de PVC PreconVC ................................................................. 4
Vantagens ........................................................................................... 6
I. Linha PreconVC .............................................................................. 8
II. Material de instalação e segurança ..................................... 15
III. Preparo para instalação das telhas ...................................... 16
IV. Instalação ..................................................................................... 22
V. Instalação de dispositivos e equipamentos ...................... 29
VI. Cuidados ..................................................................................... 29
VII. Importante ................................................................................ 30
VIII. Perguntas frequentes ........................................................... 32

Faça a instalação de suas telhas da maneira correta, seguindo


todas as orientações deste manual. Só assim a Precon pode
garantir a eficiência do sistema de cobertura ou realizar
assistência técnica caso seja necessário.

2 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 3


A Precon apresenta Este manual instrui sobre a aplicação e o uso das telhas

a última palavra PreconVC, com especificações de acessórios e ferramentas,


bem como apoio e informações para a preparação das
em sistemas de estruturas de sustentação do telhado. Como uma das maiores
cobertura inovações em cobertura dos últimos tempos, as telhas de PVC
PreconVC oferecem diversos recursos e vantagens.
Ao seguir com atenção essas instruções, você assegura que sua
obra vai dispor, da melhor forma possível, de cada um deles.

Elaboradas com compósito à base de resina de alta tecnologia,


as telhas PreconVC possuem um surpreendente desempenho
nos mais exigentes testes de qualidade e proporcionam
um sistema mais leve, com praticidade, eficiência, ótimo
acabamento e beleza superior, na execução do projeto. Não
se trata apenas de mais um novo produto: a telha PreconVC
é uma verdadeira evolução – comparável à das tubulações
de ferro para as de PVC – e, daqui para a frente, vai ditar as
regras em sistemas de cobertura, tanto para estabelecimentos
residenciais quanto para os comerciais e industriais.

PreconVC. Inovação em PVC para coberturas


tem a marca da Precon.

4 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 5


Confira as vantagens
que você pode ter
na sua obra
Leves e fáceis de trabalhar
Leves e fáceis de manusear,
as telhas PreconVC garantem 1
maior produtividade e rapidez na
instalação do telhado. Economia de
tempo e dinheiro.

Beleza Segurança Material 100% reciclável


As telhas PreconVC não propagam 1 O sistema limpo e em circuito
Em vários modelos e cores,
chamas, não sofrem ignição fechado colabora para
a PreconVC traz versatilidade
e atendem às exigências brasileiras um processo de produção
e charme para todo tipo de
de segurança ao fogo, conforme ecológico das telhas PreconVC,
cobertura. Além disso, as telhas Proteção e conforto
NBR 15575 – Edifícios Habitacionais – que são 100% recicláveis.
são laváveis e não absorvem
1 Desempenho – e diretriz Sinat 07. para o ambiente
água, mantendo, por muito mais
tempo, a beleza do seu telhado. Possuem baixo coeficiente de
condução térmica e redução sonora
1 superior à da maioria das telhas.

11

1
1

Resistência Economia Durabilidade Versatilidade


Têm baixíssimos índices de expansão As telhas PreconVC não requerem As telhas PreconVC são mais Com perfis ondulados, coloniais
térmica. Frente a variações de materiais pesados e caros. São resistentes e possuem excelente e trapezoidais, as telhas PreconVC
temperatura, sua estabilidade muito maiores que as telhas vedação. Além disso, elas se mantêm oferecem as melhores soluções para
dimensional é muito superior à das convencionais, o que permite uma estáveis quando expostas a agentes o construtor. Afinal, elas podem ser
telhas convencionais. Sua resistência menor quantidade de material químicos, como emissões industriais, utilizadas em todo tipo de cobertura:
1
mecânica garante grande economia para a estrutura, permitem menor névoa salina, ácidos e outros residencial, comercial e industrial.
de custo e instalação, por suportar gasto na compra e maior rapidez na ambientes agressivos. São sinônimo
melhor o impacto e o carregamento execução dos trabalhos. Tudo isso de durabilidade para o seu telhado.
para ambas as cargas, estáticas e faz das telhas PreconVC as campeãs 1
acidentais, atendendo à NBR 15575. quando o assunto é custo-benefício.

6 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 7


I. Linha PreconVC
1. Cumeeira central 2. Cumeeira central articulada
Comprimento útil: 76 cm Comprimento útil: 76 cm
Angulação: 17% a 58% Angulação: 17% a 58%
Modelo Colonial
As telhas coloniais PreconVC têm um excelente custo-benefício, agregando
economia, durabilidade e praticidade ao telhado, além de beleza e estilo.

COLONIAL cm cm
86 86
Comprimento 2,30 m 2,62 m 3,28 m 3,94 m 4,59 m 5,25 m 56 cm 15 cm
Largura 0,86 m 0,86 m 0,86 m 0,86 m 0,86 m 0,86 m
Espessura 2,0 a 2,1 mm
Área útil por telha 1,53 m2 1,77 m2 2,28 m2 2,78 m2 3,28 m2 3,79 m2
3. Capa lateral 4. Cumeeira lateral lisa
Largura útil 0,77 m 0,77 m 0,77 m 0,77 m 0,77 m 0,77 m
Comprimento útil: 131,5 cm Comprimento útil: 78 cm
Apoios por telha 4a5 5a6 6a7 7a8 7a8 8a9
Peso aproximado por metro linear 3,25 kg
8 a 12 10 a 12 12 a 14 14 a 16 14 a 16 16 a 18
Peças de fixação, por telha*
Parafusos de 3 ½”
m
Cores Cerâmica, concreto e marfim 0c
14
cm
86
16 cm
*A quantidade de apoios, por telha, varia de acordo com a região brasileira, conforme orientações a seguir, 15 cm
nas páginas 20 e 21.

5. Cumeeira espigão articulada 6. Fechamento da cumeeira


Comprimento útil: 83 cm Para acabamento inicial das
86 cm linhas de espigão.

cm 14
,5 cm
3
10 cm 25
12 cm

7. Cumeeira triangular 8. Fixação e vedação


Inclinação: 25% Parafuso e kit de vedação
vendidos separamente
15

5 º
13

90º
25 25

15,5

15
135º

8 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 9


Modelo Plan 1. Cumeeira central 2. Capa lateral
Mais uma opção para as coberturas tradicionais, com a versatilidade do PVC.
Comprimento útil: 76 cm Comprimento útil: 131,5 cm
Angulação: 17% a 58%

PLAN
m
Comprimento 2,42 m 3,30 m 0c
14
Largura 0,88 m 0,88 m cm
88
56 cm
Espessura 1,5 a 1,6 mm 9 cm

Área útil por telha 1,75 m 2


2,46 m 2

Largura útil 0,80 m 0,80 m


Apoios (qtd. por telha) 6 8 3. Cumeeira espigão articulada 4. Fechamento da cumeeira
Peso aproximado por Comprimento útil: 68 cm Para acabamento inicial das
2,48 kg
metro linear linhas de espigão.
16 22
Peças de fixação, por telha*
2 1/2” 2 1/2”

Cerâmica, concreto cm
Cores 81
marfim

cm
15

,5
cm

14
*A quantidade de apoios por telha varia de acordo com 25 cm
a região brasileira, conforme orientações a seguir, nas
páginas 20 e 21.

5. Cumeeira triangular 6. Fixação e vedação


88 cm
Inclinação: 25% Parafuso e kit de vedação
vendidos separamente
15


13

90º
25 25

15,5

15
135º

7. Prego Telheiro

Opção mais barata


para coberturas simples
10 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 11
Modelo Minionda Modelo Trapezoidal
As telhas Minionda PreconVC são versáteis, podendo ser usadas de uma ou duas Para atender às necessidades do mercado, com todo tipo de cobertura, a Precon
águas. Oferecem o melhor custo-benefício do mercado. oferece também telhas trapezoidais, que agregam a tecnologia PreconVC
com o melhor custo-benefício. Mais utilizadas em galpões, elas não dispensam
outras aplicações, para uma ou duas águas.
MINIONDA
Comprimento 1,80 m 2,40 m
TRAPEZOIDAL
Largura 0,91 m 0,91 m
Comprimento 4m 4,50 m 5m
Espessura 1,2 a 1,3 mm
Largura 0,92 m 0,92 m 0,92 m
Área útil, por telha 1,41 m2 1,93 m2
Espessura 1,7 a 1,8 mm
Largura útil 0,86 m 0,86 m
Área útil por telha 3,23 m2 3,69 m2 4,16 m2
Apoios (qtd. por telha) 4 5a6
Largura útil 0,85 m 0,85 m 0,85 m
Peso aproximado por
2,30 kg Apoios por telha 6a7 7a8 8a9
metro linear

14 18 a 22 Peso aproximado por


2,90 kg
metro linear
Peças de fixação por telha*
Parafusos de 2 ½”
16 a 18 18 a 20 20 a 22
Peças de fixação
Cores Cerâmica e marfim por telha*
Fixação e vedação Parafusos de 2 ½”

Parafuso e kit de vedação Cores Cerâmica e marfim Fixação e vedação


*A quantidade de apoios por telha varia de acordo
vendidos separamente
com a região brasileira, conforme orientações a seguir, Parafuso e kit de vedação
*A quantidade de apoios por telha varia de acordo
nas páginas 20 e 21.
com a região brasileira, conforme orientações a seguir, vendidos separamente
nas páginas 20 e 21.

91 cm
92 cm

Cumeeira central
Cumeeira central
Comprimento útil: 85 cm
Comprimento útil: 85 cm
Angulação: 18% a 27%
Prego Telheiro Angulação: 18% a 27%

Opção mais barata


para coberturas simples
cm
91

cm
92
15 cm

15 cm
12 | Manual Técnico
Modelo Ondulada
A tenha Ondulada PreconVC é um produto de excelente qualidade e resistência, II. Material de
fabricada a partir de formulações de PVC aditivados com modificadores de impacto,
recomendada para coberturas de uma ou duas águas.
instalação e
ONDULADA
segurança
Comprimento 1,83 m 2,13 m 2,44 m 3,05 m
Comprimento útil 1,73 m 2,03 m 2,34 m 2,95 m
Largura 0,95 m 0,95 m 0,95 m 0,95 m

Largura útil 0,86 m 0,86 m 0,86 m 0,86 m

Área útil por telha 1,49 m2 1,75 m2 2,01 m2 2,54 m2


Espessura 1,5 a 1,6 mm
Apoios (qtd. por telha) 4 4 5 6 Ferramentas e equipamentos de proteção
Peso 4,58 kg 5,33 kg 6,10 kg 7,63 kg
Para instalar as telhas, é necessário ter linha de nylon, furadeira elétrica, broca, serra
Peso aproximado
por metro linear
2,5 kg/m elétrica, trena, esquadro, chave de boca e lixa. Também são necessários todos os
itens e procedimentos de segurança para o trabalho.
Peças de fixação 4 fixações por apoio
por telha Parafusos de 2 ½” ou prego telheiro Fixação e vedação 1. EPIs (equipamentos de proteção individual), segundo Norma NR18 –
Cor Concreto Parafuso e kit de vedação uso imprescindível: capacete, óculos, luvas, cinto tipo paraquedas e botas.
vendidos separamente
*A quantidade de apoios por telha varia de acordo 2. Caso o telhado esteja molhado, adie a instalação ou manuntenção. Jamais suba
com a região brasileira, conforme orientações a seguir, em telhas molhadas.
nas páginas 20 e 21.
3. Tenha cuidado com a rede elétrica.

4. O local ao redor e logo abaixo do telhado deverá ser isolado.


950 mm 5. Utilize, a todo momento, o cinto de segurança e o cabo-guia.

Segurança SEMPRE em primeiro lugar.


Cumeeira central
Comprimento útil: 82 cm
Prego Telheiro
Angulação: 18% a 27%

Opção mais barata


para coberturas simples

cm
91

15 cm

14 | Manual Técnico Telhasde


Telhas dePVC PreconVC | | 15
PVCPreconVC 15
III. Preparo para
instalação das telhas 2.1 Espaçamento entre terças

Atente-se para as orientações de espaçamento entre terças e fixação das telhas.


Faça a instalação de maneira correta, seguindo todas as orientações desse manual.
Só assim a Precon pode garantir a eficiência do sistema de cobertura.
1. Declividade
A declividade mínima da cobertura em duas águas com as telhas PreconVC Colonial, A primeira peça deve estar na extremidade da tesoura. A última peça deve
Plan e Ondulada é de 15%, e de 20% para os demais perfis. As telhas também estar de 10 a 18 cm da linha da cumeeira. Para melhor fixação, deve-se colocar
podem ser aplicadas na vertical, desde que sejam mantidos os cuidados de fixação uma vigota na cumeeira.
contidos neste manual. Em casos de telhados com uma só água, a declividade 1000

poderá ser a partir de 15%.

1000
100

2. Estrutura

50
As telhas PreconVC vencem vãos maiores. Os perfis Colonial e Plan demandam,
inclusive, menos peças de apoio do que estruturas tradicionais para peças de cerâmica.

1000
1000
PreconVC Colonial

CLIENTE: DESENHO:

NOTAS: PRECON INDUSTRIAL S/A MARCUS VINICIUS


1000
ESCALA: DESCRIÇÃO

1:20

1000
FORMATO:
COLONIAL

Sistema de cobertura
A3 PRECON VC
100 DATA: NÚMERO PRECON: FOLHA: REV.

27/11/2017 PVC17-015-001 2/5

com Telhas de PVC

50
1000

PreconVC Plan
1000

Sistema tradicional
CLIENTE: DESENHO:

NOTAS: PRECON INDUSTRIAL S/A MARCUS VINICIUS


ESCALA: DESCRIÇÃO

1:22
FORMATO:
PLAN
A3 PRECON VC
DATA: NÚMERO PRECON: FOLHA: REV.

27/11/2017 PVC17-015-001 4/5

16 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 17


1000

PreconVC Minionda
1000

100
50

100
1000
1000

1000

PreconVC Trapezoidal
1000

100
CLIENTE: DESENHO:

NOTAS: PRECON INDUSTRIAL S/A MARCUS VINICIUS


50

ESCALA: DESCRIÇÃO

1:20
FORMATO:
MINIONDA
A3 PRECON VC
100 DATA: NÚMERO PRECON: FOLHA: REV.

27/11/2017 PVC17-015-001 3/5


1000
1000

1000
PreconVC Ondulada
1000

100

CLIENTE: DESENHO:
50

NOTAS: PRECON INDUSTRIAL S/A MARCUS VINICIUS


ESCALA: DESCRIÇÃO

1:22.5
FORMATO:
TRAPEZOIDAL
A3 PRECON VC
DATA: NÚMERO PRECON: FOLHA: REV.

100 27/11/2017 PVC17-015-001 1/5

700
1000
1000

* VEJA O ESPAÇAMENTO IDEAL PARA CADA REGIÃO NA TABELA DA PÁGINA 21

CLIENTE: DESENHO:

NOTAS: PRECON INDUSTRIAL S/A MARCUS VINICIUS


ESCALA: DESCRIÇÃO

1:20
FORMATO:
ONDULADA
A3 PRECON VC
DATA: NÚMERO PRECON: FOLHA: REV.

27/11/2017 PVC17-015-001 5/5

18 | Manual Técnico Telhas


Telhas dede PreconVC || 19
PVCPreconVC
PVC 19
O distanciamento entre terças pode variar de acordo com a região brasileira (devido Para coberturas de edificações com altura de 5 m em relação ao solo,
à ação dos ventos) e a altura da edificação com relação ao solo. Verifique a seguir, ou alturas maiores desde que com o uso de platibanda:
a indicação adequada para sua obra. A utilização dos kits de vedação Precon
é obrigatória para o bom desempenho do sistema de cobertura, conforme Espaçamento entre terças (cm)
exigido na NBR 15.575.
Atuação do vento PreconVC Colonial PreconVC Plan PreconVC Minionda PreconVC Trapezoidal
Região 1 71 60 60 80
Região 2 71 60 60 60
Região 3 71 60 50 60
3 Região 4 71 50 - 60
Região 5 66 50 - -

2 2
2
Para coberturas de edificações com altura de 15 m em relação ao solo
sem platibanda:
1

Espaçamento entre terças (cm)


Atuação do vento PreconVC Colonial PreconVC Plan PreconVC Minionda PreconVC Trapezoidal
Região 1 71 50 50 60
Região 2 71 - - 60
Região 3 66 - - -
2
Região 4 66 - - -
Região 5 66 - - -
3

5 4

Região 1 | Velocidade básica de vento: 30 m/s


Região 2 | Velocidade básica de vento: 35 m/s
Região 3 | Velocidade básica de vento: 40 m/s
Região 4 | Velocidade básica de vento: 45 m/s
Região 5 | Velocidade básica de vento: 50 m/s

20 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 21


IV. Instalação

Atente-se para as orientações de instalação deste manual e siga todas as instruções. 4. Ordem de instalação e trespasse
Só assim a Precon pode garantir a eficiência do sistema de cobertura.
Telhados com um ou dois lados sempre começam com a primeira folha na parte
baixa do lado a ser coberto. Certifique-se de seu alinhamento com a linha do próprio
telhado (colocar a telha em esquadro). Fixe a telha de baixo para cima e prossiga com
1. Fluxo correto de instalação das telhas as demais, conforme ordem numérica da figura a seguir. Essa ordem de instalação
garante a qualidade da fixação das telhas e também apoio e segurança ao instalador.
Tesouras ou Puxar Colocar
estruturas linha terças

Colocar Colocar
cumeeira central telhas centrais
Conferir a
Colocar os fechamentos
estrutura do
das cumeeiras
telhado
Colocar cumeeira Colocar
espigão telhas laterais

Fazer correção
superficial, conexões Montagem de rufos
e encontros e calhas

2. Linhas

O primeiro procedimento é definir as linhas do telhado, cumeeiras, calhas


e respectivos cortes.

3. Cobertura com PreconVC

As telhas devem ser fixadas no eixo das terças, obedecendo-se o distanciamento O trespasse no comprimento entre folhas de telhas deverá ser:
máximo, de acordo com o perfil escolhido e a região de atuação do vento.
• telhas Miniondas, Trapezoidais e Onduladas: mínimo de 15 cm;
Antes de iniciar a montagem das telhas, confira a angulação da estrutura. • telhas Coloniais e Plan: mínimo de 10 cm
Caso aconteça alguma diferença na estrutura do telhado que não seja passível
de correção, comece a montagem das telhas pelo lado mais simétrico da edificação. O trespasse lateral, em todos os perfis PreconVC, é de um módulo/crista.

22 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 23


IMPORTANTE:
A FACE DA TELHA COM MAIS BRILHO DEVERÁ
ESTAR SEMPRE VOLTADA PARA CIMA. Perf il Ondulada

Telhados com quatro ou mais lados sempre começam com a primeira folha
na parte central e depois continuam para as laterais em sentido horário
ou anti-horário.
Perf il Plan

Perf il Minionda


Para melhor estanqueidade de sua cobertura,
5º utilize os kits especiais de fixação e vedação PreconVC.

São colocadas a terceira e a quarta telha. Após a quarta telha, certifique-se novamente

1º 2º 3º de que as superfícies lateral e beiral do telhado estejam alinhadas. Fazer o mesmo


procedimento até o término do telhado.

Os furos devem ser feitos na parte alta das ondas/cristas. A fixação deve acontecer As laterais devem estar sempre encaixadas e parafusadas.
conforme os modelos a seguir. Os parafusos PreconVC são autobrocantes, mas para
fixação em madeira é necessário abrir uma guia com broca de 0,4 cm.
Perf il Colonial e Plan
100 100
Perf il Trapezoidal
100
70 a kit

Perf il Colonial
Demais perfis
150 150

150
70 a kit

24 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 25


A distância entre a telha e o eixo da cumeeira deve ser de, no máximo, 18 cm. Para o perfil colonial, existe também a opção de cumeeira central articulada.
Caso necessite cortar as telhas, use uma serra elétrica.

Importante: para os telhados com mais de duas águas, é necessário, antes da


instalação das cumeeiras laterais, aplicar primer de aderência e, após duas horas,
cm
fixar fita aluminizada de 10 cm autoadesiva para vedação na junção das telhas. 88
15 cm

Todas as telhas devem estar sobrepostas (trespasse) nas laterais, cantos e outros. kit
A sobra deve ser cortada. Antes de cortar, conferir os alinhamentos lateral e beiral.
Demais perfis PreconVC 10 cm
No encontro de águas, antes da aplicação das cumeeiras, para melhor
estanqueidade, recomenda-se o uso de fita de vedação. A angulação varia de
10º a 15º.

3.2 Peças Complementares Cumeeira triangular


Cumeeira central
No encontro de três lados do telhado, deve-se usar a cumeeira triangular.
A peça de cumeeira central tem ondas iguais às das telhas utilizadas na cobertura.
A peça deve cobrir todas as telhas e sua fixação é feita em três pontos.
Basta encaixar as ondas e fixá-la com os parafusos.
Sua instalação depende de cortes feitos durante a montagem
Para ser colocada, a cumeeira central deve ser alinhada ao telhado, sendo para encaixe nas telhas. cumeeira
ajustadas as ondas das duas partes. De um modo geral, cada cumeeira é fixada triangular
em três pontos. cumeeira
espigão
Corte a sobra da última peça. telha
colonial

PreconVC Colonial e Plan


A angulação varia 25%.
fechamento
de cumeeira
kit

18 cm

Fechamento da cumeeira espigão

A Precon oferecea peça exclusiva para acabamento das linhas de espigão.


Sua fixação deve ser feita com arrebites em dois pontos, na parte de baixo.
Geralmente, deixa-se uma ponta de 10 cm.
As cumeeiras centrais Colonial e Plan possuem corcovas, para ainda maior
estanqueidade. Na hora de instalar, atente para o encaixe perfeito: a corcova maior/mais
alta sempre sobre a menor.

arrebite

26 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 27


V. Instalação de dispositivos
Capa lateral e equipamentos
Deve ser posicionada nas laterais
das telhas de fora da cobertura,
Perfil Colonial
para proteger a última peça da 1. Para uso de chaminé, claraboias, instalação de caixas d`água e outros
estrutura do telhado. dispositivos, é necessário estabelecer uma distância de 3 cm entre a telha
e a alvenaria, aplicando manta autoadesiva de vedação de 20 cm.
Perfil Plan
Cumeeira espigão articulada 2. Para instalação de equipamentos sobre o telhado, usar sempre suporte
Na linha de encontro lateral metálico, fixado na estrutura do telhado ou na laje, vedando os espaços
de águas, deve-se usar a cumeeira vazios de recorte nas telhas com manta de vedação, para garantir a
espigão para melhor acabamento. estanqueidade da cobertura.
Sua instalação deve seguir o
encaixe das telhas e independe da
inclinação das águas da cobertura.
Deve-se usar manta de vedação
antes da montagem da cumeeira.
Perfil Colonial VI. Cuidados
Cada peça é parafusada em
Perfil Plan
quatro pontos.
1. As telhas e peças complementares devem ser transportadas com cuidado
para evitar riscos ou danos.
Cumeeira lateral lisa
Deve ser usada apenas em casos 2. Procure colocar as telhas num lugar plano, empilhadas, não passando
específicos, nos quais a instalação de 50 chapas em cada pilha paletizada e em até quatro pilhas sobrepostas.
da cumeeira espigão articulada
não é possível. Sua instalação 3. As cumeeiras também devem ser colocadas em local plano,
depende de cortes feitos em pilhas de, no máximo, 50 peças.
durante a montagem
para encaixe nas telhas. 4. As normas de segurança para manipular telhas devem ser sempre respeitadas.

5. As telhas PreconVC são 100% recicláveis. Direcione os resíduos


3.3 Beiral da sua construção para locais apropriados de coleta seletiva.

6. Para ganhar tempo e agilidade, faça a montagem dos kits de vedação


O avanço da telha em balanço
e parafusos antes de subir no telhado. Pode-se usar ainda, uma bolsa
deve ser de até 10 cm.
para comportar grande quantidade, com segurança, sobre a cobertura.
Para um melhor acabamento
do beiral, sugere-se a colocação
7. Sempre considere espaço de dilatação entre o telhamento e demais estruturas
de um ripão e de um avanço
estáticas tais como paredes, muros, chaminés e outros dispositivos. Consulte
da madeira de 58 cm. Avanço da telha em balanço:
máximo de 10 cm um profissional de sua confiança.

28 | Manual Técnico Telhas de PVC PreconVC | 29


VII. Importante 10. Coloque a primeira telha no esquadro, fixando-a de baixo para cima, para
garantir mais apoio e segurança ao instalador, no o momento de fixar as
seguintes.

11. Para telhados de três ou mais águas, sempre comece pelo triângulo, do centro
para as laterais, e dê sequência nos demais lados, em um só sentido, horário
1. Na hora de calcular o número de peças de fixação (parafusos) por telha, ou anti-horário, até o final da cobertura.
utilize o número indicado nas tabelas das páginas 8,10, 12 ou 13, de acordo
com o modelo de telha escolhido. Ele já considera a margem dos trespasses 12. É importante obedecer a ordem de montagem e acompanhar o esquadro
de telha, evitando compra desnecessária de material. das telhas para que o telhado se mantenha alinhado.
2. Os componentes de estrutura metálica devem passar por um tratamento contra 13. Quando o recorte de telhas for necessário, atente-se para o alinhamento correto,
corrosão e serem pintados com uma camada de tinta Epóxi. Quando de madeira, evitando erros.
passar por tratamento contra apodrecimento e receber uma camada de líquido
de limpeza ou óleo de linhaça. 14. Na hora da instalação, vale atentar para o posicionamento correto das telhas
PreconVC. A face brilhante fica sempre virada para cima.
3. As peças de madeira devem ser bem planas e ter as dimensões corretas,
sem brocas e defeitos como fendas e outros. 15. Siga corretamente as orientações de número de apoios por telha, assim como
peças de fixação. Somente com a montagem executada da forma correta,
4. As peças metálicas podem ser soldadas ou parafusadas e as de madeira podem você garante a segurança da sua cobertura.
ser fixadas diretamente nos apoios. As soldas devem seguir especificações
próprias, de acordo com as normas de trabalho de cada projeto. 16. Nunca improvise peças complementares que não sejam PreconVC.

5. Nunca utilize pregos para fixar as telhas, use somente parafusos. A Precon 17. Faça a instalação de suas telhas da maneira correta, seguindo todas
disponibiliza no mercado, parafusos próprios com eficiência testada e aprovada. as orientações deste manual. Só assim a Precon pode garantir a eficiência
do sistema de cobertura ou realizar assistência técnica caso seja necessário.
6. É obrigatório o uso de kits de vedação PreconVC. Eles asseguram a
estanqueidade do telhado e garantem o desempenho contra arrancamento.

7. Antes de iniciar a montagem das telhas, confira a angulação da estrutura. Caso


aconteça alguma diferença na estrutura do telhado, que não seja passível de
correção, comece a montagem das telhas pelo lado mais simétrico da edificação.

8. Para garantir o alinhamento do beiral, utilize uma linha esticada, afastada 10 cm


do ripão e presa a cada 6m. Em telhados menores, presa em cada ponta.

9. Nunca utilize um módulo inteiro de telha colonial em balanço. É justamente


para garantir a resistência e a segurança da cobertura, que o máximo permitido
para tal são 10 cm.

30 | Manual Técnico

Interesses relacionados