Você está na página 1de 117

Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 1

DIÁRIO DA JUSTIÇA ELETRÔNICO


DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BAHIA
Ano 2018, Número 251 Divulgação: sexta-feira, 7 de dezembro de 2018 Publicação: segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

Tribunal Regional Eleitoral

José Edivaldo Rocha Rotondano


Presidente

Edmilson Jatahy Fonseca Júnior


Vice-Presidente

Edmilson Jatahy Fonseca Júnior


Corregedor Regional Eleitoral

Bela. Fabíola Mazzei Pereira Vitório da Silva


Diretora-Geral

Assessoria de Comunicação Social e Cerimonial

Fone/Fax: (71) 3373-7007


ascom@tre-ba.jus.br

Sumário
PRESIDÊNCIA .............................................................................................................................................................................................3
Atos do Presidente ................................................................................................................................................................................3
Portarias .......................................................................................................................................................................................3
Intruções Normativas ....................................................................................................................................................................4
CORREGEDORIA REGIONAL ELEITORAL .................................................................................................................................................6
PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL .................................................................................................................................................6
SECRETARIA DO TRIBUNAL ......................................................................................................................................................................6
SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS ................................................................................................................................................6
SECRETARIA DE GESTÃO DE SERVIÇOS ...............................................................................................................................................6
SECRETARIA JUDICIÁRIA .........................................................................................................................................................................6
Coapro ..................................................................................................................................................................................................6
Intimação ......................................................................................................................................................................................6
COMISSÃO PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR ......................................................................................................................7
COMISSÃO PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS .............................................................................................................7
COMISSÃO DE VOTAÇÃO PARALELA .......................................................................................................................................................7
ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL ..............................................................................................................................................................7
OUVIDORIA REGIONAL ELEITORAL ..........................................................................................................................................................8
COMISSÃO APURADORA ...........................................................................................................................................................................8
ZONAS ELEITORAIS ...................................................................................................................................................................................8
001ª Zona Eleitoral - SALVADOR .........................................................................................................................................................8
Despachos ....................................................................................................................................................................................8
Intimações ....................................................................................................................................................................................8
008ª Zona Eleitoral - SALVADOR .........................................................................................................................................................9
Despachos ....................................................................................................................................................................................9
010ª Zona Eleitoral - SALVADOR .......................................................................................................................................................10
Sentenças ...................................................................................................................................................................................10
012ª Zona Eleitoral - SALVADOR .......................................................................................................................................................10
Sentenças ...................................................................................................................................................................................10
013ª Zona Eleitoral - SALVADOR .......................................................................................................................................................16

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 2

Editais .........................................................................................................................................................................................16
023ª Zona Eleitoral - JEQUIÉ ..............................................................................................................................................................16
Intimações ..................................................................................................................................................................................16
024ª Zona Eleitoral - IPIAÚ .................................................................................................................................................................17
Editais .........................................................................................................................................................................................17
Despachos ..................................................................................................................................................................................17
Sentenças ...................................................................................................................................................................................19
025ª Zona Eleitoral - ILHÉUS ..............................................................................................................................................................20
Despachos ..................................................................................................................................................................................20
026ª Zona Eleitoral - ILHÉUS ..............................................................................................................................................................23
Editais .........................................................................................................................................................................................23
029ª Zona Eleitoral - IBICARAÍ ...........................................................................................................................................................24
Editais .........................................................................................................................................................................................24
Sentenças ...................................................................................................................................................................................25
037ª Zona Eleitoral - MARACÁS .........................................................................................................................................................28
Editais .........................................................................................................................................................................................28
042ª Zona Eleitoral - ITABERABA ......................................................................................................................................................28
Intimações ..................................................................................................................................................................................28
049ª Zona Eleitoral - RIO REAL ..........................................................................................................................................................29
Editais .........................................................................................................................................................................................29
Intimações ..................................................................................................................................................................................29
050ª Zona Eleitoral - MONTE SANTO ................................................................................................................................................30
Editais .........................................................................................................................................................................................30
051ª Zona Eleitoral - JEREMOABO ....................................................................................................................................................31
Editais .........................................................................................................................................................................................31
Despachos ..................................................................................................................................................................................32
055ª Zona Eleitoral - MORRO DO CHAPÉU .......................................................................................................................................34
Despachos ..................................................................................................................................................................................34
Sentenças ...................................................................................................................................................................................35
060ª Zona Eleitoral - CONDEÚBA ......................................................................................................................................................36
Editais .........................................................................................................................................................................................36
Despachos ..................................................................................................................................................................................36
061ª Zona Eleitoral - CORIBE .............................................................................................................................................................37
Editais .........................................................................................................................................................................................37
063ª Zona Eleitoral - CAETITÉ ...........................................................................................................................................................37
Sentenças ...................................................................................................................................................................................37
069ª Zona Eleitoral - UTINGA .............................................................................................................................................................41
Editais .........................................................................................................................................................................................41
073ª Zona Eleitoral - UBAITABA .........................................................................................................................................................42
Editais .........................................................................................................................................................................................42
084ª Zona Eleitoral - PAULO AFONSO ...............................................................................................................................................42
Sentenças ...................................................................................................................................................................................42
086ª Zona Eleitoral - MAIRI .................................................................................................................................................................43
Sentenças ...................................................................................................................................................................................43
089ª Zona Eleitoral - LENÇÓIS ...........................................................................................................................................................45
Editais .........................................................................................................................................................................................45
091ª Zona Eleitoral - MACARANI ........................................................................................................................................................46
Editais .........................................................................................................................................................................................46
Intimações ..................................................................................................................................................................................47
092ª Zona Eleitoral - JACARACI .........................................................................................................................................................47
Sentenças ...................................................................................................................................................................................47
101ª Zona Eleitoral - LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA ..............................................................................................................59
Editais .........................................................................................................................................................................................59
109ª Zona Eleitoral - MUTUÍPE ..........................................................................................................................................................60
Editais .........................................................................................................................................................................................60
Portarias .....................................................................................................................................................................................60
110ª Zona Eleitoral - RIBEIRA DO POMBAL ......................................................................................................................................61
Sentenças ...................................................................................................................................................................................61
112ª Zona Eleitoral - PRADO ..............................................................................................................................................................68
Editais .........................................................................................................................................................................................68
113ª Zona Eleitoral - RIACHO DE SANTANA .....................................................................................................................................73
Sentenças ...................................................................................................................................................................................73
116ª Zona Eleitoral - CANAVIEIRAS ...................................................................................................................................................76
Despachos ..................................................................................................................................................................................76
123ª Zona Eleitoral - ARACI ................................................................................................................................................................77
Editais .........................................................................................................................................................................................77
128ª Zona Eleitoral - SÃO SEBASTIÃO DO PASSÉ ...........................................................................................................................77
Intimações ..................................................................................................................................................................................77

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 3

129ª Zona Eleitoral - CATU .................................................................................................................................................................79


Editais .........................................................................................................................................................................................79
130ª Zona Eleitoral - CORAÇÃO DE MARIA ......................................................................................................................................79
Editais .........................................................................................................................................................................................79
136ª Zona Eleitoral - ITAJUÍPE ...........................................................................................................................................................80
Despachos ..................................................................................................................................................................................80
137ª Zona Eleitoral - ITORORÓ ..........................................................................................................................................................80
Editais .........................................................................................................................................................................................80
138ª Zona Eleitoral - ITARANTIM .......................................................................................................................................................81
Sentenças ...................................................................................................................................................................................81
139ª Zona Eleitoral - BARRA DO CHOÇA ..........................................................................................................................................85
Editais .........................................................................................................................................................................................85
Intimações ..................................................................................................................................................................................85
148ª Zona Eleitoral - ITANHÉM ..........................................................................................................................................................87
Sentenças ...................................................................................................................................................................................87
158ª Zona Eleitoral - CHORROCHÓ ...................................................................................................................................................88
Editais .........................................................................................................................................................................................88
Sentenças ...................................................................................................................................................................................89
159ª Zona Eleitoral - CENTRAL ..........................................................................................................................................................96
Sentenças ...................................................................................................................................................................................96
170ª Zona Eleitoral - CAMAÇARI ........................................................................................................................................................97
Portarias .....................................................................................................................................................................................97
177ª Zona Eleitoral - TREMEDAL .......................................................................................................................................................98
Despachos ..................................................................................................................................................................................98
178ª Zona Eleitoral - SANTO AMARO ..............................................................................................................................................107
Editais .......................................................................................................................................................................................107
188ª Zona Eleitoral - EUNÁPOLIS ....................................................................................................................................................107
Editais .......................................................................................................................................................................................107
Despachos ................................................................................................................................................................................108
Sentenças .................................................................................................................................................................................110
Intimações ................................................................................................................................................................................110
192ª Zona Eleitoral - CONCEIÇÃO DO JACUÍPE .............................................................................................................................113
Editais .......................................................................................................................................................................................113
196ª Zona Eleitoral - RETIROLANDIA ..............................................................................................................................................113
Intimações ................................................................................................................................................................................113
205ª Zona Eleitoral - LUÍS EDUARDO MAGALHÃES .......................................................................................................................116
Editais .......................................................................................................................................................................................116

PRESIDÊNCIA

Atos do Presidente

Portarias

PORTARIA Nº 677, de 5 de dezembro de 2018

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BAHIA, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o constante no
Processo Administrativo Digital nº 18183/2018,
RESOLVE:
Art. 1º Fica alterada a composição da Comissão de Análise do Suprimento de Fundos/2018, instituída através da Portaria nº 625, de
13.11.2018, com a exclusão dos servidores CHRISTIANO ROCHA DE MATOS e ED REY CARNEIRO BRITO.
Art. 2º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Salvador, 5 de dezembro de 2018.


Des. JOSÉ EDIVALDO ROCHA ROTONDANO
Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 4

PORTARIA Nº 678, de 5 de dezembro de 2018

O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BAHIA, no uso de suas atribuições regimentais e tendo em vista o constante no
Processo Administrativo Digital nº 18591/2018,
RESOLVE:
Art. 1º Incluir os servidores abaixo elencados na composição da comissão responsável por revisar a Resolução Administrativa relativa ao
Regimento Interno dos Juízos e Cartórios Eleitorais da Justiça Eleitoral da Bahia:
I Angélica Cristina Tavares Macedo, Chefe de Cartório da 13ª Zona Eleitoral;
II Fábio Júlio Lemos Calazans, Chefe de Cartório da 2ª Zona Eleitoral;
III Anderson Hermano de Oliveira, Assistente da 18ª Zona Eleitoral;
IV Rita de Cássia Moinhos de Almeida, Analista Judiciário.
Art. 2º Excluir da comissão referida no art. 1º a servidora Lise Cunha Magalhães.
Art. 3º A presidência da comissão ficará sob a responsabilidade de Angélica Cristina Tavares Macedo.
Parágrafo único. A presidente da comissão será substituída, em seus afastamentos legais e ocasionais, por Fábio Júlio Lemos Calazans.
Art. 4º Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação.

Salvador, 5 de dezembro de 2018.


Des. JOSÉ EDIVALDO ROCHA ROTONDANO
Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia

Intruções Normativas

INSTRUÇÃO NORMATIVA Nº 06, DE 06 DE DEZEMBRO DE 2018.

Dispõe sobre a verificação periódica dos requisitos que ensejaram a lotação ou o exercício provisórios dos servidores do Tribunal Regional
Eleitoral da Bahia.
O PRESIDENTE DO TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BAHIA, no uso de suas atribuições legais e regimentais,
CONSIDERANDO o constante no processo administrativo digital nº 10469/2018;
CONSIDERANDO o disposto nas alíneas "a" e "b" do inciso III do parágrafo único do art. 36 e no art. 84 da Lei nº 8.112, de 11 de dezembro
de 1990, que dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos civis da União, das autarquias e das fundações públicas federais;
CONSIDERANDO a Portaria nº 418, de 27 de junho de 2000, da Presidência, que dispõe sobre o reconhecimento e comprovação da União
Estável no âmbito da Secretaria do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia;
CONSIDERANDO a Portaria nº 407, de 20 de outubro de 2015, da Presidência, que dispõe sobre o aproveitamento das vagas de lotação dos
cartórios eleitorais, do interior do Estado, decorrentes de claros de lotação, nos processos seletivos de remoção;
CONSIDERANDO a Resolução Administrativa nº 14, de 14 de dezembro de 2015, que dispõe sobre o Planejamento Estratégico do Tribunal
Regional Eleitoral da Bahia para o período de 2016-2021;
CONSIDERANDO a Resolução Administrativa nº 3, de 17 de maio de 2017, que institui o Código de Ética dos Servidores da Justiça Eleitoral
da Bahia;
CONSIDERANDO a Resolução Administrativa nº 12, de 18 de dezembro de 2017, que institui a Política de Gestão de Pessoas no âmbito do
Tribunal Regional Eleitoral da Bahia;
CONSIDERANDO a Resolução nº 23.563, de 12 de abril de 2018, do Tribunal Superior Eleitoral TSE, que dispõe sobre a remoção de
servidores e a redistribuição de cargos de provimento efetivo, no âmbito da Justiça Eleitoral; e
CONSIDERANDO a necessidade de a Administração acompanhar o andamento e correto cumprimento das determinações judiciais e
administrativas concernentes à remoção de servidores integrantes do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia,
RESOLVE:
Seção I
Disposições Gerais
Art. 1º A verificação periódica dos requisitos de concessão de lotação ou exercício provisório de servidores deste Tribunal obedecerá ao
disposto nesta instrução normativa.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 5

Art. 2º Sujeitam-se ao procedimento de verificação periódica:


I - servidores removidos a pedido para outra localidade, independentemente do interesse da Administração, para acompanhar cônjuge ou
companheiro, também servidor público civil ou militar, de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,
que foi deslocado no interesse da Administração;
II - servidores removidos a pedido para outra localidade, independentemente do interesse da Administração, por motivo de saúde do servidor,
cônjuge, companheiro ou dependente que viva às suas expensas e conste do seu assentamento funcional, condicionada à comprovação por
junta médica oficial;
III - servidores em exercício provisório em órgão ou entidade da Administração Federal direta, autárquica ou fundacional, desde que para o
exercício de atividade compatível com o seu cargo, em virtude do deslocamento de cônjuge ou companheiro também servidor público, civil ou
militar, de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, para outro ponto do território nacional, para o
exterior ou para o exercício de mandato eletivo dos Poderes Executivo e Legislativo;
IV - servidores removidos judicialmente para outra localidade, para acompanhar cônjuge ou companheiro, também servidor público civil ou
militar, de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;
V - servidores removidos judicialmente para outra localidade, por motivo de saúde do servidor, cônjuge, companheiro ou dependente que viva
às suas expensas e conste do seu assentamento funcional.
Seção II
Remoção para Acompanhar Cônjuge ou Companheiro e
Exercício Provisório em Órgão ou Entidade da Administração Federal Direta, Autárquica ou Fundacional.
Art. 3º Nos casos previstos nos incisos I e III do art. 2º desta instrução normativa, o procedimento de verificação periódica consistirá em
comprovação de permanência do vínculo conjugal que ensejou o deslocamento do servidor, podendo realizar-se mediante declaração firmada
em conjunto pelo servidor e seu cônjuge ou companheiro, bem como de manutenção do vínculo funcional e lotação atual do cônjuge ou
companheiro do servidor removido, por declaração do órgão ao qual pertence.
§ 1º A verificação periódica ficará a cargo da Secretaria de Gestão de Pessoas, que firmará, anualmente, seu período de realização.
§ 2º As disposições deste artigo aplicam-se aos casos previstos no inciso IV do art. 2º desta instrução normativa.
Art. 4º A cessação do vínculo conjugal ou dissolução da união estável, assim como a ausência de comprovação da manutenção do vínculo
funcional e lotação do cônjuge ou companheiro que ensejou o deslocamento, findará a remoção, devendo o servidor removido
administrativamente retornar à lotação de origem, se disponível, ou ser lotado conforme normativo interno vigente.
§ 1º Provada a manutenção do vínculo funcional, mas ocorrendo mudança de lotação do cônjuge ou companheiro do servidor removido
administrativamente, proceder-se-á à regularização da lotação, conforme comprovações realizadas.
§ 2º Na existência de filhos menores em idade escolar e matriculados, o retorno do servidor à lotação de origem prevista no caput deste
artigo, assim como a regularização administrativa da lotação prevista no §1º deste artigo, deverá aguardar a conclusão do período letivo.
§ 3º Verificando-se a situação prevista no caput deste artigo no tocante ao servidor removido judicialmente, comunicar-se-á, imediatamente, à
Advocacia-Geral da União, para adoção das providências cabíveis.
Seção III
Remoção por Motivo de Saúde
Art. 5º Nos casos previstos nos incisos II e V do art. 2º desta instrução normativa, o procedimento de verificação periódica consistirá em
realização de perícia, por junta médica oficial do Tribunal, acerca da subsistência das condições de saúde da pessoa cuja enfermidade tenha
motivado a concessão de remoção por motivo de saúde e comprovação da permanência do vínculo conjugal, nos casos em que a pessoa
cuja enfermidade tenha motivado a concessão de remoção por motivo de saúde seja cônjuge ou companheiro do servidor.
Art. 6º A perícia de verificação periódica será realizada na época indicada expressamente no último laudo médico acostado nos
assentamentos do servidor, o qual deverá conter as informações indicadas no art. 19 da Resolução TSE nº 23.563/2018.
§ 1º A junta médica oficial poderá requisitar a atuação de outros profissionais especializados, sempre que julgar necessário.
§ 2º Eventual necessidade de deslocamento do servidor ou de seu dependente para a realização de perícia de verificação periódica deverá
ser integralmente custeada pelo servidor.
§ 3º Em casos excepcionais, a avaliação poderá ser realizada pela junta médica oficial do tribunal eleitoral da unidade federativa na qual o
servidor, ou seu dependente, tenha domicílio, desde que solicitada pelo órgão de origem.
Art. 7º A comprovação da permanência do vínculo conjugal prevista no art. 5º desta instrução normativa será realizada anualmente, em data
determinada pela Secretaria de Gestão de Pessoas, e poderá ser realizada mediante declaração firmada em conjunto pelo servidor e seu
cônjuge ou companheiro.
Art. 8º Encerrada a situação que ensejou a remoção por motivo de saúde, se concedida administrativamente, finda-se a remoção e o servidor
deverá retornar à lotação de origem, se disponível, ou ser lotado conforme normativo interno vigente.
§ 1º Na existência de filhos menores em idade escolar e matriculados, o retorno do servidor à lotação de origem, previsto no caput deste
artigo, deverá aguardar a conclusão do período letivo.
§ 2º A verificação periódica prevista nesta seção ficará a cargo da Secretaria de Gestão de Pessoas, através da respectiva unidade de saúde.
§ 3º Verificando-se a situação prevista no caput deste artigo no tocante ao servidor removido judicialmente, comunicar-se-á, imediatamente, à
Advocacia-Geral da União, para adoção das providências cabíveis.
Seção IV

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 6

Disposições Finais
Art. 9º As disposições contidas nesta instrução normativa aplicam-se aos processos em andamento na data de início de sua vigência.
Art. 10 Os procedimentos necessários ao cumprimento desta instrução normativa ficarão a cargo das respectivas unidades da Secretaria de
Gestão de Pessoas, assegurando-se a aplicação dos princípios da razoabilidade, contraditório e ampla defesa.
Art. 11. Os casos de inobservância ao disposto nesta instrução normativa serão encaminhados à Presidência para as providências cabíveis.
Art. 12. Os casos omissos serão resolvidos pelo Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia.
Art. 13. Esta instrução normativa entrará em vigor 45 dias após a data de sua publicação.

Salvador, 06 de Dezembro de 2018.


Desembargador JOSÉ EDIVALDO ROCHA ROTONDANO
Presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia

CORREGEDORIA REGIONAL ELEITORAL

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

PROCURADORIA REGIONAL ELEITORAL

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

SECRETARIA DO TRIBUNAL

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

SECRETARIA DE GESTÃO DE PESSOAS

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

SECRETARIA DE GESTÃO DE SERVIÇOS

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

SECRETARIA JUDICIÁRIA

Coapro

Intimação

DESPACHOS/DECISÕES/SEAPRO1
SECRETARIA JUDICIÁRIA
INTIMAÇÃO DESPACHOS/DECISÕES/SEAPRO1

PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 69-29.2016.6.05.0000


ORIGEM: SALVADOR-BA
RELATOR: JUÍZA PATRÍCIA CERQUEIRA KERTZMAN SZPORER
PROMOVENTE: ÓRGÃO DE DIREÇÃO ESTADUAL DO PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD
ADVOGADOS: RAFAEL DE MEDEIROS CHAVES MATTOS; RENATA CINTRA LEPLETIER
RESPONSÁVEIS: OTTO ROBERTO MENDONÇA DE ALENCAR, PRESIDENTE; ÂNGELO MARIO CORONEL DE AZEVEDO MARTINS, 1º

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 7

TESOUREIRO
ADVOGADOS: RAFAEL DE MEDEIROS CHAVES MATTOS; TÂMARA COSTA MEDINA DA SILVA
PROTOCOLO: 34.162/2016
INTIMAÇÃO: ABERTO PRAZO DE 15 (QUINZE) DIAS PARA O PROMOVENTE FAZER O RECOLHIMENTO AO TESOURO NACIONAL DA
IMPORTÂNCIA DE R$ 2.222,26 (DOIS MIL, DUZENTOS E VINTE E DOIS REAIS E VINTE E SEIS CENTAVOS) RELATIVOS À APLICAÇÃO
IRREGULAR DE RECURSOS DO FUNDO PARTIDÁRIO, R$ 3.305,46 (TRÊS MIL, TREZENTOS E CINCO REAIS E QUARENTA E SEIS
CENTAVOS, REFERENTES AOS RECURSOS DE FONTE VEDADA, BEM COMO DO MONTANTE DE R$ 1.073,06 (UM MIL E SETENTA E
TRÊS REAIS E SEIS CENTAVOS, RECURSOS DE ORIGEM NÃO IDENTIFICADA, JÁ DEVIDAMENTE ATUALIZADOS, SOB PENA DE
SER INSCRITO NO CADASTRO INFORMATIVO DOS CRÉDITOS NÃO QUITADOS DE ÓRGÃOS E ENTIDADES FEDERAIS (CADIN).

Em 6 de dezembro de 2018.
MARTA GAVAZZA
SECRETÁRIA JUDICIÁRIA

DECISÃO/DESPACHO/SEAPRO2

PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 72-47.2017.6.05.0000


ORIGEM: SALVADOR-BA
RELATOR: JUIZ DIEGO LUIZ LIMA DE CASTRO
PROMOVENTE: ÓRGÃO DE DIREÇÃO ESTADUAL DO PARTIDO DA REPÚBLICA
ADVOGADOS: FREDERICO MATOS DE OLIVEIRA; JONES COUTO DOS SANTOS; GILENO COUTO DOS SANTOS; MATEUS
WILDBERGER
RESPONSÁVEIS: JOSÉ CARLOS LEÃO DE ARAÚJO, PRESIDENTE ATUAL E À ÉPOCA; JOÃO CARLOS PAOLILO BACELAR FILHO,
PRESIDENTE À ÉPOCA; JOÃO EMÍLIO DE OLIVEIRA SOUZA, TESOUREIRO À ÉPOCA; DANILO FERNANDO MAGALHÃES PEREIRA,
TESOUREIRO À ÉPOCA; JOAQUIM SIMÕES FERREIRA, TESOUREIRO ATUAL E À ÉPOCA
ADVOGADOS: FREDERICO MATOS DE OLIVEIRA; JONES COUTO DOS SANTOS; GILENO COUTO DOS SANTOS; MATEUS
WILDBERGER; COUTO DOS SANTOS; MATEUS WILDBERGER
PROTOCOLO: 14.486/2017
DECISÃO: DETERMINOU-SE A INTIMAÇÃO DAS PARTES PARA, QUERENDO, APRESENTAREM ALEGAÇÕES FINAIS, NO PRAZO
COMUM DE 03 DIAS.

Em 06 de dezembro de 2018.
MARTA GAVAZZA
SECRETÁRIA JUDICIÁRIA

COMISSÃO PROCESSO ADMINISTRATIVO DISCIPLINAR

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

COMISSÃO PERMANENTE DE AVALIAÇÃO DE DOCUMENTOS

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

COMISSÃO DE VOTAÇÃO PARALELA

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 8

OUVIDORIA REGIONAL ELEITORAL

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

COMISSÃO APURADORA

(NÃO HÁ PUBLICAÇÕES NESTA DATA)

ZONAS ELEITORAIS

001ª Zona Eleitoral - SALVADOR

Despachos

TEOR DE DESPACHO

CARTAS 78-17.2018.6.05.0001 CLASSE 102


SADP 45.157./2018
DESPACHO
R.H.
Tendo em vista que não houve tempo hábil para o cumprimento do ato deprecado, devolva-se a presente ao juízo de origem, com a devida
baixa.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Ricardo Augusto Schmitt
Juiz Eleitoral da 1ª Zona

Intimações

NOTIFICAÇÃO SOBRE RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIA

PRESTAÇÃO DE CONTAS DA DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA – ELEIÇÕES 2018


PC 72-10.2018.6.05.0001 – CLASSE 25
SADP 40.743/2018
INTERESSADO: JUÍZO 1ª ZONA
PARTIDO POLÍTICO: REDE SUSTENTABILIDADE – REDE
ADVOGADO(A) – OAB/BA: DIEGO DIAS CUNHA GONÇALVES – OAB/BA 45.419
NOTIFICAÇÃO
Prezado(a) Senhor(a),
Pelo presente, fica o Partido Progressista – PP, através do advogado constituído à fl. 12, intimado para, no prazo de 03 (três) dias, a contar da
publicação desta notificação, nos termos da RES TSE nº 23.553/2017:
Apresente esclarecimentos sobre os seguintes fatos:
1. Não foram apresentadas as seguintes peças obrigatórias que devem integrar a prestação de contas (art. 56 da Resolução TSE nº
23.553/2017):
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Partidário, se houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), se
houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de Outros Recursos

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 9

. Comprovante de recolhimento à respectiva direção partidária das sobras financeiras de campanha relativas aos recursos do Fundo Partidário
. Comprovante de recolhimento à respectiva direção partidária das sobras financeiras de campanha relativas a Outros Recursos
. Declaração firmada pela direção partidária comprovando o recebimento das sobras de campanha constituídas por bens móveis ou imóveis,
quando houver
. Documentos fiscais que comprovem a regularidade dos gastos eleitorais realizados com recursos do Fundo Partidário
. Documentos fiscais que comprovem a regularidade dos gastos eleitorais realizados com recursos do Fundo Especial de Financiamento de
Campanha (FEFC)
. Autorização do órgão nacional de direção partidária, na hipótese de assunção de dívida pelo partido político, acordo expressamente
formalizado, bem como cronograma de pagamento e quitação
. Comprovantes bancários de devolução dos recursos recebidos de fonte vedada ou de recursos de origem não identificada ou guia de
recolhimento ao Tesouro Nacional de recursos de origem não identificada, conforme o caso
. Comprovante de recolhimento ao Tesouro Nacional dos recursos do FEFC não utilizados

2. EXAME DE REGULARIDADE DE DESPESAS REALIZADAS COM RECURSOS DO FUNDO ESPECIAL DE FINANCIAMENTO


DE CAMPANHA (ART. 56, II, C, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
2.1. Foi juntada, às fls. 49/50 dos autos, a RES 06/2018 sobre os critérios de distribuição do Fundo Especial de Financiamento de
Campanha – FEFC. O batimento que gerou o PTE informou que foi identificado o recebimento de recursos do Fundo Especial de
Financiamento de Campanha em desacordo com os critérios de distribuição apresentados ao Tribunal Superior Eleitoral.
3. ANÁLISE DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA (ART. 56, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
3.1. Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de
dados do extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a
análise da movimentação financeira da campanha eleitoral.
3.2. A abertura da conta bancária destinada ao recebimento de Doações para Campanha identificada abaixo extrapolou o prazo de
15/08/2018, no caso de partidos políticos registrados na Justiça Eleitoral após 15/08/2016, em desatendimento ao disposto no art. 10, § 1º,
inciso II, da Resolução TSE nº 23.553/2017, não sendo possível aferir a correção dos valores declarados na prestação de contas em relação
ao período em que não houve a abertura da conta bancária, bem como a eventual omissão de receitas e gastos eleitorais.
3.3. As informações dos extratos/impressos divergem dos dados informados na qualificação do prestador de constar [INFORMAR AS
DIVERGÊNCIAS] (art. 56, I, alínea "a", e II, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017).
3.4. Não foram apresentados extratos bancários, contrariando o disposto no art. 56 da Resolução TSE nº 23.553/2017.
4. APROFUNDAMENTO DE EXAME DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA
4.1. Não foi possível realizar conciliação bancária em virtude da não apresentação dos extratos bancários.
Salvador, 06 de dezembro de 2018.
Lílian Ribeiro Pondé de Rocha
Analista Judiciária – Área Administrativa
Chefe de Cartório Substituta

008ª Zona Eleitoral - SALVADOR

Despachos

REPRESENTAÇÃO - DOAÇÃO ACIMA DO LIMITE LEGAL


REPRESENTAÇÃO Nº 91-29.2017.6.05.0008 CLASSE 42
PROTOCOLO: 45.497/2017
REPRESENTANTE: MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
REPRESENTADO: IRACI OLIVEIRA SANTANA DE CASTRO
Advogados: DANILO FERNANDO MAGALHÃES PEREIRA - OAB/BA 24.236, VICTOR ZACARIAS DE SOUZA - OAB/BA 27.140, BRUNO
MARTINEZ CARNEIRO RIBEIRO NEVES - OAB/BA 27.017, RODRIGO MARTINS MARIANO - OAB/BA 43.856, OTO ARAÚJO GONÇALVES -
OAB/BA 37.922
Vistos, etc. Formalize-se, no prazo de 05 (cinco) dias, o registro do débito no Livro de Inscrição de Multas Eleitorais e expeça-se o Termo de
Inscrição de Débito de Multa Eleitoral, juntando-o aos autos. Após, encaminhe-se ofício à Procuradoria da Fazenda Nacional, por intermédio
da Secretaria Judiciária deste Regional, acompanhado de meio eletrônico contendo os documentos digitalizados necessários para inscrição
do débito na Dívida Ativa da União. Providências cabíveis adotadas, arquivem-se os presentes autos.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 10

Salvador, 29 de novembro de 2018.


Liz Rezende de Andrade
Juíza Eleitoral da 8ª Zona

010ª Zona Eleitoral - SALVADOR

Sentenças

Processo n.º 41-60.2018.6.05.0010

PROCESSO Nº º 41-60.2018.6.05.0010 CLASSE 115


PROTOCOLO Nº: 47.344/2018
CLASSE: REGULARIZAÇÃO DE SITUAÇÃO DE ELEITOR - RSE
INTERESSADO: LUCIANO SANTOS DE OLIVEIRA
Vistos...
Trata-se de requerimento de certidão de quitação por prazo indeterminado realizado pelo Sr. Luciano Santos de Oliveira, que não possui
inscrição perante a Justiça Eleitoral e é residente na área de circunscrição desta 10ª Zona.
Verifica-se, pela análise do documento acostado à fl. 02, que o interessado é portador de enfermidade que impede ou torna demasiadamente
oneroso o cumprimento de suas obrigações eleitorais.
Em razão do exposto e consoante o art. 10 do Código Eleitoral, bem como a Res. TSE n.º 21.920/2004, DETERMINO a expedição de certidão
de quitação com prazo de validade indeterminado em favor de LUCIANO SANTOS DE OLIVEIRA, não estando o beneficiário sujeito à
penalidade prevista no art. 8º do Código Eleitoral, caso requeira, a qualquer tempo, o alistamento eleitoral.
P.R.I.
Após trânsito em julgado, arquivem-se os autos.
Salvador, 04 de dezembro de 2018.
MAURÍCIO ALBAGLI OLIVEIRA
Juiz Eleitoral

012ª Zona Eleitoral - SALVADOR

Sentenças

CONTAS DE CAMPANHA

Processo 54-53.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido Popular Socialista
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Popular Socialista, iniciado com a informação de que o
partido não apresentou sua prestação de contas, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Notificado para prestar contas, o partido não se manifestou.
Parecer técnico conclusivo às folhas 23.
Pronunciamento do MPE às folhas 25, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos apresentados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se que não houve a apresentação da prestação de
contas, tampouco dos extratos bancários da movimentação financeira do diretório, nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução 23.553/2017.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 11

Dado o exposto, considerando a omissão da prestação, com fundamento no artigo 77, inciso IV, alínea “a” da Resolução 23.553/2017, julgo
não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido Popular Socialista, ficando sujeito à sanção prevista no artigo 83, inciso II da
Resolução 23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE
CONTAS DE CAMPANHA
Processo 55-38.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido Republicano Progressista
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Republicano Progressista, iniciado com a informação de
que o partido não apresentou sua prestação de contas, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Notificado para prestar contas, o partido não se manifestou.
Parecer técnico conclusivo às folhas 18.
Pronunciamento do MPE às folhas 21, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos extraídos do sistema SPCEWEB e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se que não houve a apresentação
da prestação de contas, tampouco dos extratos bancários da movimentação financeira do diretório, nos termos do artigo 60, § 1º, da
Resolução 23.553/2017.
Dado o exposto, considerando a omissão da prestação, com fundamento no artigo 77, inciso IV, alínea “a” da Resolução 23.553/2017, julgo
não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido Republicano Progressista, ficando sujeito à sanção prevista no artigo 83, inciso II da
Resolução 23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE

CONTAS DE CAMPANHA

Processo 51-98.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido Social Democrático
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Social Democrático, iniciada com a apresentação de
prestação de contas parcial, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Apresentada a prestação de contas definitiva às folhas 02/14, com emissão de recibo eletrônico.
Certidão de intempestividade às folhas 15.
Publicado edital às folhas 33, não houve impugnação.
Juntada de documentação complementar às folhas 17/32 e 40/46 e 47/51. Notificado o partido para sanar divergências, houve manifestação
às folhas 59/60. Relatório preliminar às folhas 61/63.
Parecer técnico conclusivo às folhas 64.
Pronunciamento do MPE às folhas 67, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos apresentados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se o descumprimento de requisito essencial, qual
seja, a abertura de conta corrente, nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução 23.553/2017.
Dado o exposto e considerando que as omissões não foram sanadas pelo interessado no prazo fixado, com fundamento no artigo 77, inciso
IV, alínea “b” da Resolução 23.553/2017, julgo não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido Social Democrático, ficando sujeito
à sanção prevista no artigo 83, inciso II da Resolução 23.553/2017.
P.R.I.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 12

Salvador, 05 de dezembro de 2018.


Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE
CONTAS DE CAMPANHA
Processo 53-68.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Solidariedade
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Solidariedade, iniciado com a informação de que o partido não
apresentou sua prestação de contas, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Notificado para prestar contas, o partido se manifestou às folhas 12/25.
Publicado edital de impugnação às folhas 26. Relatório preliminar às folhas 32/34. Parecer técnico conclusivo às folhas 35.
Pronunciamento do MPE às folhas 37, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos carreados pelo interessado e extraídos do sistema SPCEWEB, bem como do parecer técnico lançado nos autos,
constata-se que não houve a abertura de conta, tampouco foram apresentados os extratos bancários da movimentação financeira do diretório,
nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução 23.553/2017.
Dado o exposto, considerando a omissão da prestação, com fundamento no artigo 77, inciso IV, alínea “a” da Resolução 23.553/2017, julgo
não prestadas as contas do Diretório Municipal do Solidariedade, ficando sujeito à sanção prevista no artigo 83, inciso II da Resolução
23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE
CONTAS DE CAMPANHA
Processo 42-39.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido Trabalhista Cristão
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Trabalhista Cristão, iniciada com a apresentação de
prestação de contas parcial, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Não foi apresentada a prestação de contas definitiva.
Notificado para manifestação, o prazo transcorreu in albis (folhas 26).
O cartório instruiu o feito com a documentação fornecida pelo sistema eletrônico SPCEWEB e certificou que o partido abriu contas, mas não
houve movimentação, tampouco recebimento de doação de origem não identificada, ou recursos de fundo público.
Parecer técnico conclusivo às folhas 31.
Pronunciamento do MPE às folhas 34, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos acostados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se que o diretório não apresentou a prestação de contas
exigida na forma da Resolução 23.553/2017.
Dado o exposto e considerando que a omissão não foi sanada pelo interessado no prazo fixado, com fundamento no artigo 77, inciso IV,
alínea “a” da Resolução 23.553/2017, julgo não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido Trabalhista Cristão, ficando sujeito à
sanção prevista no artigo 83, inciso II da Resolução 23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE

CONTAS DE CAMPANHA
Processo 44-09.2018.605.0012

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 13

Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido Socialista Brasileiro
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Socialista Brasileiro, iniciada com a apresentação de
prestação de contas parcial, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Apresentada a prestação de contas definitiva às folhas 10/31, com emissão de recibo eletrônico.
Certidão de intempestividade às folhas 33.
Publicado edital às folhas 57, não houve impugnação.
Juntada de documentação auxiliar às folhas 35/56. Notificado o partido para sanar omissão, peticionou às folhas 68/120. Notificado para sanar
inconsistências identificadas em relatório preliminar, manifestou-se às folhas 132.
Parecer técnico conclusivo às folhas 135.
Pronunciamento do MPE às folhas 138, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos apresentados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se o descumprimento de requisitos essenciais, quais
sejam, a abertura de conta corrente específica para o pleito de 2018 e a apresentação dos respectivos extratos bancários, nos termos do
artigo 60, § 1º, da Resolução 23.553/2017.
Dado o exposto e considerando que as omissões não foram sanadas pelo interessado no prazo fixado, com fundamento no artigo 77, inciso
IV, alínea “b” da Resolução 23.553/2017, julgo não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido Socialista Brasileiro, ficando sujeito
à sanção prevista no artigo 83, inciso II da Resolução 23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE
CONTAS DE CAMPANHA
Processo 45-91.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido da República
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido da República, iniciada com a apresentação de prestação
de contas parcial, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Apresentada a prestação de contas definitiva às folhas 10/41.
Publicado edital às folhas 42, não houve impugnação.
Notificado o partido para sanar omissões, houve manifestação, conforme relatório preliminar. Juntada de documentação auxiliar às folhas
51/52 e justificativa às folhas 54.
Relatório técnico preliminar às folhas 67/68. Parecer técnico conclusivo às folhas 69.
Pronunciamento do MPE às folhas 72, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos apresentados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se o descumprimento de requisitos essenciais, quais
sejam, a abertura de conta corrente e a apresentação dos respectivos extratos bancários, nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução
23.553/2017.
Dado o exposto e considerando que as omissões não foram sanadas pelo interessado no prazo fixado, com fundamento no artigo 77, inciso
IV, alínea “b” da Resolução 23.553/2017, julgo não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido da República, ficando sujeito à
sanção prevista no artigo 83, inciso II da Resolução 23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE

CONTAS DE CAMPANHA
Processo 52-83.2018.605.0012
Prestação de Contas

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 14

Diretório Municipal do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro


SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro, iniciado com a
informação de que o partido não apresentou sua prestação de contas, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Notificado para prestar contas, o partido se manifestou às folhas 10/15, sem no entanto apresentar a documentação necessária, limitando-se
a alegar que não houve movimentação econômico-financeira.
Publicado edital às folhas 16, não houve impugnação.
Elaborado relatório preliminar às folhas 25/26.
Parecer técnico conclusivo às folhas 27.
Pronunciamento do MPE às folhas 30, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos apresentados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se o descumprimento de requisitos essenciais, quais
sejam, a abertura de conta corrente e a apresentação dos respectivos extratos bancários, nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução
23.553/2017.
Ademais, a justificativa apresentada não procede, pois o diretório não se desobriga da prestação de contas, ainda que não tenha havido
movimentação financeira, nos termos da Resolução 23.553/2017.
Dado o exposto, considerando as omissões verificadas e a improcedência da justificativa apresentada, com fundamento no artigo 77, inciso
IV, alíneas “a” e “b” da Resolução 23.553/2017, julgo não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido Renovador Trabalhista
Brasileiro, ficando sujeito à sanção prevista no artigo 83, inciso II da Resolução 23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE
CONTAS DE CAMPANHA
Processo 41-54.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido Verde
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Verde, iniciada com a apresentação de prestação de
contas parcial, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Apresentada a prestação de contas definitiva às folhas 10/20, com emissão de recibo eletrônico.
Certidão de tempestividade às folhas 23.
Publicado edital às folhas 46, não houve impugnação.
Juntada de documentação auxiliar às folhas 26/45. Notificado o partido para sanar divergências, não houve manifestação, conforme relatório
preliminar.
Parecer técnico conclusivo às folhas 73.
Pronunciamento do MPE às folhas 75, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos apresentados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se o descumprimento de requisitos essenciais, quais
sejam, a abertura de conta corrente e a apresentação dos respectivos extratos bancários, nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução
23.553/2017.
Dado o exposto e considerando que as omissões não foram sanadas pelo interessado no prazo fixado, com fundamento no artigo 77, inciso
IV, alínea “b” da Resolução 23.553/2017, julgo não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido Verde, ficando sujeito à sanção
prevista no artigo 83, inciso II da Resolução 23.553/2017.
P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 15

CONTAS DE CAMPANHA
Processo 56-23.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores, iniciado com a informação de que o
partido não apresentou sua prestação de contas, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Notificado para prestar contas, o partido se manifestou às folhas 11/29, sem no entanto apresentar a documentação necessária, limitando-se
a alegar que o Diretório está em trâmites administrativos para alteração da representação legal.
Parecer técnico conclusivo às folhas 30.
Pronunciamento do MPE às folhas 32, pela não prestação.
Relatados. Decido.
À vista da documentação carreada e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se que não houve a apresentação da prestação de
contas, tampouco dos extratos bancários da movimentação financeira do diretório, nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução 23.553/2017.
Ademais, a justificativa apresentada não procede, pois o diretório não se desobriga da prestação de contas, ainda que esteja em processo de
sucessão interna. Noutras palavras, a mudança de representante do Diretório Municipal é questão estranha ao procedimento em análise e não
suspende ou interrompe o prazo para a prestação de contas prevista na Resolução 23.553/2017.
Dado o exposto e considerando a omissão da prestação, bem como a improcedência da justificativa apresentada, com fundamento no artigo
77, inciso IV, alíneas “a” da Resolução 23.553/2017, julgo não prestadas as contas do Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores,
ficando sujeito à sanção prevista no artigo 83, inciso II da Resolução 23.553/2017. P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.
Daniela Guimarães Andrade Gonzaga
Juíza Eleitoral da 12ª ZE
CONTAS DE CAMPANHA
Processo 46-76.2018.605.0012
Prestação de Contas
Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil
SENTENÇA
Trata-se de procedimento de prestação de contas do Diretório Municipal do Partido Comunista do Brasil, iniciada com a apresentação de
prestação de contas parcial, que foi devidamente autuada.
Proferido despacho inicial.
Apresentada a prestação de contas definitiva às folhas 10/30, com emissão de recibo eletrônico.
Certidão de tempestividade às folhas 32.
Publicado edital às folhas 51, não houve impugnação.
Juntada de documentação complementar às folhas 35/50. Notificado o partido para sanar divergências, não houve manifestação, conforme
relatório preliminar. Juntada a prestação de contas final às folhas 60/76.
O diretório peticionou às folhas 78.
Relatório preliminar às folhas 79/81.
Parecer técnico conclusivo às folhas 82, pela aprovação das contas.
Pronunciamento do MPE às folhas 85.
Relatados. Decido.
À vista dos documentos apresentados e do parecer técnico lançado nos autos, constata-se o cumprimento dos requisitos essenciais, quais
sejam, a abertura de conta corrente e a apresentação dos respectivos extratos bancários, nos termos do artigo 60, § 1º, da Resolução
23.553/2017. As omissões verificadas na análise preliminar foram sanadas a posteriori e pontuadas no relatório conclusivo. As contas foram
consideradas prestadas de modo regular.
Dado o exposto, com fundamento no artigo 77, inciso I da Resolução 23.553/2017, julgo aprovadas as contas do Diretório Municipal do
Partido Comunista do Brasil.
P.R.I.
Salvador, 05 de dezembro de 2018.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 16

Daniela Guimarães Andrade Gonzaga


Juíza Eleitoral da 12ª ZE

013ª Zona Eleitoral - SALVADOR

Editais

ATA DA LEILÃO 001/2018 13ªZE


ATA DO LEILÃO 001/2018
Processo nº 54-50.2018.6.05.0013 – CARTA DE ORDEM
Assunto: CARTA DE ORDEM EXTRAÍDA DE AÇÃO DE PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL PARTIDÁRIA Nº 76-55.2015.6.05.0000
Executado: PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO ESTADUAL BAHIA (sem advogado constituído)
Aos seis dias do mês dezembro de 2018, às 10:30 horas, na cidade de Salvador BA, no átrio da 13ª Zona Eleitoral de Salvador à 1ª Av. do
CAB 150 Salvador BA, reuniram-se o Leiloeiro Oficial Darke Magalhães de Abreu, JUCEB 01733/71, designada pela decisão judicial de fl. 70
dos autos em epígrafe, a Chefe de Cartório da 13ZE, Angélica Cristina Tavares Macedo e o Técnico Judiciário Sivaldo Tavares de Jesus, para
realização de Leilão Público designada pelo Edital 49/2018, fls. 94/95, publicado no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral do dia 29/11/2018. O
pregoeiro abriu a sessão 1ª Praça e ausente qualquer interessado, declarou o Leiloeiro o seu término. Incontinenti, às 10:45h, foi dado início à
2ª Praça e, de igual forma, ausente qualquer interessado, declarou o Leiloeiro DESERTO o presente Leilão. Registra-se que o Leiloeiro
externa satisfação em contribuir com esta Justiça Especializada, pelo que agradece ao Juiz Eleitoral. Por fim, registrou ainda que a presente
ATA será afixada no mural do Cartório Eleitoral e publicada em seu inteiro teor no Diário Eletrônico da Justiça Eleitoral. O Leiloeiro deu por
encerrados os trabalhos, lavrando-se a presente ATA, que vai assinada pelos presentes.
Darke Magalhães de Abreu Leiloeiro Oficial
Angélica Cristina Tavares Macedo Chefe de Cartório

023ª Zona Eleitoral - JEQUIÉ

Intimações

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018

PROCESSO Nº: 57-72.2018.6.05.0023 PROTOCOLO Nº 41.646/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA
CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA – PSB – JEQUIÉ
PRESIDENTE: LUIZ SERGIO SUZARTE ALMEIDA
TIPO: FINAL
ADVOGADO: DR. TIAGO SANTOS LIMA VILLAS-BOAS – OAB/BA 18894
De ordem do Excelentíssimo Senhor Paulo Henrique Oliveira Lorena, Juiz Substituto desta 23ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, sediada no
município de Jequié (BA), no uso de suas atribuições legais e em conformidade com a legislação eleitoral pertinente,
INTIMO o partido politico supramencionado, através do presente, para tomar conhecimento do Parecer Conclusivo, abaixo transcrito, e,
querendo, manifestar-se no prazo de 3 (três) dias, nos termos do art. 75 da Resolução TSE nº 23.553/2017.
Dado e passado nesta Cidade de Jequié (BA), aos 06 (seis) dias do mês de dezembro do ano de 2018. Eu, Valéria Cardoso, Chefe de
Cartório da 23ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi o presente, de ordem do MM. Juiz Eleitoral.
PARECER TÉCNICO CONCLUSIVO
Submete-se à apreciação superior o parecer técnico sobre a prestação de contas em epígrafe, abrangendo a arrecadação e aplicação de
recursos utilizados na campanha, relativos às eleições de 2018, à luz das regras estabelecidas pela Lei n.º 9.504, de 30 de setembro de 1997,
e pela Resolução TSE n.º 23.553/2017.
Após análise das contas apresentadas, conclui esta unidade técnica pela existência da irregularidade abaixo listada.
1. PRESTAÇÃO DE CONTAS PARCIAL
1.1. Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.2. Peças integrantes:

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 17

Não foram apresentadas as seguintes peças obrigatórias que devem integrar a prestação de contas (art. 56 da Resolução TSE nº
23.553/2017): Extrato da conta bancária de campanha, de todo o período da campanha eleitoral – o partido esclarece, no doc. de fls. 12, que
não houve abertura de conta corrente de campanha.
10. ANÁLISE DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA (ART. 56, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
10.1. Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de
dados do extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a
análise da movimentação financeira da campanha eleitoral - – o partido esclarece, no doc. de fls. 12, que não houve abertura de conta
corrente de campanha.
Diante das irregularidades relacionadas supra, opina esta analista pela intimação do prestador de contas para, querendo, manifestar-se
acerca da mesma no prazo de 03 (três) dias contados da intimação, nos termos do art. 75, da Res. TSE nº 23.553/2017, vedada a juntada de
documentos que não se refiram especificamente às irregularidades e/ou impropriedades apontadas.
Jequié, 06 de Dezembro de 2018.
Valéria Cardoso Souza
Chefe de Cartório da 023ª Zona

024ª Zona Eleitoral - IPIAÚ

Editais

Edital 38/2018
EDITAL N.º 038/2018
(Prazo para recurso: 10 dias)
A Excelentíssima Senhora Drª. JANINE SOARES DE MATOS FERRAZ, MM. Juiza Eleitoral desta 24ª Zona, no uso de suas atribuições
legais, com fulcro no art. 42 e seguintes da Lei 4.737/65 c/c art. 17, §1º e do art. 18 §5º da Res. TSE n.º 21.538/2003.
TORNA PÚBLICO, aos que deste Edital tomarem conhecimento, em especial ao Ministério Público Eleitoral e aos Delegados dos Partidos
Políticos, que se encontram afixados no mural Cartório Eleitoral desta Zona e disponíveis para consulta, relações de ALISTAMENTOS,
TRANSFERÊNCIAS, REVISÕES E SEGUNDA VIA de inscrições deferidas, referentes aos Lote 019/2018, 020/2018, 021/2018, 022/2018 e
023/2018 e 10/05/2018 a 30/11/2018.
E, para que chegue ao conhecimento de quem interessar possa, mandou o MM. Juiz Eleitoral publicar o presente Edital, afixando-se no local
de costume.
Dado e passado nesta cidade de Ipiau/BA, aos 05 (cinco) dias do mês de dezembro do ano de dois mil e dezoito. Eu,
________________(Thaíssi Neves Sampaio), Analista Judiciário digitei e submeti à apreciação do MM Juiz Eleitoral que abaixo assina.
Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

Despachos

Protocolo nº 46289/2018
NPU 66-31.2018.6.05.0024
Prestação de Contas Eleitorais
Autor: Movimento Democrático Brasileiro de Ibirataia
Advogado: Aline Ferreira de Souza OAB/BA 51596
DESPACHO
Expeça-se o edital de impugnação de que trata o art. 59 da resolução TSE Nº 23553/2017, observado o prazo de três dias e juntem-se aos
autos os indícios de irregularidade se houverem.
Decorrido o prazo do edital, remetam-se os autos à Unidade Técnica para análise as contas e emissão de parecer técnico conclusivo,
observando que as Prestações de contas dos Partidos não se processam no rito simplificado.
Havendo indício de irregularidade na prestação de contas, a Unidade Técnica pode requisitar diretamente ou por delegação informações
adicionais, bem como determinar diligências específicas para a complementação dos dados, ou para o saneamento das falhas, com a
perfeita identificação dos documentos ou elementos que devem ser apresentados, intimando-se os interessados para complemetarem a
documentação no prazo de 72 (setenta e duas) horas.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 18

Findo prazo da diligência, deve a Unidade Técnica expedir o Parecer Conclusivo, podendo requisitar nova diligência, na forma da resolução
citada, caso haja irregularidades/impropriedades que não tenha sido objeto de intimação anterior.
Após decurso do prazo de intimação, com ou sem manifestação, ou na hipótese de parecer pela aprovação das contas, dê-se vistas ao MPE
para emissão de parecer opinativo no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.
Por fim, retornem os autos conclusos.
Cumpra-se.
Ipiaú/BA, 29/11/2018.
Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

Protocolo nº 39605/2018
NPU 71-53.2018.6.05.0024
Prestação de Contas Eleitorais
Autor: Partido Comunista do Brasil de Ibirataia
Advogado: Jose Henrique Araujo Costa OAB/BA 48043
DESPACHO
Expeça-se o edital de impugnação de que trata o art. 59 da resolução TSE Nº 23553/2017, observado o prazo de três dias e juntem-se aos
autos os indícios de irregularidade se houverem.
Decorrido o prazo do edital, remetam-se os autos à Unidade Técnica para análise as contas e emissão de parecer técnico conclusivo,
observando que as Prestações de contas dos Partidos não se processam no rito simplificado.
Havendo indício de irregularidade na prestação de contas, a Unidade Técnica pode requisitar diretamente ou por delegação informações
adicionais, bem como determinar diligências específicas para a complementação dos dados, ou para o saneamento das falhas, com a
perfeita identificação dos documentos ou elementos que devem ser apresentados, intimando-se os interessados para complemetarem a
documentação no prazo de 72 (setenta e duas) horas.
Findo prazo da diligência, deve a Unidade Técnica expedir o Parecer Conclusivo, podendo requisitar nova diligência, na forma da resolução
citada, caso haja irregularidades/impropriedades que não tenha sido objeto de intimação anterior.
Após decurso do prazo de intimação, com ou sem manifestação, ou na hipótese de parecer pela aprovação das contas, dê-se vistas ao MPE
para emissão de parecer opinativo no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.
Por fim, retornem os autos conclusos.
Cumpra-se.
Ipiaú/BA, 29/11/2018.
Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

Protocolo nº 39602/2018
NPU 69-83.2018.6.05.0024
Prestação de Contas Eleitorais
Autor: Partido Progressista de Ibirataia
Advogado: Jose Henrique Araujo Costa OAB/BA 48043
DESPACHO
Expeça-se o edital de impugnação de que trata o art. 59 da resolução TSE Nº 23553/2017, observado o prazo de três dias e juntem-se aos
autos os indícios de irregularidade se houverem.
Decorrido o prazo do edital, remetam-se os autos à Unidade Técnica para análise as contas e emissão de parecer técnico conclusivo,
observando que as Prestações de contas dos Partidos não se processam no rito simplificado.
Havendo indício de irregularidade na prestação de contas, a Unidade Técnica pode requisitar diretamente ou por delegação informações
adicionais, bem como determinar diligências específicas para a complementação dos dados, ou para o saneamento das falhas, com a
perfeita identificação dos documentos ou elementos que devem ser apresentados, intimando-se os interessados para complemetarem a
documentação no prazo de 72 (setenta e duas) horas.
Findo prazo da diligência, deve a Unidade Técnica expedir o Parecer Conclusivo, podendo requisitar nova diligência, na forma da resolução
citada, caso haja irregularidades/impropriedades que não tenha sido objeto de intimação anterior.
Após decurso do prazo de intimação, com ou sem manifestação, ou na hipótese de parecer pela aprovação das contas, dê-se vistas ao MPE
para emissão de parecer opinativo no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 19

Por fim, retornem os autos conclusos.


Cumpra-se.
Ipiaú/BA, 29/11/2018.
Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

Protocolo nº 40408/2018
NPU 68-98.2018.6.05.0024
Prestação de Contas Eleitorais
Autor: movimento Democrático Brasileiro de Ipiau
Advogado: Livia Muniz de Araujo OAB/BA 43815
DESPACHO
Expeça-se o edital de impugnação de que trata o art. 59 da resolução TSE Nº 23553/2017, observado o prazo de três dias e juntem-se aos
autos os indícios de irregularidade se houverem.
Decorrido o prazo do edital, remetam-se os autos à Unidade Técnica para análise as contas e emissão de parecer técnico conclusivo,
observando que as Prestações de contas dos Partidos não se processam no rito simplificado.
Havendo indício de irregularidade na prestação de contas, a Unidade Técnica pode requisitar diretamente ou por delegação informações
adicionais, bem como determinar diligências específicas para a complementação dos dados, ou para o saneamento das falhas, com a
perfeita identificação dos documentos ou elementos que devem ser apresentados, intimando-se os interessados para complemetarem a
documentação no prazo de 72 (setenta e duas) horas.
Findo prazo da diligência, deve a Unidade Técnica expedir o Parecer Conclusivo, podendo requisitar nova diligência, na forma da resolução
citada, caso haja irregularidades/impropriedades que não tenha sido objeto de intimação anterior.
Após decurso do prazo de intimação, com ou sem manifestação, ou na hipótese de parecer pela aprovação das contas, dê-se vistas ao MPE
para emissão de parecer opinativo no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.
Por fim, retornem os autos conclusos.
Cumpra-se.
Ipiaú/BA, 29/11/2018.
Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

Protocolo Nº 159452/2016
AIJE Nº 396-96.2016.6.05.0024 e RP 371-83.2016.6.05.0067, RP 418-57.2016.6.05.0024 e 370-98.2016.6.05.0024 (Reunidos)
Investigante/Representantes: Coligação Ipiaú vai voltar a crescer e Maria das Graças Cesar Mendonça e Ministério Público Eleitoral
Advogados: Ademir Ismerim OAB/BA 7829 e Regina Gabriel Cardoso OAB/BA 47619, Ricardo Luiz Souza Santos OAB/BA 15459, Lilian
Maria Santiago Reis OAB/BA 17117
Investigados/Representados: Cleraldo Andrade rezende, Eduardo Pereira Alves, Gilberto Calixto Marques, Norman Lúcio Teixeira Suarez,
Deraldino Alves de Araújo e Rádio FM Rio Novo Ltda
Advogados: Laneyde Sampaio Rodrigues OAB/BA 13493, Amadeu Lima de Oliveira OAB/BA 8127, Fernanda Novaes Lima de Oliveira
OAB/BA 47663 , Marcone Sodré Macedo OAb/BA 15060 e Marcio Moreira Ferreira OAB/BA 18711 e João Otávio Macedo OAB/BA 15263
DESPACHO
Ante a reforma parcial da sentença, com trânsito em julgado, intime-se a Rádio FM Rio Novo Ltda através do seu advogado, para que efetue o
pagamento da multa no prazo de 30 (trinta) dias.
Ciência ao Ministério Público
Ipiaú, 03 de dezembro de 2018.
Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

Sentenças

RSE
Regularização de situação do eleitor

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 20

Protocolo nº 39247/2018
Interessado: Edizia Rosa Barbosa Santos
DECISÃO
Os presentes autos tratam de expedição de certidão de quitação por prazo indeterminado para Edizia Rosa Barbosa Santos. Apresenta
Relatório Médico indicando que sofreu um um Acidente Vascular cerebral com sequela motora e apresenta atrofia muscular em MSD e
cegueira nos dois olhos. Junta, ainda, instrumento público de procuração e documentos pessoais da requerente.
Da documentação apresentada se infere que a eleitora apresenta dificuldade de exercício do voto ante a deficiência física comprovada,
ficando impossibilitado de se apresentar à seção respectiva a cada pleito.
Ante o exposto, defiro o requeirdo pela parte, a qual comprovou a onerosidade do exercício do voto em virtude de doença. Expeça-se a
certidão entregando-a ao interessado ou seu representante legal e lance-se o ASE respectivo no Sistema ELO. Ciência ao Ministério Público.
Após, arquive-se com baixa na distribuição.
Ipiaú, 05 de dezembro de 2018.
Drª Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

Protocolo nº 35517/2018
Prestação de Contas nº 70-68.2018.6.05.0024
Autor: Adinair Pereira de Santana
Advogado: Luis Afonso Vieira Souza OAB/BA 8115
SENTENÇA
Adinair Pereira de Santana de Souza, qualificado na inicial, apresentou em 05/10/2018 Prestação de Contas da Eleição 2012, requerendo seu
processamento para fim de regularização cadastral e obtenção de certidão de quitação eleitoral.
Consta nos autos certidão expedida pelo Cartório desta zona informando que o autor não prestou contas nas Eleições 2012, fato que teve
como consequência a declaração de suas contas como não prestadas e o lançamento no Sistema Elo de impedimento de obter quitação
eleitoral.
De acordo com o disposto na Resolução TSE nº 23376/2012 em seu art. 51, § 2º "Julgadas não prestadas, mas posteriormente apresentadas,
as contas não serão objeto de novo julgamento, sendo considerada a sua apresentação apenas para fins de divulgação e de regularização no
Cadastro Eleitoral ao término da legislatura, nos termos do inciso I do art. 53 desta resolução.", trazendo tal normal fato impeditivo do
julgamento das contas ora apresentadas pela parte.
Assim, apresentadas as referidas, contas, e impossibilitado novo julgamento das mesmas, extingo o presente processo sem julgamento de
mérito na forma do art. 485, inc. IV do CPC. Intimem-se às partes. Lance-se o ASE respectivo no Sistema ELO. Ciência ao Ministério Público.
Após, arquive-se com baixa na distribuição.
Ipiaú, 05 de dezembro de 2018.
Drª Janine Soares de Matos Ferraz
Juíza Eleitoral

025ª Zona Eleitoral - ILHÉUS

Despachos

PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 44-67.2018.6.05.0025


PROTOCOLO: 20.628/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - Partidos Políticos - Partido Político - Órgão de Direção
Municipal
PARTIDO- Polo Ativo(S):Órgão Municipal PARTIDO POPULAR SOCIALISTA PPS
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):EDILSON SOUZA NASCIMENTO, Presidente; JORGE CASTRO DE GOIS, Tesoureiro
ADVOGADO(S): RAFAEL SANTANA SILVA - OAB: 57335/BA
DESPACHO
Vistos,

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 21

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral

PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 35-08.2018.6.05.0025


PROTOCOLO: 15.900/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - DIREITO ELEITORAL - Partidos Políticos
PARTIDO- Polo Ativo(S):PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO PMDB, Órgão Definitivo Municipal
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):LUIZ HENRIQUE UAQUIM DA SILVA, Presidente; GILBERT NASCIMENTO LORENS, Tesoureiro
ADVOGADO(S): JOSÉ RODRIGUES NASCIMENTO FILHO - OAB: 13599/BA; Evelim Hanna S. Ramos - OAB: 54425/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral

PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 33-38.2018.6.05.0025


PROTOCOLO: 16.145/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - DIREITO ELEITORAL - Partidos Políticos
INTERESSADO(S) - Polo ativo(S):PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO PSB
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):DIEGO BATISTA MESSIAS, Presidente; JAILSON ALVES NASCIMENTO, Tesoureiro
ADVOGADO(S): JOSÉ HENRIQUE SILVA MENEZES - OAB: 44208/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral
PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 36-90.2018.6.05.0025
PROTOCOLO: 16.371/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - DIREITO ELEITORAL - Partidos Políticos
INTERESSADO(S) - Polo ativo(S):PARTIDO ECOLOGICO NACIONAL PEN
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):DIRAN OLIVEIRA SANTOS FILHO, Presidente; TIAGO GOMES CERQUEIRA, Tesoureiro
ADVOGADO(S): DIRAN OLIVEIRA SANTOS FILHO - OAB: 28721/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 22

PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 34-23.2018.6.05.0025


PROTOCOLO: 16.373/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - DIREITO ELEITORAL - Partidos Políticos
PARTIDO- Polo Ativo(S):PARTIDO REPUBLICANO BRASILEIRO PRB, Órgão Provisório Municipal
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):IVO EVANGELISTA DOS SANTOS, Presidente; PATRICIA HELENA OLIVEIRA BEHRMANNN,
Tesoureira
ADVOGADO(S): KLEBER GOMES NASCIMENTO SENA - OAB: 19731/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral
PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 40-30.2018.6.05.0025
PROTOCOLO: 20.280/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - Partidos Políticos - Partido Político - Órgão de Direção
Municipal
PARTIDO- Polo Ativo(S):Diretório Municipal do PTC Partido Trabalhista Cristão Ilhéus
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):JORGE FARIAS DOS SANTOS, Presidente; JOILSON SANTIAGO DA SILVA, Tesoureiro
ADVOGADO(S): NIZAN LIMA DOS SANTOS - OAB: 4599/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral
PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 39-45.2018.6.05.0025
PROTOCOLO: 20.328/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - Partidos Políticos - Partido Político - Órgão de Direção
Municipal
PARTIDO- Polo Ativo(S):REDE SUSTENTABILIDADE REDE
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):EMILIO JOSE SANTOS GUSMÃO, Presidente; JULIANA SANTOS ROCHA
ADVOGADO(S): NIZAN LIMA DOS SANTOS - OAB: 4599/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral
PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 45-52.2018.6.05.0025
PROTOCOLO: 20.659/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - DIREITO ELEITORAL - Partidos Políticos - Partido Político -
Órgão de Direção Municipal

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 23

INTERESSADO(S) - Polo ativo(S):Órgão de direção municipal PARTIDO DA REPÚBLICA PR, ILHÉUS; RODRIGO DA SILVEIRA TAVARES,
Presidente; FABIO DE ALMEIDA MENDONÇA, Tesoureiro
ADVOGADO(S): VINICIUS BRIGLIA PINTO - OAB: 16719/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 5 (cinco) dias, conforme determina o art. 45,
inciso V, da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral
PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 57-37.2016.6.05.0025
PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 57-37.2016.6.05.0025
PROTOCOLO: 47.661/2016
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS - DE EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2015 - Prestação de Contas - De Exercício Financeiro
PARTIDO- Polo Ativo(S):PARTIDO PROGRESSISTA PP, Órgão Direção Municipal
RESPONSÁVEL(IS) - Polo Ativo(S):JOHN SOUSA RIBEIRO, Presidente; JOABS SOUSA RIBEIRO, Tesoureiro
ADVOGADO(S): DANUSA BRANDÃO LIMA ANDRADE - OAB: 38187/BA
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos à representante do Ministério Público para se manifestar no prazo de 15 (quinze) dias, conforme determina o art. 37,
da Resolução TSE nº 23546/2017.
Ilhéus, 05 de dezembro de 2018.
Carine Nassri da Silva
Juíza Eleitoral
PETIÇÃO Nº 66-28.2018.6.05.0025
PETIÇÃO Nº 66-28.2018.6.05.0025
PROTOCOLO: 41.515/2018
ASSUNTO: TERMO DE OCORRÊNCIA CIRCUNSTANCIADO - DIREITO ELEITORAL - Crimes Eleitorais
REQUERENTE(S):POLICIA FEDERAL, EM ILHÉUS
REQUERIDO(S)(S):RENILSON FELIX DOS SANTOS
ADVOGADO: CÍCERO ANTONIO LEITE NOVAIS (OAB/BA Nº 41592)
DESPACHO
Vistos,

Abra-se vista dos autos ao representante do Ministério Público para se manifestar acerca da restituição da coisa apreendida, no prazo de 05
(cinco) dias.

Após, retornando os autos com concordância do MP, efetue-se a devolução conforme requerido.

Ilhéus, 05 de dezembro de 2018.

CARINE NASSRI DA SILVA


Juiza Eleitoral

026ª Zona Eleitoral - ILHÉUS

Editais

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA PARTIDÁRIAS - ELEIÇÕES 2018

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 24

EDITAL 27/2018
A Excelentíssima Senhora Bela. SANDRA MAGALI BRITO SILVA MENDONÇA, MM. Juíza da 26ª Zona Eleitoral, no uso de suas atribuições
legais,
TORNA PÚBLICO que foi apresentada a prestação de contas de campanha das Eleições Gerais de 2018 – 1º Turno, do Partido Rede
Sustentabilidade - REDE, a qual se encontra disponível no Cartório deste Juízo, com a finalidade de qualquer interessado, agremiação político-
partidária, candidato ou o Ministério Público Eleitoral impugná-la, caso queiram, no prazo de 03 (três) dias (art. 59, Res. TSE nº 23.553/2017),
a contar da data da publicação deste Edital.
E, para que chegue ao conhecimento de todos, manda a Excelentíssima Senhora Juíza Eleitoral publicar este instrumento editalício no local
de costume e no Diário da Justiça Eleitoral.
Dado e passado em Ilhéus - BA, aos seis dias do mês de dezembro do ano 2018. Eu, Ariston Augusto da Silveira, Chefe de Cartório, digitei, e
subscreve Sua Excelência a Senhora Juíza Eleitoral.
SANDRA MAGALI BRITO SILVA MENDONÇA
Juíza Eleitoral

EDITAL 28/2018
A Excelentíssima Senhora Bela. SANDRA MAGALI BRITO SILVA MENDONÇA, MM. Juíza da 26ª Zona Eleitoral, no uso de suas atribuições
legais,
TORNA PÚBLICO que foi apresentada a prestação de contas de campanha das Eleições Gerais de 2018 – 1º Turno, do Partido Popular
Socialista - PPS, a qual se encontra disponível no Cartório deste Juízo, com a finalidade de qualquer interessado, agremiação político-
partidária, candidato ou o Ministério Público Eleitoral impugná-la, caso queiram, no prazo de 03 (três) dias (art. 59, Res. TSE nº 23.553/2017),
a contar da data da publicação deste Edital.
E, para que chegue ao conhecimento de todos, manda a Excelentíssima Senhora Juíza Eleitoral publicar este instrumento editalício no local
de costume e no Diário da Justiça Eleitoral.
Dado e passado em Ilhéus - BA, aos seis dias do mês de dezembro do ano 2018. Eu, Ariston Augusto da Silveira, Chefe de Cartório, digitei, e
subscreve Sua Excelência a Senhora Juíza Eleitoral.
SANDRA MAGALI BRITO SILVA MENDONÇA
Juíza Eleitoral

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA PARTIDÁRIA


TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DA BAHIA
JUÍZO DA 26ª ZONA ELEITORAL
EDITAL 29/2018
A Excelentíssima Senhora Bela. SANDRA MAGALI BRITO SILVA MENDONÇA, MM. Juíza da 26ª Zona Eleitoral, no uso de suas atribuições
legais,
TORNA PÚBLICO que foi apresentada a prestação de contas de campanha das Eleições Gerais de 2018 – 1º Turno, do Partido Socialista
Brasileiro - PSB, a qual se encontra disponível no Cartório deste Juízo, com a finalidade de qualquer interessado, agremiação político-
partidária, candidato ou o Ministério Público Eleitoral impugná-la, caso queiram, no prazo de 03 (três) dias (art. 59, Res. TSE nº 23.553/2017),
a contar da data da publicação deste Edital.
E, para que chegue ao conhecimento de todos, manda a Excelentíssima Senhora Juíza Eleitoral publicar este instrumento editalício no local
de costume e no Diário da Justiça Eleitoral.
Dado e passado em Ilhéus - BA, aos seis dias do mês de dezembro do ano 2018. Eu, Ariston Augusto da Silveira, Chefe de Cartório, digitei, e
subscreve Sua Excelência a Senhora Juíza Eleitoral.
SANDRA MAGALI BRITO SILVA MENDONÇA
Juíza Eleitoral

029ª Zona Eleitoral - IBICARAÍ

Editais

Autos nº. 130-26.2018.6.05.0029


Edital nº 42/2018

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 25

O Excelentíssimo Doutor Alex Venícius Campos Miranda, Juiz Eleitoral da 29ª Zona Eleitoral, Município de Ibicaraí-BA, no uso de suas
atribuições legais,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foram apresentadas as Prestações de Contas de
Campanha Eleitoral, referente às Eleições de 2018 do partido abaixo descrito, às quais se encontram disponíveis para que qualquer
interessado, partido político, candidato ou Ministério Público Eleitoral possa impugnar no prazo de 03 dias (art. 59, Res. TSE nº. 23.553/2017),
a contar da publicação deste Edital:

PARTIDO CIDADE RESPONSÁVEL(IS)


Partido Verde - PV Ibicaraí Carlos Durval Fraga de Coni e Moura; Geraldo Augusto de Coni e Moura

E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Ibicaraí-BA, em 06 (seis) de dezembro de 2018. Eu, ______________, Valdenízia Souza
Santos, Analista Judiciário, digitei o presente, que vai assinado pelo Juiz Eleitoral.

Sentenças

AUTOS Nº. 116-42.2018.6.05.0029


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS – EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
INTERESSADA: COMISSÃO PROVISÓRIA MUNICIPAL DO PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO – PTC
ABRANGÊNCIA MUNICIPAL: SANTA CRUZ DA VITÓRIA/BA
RESPONSÁVEIS: ERIVALDO PEREIRA ARAÚJO E ENEAS FABIANO DE SOUZA
ADVOGADO(A): DR. JAILTON PEREIRA DIAS – OAB/BA 11.900
SENTENÇA
Trata-se de prestação de contas anual partidária, referente ao exercício de 2017, apresentada pela COMISSÃO PROVISÓRIA MUNICIPAL
DO PARTIDO TRABALHISTA CRISTÃO – PTC, município de Santa Cruz da Vitória/BA, consoante autoriza o § 4º do art. 32 da Lei n.
9.096/95.
O Edital 28/2018 (fl. 07) foi publicado no Mural do Cartório e no Diário da Justiça Eletrônico – DJE, com o fito de divulgar as informações
prestadas pelo partido político, transcorrendo “in albis” o prazo para impugnação das contas pelos interessados, conforme certidão de fl. 08.
Procedida às verificações de praxe (fls. 09/09-v), a analista de contas manifestou-se favoravelmente, sugerindo o arquivamento da declaração
apresentada, considerando prestadas e aprovadas as contas do órgão diretivo municipal (fl. 10).
Instado a se manifestar, o representante do Ministério Público Eleitoral foi pela regularidade e aprovação das contas (fl.11).
É o breve relato. Decido.
A legislação eleitoral dispõe ser obrigação dos partidos políticos a manutenção de escrituração contábil e a prestação de contas à Justiça
Eleitoral, inclusive a prestação anual, a qual deve ser apresentada até o dia 30 de abril do ano subsequente ao exercício findo.
Segundo informações trazidas aos autos, notadamente a declaração de que trata o §4º do artigo 32 da Lei n. 9.096/95, o partido supracitado
não teve movimentação de recursos financeiros.
Conforme demonstrado nos pareceres da análise técnica e do Ministério Público Eleitoral, a declaração apresentada pela agremiação
partidária atendeu satisfatória e substancialmente o que exige o § 3º do art. 28 da Resolução TSE n. 23.546/2017.
Ante o exposto, com fulcro no artigo 45, VIII, a, da Resolução TSE n. 23.546/2017, determino o arquivamento da declaração apresentada pela
Comissão Provisória do Partido Trabalhista Cristão – PTC, considerando, para todos os efeitos, como prestadas e aprovadas as respectivas
contas.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Com o trânsito em julgado, proceda-se à anotação no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO, conforme determina
o artigo 60, § 5º, da Resolução TSE n. 23.464/2015.
Após, arquivem-se os presentes autos com as baixas necessárias.
Ibicaraí/BA, 06 de dezembro de 2018.
Alex Venícius Campos Miranda
Juiz Eleitoral

AUTOS Nº. 114-72.2018.6.05.0029


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS – EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
INTERESSADA: COMISSÃO PROVISÓRIA MUNICIPAL DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO – PSB
ABRANGÊNCIA MUNICIPAL: SANTA CRUZ DA VITÓRIA/BA

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 26

RESPONSÁVEIS: JOSÉ ANTÔNIO RODRIGUES SOUSA E EDELVITO JOSÉ GUIMARÃES SANTOS


ADVOGADO(A): DR. JAILTON PEREIRA DIAS – OAB/BA 11.900
SENTENÇA
Trata-se de prestação de contas anual partidária, referente ao exercício de 2017, apresentada pela COMISSÃO PROVISÓRIA MUNICIPAL
DO PARTIDO SOCIALISTA BRASILEIRO – PSB, município de Santa Cruz da Vitória/BA, consoante autoriza o § 4º do art. 32 da Lei n.
9.096/95.
O Edital 26/2018 (fl. 06) foi publicado no Mural do Cartório e no Diário da Justiça Eletrônico – DJE, com o fito de divulgar as informações
prestadas pelo partido político, transcorrendo “in albis” o prazo para impugnação das contas pelos interessados, conforme certidão de fl. 07.
Procedida às verificações de praxe (fls. 08/08-v), a analista de contas manifestou-se favoravelmente, sugerindo o arquivamento da declaração
apresentada, considerando prestadas e aprovadas as contas do órgão diretivo municipal (fl. 09).
Instado a se manifestar, o representante do Ministério Público Eleitoral foi pela regularidade e aprovação das contas (fl.10).
É o breve relato. Decido.
A legislação eleitoral dispõe ser obrigação dos partidos políticos a manutenção de escrituração contábil e a prestação de contas à Justiça
Eleitoral, inclusive a prestação anual, a qual deve ser apresentada até o dia 30 de abril do ano subsequente ao exercício findo.
Segundo informações trazidas aos autos, notadamente a declaração de que trata o §4º do artigo 32 da Lei n. 9.096/95, o partido supracitado
não teve movimentação de recursos financeiros.
Conforme demonstrado nos pareceres da análise técnica e do Ministério Público Eleitoral, a declaração apresentada pela agremiação
partidária atendeu satisfatória e substancialmente o que exige o § 3º do art. 28 da Resolução TSE n. 23.546/2017.
Ante o exposto, com fulcro no artigo 45, VIII, a, da Resolução TSE n. 23.546/2017, determino o arquivamento da declaração apresentada pela
Comissão Provisória do Partido Socialista Brasileiro – PSB, considerando, para todos os efeitos, como prestadas e aprovadas as respectivas
contas.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Com o trânsito em julgado, proceda-se à anotação no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO, conforme determina
o artigo 60, § 5º, da Resolução TSE n. 23.464/2015.
Após, arquivem-se os presentes autos com as baixas necessárias.
Ibicaraí/BA, 06 de dezembro de 2018.
Alex Venícius Campos Miranda
Juiz Eleitoral
AUTOS Nº. 119-94.2018.6.05.0029
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS – EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
INTERESSADA: COMISSÃO PROVISÓRIA MUNICIPAL DO PATRIOTA – PATRI
ABRANGÊNCIA MUNICIPAL: IBICARAÍ
RESPONSÁVEIS: LEONARDO FIRMO DE CARVALHO CÉO; MADJA JOINE GOMES VIEIRA
SENTENÇA
Trata-se de processo de prestação de contas anual, instaurado de ofício por este juízo eleitoral e em face do PATRIOTA – PATRI, no
município de Ibicaraí/BA, visto que a referida agremiação partidária deixou de apresentar as contas concernentes ao exercício financeiro de
2017.
À fl. 02 consta notificação à Comissão Provisória Municipal omissa, na pessoa do atual presidente e do tesoureiro, para que suprissem a
omissão no prazo de 72 (setenta e duas) horas, a contar do recebimento, verificado em 19/09/2018.
À fl. 01, o Cartório informou a este juízo eleitoral que o prazo para apresentação das contas partidárias transcorreu “in albis”, razão pela qual
foi determinada a suspensão automática do repasse das cotas do Fundo Partidário ao partido omisso, sendo expedida comunicação à Direção
Partidária Nacional e à Estadual (fls.04).
Às fls. 05/05-v, consta certidão do Cartório Eleitoral, declinando ausência de extratos bancários, bem como a ausência de informações acerca
de emissão de recibos de doação e de registros de repasse/distribuição de recursos do Fundo Partidário ao órgão partidário municipal.
Após, deu-se vista, mediante carga dos autos, ao presentante do MPE, o qual se manifestou (fls.07/08) pelo reconhecimento judicial de
contas não prestadas.
É o relatório. Passo a decidir.
O art. 32, da Lei nº 9.096/95 prevê que os Partidos políticos ficam obrigados a enviar à Justiça Eleitoral, até o dia 30 de abril do ano
subsequente, a Prestação de Contas Anual. Não obstante, o PATRI não apresentou as contas do exercício financeiro de 2017, mesmo tendo
sido notificado para tal fim, consoante o trâmite descrito no art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
A inadimplência do Partido sub judice constitui situação irregular com a Justiça Eleitoral, devendo ser submetido às penalidades previstas no
art. 37-A, da Lei nº 9.096/95 e art. 46, IV, “a”, da Resolução TSE nº. 23.546/2017.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 27

Pelo exposto, nos termos dos arts. 32 e 37-A, da Lei nº 9096/95 e do art. 48, caput, da Resolução nº 23.546/2017, JULGO NÃO PRESTADAS
as contas do PATRIOTA – PATRI, referentes ao exercício financeiro de 2017, aplicando-lhes a sanção de suspensão imediata, com perda, de
novas cotas do Fundo Partidário, pelo prazo em que o Partido permanecer omisso, ficando, ainda, o Órgão Partidário obrigado a devolver
integralmente todos os recurso provenientes do Fundo Partidário que lhe forem entregues, distribuídos ou repassados.
Determino, ainda, a suspensão do registro ou da anotação do órgão de direção municipal do PATRIOTA – PATRI, Ibicaraí/BA, até que seja
regularizada a situação, na forma do art. 42 da Res. TSE 23.546/2017.
Comuniquem-se o Diretório Nacional e Regional do Partido em tela, para que suspendam eventual repasse de cotas do Fundo Partidário à
respectiva Comissão Provisória Municipal, enquanto não for regularizada a situação do partido político na esfera local, conforme o art. 48,
caput, da Resolução nº 23.546/2017.
Por fim, informe-se o TSE e o TRE do teor da Sentença, mediante registro do comando sentencial no Sistema de Informações de Contas
Eleitorais e Partidárias (SICO), para os fins legais.
P.R.I. Arquivando-se oportunamente.
Ibicaraí/BA, 06 de dezembro de 2018.
Alex Venícius Campos Miranda
Juiz Eleitoral
AUTOS Nº. 118-12.2018.6.05.0029
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
INTERESSADA: COMISSÃO PROVISÓRIA MUNICIPAL DO PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL - PCdoB
ABRANGÊNCIA MUNICIPAL: IBICARAÍ
RESPONSÁVEIS: JESSEONE SANTOS CARVALHO; ALEXSON PEREIRA SILVA
SENTENÇA
Trata-se de processo de prestação de contas anual, instaurado de ofício por este juízo eleitoral e em face do Partido Comunista do Brasil
PCdoB, no município de Ibicaraí/BA, visto que a referida agremiação partidária deixou de apresentar as contas concernentes ao exercício
financeiro de 2017.
À fl. 01, o Cartório informou a este juízo eleitoral que o prazo para apresentação das contas partidárias transcorreu "in albis", razão pela qual
foi determinada a suspensão automática do repasse das cotas do Fundo Partidário ao partido omisso, sendo expedida comunicação à Direção
Partidária Nacional e à Estadual (fls.04).
Às fls. 02/03 consta notificação, com o respectivo Aviso de Recebimento - AR cumprido, ao Diretório Estadual do PCdoB para suprimento da
omissão do partido, não vigente, no prazo de 72 (setenta e duas) horas, a contar do recebimento, verificado em 11/06/2018.
Verifica-se às fls. 04/07, ainda, a intimação dos responsáveis (presidente e tesoureiro) pela Comissão Provisória Municipal no exercício de
2017 (até 01/04/2017), dando-lhes ciência quanto à ausência de prestação de contas anual e das conseqüências advindas da referida
omissão.
Em cumprimento à determinação judicial, procedeu-se à comunicação de suspensão do repasse das cotas do Fundo Partidário aos órgãos de
Direção Estadual e Nacional do PCdoB (fls. 10/11).
Às fls. 12/12-v, consta certidão do Cartório Eleitoral, declinando ausência de extratos bancários, bem como a ausência de informações acerca
de emissão de recibos de doação e de registros de repasse/distribuição de recursos do Fundo Partidário ao órgão partidário municipal.
Após, deu-se vista, mediante carga dos autos, ao presentante do MPE, o qual se manifestou (fls.14/15) pelo reconhecimento judicial de
contas não prestadas.
É o relatório. Passo a decidir.
O art. 32, da Lei nº 9.096/95 prevê que os Partidos políticos ficam obrigados a enviar à Justiça Eleitoral, até o dia 30 de abril do ano
subsequente, a Prestação de Contas Anual. Não obstante, o PCdoB não apresentou as contas do exercício financeiro de 2017, mesmo tendo
sido notificado para tal fim, consoante o trâmite descrito no art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
A inadimplência do Partido sub judice constitui situação irregular com a Justiça Eleitoral, devendo ser submetido às penalidades previstas no
art. 37-A, da Lei nº 9.096/95 e art. 46, IV, "a", da Resolução TSE nº. 23.546/2017.
Pelo exposto, nos termos dos arts. 32 e 37-A, da Lei nº 9096/95 e do art. 48, caput, da Resolução nº 23.546/2017, JULGO NÃO PRESTADAS
as contas do Partido Comunista do Brasil - PCdoB, referentes ao exercício financeiro de 2017, aplicando-lhes a sanção de suspensão
imediata, com perda, de novas cotas do Fundo Partidário, pelo prazo em que o Partido permanecer omisso, ficando, ainda, o Órgão Partidário
obrigado a devolver integralmente todos os recurso provenientes do Fundo Partidário que lhe forem entregues, distribuídos ou repassados.
Determino, ainda, a suspensão do registro ou da anotação do órgão de direção municipal do Partido Comunista do Brasil - PCdoB,
Ibicaraí/BA, até que seja regularizada a situação, na forma do art. 42 da Res. TSE 23.546/2017.
Comuniquem-se o Diretório Nacional e Regional do Partido em tela, para que suspendam eventual repasse de cotas do Fundo Partidário à
respectiva Comissão Provisória Municipal, enquanto não for regularizada a situação do partido político na esfera local, conforme o art. 48,
caput, da Resolução nº 23.546/2017.
Por fim, informe-se o TSE e o TRE do teor da Sentença, mediante registro do comando sentencial no Sistema de Informações de Contas
Eleitorais e Partidárias (SICO), para os fins legais.
P.R.I. Arquivando-se oportunamente.
Ibicaraí/BA, 06 de dezembro de 2018.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 28

Alex Venícius Campos Miranda


Juiz Eleitoral

037ª Zona Eleitoral - MARACÁS

Editais

EDITAL Nº 055/2018
De ordem do Excelentíssimo Doutor JÚLIO GONÇALVES DA SILVA JÚNIOR, Juiz da 37ª Zona Eleitoral, Município de Maracás, a Chefe do
Cartório em Substituição, no uso de suas atribuições legais,
FAZ SABER, a todos quanto o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, que o expeço, com a finalidade de ABERTURA DE VISTA
ao Partido Progressista do município Itiruçu/BA para que, no prazo de 03 (três) dias, se manifeste sobre as informações e documentos
apresentados no processo de PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL PARTIDÁRIA – EXERCÍCIO FINANCEIRO DE 2017, em cumprimento ao
disposto na Res. TSE n. 23.546/2017, art. 30, inciso IV, alínea 'e'.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o(a) Excelentíssimo(a) Juiz(a) expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de
Justiça Eletrônico. Dado e passado neste município de Maracás-BA, em 06 de dezembro de 2018.
INGRID BISPO DOS SANTOS
Chefe de Cartório em Substituição

Edital nº 056/2018
O Excelentíssimo Doutor JÚLIO GONÇALVES DA SILVA JÚNIOR, Juiz Eleitoral da 37ª Zona Eleitoral, Município de Maracás-BA, no uso de
suas atribuições legais, FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação
de Contas da Campanha Eleitoral referente às Eleições 2018 do Partido Comunista do Brasil – PCdoB, do município Planaltino/BA, a qual se
encontra disponível para que qualquer interessado, partido político, candidato ou o Ministério Público Eleitoral possa impugnar no prazo de 03
(três) dias (art. 59, Res. TSE nº23.553/2017), a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Maracás-BA, em 06 de dezembro de 2018.
Eu, Ingrid Bispo dos Santos, Técnica Judiciária, digitei o presente, que vai assinado pelo Juiz Eleitoral.
JÚLIO GONÇALVES DA SILVA JÚNIOR
Juiz Eleitoral

042ª Zona Eleitoral - ITABERABA

Intimações

DECISÃO_DILIGÊNCIA FINAIS_AIJES
Processos: AIJES n.º 643-23.2016.6.05.0042 e 644-08.2016.6.05.0042
Investigante (ambos os processos): MINISTÉRIO PÚBLICO ELEITORAL
Investigados (proc. n° 643-23.2016.6.05.0042): RICARDO DOS ANJOS MASCARENHAS, MARIA JOSÉ SANTOS NOVAIS, JOÃO ALMEIDA
MASCARENHAS FILHO, MAIRA RODRIGUES SILVA MASCARENHAS e MARIGILSA ALMEIDA MASCARENHAS
Advogados dos investigados (proc. n° 643-23.2016.6.05.0042): Vagner Bispo da Cunha (OAB/BA n° 16.378); ANDRÉ REQUIÃO MOURA
(OAB/BA n° 24.448); Sávio Mahmed (OAB/BA n° 22274); GUSTAVO MAZZEI PEREIRA (OAB/BA n° 17.397) e ADEMIR ISMERIM MEDINA
(OAB n° 7.829)
Investigados (proc. n° 644-08.2016.6.05.0042): VATEMIR SILVA SENA e MAIRA RODRIGUES SILVA MASCARENHAS
Advogados dos investigados (proc. n° 644-08.2016.6.05.0042): Sávio Mahmed (OAB/BA n° 22274) e ADEMIR ISMERIM (OAB/BA n° 7.829)
DECISÃO
1- Tratam-se de duas ações de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) conexas, ambas ajuizadas pelo Ministério Público Eleitoral.
2- Encerrada a fase de produção de prova oral, as partes presentes na última assentada de instrução, formularam diligências
complementares, as quais passo a decidir:

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 29

2.1- Diligência final do Investigante:


2.1.1- Indefiro a oitiva de testemunhas referidas LUCIDALVA COSTA DA SILVA e CINDI GOMES SENA SANTOS CORREIA, tendo em vista
que testemunha referida é aquele sobre fatos que vem à baila, mas desconhecidos do autor, quando da interposição da ação, somente
tomando conhecimento após relatos de testemunhas outras em audiência de instrução. Assim nos ensina a doutrina, in vebis: “Além das
testemunhas arroladas no devido tempo, poderão ser ouvidas, também, as testemunhas referidas, ou seja, mencionadas nas declarações das
partes e de outras testemunhas que tenham conhecimento de fatos relevantes ainda não totalmente esclarecidos.” (FILHO, Vicente Greco.
Direito Processual Civil Brasileiro. 2º volume. 16ª edição. Editora Saraiva. 2003. Fls. 223. – grifo nosso). Sendo assim, não pode ser
considerada testemunha referida àquela que já foi citada nas mídias (já periciadas, inclusive, por peritos deste Juizo), acostadas pelo MPE, e
por ele próprio gravado na fase pre processual, e não arrolada tempestivamente pelo autor, sendo o caso desses autos.
3.1- Diligências finais dos Investigados Presentes à última assentada:
3.1.1- Defiro a cessação do SIGILO deste feito, tendo em vista o encerramento das provas já produzidas. Por consequência, defiro a extração
de cópia do depoimento da testemunha ANTONIO CALDAS MELO, prestado nos autos nº 1-16.2017.6.05.042 para ser acostado nesses
autos, apenas e tão somente para verificação de possível competimento de crime de falso testemunho e não como prova emprestada.
Ademais, é cediço que cometimento de crime de falso testemunho será apreciado por este juízo quando da prolatação da sentença, ocasião
em que fará a valoração das provas produzidas nestes autos.
3.1.2- Por fim, em cumprimento ao Mandado de Segurança impetrado e decido em definitivo pelo TRE, extraiam dos autos o termo de
depoimento da investigada MAÍRA RODRIGUES SILVA MASCARENHAS, nº 643-23.2016.6.005.0042, devendo ser arquivado em pasta
própria do cartório, e, em ato continuo, o cartório deverá promover a numeração dos autos, tudo devidamente certificado.
4- Intimações e expedientes necessários.
5- Em seguida, intimem-se as partes, MPE e investigados, esses por seus patronos, para, na forma acordada no termo de audiência de fls.
586, apresentarem no prazo comum de 15 dias alegações finais, cujo prazo iniciará em 21/01/2019.
6- Em seguida, conclusos para sentença única nos feitos conexos.
Itaberaba, 06 de dezembro de 2018
Renata Furtado Foligno
Juíza Eleitoral

049ª Zona Eleitoral - RIO REAL

Editais

51_2018
EDITAL N° 51/2018
DE ORDEM do Excelentíssimo Senhor Doutor JOSEMAR DIAS CERQUEIRA, Juiz Eleitoral desta 49ª Zona, com sede em Rio Real, Bahia, no
uso de suas atribuições, e na forma da lei,
TORNO PÚBLICO a todos que deste edital tomarem conhecimento, em especial, aos Partidos Políticos, que foram deferidos os
requerimentos de inscrição e transferência de domicílio eleitoral de título de eleitor, que constam dos lotes de RAE nº 15, 16, 17, 18, 19, 20,
21, 22, 23 e 24/2018, conforme listagem disponível no Cartório Eleitoral para consulta, ficando declinado o prazo de dez (10) dias para
Recurso, nos termos do art. 7º, da Lei 6.996/82 e art. 18, § 5º, da Resolução do TSE nº 21.538/2003.
E com escopo de tornar público os procedimentos ora em comento, realizados por este Cartório, mandou expedir o presente Edital, o qual
será assinado e publicado no Mural do Cartório Eleitoral da 49ª Zona/Ba.
Dado e passado no Cartório Eleitoral da 49ª Zona, aos seis dias do mês de dezembro do ano de 2018 (dois mil e dezoito). Eu, _________
Aslan Oliveira, Analista Judiciário, Chefe de Cartório, assino

Intimações

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018


PROCESSO Nº 92-51.2018.6.05.0049
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018 PSOL
ORIGEM: RIO REAL-BA
JUIZ ELEITORAL: JOSEMAR DIAS CERQUEIRA
PROMOVENTES: PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE - PSOL, MARIVALDO ALVES DE MACEDO JÚNIOR - PRESIDENTE , ARLETE
VALDICE DOS SANTOS - TESOUREIRA

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 30

Advogado dos PROMOVENTES: MARIVALDO ALVES DE MACEDO JÚNIOR - BA 25891


INTIMAÇÃO:
DE ORDEM do Excelentíssimo Senhor Doutor Josemar Dias Cerqueira, Juiz desta 49ª Zona, e nos termos do Provimento nº 02/2012/CRE-
BA, INTIMO os promoventes para que, no prazo improrrogável de 3 (três) dias, procedam prestação das contas do partido, nos termos dos
arts. 57 e 58 da Res. 23.553/2018, sob pena de serem julgadas não prestadas, nos termos do §6° do referido art. 58.
Rio Real, 06/12/2018
Aslan José Rios de Oliveira
Analista Judiciário
Chefe de Cartório da 49ª Zona

050ª Zona Eleitoral - MONTE SANTO

Editais

EDITAL DE IMPUGNAÇÃO - PRESTAÇÃO DE CONTAS ELEITORAIS - 2018


Edital n.º 069/2018
De ordem da EXCELENTÍSSIMA DOUTORA SIRLEI CAROLINE ALVES SANTOS, Juíza Eleitoral desta 50ª Zona, Município de Monte Santo -
BA, no uso de suas atribuições legais,
FAÇO SABER, a todos que o presente Edital virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas da
Campanha Eleitoral, referente às Eleições 2018 dos partidos listados abaixo, dos municípios de MONTE SANTO -BA e CANSANÇÃO-BA:
1 - PC - 125-38.2018.6.05.0050 – PARTIDO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO - MDB - CANSANÇÃO -BA
2 - PC - 117-61.2018.6.05.0050 – PARTIDO DA REPÚBLICA - PR - MONTE SANTO -BA
3- PC - 138-37.2018.6.05.0050 – PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL - PCdoB - MONTE SANTO -BA
4- PC - 124-53.2018.6.05.0050 – PARTIDO PODEMOS - PODE - CANSANÇÃO -BA
Os respectivos autos estarão disponíveis em cartório para que qualquer interessado, partido político, candidato ou o Ministério Público
Eleitoral possa(m) impugnar no prazo de 03 (três) dias (art. 59, Res. TSE nº 23.533/2017), a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou a Excelentíssima Juíza expedir o presente Edital e publicar no Diário Eletrônico da
Justiça Eleitoral, por uma única vez, e no local de costume, pelo prazo de 03 (três) dias.
Dado e passado neste município de Monte Santo/BA, aos 03 (três) dias do mês de dezembro de 2018. Eu, _____________________, Livia
Maria Passos Lobo, Chefe de Cartório, preparei e assino o presente Edital.
Livia Maria Passos Lobo
Chefe de Cartório da 50ª Zona Eleitoral

Edital n.º 070/2018


De ordem da EXCELENTÍSSIMA DOUTORA SIRLEI CAROLINE ALVES SANTOS, Juíza Eleitoral desta 50ª Zona, Município de Monte Santo -
BA, no uso de suas atribuições legais,
FAÇO SABER, a todos que o presente Edital virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas da
Campanha Eleitoral, referente às Eleições 2018 dos partidos listados abaixo, do município de MONTE SANTO -BA:
1 - PC - 111-54.2018.6.05.0050 – PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE - PSOL - MONTE SANTO -BA
2 - PC - 119-31.2018.6.05.0050 – PARTIDO PROGRESSISTA - PP - MONTE SANTO -BA
3 - PC - 112-39.2018.6.05.0050 – PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO - PTB - MONTE SANTO -BA
4 - PC - 110-69.2018.6.05.0050 – PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD - MONTE SANTO -BA
Os respectivos autos estarão disponíveis em cartório para que qualquer interessado, partido político, candidato ou o Ministério Público
Eleitoral possa(m) impugnar no prazo de 03 (três) dias (art. 59, Res. TSE nº 23.533/2017), a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou a Excelentíssima Juíza expedir o presente Edital e publicar no Diário Eletrônico da
Justiça Eleitoral, por uma única vez, e no local de costume, pelo prazo de 03 (três) dias.
Dado e passado neste município de Monte Santo/BA, aos 06 (seis) dias do mês de dezembro de 2018. Eu, _____________________, Livia
Maria Passos Lobo, Chefe de Cartório, preparei e assino o presente Edital.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 31

Livia Maria Passos Lobo


Chefe de Cartório da 50ª Zona Eleitoral

051ª Zona Eleitoral - JEREMOABO

Editais

E D I T A L Nº 196/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA Nº 102-89.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
PARTIDO: PROS
MUNICÍPIO: PEDRO ALEXANDRE
PRESIDENTE: NOE GOMES DE SOUZA
TESOUREIRO: JOÃO PAULO AMARAL GOMES
E D I T A L Nº 196/2018
DE ORDEM do Exmo. Doutor LEANDRO FERREIRA DE MORAES, Juiz Eleitoral Substituto da 051ª Zona, Comarca de Jeremoabo, do
Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais.
FAÇO SABER a todos quanto o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que o expeço, com a finalidade de CITAR o
TESOUREIRO do Partido Republicano da Ordem Social - PROS do Município de Pedro Alexandre, o Sr(a). JOÃO PAULO AMARAL GOMES,
não encontrado(a) no endereço informado no Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias - SGIP, para que apresente contas
partidárias de campanha Eleições Gerais 2018, no prazo de 03 (três) dias, sob pena de serem julgadas não prestadas as contas e aplicadas
as sanções cabíveis, nos termos do Art. 52, §º6, IV da Resolução TSE 23.553/2017 da Resolução 23.464/2015.
E, para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o M. M. Juiz Eleitoral que fosse baixado o presente EDITAL, que vai publicado na
forma da Lei no local de costume e no DJE.
Dado e passado nesta cidade de Jeremoabo/BA, aos 05 (cinco) dias do mês de dezembro do ano de 2018. Eu, ____________, Adriano Bispo
de Andrade, Chefe de Cartório Substituto, digitei e subscrevi.
Adriano Bispo de Andrade
Chefe de Cartório Substituto
E D I T A L Nº 195/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA Nº 102-89.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
PARTIDO: PROS
MUNICÍPIO: PEDRO ALEXANDRE
PRESIDENTE: NOE GOMES DE SOUZA
TESOUREIRO: JOÃO PAULO AMARAL GOMES
E D I T A L Nº 195/2018
DE ORDEM do Exmo. Doutor LEANDRO FERREIRA DE MORAES, Juiz Eleitoral Substituto da 051ª Zona, Comarca de Jeremoabo, do
Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais.
FAÇO SABER a todos quanto o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que o expeço, com a finalidade de CITAR o
PRESIDENTE do Partido Republicano da Ordem Social - PROS do Município de Pedro Alexandre, o Sr(a). NOE GOMES DE SOUZA FILHO,
não encontrado(a) no endereço informado no Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias - SGIP, para que apresente contas
partidárias de campanha Eleições Gerais 2018, no prazo de 03 (três) dias, sob pena de serem julgadas não prestadas as contas e aplicadas
as sanções cabíveis, nos termos do Art. 52, §º6, IV da Resolução TSE 23.553/2017 da Resolução 23.464/2015.
E, para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o M. M. Juiz Eleitoral que fosse baixado o presente EDITAL, que vai publicado na
forma da Lei no local de costume e no DJE.
Dado e passado nesta cidade de Jeremoabo/BA, aos 05 (cinco) dias do mês de dezembro do ano de 2018. Eu, ____________, Adriano Bispo
de Andrade, Chefe de Cartório Substituto, digitei e subscrevi.
Adriano Bispo de Andrade
Chefe de Cartório Substituto
E D I T A L Nº 194/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA Nº 102-89.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
PARTIDO: PROS

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 32

MUNICÍPIO: PEDRO ALEXANDRE


PRESIDENTE: NOE GOMES DE SOUZA
TESOUREIRO: JOÃO PAULO AMARAL GOMES
E D I T A L Nº 194/2018
DE ORDEM do Exmo. Doutor LEANDRO FERREIRA DE MORAES, Juiz Eleitoral Substituto da 051ª Zona, Comarca de Jeremoabo, do
Estado da Bahia, no uso de suas atribuições legais.
FAÇO SABER a todos quanto o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem que o expeço, com a finalidade de CITAR o órgão
partidário do Partido Republicano da Ordem Social - PROS - Município de Pedro Alexandre na figura do seu presidente o Sr(a). NOE
GOMES DE SOUZA FILHO, não encontrado(a) no endereço informado no Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias - SGIP,
para que apresente contas partidárias de campanha Eleições Gerais 2018, no prazo de 03 (três) dias, sob pena de serem julgadas não
prestadas as contas e aplicadas as sanções cabíveis, nos termos do Art. 52, §º6, IV da Resolução TSE 23.553/2017 da Resolução
23.464/2015.
E, para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o M. M. Juiz Eleitoral que fosse baixado o presente EDITAL, que vai publicado na
forma da Lei no local de costume e no DJE.
Dado e passado nesta cidade de Jeremoabo/BA, aos 05 (cinco) dias do mês de dezembro do ano de 2018. Eu, ____________, Adriano Bispo
de Andrade, Chefe de Cartório Substituto, digitei e subscrevi.
Adriano Bispo de Andrade
Chefe de Cartório Substituto

Despachos

DESPACHO
PA Nº 120-13.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
CLASSE: COMPOSIÇÃO DE MESA RECEPTORA
ASSUNTO: MESÁRIO FALTOSO
INTERESSADO: MARIA EDILAINE BATISTA DOS SANTOS
MUNICÍPIO: JEREMOABO
DESPACHO
Intime-se o mesário, por meio de oficial ad hoc, para apresentação de justificativa, no prazo de 03 (três) dias, sobre ausência ao pleito.
Após, vistas ao MPE.
Com a manifestação ministerial, tornem-me conclusos.
Jeremoabo/BA, 06 de dezembro de 2018.
Leandro Ferreira de Moraes
Juiz Eleitoral Substituto

DESPACHO
PA Nº 120-13.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
CLASSE: COMPOSIÇÃO DE MESA RECEPTORA
ASSUNTO: MESÁRIO FALTOSO
INTERESSADO: ROSIANE ANDRADE SANTANA
MUNICÍPIO: SÍTIO DO QUINTO
DESPACHO
Intime-se o mesário, por meio de oficial ad hoc, para apresentação de justificativa, no prazo de 03 (três) dias, sobre ausência ao pleito.
Após, vistas ao MPE.
Com a manifestação ministerial, tornem-me conclusos.
Jeremoabo/BA, 06 de dezembro de 2018.
Leandro Ferreira de Moraes
Juiz Eleitoral Substituto

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 33

DESPACHO
PA Nº 120-13.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
CLASSE: COMPOSIÇÃO DE MESA RECEPTORA
ASSUNTO: MESÁRIO FALTOSO
INTERESSADO: JUSSARA DOS SANTOS VIEIRA
MUNICÍPIO: SÍTIO DO QUINTO
DESPACHO
Intime-se o mesário, por meio de oficial ad hoc, para apresentação de justificativa, no prazo de 03 (três) dias, sobre ausência ao pleito.
Após, vistas ao MPE.
Com a manifestação ministerial, tornem-me conclusos.
Jeremoabo/BA, 06 de dezembro de 2018.
Leandro Ferreira de Moraes
Juiz Eleitoral Substituto

DESPACHO
PA Nº 106-29.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
CLASSE: COMPOSIÇÃO DE MESA RECEPTORA
ASSUNTO: MESÁRIO FALTOSO
INTERESSADO: BIANCA JESUS DA SILVA
MUNICÍPIO: JEREMOABO
DESPACHO
Intime-se o mesário, por meio de oficial ad hoc, para apresentação de justificativa, no prazo de 03 (três) dias, sobre ausência ao pleito.
Após, vistas ao MPE.
Com a manifestação ministerial, tornem-me conclusos.
Jeremoabo/BA, 06 de dezembro de 2018.
Leandro Ferreira de Moraes
Juiz Eleitoral Substituto

DESPACHO
PA Nº 104-59.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
CLASSE: COMPOSIÇÃO DE MESA RECEPTORA
ASSUNTO: MESÁRIO FALTOSO
INTERESSADO: CLODOALDO JOSE DOS SANTOS
MUNICÍPIO: PEDRO ALEXANDRE
DESPACHO
Intime-se o mesário, por meio de oficial ad hoc, para apresentação de justificativa, no prazo de 03 (três) dias, sobre ausência ao pleito.
Após, vistas ao MPE.
Com a manifestação ministerial, tornem-me conclusos.
Jeremoabo/BA, 06 de dezembro de 2018.
Leandro Ferreira de Moraes
Juiz Eleitoral Substituto

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 34

DESPACHO
PA Nº 107-14.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
CLASSE: COMPOSIÇÃO DE MESA RECEPTORA
ASSUNTO: MESÁRIO FALTOSO
INTERESSADO: SUANDE BARBOZA SIQUEIRA
MUNICÍPIO: JEREMOABO
DESPACHO
Intime-se o mesário, por meio de oficial ad hoc, para apresentação de justificativa, no prazo de 03 (três) dias, sobre ausência ao pleito.
Após, vistas ao MPE.
Com a manifestação ministerial, tornem-me conclusos.
Jeremoabo/BA, 06 de dezembro de 2018.
Leandro Ferreira de Moraes
Juiz Eleitoral Substituto

DESPACHO
PA Nº 103-74.2018.6.05.0051 ELEIÇÕES GERAIS 2018
CLASSE: COMPOSIÇÃO DE MESA RECEPTORA
ASSUNTO: MESÁRIO FALTOSO
INTERESSADO: MARIA JEANE FRANCA DE SOUZA
MUNICÍPIO: JEREMOABO
DESPACHO
Intime-se o mesário, por meio de oficial ad hoc, para apresentação de justificativa, no prazo de 03 (três) dias, sobre ausência ao pleito.
Após, vistas ao MPE.
Com a manifestação ministerial, tornem-me conclusos.
Jeremoabo/BA, 06 de dezembro de 2018.
Leandro Ferreira de Moraes
Juiz Eleitoral Substituto

055ª Zona Eleitoral - MORRO DO CHAPÉU

Despachos

Despacho - Arquivamento PC
Processo nº 566-72.2016.6.05.0055
Recorrente: Daniel Damasceno dos Santos
Advogado(s): Reinilton Zacarias de Souza (OAB/BA nº 40.087) e Nixon Duarte Muniz Ferreira Filho (OAB/BA nº 32.046)
Município: Mulungu do Morro-BA
DESPACHO
Tendo em vista certidão de fls. 167, arquivem-se os presentes autos.
Morro do Chapéu-BA, 04 de dezembro de 2018
Teomar Almeida de Oliveira
Juiz Eleitoral
Despacho AIJE - Pagamento honorários periciais
AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL
PROCESSO nº.: 459-28.2016.6.05.0055

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 35

ADVOGADO(S) REPRESENTANTE(S): Catiana Souza da Silva (OAB 29.273), Eder Carlos Alves dos Santos (OAB/BA 46.671), André
Requião Moura (OAB/BA 24.448)
ADVOGADO(S) REPRESENTADO(S): Sávio Mahmed (OAB 22.274), Frederico Matos (OAB/BA 20.450)
DESPACHO
Intimem-se as partes para efetuar o pagamento de 50% (cinquenta por cento) do valor restante dos honorários periciais.
Morro do Chapéu-BA, 06 de dezembro de 2018
Teomar Almeida de Oliveira
Juiz Eleitoral
Indicação de leiloeiro e juntada de certidões
Processo nº 411-11.2012.6.05.0055
Exequente: Procuradoria da Fazenda Nacional
Executado: Aliomar da Rocha Soares
Município: Morro do Chapéu-BA
DESPACHO
Rh.
Dê-se vista ao exequente para que indique leiloeiro público para a efetivação da alienação do imóvel rural, bem como providencie a juntada
das certidões atualizadas negativas ou positivas de débitos das fazendas federal, estadual e municipal.
Morro do Chapéu-BA, 05 de dezembro de 2018
Teomar Almeida de Oliveira
Juiz Eleitoral
[RETIFICAÇÃO] Despacho AIJE - Pagamento honorários periciais
AÇÃO DE INVESTIGAÇÃO JUDICIAL ELEITORAL
PROCESSO nº.: 459-28.2016.6.05.0055
ADVOGADO(S) REPRESENTANTE(S): Catiana Souza da Silva (OAB 29.273), Eder Carlos Alves dos Santos (OAB/BA 46.671), André
Requião Moura (OAB/BA 24.448)
ADVOGADO(S) REPRESENTADO(S): Sávio Mahmed (OAB 22.274), Frederico Matos (OAB/BA 20.450)
DESPACHO
Intimem-se as partes para efetuar, no prazo legal, o pagamento de 50% (cinquenta por cento) do valor restante dos honorários periciais.
Morro do Chapéu-BA, 06 de dezembro de 2018
Teomar Almeida de Oliveira
Juiz Eleitoral

Sentenças

Sentença - certidão de quitação por prazo indeterminado

PROCESSO nº 271-64.2018.6.05.0055
INTERESSADO(S): DAIANE CHAGAS DOS SANTOS
DECISÃO
Vistos, etc.
DAIANE CHAGAS DOS SANTOS requereu, através de sua representante legal TAÍS CHAGAS DOS SANTOS, a concessão da faculdade do
exercício do voto em virtude de problemas de saúde que tornam oneroso o exercício de suas obrigações eleitorais.
Foi autuado o presente feito com vistas à expedição de certidão eleitoral com prazo indeterminado e registro do ASE 396, motivo 4, para a
eleitora.
Nos autos constam o requerimento assinado pela representante da interessada, seguido de cópia dos documentos de identificação e do
relatório médico.
Foi comprovada a sua condição especial por meio do relatório médico acostado à fl. 13 dos autos. O espelho de consulta da eleitora, anexada
à fl. 17, dá conta da existência de registro eleitoral em nome da requerente junto ao Cadastro Nacional de Eleitores/Sistema ELO com a
situação de REGULAR.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 36

A anotação do código de ASE 396, motivo/forma 4, na inscrição da eleitora funciona para impedir o cancelamento da inscrição pelo não
comparecimento à revisão do eleitorado, conforme previsto no art. 3º, parágrafo único, da Resolução TSE n.º 23.440/2015.
Vieram-me os autos conclusos. Passo a decidir.
A requerente comprovou a sua condição especial, por meio do relatório médico acostado aos autos, o que impossibilita o exercício de suas
obrigações eleitorais.
Assim, nos termos do art. 2º da Resolução TSE n.º 21.920/2004, determino a anotação do ASE 396, motivo 4, no cadastro da eleitora e a
expedição de Certidão de Quitação Eleitoral com Prazo Indeterminado em favor da requerente.
Providências de praxe. Arquivem-se oportunamente.
Morro do Chapéu/BA, 06 de dezembro de 2018.
TEOMAR ALMEIDA DE OLIVEIRA
Juiz Eleitoral

060ª Zona Eleitoral - CONDEÚBA

Editais

PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2018


EDITAL Nº 108/2018
A Excelentíssima Doutora Adriana Pastorele da Silva Quirino Couto, Juíza da 60ª Zona Eleitoral, Município de Condeúba -BA, no uso de suas
atribuições legais,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas de Direção
Partidária de Campanha referente às Eleições Gerais de 2018:
Autos PARTIDO RESPONSÁVEIS MUNICÍPIO
80-04.2018.6.05.0060 PRB – Presidente: Jéssica Vieira da Silva Presidente Jânio
Partido Republicano Brasileiro Tesoureiro: Nildo Farias Mirante Quadros

A qual se encontra disponível para que qualquer interessado possa impugnar no prazo de 03 dias (Res. TSE nº 23.553/2017, art. 59), a contar
da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou a Excelentíssima Juíza expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Condeúba/BA, em 6 (seis) de dezembro de 2018. Eu, Lucimeire Paz de Andrade, Auxiliar de
Cartório, digitei o presente, que vai assinado pela Juíza Eleitoral.
Adriana Pastorele da Silva Quirino Couto
Juíza Eleitoral

Despachos

PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2018


Processo n.: 80-04.2018 – Prestação de Contas Partidária – Eleições Gerais 2018
Partido: PRB – Partido Republicano Brasileiro
Advogado: Dr Antônio César Gaspar Nonato Segundo – OAB/BA 27 625
Município: Presidente Jânio Quadros/BA
Vistos, etc.
Nos termos da Resolução do TSE, de n. 23.553/2017, art. 59, publique-se o Edital, para que, qualquer partido político, candidato ou
coligação, o Ministério Público, bem como qualquer outro interessado, possa impugná-las no prazo de 3 (três) dias,
Finda a dilação, ao cartório para análise técnica conforme prescreve o § 4º, art 59. Após, o que façam os autos com vista ao Ministério
Público para manifestação.
Condeúba, 6 de dezembro de 2018

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 37

Adriana Pastorele da Silva Quirino Couto


Juíza Eleitoral

061ª Zona Eleitoral - CORIBE

Editais

Edital nº 32/2018
De ordem do Excelentíssimo Doutor RICARDO COSTA E SILVA, Juiz Eleitoral da 61ª Zona Eleitoral, Município de Coribe/BA, em
conformidade com o Provimento nº 04/2015 da CRE/BA,
FAÇO SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas da
Campanha Eleitoral referente às Eleições 2018 do PARTIDO PROGRESSISTA (PP), do município Jaborandi/BA, a qual se encontra
disponível para que qualquer interessado, partido político, candidato ou o Ministério Público Eleitoral possa(m) impugnar no prazo de 03 (três)
dias (art. 59, Res. TSE nº 23.553/2017), a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Coribe/BA, em 06 de dezembro de 2018.
Eu, Andy Huang, Analista Judiciário, digitei o presente, que vai assinado por mim.
Andy Huang
Analista Judiciário

063ª Zona Eleitoral - CAETITÉ

Sentenças

Prestação de Contas Anual

PROCESSO N.º 23-74.2018.6.05.0063


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
PARTIDO: PARTIDO DA REPÚBLICA - PR
PRESIDENTE: VANDERLEY MARÇAL DE CARVALHO
TESOUREIRO: GEOVANI MARÇAL DE CARVALHO
MUNICÍPIO: LAGOA REAL
SENTENÇA
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO DA REPÚBLICA - PR do município de LAGOA REAL/BA,
referente ao exercício financeiro de 2017.
Dos autos, observa-se que o partido acima nominado, em descumprimento ao estabelecido no art. 28, caput, da Resolução TSE nº
23.464/2015, não apresentou suas contas ou declaração de ausência de movimentação financeira no prazo definido para tanto, ou seja, 30 de
abril de 2018.
Diante da inércia do interessado, o Cartório Eleitoral procedeu a sua regular intimação para apresentação das contas, tendo, entretanto,
corrido in albis o prazo de manifestação, conforme certidões, fls. 06 e 11.
Instado a se manifestar, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer opinando no sentido de que seja declarada a não prestação das contas
do partido e aplicado as sanções cabíveis.
É o relatório. Decido.
Por todo o exposto, julgo NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO DA REPÚBLICA - PR, com fulcro no art. 46, IV, alínea “a” da
Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução TSE nº 23.464/2015, DETERMINO ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO DA
REPÚBLICA - PR do Município de LAGOA REAL/BA até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42 da Resolução TSE nº
23.465/2015.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 38

Publique-se. Registre-se. Intimem-se.


Após o trânsito em julgado, registre-se no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO e, em seguida dê-se baixa e
arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Caetité, 06 de dezembro de 2018.
BEL. JOSÉ EDUARDO DAS NEVES BRITO
Juiz da 63ª Zona Eleitoral

PROCESSO N.º 22-89.2018.6.05.0063


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
PARTIDO: PARTIDO SOLIDARIEDADE - SD
PRESIDENTE: VALMIQUE ALVES RIBEIRO
TESOUREIRO: VALDETE ALVES RIBEIRO
MUNICÍPIO: CAETITÉ
SENTENÇA
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO SOLIDARIEDADE - SD do município de CAETITÉ/BA,
referente ao exercício financeiro de 2017.
Dos autos, observa-se que o partido acima nominado, em descumprimento ao estabelecido no art. 28, caput, da Resolução TSE nº
23.464/2015, não apresentou suas contas ou declaração de ausência de movimentação financeira no prazo definido para tanto, ou seja, 30 de
abril de 2018.
Diante da inércia do interessado, o Cartório Eleitoral procedeu a sua regular intimação para apresentação das contas, tendo, entretanto,
corrido in albis o prazo de manifestação, conforme certidões, fls. 06 e 11.
Instado a se manifestar, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer opinando no sentido de que seja declarada a não prestação das contas
do partido e aplicado as sanções cabíveis.
É o relatório. Decido.
Por todo o exposto, julgo NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO SOLIDARIEDADE - SD, com fulcro no art. 46, IV, alínea “a” da
Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução TSE nº 23.464/2015, DETERMINO ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO
SOLIDARIEDADE - SD do Município de CAETITÉ/BA até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42 da Resolução TSE nº
23.465/2015.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, registre-se no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO e, em seguida dê-se baixa e
arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Caetité, 06 de dezembro de 2018.
BEL. JOSÉ EDUARDO DAS NEVES BRITO
Juiz da 63ª Zona Eleitoral

PROCESSO N.º 26-29.2018.6.05.0063


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
PARTIDO: PARTIDO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO - MDB
PRESIDENTE: GILMAR TEIXEIRA DOS SANTOS
TESOUREIRO: ANA SOARES OLIVEIRA CARDOSO
MUNICÍPIO: LAGOA REAL
SENTENÇA
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO - MDB do
município de LAGOA REAL/BA, referente ao exercício financeiro de 2017.
Dos autos, observa-se que o partido acima nominado, em descumprimento ao estabelecido no art. 28, caput, da Resolução TSE nº
23.464/2015, não apresentou suas contas ou declaração de ausência de movimentação financeira no prazo definido para tanto, ou seja, 30 de
abril de 2018.
Diante da inércia do interessado, o Cartório Eleitoral procedeu a sua regular intimação para apresentação das contas, tendo, entretanto,
corrido in albis o prazo de manifestação, conforme certidões, fls. 06 e 11.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 39

Instado a se manifestar, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer opinando no sentido de que seja declarada a não prestação das contas
do partido e aplicado as sanções cabíveis.
É o relatório. Decido.
Por todo o exposto, julgo NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO - MDB, com fulcro no
art. 46, IV, alínea “a” da Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução TSE nº 23.464/2015, DETERMINO ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO
MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO - MDB do Município de LAGOA REAL/BA até que haja regularização das contas, nos termos do
art. 42 da Resolução TSE nº 23.465/2015.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, registre-se no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO e, em seguida dê-se baixa e
arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Caetité, 06 de dezembro de 2018.
BEL. JOSÉ EDUARDO DAS NEVES BRITO
Juiz da 63ª Zona Eleitoral

PROCESSO N.º 8-42.2017.6.05.0063


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2015
PARTIDO: PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL - PCdoB
PRESIDENTE: JOSÉ ANSELMO DE FREITAS JÚNIOR
TESOUREIRO: LUTIMAR RISÉRIO NEIVA
MUNICÍPIO: LAGOA REAL
SENTENÇA
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL - PCdoB do município de
LAGOA REAL/BA, referente ao exercício financeiro de 2015.
Dos autos, observa-se que o partido acima nominado, em descumprimento ao estabelecido no art. 28, caput, da Resolução TSE nº
23.432/2014, não apresentou suas contas ou declaração de ausência de movimentação financeira no prazo definido para tanto, ou seja, 30 de
abril de 2016.
Diante da inércia do interessado, o Cartório Eleitoral procedeu a sua regular intimação para apresentação das contas, tendo, entretanto,
corrido in albis o prazo de manifestação, conforme certidões, fls. 05 e 11.
Instado a se manifestar, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer opinando no sentido de que seja declarada a não prestação das contas
do partido e aplicado as sanções cabíveis.
É o relatório. Decido.
Por todo o exposto, julgo NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL - PCdoB, com fulcro no art. 45, V, alínea
“a” da Resolução 23.432/2014 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução TSE nº 23.464/2015, DETERMINO ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO
COMUNISTA DO BRASIL - PCdoB do Município de LAGOA REAL/BA até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42 da
Resolução TSE nº 23.465/2015.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, registre-se no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO e, em seguida dê-se baixa e
arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Caetité, 06 de dezembro de 2018.
BEL. JOSÉ EDUARDO DAS NEVES BRITO
Juiz da 63ª Zona Eleitoral

PROCESSO N.º 25-44.2018.6.05.0063


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
PARTIDO: PARTIDO PROGRESSISTA - PP
PRESIDENTE: ANTÔNIO LAURENÇO DOS SANTOS
TESOUREIRO: EVA DONIZETE DOURADO
MUNICÍPIO: LAGOA REAL

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 40

SENTENÇA
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO PROGRESSISTA - PP do município de LAGOA REAL/BA,
referente ao exercício financeiro de 2017.
Dos autos, observa-se que o partido acima nominado, em descumprimento ao estabelecido no art. 28, caput, da Resolução TSE nº
23.464/2015, não apresentou suas contas ou declaração de ausência de movimentação financeira no prazo definido para tanto, ou seja, 30 de
abril de 2018.
Diante da inércia do interessado, o Cartório Eleitoral procedeu a sua regular intimação para apresentação das contas, tendo, entretanto,
corrido in albis o prazo de manifestação, conforme certidões, fls. 08 e 13.
Instado a se manifestar, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer opinando no sentido de que seja declarada a não prestação das contas
do partido e aplicado as sanções cabíveis.
É o relatório. Decido.
Por todo o exposto, julgo NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO PROGRESSISTA - PP, com fulcro no art. 46, IV, alínea “a” da
Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução TSE nº 23.464/2015, DETERMINO ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO
PROGRESSISTA - PP do Município de LAGOA REAL/BA até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42 da Resolução TSE nº
23.465/2015.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, registre-se no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO e, em seguida dê-se baixa e
arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Caetité, 06 de dezembro de 2018.
BEL. JOSÉ EDUARDO DAS NEVES BRITO
Juiz da 63ª Zona Eleitoral

PROCESSO N.º 24-59.2018.6.05.0063


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
PARTIDO: PARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL - PROS
PRESIDENTE: REINALDO ANTÔNIO DIAS
TESOUREIRO: ELIZÂNGELA DONIZETE DOURADO
MUNICÍPIO: LAGOA REAL
SENTENÇA
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL - PROS do
município de LAGOA REAL/BA, referente ao exercício financeiro de 2017.
Dos autos, observa-se que o partido acima nominado, em descumprimento ao estabelecido no art. 28, caput, da Resolução TSE nº
23.464/2015, não apresentou suas contas ou declaração de ausência de movimentação financeira no prazo definido para tanto, ou seja, 30 de
abril de 2018.
Diante da inércia do interessado, o Cartório Eleitoral procedeu a sua regular intimação para apresentação das contas, tendo, entretanto,
corrido in albis o prazo de manifestação, conforme certidões, fls. 06 e 11.
Instado a se manifestar, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer opinando no sentido de que seja declarada a não prestação das contas
do partido e aplicado as sanções cabíveis.
É o relatório. Decido.
Por todo o exposto, julgo NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL - PROS, com fulcro no art. 46,
IV, alínea “a” da Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução TSE nº 23.464/2015, DETERMINO ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO
REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL - PROS do Município de LAGOA REAL/BA até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42
da Resolução TSE nº 23.465/2015.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, registre-se no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO e, em seguida dê-se baixa e
arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Caetité, 06 de dezembro de 2018.
BEL. JOSÉ EDUARDO DAS NEVES BRITO
Juiz da 63ª Zona Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 41

PROCESSO N.º 28-96.2018.6.05.0063


NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DO EXERCÍCIO FINANCEIRO 2017
PARTIDO: PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD
PRESIDENTE: FRANCISCO JOSÉ CARDOSO DE FREITAS
TESOUREIRO: JOSÉ ANTÔNIO FERNANDES SILVA
MUNICÍPIO: LAGOA REAL
SENTENÇA
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD do município de LAGOA
REAL/BA, referente ao exercício financeiro de 2017.
Dos autos, observa-se que o partido acima nominado, em descumprimento ao estabelecido no art. 28, caput, da Resolução TSE nº
23.464/2015, não apresentou suas contas ou declaração de ausência de movimentação financeira no prazo definido para tanto, ou seja, 30 de
abril de 2018.
Diante da inércia do interessado, o Cartório Eleitoral procedeu a sua regular intimação para apresentação das contas, tendo, entretanto,
corrido in albis o prazo de manifestação, conforme certidões, fls. 09 e 14.
Instado a se manifestar, o Ministério Público Eleitoral emitiu parecer opinando no sentido de que seja declarada a não prestação das contas
do partido e aplicado as sanções cabíveis.
É o relatório. Decido.
Por todo o exposto, julgo NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD, com fulcro no art. 46, IV, alínea “a”
da Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução TSE nº 23.464/2015, DETERMINO ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO
SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD do Município de LAGOA REAL/BA até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42 da
Resolução TSE nº 23.465/2015.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, registre-se no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO e, em seguida dê-se baixa e
arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Caetité, 06 de dezembro de 2018.
BEL. JOSÉ EDUARDO DAS NEVES BRITO
Juiz da 63ª Zona Eleitoral

069ª Zona Eleitoral - UTINGA

Editais

Edital Prestação de contas Eleições 2018


EDITAL N.21 /2018
O Excelentíssimo Doutor Armando Duarte Mesquita Júnior, Juiz da 69ª Zona Eleitoral, Utinga/BA, no uso de suas atribuições legais, etc.
TORNA PÚBLICO o presente edital, no qual consta a relação com o nome dos órgãos partidários municipais de Utinga, Bonito e Wagner/BA e
respectivos responsáveis que apresentaram, entre o dia 06 de novembro de 2018 e a presente data, a PRESTAÇÃO DE CONTAS DAS
ELEIÇÕES DE 2018, conforme determina o art. 48, inc. II, d da Res. TSE n. 23.553/2017.

Partido Político Presidente/Tesoureiro Processo


1 PROS/ Utinga Lucas Leal de Oliveira/Júlio Neto Alves Araújo 58-16.2018.6.05.0069
2 PSD - Bonito Reinan Cedro de Souza / Cassio Henrique Gunes Vieira 51-24.2018.6.05.0069
E, para que se dê ampla divulgação, o Exmo. Sr. Juiz Eleitoral mandou afixar o presente edital no local de costume, bem como publicá-lo no
Diário de Justiça Eletrônico do Eg. TRE/BA, facultando a qualquer interessado, no prazo de 3 (três) dias úteis, contados da publicação do
edital, a apresentação de impugnação que deve ser apresentada em petição fundamentada e acompanhada de provas que demonstrem a
existência de movimentação financeira ou de bens estimáveis em dinheiro.
Dado e passado em Utinga-BA, sede do Juízo da 69ª Zona Eleitoral, aos 05 dias do mês de dezembro de 2018. Eu __________, Mariana
Monteiro de Moraes de Arruda Falcão, Chefe de Cartório, digitei e conferi.
Mariana Monteiro de Moraes de Arruda Falcão Chefe de Cartório

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 42

073ª Zona Eleitoral - UBAITABA

Editais

EDITAL N.º 070 / 2018


O Excelentíssimo Doutor Antonio Carlos Rodrigues de Moraes, Juiz Eleitoral da 73ª Zona Eleitoral, Município de Ubaitaba-BA, no uso de suas
atribuições legais,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas da
Campanha Eleitoral referente às Eleições 2018 da Direção Municipal do Partido SOLIDARIEDADE, do município de Aurelino Leal/BA, a qual
se encontra disponível para que qualquer interessado, partido político, candidato ou o Ministério Público Eleitoral possa(m) impugnar no prazo
de 03 (três) dias (art. 59, Res. TSE nº 23.553/2017), a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado nesta cidade, em 10 de dezembro de 2018. Eu, Paulo Roberto de Carvalho Pedreira, Chefe de Cartório desta
Zona, digitei o presente, que vai assinado pelo Juiz Eleitoral.
Antonio Carlos Rodrigues de Moraes
Juiz da 73ª Zona Eleitoral

084ª Zona Eleitoral - PAULO AFONSO

Sentenças

AÇÕES PENAIS
Ações Penais - Processos nºs:
476-16.2012.6.05.00181
480-53.2012.6.05.00181
481-38.2012.6.05.00181
485-75.2012.6.05.00181
499-59.2012.6.05.00181
504-81.2012.6.05.00181
510-88.2012.6.05.00181
512-58.2012.6.05.00181
516-95.2012.6.05.00181
521-20.2012.6.05.00181
527-27.2012.6.05.00181
529-94.2012.6.05.00181
545-48.2012.6.05.00181
548-03.2012.6.05.00181
Denunciante: Ministério Público Eleitoral
Denunciados: Andrea Monteiro de Sá e outros
Advogada: Rosália Rodrigues França – OAB/BA – 39578
É o breve relatório.
Numa análise dos autos, cumpre-se reconhecer a ocorrência da perda do interesse de agir em razão da provável prescrição da pretensão
punitiva pela pena concretamente aplicada, uma vez que embora o crime que ora se apura (art. 289, do Código Eleitoral) preveja pena de até
05 (cinco) anos e pagamento de cinco a quinze dias-multa, no caso em tela, na hipótese de condenação a pena deverá ser fixada em patamar
não superior a 02 (dois) anos, à vista das circunstâncias judiciais e legais constantes dos autos. Dessa forma, o prazo prescricional correlato à
hipótese ventilada é de 04 (quatro) anos (art. 109, V, do Código Penal).

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 43

Assim, decorridos mais de 04 (quatro) anos desde a data do recebimento da denúncia, é possível o reconhecimento da prescrição,
considerando-se a pena em perspectiva.
Outrossim, no caso em tela, tudo indica que chegará a prescrição pela pena que realmente observará na sentença, assim, devemos observar
o princípio da celeridade processual, da dignidade da pessoa humana, evitando os efeitos estigmatizantes da acusada diante da sociedade e
da economia processual, evitando com isso, o desperdício de recursos públicos e beneficiando tanto a acusada quanto o Estado.
Posto isso, acolho o parecer do D. Promotor de Justiça retro, reconhecendo a carência da ação, nos termos do art. 358, III, do Código
Eleitoral e determinando o arquivamento da presente ação penal.
Sem condenação em custas processuais.
Dê-se vistas ao Ministério Público.
Publique-se.
Paulo Afonso (BA), 16 de novembro de 2018.

Processo n.º 539-41.2012.6.05.0181 – Ação Penal Eleitoral


Município: Paulo Afonso/BA
Autor: Ministério Público Eleitoral
Réu(Ré): Robenilda Paulino da Silva
Advogada: Rosália Rodrigues França – OAB/BA - 39578
SENTENÇA
Vistos.
Trata-se de caso penal proposto pelo Ministério Público do Estado da Bahia em face Robenilda Paulino da Silva, imputando-lhe a prática do
crime previsto no art. 289 do Código Eleitoral.
Narra a denúncia que no dia 06 de julho de 2012, no Cartório Eleitoral da 84ª Zona Eleitoral, a denunciada inscreveu-se fraudulentamente
como eleitoral, ao informar falsamente o seu endereço como sendo Povoado Colônia, Zona Rural, Santa Brígida/BA.
Em audiência designada para o oferecimento da proposta de suspensão condicional do processo, a acusada concordou com o cumprimento
das exigências ofertadas pelo Ministério Público.
É o breve relatório
A acusada cumpriu suas obrigações, conforme comprova a certidão de fl. 54.
Em parecer de fl. 70, o Ministério Público manifestou-se pelo reconhecimento da extinção da punibilidade da ré em razão do cumprimento das
obrigações assumidas na suspensão condicional do processo.
Ante o exposto, e por tudo mais que dos autos consta, acolho o parecer do Ministério Público e DECLARO EXTINTA a punibilidade da
acusada ROBENILDA PAULINO DA SILVA, nos termos do art. 89, § 5º, da Lei nº 9.099/1995.
Publique-se e registre-se.
Ciência ao MPE.
Oportunamente, arquivem-se os autos com as baixas e anotações de estilo.
Paulo Afonso/BA, 12 de novembro de 2018.
Euclides dos Santos Ribeiro Arruda
Juiz Eleitoral da 181ª Zona

086ª Zona Eleitoral - MAIRI

Sentenças

PROCESSO N.º 24-24.2017.6.05.0086


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL
EXERCÍCIO: 2016
PARTIDO: PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD
MUNICÍPIO: MAIRI
SENTENÇA
Vistos etc.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 44

Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD do município de MAIRI.
O partido descumpriu exigência contida na Lei 9.096/95 e no Art. 28 da Resolução 23.464/2015 do TSE, vez que não apresentou
documentação indispensável à análise das contas referente ao Exercício de 2016.
O órgão partidário foi devidamente notificado para apresentação de documentos bem como para suprir irregularidades detectadas, no entanto
permaneceu omisso, de acordo com certidão de fl. 16.
Instado a se manifestar, pugnou o ilustre representante do MPE à fl. 19, pelo julgamento das contas como não prestadas.
É O RELATÓRIO. DECIDO.
A obrigatoriedade de apresentação das contas até o dia 30 de abril do ano subsequente está insculpida no art. 32, caput da Lei nº 9.096/95,
no art. 13, caput da Resolução 21.841/2004 do TSE e, por fim, no art. 28 da Resolução 23.464/2015 do TSE. Percebe-se dos autos que o
PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD do município de MAIRI protocolou Declaração de Ausência de Movimentação de Recursos em
07/06/2017. Todavia, conforme constatado em Relatório Técnico Preliminar (fl. 11), a agremiação partidária não apresentou procuração, bem
como seus extratos bancários demonstraram movimentação financeira no período, o que, em princípio, afasta a possibilidade de utilização da
referida Declaração de Ausência. Instado a se manifestar sobre tais ocorrências, o partido quedou-se inerte, conforme certidão expedida à fl.
16.
Diante das razões expostas, em face da não apresentação de documentos indispensáveis à prestação de contas, declaro como NÃO
PRESTADAS as contas partidárias anuais do PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD do município de MAIRI, atinentes ao exercício de
2016, com fulcro no art. 46, IV, alínea a da Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO, ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD do
município de MAIRI, até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42 da Resolução TSE 23.465/2015.
Expeçam-se ofícios de comunicação aos Diretórios Regional e Nacional do Partido.
Expeça-se ofício a SERPAC, enviando cópia da sentença para cumprimento do art. 42 da Resolução TSE 23.465/2015.
Registre-se no SICO.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se os autos.
Mairi/BA, 05/12/2018.
Marco Aurélio Bastos de Macedo
Juiz da 086ª Zona Eleitoral
PROCESSO N.º 33-83.2017.6.05.0086
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL
EXERCÍCIO: 2016
PARTIDO: PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA - PDT
MUNICÍPIO: MAIRI
SENTENÇA
Vistos etc.
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA - PDT do município de
MAIRI.
O partido descumpriu exigência contida na Lei 9.096/95 e no Art. 28 da Resolução 23.464/2015 do TSE, vez que não apresentou prestação de
contas referente ao Exercício de 2016 até o dia 02 de maio de 2017 (primeiro dia útil após 30 de abril de 2017).
O órgão partidário foi devidamente notificado, no entanto permaneceu omisso, de acordo com certidão/A.R. de fls 3.
Instado a se manifestar, pugnou o ilustre representante do MPE à fl. 12, pelo julgamento das contas como não prestadas.
É O RELATÓRIO. DECIDO.
A obrigatoriedade de apresentação das contas até o dia 30 de abril do ano subsequente está insculpida no art. 32, caput da Lei nº 9.096/95,
no art. 13, caput da Resolução 21.841/2004 do TSE e, por fim, no art. 28 da Resolução 23.464/2015 do TSE. Percebe-se dos autos que o
PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA - PDT do município de MAIRI não apresentou as contas referentes ao exercício de 2016 até o dia
02 de maio de 2017 (primeiro dia útil após 30 de abril de 2017) e, embora devidamente notificado para apresentar no prazo de 72h (setenta e
duas horas), permanece omisso até a presente data.
Diante das razões expostas, declaro como NÃO PRESTADAS as contas partidárias anuais do PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA -
PDT do município de MAIRI, atinentes ao exercício de 2016, com fulcro no Art. 46, IV, alínea a da Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do art. 48 da
Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO, ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO DEMOCRÁTICO TRABALHISTA -
PDT do município de MAIRI, até que haja regularização das contas, nos termos do art. 42 da Resolução TSE 23.465/2015.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 45

Expeçam-se ofícios de comunicação aos Diretórios Regional e Nacional do Partido.


Expeça-se ofício a SERPAC, enviando cópia da sentença para cumprimento do art. 42 da Resolução TSE 23.465/2015.
Registre-se no SICO.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se os autos.
Mairi/BA, 05/12/2018.
Marco Aurélio Bastos de Macedo
Juiz da 086ª Zona Eleitoral
PROCESSO N.º 52-89.2017.6.05.0086
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL
EXERCÍCIO: 2016
PARTIDO: PARTIDO PROGRESSISTA - PP
MUNICÍPIO: VÁRZEA DA ROÇA
SENTENÇA
Vistos etc.
Trata-se de processo de inadimplência na prestação de contas anual do PARTIDO PROGRESSISTA - PP do Município de VÁRZEA DA
ROÇA.
O partido descumpriu exigência contida na Lei 9.096/95 e no Art. 28 da Resolução 23.464/2015 do TSE, vez que não apresentou prestação de
contas referente ao Exercício de 2016 até o dia 02 de maio de 2017 (primeiro dia útil após 30 de abril de 2017).
O órgão partidário foi devidamente notificado, no entanto permaneceu omisso, de acordo com certidão/A.R. de fls 5.
Instado a se manifestar, pugnou o ilustre representante do MPE à fl. 11, pelo julgamento das contas como não prestadas.
É O RELATÓRIO. DECIDO.
A obrigatoriedade de apresentação das contas até o dia 30 de abril do ano subsequente está insculpida no art. 32, caput da Lei nº 9.096/95,
no art. 13, caput da Resolução 21.841/2004 do TSE e, por fim, no art. 28 da Resolução 23.464/2015 do TSE. Percebe-se dos autos que o
PARTIDO PROGRESSISTA - PP do Município de VÁRZEA DA ROÇA não apresentou as contas referentes ao exercício de 2016 até o dia 02
de maio de 2017 (primeiro dia útil após 30 de abril de 2017) e, embora devidamente notificado para apresentar no prazo de 72h (setenta e
duas horas), permanece omisso até a presente data.
Diante das razões expostas, declaro como NÃO PRESTADAS as contas partidárias anuais do PARTIDO PROGRESSISTA - PP do Município
de VÁRZEA DA ROÇA, atinentes ao exercício de 2016, com fulcro no Art. 46, IV, alínea a da Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO a suspensão, com perda de novas cotas do Fundo Partidário, pelo tempo em que permanecer omisso, nos termos do Art. 48 da
Resolução 23.464/2015 do TSE.
DETERMINO, ainda, a suspensão do registro ou anotação do órgão de direção municipal do PARTIDO PROGRESSISTA - PP do Município
de VÁRZEA DA ROÇA, até que haja regularização das contas, nos termos do Art. 42 da Resolução TSE 23.465/2015.
Expeçam-se ofícios de comunicação aos Diretórios Regional e Nacional do Partido.
Expeça-se ofício a SERPAC, enviando cópia da sentença para cumprimento do Art. 42 da Resolução TSE 23.465/2015.
Registre-se no SICO.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se os autos.
Mairi/BA, 05/12/2018.
Marco Aurélio Bastos de Macedo
Juiz da 086ª Zona Eleitoral

089ª Zona Eleitoral - LENÇÓIS

Editais

EDITAL 46/2018
EDITAL 46/2018

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 46

O Excelentíssimo Sr. Juiz Eleitoral desta 89ª Zona, Dr. Fábio de Oliveira Cordeiro, MM. Juiz Eleitoral desta 89ª Zona, no uso de suas
atribuições legais e em conformidade com o que dispõe a legislação eleitoral vigente,
FAZ SABER, a todos que o presente Edital virem ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentado pedido de regularização das
Prestações de Contas do Processo Eleitoral 2016, pelo candidato abaixo relacionado, do município de Iraquara/BA, integrante do PARTIDO
SOCIAL DEMOCRÁTICO, o qual se encontra disponível para que qualquer interessado, Partido Político, Candidato ou o Ministério Público
Eleitoral possam impugnar, no prazo de 03 (três) diasm a contar da publicação do presente edital, consoante o disposto no art. 51, Resl TSE
n.º 23.463/2016.
Número/ Partido Cargo Nome UE Data Entrega
55000 PSD VEREADOR EDÉLIO MARTINS DOS ANJOS IRAQUARA 04/10/2018
E, para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital, que será publicado conforme
legislação vigente.
Dado e passado nesta Cidade de Lençóis/BA, em 7 de dezembro de 2018. Eu, ____________ (Érika Domingues de Oliveira), Chefe de
Cartório, , com fulcro no Provimento 04/2015 da CRE/BA, digitei e subscrevi – DE ORDEM

091ª Zona Eleitoral - MACARANI

Editais

EDITAL N.º 060/2018


De ordem do Excelentíssimo Senhor Doutor Luiz Sérgio dos Santos Vieira, Juiz Eleitoral Substituto da 91ª Zona, Comarca de Macarani –
Bahia, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto na legislação eleitoral em vigor,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a PRESTAÇÃO DE CONTAS
PARTIDÁRIA DE CAMPANHA REFERENTE ÀS ELEIÇÕES DE 2018, pelo partido abaixo mencionado
AUTOS DIRETÓRIO Eleições PRESIDENTE TESOUREIRO MUNICÍPIO
MUNICIPAL/COMISSÃO
PROVISÓRIA
73- PARTIDO SOCIAL CRISTÃO 2018 LUCIANO FLAVIO DE ROGÉRIO SILVEIRA Maiquinique
16.201 OLIVEIRA DAS VIRGENS
8.6.05.
0091
a qual se encontra disponível para que qualquer interessado possa impugnar no prazo de 03 dias (Res. TSE nº 23.553/2017, art. 59), a contar
da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Macarani-BA, em 06 (seis) dias de dezembro de 2018. Eu, _________________(Magda Vieira
Lins), Chefe de Cartório, digitei o presente, que vai assinado por mim.
Magda Vieira Lins
Chefe de Cartório

Prestação de Contas de Campanha de Partido Político - Eleições 2018


EDITAL N.º 061/2018
De ordem do Excelentíssimo Senhor Doutor Luiz Sérgio dos Santos Vieira, Juiz Eleitoral Substituto da 91ª Zona, Comarca de Macarani –
Bahia, no uso de suas atribuições legais e tendo em vista o disposto na legislação eleitoral em vigor,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a PRESTAÇÃO DE CONTAS
PARTIDÁRIA DE CAMPANHA REFERENTE ÀS ELEIÇÕES DE 2018, pelo partido abaixo mencionado
AUTOS DIRETÓRIO Eleições PRESIDENTE TESOUREIRO MUNICÍPIO
MUNICIPAL/COMISSÃO
PROVISÓRIA
71-46.2018.6.05.0091 PARTIDO SOCIAL 2018 LEONARDO LEVY OTAVIO RIBEIRO Maiquinique
DEMOCRÁTICO - PSD LACERDA CAMPOS PEDRAL CAMPOS
a qual se encontra disponível para que qualquer interessado possa impugnar no prazo de 03 dias (Res. TSE nº 23.553/2017, art. 59), a contar
da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Macarani-BA, em 07 (sete) dias de dezembro de 2018. Eu, _________________(Magda Vieira
Lins), Chefe de Cartório, digitei o presente, que vai assinado por mim.
Magda Vieira Lins Chefe de Cartório

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 47

Intimações

PROCESSO Nº: 73-16.2018.6.05.0091


PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇÕES 2018
PROCESSO Nº: 73-16.2018.6.05.0091 PROTOCOLO Nº41.135/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA
CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PSC - MAIQUINIQUE
CNPJ : 24.589.837/0001-86 Nº CONTROLE: P20000437010BA0574606
DATA ENTREGA: 06/12/2018 às 09:04:12 DATA GERAÇÃO: 06/12/2018 às 10:33:46
TIPO: FINAL
ADVOGADO: GILMAR PEDROSO DE ALMEIDA, OAB/BA 26629
RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS
Após o exame preliminar da prestação de contas, foram identificadas as ocorrências abaixo relacionadas, sobre as quais solicita-se
manifestação do prestador de contas, no prazo de 03 dias, nos termos do art. 70 da Resolução TSE nº 23.553/2017:
1. FORMALIZAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS
1.1. Peças integrantes:
Não foram apresentadas as seguintes peças obrigatórias que devem integrar a prestação de contas (art. 56 da Resolução TSE nº
23.553/2017):.
- Extrato comprovando a Abertura de conta bancária de campanha-Eleições 2018, nos termos do art. 10 da Res. 23. 553/2017, in verbis:
Art. 10. É obrigatória para os partidos políticos e os candidatos a abertura de conta bancária específica, na Caixa Econômica Federal, no
Banco do Brasil ou em outra instituição financeira com carteira comercial reconhecida pelo Banco Central do Brasil. (...)
§ 2º A obrigação prevista neste artigo deve ser cumprida pelos partidos políticos e pelos candidatos, mesmo que não ocorra arrecadação e/ou
movimentação de recursos financeiros, observado o disposto no § 4º.
-A prestação de contas foi apresentada com movimentação financeira, circunstância não confirmada pelos extratos bancários ou por
declaração emitida pelo banco certificando a ausência de movimentação financeira (art. 56, II, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017);
2.1-Foram selecionados os financiadores de campanha abaixo, devendo ser apresentados os respectivos recibos eleitorais para
comprovação:
DOADORES SELECIONADOS
CPF NOME VALOR (R$)
253.148.348-98 GILMAR PEDROSO DE ALMEIDA 50,00
004.407.705-05 GILMAR SILVA DA CRUZ 50,00
Macarani-Ba, 06 de dezembro de 2018
Magda Vieira Lins
Chefe de cartório

092ª Zona Eleitoral - JACARACI

Sentenças

SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2016


Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2016.
Partidos: PODE – JACARACI/BA.
Representante: ANTÔNIO PORFÍRIO NETO
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 48

Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.


GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 15-44.2017.6.05.0092


Assunto: Prestação Anual de Contas de Partido – Exercício 2016
Partido: Podemos (PODE) – Jacaraci/BA
Representante: Antônio Porfírio Neto
Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referentes ao Ano-Exercício de 2016 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.546/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na Lei nº
9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta Prestação, vez
que irregulares. No ensejo, acato a Respeitável Decisão do Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral Corregedor nestes Autos, Doutor
ADERALDO DE MORAIS LEITE JÚNIOR, e DETERMINO sejam suspensos os repasses das cotas do Fundo Partidário ao órgão em tela.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral

SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2016


Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2016.
Partidos: PR – JACARACI/BA.
Representante: CONSTANTINO ALVES ROCHA.
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 17-14.2017.6.05.0092


Assunto: Prestação Anual de Contas de Partido – Exercício 2016
Partido: Partido da República (PR) – Jacaraci/BA
Representante: Constantino Alves Rocha

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 49

Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referentes ao Ano-Exercício de 2016 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.546/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na Lei nº
9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta Prestação, vez
que irregulares. No ensejo, acato a Respeitável Decisão do Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral Corregedor nestes Autos, Doutor
ADERALDO DE MORAIS LEITE JÚNIOR, DETERMINO sejam suspensos os repasses das cotas do Fundo Partidário ao órgão em tela.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2016
Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2016.
Partidos: PC do B – JACARACI/BA.
Representante: DANIEL GOMES DE ALMEIDA – DIRETÓRIO ESTADUAL.
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 21-51.2017.6.05.0092


Assunto: Prestação Anual de Contas de Partido – Exercício 2016
Partido: Partido Comunista do Brasil (PC do B) – Jacaraci/BA
Representante: Daniel Gomes de Almeida – Diretório Estadual
Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referentes ao Ano-Exercício de 2016 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.546/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na Lei nº
9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta Prestação, vez

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 50

que irregulares. No ensejo, acato a Respeitável Decisão do Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral Corregedor nestes Autos, Doutor
ADERALDO DE MORAIS LEITE JÚNIOR, DETERMINO sejam suspensos os repasses das cotas do Fundo Partidário ao órgão em tela.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2016
Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2016.
Partidos: PP – MORTUGABA/BA.
Representante: WAGNER DOS SANTOS.
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 16-29.2017.6.05.0092


Assunto: Prestação Anual de Contas de Partido – Exercício 2016
Partido: Partido Progressista (PP) – Mortugaba/BA
Representante: Wagner dos Santos
Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referentes ao Ano-Exercício de 2016 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.546/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na Lei nº
9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta Prestação, vez
que irregulares. No ensejo, acato a Respeitável Decisão do Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral Corregedor nestes Autos, Doutor
ADERALDO DE MORAIS LEITE JÚNIOR, DETERMINO sejam suspensos os repasses das cotas do Fundo Partidário ao órgão em tela.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017
Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2017.
Partidos: PP – JACARACI/BA.
Representante: MOZART LADEIA CARDOSO DAVID.
Advogado: -.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 51

Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 15-10.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação Anual de Contas de Partido – Exercício 2017
Partido: Partido Progressista (PP) – Jacaraci/BA
Representante: Mozart Ladeia Cardoso David
Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referentes ao Ano-Exercício 2017 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.546/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na Lei nº
9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta Prestação, vez
que irregulares. No ensejo, acato a Respeitável Decisão do Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral Corregedor nestes Autos, Doutor
ADERALDO DE MORAIS LEITE JÚNIOR, e DETERMINO sejam suspensos os repasses das cotas do Fundo Partidário ao órgão em tela.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017
Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2017.
Partidos: PSB – JACARACI/BA.
Representantes: MÁRCIA MOTA ABREU.
Advogado: SINÉSIO MARTINS DE ABREU JÚNIOR – OAB/BA 10.902.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, ficam Vossas Senhorias,
Advogado e Representantes dos referidos Partidos Políticos, INTIMADAS da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados,
manifestando-se, caso achem necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 14-25.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação Anual de Contas de Partido – Exercício 2017

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 52

Partido: Partido Social Brasileiro (PSB) – Jacaraci/BA


Representante: Márcia Mota Abreu
Advogado: Sinésio Martins de Abreu Júnior – OAB/BA 10.902
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referente ao Ano-Exercício 2017 acima qualificada.
Não há notícias nos Autos de impugnação às presentes Contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Lei nº 9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017
Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2018.
Partidos: PP – MORTUGABA/BA.
Representante: WAGNER DOS SANTOS.
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 13-40.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação Anual de Contas de Partido – Exercício 2017
Partido: Partido Progressista (PP) – Mortugaba/BA
Representante: Wagner dos Santos
Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referentes ao Ano-Exercício 2017 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.546/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na Lei nº
9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta Prestação, vez

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 53

que irregulares. No ensejo, acato a Respeitável Decisão do Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral Corregedor nestes Autos, Doutor
ADERALDO DE MORAIS LEITE JÚNIOR, e DETERMINO sejam suspensos os repasses das cotas do Fundo Partidário ao órgão em tela.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2017
Assunto: PRESTAÇÃO ANUAL DE CONTAS DE PARTIDO – EXERCÍCIO 2017.
Partidos: PODE – JACARACI/BA.
Representante: ANTÔNIO PORFÍRIO NETO.
Advogado: WESLEY BRITO DOS SANTOS – OAB/BA 22.611.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, ficam Vossas Senhorias,
Advogado e Representantes dos referidos Partidos Políticos, INTIMADAS da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados,
manifestando-se, caso achem necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 12-55.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Anual de Contas de Partido – Exercício 2017
Partido: Podemos (PODE) – Jacaraci/BA
Representante: Antônio Porfírio Neto
Advogado: Wesley Brito dos Santos – OAB/BA 22.611
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação Anual de Contas de Partido referente ao Ano-Exercício 2017 acima qualificada.
Não há notícias nos Autos de impugnação às presentes Contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Lei nº 9.504/1997 e Resolução TSE nº 23.546 de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2018
Assunto: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2018.
Partidos: PP – JACARACI/BA.
Representante: MOZART LADEIA CARDOSO DAVID.
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 54

De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 18-62.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Partido Progressista (PP) – Jacaraci/BA
Representante: Mozart Ladeia Cardoso David
Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.553/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na
Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta
Prestação, vez que irregulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2018
Assunto: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2018.
Partidos: DEM – MORTUGABA/BA.
Representante: RUBENS PEREIRA DE BRITO.
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 24-69.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Democratas (DEM) – Mortugaba/BA
Representante: Rubens Pereira de Brito

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 55

Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.553/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na
Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta
Prestação, vez que irregulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2018
Assunto: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2018.
Partidos: PP – MORTUGABA/BA.
Representante: WAGNER DOS SANTOS.
Advogado: -.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, fica Vossa Senhoria,
Representante do referido Partido Político, INTIMADA da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados, manifestando-se,
caso ache necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 22-02.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Partido Progressista (PP) – Mortugaba/BA
Representante: Wagner dos Santos
Advogado: -
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
De acordo com a Certidão juntada aos Autos, apesar de o Partido ter sido devidamente notificado, desincumbiu-se da obrigação disciplinada
na Resolução TSE nº 23.553/2017.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela NÃO PRESTAÇÃO, pois o Representante
quedou-se inerte na obrigatoriedade a qual era responsável.
O Ministério Público Eleitoral, no mesmo sentido do Parecer Conclusivo produzido pelo Cartório Eleitoral, emitiu Parecer pela NÃO
PRESTAÇÃO das referidas Contas.
Diante do acima exposto, com base na documentação constante nos Autos em questão e em consonância com o quanto disposto na
Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS as Contas desta
Prestação, vez que irregulares.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 56

Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2018
Assunto: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2018.
Partidos: PSDB; PT; e PSD – MORTUGABA/BA.
Representantes: MARIA NILZA CERQUEIRA DOS SANTOS ALVES; PAULO MATIAS DOS SANTOS; e DANUSA CERQUEIRA ALVES
Advogado: MANOELITO XAVIER PAIXÃO JÚNIOR – OAB/BA 28.702.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, ficam Vossas Senhorias,
Advogado e Representantes dos referidos Partidos Políticos, INTIMADAS da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados,
manifestando-se, caso achem necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 25-54.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) – Mortugaba/BA
Representante: Maria Nilza Cerqueira dos Santos Alves
Advogado: Manoelito Xavier Paixão Júnior – OAB/BA 28.702
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
Não há notícias nos autos de impugnação às presentes contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 23-84.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Partido dos Trabalhadores (PT) – Mortugaba/BA
Representante: Paulo Matias dos Santos
Advogado: Manoelito Xavier Paixão Júnior – OAB/BA 28.702

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 57

SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
Não há notícias nos autos de impugnação às presentes contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações, à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 26-39.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Partido Social Democrático (PSD) – Mortugaba/BA
Representante: Danusa Cerqueira Alves
Advogado: Manoelito Xavier Paixão Júnior – OAB/BA 28.702
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
Não há notícias nos autos de impugnação às presentes contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações, à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral
SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2018
Assunto: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2018.
Partidos: PSD; PSB – JACARACI/BA.
Representantes: ANTÔNIO CARLOS FREIRE DE ABREU; MÁRCIA MOTA ABREU.
Advogado: SINÉSIO MARTINS DE ABREU JÚNIOR – OAB/BA 10.902.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, ficam Vossas Senhorias,
Advogado e Representantes dos referidos Partidos Políticos, INTIMADAS da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados,
manifestando-se, caso achem necessário, dentro do prazo legal.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 58

Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.


GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 21-17.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Partido Social Democrático (PSD) – Jacaraci/BA
Representante: Antônio Carlos Freire de Abreu
Advogado: Sinésio Martins de Abreu Júnior – OAB/BA 10.902
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
Não há notícias nos autos de impugnação às presentes contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 20-32.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Partido Social Brasileiro (PSB) – Jacaraci/BA
Representante: Márcia Mota Abreu
Advogado: Sinésio Martins de Abreu Júnior – OAB/BA 10.902
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
Não há notícias nos autos de impugnação às presentes contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações, à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS Juiz da 92ª Zona Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 59

SENTENÇAS DE PRESTAÇÃO DE CONTAS 2018


Assunto: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2018.
Partidos: PODE – JACARACI/BA.
Representante: ANTÔNIO PORFÍRIO NETO.
Advogado: WESLEY BRITO DOS SANTOS – OAB/BA 22.611.
Local: CARTÓRIO DA 92ª ZONA ELEITORAL, PRAÇA MUNICIPAL, Nº 68, CENTRO, JACARACI/BA.
De ordem do Excelentíssimo Senhor Juiz desta 92ª Zona Eleitoral, Doutor JONNY MAIKEL DOS SANTOS, ficam Vossas Senhorias,
Advogado e Representantes dos referidos Partidos Políticos, INTIMADAS da Respeitável Sentença prolatada nos Autos abaixo referenciados,
manifestando-se, caso achem necessário, dentro do prazo legal.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
GUILHERME DUARTE RAGÊPO DO CARMO
Assistente do Cartório da 92ª Zona Eleitoral

---

Processo Nº: 19-47.2018.6.05.0092


Assunto: Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018
Partido: Podemos (PODE) – Jacaraci/BA
Representante: Antônio Porfírio Neto
Advogado: Wesley Brito dos Santos – OAB/BA 22.611
SENTENÇA
Vistos e examinados estes autos.
Trata-se da Ação de Prestação de Contas de Campanha referentes às Eleições Gerais do ano de 2018 acima qualificada.
Não há notícias nos autos de impugnação às presentes contas.
Do exame, após realizadas as diligências necessárias à complementação das informações à obtenção de esclarecimentos e/ou ao
saneamento de incorreções, a unidade técnica do Cartório Eleitoral apresentou conclusão pela APROVAÇÃO, pois as contas foram
consideradas regulares.
O Ministério Público Eleitoral emitiu parecer pela APROVAÇÃO das contas apresentadas.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo Partido Político em questão e em consonância com o quanto
disposto na Resolução TSE nº 23.546 de 18 de dezembro de 2017 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo APROVADA a presente
Prestação de Contas, vez que regulares.
Publique-se no DJE. Registre-se. Ciência ao Ministério Público Eleitoral. Após o trânsito em julgado, e observadas as comunicações
necessárias, arquive-se o presente processo.
Jacaraci/BA, 03 de dezembro de 2018.
JONNY MAIKEL DOS SANTOS
Juiz da 92ª Zona Eleitoral

101ª Zona Eleitoral - LIVRAMENTO DE NOSSA SENHORA

Editais

EDITAL Nº 053/2018
O Excelentíssimo Senhor Dr. JOÃO LEMOS RODRIGUES, MM. Juiz Eleitoral da 101ª Zona, no uso de suas atribuições legais e em
conformidade com o que dispõem o art. art. 59, Res. TSE Nº 23.553/2017, FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele
tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas da Campanha Eleitoral referente às Eleições 2018 do PARTIDO
SOCIALISTA BRASILEIRO - PSB, do município de Rio de Contas, a qual se encontra disponível para que qualquer interessado, partido
político, candidato ou o Ministério Público Eleitoral possa(m) impugnar no prazo de 03 (três) dias, a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário da Justiça
Eletrônico.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 60

Dado e passado nesta cidade de Livramento de Nossa Senhora/BA, aos 07 (sete) dias do mês de dezembro do ano de dois mil e dezoito.
Eu________________(Erik Marques Rodarte), Chefe de Cartório Substituto, digitei o presente, que vai assinado pelo Juiz Eleitoral.
Dr. JOÃO LEMOS RODRIGUES
Juiz Eleitoral da 101ª Zona

109ª Zona Eleitoral - MUTUÍPE

Editais

Edital n.º 050/2018 - Edital para impugnação declaração de ausência de movimentação financeira
O Excelentíssimo Doutor Fabiano Freitas Soares, Juiz Eleitoral da 109ª Zona Eleitoral, Município de Mutuípe/BA, no uso de suas atribuições
legais,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a DECLARAÇÃO DE AUSÊNCIA
DE MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA, referente ao exercício financeiro de 2017 dos seguintes partidos:

PROCESSO PARTIDO PRESIDENTE TESOUREIRO EXERCÍCIO MUNICÍPIO


25-03.2018 PSD - Partido Social George Santana Leão Divanildo Mota de 2017 Laje/BA
Democrático Andrade
37-17.2018 PR - Partido da Janete Silva dos Aline Pereira Santos 2017 Laje/BA
República Santos Argolo
A declaração apresentada se encontra disponível a qualquer interessado que, se quiser, pode impugnar no prazo de 03 dias (Res. TSE nº
23.546/2017, art. 45, I), a contar da publicação deste Edital.
Dado e passado neste município de Mutuípe/BA, em 06 de dezembro de 2018. Eu, Izabela Cristina Santos de Oliveira, Chefe de Cartório,
digitei e subscrevo o presente, de ordem do Exmo. Sr. Juiz Eleitoral, nos termos do Provimento n.º 04/2015 – CRE/BA.
Izabela Cristina Santos de Oliveira
Chefe de Cartório da 109ª Zona
Edital n.° 051/2018 - Edital para impugnação - Prestação de Contas - Exercício 2017
O Excelentíssimo Doutor Fabiano Freitas Soares, Juiz Eleitoral da 109ª Zona Eleitoral, Município de Mutuípe/BA, no uso de suas atribuições
legais,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foram apresentadas as Prestações de Contas
referente ao exercício financeiro de 2017 dos diretórios municipais/comissão provisória dos seguintes partidos:

PROCESSO PARTIDO PRESIDENTE TESOUREIRO EXERCÍCIO MUNICÍPIO


2-57.2018 PRB - Partido Cremilson Andrade Amarildo Brasileiro 2017 Mutuípe/BA
Republicano Santos
Brasileiro
28-55.2018 PT - Partido dos Jacklene Mirne Maryse Brito Sena de 2017 Mutuípe /BA
Trabalhadores Gonçalves Santos Oliveira

As prestações de contas se encontram disponíveis para que qualquer partido político ou o Ministério Público Eleitoral possa(m) impugnar ou
representar no prazo de 05 dias (art. 31, §3º, Res. TSE nº 23.546/2017), a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Juiz expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Mutuípe/BA, em 06 de dezembro de 2018. Eu, Izabela Cristina Santos de Oliveira, Chefe de
Cartório, digitei e subscrevo o presente, de ordem do Exmo. Sr. Juiz Eleitoral, nos termos do Provimento n.º 04/2015 – CRE/BA.
Izabela Cristina Santos de Oliveira
Chefe de Cartório da 109ª Zona

Portarias

Portaria nº 013/2018 - Designação - Oficial de Justiça Ad Hoc

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 61

O Juiz da 109ª Zona Eleitoral, no uso de suas atribuições legais e em conformidade com o disposto na Resolução nº 23.527/2017 do Tribunal
Superior Eleitoral, na Resolução Administrativa nº 14/2018 e na Instrução Normativa nº 4/2018, as duas últimas do Tribunal Regional Eleitoral
da Bahia, RESOLVE designar como Oficial de Justiça ad hoc o(a) servidor(a) requisitado(a) abaixo nominado(a) para o fim de cumprir os
mandados expedidos em 22/11/2018 nos Processos de Prestação de Contas de Campanha – Eleições 2018 de n.º 72-74.2018.6.05.0109; 68-
37.2018.6.05.109; 69-22.2018.6.05.0109; 71-89.2018.6.05.0109; 70-07.2018.6.05.0109; 76-14.2018.6.05.0109; 81-36.2018.6.05.0109; 74-
44.2018.6.05.0109, nos termos do inciso III do artigo 4º da Resolução Administrativa nº 14/2018 do Tribunal Regional Eleitoral da Bahia.
Nome do(a) servidor(a): Simone dos Santos, servidor(a) requisitado(a) desta Zona Eleitoral desde (09/07/2018), Cadastro n.º I07333.
Publique-se. Dê-se ciência ao interessado. Comunique-se ao TRE/BA para os devidos fins.
Mutuípe/BA, 29 de novembro de 2018.
Fabiano Freitas Soares
Juiz Eleitoral da 109ª Zona

110ª Zona Eleitoral - RIBEIRA DO POMBAL

Sentenças

Processo nº: 15202-53.2008.6.05.0110

SENTENÇA / MANDADO

Processo nº: 15202-53.2008.6.05.0110


Classe – Assunto: Ação de Investigação Judicial Eleitoral
Requerente: Coligação Pombal, terra de todos nós
Requerido: Coligação A vitória do povo e outros
Advogados: Brenno de Melo Gomes Calasans – OAB/BA nº 25.296
Marcelo Antônio Alvares Silva – OAB/BA nº 22.544
Tamara Costa Medina da Silva – OAB/BA nº 15.776
Rafael de Medeiros Chaves Mattos – OAB/BA nº 16.035

RELATÓRIO.
Trata-se de Ação de Investigação Judicial Eleitoral ajuizada pela parte autora em desfavor da parte requerida, nominadas acima e qualificada
nos autos, em que se afirma que os candidatos eleitos respectivamente em reeleição a prefeito e vice-prefeito de Ribeira do Pombal, José
Lourenço Morais da Silva Junior e Jairo Monteiro, juntamente com outras pessoas, praticaram ato abusivo do poder político-eleitoral.
Na Inicial, acusa-se o então gestor e candidato de ter realizado distribuição ilícita de 200 filtros de água para pessoas carentes em período
vedado, no curso das Eleições de 2008.
Houve sentença extinguindo o feito, sem julgamento do mérito, dentre outras razões, por perda de objeto, tendo em vista que compreendeu
que vigoraria a legislação vigente à época dos fatos, a qual previa sanção máxima pelo período de 3 anos subsequentes ao ano eleitoral em
que ocorreu o fato.
Tendo havido recurso eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral revogou a Sentença, determinando a continuidade de julgamento.
Retornaram os autos e as partes foram intimadas para manifestarem-se sobre eventual prescrição da pretensão punitiva do Estado.
Deixaram passar em branco o prazo.
Estão conclusos.
FUNDAMENTO.
Destaca-se que os autos são compostos de duas ações, uma AIJE e uma AIME, as quais foram reunidas por conexão e julgadas em decisão
única.
A causa está pronta para julgamento, na medida em que inexiste vício processual apto a prejudicar o seu exame.
Pois bem.
Nota-se da Inicial que os fatos teriam ocorridos em 06/06/2008, no curso das Eleições de 2008.
A Sentença revogada fundamentou-se no seguinte:
“No caso em exame, o pedido inicial é de inelegibilidade nos três anos subsequentes à eleição em que se verificou o abuso de poder
econômico (item 3 – fl. 22) e cassação dos registros dos investigados (item 4 – fl. 22). logo, não há que se falar em cassação dos registros de
candidatura, tendo em vista que ocorreu a diplomação dos investigados; nem em inelegibilidade, visto que já ultrapassados 3 (três) anos das
eleições de 2008.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 62

In casu, a tutela jurisdicional não surtirá qualquer efeito, o que enseja a extinção do processo sem resolução do mérito”.
Inconformado, o recorrente argumentou que a legislação que vigorava em 2008 foi substituída pela Lei da Ficha Limpa, que elevou o prazo de
eficácia da sanção, passando de 3 para 8 anos, de maneira que a presente ação persistia com interesse jurídico.
A argumentação foi acolhida pelo TRE, nos seguintes termos:
“Segundo o comando integrativo de fls. 151/152, a ausência de interesse residiria no fato de a sanção decorrente da procedência da AIJE,
inelegibilidade por 3 anos a contar do pleito em que teriam ocorrido os fatos – 2008, já não mais possuir eficácia ante o decurso do tempo.
Tal posicionamento, contudo, vai de encontro ao mais recente entendimento da Corte Suprema que, em exame de ADC e ADIN, decidiu pela
constitucionalidade da Lei da Ficha Limpa e por sua aplicação a fatos ocorridos previamente a sua vigência. Desde então, encontra-se
pacífico que a inelegibilidade, em caso de procedência da ação de investigação judicial eleitoral, é de 8 (oito) anos contados do pleito em que
tiveram ocorrência os fatos.
Diante desse contexto, não há que se falar em perda do objeto por falta de interesse de agir, tendo em vista que até 2016 a declaração de
inelegibilidade dos condenados se mostraria eficaz”.
O julgamento do TRE ocorreu em 27/02/2013.
Os autos retornaram em 22/03/2013.
O juiz eleitoral deu-se por impedido em 05/09/2013.
O TRE determinou substituto em 23/09/2013.
Os autos restaram conclusos em 03/10/2013.
Os autos foram localizados em 23/08/2018.
As partes foram instadas a manifestarem-se em 29/08/2018.
Por tudo isso, é forçoso admitir que o objeto da ação, de fato, se perdeu, ou restou prescrita a pretensão punitiva, tendo em vista que a
eficácia de eventual sanção, no seu prazo máximo, extinguiu em 31/12/2016, por força do disposto no art. 22, XIV, da Lei de Inelegibilidades,
alterada pela Lei da Ficha Limpa, de 2010, na medida em que os fatos ocorreram no curso do ano eleitoral de 2008.
DISPOSITIVO.
Ante o exposto, examinando a preliminar da presente Impugnação, na forma do art. 485, IV, do CPC, reconheço a perda de objeto e
julgo prejudicada a Ação Eleitoral, extinguindo-a sem exame do seu mérito.
Partes isentas de custas.
Publique-se. Intimem-se a parte Investigada, pela Imprensa, e o Ministério Público, pessoalmente.
Caso interposto recurso, intime-se a parte contrária para respondê-lo. Após, vencido o prazo de resposta, encaminhe-se à Instância recorrida.
Certificado o trânsito em julgado, arquive-se.
Cumpra-se.
Ribeira do Pombal – BA, em 06/12/2018
César Augusto Carvalho de Figueiredo
JUIZ ELEITORAL

Sentenças
AUTOS N.º: 114-23.2018.6.05.0110
ASSUNTO: Prestação de Contas Partidária Anual – Exercício 2017
PARTIDO: Partido Democrático Trabalhista- PDT
MUNICÍPIO: Banzaê/BA
SENTENÇA
Vistos etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PDT do Município de Banzaê/Ba, qualificado acima e nos autos.
A prestação de contas não foi apresentada, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Devidamente notificado para suprir a omissão, deixou o PDT, por seu presidente, transcorrer “in albis” o prazo de 72 horas para a devida
apresentação.
O responsável pela análise técnica das contas prestadas manifestou-se pela não prestação.
O Ministério Público Eleitoral, instado a se manifestar, emitiu parecer opinando por contas não prestadas.
Vieram-me conclusos.
É o relatório. Decido.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 63

Diante do exposto, com fundamento no art. 37, §3º da lei 9096/95, JULGO NÃO PRESTADAS AS CONTAS do Partido PDT de Banzaê/BA,
referente ao ano de 2017, determinando a suspensão de repasse de novas cotas a essa agremiação partidária por um período de 1 (um) ano,
na forma do artigo 47, I, da Resolução TSE nº 23.464/2015.
Expedientes necessários.
Publique-se. Registre-se.
Transitado em julgado, arquive-se.
Ribeira do Pombal, 06 de dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral da 110ª Zona

AUTOS N.º: 51-95.2018.6.05.0110


ASSUNTO: Prestação de Contas Partidária Anual – Exercício 2017
PARTIDO: Partido Humanista da Solidariedade - PHS
MUNICÍPIO: Banzaê
SENTENÇA
Vistos etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PHS do Município de Banzaê/Ba, qualificado acima e nos autos.
A prestação de contas não foi apresentada tempestivamente, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Devidamente notificado para suprir a omissão, o partido apresentou a prestação de contas. Contudo, deixou de apresentar o instrumento
constitutivo de advogado, previstos para os fins do art. 28 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
O responsável pela análise técnica das contas prestadas manifestou-se pela não prestação, informando a existência impropriedades que
desabonam a presente prestação de conta.
O Ministério Público Eleitoral, instado a se manifestar, emitiu parecer opinando por contas não prestadas..
Vieram-me conclusos.
É o relatório. Decido.
A prestação de contas em tela foi apresentada intempestivamente, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Entretanto, não foi apresentado documento essencial para o exame da regularidade das contas, a saber: instrumento constitutivo de
advogado, previstos para os fins do art. 28 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
Isto posto, declaro NÃO PRESTADAS as contas do partido em epígrafe, e determino a suspensão por 1 ano de eventual repasse de recursos
do fundo partidário para o referido diretório partidário, na forma do artigo 47, I, da Resolução TSE nº 23.464/2015.
Expedientes necessários.
Publique-se. Registre-se.
Transitado em julgado, arquive-se.
Ribeira do Pombal, 06de dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral da 110ª Zona

AUTOS N.º: 112-53.2018.6.05.0110


ASSUNTO: Prestação de Contas Partidária Anual – Exercício 2017
PARTIDO: Partido Humanista da Solidariedade - PHS
MUNICÍPIO: Ribeira do Pombal
SENTENÇA
Vistos etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PHS do Município de Ribeira do Pombal/Ba, qualificado acima e
nos autos. A prestação de contas não foi apresentada, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Devidamente notificado para suprir a omissão, deixou o PHS, por seu presidente, transcorrer “in albis” o prazo de 72 horas para a devida
apresentação.
O responsável pela análise técnica das contas prestadas manifestou-se pela não prestação.
O Ministério Público Eleitoral, instado a se manifestar, emitiu parecer opinando por contas não prestadas.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 64

Vieram-me conclusos.
É o relatório. Decido.
Diante do exposto, com fundamento no art. 37, §3º da lei 9096/95, JULGO NÃO PRESTADAS AS CONTAS do Partido PHS de Ribeira do
Pombal/BA, referente ao ano de 2017, determinando a suspensão de repasse de novas cotas a essa agremiação partidária por um período de
1 (um) ano, na forma do artigo 47, I, da Resolução TSE nº 23.464/2015.
Expedientes necessários.
Publique-se. Registre-se.
Transitado em julgado, arquive-se.
Ribeira do Pombal, 06 de dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral da 110ª Zona

AUTOS N.º: 113-38.2018.6.05.0110


ASSUNTO: Prestação de Contas Partidária Anual – Exercício 2017
PARTIDO: Partido da Mulher Brasileira - PMB
MUNICÍPIO: Ribeira do Pombal
SENTENÇA
Vistos etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PMB do Município de Ribeira do Pombal/Ba, qualificado acima e
nos autos. A prestação de contas não foi apresentada, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Devidamente notificado para suprir a omissão, deixou o PMB, por seu presidente, transcorrer “in albis” o prazo de 72 horas para a devida
apresentação.
O responsável pela análise técnica das contas prestadas manifestou-se pela não prestação.
O Ministério Público Eleitoral, instado a se manifestar, emitiu parecer opinando por contas não prestadas.
Vieram-me conclusos.
É o relatório. Decido.
Diante do exposto, com fundamento no art. 37, §3º da lei 9096/95, JULGO NÃO PRESTADAS AS CONTAS do Partido PMB de Ribeira do
Pombal/BA, referente ao ano de 2017, determinando a suspensão de repasse de novas cotas a essa agremiação partidária por um período de
1 (um) ano, na forma do artigo 47, I, da Resolução TSE nº 23.464/2015.
Expedientes necessários.
Publique-se. Registre-se.
Transitado em julgado, arquive-se.
Ribeira do Pombal, 06 de dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral da 110ª Zona

AUTOS N.º: 389-40.2016.6.05.0110


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2016
PARTIDO: PMB
MUNICÍPIO: RIBEIRA DO POMBAL
ADVOGADO: DAVID OLIVEIRA GAMA OAB/BA Nº: 42997
ANTONIO CARLOS RANGEL DA SILVA FILHO OAB/BA Nº: 22.916
SENTENÇA
Vistos, etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PMB de Ribeira do Pombal/BA, qualificado acima e nos autos,
apresentou sua prestação de contas referente às Eleições Municipais de 2016.
O Partido em questão apresentou sua prestação de contas, mas deixou de apresentar extratos bancários obrigatório e o instrumento de
mandato par constituição de advogado. Devidamente notificado, manteve-se inerte quanto aos extratos bancários.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 65

O parecer técnico conclusivo, acostado aos autos, opinou pela não prestação das contas, vez que, realizadas as diligências necessárias à
complementação, não foram apresentadas as peças obrigatórias.
Com vistas dos autos, o representante do Ministério Público Eleitoral entendeu pela não prestação de contas.
É o breve Relatório. Decido.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo partido e em consonância com o quanto disposto na Resolução TSE
n.º 23.463 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS, as contas prestadas pelo Partido da Mulher Brasileira, do Município
de Ribeira do Pombal, determinando a suspensão de repasse de novas cotas a essa agremiação partidária por um período de 1 ano.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Após o trânsito em julgado, arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Ribeira do Pombal, 06 de Dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral

AUTOS N.º: 115-98.2018.6.05.0110


ASSUNTO: Prestação de Contas Partidária Anual – Exercício 2017
PARTIDO: Partido Popular Socialista - PPS
MUNICÍPIO: Heliópolis
SENTENÇA
Vistos etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PPS do Município de Heliópolis/Ba, qualificado acima e nos
autos. A prestação de contas não foi apresentada, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Devidamente notificado para suprir a omissão, deixou o PPS, por seu presidente, transcorrer “in albis” o prazo de 72 horas para a devida
apresentação.
O responsável pela análise técnica das contas prestadas manifestou-se pela não prestação.
O Ministério Público Eleitoral, instado a se manifestar, emitiu parecer opinando por contas não prestadas.
Vieram-me conclusos.
É o relatório. Decido.
Diante do exposto, com fundamento no art. 37, §3º da lei 9096/95, JULGO NÃO PRESTADAS AS CONTAS do Partido PPS de Heliópolis/BA,
referente ao ano de 2017, determinando a suspensão de repasse de novas cotas a essa agremiação partidária por um período de 1 (um) ano,
na forma do artigo 47, I, da Resolução TSE nº 23.464/2015.
Expedientes necessários.
Publique-se. Registre-se.
Transitado em julgado, arquive-se.
Ribeira do Pombal, 06 de dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral da 110ª Zona

AUTOS N.º: 347-88.2016.6.05.0110


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – ELEIÇÕES 2016
PARTIDO: PSL
MUNICÍPIO: RIBEIRA DO POMBAL
SENTENÇA
Vistos, etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PSL de Ribeira do Pombal/BA, qualificado acima e nos autos,
apresentou sua prestação de contas referente às Eleições Municipais de 2016.
O Partido em questão apresentou sua prestação de contas, mas deixou de apresentar o instrumento de mandato par constituição de
advogado. Devidamente notificado, manteve-se inerte até a presente data.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 66

O parecer técnico conclusivo, acostado aos autos, opinou pela não prestação das contas, vez que, realizadas as diligências necessárias à
complementação, não foram apresentadas as peças obrigatórias.
Com vistas dos autos, o representante do Ministério Público Eleitoral entendeu pela não prestação de contas.
É o breve Relatório. Decido.
Diante do acima exposto, com base na documentação apresentada pelo partido e em consonância com o quanto disposto na Resolução TSE
n.º 23.463 e na Legislação Eleitoral pertinente, julgo NÃO PRESTADAS, as contas prestadas pelo Partido Social Liberal, do Município de
Ribeira do Pombal, determinando a suspensão de repasse de novas cotas a essa agremiação partidária por um período de 1 ano.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Após o trânsito em julgado, arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Ribeira do Pombal, 06 de Dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral

AUTOS N.º: 37-14.2018.6.05.0110


ASSUNTO: Prestação de Contas Partidária Anual – Exercício 2017
PARTIDO: Partido dos Trabalhadores - PT
MUNICÍPIO: Ribeira do Pombal
SENTENÇA
Vistos etc.
Tratam-se os autos de prestação de contas do órgão de direção municipal do PT do Município de Ribeira do Pombal/Ba, qualificado acima e
nos autos. A prestação de contas não foi apresentada tempestivamente, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Devidamente notificado para suprir a omissão, o partido apresentou a prestação de contas. Contudo, deixou de apresentar o instrumento
constitutivo de advogado, previstos para os fins do art. 28 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
O responsável pela análise técnica das contas prestadas manifestou-se pela não prestação, informando a existência impropriedades que
desabonam a presente prestação de conta.
O Ministério Público Eleitoral, instado a se manifestar, emitiu parecer opinando por contas não prestadas..
Vieram-me conclusos.
É o relatório. Decido.
A prestação de contas em tela foi apresentada intempestivamente, ao quanto disposto no art. 32, caput, da Lei 9.096/95.
Entretanto, não foi apresentado documento essencial para o exame da regularidade das contas, a saber: instrumento constitutivo de
advogado, previstos para os fins do art. 28 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
Isto posto, declaro NÃO PRESTADAS as contas do partido em epígrafe, e determino a suspensão por 1 ano de eventual repasse de recursos
do fundo partidário para o referido diretório partidário, na forma do artigo 47, I, da Resolução TSE nº 23.464/2015.
Expedientes necessários.
Publique-se. Registre-se.
Transitado em julgado, arquive-se.
Ribeira do Pombal, 06de dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral da 110ª Zona

AUTOS N.º: 118-60.2018.6.05.0110


REQUERENTE: PARTIDO SOCIAL CRISTÃO – PSC
MUNICÍPIO: HELIÓPOLIS
ADVOGADO: DEIVISON SANTOS OAB/SE nº 9.352
SENTENÇA
Vistos.
Tratam os presentes autos de Petição, na qual o Partido PSC do Município de Heliópolis-BA, requer a regularização das contas referente ao
exercício financeiro de 2015.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 67

O parecer técnico conclusivo de fls. 09 opina pelo deferimento do pedido, haja vista que foram não há indício de irregularidade das contas ou
recebimento de fontes vedadas.
O Ministério Público opina pela regularização das contas apresentadas (fls. 10),
É o relatório.
Decido.
Pela análise da documentação apresentada, não foram observadas irregularidades que violem os requisitos legais de arrecadação e
movimentação financeira.
Isto posto, com base na Lei 9.096/95 e Resolução TSE n.º 23.546/2017, defiro o pedido de regularização das contas do Partido PSC do
Município de Heliópolis, referente ao exercício financeiro de 2015, uma vez que foram apresentados todos os documentos previstos no art. 29
(art. 59, §1º, III, da Resolução TSE n º 23.546/2017) e não existe nenhum indício de irregularidade.
Após o trânsito em julgado, comunique-se o TRE-BA quanto à regularização das contas. Em seguida, proceda-se a baixa e arquivem-se.
P.R.I.
Ribeira do Pombal, 06 de Dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral

AUTOS N.º: 119-45.2018.6.05.0110


REQUERENTE: PARTIDO SOCIAL LIBERAL – PSL
MUNICÍPIO: HELIÓPOLIS
ADVOGADO: DEIVISON SANTOS OAB/BA nº 9.352
SENTENÇA
Vistos.
Tratam os presentes autos de Petição, na qual o Partido PSL do Município de Heliópolis-BA, requer a regularização das contas referente ao
exercício financeiro de 2017.
O parecer técnico conclusivo de fls. 09 opina pelo deferimento do pedido, haja vista que foram não há indício de irregularidade das contas ou
recebimento de fontes vedadas.
O Ministério Público opina pela regularização das contas apresentadas (fls. 10),
É o relatório.
Decido.
Pela análise da documentação apresentada, não foram observadas irregularidades que violem os requisitos legais de arrecadação e
movimentação financeira.
Isto posto, com base na Lei 9.096/95 e Resolução TSE n.º 23.546/2017, defiro o pedido de regularização das contas do Partido PSL do
Município de Heliópolis, referente ao exercício financeiro de 2015, uma vez que foram apresentados todos os documentos previstos no art. 29
(art. 59, §1º, III, da Resolução TSE n º 23.546/2017) e não existe nenhum indício de irregularidade.
Após o trânsito em julgado, comunique-se o TRE-BA quanto à regularização das contas. Em seguida, proceda-se a baixa e arquivem-se.
P.R.I.
Ribeira do Pombal, 06 de Dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral

AUTOS N.º: 120-30.2018.6.05.0110


REQUERENTE: PARTIDO SOCIAL DA DEMOCRACIA BRASILEIRA – PSDB
MUNICÍPIO: RIBEIRA DO POMBAL
SENTENÇA
Vistos.
Tratam os presentes autos de Petição, na qual o Partido PSDB do Município de Ribeira do Pombal/BA, requer a regularização das contas
referente ao exercício financeiro de 2014.
O parecer técnico conclusivo de fls. 10 opina pelo deferimento do pedido, haja vista que foram não há indício de irregularidade das contas ou
recebimento de fontes vedadas.
O Ministério Público opina pela regularização das contas apresentadas (fls. 11),

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 68

É o relatório.
Decido.
Pela análise da documentação apresentada, não foram observadas irregularidades que violem os requisitos legais de arrecadação e
movimentação financeira.
Isto posto, com base na Lei 9.096/95 e Resolução TSE n.º 23.546/2017, defiro o pedido de regularização das contas do Partido PSDB do
Município de Ribeira do Pombal, referente ao exercício financeiro de 2014, uma vez que foram apresentados todos os documentos previstos
no art. 29 (art. 59, §1º, III, da Resolução TSE n º 23.546/2017) e não existe nenhum indício de irregularidade.
Após o trânsito em julgado, comunique-se o TRE-BA quanto à regularização das contas. Em seguida, proceda-se a baixa e arquivem-se.
P.R.I.
Ribeira do Pombal, 06 de Dezembro de 2018.
CÉSAR AUGUSTO CARVALHO DE FIGUEIREDO
Juiz Eleitoral

112ª Zona Eleitoral - PRADO

Editais

Citação para apresentar contas em 3 dias


Edital nº 63/2018
De ordem do Excelentíssimo Doutor Leonardo Santos Vieira Coelho, Juiz(a) Eleitoral da 112ª Zona Eleitoral, Município de Prado-BA, no uso
de suas atribuições legais, FAÇO SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele conhecimento tiverem, ou a quem interessar possa,
que frustrada a intimação através de oficial de justiça e com fundamento na legislação eleitoral vigente, CITAM-SE, por meio deste Edital, os
representantes partidários relacionados no anexo para apresentarem a prestação de contas da campanha relativa as Eleições 2018 no prazo
de 3 (três) dias, nos termos do art. 52, § 6, IV, da resolução do TSE nº 23.553/2017, sob pena de serem julgadas não prestadas as contas e
aplicadas as sanções cabíveis.
CITANDO PARTIDO MUNICÍPIO Nº DO PROCESSO
ANTÔNIO ROBERTO METZKER PSDB CARAVELAS/BA 117-69.2018.6.05.0112
ALCÂNTARA
GERSON LUIZ MOTA DIAS PSDB CARAVELAS/BA 117-69.2018.6.05.0112
ALCIONE MUNIZ DOS SANTOS PPL PRADO/BA 110-33.2018.6.05.0112
LUIZ CARLOS METZKER AVANTE CARAVELAS/BA 119-39.2018.6.05.0112
ALCANTARA
DAMOR DA CRUZ ALCANTARA AVANTE CARAVELAS/BA 119-39.2018.6.05.0112
NETO
MARGARETH NUNES PRB ALCOBAÇA/BA 127-16.2018.6.05.0112
NASCIMENTO
VAILTON RODRIGUES DE PRP ALCOBAÇA/BA 126-31.2018.6.05.0112
MATTOS
ZENILDO SILVA RAMOS PODEMOS CARAVELAS/BA 125-46.2018.6.05.0112
DÉBORA MARTA CRUZ RAMOS PODEMOS CARAVELAS/BA 125-46.2018.6.05.0112
MARLENE TAMIRIS DE OLIVEIRA AVANTE ALCOBAÇA/BA 123-76.2018.6.05.0112
MATUSALÉM MONTE ALTO JR PT ALCOBAÇA/BA 122-91.2018.6.05.0112
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o(a) Excelentíssimo(a) Juiz(a) expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de
Justiça Eletrônico. Dado e passado neste município de Prado, em 06/12/2018.
Ives Tavares Gonçalves Santos
Analista Judiciário
Chefe de Cartório
Citação para prestar contas de campanha
Edital nº 64/2018
De ordem do Excelentíssimo Doutor Leonardo Santos Vieira Coelho, Juiz(a) Eleitoral da 112ª Zona Eleitoral, Município de Prado-BA, no uso
de suas atribuições legais, FAÇO SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele conhecimento tiverem, ou a quem interessar possa,
que frustrada a intimação através de oficial de justiça e com fundamento na legislação eleitoral vigente, CITA-SE, por meio deste Edital, o
representante partidário relacionado no anexo para que apresente a prestação de contas da campanha relativa as Eleições 2018 no prazo de
3 (três) dias, nos termos do art. 52, § 6, IV, da resolução do TSE nº 23.553/2017, sob pena de serem julgadas não prestadas as contas e
aplicadas as sanções cabíveis.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 69

CITANDO PARTIDO MUNICÍPIO Nº DO PROCESSO


CLAYDSON MOTTA SILVA PR PRADO/BA 101-18.2018.6.05.0112
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o(a) Excelentíssimo(a) Juiz(a) expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de
Justiça Eletrônico. Dado e passado neste município de Prado, em 06/12/2018.
Ives Tavares Gonçalves Santos
Analista Judiciário
Chefe de Cartório
Análise Técnica_PC_Eleiões 2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018
PROCESSO Nº 110-77.2018.6.05.0112
PARTIDO POLÍTICO/INTERESSADO: PSB DE ALCOBAÇA/BA
MUNICÍPIO: ALCOBAÇA
ADVOGADO(A): JESSICA SANTOS LIMA (OAB/BA Nº 54.935)
ATO ORDINATÓRIO
De ordem do Excelentíssimo Senhor Leonardo Santos Vieira Coelho, Juiz desta 112ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, sediada no município
de Prado (BA), no uso de suas atribuições legais e em conformidade com a legislação eleitoral pertinente,
INTIMO o partido político supramencionado, através do presente, para manifestar-se em até 03 (três) dias acerca da(s) irregularidade(s)
detectada(s) no Parecer Técnico abaixo transcrito, nos termos do art. 75, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
Dado e passado nesta Cidade de Prado (BA), em 06/12/2018. Eu, _________________ (Ives Tavares Gonçalves Santos), Analista Judiciário,
Chefe do Cartório da 112ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi o presente, de ordem do MM. Juiz Eleitoral.
PROCESSO Nº: 110-77.2018.6.05.0112
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS
NA CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PSB - ALCOBACA
CNPJ : 15.794.287/0001-46 Nº CONTROLE: P40000433154BA0996826
DATA ENTREGA: 26/11/2018 às 10:15:20 DATA GERAÇÃO: 26/11/2018 às 10:25:36
TIPO: FINAL
ANÁLISE TÉCNICA
Submete-se à apreciação superior o relatório dos exames efetuados sobre a prestação de contas em epígrafe, abrangendo a arrecadação e
aplicação de recursos utilizados na campanha relativas às eleições de 2018.
1 – Das Ocorrências Verificadas
Do exame realizado, foi(ram) detectada(s) a(s) ocorrência(s) descrita(s) abaixo:
1.1 Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.2 Prestação de contas entregue em 26/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
1.3 Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de dados do
extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a análise da
movimentação financeira da campanha eleitoral.
1.4. Não houve indicação das informações referentes à conta bancária na prestação de contas examinada e nos extratos eletrônicos, o que
implica em restrição ao exame (arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017).
1.5. Não foram informados os dados referentes às contas bancárias, impossibilitando o confronto entre a data inicial da arrecadação dos
recursos e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no cumprimento dos requisitos para início da
arrecadação dispostos no art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição ao exame.
2– Da Conclusão
Diante das irregularidades relacionadas supra, opina esta analista pela intimação do prestador de contas para, querendo, manifestar-se
acerca das mesmas no prazo de 03 (três) dias contados da intimação, nos termos do art. 75, da Res. TSE nº 23.553/2017, vedada a juntada
de documentos que não se refiram especificamente às irregularidades e/ou impropriedades apontadas.
É o Parecer. À consideração superior.
Prado/BA, 06/12/2018.
Ives Tavares Gonçalves Santos
Analista Judiciário
Chefe de Cartório

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 70

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018


PROCESSO Nº 111-62.2018.6.05.0112
PARTIDO POLÍTICO/INTERESSADO: PODEMOS DE CARAVELAS/BA
MUNICÍPIO: CARAVELAS
ADVOGADO(A): YURI HERMAN SOARES PINHEIRO (OAB/BA Nº 45.832)
ATO ORDINATÓRIO
De ordem do Excelentíssimo Senhor Leonardo Santos Vieira Coelho, Juiz desta 112ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, sediada no município
de Prado (BA), no uso de suas atribuições legais e em conformidade com a legislação eleitoral pertinente,
INTIMO o partido político supramencionado, através do presente, para manifestar-se em até 03 (três) dias acerca da(s) irregularidade(s)
detectada(s) no Parecer Técnico abaixo transcrito, nos termos do art. 75, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
Dado e passado nesta Cidade de Prado (BA), em 06/12/2018. Eu, _________________ (Ives Tavares Gonçalves Santos), Analista Judiciário,
Chefe do Cartório da 112ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi o presente, de ordem do MM. Juiz Eleitoral.
PROCESSO Nº: 111-62.2018.6.05.0112
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS
NA CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PODE - CARAVELAS
CNPJ : 24.703.565/0001-01 Nº CONTROLE: P19000434371BA0154247
DATA ENTREGA: 26/11/2018 às 10:14:13 DATA GERAÇÃO: 26/11/2018 às 10:27:18
TIPO: FINAL
ANÁLISE TÉCNICA
Submete-se à apreciação superior o relatório dos exames efetuados sobre a prestação de contas em epígrafe, abrangendo a arrecadação e
aplicação de recursos utilizados na campanha relativas às eleições de 2018.
1 – Das Ocorrências Verificadas
Do exame realizado, foi(ram) detectada(s) a(s) ocorrência(s) descrita(s) abaixo:
1.1 Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.2 Prestação de contas entregue em 26/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
1.3 Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de dados do
extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a análise da
movimentação financeira da campanha eleitoral.
1.4. Não houve indicação das informações referentes à conta bancária na prestação de contas examinada e nos extratos eletrônicos, o que
implica em restrição ao exame (arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017).
1.5. Não foram informados os dados referentes às contas bancárias, impossibilitando o confronto entre a data inicial da arrecadação dos
recursos e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no cumprimento dos requisitos para início da
arrecadação dispostos no art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição ao exame.
2– Da Conclusão
Diante das irregularidades relacionadas supra, opina esta analista pela intimação do prestador de contas para, querendo, manifestar-se
acerca das mesmas no prazo de 03 (três) dias contados da intimação, nos termos do art. 75, da Res. TSE nº 23.553/2017, vedada a juntada
de documentos que não se refiram especificamente às irregularidades e/ou impropriedades apontadas.
É o Parecer. À consideração superior.
Prado/BA, 06/12/2018.
Ives Tavares Gonçalves Santos
Analista Judiciário
Chefe de Cartório

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018


PROCESSO Nº 92-56.2018.6.05.0112
PARTIDO POLÍTICO/INTERESSADO: PP DE ALCOBAÇA
MUNICÍPIO: ALCOBAÇA
ADVOGADO(A): JOSE NETTO CRUZ DE SOUZA (OAB/BA Nº 23.702)
ATO ORDINATÓRIO
De ordem do Excelentíssimo Senhor Leonardo Santos Vieira Coelho, Juiz desta 112ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, sediada no município
de Prado (BA), no uso de suas atribuições legais e em conformidade com a legislação eleitoral pertinente,

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 71

INTIMO o partido político supramencionado, através do presente, para manifestar-se em até 03 (três) dias acerca da(s) irregularidade(s)
detectada(s) no Parecer Técnico abaixo transcrito, nos termos do art. 75, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
Dado e passado nesta Cidade de Prado (BA), em 06/12/2018. Eu, _________________ (Ives Tavares Gonçalves Santos), Analista Judiciário,
Chefe do Cartório da 112ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi o presente, de ordem do MM. Juiz Eleitoral.
PROCESSO Nº: 92-56.2018.6.05.0112
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS
NA CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PP - ALCOBAÇA
CNPJ : 15.734.848/0001-11 Nº CONTROLE: P11000433154BA2290668
DATA ENTREGA: 20/11/2018 às 14:47:39 DATA GERAÇÃO: 20/11/2018 às 14:56:49
TIPO: FINAL
ANÁLISE TÉCNICA
Submete-se à apreciação superior o relatório dos exames efetuados sobre a prestação de contas em epígrafe, abrangendo a arrecadação e
aplicação de recursos utilizados na campanha relativas às eleições de 2018.
1 – Das Ocorrências Verificadas
1.1 Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018);
1.2 Prestação de contas entregue em 20/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017;
1.3 Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de dados do
extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017;
1.4 Não foram informados os dados referentes às contas bancárias, impossibilitando o confronto entre a data inicial da arrecadação dos
recursos e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no cumprimento dos requisitos para início da
arrecadação dispostos no art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição ao exame;
1.5 Não foram informados os dados referentes à conta bancária no extrato eletrônico e na prestação de contas, impossibilitando o confronto
entre a data de pagamento de despesas e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no cumprimento dos
requisitos para realização de gastos, nos termos do art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição ao exame;
1.6 A abertura da conta bancária destinada ao recebimento de Doações para Campanha identificada abaixo extrapolou o prazo de 15/08/2018,
no caso de partidos políticos registrados na Justiça Eleitoral após 15/08/2016, em desatendimento ao disposto no art. 10, § 1º, inciso II, da
Resolução TSE nº 23.553/2017, não sendo possível aferir a correção dos valores declarados na prestação de contas em relação ao período
em que não houve a abertura da conta bancária, bem como a eventual omissão de receitas e gastos eleitorais.
2 – Da Conclusão
Diante das irregularidades relacionadas supra, opina esta analista pela intimação do prestador de contas para, querendo, manifestar-se
acerca das mesmas no prazo de 03 (três) dias contados da intimação, nos termos do art. 75, da Res. TSE nº 23.553/2017, vedada a juntada
de documentos que não se refiram especificamente às irregularidades e/ou impropriedades apontadas.
É o Parecer. À consideração superior.
Prado/BA, 06/12/2018.
Ives Tavares Gonçalves Santos
Analista Judiciário
Chefe de Cartório

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018


PROCESSO Nº 93-41.2018.6.05.0112
PARTIDO POLÍTICO/INTERESSADO: PP DE CARAVELAS
MUNICÍPIO: CARAVELAS
ADVOGADO(A): DIANA SOARES CARRILHO (OAB/BA Nº 55583)
ATO ORDINATÓRIO
De ordem do Excelentíssimo Senhor Leonardo Santos Vieira Coelho, Juiz desta 112ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, sediada no município
de Prado (BA), no uso de suas atribuições legais e em conformidade com a legislação eleitoral pertinente,
INTIMO o partido político supramencionado, através do presente, para manifestar-se em até 03 (três) dias acerca da(s) irregularidade(s)
detectada(s) no Parecer Técnico abaixo transcrito, nos termos do art. 75, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
Dado e passado nesta Cidade de Prado (BA), em 06/12/2018. Eu, _________________ (Ives Tavares Gonçalves Santos), Analista Judiciário,
Chefe do Cartório da 112ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi o presente, de ordem do MM. Juiz Eleitoral.
PROCESSO Nº: 93-41.2018.6.05.0112
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS
NA CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PP - CARAVELAS
CNPJ : 15.872.547/0001-54 Nº CONTROLE: P11000434371BA0509611

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 72

DATA ENTREGA: 19/11/2018 às 15:04:36 DATA GERAÇÃO: 19/11/2018 às 15:07:21


TIPO: FINAL
ANÁLISE TÉCNICA
Submete-se à apreciação superior o relatório dos exames efetuados sobre a prestação de contas em epígrafe, abrangendo a arrecadação e
aplicação de recursos utilizados na campanha relativas às eleições de 2018.
1 – Das Ocorrências Verificadas
1.1 Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.2 Prestação de contas entregue em 19/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
1.3 Foram detectadas divergências entre as informações da conta bancária informada na prestação de contas em exame e aquelas
constantes dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, caracterizando omissão na prestação de informações à Justiça Eleitoral
relativas ao registro integral da movimentação financeira de campanha, infringindo o art. 56, I, alínea 'a', da Resolução TSE nº 23.553/2017:
CONTA BANCÁRIA DECLARADA NA PRESTAÇÃO DE CONTAS
DIVERGÊNCIA CNPJ BANCO AGÊNCIA CONTA
Na conta 15.872.547/0001-54 001 0579 0000000017596X
CONTA BANCÁRIA IDENTIFICADA NOS EXTRATOS ELETRÔNICOS
DIVERGÊNCIA CNPJ BANCO AGÊNCIA CONTA
Na conta 15.872.547/0001-54 001 0579 00000000175927
Na conta 15.872.547/0001-54 001 0579 00000000175960
1.4. Há contas bancárias na base de dados dos extratos eletrônicos não registradas na prestação de contas em exame, caracterizando
omissão na prestação de informações à Justiça Eleitoral relativas ao registro integral da movimentação financeira de campanha, infringindo o
art. 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017:
CNPJ BANCO AGÊNCIA CONTA
15.872.547/0001-54 001 0579 00000000175927
15.872.547/0001-54 001 0579 00000000175960
2 – Da Conclusão
Diante das irregularidades relacionadas supra, opina esta analista pela intimação do prestador de contas para, querendo, manifestar-se
acerca das mesmas no prazo de 03 (três) dias contados da intimação, nos termos do art. 75, da Res. TSE nº 23.553/2017, vedada a juntada
de documentos que não se refiram especificamente às irregularidades e/ou impropriedades apontadas.
É o Parecer. À consideração superior.
Prado/BA, 06/12/2018.
Ives Tavares Gonçalves Santos
Analista Judiciário
Chefe de Cartório
Análise Técnica_PC_Eleições 2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA - ELEIÇÕES 2018
PROCESSO Nº 95-11.2018.6.05.0112
PARTIDO POLÍTICO/INTERESSADO: MDB DE CARAVELAS
MUNICÍPIO: CARAVELAS
ADVOGADO(A): YURI HERMAN SOARES PINHEIRO (OAB/BA Nº 45.832)
ATO ORDINATÓRIO
De ordem do Excelentíssimo Senhor Leonardo Santos Vieira Coelho, Juiz desta 112ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, sediada no município
de Prado (BA), no uso de suas atribuições legais e em conformidade com a legislação eleitoral pertinente,
INTIMO o partido político supramencionado, através do presente, para manifestar-se em até 03 (três) dias acerca da(s) irregularidade(s)
detectada(s) no Parecer Técnico abaixo transcrito, nos termos do art. 75, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
Dado e passado nesta Cidade de Prado (BA), em 06/12/2018. Eu, _________________ (Ives Tavares Gonçalves Santos), Analista Judiciário,
Chefe do Cartório da 112ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi o presente, de ordem do MM. Juiz Eleitoral.
PROCESSO Nº: 95-11.2018.6.05.0112
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS
NA CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PP - CARAVELAS
CNPJ : 15.872.547/0001-54 Nº CONTROLE: P11000434371BA0509611
DATA ENTREGA: 19/11/2018 às 15:04:36 DATA GERAÇÃO: 19/11/2018 às 15:07:21
TIPO: FINAL
ANÁLISE TÉCNICA

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 73

Submete-se à apreciação superior o relatório dos exames efetuados sobre a prestação de contas em epígrafe, abrangendo a arrecadação e
aplicação de recursos utilizados na campanha relativas às eleições de 2018.
1 – Das Ocorrências Verificadas
1.1 Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.2 Prestação de contas entregue em 22/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
1.3 Embora o partido tenha declarado ausência de movimentação financeira, o documento de fls. 08, extraído do SPCE WEB, aponta
movimentações financeiras na conta 175250, Agência 579, Banco do Brasil, totalizando o valor de R$ 3.122,00, sendo necessário que o
diretório municipal preste esclarecimentos acerca das aludidas despesas.
2 – Da Conclusão
Diante das irregularidades relacionadas supra, opina esta analista pela intimação do prestador de contas para, querendo, manifestar-se
acerca das mesmas no prazo de 03 (três) dias contados da intimação, nos termos do art. 75, da Res. TSE nº 23.553/2017, vedada a juntada
de documentos que não se refiram especificamente às irregularidades e/ou impropriedades apontadas.
É o Parecer. À consideração superior.
Prado/BA, 06/12/2018.
Ives Tavares Gonçalves Santos
Analista Judiciário
Chefe de Cartório

113ª Zona Eleitoral - RIACHO DE SANTANA

Sentenças

PUBLICAÇÃO E INTIMAÇÃO DE INTEIRO TEOR DE SENTENÇA

Autos nº 24-11.2015.6.05.0113
Natureza: Prestação de Contas Partidária – Exercício 2014
Partido: PARTIDO DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL – PMN
Advogado: (não constituído nos autos)
Município: Riacho de Santana-Ba
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de prestação de contas anual partidária a que estão obrigados os partidos políticos, por força do art. 32 e seguintes da Lei nº
9.096/1995 e das Resoluções TSE nº 21.841/2004, nº 23.546/2017 e nº 23.571/2018.
O Cartório Eleitoral, às fls. 01, informou a este Juízo a ausência de prestação de contas à Justiça Eleitoral, por parte da agremiação acima
descrita, referente ao execício financeiro de 2014.
A agremiação partidária foi notificada, fls. 05, 08, 11 a 13, para apresentação das contas, acompanhada de representação processual por
advogado, no prazo de 72 (setenta e duas) horas, sob pena de serem julgadas não prestadas e aplicadas as sanções cabíveis.
A notificação foi feita através de edital, haja vista que a notificação por meio postal foi devolvida pelos Correios informando mudança de
endereço da sede do partido, conforme fls. 08, 11 e 12.
Certidão de transcurso do prazo da notificação, sem manifestação dos interessados (fls. 13).
O analista de contas do Cartório Eleitoral juntou aos autos parecer técnico conclusivo, fls. 14 e 15, opinando pelo julgamento como NÃO
PRESTADAS as contas do partido.
O representante do Ministério Público Eleitoral ofereceu o parecer de fls. 16 e 17, manifestando-se pela prolação de decisão que considere as
contas do partido como NÃO PRESTADAS.
Após, vieram-me conclusos.
É o relatório. Passo a decidir.
Os partidos políticos, pessoas jurídicas de direito privado, e seus dirigentes sujeitam-se, no que se refere a finanças, contabilidade e
prestação de contas à Justiça Eleitoral, às disposições contidas na Constituição Federal, na Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995, na Lei
nº 9.504, de 30 de setembro de 1997, nas normas brasileiras de contabilidade emitidas pelo Conselho Federal de Contabilidade, nas
Resoluções e outras normas expedidas pelo TSE.
Nesta senda, estão, portanto, obrigados a remeter à Justiça Eleitoral, nos prazos fixados em lei, a prestação de contas, mesmo que

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 74

não haja o recebimento de recursos financeiros ou estimáveis em dinheiro, devendo o partido apresentar sua posição patrimonial e financeira
apurada no exercício, prescindindo de qualquer comunicação da Justiça Eleitoral para o atendimento desse dever.
A este respeito dispõe a Lei nº 9.096/1995, em seu art. 32, in verbis:
O partido está obrigado a enviar anualmente, à Justiça Eleitoral, o balanço contábil do exercício findo, até o dia 30 de abril do ano seguinte.
A fim de coibir a omissão dos partidos políticos, a legislação eleitoral é rigorosa, dispondo o art. 37-A da Lei nº 9.096/1995 o seguinte:
A falta de prestação de contas implicará a suspensão de novas cotas do Fundo Partidário enquanto perdurar a inadimplência e sujeitará os
responsáveis às penas da lei.
Observa-se na certidão cartorária (fls. 13) que a agremiação partidária, mesmo após notificada, não apresentou prestação de contas do
Exercício de 2014, podendo, dessa forma, a Justiça Eleitoral apreciar e julgar pela não apresentação, conforme previsto na Resolução TSE nº
23.546/2017, que assim estabelece:
Art. 46. Compete à Justiça Eleitoral decidir sobre a regularidade das contas partidárias, julgando:
IV - pela não prestação, quando:
a) depois de intimados na forma do art. 30, o órgão partidário e os responsáveis permanecerem omissos ou as suas justificativas não forem
aceitas;
(...).
Diante do que dos autos consta, JULGO NÃO PRESTADAS AS CONTAS do PARTIDO DA MOBILIZAÇÃO NACIONAL – PMN, registrado no
Município de Riacho de Santana, alusivas ao Exercício de 2014, suspendendo-se o repasse de novas quotas do fundo partidário ao respectivo
Diretório Municipal enquanto perdurar a omissão, nos termos do art. 37-A da Lei nº 9.096/1995 c/c art. 48 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
Proceda-se o registro do julgamento das contas no Sistema de Informações de Contas Eleitorais e Partidárias – SICO.
Após o trânsito em julgado, oficie-se os diretórios, regional e nacional, do partido supracitado, para fins de cumprimento do disposto no art. 48
da Resolução TSE nº 23.546/2017, até sanarem a sua inadimplência, e, com base no art. 42 da Resolução TSE nº 23.571/2018, encaminhe-
se cópia digitalizada desta decisão, por e-mail, à Seção de Registros de Partidos e Candidatos – SERPAC para SUSPENSÃO DA
ANOTAÇÃO PARTIDÁRIA pelo tempo em que permanecer omisso.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Ciência ao Ministério Público Eleitoral.
Após o trânsito em julgado, arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Riacho de Santana, 26 de novembro de 2018
ALMIR EDSON LELIS LIMA
Juiz Eleitoral

PUBLICAÇÃO E INTIMAÇÃO DE INTEIRO TEOR DE SENTENÇA

Autos nº 40-96.2014.6.05.0113
Regularização de Situação do Eleitor
Mesário Faltoso: Solange de Souza Duarte
Município: Riacho de Santana-Ba
SENTENÇA
Vistos, etc.
Cuida-se de procedimento instaurado para aplicação de multa a mesário faltoso que se ausentou injustificadamente aos trabalhos eleitorais.
A mesária SOLANGE DE SOUZA DUARTE apresentou espontaneamente, em 19/01/2018, justificativas face da sua ausência aos trabalhos
eleitorais no 2º Turno das Eleições Gerais de 2014, conforme documentos de fls. 10 a 14.
Foram abertas vistas dos autos ao Ministério Público Eleitoral.
O Ministério Público Eleitoral careou pareceres, às fls. 09 e 18 (versos). No primeiro momento, sem a apresentação de justificativas da
mesária, o parquet pugnou pela aplicação de multa nos termos dos arts. 124 e 367, ambos do Código Eleitoral, e no segundo, manifestou-se
pelo acolhimento da justificativa apresentada.
É o Relatório
Decido
A mesária faltosa foi convocada para os trabalhos eleitorais (fls. 04 a 08) e não trabalhou na Seção para a qual foi convocada (fls. 07). A
mesária apresentou requerimento de justificativas, espontaneamente, às fls. 10 a 14, relatando e juntando documentos que justificassem os
motivos de saúde para não exercer suas funções como Presidente na 62ª Seção.
O Ministério Público Eleitoral apresentou dois pareceres, sendo o primeiro antes da justificativa da mesária e o segundo após. No primeiro,
pugnou pela aplicação de multa nos termos dos arts. 124 e 367, ambos do Código Eleitoral, e no segundo, pelo acolhimento da justificativa

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 75

apresentada.
Do acima exposto, acolho o segundo parecer ministerial, julgo extinto o processo e deixo de aplicar qualquer penalidade à mesária faltosa
SOLANGE DE SOUZA DUARTE.
P. R. I.
Após o trânsito em julgado, arquive-se os autos, observadas as cautelas de praxe.
Riacho de Santana, 28 de novembro de 2018.
ALMIR EDSON LELIS LIMA
Juiz Eleitoral
PUBLICAÇÃO E INTIMAÇÃO DE INTEIRO TEOR DE SENTENÇA
AUTOS Nº: 233-43.2016.6.05.0113
NATUREZA: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA ELEITORAL - ELEIÇÕES/2016
INTERESSADO: DENAIDE SILVA ROCHA PENALVA
ADVOGADO: RONE CLEI AMARAL DA SILVA (OAB/BA Nº 39.609)
MUNICÍPIO: RIACHO DE SANTANA-BA
SENTENÇA
Trata-se de Prestação de Contas da candidata a Vereadora no Município de Riacho de Santana-Ba, DENAIDE SILVA ROCHA PENALVA,
referente ao pleito eleitoral ocorrido em 02 de outubro de 2016.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23.463/2015.
Os autos, em 05/06/2018, já estavam conclusos para julgamento. A candidata não havia apresentada sua prestação de contas, mesmo depois
de devidamente notificada, e, por esta razão, tanto o Cartório Eleitoral, quanto o Ministério Público Eleitoral, emitiram pareceres pela NÃO
PRESTAÇÃO das contas de campanha, fls. 12 a 15.
Em 09/07/2018 a candidata espontaneamente apresentou sua prestação de contas final, fls. 16 e 17.
Examinadas as contas apresentadas, levou-se a efeito o Parecer Técnico Conclusivo de fls. 19 e 20, através do qual, o analista das contas,
manifestou-se no sentido de desaprovação das contas, por constatar a existência de irregularidade que impede a sua aprovação (não abertura
de conta bancária de campanha).
O Ministério Público Eleitoral opinou desfavoravelmente, conforme parecer de fls. 21 e 22, manifestando-se pela desaprovação das contas
apresentadas pela candidata, nos termos do art. 68, inciso III, da Resolução TSE nº 23.463/2015.
Registre-se, ainda, que, apesar do art. 51 e 83, da Resolução TSE nº 23.463/2015 assegurarem aos demais candidatos e partidos políticos o
poder de fiscalização sobre o exame das contas, inclusive mediante a apresentação de impugnação às contas apresentadas, nenhum
elemento desabonador foi trazido aos autos.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres de fls. 19/20 e 21/22 e
JULGO IRREGULARES as contas apresentadas pela candidata a Vereadora DENAIDE SILVA ROCHA PENALVA, dando-as como
desaprovadas, com esteio no art. 68, inciso III, da Resolução TSE nº 23.463/2015.
P. R. I. C.
Após o trânsito em julgado, arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Riacho de Santana, 26 de novembro de 2018
ALMIR EDSON LELIS LIMA
Juiz Eleitoral

PUBLICAÇÃO E INTIMAÇÃO DE INTEIRO TEOR DE SENTENÇA

Autos nº 234-28.2016.6.05.0113
Natureza: Prestação de Contas de Campanha Eleitoral - Eleições/2016
Candidato: JOSE CLEVES DE ARAUJO PEREIRA
Advogado: (não constituído nos autos)
Município: Riacho de Santana-Ba
SENTENÇA
Vistos, etc.
Cuidam-se os presentes autos da não prestação de contas de campanha pelo candidato ao cargo de Vereador pelo Município de Riacho de
Santana, Estado da Bahia, JOSE CLEVES DE ARAUJO PEREIRA, nas Eleições Municipais de 02 de outubro de 2016.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 76

O analista de contas do Cartório Eleitoral juntou aos autos parecer técnico conclusivo, fls. 16 e 17, opinando pelo julgamento como NÃO
PRESTADAS as contas do candidato.
O representante do Ministério Público Eleitoral ofereceu o parecer de fls. 18 e 19, manifestando-se pela prolação de decisão que considere as
contas do candidato como NÃO PRESTADAS.
Da análise dos autos, verifica-se que o candidato em comento não apresentou sua prestação de contas de campanha, mesmo após ter sido
notificação conforme previsão do art. 45, §4º, IV, da Resolução TSE nº 23.463/2015.
Posto isso, com fundamento no art. 68, IV, “a”, da Resolução TSE nº 23.463/2015, JULGO NÃO PRESTADAS AS CONTAS do candidato
JOSE CLEVES DE ARAUJO PEREIRA.
Em consequência, fica o candidato impedido de obter a certidão de quitação eleitoral até o final da legislatura, persistindo os efeitos da
restrição após esse período até a efetiva apresentação das contas, nos termos do art. 73, I, da Resolução TSE nº 23.463/2015.
P. R. I.
Após o trânsito em julgado, arquive-se observadas as cautelas de praxe.
Riacho de Santana, 26 de novembro de 2018
ALMIR EDSON LELIS LIMA
Juiz Eleitoral

116ª Zona Eleitoral - CANAVIEIRAS

Despachos

Despachos exarados pelo MM. Juiz Eleitoral em 05.12.18.


Processo nº 57-84.2018.6.05.0116
Natureza: Petição Termo Circunstanciado de Ocorrência nº 15/2018 DEPOL/Una-BA
Interessado: Ministério Público Eleitoral
Autor do Fato: JULIO FRANCISCO DE CASTRO
DESPACHO
Designo audiência preliminar p/ o dia 19/12/18 às 10:20 h.
Int.
Canavieiras, 5/12/18.
Eduardo Gil Guerreiro
Juiz Eleitoral

Processo nº 58-69.2018.6.05.0116
Natureza: Petição Termo Circunstanciado de Ocorrência nº 14/2018 DEPOL/Una-BA
Interessado: Ministério Público Eleitoral
Autor do Fato: ALEXSANDRO DA CONCEIÇÃO EVANGELISTA
DESPACHO
Designo audiência preliminar p/ o dia 19/12/18 às 10:00 h.
Int.
Canavieiras, 5/12/18.
Eduardo Gil Guerreiro
Juiz Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 77

123ª Zona Eleitoral - ARACI

Editais

EDITAL 076/2018
A Dr.ª Manuela Rodrigues Fernandes, MM. Juíza Eleitoral desta 123ª Zona, do Estado da Bahia, na forma da Lei,
FAZ SABER a todos que o presente edital virem ou dele conhecimento tiverem, especialmente aos Partidos Políticos e interessados, que,
conforme relatório de digitação, em anexo, foram DEFERIDOS os pedidos de alistamento, transferência, revisão e segunda via, referente
ao Lote de RAE nº 022/2018, dos eleitores dos municípios de Araci e Teofilândia.
E para que chegue ao conhecimento de todos e a quantos interessar possa, é expedido o presente Edital no prazo de lei e afixado no lugar de
costume do Fórum local no Cartório Eleitoral. Dado e passado nesta cidade de Araci, aos 05 dias do mês de dezembro do ano de 2018. Eu,
_________ (Taise da Silva Neves), Técnico Judiciário que o digitei.
Bel.ª MANUELA RODRIGUES FERNANDES
Juíza Eleitoral

128ª Zona Eleitoral - SÃO SEBASTIÃO DO PASSÉ

Intimações

RELATÓRIO DILIGÊNCIAS PC Nº 80-91.2018.6.05.0128


PC Nº 80-91.2018.6.05.0128
PRESTAÇÃO DE CONTAS ELEIÇÕES 2018
PARTIDO: SOLIDARIEDADE
MUNICÍPIO: SÃO SEBASTIÃO DO PASSÉ/BA
ADVOGADO: BEL. ECLES TEIXEIRA DE ANDRADE OAB/BA 20176
INTIMAÇÃO RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS
Após o exame preliminar da prestação de contas, foram identificadas as ocorrências abaixo relacionadas, sobre as quais solicita-se
manifestação do prestador de contas, no prazo de 3 (três) dias, nos termos do § 1, do art. 72 da Resolução TSE nº 23.553/2017:
6. OMISSÃO DE RECEITAS E GASTOS ELEITORAIS (ART. 56 DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
6.14. Foram identificadas as seguintes omissões relativas às despesas constantes da prestação de contas em exame e aquelas
constantes da base de dados da Justiça Eleitoral, obtidas mediante circularização e/ou informações voluntárias de campanha e/ou confronto
com notas fiscais eletrônicas de gastos eleitorais, revelando indícios de omissão de gastos eleitorais, infringindo o que dispõe o art. 56, I, g,
da Resolução TSE n. 23.553/2017:
DADOS OMITIDOS NA PRESTAÇÃO DE CONTAS
DATA CPF/CNPJ FORNECEDOR N º DA NOTA VALOR (R$)¹ %² FONTE DA
FISCAL OU RECIBO INFORMAÇÃO
21/08/2018 27.933.422/0001-76 ECLES TEIXEIRA 23 300,00 NFE
DE ANDRADE
SOCIEDADE
INDIVIDUAL DE
ADVOCACIA
05/09/2018 27.933.422/0001-76 ECLES TEIXEIRA 24 300,00 NFE
DE ANDRADE
SOCIEDADE
INDIVIDUAL DE
ADVOCACIA
06/09/2018 668.234.635-20 2018002833 300,00 NFE
¹ Valor total das despesas registradas
² Representatividade das despesas em relação ao valor total
10. ANÁLISE DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA (ART. 56, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
10.1. Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de
dados do extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 78

análise da movimentação financeira da campanha eleitoral.


10.2. Foram detectadas divergências entre as informações da conta bancária informada na prestação de contas em exame e aquelas
constantes dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, caracterizando omissão na prestação de informações à Justiça Eleitoral
relativas ao registro integral da movimentação financeira de campanha, infringindo o art. 56, I, alínea 'a', da Resolução TSE nº 23.553/2017:
CONTA BANCÁRIA IDENTIFICADA NOS EXTRATOS ELETRÔNICOS
DIVERGÊNCIA CNPJ BANCO AGÊNCIA CONTA
Todos 24.427.648/0001-07 001 1143 00000000260681
Todos 24.427.648/0001-07 001 1143 00000000262102
10.11. Há divergências na movimentação financeira registrada na prestação de contas e aquela registrada nos extratos eletrônicos (art. 56,
I, alínea "g" e II, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, conforme abaixo:
Identificação da conta bancária: 001 - Brasil / 1143 / 00000000000000262102
Natureza da conta:
Percentual compatibilizado: 42,8600
Movimentação financeira não compatibilizada:
DADOS CONSTANTES DO(S) EXTRATO(S) E NÃO DECLARADOS NA PRESTAÇÃO DE CONTAS
LANÇAMENTO CONTRAPARTE
DATA HISTÓRICO Nº OPERAÇÃ VALOR TIPO CPF / NOME BANC AGÊN CONT NOME
DOCUME O R$ CNPJ O CIA A IDENTIFICADO NO
NTO DOC
22/05/ DEPOSITO 02046879 LANÇAME 2.000,00 C 20468795 0 00000
2018 CHEQUE BB 5000174 NTO 000174 00000
LIQUIDADO AVISADO 00000
00000
28/05/ TARIFA 83148080 TARIFAS 2,85 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 PROCESSAM 1278315 000191 DO 00000
ENTO DE BRASIL 50101
CHEQUE S.A. 13011
12/07/ DEPOSITO 02046879 LANÇAME 2.000,00 C 20468795 0 00000
2018 CHEQUE BB 5000174 NTO 000174 00000
LIQUIDADO AVISADO 00000
00000
07/08/ TARIFA DE 82219070 TARIFAS 99,00 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 FORNECIME 0169374 000191 DO 00000
NTO CHEQUE BRASIL 50101
S.A. 13011
21/08/ CHEQUE 00000000 CHEQUES 300,00 D 27933422 ECLES 104 3633 00000
2018 COMPENSAD 0850052 000176 TEIXEIR 00003
O A DE 00000
ANDRA 56270
DE
SOCIED
22/08/ TARIFA 81234070 TARIFAS 2,50 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 PROCESSAM 0031923 000191 DO 00000
ENTO DE BRASIL 50101
CHEQUE S.A. 13011
23/08/ CHEQUE 00000000 CHEQUES 300,00 D 66823463 ROSA 237 3095 00000
2018 COMPENSAD 0850051 520 AVELIN 00000
O A VIDAL 10067
DE 21492
MENEZE
S
24/08/ TARIFA 81236070 TARIFAS 2,50 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 PROCESSAM 0028269 000191 DO 00000
ENTO DE BRASIL 50101
CHEQUE S.A. 13011
24/08/ TARIFA 86236120 TARIFAS 4,60 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 PROCESSAM 0457341 000191 DO 00000
ENTO DE BRASIL 50101
CHEQUE S.A. 13011
24/08/ CHEQUE 00000000 CHEQUES 600,00 D
2018 PAGO EM 0850054
OUTRA
AGENCIA
10/09/ CHEQUE 00000000 CHEQUES 300,00 D 001 0 00000
2018 COMPENSAD 0850055 00000
O 00000
00000

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 79

10/09/ CHEQUE 00000000 CHEQUES 600,00 D 0 00000


2018 PAGO EM 0850057 00000
OUTRA 00000
AGENCIA 00000
11/09/ TARIFA 81254070 TARIFAS 2,50 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 PROCESSAM 0346262 000191 DO 00000
ENTO DE BRASIL 50101
CHEQUE S.A. 13011
11/09/ TARIFA 81254070 TARIFAS 4,60 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 PROCESSAM 0371131 000191 DO 00000
ENTO DE BRASIL 50101
CHEQUE S.A. 13011
12/09/ TARIFA 86255120 TARIFAS 4,60 D 00000000 BANCO 001 1143 00000
2018 PROCESSAM 0239947 000191 DO 00000
ENTO DE BRASIL 50101
CHEQUE S.A. 13011
12/09/ CHEQUE 00000000 CHEQUES 300,00 D 0 00000
2018 PAGO EM 0850056 00000
OUTRA 00000
AGENCIA 00000
11 Ao final registra-se que o prestador de contas deverá apresentar justificativas e documentos referente aos itens 6.14, 10.1, 10.2 e
10.12 , sendo que quando o atendimento à diligência ora proposta implicar em alteração da prestação de contas, deverá ser apresentada
prestação de contas retificadora, juntamente com extrato da prestação de contas, devidamente assinado..
São Sebastião do Passé, 06 de dezembro de 2018.
Eduardo Ferreira de Abreu
Técnico Judiciário da 128ª ZE

129ª Zona Eleitoral - CATU

Editais

DEFERIMENTO DE RAES

E D I T A L Nº 083/2018
A Excelentíssima Juíza Eleitoral desta 129ª Zona Eleitoral, município de Catu/Bahia, no uso de suas atribuições e na forma da lei,
FAZ SABER a todos quanto o presente virem ou dele tomarem conhecimento, especialmente aos Partidos Políticos com diretórios neste
município, que deferiu 115 (cento e quinze) requerimentos de inscrição/revisão/transferência/segunda via, relativos aos lotes nº 033/2018,
conforme relação afixada em local de costume. Da data da publicação do presente edital, poderá recorrer qualquer delegado de partido
político no prazo de dez dias, de acordo com o art. 17, § 1º da Resolução TSE nº 21.538/2003.
E, para que chegue ao conhecimento de todos, expediu-se o presente edital. Dado e passado na cidade de Catu-BA, aos 06 dias do mês de
dezembro de 2018. Eu, ________Izabel Cristina Gonzaga da Silva, Chefe de Cartório da 129ª Zona, lavrei e conferi o presente edital.
DÉBORA MAGDA PERES MOREIRA
Juíza Eleitoral

130ª Zona Eleitoral - CORAÇÃO DE MARIA

Editais

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA

EDITAL Nº 41/2018

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 80

A Excelentíssima Senhora Dra. ALCINA MARIANA DA SILVA GOES MARTINS, Juíza Eleitoral desta zona, no uso de suas atribuições legais,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento,
que foi apresentada a Prestação de Contas da Campanha Eleitoral referente às Eleições 2018 do Partido da Mulher Brasileira - PMB, do
município de Coração de Maria, as quais se encontram disponíveis para que qualquer interessado, partido político, candidato ou o Ministério
Público Eleitoral possa(m) impugnar no prazo de 03 (três) dias (art. 59, Res.TSE nº 23.553/2017), a contar da publicação deste Edital.
E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou a Excelentíssima Juíza expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de Justiça
Eletrônico. Dado e passado neste município de Coração de Maria-BA, em 06 de dezembro de 2018. Eu,_________Balbino Rubino Figueiredo
Neto, Chefe de Cartório, subescrevo
Bela. Alcina Mariana da Silva Goes Martins
Juíza Eleitoral

136ª Zona Eleitoral - ITAJUÍPE

Despachos

PRESTAÇÃO DE CONTAS - ELEIÇOES 2018

EXPEDIENTE N.º 47.669/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS
INTERESSADO: DEMOCRATAS - DEM
ADVOGADO: JOSÉ CARLOS COSTA DA SILVA JUNIOR - OAB/BA N.º 33086
MUNICÍPIO: BARRO PRETO
Vistos.
1 - Trata-se de Prestação de Contas de Campanha referente às Eleições Gerais 2018, disciplinada pela Res.-TSE n.º 23.553/17.
2 O ˜ 1º do art. 49 da supracitada norma diz que são obrigados a prestar contas de campanha os órgãos partidários vigentes após a data
prevista no Calendário Eleitoral para o início das convenções partidárias, qual seja: 20/07/2018.
3 Verificando a certidão de composição do Órgão provisório do DEM no município de Barro Preto é possível constatar que o Órgão esteve
vigente até 19/06/2018, estando portanto fora do rol de partidos obrigados a prestar contas naquele município.
4 Sendo, portanto, desnecessário a autuação e processamento nos termos da legislação eleitoral em vigor, ARQUIVE-SE o presente
expediente.
5 - Ciência ao M. Público Eleitoral.
PRIC
Itajuípe(BA), 05 de dezembro de 2018.
Frederico Agusto de Oliveira
JUIZ ELEITORAL DA 136ª ZONA

137ª Zona Eleitoral - ITORORÓ

Editais

Edital
E D I T A L N.º 0 4 3 / 2 0 18
DE ORDEM do Excelentíssimo Senhor Dr. ROJAS SANCHES JUNQUEIRA, MM. Juiz Eleitoral da 137ª ZE/Itororó, no uso de suas atribuições
legais,
FAÇO SABER a todos que o presente Edital virem, ou dele ciência tiverem, especialmente aos partidos políticos e seus delegados, que, nos
Municípios de Itororó, Firmino Alves e Itaju do Colônia foram deferidas um total de 206 (duzentas e seis) operações cadastrais (alistamento,
revisão, transferência e segunda via) referentes aos LOTES 12/2018 e 13/2018, cujo relatório encontra-se em cartório para conhecimento e
possível impugnação da parte interessada.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 81

E, para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o Excelentíssimo Senhor Juiz expedir o presente Edital, que será afixado no lugar de
costume e publicado no DJE – Diário da Justiça Eletrônico do TRE-BA.
Expedido nesta cidade de Itororó/BA, aos 04 (quatro) dias do mês dezembro do ano de 2018. Eu, ______, Luciana da Fonseca Seixas –
Chefe de Cartório desta Zona, de ordem do M.M. Juiz Eleitoral, digitei e subscrevi o presente edital.

138ª Zona Eleitoral - ITARANTIM

Sentenças

PROCESSO Nº. 4-37.2018.6.05.0138

PROCESSO Nº: 4-37.2018.6.05.138 PROTOCOLO Nº 12.747/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL - 2017
ADVOGADO (A): JESULINO FERREIRA DA SILVA FILHO OAB/BA 11753
PRESTADOR : DEM – DEMOCRATAS
MUNICÍPIO: ITARANTIM/BA
SENTENÇA
I – RELATÓRIO
Trata-se de Prestação de Contas Anual Partidária apresentada pelo Partido em em epígrafe referente a arrecadação e aplicação dos recursos
financeiros utilizados no ano de 2017.
O Partido apresentou declaração de ausência de movimentação financeira (fls. 01/02)
Em parecer técnico conclusivo o Analista Judiciário não constatou impropriedades na prestação de contas ora analisada, manifestando-se
pela aprovação.
Instado, o Ministério Público Eleitoral pugnou pela aprovação da prestação de contas.
É o relatório.
II - FUNDAMENTAÇÃO
A prestação de contas ora em exame é disciplinada pela Resolução nº 23.546/2017 do TSE, a qual regulamenta o disposto no Título III — Das
Finanças e Contabilidade dos Partidos — da Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995.
No presente caso, o prestador de contas apresentou declaração de ausência de movimentação financeira.
De fato, verificou-se a inexistência de extratos bancários com movimentação financeira e recibos de doação, bem assim a ausência nos autos
de registros de repasse ou distribuição de recursos do Fundo Partidário, não havendo omissões ou vícios capazes de macular a prestação de
contas.
Ademais, compulsando os autos, nota-se que nem o Ministério Público Eleitoral, nem as coligações ou candidatos, trouxeram aos autos
elementos que provassem irregularidades nas presentes contas ou que pudessem dizer que o demonstrado não condiz com a realidade.
III – DISPOSITIVO
Pelo exposto, com fulcro no que dispõe o art. 46, I, da Resolução TSE n.º 23.546/2015, julgo APROVADAS as contas do DEM - Democratas
(Diretório Municipal de Itarantim/BA), referentes ao ano de 2017.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se, com as cautelas de praxe.
Itarantim/BA, 04 de dezembro de 2018.
MÁRIO JOSÉ BATISTA NETO
Juiz Eleitoral – ZE 138

PROCESSO Nº. 15-66.2018.6.05.0130

PROCESSO Nº 15-66.2018.6.05.0138 PROTOCOLO Nº 15.411/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL - 2017
PRESTADOR : DEMOCRATAS - DEM
ADVOGADO: EDURADO ALMEIDA SANTOS OAB/BA 35442
MUNICÍPIO: POTIRAGUÁ/BA
SENTENÇA
I – RELATÓRIO

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 82

Trata-se de Prestação de Contas Anual Partidária apresentada pelo Partido em em epígrafe referente a arrecadação e aplicação dos recursos
financeiros utilizados no ano de 2017.
O Partido apresentou declaração de ausência de movimentação financeira (fls. 12/13)
Em parecer técnico conclusivo o Analista Judiciário não constatou impropriedades na prestação de contas ora analisada, manifestando-se
pela aprovação.
Instado, o Ministério Público Eleitoral pugnou pela aprovação da prestação de contas.
É o relatório.
II - FUNDAMENTAÇÃO
A prestação de contas ora em exame é disciplinada pela Resolução nº 23.546/2017 do TSE, a qual regulamenta o disposto no Título III — Das
Finanças e Contabilidade dos Partidos — da Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995.
No presente caso, o prestador de contas apresentou declaração de ausência de movimentação financeira.
De fato, verificou-se a inexistência de extratos bancários com movimentação financeira e recibos de doação, bem assim a ausência nos autos
de registros de repasse ou distribuição de recursos do Fundo Partidário, não havendo omissões ou vícios capazes de macular a prestação de
contas.
Ademais, compulsando os autos, nota-se que nem o Ministério Público Eleitoral, nem as coligações ou candidatos, trouxeram aos autos
elementos que provassem irregularidades nas presentes contas ou que pudessem dizer que o demonstrado não condiz com a realidade.
III – DISPOSITIVO
Pelo exposto, com fulcro no que dispõe o art. 46, I, da Resolução TSE n.º 23.546/2015, julgo APROVADAS as contas do Partido Democratas -
DEM (Diretório Municipal de Potiraguá/BA), referentes ao ano de 2017.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se, com as cautelas de praxe.
Itarantim/BA, 04 de dezembro de 2018.
MÁRIO JOSÉ BATISTA NETO
Juiz Eleitoral – ZE 138

PROCESSO Nº. 31-20.2018.6.05.0130

ROCESSO Nº: 31-20.2018.6.05.0138 PROTOCOLO Nº 15.434/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL – 2017
PRESTADOR : PARTIDO REPUBLICANO PROGRESSISTA - PRP
ADVOGADO (A): LUCAS OLIVEIRA SILVA OAB/BA 41.728
MUNICÍPIO: ITARANTIM/BA
SENTENÇA
I – RELATÓRIO
Trata-se de Prestação de Contas Anual Partidária apresentada pelo Partido em em epígrafe referente a arrecadação e aplicação dos recursos
financeiros utilizados no ano de 2017.
O Partido apresentou declaração de ausência de movimentação financeira (fls. 05/06)
Em parecer técnico conclusivo o Analista Judiciário não constatou impropriedades na prestação de contas ora analisada, manifestando-se
pela aprovação.
Instado, o Ministério Público Eleitoral pugnou pela aprovação da prestação de contas.
É o relatório.
II - FUNDAMENTAÇÃO
A prestação de contas ora em exame é disciplinada pela Resolução nº 23.546/2017 do TSE, a qual regulamenta o disposto no Título III — Das
Finanças e Contabilidade dos Partidos — da Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995.
No presente caso, o prestador de contas apresentou declaração de ausência de movimentação financeira.
De fato, verificou-se a inexistência de extratos bancários com movimentação financeira e recibos de doação, bem assim a ausência nos autos
de registros de repasse ou distribuição de recursos do Fundo Partidário, não havendo omissões ou vícios capazes de macular a prestação de
contas.
Ademais, compulsando os autos, nota-se que nem o Ministério Público Eleitoral, nem as coligações ou candidatos, trouxeram aos autos
elementos que provassem irregularidades nas presentes contas ou que pudessem dizer que o demonstrado não condiz com a realidade.
III – DISPOSITIVO
Pelo exposto, com fulcro no que dispõe o art. 46, I, da Resolução TSE n.º 23.546/2015, julgo APROVADAS as contas do PRP – Partido
Republicano Progressista (Diretório Municipal de Itarantim/BA), referentes ao ano de 2017.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 83

Publique-se. Registre-se. Intimem-se.


Após o trânsito em julgado, arquivem-se, com as cautelas de praxe.
Itarantim/BA, 04 de dezembro de 2018.
MÁRIO JOSÉ BATISTA NETO
Juiz Eleitoral – ZE 138

PROCESSO N 6-07.2018.6.05.0138

PROCESSO Nº: 6-07.2018.6.05.138 PROTOCOLO Nº 13.179/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL - 2017
PRESTADOR : PT – PARTIDO DOS TRABALHADORESA
ADVOGADO (A): LUCAS OLIVEIRA SILVA OAB/BA 41728
MUNICÍPIO: ITARANTIM/BA
SENTENÇA
I – RELATÓRIO
Trata-se de Prestação de Contas Anual Partidária apresentada pelo Partido em em epígrafe referente a arrecadação e aplicação dos recursos
financeiros utilizados no ano de 2017.
O Partido apresentou declaração de ausência de movimentação financeira (fls. 01/02)
Em parecer técnico conclusivo o Analista Judiciário não constatou impropriedades na prestação de contas ora analisada, manifestando-se
pela aprovação.
Instado, o Ministério Público Eleitoral pugnou pela aprovação da prestação de contas.
É o relatório.
II - FUNDAMENTAÇÃO
A prestação de contas ora em exame é disciplinada pela Resolução nº 23.546/2017 do TSE, a qual regulamenta o disposto no Título III — Das
Finanças e Contabilidade dos Partidos — da Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995.
No presente caso, o prestador de contas apresentou declaração de ausência de movimentação financeira.
De fato, verificou-se a inexistência de extratos bancários com movimentação financeira e recibos de doação, bem assim a ausência nos autos
de registros de repasse ou distribuição de recursos do Fundo Partidário, não havendo omissões ou vícios capazes de macular a prestação de
contas.
Ademais, compulsando os autos, nota-se que nem o Ministério Público Eleitoral, nem as coligações ou candidatos, trouxeram aos autos
elementos que provassem irregularidades nas presentes contas ou que pudessem dizer que o demonstrado não condiz com a realidade.
III – DISPOSITIVO
Pelo exposto, com fulcro no que dispõe o art. 46, I, da Resolução TSE n.º 23.546/2015, julgo APROVADAS as contas do PT – Partido dos
Trabalhadores (Diretório Municipal de Itarantim/BA), referentes ao ano de 2017.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se, com as cautelas de praxe.
Itarantim/BA, 04 de dezembro de 2018.
MÁRIO JOSÉ BATISTA NETO
Juiz Eleitoral – ZE 138

PROCESSO Nº. 5-22.2018.6.05.0130

PROCESSO Nº: 5-22.2018.6.05.0138 PROTOCOLO Nº 12.752/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL - 2017
PRESTADOR : PMDB – PARTIDO DO MOVIMENTO DEMOCRÁTICO BRASILEIRO
MUNICÍPIO: ITARANTIM/BA
SENTENÇA
I – RELATÓRIO
Trata-se de Prestação de Contas Anual Partidária apresentada pelo Partido em em epígrafe referente a arrecadação e aplicação dos recursos
financeiros utilizados no ano de 2017.
O Partido apresentou declaração de ausência de movimentação financeira (fls. 01/02)

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 84

Em parecer técnico conclusivo o Analista Judiciário não constatou impropriedades na prestação de contas ora analisada, manifestando-se
pela aprovação.
Instado, o Ministério Público Eleitoral pugnou pela aprovação da prestação de contas.
É o relatório.
II - FUNDAMENTAÇÃO
A prestação de contas ora em exame é disciplinada pela Resolução nº 23.546/2017 do TSE, a qual regulamenta o disposto no Título III — Das
Finanças e Contabilidade dos Partidos — da Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995.
No presente caso, o prestador de contas apresentou declaração de ausência de movimentação financeira.
De fato, verificou-se a inexistência de extratos bancários com movimentação financeira e recibos de doação, bem assim a ausência nos autos
de registros de repasse ou distribuição de recursos do Fundo Partidário, não havendo omissões ou vícios capazes de macular a prestação de
contas.
Ademais, compulsando os autos, nota-se que nem o Ministério Público Eleitoral, nem as coligações ou candidatos, trouxeram aos autos
elementos que provassem irregularidades nas presentes contas ou que pudessem dizer que o demonstrado não condiz com a realidade.
III – DISPOSITIVO
Pelo exposto, com fulcro no que dispõe o art. 46, I, da Resolução TSE n.º 23.546/2015, julgo APROVADAS as contas do PMDB – Partido do
Movimento Democrático Brasileiro (Diretório Municipal de Itarantim/BA), referentes ao ano de 2017.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se, com as cautelas de praxe.
Itarantim/BA, 04 de dezembro de 2018.
MÁRIO JOSÉ BATISTA NETO
Juiz Eleitoral – ZE 138

PROCESSO Nº. 13 -96.2018.6.05.0130

PROCESSO Nº: 13-96.2018.6.05.0138 PROTOCOLO Nº 15.531/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS ANUAL - 2017
PRESTADOR : PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL – PC DO B
ADVOGADO (A): LEDIANY OLIVEIRA BRITO OAB/BA 24810
MUNICÍPIO: ITARANTIM/BA
SENTENÇA
I – RELATÓRIO
Trata-se de Prestação de Contas Anual Partidária apresentada pelo Partido em em epígrafe referente a arrecadação e aplicação dos recursos
financeiros utilizados no ano de 2017.
O Partido apresentou declaração de ausência de movimentação financeira (fls. 07/08)
Em parecer técnico conclusivo o Analista Judiciário não constatou impropriedades na prestação de contas ora analisada, manifestando-se
pela aprovação.
Instado, o Ministério Público Eleitoral pugnou pela aprovação da prestação de contas.
É o relatório.
II - FUNDAMENTAÇÃO
A prestação de contas ora em exame é disciplinada pela Resolução nº 23.546/2017 do TSE, a qual regulamenta o disposto no Título III — Das
Finanças e Contabilidade dos Partidos — da Lei nº 9.096, de 19 de setembro de 1995.
No presente caso, o prestador de contas apresentou declaração de ausência de movimentação financeira.
De fato, verificou-se a inexistência de extratos bancários com movimentação financeira e recibos de doação, bem assim a ausência nos autos
de registros de repasse ou distribuição de recursos do Fundo Partidário, não havendo omissões ou vícios capazes de macular a prestação de
contas.
Ademais, compulsando os autos, nota-se que nem o Ministério Público Eleitoral, nem as coligações ou candidatos, trouxeram aos autos
elementos que provassem irregularidades nas presentes contas ou que pudessem dizer que o demonstrado não condiz com a realidade.
III – DISPOSITIVO
Pelo exposto, com fulcro no que dispõe o art. 46, I, da Resolução TSE n.º 23.546/2015, julgo APROVADAS as contas do Partido Comunista
do Brasil – PC DO B (Diretório Municipal de Itarantim/BA), referentes ao ano de 2017.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Após o trânsito em julgado, arquivem-se, com as cautelas de praxe.
Itarantim/BA, 04 de dezembro de 2018.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 85

MÁRIO JOSÉ BATISTA NETO


Juiz Eleitoral – ZE 138

139ª Zona Eleitoral - BARRA DO CHOÇA

Editais

EDITAL N.063/2018
A Excelentíssima Senhora LÁZARA ABADIA DE OLIVEIRA FIGUEIRA, Juíza Eleitoral desta zona, no uso de suas atribuições legais,
Faz saber a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas da Campanha
Eleitoral referente às Eleições 2018 dos partidos abaixo discriminados, que se encontra disponível para que qualquer interessado, partido
político, candidato ou o Ministério Público Eleitoral possa(m) impugnar no prazo de 03 (três) dias (art. 59, Res. TSE nº23.553/2017), a contar
da publicação deste Edital.
PARTIDO PROTOCOLO MUNICÍPIO ELEIÇÕES
PP 43.429/2018 PLANALTO 2018

E, para que lhe dê ampla divulgação, determinou a Excelentíssima Juíza Eleitoral que fosse publicado o presente edital.
Dado e passado nesta cidade de Barra do Choça, aos 06 dias do mês de dezembro do ano de 2018. Eu, ___________________, Patrícia
Veloso Mota, chefe de cartório eleitoral desta zona, subscrevo.
LÁZARA ABADIA DE OLIVEIRA FIGUEIRA
JUÍZA ELEITORAL

Intimações

MANDADO DE DILIGÊNCIAS
MANDADO DE INTIMAÇÃO
PROCESSO: 86-65.2018.6.0139
PROTOCOLO: 43.429/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTIDÁRIAS ELEIÇÕES 2018
PARTIDO: PARTIDO PROGRESSISTA - PP
MUNICÍPIO: PLANALTO
ADVOGADO(S): MARCOS ADRIANO CARDOSO DE OLIVEIRA, OAB/BA n.20.630

Ao PARTIDO PROGRESSISTA - PP , município de Planalto, neste ato representado pelos advogados em epígrafe,
De ordem da Excelentíssima Senhora Lázara Abadia de Oliveira Figueira, Juíza Eleitoral desta 139ª Zona, Circunscrição Eleitoral do
Estado da Bahia,
Fica Vossa Senhoria intimado(a) do RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS presente nos autos do processo em
epígrafe - PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTIDÁRIAS - ELEIÇÕES 2018 - que tramita junto a esta 139ª Zona Eleitoral, devendo manifestar-se
no prazo de 03 (três) dias. Segue inteiro teor do relatório:

PROCESSO Nº: 86-65.2018.6.05.0139 PROTOCOLO Nº 43.429/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA
CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PP - PLANALTO
CNPJ : 15.801.345/0001-11 Nº CONTROLE: P11000438016BA1935947
DATA ENTREGA: 30/11/2018 às 16:52:04 DATA GERAÇÃO: 30/11/2018 às 16:59:15
TIPO: FINAL
RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS
1. FORMALIZAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 86

1.1. Prazo de entrega


1.1.2. Prestação de contas parcial
Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.1.3. Prestação de contas final
Prestação de contas entregue em 30/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017. Contudo, as
contas foram apresentadas antes da emissão da citação para apresentação das mesmas, no caso de omissão, determinada pelo inciso IV,
§6º, art. 52 da Res. TSE 23.533/2017.
2. QUALIFICAÇÃO DO PRESTADOR DE CONTAS
2.1. As informações abaixo relacionadas constantes da prestação de contas, quanto aos dirigentes partidários, divergem daquelas
registradas na Justiça Eleitoral (art. 56, I, a, da Resolução TSE n° 23.553/2017):

PRESTAÇÃO DE SGIP
CONTAS
FUNÇÃO NOME DO PERÍODO GESTÃO NOME DO PERÍODO GESTÃO
REPRESENTANTE REPRESENTANTE
Tesoureiro ERINALDO ROCHA DA LUZ -15/09/2018 - - -
040.757.095-07 30/10/2018
10. ANÁLISE DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA (ART. 56, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
10.3. Há contas bancárias na base de dados dos extratos eletrônicos não registradas na prestação de contas em exame, caracterizando
omissão na prestação de informações à Justiça Eleitoral relativas ao registro integral da movimentação financeira de campanha, infringindo o
art. 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017:

CNPJ BANCO AGÊNCIA CONTA


15.801.345/0001-11 001 2464 00000000169307
Obs. Acerca da não inclusão, pelo Partido, das contas bancárias no Cadastro realizado através do Sistema SPCEWEB, informo que o partido
apresentou extratos bancários da conta acima mencionada. Todos os extratos foram apresentados sem movimentação bancária.
Barra do Choça, 05 de dezembro de 2018.
Patrícia Veloso Mota
analista judiciário”
Barra do Choça, 06 de Dezembro de 2018.
Eu, Patrícia V. Mota, Chefe de Cartório da 139ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi.
MANDADO DE INTIMAÇÃO DILIGÊNCIAS
MANDADO DE INTIMAÇÃO
PROCESSO: 87-50.2018.6.0139
PROTOCOLO: 43.424/2018
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTIDÁRIAS ELEIÇÕES 2018
PARTIDO: PODEMOS- PODE
MUNICÍPIO: PLANALTO
ADVOGADO(S): MARCOS ADRIANO CARDOSO DE OLIVEIRA, OAB/BA n.20.630
ANA MARIA FERRAZ CARDOSO, OAB/BA n.36.443
Ao PARTIDO PODEMOS - PODE , município de Planalto, neste ato representado pelos advogados em epígrafe,
De ordem da Excelentíssima Senhora Lázara Abadia de Oliveira Figueira, Juíza Eleitoral desta 139ª Zona, Circunscrição Eleitoral do
Estado da Bahia,
Fica Vossa Senhoria intimado(a) do RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS presente nos autos do processo em
epígrafe - PRESTAÇÃO DE CONTAS PARTIDÁRIAS - ELEIÇÕES 2018 - que tramita junto a esta 139ª Zona Eleitoral, devendo manifestar-se
no prazo de 03 (três) dias. Segue inteiro teor do relatório:

PROCESSO Nº: 87-50.2018.6.05.0139 PROTOCOLO Nº 43.424/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA
CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PODE - PLANALTO
CNPJ : 23.896.671/0001-88 Nº CONTROLE: P19000438016BA0738808
DATA ENTREGA: 29/11/2018 às 18:10:14 DATA GERAÇÃO: 29/11/2018 às 18:16:43
TIPO: FINAL

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 87

RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS


Após o exame preliminar da prestação de contas, foram identificadas as ocorrências abaixo relacionadas, sobre as quais solicita-se
manifestação do prestador de contas, no prazo de 03 (três) dias, nos termos do § 1º, art. 72 da Resolução TSE nº 23.553/2017:
1. FORMALIZAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS
1.1. Prazo de entrega
1.1.2. Prestação de contas parcial
Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.1.3. Prestação de contas final
Prestação de contas entregue em 29/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017, contudo,
dentro do prazo de 03 (três) dias fixado pela Res. TSE 23.553/17 para apresentação das contas após citação pelo Juízo Eleitoral.
2. QUALIFICAÇÃO DO PRESTADOR DE CONTAS
2.1. As informações abaixo relacionadas constantes da prestação de contas, quanto aos dirigentes partidários, divergem daquelas
registradas na Justiça Eleitoral (art. 56, I, a, da Resolução TSE n° 23.553/2017):

PRESTAÇÃO DE SGIP
CONTAS
FUNÇÃO NOME DO PERÍODO GESTÃO NOME DO PERÍODO GESTÃO
REPRESENTANTE REPRESENTANTE
Tesoureiro JUCILANIA TEIXERIA 15/08/2018 - - -
PIRES - 625.429.075-87 30/10/2018
Barra do Choça, 06 de dezembro de 2018.
Patrícia Veloso Mota/analista judiciário”
Barra do Choça, 06 de Dezembro de 2018.
Eu, Patrícia V. Mota, Chefe de Cartório da 139ª Zona Eleitoral, digitei e subscrevi.

148ª Zona Eleitoral - ITANHÉM

Sentenças

Sentença
PRESTAÇÃO DE CONTAS Nº 6-74.2018.6.05.0139
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS – EXERCÍCIO FINANCEIRO - 2017 - ITANHÉM
PARTIDO: PSOL – ITANHÉM
RESPONSÁVEL: ROMARIO LOPES PEREIRA – PRESIDENTE / WILSON SOUSA SANTOS – TESOUREIRO
S E N T E N Ç A
Vistos, etc.
O PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE – PSOL do município de Itanhém/BA não apresentou perante este Juízo, documentação referente
à Prestação de Contas do EXERCÍCIO DE 2017.
Seguiram-se os trâmites legais.
O MPE manifestou-se às fl. 11.
Vieram-me os autos conclusos para apreciação.
É o relatório. DECIDO.
Ao exame detido dos autos, constata-se que o PSOL de Itanhém/BA, notificado para que constitua advogado, sob pena de julgamento das
contas como não prestadas, na forma do art. 76, 1º, I do CPC, ( fl. 07 ), uma vez que consta nos autos apenas xerox da procuração sem ter
sido protocolizado a procuração original, não apresentou perante este Juízo, documentação constituíndo advogado, referente à Prestação de
Contas do EXERCÍCIO DE 2017, conforme certidão da chefe de cartório, fl. 08.
Diante do exposto, e considerando os termos da manifestação do ilustre Promotor de Justiça Eleitoral, e com fundamento, inciso IV, artigo 46
da Resolução n.º 23.464/15 do egrégio Tribunal Superior Eleitoral, julgo NÃO PRESTADAS as contas do DIRETÓRIO DO PARTIDO
SOCIALISMO E LIBERDADE – PSOL, órgão municipal de Itanhém/BA, referentes ao exercício de 2017.
Desta forma, em conformidade com o art. 48 da Res.23.464 do TSE, a agremiação partidária municipal do PSOL de Itanhém fica proibida de
receber recursos oriundos do Fundo Partidário, enquanto não for regularizada a situação do partido político.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 88

Ademais, consoante disposto no art. 42 da Res. TSE nº23.465/15, segundo o qual será suspenso o registro ou a anotação do órgão de
direção estadual ou municipal que tiver suas contas partidárias julgadas como não prestadas, até que seja regularizada a situação,
DETERMINO suspensão da anotação do diretório do PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE- PSOL , município de Itanhém, nos termos do
disposto no artigo supra.
Dando-se o trânsito em julgado, arquivem-se os autos, anotando-se no sistema informatizado SICO. Ciência ao Ministério Público Eleitoral.
Encaminhe-se cópia da sentença ao TRE-BA.
Itanhém, 04 de dezembro de 2018.
ARGENILDO FERNANDES DOS SANTOS
JUIZ ELEITORAL

Autos n.º: 17-06.2018.6.05.0153


Município: Itanhém/BA
Natureza: Prestação de Contas de Campanha Eleitoral - Eleições/2016
Partido: Partido Socialismo e Liberdade - PSOL
SENTENÇA
Vistos etc.
Trata-se de Prestação de Contas do Partido Socialimso e Liberdade - PSOL do município de Itanhém-BA, referente ao pleito eleitoral ocorrido
em 02 de outubro de 2016.
Seguiram-se os trâmites legais.
Certidão do cartório eleitoral, fl. 08.
O MPE manifestou-se às fl. 11.
Vieram-me os autos conclusos para apreciação.
É o relatório. DECIDO.
Ao exame detido dos autos, constata-se que o PSOL de Itanhém/BA, notificado para que constitua advogado, sob pena de extinção, na forma
do art. 76, 1º, I do CPC, ( fl. 07 ), uma vez que consta nos autos apenas xerox da procuração sem ter sido protocolizado a procuração original,
não apresentou perante este Juízo, documentação constituíndo advogado, referente à Prestação de Contas das Eleições 2016, conforme
certidão da chefe de cartório, fl. 08.
Diante do exposto, e considerando os termos da manifestação do ilustre Promotor de Justiça Eleitoral, e com fundamento no art. 76, 1º, I do
CPC, JULGO EXTINTO O FEITO SEM JULGAMENTO DE MÉRITO as contas do DIRETÓRIO DO PARTIDO SOCIALISMO E LIBERDADE –
PSOL, órgão municipal de Itanhém/BA, referente as ELEIÇÕES 2016.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Após o trânsito em julgado, arquive-se.
Itanhém, 04 de dezembro de 2018.
ARGENILDO FERNANDES DOS SANTOS
JUIZ ELEITORAL

158ª Zona Eleitoral - CHORROCHÓ

Editais

PP - RODELAS

Edital nº 071/2018.
De ordem do Excelentíssimo Doutor José Carlos Rodrigues do Nascimento, Juiz Eleitoral da 158ª Zona Eleitoral, Município de Chorrochó-BA,
no uso de suas atribuições legais,
FAZ SABER, a todos que o presente EDITAL virem, ou dele tomarem conhecimento, que foi apresentada a Prestação de Contas referente
Prestação de Contas da Campanha, referente As eleições de 2018 (dois mil e dezoito) do diretório municipal/comissão provisória do Partido
Progressista - PP, do município Rodelas/BA, a qual se encontra disponível para que qualquer partido político ou o Ministério Público Eleitoral
possa(m) impugnar ou representar no prazo de 03 dias (Res. TSE nº 23.546/2017, art. 45, I), a contar da publicação deste Edital.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 89

E para que chegue ao conhecimento de todos, mandou o(a) Excelentíssimo(a) Juiz(a) expedir o presente Edital e publicá-lo no Diário de
Justiça Eletrônico. Dado e passado neste município de Chorrochó-BA, em 07/12/2018 (ano). Eu, Wagner Fabrício Gomes Cordeiro, Analista
Administrativo, digitei o presente, que vai assinado pelo(a) Chefe de Cartório.
Chorrochó, 07/12/2018.
Wagner Fabrício Gomes Cordeiro
Analista Administrativo

Sentenças

aprovadas com ressalva


Autos nº: 63-62.2018.6.05.0158
Município: ABARÉ/BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD
Presidente: JOSIMAR FERREIRA DE CERQUEIRA
Tesoureiro: MARGARETE RODRIGUES DA SILVA
Advogado: FRANCISCO AUGUSTO DE SÁ NOGUEIRA OAB/PE Nº 37.702
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de Prestação de Contas do PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD no município de ABARÉ/BA, referente ao exercício de 2017.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23. 546/2017.
A unidade técnica fez constar nos autos que foram publicados os Editais de publicação do Balanço Patrimonial/DRE e de Impugnação, tendo
decorrido o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados indícios de irregularidades a serem apurados pelo juízo eleitoral.
Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer, através do qual a unidade técnica manifestou-se no sentido de inexistência de
impropriedades ou irregularidades que impeçam a aprovação das contas.
O Ministério Público Eleitoral opinou pela Aprovação das Contas com ressalva.
É o Relatório. Decido.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres e JULGO APROVADA
COM RESSALVAS, uma vez verificadas falhas que não comprometem a regularidade, as contas apresentadas pelo partido supracitado, com
esteio nos art. 46, inciso II, da Resolução TSE nº 23.546/2017, ficando as mesmas homologadas para os fins legais. Com o trânsito em
julgado, proceda-se o Cartório Eleitoral as anotações necessárias no Sistema de Informação de Contas Eleitorais e Partidárias – Sico.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Chorrochó, 05 de dezembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 47-11.2018.6.05.0158
Município: RODELAS/BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO PROGRESSISTA - PP
Presidente: GUSTAVO SILVA ALMEIDA
Tesoureiro: JEAN CLEISON CUSTÓDIO CAMPOS
Advogado: GUSTAVO SILVA ALMEIDA OAB/BA Nº 31.158
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de Prestação de Contas do PARTIDO PROGRESSISTA - PP, no município de RODELAS/BA, referente ao exercício de 2017.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23. 546/2017.
A unidade técnica fez constar nos autos que foram publicados os Editais de publicação do Balanço Patrimonial/DRE e de Impugnação, tendo
decorrido o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados indícios de irregularidades a serem apurados pelo juízo eleitoral.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 90

Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer, através do qual a unidade técnica manifestou-se no sentido de inexistência de
impropriedades ou irregularidades que impeçam a aprovação das contas.
O Ministério Público Eleitoral opinou pela Aprovação das Contas com ressalva.
É o Relatório. Decido.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres e JULGO APROVADA
COM RESSALVAS, uma vez verificadas falhas que não comprometem a regularidade, as contas apresentadas pelo partido supracitado, com
esteio nos art. 46, inciso II, da Resolução TSE nº 23.546/2017, ficando as mesmas homologadas para os fins legais. Com o trânsito em
julgado, proceda-se o Cartório Eleitoral as anotações necessárias no Sistema de Informação de Contas Eleitorais e Partidárias – Sico.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Chorrochó, 05 de dezembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 85-23.2018.6.05.0158
Município: MACURURÉ
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL – PC DO B
Presidente: JOSÉ NILSON GONÇALVES DA SILVA
Tesoureiro: GABRIELA SIMÕES GONÇALVES
Advogado: VIVALDO OLIVEIRA MACIEL OAB/BA Nº 51.364
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de Prestação de Contas do PARTIDO COMUNISTA DO BRASIL – PC DO B, no município de MACURURÉ, referente ao exercício de
2017.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23. 546/2017.
A unidade técnica fez constar nos autos que foram publicados os Editais de publicação do Balanço Patrimonial/DRE e de Impugnação, tendo
decorrido o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados indícios de irregularidades a serem apurados pelo juízo eleitoral.
Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer, através do qual a unidade técnica manifestou-se no sentido de inexistência de
impropriedades ou irregularidades que impeçam a aprovação das contas.
O Ministério Público Eleitoral opinou pela Aprovação das Contas com ressalva.
É o Relatório. Decido.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres e JULGO APROVADA
COM RESSALVAS, uma vez verificadas falhas que não comprometem a regularidade, as contas apresentadas pelo partido supracitado, com
esteio nos art. 46, inciso II, da Resolução TSE nº 23.546/2017, ficando as mesmas homologadas para os fins legais. Com o trânsito em
julgado, proceda-se o Cartório Eleitoral as anotações necessárias no Sistema de Informação de Contas Eleitorais e Partidárias – Sico.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Chorrochó, 05 de dezembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 32-42.2018.6.05.0158
Município: CHORROCHÓ/BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO SOCIAL CRISTÃO - PSC
Presidente: VANDA BARBOSA E SILVA
Tesoureiro: ROBSON MENEZES BARBOSA
Advogado: LUIZ ALBERTO MENEZES FILHO OAB/BA Nº 50.272
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de Prestação de Contas do PARTIDO SOCIAL CRISTÃO - PSC, no município de CHORROCHÓ/BA, referente ao exercício de 2017.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23. 546/2017.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 91

A unidade técnica fez constar nos autos que foram publicados os Editais de publicação do Balanço Patrimonial/DRE e de Impugnação, tendo
decorrido o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados indícios de irregularidades a serem apurados pelo juízo eleitoral.
Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer, através do qual a unidade técnica manifestou-se no sentido de inexistência de
impropriedades ou irregularidades que impeçam a aprovação das contas.
O Ministério Público Eleitoral opinou pela Aprovação das Contas com ressalva.
É o Relatório. Decido.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres e JULGO APROVADA
COM RESSALVAS, uma vez verificadas falhas que não comprometem a regularidade, as contas apresentadas pelo partido supracitado, com
esteio nos art. 46, inciso II, da Resolução TSE nº 23.546/2017, ficando as mesmas homologadas para os fins legais. Com o trânsito em
julgado, proceda-se o Cartório Eleitoral as anotações necessárias no Sistema de Informação de Contas Eleitorais e Partidárias – Sico.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Chorrochó, 05 de dezembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 20-28.2018.6.05.0158
Município: CHORROCHÓ/BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO PROGRESSISTA- PP
Presidente: IVANILDE GOMES DE SOUZA RAMOS
Tesoureiro: MESSIAS LIVIO FONSECA DE SOUZA
Advogado: PAULO JOSÉ DE MENEZES OAB/BA Nº 10.850
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de Prestação de Contas do PARTIDO PROGRESSISTA - PP no município de CHORROCHÓ/BA, referente ao exercício de 2017.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23. 546/2017.
A unidade técnica fez constar nos autos que foram publicados os Editais de publicação do Balanço Patrimonial/DRE e de Impugnação, tendo
decorrido o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados indícios de irregularidades a serem apurados pelo juízo eleitoral.
Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer, através do qual a unidade técnica manifestou-se no sentido de inexistência de
impropriedades ou irregularidades que impeçam a aprovação das contas.
O Ministério Público Eleitoral opinou pela Aprovação das Contas com ressalva.
É o Relatório. Decido.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres e JULGO APROVADA
COM RESSALVAS, uma vez verificadas falhas que não comprometem a regularidade, as contas apresentadas pelo partido supracitado, com
esteio nos art. 46, inciso II, da Resolução TSE nº 23.546/2017, ficando as mesmas homologadas para os fins legais. Com o trânsito em
julgado, proceda-se o Cartório Eleitoral as anotações necessárias no Sistema de Informação de Contas Eleitorais e Partidárias – Sico.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Chorrochó, 05 de dezembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 33-27.2018.6.05.0158
Município: CHORROCHÓ/BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO PROGRESSISTA- PP
Presidente: IVANILDE GOMES DE SOUZA RAMOS
Tesoureiro: MESSIAS LIVIO FONSECA DE SOUZA
Advogado: PAULO JOSÉ DE MENEZES OAB/BA Nº 10.850
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de Prestação de Contas do PARTIDO PROGRESSISTA - PP no município de CHORROCHÓ/BA, referente ao exercício de 2017.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23. 464/2015.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 92

A unidade técnica fez constar nos autos que foram publicados os Editais de publicação do Balanço Patrimonial/DRE e de Impugnação, tendo
decorrido o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados indícios de irregularidades a serem apurados pelo juízo eleitoral.
Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer , através do qual a unidade técnica manifestou-se no sentido de inexistência de
impropriedades ou irregularidades que impeçam a aprovação das contas.
O Ministério Público Eleitoral opinou pela Aprovação das Contas.
É o Relatório. Decido.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres e JULGO APROVADA
COM RESSALVAS, uma vez verificadas falhas que não comprometem a regularidade, as contas apresentadas pelo partido supracitado, com
esteio nos art. 45, inciso I, da Resolução TSE nº 23.464/2016, ficando as mesmas homologadas para os fins legais. Com o trânsito em
julgado, proceda-se o Cartório Eleitoral as anotações necessárias no Sistema de Informação de Contas Eleitorais e Partidárias – Sico.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Chorrochó, 05 de dezembro de 2018
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 45-41.2018.6.05.0158
Município: RODELAS/BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO PODEMOS - PODE
Presidente: GENERINO GABRIEL DE JESUS
Tesoureiro: MARIA EMILIA DE SÁ NETA
Advogado: GUSTAVO SILVA ALMEIDA OAB/BA Nº 31.158
SENTENÇA
Vistos, etc.
Trata-se de Prestação de Contas do PARTIDO PODEMOS - PODE no município de RODELAS/BA, referente ao exercício de 2017.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23. 546/2017.
A unidade técnica fez constar nos autos que foram publicados os Editais de publicação do Balanço Patrimonial/DRE e de Impugnação, tendo
decorrido o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados indícios de irregularidades a serem apurados pelo juízo eleitoral.
Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer, através do qual a unidade técnica manifestou-se no sentido de inexistência de
impropriedades ou irregularidades que impeçam a aprovação das contas.
O Ministério Público Eleitoral opinou pela Aprovação das Contas com ressalva.
É o Relatório. Decido.
Em face do exposto, considerando-se que foram obedecidas as formalidades inerentes à espécie, acolho os pareceres e JULGO APROVADA
COM RESSALVAS, uma vez verificadas falhas que não comprometem a regularidade, as contas apresentadas pelo partido supracitado, com
esteio nos art. 46, inciso II, da Resolução TSE nº 23.546/2017, ficando as mesmas homologadas para os fins legais. Com o trânsito em
julgado, proceda-se o Cartório Eleitoral as anotações necessárias no Sistema de Informação de Contas Eleitorais e Partidárias – Sico.
Publique-se. Registre-se. Intime-se.
Chorrochó, 05 de dezembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
não prestadas
Autos nº: 69-69.2018.6.05.0158
Município: CHORROCHÓ-BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO DA REPUBLICA - PR
Presidente: OSCAR ARAÚJO COSTA NETO
Tesoureiro: MARI CREUZA MIRANDA DOS SANTOS ARAÚJO
SENTENÇA
O presente feito trata de Processo de Prestação de Contas de Exercício Financeiro do ano de 2017, tendo como parte a Agremiação
Partidária acima qualificada, a qual não apresentou prestação de contas ou declaração de ausência de movimentação financeira, relativa ao
exercício financeiro de 2017, conforme Artigo 32, § 4º, da Lei nº 9.096/95 .
Intimada a agremiação partidária, a mesma deixou transcorrer o prazo para apresentação.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 93

O Ministério Público Eleitoral opinou pelo julgamento das contas como Não prestadas.
É o sucinto relatório. Decido.
Inicialmente, vale salientar que é de competência do Juízo Eleitoral, na circunscrição jurisdicional da Zona Eleitoral, exercer a fiscalização da
real movimentação financeira dos Partidos Políticos Municipais, sendo dever destes apresentar a sua prestação de contas referente ao
exercício findo até o dia 30 abril do ano subsequente. Assim preleciona o art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
No caso em análise, extrai-se dos autos que as contas referentes ao exercício 2017 não foram prestadas pela Agremiação Partidária, de sorte
que a mesma infringiu o comando legal contido no art. 32 da lei nº 9.096/95.
É sabido que a inadimplência da apresentação das contas anual implica suspensão automática do Fundo Partidário do respectivo Partido ao
órgão inadimplente na forma do art. 48 da resolução TSE 23.546/2017.
Diante do exposto, DECLARO as contas do Exercício Financeiro de 2017 do pelo partido supracitado como NÃO PRESTADAS, com fulcro no
art. 46, Inc. IV da Resolução TSE 23.546/2017. Incide o referido Partido nas sanções já descritas nesta sentença. Intime-se o Partido. Ciência
ao Ministério Público.
Transcorrido o prazo recursal, deve o cartório efetuar a atualização necessária no Sistema SICO e expedir os ofícios e comunicações
necessárias. Em seguida, arquivem-se os autos com baixa na distribuição.
P.R.I.
Chorrochó-BA, 29 de novembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 49-78.2018.6.05.0158
Município: RODELAS-BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO RENOVADOR TRABALHISTA BRASILEIRO - PRTB
Presidente: ROBERTA VIVIANE DE ALMEIDA MOURA
Tesoureiro: JOSÉ ALMIR FREIRE DE MOURA
SENTENÇA
O presente feito trata de Processo de Prestação de Contas de Exercício Financeiro do ano de 2017, tendo como parte a Agremiação
Partidária acima qualificada, a qual não apresentou prestação de contas ou declaração de ausência de movimentação financeira, relativa ao
exercício financeiro de 2017, conforme Artigo 32, § 4º, da Lei nº 9.096/95 .
Intimada a agremiação partidária, a mesma deixou transcorrer o prazo para apresentação.
O Ministério Público Eleitoral opinou pelo julgamento das contas como Não prestadas.
É o sucinto relatório. Decido.
Inicialmente, vale salientar que é de competência do Juízo Eleitoral, na circunscrição jurisdicional da Zona Eleitoral, exercer a fiscalização da
real movimentação financeira dos Partidos Políticos Municipais, sendo dever destes apresentar a sua prestação de contas referente ao
exercício findo até o dia 30 abril do ano subsequente. Assim preleciona o art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
No caso em análise, extrai-se dos autos que as contas referentes ao exercício 2017 não foram prestadas pela Agremiação Partidária, de sorte
que a mesma infringiu o comando legal contido no art. 32 da lei nº 9.096/95.
É sabido que a inadimplência da apresentação das contas anual implica suspensão automática do Fundo Partidário do respectivo Partido ao
órgão inadimplente na forma do art. 48 da resolução TSE 23.546/2017. Igualmente, a não prestação das contas, conduz à suspensão de
funcionamento do próprio órgão partidário municipal na forma do art. 42 da resolução TSE 23.546/2017.
Diante do exposto, DECLARO as contas do Exercício Financeiro de 2017 do pelo partido supracitado como NÃO PRESTADAS, com fulcro no
art. 46, Inc. IV da Resolução TSE 23.546/2017. Incide o referido Partido nas sanções já descritas nesta sentença. Intime-se o Partido. Ciência
ao Ministério Público.
Transcorrido o prazo recursal, deve o cartório efetuar a atualização necessária no Sistema SICO e expedir os ofícios e comunicações
necessárias. Em seguida, arquivem-se os autos com baixa na distribuição.
P.R.I.
Chorrochó-BA, 29 de setembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 73-09.2018.6.05.0158
Município: CHORROCHÓ-BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO SOLIDARIEDADE - SD
Presidente: ILTON JOSÉ DE LIMA

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 94

Tesoureiro: DARLISSON ERLON DO NASCIMENTO SANTOS


SENTENÇA
O presente feito trata de Processo de Prestação de Contas de Exercício Financeiro do ano de 2017, tendo como parte a Agremiação
Partidária acima qualificada, a qual não apresentou prestação de contas ou declaração de ausência de movimentação financeira, relativa ao
exercício financeiro de 2017, conforme Artigo 32, § 4º, da Lei nº 9.096/95 .
Intimada a agremiação partidária, a mesma deixou transcorrer o prazo para apresentação.
O Ministério Público Eleitoral opinou pelo julgamento das contas como Não prestadas.
É o sucinto relatório. Decido.
Inicialmente, vale salientar que é de competência do Juízo Eleitoral, na circunscrição jurisdicional da Zona Eleitoral, exercer a fiscalização da
real movimentação financeira dos Partidos Políticos Municipais, sendo dever destes apresentar a sua prestação de contas referente ao
exercício findo até o dia 30 abril do ano subsequente. Assim preleciona o art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
No caso em análise, extrai-se dos autos que as contas referentes ao exercício 2017 não foram prestadas pela Agremiação Partidária, de sorte
que a mesma infringiu o comando legal contido no art. 32 da lei nº 9.096/95.
É sabido que a inadimplência da apresentação das contas anual implica suspensão automática do Fundo Partidário do respectivo Partido ao
órgão inadimplente na forma do art. 48 da resolução TSE 23.546/2017. Igualmente, a não prestação das contas, conduz à suspensão de
funcionamento do próprio órgão partidário municipal na forma do art. 42 da resolução TSE 23.546/2017.
Diante do exposto, DECLARO as contas do Exercício Financeiro de 2017 do pelo partido supracitado como NÃO PRESTADAS, com fulcro no
art. 46, Inc. IV da Resolução TSE 23.546/2017. Incide o referido Partido nas sanções já descritas nesta sentença. Intime-se o Partido. Ciência
ao Ministério Público.
Transcorrido o prazo recursal, deve o cartório efetuar a atualização necessária no Sistema SICO e expedir os ofícios e comunicações
necessárias. Em seguida, arquivem-se os autos com baixa na distribuição.
P.R.I.
Chorrochó-BA, 29 de novembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 80-98.2018.6.05.0158
Município: CHORROCHÓ-BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO TRABALHISTA BRASILEIRO - PTB
Presidente: MANOEL IZAIAS PIRES LIMA
Tesoureiro: JOSÉ GERALDO MENESES
SENTENÇA
O presente feito trata de Processo de Prestação de Contas de Exercício Financeiro do ano de 2017, tendo como parte a Agremiação
Partidária acima qualificada, a qual não apresentou prestação de contas ou declaração de ausência de movimentação financeira, relativa ao
exercício financeiro de 2017, conforme Artigo 32, § 4º, da Lei nº 9.096/95 .
Intimada a agremiação partidária, a mesma deixou transcorrer o prazo para apresentação.
O Ministério Público Eleitoral opinou pelo julgamento das contas como Não prestadas.
É o sucinto relatório. Decido.
Inicialmente, vale salientar que é de competência do Juízo Eleitoral, na circunscrição jurisdicional da Zona Eleitoral, exercer a fiscalização da
real movimentação financeira dos Partidos Políticos Municipais, sendo dever destes apresentar a sua prestação de contas referente ao
exercício findo até o dia 30 abril do ano subsequente. Assim preleciona o art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
No caso em análise, extrai-se dos autos que as contas referentes ao exercício 2017 não foram prestadas pela Agremiação Partidária, de sorte
que a mesma infringiu o comando legal contido no art. 32 da lei nº 9.096/95.
É sabido que a inadimplência da apresentação das contas anual implica suspensão automática do Fundo Partidário do respectivo Partido ao
órgão inadimplente na forma do art. 48 da resolução TSE 23.546/2017. Igualmente, a não prestação das contas, conduz à suspensão de
funcionamento do próprio órgão partidário municipal na forma do art. 42 da resolução TSE 23.546/2017.
Diante do exposto, DECLARO as contas do Exercício Financeiro de 2017 do pelo partido supracitado como NÃO PRESTADAS, com fulcro no
art. 46, Inc. IV da Resolução TSE 23.546/2017. Incide o referido Partido nas sanções já descritas nesta sentença. Intime-se o Partido. Ciência
ao Ministério Público.
Transcorrido o prazo recursal, deve o cartório efetuar a atualização necessária no Sistema SICO e expedir os ofícios e comunicações
necessárias. Em seguida, arquivem-se os autos com baixa na distribuição.
P.R.I.
Chorrochó-BA, 29 de novembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento Juiz Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 95

Autos nº: 72-24.2018.6.05.0158


Município: CHORROCHÓ-BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO REPUBLICANO DA ORDEM SOCIAL - PROS
Presidente: DANIEL RODRIGUES DA CONCEIÇÃO CORDEIRO
Tesoureiro: ANATALIA ALVES DE ATAIDE
SENTENÇA
O presente feito trata de Processo de Prestação de Contas de Exercício Financeiro do ano de 2017, tendo como parte a Agremiação
Partidária acima qualificada, a qual não apresentou prestação de contas ou declaração de ausência de movimentação financeira, relativa ao
exercício financeiro de 2017, porém o mesmo não apresentou instrumento de mandato constituindo advogado, em desconformidade com o
Artigo 29, XX, da Resolução TSE 23.546/2017.
Intimada a agremiação partidária, a mesma apresentou declaração de ausência de movimentação financeira.
Verificada a ausência de procurador constituindo, foi intimado o presidente do diretório municipal para sanar o vício. Transcorreu o prazo sem
constituição do causídico.
O Ministério Público Eleitoral opinou pelo julgamento das contas como não prestadas.
É o sucinto relatório. Decido.
Inicialmente, vale salientar que é de competência do Juízo Eleitoral, na circunscrição jurisdicional da Zona Eleitoral, exercer a fiscalização da
real movimentação financeira dos Partidos Políticos Municipais, sendo dever destes apresentar a sua prestação de contas referente ao
exercício findo até o dia 30 abril do ano subsequente. Assim preleciona o art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
No caso em análise, extrai-se dos autos que as foi apresentado pela Agremiação Partidária declaração de ausência de movimentação sem
constituição de advogado, de sorte que a mesma infringiu o comando legal contido no art. 29, XX, da Resolução TSE 23.546/2017, a qual
disciplina a prestação de contas exercício de 2017.
É sabido que o processo de prestação é um processo judicial, exigindo-se portanto para a capacidade postulatória a constituição de advogado
para representá-lo. Nesse sentido:
TRE-MS - PRESTAÇÃO DE CONTAS PC 121059 MS (TRE-MS)
Ementa: PRESTAÇÃO DE CONTAS. CAMPANHA ELEITORAL. NOTIFICAÇÃO PARA APRESENTAÇÃO POR MEIO DE ADVOGADO.
RENÚNCIA. AUSÊNCIA DE MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA. OBRIGATORIEDADE. FALTA DE DOCUMENTOS IMPRESCINDÍVEIS À
ANÁLISE DAS CONTAS. JULGADAS NÃO PRESTADAS. A notificação para apresentar as contas por meio de advogado, sob pena de tê-
las julgadas não prestadas, surte o efeito pretendido se o candidato assim o faz. Contudo, eventual renúncia, ou ausência da movimentação
de recursos, não afasta o dever legal do candidato de prestar contas, nos termos do art. 33, §§ 5.º e 7.º, da Resolução TSE n.º 23.406/2014.
Dessa forma, a falta de prestação de contas apta a comprovar os recursos arrecadados e os gastos realizados na campanha ou
a ausência deles, impede o exame das contas e autoriza o seu julgamento como não prestadas (art. 54, inciso IV, alínea a, da Resolução TSE
n.º 23.406/2014). O julgamento das contas como não prestadas impede que o candidato obtenha certidão de quitação eleitoral até o final do
mandato para o qual concorreu, persistindo os efeitos da restrição após esse período até a efetiva apresentação das contas, conforme
preceitua o art. 58, inciso I, da resolução citada, c/c o art. 11, § 7.º, da Lei n.º 9.504/97. Vistos, relatados e discutidos estes autos, ACORDAM
os Juízes do Tribunal Regional Eleitoral, na conformidade da ata de julgamentos, à unanimidade e de acordo com o parecer, em
julgar não prestadas as contas, nos termos do voto do relator.
Encontrado em: À unanimidade e de acordo com o parecer, julgaram não prestadas as contas, nos termos do voto.../3/2015 PRESTAÇÃO
DE CONTAS PC 121059 MS (TRE-MS) GERALDO DE ALMEIDA SANTIAGO
TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL DO MARANHÃO SECRETARIA JUDICIÁRIA
Resenha de Julgamento
PRESTAÇÃO DE CONTAS – PC Nº 2011-29/14
PROCEDÊNCIA: SÃO LUÍS
RELATOR: DES. CLODOMIR SEBASTIÃO REIS
REQUERENTE: ANDRÉ DE SOUSA BRAZ
EMENTA
ELEIÇÕES 2014. PRESTAÇÃO DE CONTAS. AUSÊNCIA DE ADVOGADO. CONTAS JULGADAS NÃO PRESTADAS.
Notificado o candidato para apresentar instrumento de mandato constituindo advogado, sua inércia implica no julgamento das contas como
não prestadas, tendo em vista que o art. 33, § 4º, da Resolução TSE nº 23.406/2013 afirma que é obrigatória a presença de causídico na
prestação de contas de campanha.
Sob a presidência do Excelentíssimo Desembargador LOURIVAL SEREJO, ACORDAM os Membros do Tribunal Regional Eleitoral do
Maranhão, por unanimidade, JULGAR NÃO PRESTADAS AS CONTAS, nos termos do voto do Des. Relator. São Luís (MA), 6 de agosto de
2015. CLODOMIR SEBASTIÃO REIS – RELATOR
Diante do exposto, DECLARO as contas do Exercício Financeiro de 2017 do pelo partido supracitado como NÃO PRESTADAS, com fulcro no
art. 46, Inc. IV da Resolução TSE 23.546/2017. Incidindo o referido Partido nas sanções descritas no art. 48 da resolução TSE 23.546/2017,
qual seja: suspensão automática de recebimento de quotas do Fundo Partidário do respectivo Partido ao órgão inadimplente.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 96

Transcorrido o prazo recursal, deve o cartório efetuar a atualização necessária no Sistema SICO e expedir os ofícios e comunicações
necessárias. Em seguida, arquivem-se os autos com baixa na distribuição.
P.R.I.
Chorrochó-BA, 29 de novembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral
Autos nº: 82-68.2018.6.05.0158
Município: CHORROCHÓ-BA
Natureza: Prestação de Contas Anual Partidária – Exercício 2017
Interessado: PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA - PSDB
Presidente: JOSIEL CALAZANS MENEZES BEZERRA
Tesoureiro: GAUDÊNCIO ANTÔNIO DE ARAÚJO
SENTENÇA
O presente feito trata de Processo de Prestação de Contas de Exercício Financeiro do ano de 2017, tendo como parte a Agremiação
Partidária acima qualificada, a qual não apresentou prestação de contas ou declaração de ausência de movimentação financeira, relativa ao
exercício financeiro de 2017, conforme Artigo 32, § 4º, da Lei nº 9.096/95 .
Intimada a agremiação partidária, a mesma deixou transcorrer o prazo para apresentação.
O Ministério Público Eleitoral opinou pelo julgamento das contas como Não prestadas.
É o sucinto relatório. Decido.
Inicialmente, vale salientar que é de competência do Juízo Eleitoral, na circunscrição jurisdicional da Zona Eleitoral, exercer a fiscalização da
real movimentação financeira dos Partidos Políticos Municipais, sendo dever destes apresentar a sua prestação de contas referente ao
exercício findo até o dia 30 abril do ano subsequente. Assim preleciona o art. 30 da Resolução TSE nº 23.546/2017.
No caso em análise, extrai-se dos autos que as contas referentes ao exercício 2017 não foram prestadas pela Agremiação Partidária, de sorte
que a mesma infringiu o comando legal contido no art. 32 da lei nº 9.096/95.
É sabido que a inadimplência da apresentação das contas anual implica suspensão automática do Fundo Partidário do respectivo Partido ao
órgão inadimplente na forma do art. 48 da resolução TSE 23.546/2017. Igualmente, a não prestação das contas, conduz à suspensão de
funcionamento do próprio órgão partidário municipal na forma do art. 42 da resolução TSE 23.546/2017.
Diante do exposto, DECLARO as contas do Exercício Financeiro de 2017 do pelo partido supracitado como NÃO PRESTADAS, com fulcro no
art. 46, Inc. IV da Resolução TSE 23.546/2017. Incide o referido Partido nas sanções já descritas nesta sentença. Intime-se o Partido. Ciência
ao Ministério Público.
Transcorrido o prazo recursal, deve o cartório efetuar a atualização necessária no Sistema SICO e expedir os ofícios e comunicações
necessárias. Em seguida, arquivem-se os autos com baixa na distribuição.
P.R.I.
Chorrochó-BA, 29 de novembro de 2018.
José Carlos Rodrigues do Nascimento
Juiz Eleitoral

159ª Zona Eleitoral - CENTRAL

Sentenças

SENTENÇA

PROCESSO Nº 27-17.2018.6.05.0159
PROMOVENTE: PARTIDO DOS TRABALHADORES – PT – UIBAÍ/BA
RESPONSÁVEL(IS): PRESIDENTE: VILMAR DOMINGOS MACHADO
ADVOGADO(A): DELIO CUNHA ROCHA – OAB 20.219
ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS DE EXERCÍCIO FINANCEIRO – 2016.
SENTENÇA
Vistos etc.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 97

Trata-se do Processo de Prestação de Contas do PARTIDO DOS TRABALHADORES – PT do município de Uibaí /BA, referente ao exercício
financeiro do ano de 2016.
Foram observadas as formalidades contidas na Resolução TSE nº 23.463/2015.
Examinados os autos, levou-se a efeito o parecer de fls.56, por meio do qual o Chefe do Cartório manifestou-se no sentido da aprovação das
contas com ressalvas, ressaltando o que dispõe o art. 68, II, da Resolução TSE nº 23.463/2015 e a Lei nº 9.504/1997, art. 30, I.
Registre-se, ainda, que, apesar do art. 51 e 83, da Res. TSE nº 23.463/2015 assegurarem aos demais candidatos e partidos políticos o poder
de fiscalização sobre o exame das contas, inclusive mediante a apresentação de impugnação às contas apresentadas, nenhum elemento
desabonador foi trazido aos autos. Nesse sentido, o foi publicado o edital de impugnação nº 052/2018, de 30/10/2018, fls. 54, tendo decorrido
o prazo legal sem que fossem apontados pelos interessados quaisquer indícios de irregularidades a serem apuradas pelo juízo eleitoral, como
mostra a Certidão de fls. 55.
O relatório técnico apontou um pequeno equívoco no balanço patrimonial, irregularidade esta que não compromete as contas apresentadas,
conforme fls. 56.
Instado a se manifestar, o representante do Ministério Público Eleitoral, pugnou pela aprovação das contas com ressalvas, conforme parecer
de fls. 56v.
Os autos vieram à conclusão. É o que importa relatar..
DECIDO.
Ante o exposto e do mais que dos autos constam, e considerando que as falhas apresentadas não comprometem a presente prestação de
contas, e que não há mais falhas a serem sanadas, julgo APROVADAS COM RESSALVAS as contas apresentadas pelo Partido dos
Trabalhadores do município de Uibaí/BA, com fulcro no art. 68, II, da Resolução TSE nº 23.463/2015, ficando homologadas para os fins
legais, devendo o partido, contudo, observar o quanto disposto no art. 86, caput, da mesma Resolução.
Após o trânsito em julgado, remeta-se ao MPE para ciência da sentença, em seguida, arquive-se o presente feito com as cautelas de praxe.
Publique-se. Registre-se. Intimem-se.
Central-BA, 03 de dezembro de 2018.
RUY JOSÉ AMARAL ADÃES JÚNIOR
JUIZ ELEITORAL DA 159ª ZONA

170ª Zona Eleitoral - CAMAÇARI

Portarias

PORTARIA 09 - SUSPENSAO DE ATENDIMENTO


PORTARIA N.º 09/2018
O Excelentíssimo Senhor Doutor Ricardo Dias de Medeiros Netto, Diretor do Fórum Eleitoral de Camaçari, no uso de suas atribuições legais
e com base no art. 4º da Resolução nº 09/2009 do Tribunal regional Eleitoral da Bahia e,
CONSIDERANDO que em virtude das chuvas que assolam o município de Camaçari desde 02 de dezembro, ocorreu inundação da Central de
Atendimento ao Público do Fórum Eleitoral,
CONSIDERANDO a necessidade de desligar as instalações elétricas da Central de Atendimento ao Público, a fim de evitar desastres ou
acidentes,
RESOLVE:
Art. 1º Suspender o atendimento ao público na Central de Atendimento do Fórum Eleitoral do município de Camaçari no período de 06 a 07 de
dezembro de 2018, para as operações de alistamento, transferência, segunda via e revisão de dados do eleitor.
Art. 2º Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.
Publique-se.
Comunique-se ao Egrégio Tribunal Regional Eleitoral da Bahia.
Camaçari – Bahia, 06 de dezembro de 2018.
RICARDO DIAS DE MEDEIROS NETTO
Diretor do Fórum Eleitoral da Camaçari

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 98

177ª Zona Eleitoral - TREMEDAL

Despachos

.
PROTOCOLO 46.029/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 2º TURNO
PARTIDO: 13 - PT - Partido dos Trabalhadores
PRESIDENTE: JURANDI COSTA VIANA
TESOUREIRO: DENILSON ROCHA MOURA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 46.030/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 2º TURNO
PARTIDO: 13 - PT - Partido dos Trabalhadores
PRESIDENTE: CASSIA PEREIRA FERRAZ DE OLIVEIRA
TESOUREIRO: EDILEUZA PEREIRA SANTOS AGUIAR
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 46.031/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 2º TURNO
PARTIDO: 65 - PC do B - Partido Comunista do Brasil
PRESIDENTE: DANIEL MAGNAVITA SOUTO
TESOUREIRO: EDIMAR DA SILVA ROCHA

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 99

DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 46.032/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 2º TURNO
PARTIDO: 90 - PROS - Partido Republicano da Ordem Social
PRESIDENTE: ADISELIO OLIVEIRA DOS SANTOS
TESOUREIRO: LUANA AMARAL DA SILVA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.762/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 10 - PRB - Partido Republicano Brasileiro
PRESIDENTE: ADELAIDE DOS SANTOS COSTA
TESOUREIRO: SERGIO PEREIRA DOS SANTOS
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 100

PROTOCOLO 40.763/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 11 - PP - Partido Progressista
PRESIDENTE: LUCIANA ROCHA NUNES
TESOUREIRO: ROMÁRIO MENDES DE OLIVEIRA
PRESIDENTE ESTADUAL: JOÃO FELIPE DE SOUZA LEÃO
TESOUREIRO ESTADUAL: LEONARDO LEÃO FILHO
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.764/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 13 - PT - Partido dos Trabalhadores
PRESIDENTE: CÁSSIA PEREIRA FERRAZ OLIVEIRA
TESOUREIRO: EDILEUZA PEREIRA SANTOS AGUIAR
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.765/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 19 - PODE - Podemos
PRESIDENTE: ALMIR GOMES DA ROCHA
TESOUREIRO: JULIANA AMARAL LIMA SANTOS
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes
providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 101

2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.766/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 40 - PSB - Partido Socialista Brasileiro
PRESIDENTE: SERGIO NUNES FERRAZ
TESOUREIRO: RONILDO BORGES LIMA
PRESIDENTE ESTADUAL: LÍDICE DA MATA E SOUZA
TESOUREIRO ESTADUAL: ANTONIO CARLOS MARCIAL TRAMM
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.767/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 44 - PRP - Partido Republicano Progressista
PRESIDENTE: ROBERTO HEBERT MEIRA ROCHA
TESOUREIRO: GRAZIELLA SILVA OLIVEIRA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.768/2018

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 102

PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO


PARTIDO: 45 - PSDB - Partido da Social Democracia Brasileira
PRESIDENTE: JOAQUIM NONATO DA SILVA
TESOUREIRO: GILVANIA DIAS ROCHA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.769/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 50 - PSOL - Partido Socialismo e Liberdade
PRESIDENTE: JEAN CARLOS BATISTA DA SILVA
TESOUREIRO: MARCELO SANTOS MOITINHO
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.770/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 55 - PSD - Partido Social Democrático
PRESIDENTE: CATULINO FERRAZ DE OLIVEIRA
TESOUREIRO: JOVINO FERRAZ FIGUEREDO
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 103

Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.771/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 65 - PC do B - Partido Comunista do Brasil
PRESIDENTE: DANIEL MAGNAVITA SOUTO
TESOUREIRO: EDIMAR DA SILVA ROCHA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.772/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 77 - SOLIDARIEDADE - Solidariedade
PRESIDENTE: LEVY NUNES FERRAZ
TESOUREIRO: EDINA RIBEIRO NOVAIS
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.773/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 90 - PROS - Partido Republicano da Ordem Social
PRESIDENTE: ADISELIO OLIVEIRA DOS SANTOS
TESOUREIRO: LUANA AMARAL DA SILVA
DESPACHO

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 104

Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.774/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 10 - PRB - Partido Republicano Brasileiro
PRESIDENTE: EUFRÁSIO SILVA VIEIRA
TESOUREIRO: SIVALDO DIAS COSTA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.775/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 11 - PP - Partido Progressista
PRESIDENTE: SUELI BISPO GONÇALVES
TESOUREIRO: REGINALDO COTRIM DE BRITO
PRESIDENTE ESTADUAL: JOÃO FELIPE DE SOUZA LEÃO
TESOUREIRO ESTADUAL: LEONARDO LEÃO FILHO
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior Juiz Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 105

PROTOCOLO 40.776/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 13 - PT - Partido dos Trabalhadores
PRESIDENTE: JURANDI COSTA VIANA
TESOUREIRO: DENILSON ROCHA MOURA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.777/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 14 - PTB - Partido Trabalhista Brasileiro
PRESIDENTE: APARECIDA PEREIRA DA SILVA
TESOUREIRO: FLAVIO OLIVEIRA ROCHA
PRESIDENTE ESTADUAL: BENITO DA GAMA SANTOS
TESOUREIRO ESTADUAL: CARLOS FREDERICO DE VASCONCELLOS
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.780/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 35 - PMB - Partido da Mulher Brasileira
PRESIDENTE: CRISTIANE PEREIRA GONÇALVES
TESOUREIRO: ANASTÁCIA PEREIRA DE MOURA
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 106

3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;


4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.781/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 40 - PSB - Partido Socialista Brasileiro
PRESIDENTE: ATAÍDES VIEIRA DO CARMO
TESOUREIRO: EUDENICE NUNES NOVAIS
PRESIDENTE ESTADUAL: LÍDICE DA MATA E SOUZA
TESOUREIRO ESTADUAL: ANTONIO CARLOS MARCIAL TRAMM
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral
PROTOCOLO 40.782/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 1º TURNO
PARTIDO: 55 - PSD - Partido Social Democrático
PRESIDENTE: NOLASCO DA SILVA VIEIRA
TESOUREIRO: ROBSON GONÇALVES DE AGUIAR
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 107

PROTOCOLO 46.779/2018
PRESTAÇÃO DE CONTAS DE CAMPANHA – OMISSÃO – 2º TURNO
PARTIDO: 25 – DEM - DEMOCRATAS
PRESIDENTE: DALIANO PEREIRA BILAC
TESOUREIRO: MARCIO MARINHO SILVA
PRESIDENTE ESTADUAL: JOSE CARLOS ALELUIA COSTA
TESOUREIRO ESTADUAL: JOSE GAMA NEVEZ
DESPACHO
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. promova a autuação desta informação, na classe processual de prestação de contas em nome do órgão partidário e de seus responsáveis;
2. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Tremedal/BA, ____/____/2018
Dr. Aderaldo de Morais Leite Júnior
Juiz Eleitoral

178ª Zona Eleitoral - SANTO AMARO

Editais

EDITAL Nº 075/2018
De acordo com o Provimento 04/2015, artigo 5º, V, na forma da Lei, etc e de acordo com a Resolução nº 23.553/2017 -TSE;
FAÇO SABER a todos, especialmente ao MPE e representantes de partidos políticos desta zona,
QUE FOI PUBLICADO no mural deste Cartório Eleitoral o Extrato da Prestação de Contas Final referente à Campanha nas Eleições 2018, do
seguinte partido político, pertencente ao município de Saubara:
SD - PARTIDO SOLIDARIEDADE, Adv. Rodrigo Dantas Azevedo, OAB/BA 42.376
FICA ABERTO o prazo de 3 (três) dias para impugnação da prestação de contas apresentada. A impugnação à prestação de contas deve ser
formulada em petição fundamentada dirigida ao relator ou ao juiz eleitoral, relatando fatos e indicando provas, indícios e circunstâncias, de
acordo com o artigo 59, § 1º da Resolução nº 23.553/2017 -TSE.
Dado e passado nesta cidade de Santo Amaro-BA, aos 6 (seis) dias do mês de dezembro do ano de dois mil e dezoito (2018). Eu, Laís
Peroba Esteves, Chefe de Cartório digitei e subscrevi o presente edital.

188ª Zona Eleitoral - EUNÁPOLIS

Editais

Edital
EDITAL 62/2018
IMPUGNAÇÃO

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 108

PRAZO: 3 DIAS
O Excelentíssimo Senhor WILSON NUNES DA SILVA JUNIOR, JUIZ ELEITORAL DA 188ª ZONA, nos termos do art. 56 da Resolução TSE n.
23.553/2017, FAZ SABER que foram apresentadas as contas finais da campanha eleitoral de 2018 dos partidos políticos abaixo nominados,
as quais estão disponíveis para consulta no mural do cartório, ficando cientes que qualquer partido político, candidato ou coligação, o
Ministério Público ou qualquer outro interessado, poderá impugná-las no prazo de 3 (três) dias, contados da publicação do edital, em petição
fundamentada dirigida a este Juízo Eleitoral, relatando fatos e indicando provas, indícios e circunstâncias.

ITAPEBI-BA
Processo n. Prestador de contas
121-72.2018.6.05.0188 PARTIDO SOCIAL DEMOCRÁTICO - PSD

DADO E PASSADO, nesta cidade de Eunápolis, em 06 de dezembro de 2018. Eu, _______ Lorena Boone Jacobsen Bernardo, Técnica
Judiciária, expedi e conferi o presente edital.
Bel. WILSON NUNES DA SILVA JUNIOR
Juiz Eleitoral

Despachos

Despacho

Prestação de Contas nº 162-39.2018.6.05.0188


Protocolo nº 46.922/2018
Procedência: Itapebi-BA
Partido: Partido Republicano da Ordem Social - PROS
Responsável (is): Paulo Henrique Nascimento Almeida, Presidente; Alex Miranda Santos, Tesoureiro;
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Eunápolis/BA, 30 de novembro de 2018
Bel. Wilson Nunes da Silva Júnior
Juiz Eleitoral

Prestação de Contas nº 161-54.2018.6.05.0188


Protocolo nº 46.921/2018
Procedência: Itapebi-BA
Partido: Partido Podemos - PODE
Responsável (is): Cleide Moreira dos Nascimento, Presidente; Thamara Silva dos Santos, Tesoureiro;
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 109

Eunápolis/BA, 30 de novembro de 2018


Bel. Wilson Nunes da Silva Júnior
Juiz Eleitoral

Prestação de Contas nº 163-24.2018.6.05.0188


Protocolo nº 46.923/2018
Procedência: Itapebi-BA
Partido: Partido Socialismo e Liberdade - PSOL
Responsável (is): Gildinei Nery da Silva, Presidente;
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Eunápolis/BA, 30 de novembro de 2018
Bel. Wilson Nunes da Silva Júnior
Juiz Eleitoral

Prestação de Contas nº 164-09.2018.6.05.0188


Protocolo nº 47.488/2018
Procedência: Itagimirim-BA
Partido: Partido Popular Socialista - PPS
Responsável (is): Igor da Silva Batista, Presidente; Jocelma Camilo de Souza, Tesoureiro;
Em consonância com o § 6º do art. 52 da Resolução TSE nº 23.553/2017, determino ao cartório que adote as seguintes providências:
1. a juntada dos extratos eletrônicos encaminhados à Justiça Eleitoral, com as informações relativas ao recebimento de recursos do Fundo
Partidário, de fonte vedada e/ou de origem não identificada e com os demais dados disponíveis;
3. citação do omisso para, querendo, manifestar-se no prazo de 03 (três) dias;
4. a oitiva do Ministério Público Eleitoral, no prazo de 2 (dois) dias;
Caso haja a apresentação das contas de campanha pelo órgão partidário, proceda-se a análise conforme art. 26 e seguintes da Resolução-
TSE nº 23.553/2017;
Após, voltem os autos conclusos.
Eunápolis/BA, 04 de dezembro de 2018
Bel. Wilson Nunes da Silva Júnior
Juiz Eleitoral

Prestação de Contas nº 125-12.2018.6.05.0188


Protocolo nº 45.882/2018
Procedência: Itapebi-BA
Partido: Partido Progressistas - PP
Responsável (is): Juarez da Silva Oliveira, Presidente; Jairene Botelho da Silva, Tesoureiro;
Advogado: Ronivaldo Rodrigues dos Santos – OAB/BA: 31760
Vistos etc.
1. Publique-se edital no DJE com as informações constantes no art. 56, I, da Res. TSE 23.553/2017, bem como eventuais extratos eletrônicos
encaminhados pela agremiação partidária, para que qualquer partido político, candidato ou coligação, qualquer interessado ou Ministério

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 110

Público, querendo, apresente impugnação, no prazo de três (03) dias.


2. Após o transcurso do prazo, caso não haja manifestação, deverá o cartório emitir o relatório e parecer conclusivo.
3. Em seguida, vista ao Ministério Público.
4. Por fim, conclusos.
Eunápolis, 28/11/2018.
Bel. WILSON NUNES DA SILVA JUNIOR
Juiz Eleitoral

Sentenças

Sentença

Petição nº 101-81.2018.6.05.0188
Protocolo nº 43.021/2018
Procedência: Itagimirim-BA
Assunto: Prestação das Contas – Exercício Financeiro - 2017
Partido: Partido Comunista do Brasil - PCdoB
Responsáveis: Valmir Alves de Oliveira (Presidente); Nilson de Almeida Castro (Tesoureiro)
Advogado: Ronivaldo Rodrigues dos Santos – OAB: 31760/BA
Vistos.
Tratam os presentes autos de Petição, na qual o Partido Comunista do Brasil – PCdoB do Município de Itagimirim/BA, requer a regularização
das contas referente ao exercício financeiro de 2017.
O parecer técnico conclusivo de fls. 11 opina pelo deferimento do pedido, haja vista que foram não há indício de irregularidade das contas ou
recebimento de fontes vedadas.
O Ministério Público opina pela regularização das contas apresentadas (fls. 13).
É o relatório.
Decido.
Pela análise da documentação apresentada, não foram observadas irregularidades que violem os requisitos legais de arrecadação e
movimentação financeira.
Isto posto, com base na Lei 9.096/95 e Resolução TSE n.º 23.546/2017, defiro o pedido de regularização das contas do Partido Comunista
do Brasil - PCdoB do Município de Itagimirim, referente ao exercício financeiro de 2017, uma vez que foram apresentados todos os
documentos previstos no art. 29 (art. 59, §1º, III, da Resolução TSE n º 23.546/2017) e não existe nenhum indício de irregularidade.
Após o trânsito em julgado, comunique-se o TRE-BA quanto à regularização das contas. Em seguida, proceda-se a baixa e arquivem-se.
P.R.I.
Eunápolis, 05 de dezembro de 2018.
Bel. Wilson Nunes da Silva Junior
Juiz Eleitoral

Intimações

Intimação

Prestação de Contas nº 97-44.2018.6.05.0188


Protocolo nº 40.037/2018
Procedência: Eunápolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – de campanha - Diretório Municipal – MDB – Eleições 2018
Partido: Partido Movimento Democrático Brasileiro – MDB

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 111

Responsáveis: Amos Bispo Pereira, Presidente; Anderson de Souza Pereira, Tesoureiro;


Advogado: Marlem Rosa Pereira Filho – OAB/BA: 35259
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.
Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.
Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

Prestação de Contas nº 98-29.2018.6.05.0188


Protocolo nº 39.690/2018
Procedência: Eunápolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – Diretório Municipal – DEM – Eleições 2018
Partido: Partido Democratas – DEM
Responsáveis: Arthur Mendonça da Silva, Presidente; Erineia Tores de Almeida Brito, Tesoureiro;
Advogado: Marcia Gomes da Costa – OAB/BA: 36497
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.
Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.
Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

Prestação de Contas nº 104-36.2018.6.05.0188


Protocolo nº 43.011/2018
Procedência: Eunápolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – Diretório Municipal – PTC – Eleições 2018
Partido: Partido Trabalhista Cristão – PTC
Responsáveis: Olicio Dias Carvalho, Presidente; Ailton Tomazelli, Tesoureiro;
Advogado: Marlem Rosa Pereira Filho – OAB/BA: 35259
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.
Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.
Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

Prestação de Contas nº 90-52.2018.6.05.0188


Protocolo nº 40.083/2018
Procedência: Eunápolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – Diretório Municipal – PRB – Eleições 2018
Partido: Partido da Republica Brasileira – PRB
Responsáveis: Tiago Souza Mota, Presidente; Robenilton Ferreira Santos, Tesoureiro;
Advogado: Marlem Rosa Pereira Filho – OAB/BA: 35259
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.
Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.
Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 112

Prestação de Contas nº 100-96.2018.6.05.0188


Protocolo nº 40.401/2018
Procedência: Eunapolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – Diretório Municipal – PSD – Eleições 2018
Partido: Partido Social Democratico – PSD
Responsáveis: Ronivaldo Rodrigues dos Santos, Presidente; Joao de Cristo Gomes de Almeida Junior, Tesoureiro;
Advogado: Marlem Rosa Pereira Filho – OAB/BA: 35259
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.
Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.
Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

Prestação de Contas nº 116-50.2018.6.05.0188


Protocolo nº 43.412/2018
Procedência: Eunapolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – Diretório Municipal – PMB – Eleições 2018
Partido: Partido da Mulher Brasileira – PMB
Responsáveis: Edna Ramos Chaves Sousa Matos, Presidente; Marlene Pereira , Tesoureiro;
Advogado: Marlem Rosa Pereira Filho – OAB/BA: 35259
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.
Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.
Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

Prestação de Contas nº 93-07.2018.6.05.0188


Protocolo nº 40.046/2018
Procedência: Eunapolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – Diretório Municipal – PSB – Eleições 2018
Partido: Partido Socialista Brasileiro – PSB
Responsáveis: Valdirlando Soares de Oliveira, Presidente; Carla Pereira de Jesus, Tesoureiro;
Advogado: Marlem Rosa Pereira Filho – OAB/BA: 35259
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.
Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.
Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

Prestação de Contas nº 115-65.2018.6.05.0188


Protocolo nº 43.409/2018
Procedência: Eunapolis-BA
Assunto: Prestação de Contas – Diretório Municipal – PSDB – Eleições 2018
Partido: Partido da Social Democracia Brasileira – PSDB
Responsáveis: Luiz Alberto Gonçalves de Andrade, Presidente; Valquires de Souza Viana, Tesoureiro;
Advogado: Marlem Rosa Pereira Filho – OAB/BA: 35259
De ordem do MM Juiz, intime-se o partido e seus representantes para no prazo de três (03) dias, sanar as irregularidades apontadas no
Parecer Técnico de Exame de Partido Político (PTE), sob pena das contas serem julgadas não prestadas ou desaprovadas, conforme o caso.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 113

Eunápolis, 06 de dezembro de 2018.


Priscilla Mendes Pereira
Chefe de Cartório

192ª Zona Eleitoral - CONCEIÇÃO DO JACUÍPE

Editais

DEFERIMENTO DE RAES
RAES DEFERIDOS – Lotes nºs 97 e 98/2018
EDITAL N.º 91/2018-192ª ZE
O Excelentíssimo Senhor Abraão Barreto Cordeiro, MM. Juiz Eleitoral desta Zona, no uso de suas atribuições legais, FAZ SABER a todos,
notadamente os partidos políticos e os eleitores desta jurisdição, que o presente EDITAL virem, ou dele ciência tiverem, que foram deferidos
98 (noventa e oito) requerimentos de inscrição/revisão/transferência/segunda via dos municípios de Conceição do Jacuípe/BA e Amélia
Rodrigues, referente aos Lotes nºs 97 e 98/2018, digitados no período de 19 a 22 de novembro de 2018, encontrando-se disponível no
Cartório Eleitoral para conhecimento e possível impugnação, no prazo de 10 (dez) dias, pela parte interessada, nos termos dos arts. 45, § 6º;
52, § 2º; 57, caput e § 2º; 77, II, todos do Código Eleitoral; art. 17, § 1º e 18, § 5º da Resolução TSE 21.538 e 7º, § 1º, da Lei n.º 6.996/82, a
relação nominal dos requerentes.
E, para que se lhe dê ampla divulgação, determinou o Excelentíssimo Senhor Juiz Eleitoral que fosse afixado o presente edital no local de
costume de publicações desta 192ª Zona Eleitoral e publicado no Diário da Justiça Eletrônico (DJE).
Dado e passado nesta cidade de Conceição do Jacuípe/BA, aos seis dias do mês de dezembro do ano de 2018. Eu, Alinne Souza Fiusa
Bastos, Chefe de Cartório desta Zona, digitei e subscrevo em conformidade com o art. 6º, inciso XX do Provimento nº 02/2012.
Alinne Souza Fiusa Bastos
Chefe de Cartório
192ª ZE

196ª Zona Eleitoral - RETIROLANDIA

Intimações

Autos nº 50-46.2018

PROCESSO Nº: 50-46.2018.6.05.0196 PROTOCOLO Nº 42.224/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA
CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PP - CAPELA DO ALTO ALEGRE
CNPJ : 15.801.363/0001-01 Nº CONTROLE: P11000430813BA6850403
DATA ENTREGA: 30/11/2018 às 14:05:45 DATA GERAÇÃO: 03/12/2018 às 11:38:03
TIPO: FINAL
ADVOGADO: FRANCISCO TADEU CARNEIRO FILHO, OAB/BA Nº 19.796
RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS
1. FORMALIZAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS
1.1. Prazo de entrega
1.1.2. Prestação de contas parcial
Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.1.3. Prestação de contas final
Prestação de contas entregue em 30/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017.
1.2. Peças integrantes:

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 114

Não foram apresentadas as seguintes peças obrigatórias que devem integrar a prestação de contas (art. 56 da Resolução TSE nº
23.553/2017):
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Partidário, se houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), se
houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de Outros Recursos
2. QUALIFICAÇÃO DO PRESTADOR DE CONTAS
2.1. As informações abaixo relacionadas constantes da prestação de contas, quanto aos dirigentes partidários, divergem daquelas
registradas na Justiça Eleitoral (art. 56, I, a, da Resolução TSE n° 23.553/2017):
PRESTAÇÃO SGIP
DE CONTAS
FUNÇÃO NOME DO REPRESENTANTE PERÍODO GESTÃO NOME DO REPRESENTANTE PERÍODO GESTÃO
Presidente CARLOS DE OLIVEIRA 01/01/2018 - CARLOS DE OLIVEIRA 29/09/2011 -
CARNEIRO - 309.588.305-68 31/12/2018 CARNEIRO - 309.588.305-68 03/12/2018
Tesoureiro ANTONIO CLOVES 01/01/2018 - ANTONIO CLOVES 29/09/2011 -
CARNEIRO DE ALMEIDA - 31/12/2018 CARNEIRO DE ALMEIDA 03/12/2018
382.955.715-91
10. ANÁLISE DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA (ART. 56, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
10.1. Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de
dados do extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a
análise da movimentação financeira da campanha eleitoral.
10.4. A abertura da conta bancária destinada ao recebimento de Doações para Campanha não obedeceu o prazo de 15/08/2018, no caso
de partidos políticos registrados na Justiça Eleitoral após 15/08/2016, em desatendimento ao disposto no art. 10, § 1º, inciso II, da Resolução
TSE nº 23.553/2017.
13. APROFUNDAMENTO DO EXAME DE RECEITAS ARRECADADAS
13.6. Não foram informados os dados referentes às contas bancárias, impossibilitando o confronto entre a data inicial da arrecadação dos
recursos e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no cumprimento dos requisitos para início da
arrecadação dispostos no art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição ao exame.
14. APROFUNDAMENTO DO EXAME DE GASTOS ELEITORAIS
14.3. Não foram informados os dados referentes à conta bancária no extrato eletrônico e na prestação de contas, impossibilitando o
confronto entre a data de pagamento de despesas e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no
cumprimento dos requisitos para realização de gastos, nos termos do art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição
ao exame.
16. EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS E CONCLUSÃO DE EXAMES
Pelo presente, fica Vossa Senhoria INTIMADO (a) para, no prazo de 03 (três) dias, a contar do recebimento desta, nos termos do art. 72, da
Resolução TSE Nº 23.553/2017 apresentar esclarecimentos sobre os fatos acima relatados.
Retirolândia, 07/12/2018.
Mª Carolina P. Medrado
Analista Judiciário
Autos nº 51-31.2018

PROCESSO Nº: 51-31.2018.6.05.0196 PROTOCOLO Nº 42.222/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA
CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PMB - CAPELA DO ALTO ALEGRE
CNPJ : 24.622.592/0001-41 Nº CONTROLE: P35000430813BA0599347
DATA ENTREGA: 30/11/2018 às 14:02:59 DATA GERAÇÃO: 03/12/2018 às 11:48:51
TIPO: FINAL
ADVOGADO: FRANCISCO TADEU CARNEIRO FILHO, OAB/BA Nº 19.796
RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS
1. FORMALIZAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS
1.1. Prazo de entrega
1.1.2. Prestação de contas parcial
Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.1.3. Prestação de contas final
Prestação de contas entregue em 30/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 115

1.2. Peças integrantes:


Não foram apresentadas as seguintes peças obrigatórias que devem integrar a prestação de contas (art. 56 da Resolução TSE nº
23.553/2017):
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Partidário, se houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), se
houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de Outros Recursos
2. QUALIFICAÇÃO DO PRESTADOR DE CONTAS
2.1. As informações abaixo relacionadas constantes da prestação de contas, quanto aos dirigentes partidários, divergem daquelas
registradas na Justiça Eleitoral (art. 56, I, a, da Resolução TSE n° 23.553/2017):

PRESTAÇÃO DE SGIP
CONTAS
FUNÇÃO NOME DO REPRESENTANTE PERÍODO GESTÃO NOME DO REPRESENTANTE PERÍODO GESTÃO
Tesoureiro CLAUDEMIR LIMA DA SILVA - 01/01/2018 - CLAUDEMIR LIMA DA SILVA- 16/03/2016 vigência
122.729.475-14 31/12/2018 606.228.575-68 indeterminada
10. ANÁLISE DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA (ART. 56, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
10.1. Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de
dados do extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a
análise da movimentação financeira da campanha eleitoral.
10.4. A abertura da conta bancária destinada ao recebimento de Doações para Campanha não foi realizada no prazo de 15/08/2018, no
caso de partidos políticos registrados na Justiça Eleitoral após 15/08/2016, em desatendimento ao disposto no art. 10, § 1º, inciso II, da
Resolução TSE nº 23.553/2017.
13. APROFUNDAMENTO DO EXAME DE RECEITAS ARRECADADAS
13.6. Não foram informados os dados referentes às contas bancárias, impossibilitando o confronto entre a data inicial da arrecadação dos
recursos e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no cumprimento dos requisitos para início da
arrecadação dispostos no art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição ao exame.
14. APROFUNDAMENTO DO EXAME DE GASTOS ELEITORAIS
14.3. Não foram informados os dados referentes à conta bancária no extrato eletrônico e na prestação de contas, impossibilitando o
confronto entre a data de pagamento de despesas e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no
cumprimento dos requisitos para realização de gastos, nos termos do art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição
ao exame.
16. EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS E CONCLUSÃO DE EXAMES
Pelo presente, fica Vossa Senhoria INTIMADO (a) para, no prazo de 03 (três) dias, a contar do recebimento desta, nos termos do art. 72, da
Resolução TSE Nº 23.553/2017 apresentar esclarecimentos sobre os fatos acima relatados.
Retirolândia, 07/12/2018.
Mª Carolina P. Medrado
Analista Judiciário
Autos nº 49-61.2018

PROCESSO Nº: 49-61.2018.6.05.0196 PROTOCOLO Nº 42.223/2018


ASSUNTO: PRESTAÇÃO DE CONTAS RELATIVA À ARRECADAÇÃO E APLICAÇÃO DE RECURSOS FINANCEIROS NA
CAMPANHA ELEITORAL DE 2018.
PRESTADOR : DIREÇÃO MUNICIPAL/COMISSÃO PROVISÓRIA - PRB - CAPELA DO ALTO ALEGRE
CNPJ : 15.751.631/0001-10 Nº CONTROLE: P10000430813BA0503877
DATA ENTREGA: 30/11/2018 às 14:00:31 DATA GERAÇÃO: 03/12/2018 às 11:56:51
TIPO: FINAL
ADVOGADO: FRANCISCO TADEU CARNEIRO FILHO, OAB/BA Nº 19.796
RELATÓRIO PRELIMINAR PARA EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS
1. FORMALIZAÇÃO DA PRESTAÇÃO DE CONTAS
1.1. Prazo de entrega
1.1.2. Prestação de contas parcial
Houve omissão quanto à entrega de prestação de contas parcial (art. 50, II e § 4°, da Resolução TSE nº 23.553/2017 - 9 a 13/09/2018).
1.1.3. Prestação de contas final
Prestação de contas entregue em 30/11/2018, fora do prazo fixado pelo art. 52, caput e § 1º, da Resolução TSE nº 23.553/2017.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 116

1.2. Peças integrantes:


Não foram apresentadas as seguintes peças obrigatórias que devem integrar a prestação de contas (art. 56 da Resolução TSE nº
23.553/2017):
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Partidário, se houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de recursos do Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC), se
houver
. Extrato das contas bancárias destinadas à movimentação de Outros Recursos
2. QUALIFICAÇÃO DO PRESTADOR DE CONTAS
2.1. As informações abaixo relacionadas constantes da prestação de contas, quanto aos dirigentes partidários, divergem daquelas
registradas na Justiça Eleitoral (art. 56, I, a, da Resolução TSE n° 23.553/2017):
PRESTAÇÃO DE SGIP
CONTAS
FUNÇÃO NOME DO REPRESENTANTE PERÍODO GESTÃO NOME DO REPRESENTANTE PERÍODO GESTÃO
Tesoureiro LEANDRO ALMEIDA RIOS - 01/01/2018 - LEANDRO ALMEIDA RIOS - 23/09/2015 a vigência
027.324.925-82 31/12/2018 027.324.925-82 indeterminada
10. ANÁLISE DA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA (ART. 56, DA RESOLUÇÃO TSE N° 23.553/2017)
10.1. Não houve indicação das informações referentes às contas bancárias de Outros Recursos na prestação de contas e na base de
dados do extrato eletrônico, contrariando o que dispõe os arts. 10 e 56, I, alínea "a", da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que impossibilita a
análise da movimentação financeira da campanha eleitoral.
10.4. A abertura da conta bancária destinada ao recebimento de Doações para Campanha não obedeceu ao prazo de 15/08/2018, no
caso de partidos políticos registrados na Justiça Eleitoral após 15/08/2016, em desatendimento ao disposto no art. 10, § 1º, inciso II, da
Resolução TSE nº 23.553/2017.
13. APROFUNDAMENTO DO EXAME DE RECEITAS ARRECADADAS
13.6. Não foram informados os dados referentes às contas bancárias, impossibilitando o confronto entre a data inicial da arrecadação dos
recursos e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no cumprimento dos requisitos para início da
arrecadação dispostos no art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição ao exame.
14. APROFUNDAMENTO DO EXAME DE GASTOS ELEITORAIS
14.3. Não foram informados os dados referentes à conta bancária no extrato eletrônico e na prestação de contas, impossibilitando o
confronto entre a data de pagamento de despesas e a data da abertura da conta bancária, impedindo a aferição de regularidade no
cumprimento dos requisitos para realização de gastos, nos termos do art. 3º, III, da Resolução TSE nº 23.553/2017, o que configura restrição
ao exame.
16. EXPEDIÇÃO DE DILIGÊNCIAS E CONCLUSÃO DE EXAMES
Pelo presente, fica Vossa Senhoria INTIMADO (a) para, no prazo de 03 (três) dias, a contar do recebimento desta, nos termos do art. 72, da
Resolução TSE Nº 23.553/2017 apresentar esclarecimentos sobre os fatos acima relatados.
Retirolândia, 07/12/2018.
Mª Carolina P. Medrado
Analista Judiciário

205ª Zona Eleitoral - LUÍS EDUARDO MAGALHÃES

Editais

EDITAL
Edital N.º 044/2018
De ordem do Exmo. Dr. CLAUDEMIR DA SILVA PEREIRA, Juiz Eleitoral da 205ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, no uso de suas
atribuições legais,
FAÇO SABER, a todos que o presente Edital virem ou dele conhecimento tiverem, que foi apresentada pelo Partido Democratas de Luís
Eduardo Magalhães - Bahia, a Prestação de Contas - referente a arrecadação e aplicação de recursos - eleições 2018, a qual se encontra
disponível para que qualquer interessado possa impugnar, em petição fundamentada e acompanhada das provas do que discordarem, no
prazo de 03 (três) dias (Res. TSE n.º 23.553/2017, art. 59), a contar da publicação deste Edital.
E, para que chegue ao conhecimento de a quem interessar possa, mandou o Senhor Juiz Eleitoral expedir o presente Edital, que será afixado
no Mural do Cartório e publicado no Diário da Justiça Eletrônico do TRE/BA. Dado e passado nesta cidade de Luís Eduardo Magalhães, aos
seis dias do mês de dezembro de 2018. Eu, Manoel Messias da Silva, Analista Judiciário, subscrevo.

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br
Ano 2018, Número 251 Salvador-BA, segunda-feira, 10 de dezembro de 2018 Página 117

MANOEL MESSIAS DA SILVA


ANALISTA JUDICIÁRIO

edital
JUSTIÇA ELEITORAL DO ESTADO DA BAHIA – ZONA ELEITORAL 205ª
Edital N.º 045/2018
De ordem do Exmo. Dr. CLAUDEMIR DA SILVA PEREIRA, Juiz Eleitoral da 205ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, no uso de suas
atribuições legais,
FAÇO SABER, a todos que o presente Edital virem ou dele conhecimento tiverem, que foi apresentada pelo Partido Trabalhista Cristão - PTC
de Luís Eduardo Magalhães - Bahia, a Prestação de Contas - referente a arrecadação e aplicação de recursos - eleições 2018, a qual se
encontra disponível para que qualquer interessado possa impugnar, em petição fundamentada e acompanhada das provas do que
discordarem, no prazo de 03 (três) dias (Res. TSE n.º 23.553/2017, art. 59), a contar da publicação deste Edital.
E, para que chegue ao conhecimento de a quem interessar possa, mandou o Senhor Juiz Eleitoral expedir o presente Edital, que será afixado
no Mural do Cartório e publicado no Diário da Justiça Eletrônico do TRE/BA. Dado e passado nesta cidade de Luís Eduardo Magalhães, aos
seis dias do mês de dezembro de 2018. Eu, Manoel Messias da Silva, Analista Judiciário, subscrevo.
MANOEL MESSIAS DA SILVA
ANALISTA JUDICIÁRIO

EDITAL

Edital N.º 043/2018


De ordem do Exmo. Dr. CLAUDEMIR DA SILVA PEREIRA, Juiz Eleitoral da 205ª Zona Eleitoral do Estado da Bahia, no uso de suas
atribuições legais,
FAÇO SABER, a todos que o presente Edital virem ou dele conhecimento tiverem, que foi apresentada pelo Partido da Social Democracia
Brasileira - PSDB de Luís Eduardo Magalhães - Bahia, a Prestação de Contas - referente a arrecadação e aplicação de recursos - eleições
2018, a qual se encontra disponível para que qualquer interessado possa impugnar, em petição fundamentada e acompanhada das provas do
que discordarem, no prazo de 03 (três) dias (Res. TSE n.º 23.553/2017, art. 59), a contar da publicação deste Edital.
E, para que chegue ao conhecimento de a quem interessar possa, mandou o Senhor Juiz Eleitoral expedir o presente Edital, que será afixado
no Mural do Cartório e publicado no Diário da Justiça Eletrônico do TRE/BA. Dado e passado nesta cidade de Luís Eduardo Magalhães, aos
seis dias do mês de dezembro de 2018. Eu, Manoel Messias da Silva, Analista Judiciário, subscrevo.
MANOEL MESSIAS DA SILVA
ANALISTA JUDICIÁRIO

Diário da Justiça Eleitoral - Tribunal Regional Eleitoral da Bahia. Documento assinado digitalmente conforme MP n. 2.200-2/2001 de 24.8.2001, que institui a
Infra-estrutura de Chaves Públicas Brasileira - ICP-Brasil, podendo ser acessado no endereço eletrônico http://www.tse.gov.br