Você está na página 1de 7

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO JOÃO DEL-REI

CAMPUS ALTO PARAOPEBA


DEPARTAMENTO DE TECNOLOGIA EM ENGENHARIA CIVIL, COMPUTAÇÃO E HUMANIDADES
CURSO DE ENGENHARIA CIVIL

TOPOGRAFIA BÁSICA
SETOR DE INFRAESTRUTURA DE TRANSPORTES

EXERCÍCIOS

OURO BRANCO – 2014


PARTE 1 – AZIMUTES E RUMOS, NORTE MAGNÉTICO E
VERDADEIRO, MEDIÇÃO DE DISTÂNCIAS.

1) Você sabe ...(responda!)

a) O que é rumo?

b) O que é azimute?

c) Quais são os quadrantes dos rumos?

2) Calcule os rumos e azimutes dos alinhamentos.

Vértice Ângulos Alinhamentos Rumos Quadrante Azimutes


1 267º 05' 42" 1-->2 54º 12' 25” NE
2 220º 10' 43" 2-->3 NE
3 208º 40' 22" 3-->4
4 285º 33' 21" 4-->5
5 178º 11' 56" 5-->6
6 280º 17' 56" 6-->1

3) Você sabe.... Responda!

a) Soma de ângulos:

b) Subtração de ângulos:
c) Transformação de Azimutes em Rumos:

d) Transformar Rumos em Azimutes

e) Calcular os ângulos horários da figura abaixo:

1 =______________________
2 =______________________
3 =______________________
4 =______________________
5 =______________________

4) Pretende-se medir uma distância AB, com uma fita de aço, mas entre os pontos “A” e “B”
passa um riacho, o que torna difícil a marcação de um alinhamento. Com a ajuda de um
esquadro e aplicando os princípios da geometria plana resolve-se o problema da
seguinte maneira:
Calcule a distância AB, sabendo que as distâncias BC, CD foram medidas, tendo-se obtidos os
seguintes valores:

BC = 14,828m
CD = 25,173m.

Solução: 27,907m

5) Um terreno com 5ha ocupa uma área de 20cm² numa determinada área. Qual a escala
usada na carta?

Solução: 1:5000

6) Para representar no papel uma linha reta que no terreno mede 45m usando a escala de
1:50, qual será o seu valor em cm?

7) A distância ente 2 pontos na planta é de 80cm, para uma escala de 1:250, qual o seu
valor no terreno?

8) A distência entre 2 pontos na planta é de 820mm, sabendo-se que no terreno esses


pontos estão distantes de 615m, qual será a escala da planta?

9) Para determinar a largura AB de um rio, mediu-se: CD = 85,00 m; α = 74°18’; β = 56°20’;


ζ = 18°56’.
10) O rumo magnético de uma linha AB foi de 56°20’SE em 1º de abril de 1953. Achar o
rumo magnético da linha em 1º de outubro de 1958.

Dados:
 Declinação magnética (DM) em 1º de janeiro de 1952, igual a 12°50’ para W.
 Declinação magnética (DM) em 1 de janeiro de 1958, igual a 12°08’ para W.

11) O rumo magnético de uma linha CD foi de 73°10’W em 1º de junho de 1954. Determinar
o rumo verdadeiro (RV) da linha.

Dados:
 Declinação magnética (DM) em 1° de janeiro de 1951, igual a 01°30’ para E, e pela
isopórica correspondente, a variação anual da DM = 6’ para W/ano.

12) O rumo magnético de uma linha 1-2, foi 35°201NW em 1º de julho de 1956. Determinar:
a) O rumo verdadeiro da linha;
b) O rumo magnético da 1-2 e, 1º de outubro de 1956.

13) A partir dos dados existentes, determine os demais dados.

B
Alinh Azim Rumo Ang. Int.
N F
A-B
E B-C 123°57’ 101°33’
A
C-D
D-E 5°41’NE 100°13’
C D E-F 57°27’
14) O rumo magnético de uma linha da cidade de São Paulo era em 1º de julho de 1907,
equivalente a 42º 18’ SW. Pede-se o rumo verdadeiro da mesma linha. Consultando o
anuário do Observatório Nacional do Rio de Janeiro, verificamos que em São Paulo a
declinação magnética teve os seguintes valores:

Em 1.904 ........................... 5° 23´W.


Em 1.910 ........................... 6° 40´W.

15) O rumo verdadeiro de um alinhamento é 4° 35’NW, sabendo-se que a declinação


magnética local é de 8°11’ W, calcule o azimute magnético.

16) O rumo magnético de um alinhamento é de 84°30’SW. Sendo a declinação magnética


local de 13°30’E, calcular o rumo verdadeiro do alinhamento e os azimutes verdadeiro e
magnético.

17) O rumo magnético de um alinhamento era 45015’SE em 1947. Sabendo-se que a


declinação magnética em 1945 era 1040’E e a variação anual é de 8’E, calcule o rumo
verdadeiro.

18) O rumo verdadeiro de um alinhamento é de 80015’NW. Sabendo-se que a declinação


magnética atual é de 13000’W e a variação anual é de 11’W, calcule o rumo magnético
em 1977.

19) Reaviventar o rumo magnético de um alinhamento, 32°10’NW, medido em 1968 para


1996, e calcule também o seu rumo verdadeiro. Sabe-se que a declinação magnética
local para o ano de 1990 é de 13012’W e a variação anual da declinação é de 6’W.

20) Reaviventar o rumo magnético de 25°27’NW ocorrido em 1940, sabendo-se que o valor
da declinação magnética era de 10°02’W. O valor atual da declinação magnética do local
é de 15°30’W.

21) Reaviventar para o ano de 1973, um rumo magnético de 25°30’NW, demarcado em


1931. Sabe-se que a variação média anual da declinação magnética, para o local é de
0°10’, e que neste período a declinação cresceu continuamente para W.

22) Transformar rumo em azimute ou vice-versa:


23º40’SE 270º50’
45º50’SW 349º20’
58º20’SW 28º40’
34º50’NW 180º00’
49º56’33”NW 201º19’38”
36º29’48”SE 270º47’42”
39º47’13”SW 159º00’23”

23) O rumo verdadeiro de um alinhamento é 4º35’NW, sabendo-se que a declinação


magnética local é de 8º11’W, calcule o azimute magnético.

24) O rumo magnético de um alinhamento é de 84º30’SW. Sendo a declinação magnética


local de 13º30’E, calcular o rumo verdadeiro do alinhamento e os azimutes verdadeiro e
magnético.

25) O rumo magnético de um alinhamento era 45°15’SE em 1947. Sabendo-se que a


declinação magnética em 1945 era 1°40’E e a variação anual é de 8’E, calcule o rumo
verdadeiro.

26) O rumo verdadeiro de um alinhamento é de 80°15’NW. Sabendo-se que declinação


magnética atual é de 13°00’W e a variação anual é de 11’W, calcule o rumo magnético
em 1977.

27) Reaviventar o rumo magnético de um alinhamento, 32°10’NW, medido em 1968, para


1996 e calcule, também, o seu rumo verdadeiro. Sabe-se que a declinação magnética
local para o ano de 1990 é de 13°12’W e a variação anual da declinação é de 6’W.

28) Reaviventar o rumo magnético de 25º27’NW ocorrido em 1940, sabendo-se que o


valor da declinação magnética era de 10º02’W. O valor atual da declinação magnética
do local é de15º30’W.

29) Reaviventar para o ano de 1973, um rumo magnético de 25º30’NW, demarcado em


1931. Sabe- se que a variação média anual da declinação magnética, para o local é de
0º10’, e que neste período a declinação cresceu continuamente para W.