Você está na página 1de 46

As

 10  Novas  
competências  para  
ensinar    
Philippe  Perrenoud  
HABILIDADES  
VERSUS  
COMPETÊNCIAS  
COMO
O DEVEM SER DEFINIDAS?
Q
U
E
S
SÃO IGUAIS OU DIFERENTES?
Ã
O
?
Massachusetts Institute of Technology - MIT
Saber fazer: identificar variáveis
. compreender fenômenos
. relacionar informações
. analisar situações-problema
. sintetizar
. julgar
. correlacionar
As  10  Novas  
competências  para  
ensinar    
Philippe  Perrenoud  
1) Organizar e dirigir situações de aprendizagem.

Isso é novo na profissão de professor?


Por que é apresentada por Perrenoud como uma nova
competência para ensinar?

Talvez porque os professores não se concebam


espontaneamente como conceptores-dirigentes de
situações de aprendizagem. (Forte presença da aula
magistral e da concepção bancária de educação)
2) Administrar a progressão das aprendizagens.

☺A escola é organizada para favorecer a progressão das


aprendizagens?

Teoricamente isso deve acontecer como numa linha


de montagem. Todos trabalham e produzem um belo carro.

☺O processo escolar pode ser comparado ao processo


fabril?
2) Administrar a progressão das aprendizagens.

Na escola o processo é diferente, porque não se


pode programar as aprendizagens humanas, com a
produção de objetos industriais. É simplesmente impossível,
devido à diversidade dos aprendizes e à sua autonomia de
sujeito.
Vídeo

Principal
problema: A PROGESSÃO É LIMITADA AO ANO LETIVO!
3) Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação

Criação de situações de aprendizagem ótimas solicitando


o estudante em sua zona de desenvolvimento proximal
(ZDP).

Zona de Desenvolvimento Proximal (ZDP), é um conceito


elaborado por Vygotsky, que define a distância entre o
nível de desenvolvimento real, determinado pela
capacidade de resolver um problema sem ajuda, e o
nível de desenvolvimento potencial, determinado por
meio da resolução de um problema sob a orientação de
um adulto ou em colaboração com outro companheiro.
Zona de Desenvolvimento Proximal Vygotsky
3) Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação

Revisando o conceito de ZDP

TIPOS DE
APRENDIZAGEM

APRENDIZAGEM APRENDIZAGEM POR


POR DESENVOLVIMENTO
ACUMULAÇÃO NA ZDP
3) Conceber e fazer evoluir os dispositivos de diferenciação

Muitas vezes o ensino é ministrado objetivando o


acúmulo de informações para responder questões de
prova.
Esquema representativo do ensino e da aprendizagem por
acumulação.

Ө Ө
D

Ө
D = zona de desenvolvimento do estudante num determinado momento de sua história.
= conhecimentos que a escola ministra.
Ө = interações entre o sujeito e o mundo.
EM UM BELO DIA APRENDEMOS QUE:
“o quadrado de uma soma é igual ao quadrado do primeiro, mais
duas vezes o produto do primeiro vezes o segundo e mais o quadrado
do segundo” e representamos essa sentença por: (a + b)2.

No Egito antigo houve as dinastias de Ramsés I, II e III.


“Existem” númeroscoordenadas
“Existem” orações primos. sindéticas e assindéticas.

O que, efetivamente, nos sabemos?

Essa situação foi denominada como


aprendizagem por acumulação.
Aprendizagem por desenvolvimento, com atuação do professor na ZDP.
Conceito que se opõe ao da aprendizagem por acumulação.
Esquema representativo do ensino e da aprendizagem por
desenvolvimento na ZDP.

ZD .X
D

ZDP .Y

ZFZDP .Z

ZD: zona do desenvolvimento do sujeito.


ZDP: zona do desenvolvimento proximal.
ZFZPD: zona fora da zona do desenvolvimento proximal.
Exemplificando:

1) Um estudante dissolveu 12,5 gramas de sacarose


(C12H22O11) em água suficiente para obter 500 mL de
solução. Qual é a concentração, em gramas por litro,
dessa solução?

Se você disser que isso é muito fácil e não


necessitar da ajuda dos “universitários” para dar a
resposta, ORGULHE-SE, ESSA QUESTÃO SITUA-SE EM SUA
ZD.
Aprendizagem por desenvolvimento, com atuação do professor na ZDP.
Conceito que se opõe ao da aprendizagem por acumulação.
Esquema representativo do ensino e da aprendizagem por
desenvolvimento na ZDP.

ZD .X
D

ZDP .Y

ZFZDP .Z

ZD: zona do desenvolvimento do sujeito.


ZDP: zona do desenvolvimento proximal.
ZFZPD: zona fora da zona do desenvolvimento proximal.
2) Com 12 operários podemos construir um muro em 4 dias.
Quantos dias levarão 8 operários para fazer o mesmo
muro?
Operários dias
Grandezas inversamente proporcionais.
12  4 Então devemos inverter a grandeza
operários
8 x

Em qual zona do seu desenvolvimento cognitivo


está essa situação-problema. Se você conseguir resolver
com a ajuda de algum colega essa situação está
situada na ZDP.
3) Uma casa é construída em 6 dias por 20 operários, que trabalham 9 horas por
dia. Em quantos dias 12 operários, trabalhando 5 horas por dia, poderiam fazer
a mesma casa?
dias operários horas
Resposta: 18 dias.
6 20 9
X 12 5
Você é capaz de dizer em qual das 3 zonas (ZD, ZPD ou ZFZPD) da
sua cognição essa situação-problema está situada?
Isso não importa pois essas zonas não são perfeitamente definidas e
variam muito de uma pessoa para outra. Contudo, segundo o professor Vasco
Moretto, “um professor precisa ter a sensibilidade e a competência para
perceber se os estudantes têm potencial para aprender significativamente as
questões propostas, ou se eles estão apenas decorando informações
mecanicamente para responder nas provas”.
POR QUE DEVEMOS QUERER QUE OS
ESTUDANTES CONSTRUAM CONHECIMENTOS
ESTÁVEIS E DURADOUROS?

POR QUE TRABALHAR JUNTO A ZDP?

QUANTO MAIOR FOR A ZD MAIOR SERÁ


A PROBABILIDADE DE UM INDIVÍDUO
RESOLVER PROBLEMAS SEM O AUXÍLIO DE
OUTROS (AUTONOMIA INTELECTUAL).
4) Envolver os estudantes em suas aprendizagens e em seu trabalho.
4) Envolver os estudantes em suas aprendizagens e em seu trabalho.

Principal fonte do problema:

Como os estudantes são obrigados (por força da lei)


a irem à escola muitos não estão de fato envolvidos em
suas aprendizagens.
Instant Ice

Atitudes dos professores

Alguns acham que não são pagos para motivar


Outros utilizam boa parte do tempo
os estudantes. Exigem motivação e lembram as
para encorajar e reforçar a curiosidade.
consequências catastróficas de sua falta.
5) Trabalhar em equipe.

A intervenção crescente, na escola, de psicólogos e outros


profissionais do setor médico-pedagógico ou médico-social demanda novas
colaborações.
Dislexia (do grego: dus = difícil, dificuldade; lexis = palavra) é
um distúrbio ou transtorno de aprendizagem na área da leitura,
escrita e soletração, a dislexia é o distúrbio de maior incidência
nas salas de aula.
Texto produzido por um estudante da 6ª Série com diagnóstico de dislexia
LEIA TEXTO A SEGUIR
De aorcdo com uma   peqsiusa de uma
uinrvesriddae  ignlsea, não ipomtra em qaul odrem 
as lteras de uma plravaa etãso, a úncia csioa
iprotmatne é que a piremria e útmlia lteras 
etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma
bçguana ttaol, que vcoê anida pdoe ler sem
pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa ltera
isladoa, mas a  plravaa cmoo um tdoo.
Sohw de bloa.
Fixe seus olhos no texto abaixo e deixe que a  sua  mente leia corretamente o que está  
escrito.

  35T3
P3QU3N0 T3XTO 53RV3 4P3N45 P4R4 M05TR4R COMO
NO554 C4B3Ç4   CONS3GU3 F4Z3R CO1545
1MPR3551ON4ANT35! R3P4R3 N155O! NO COM3ÇO  35T4V4
M310 COMPL1C4DO, M45 N3ST4 L1NH4 SU4 M3NT3 V41
D3C1FR4NDO O  CÓD1GO QU453 4UTOM4T1C4M3NT3, S3M
PR3C1S4R P3N54R MU1TO, C3RTO?   POD3 F1C4R B3M
ORGULHO5O D155O! SU4 C4P4C1D4D3 M3R3C3!
 

P4R4BÉN5!
LIEA COM MITUA AETNCÃO O TTXEO A SIEUGR
Se nsosos créebors são cpazaes de fzaer
isso, por que dzimeos que é, ipmosisevl
arpenedr algo? Por que clupaoms os
porfesosers que bem ou mal pratiicaparm
de nsosa fromaãço?
Por que não tmoaoms em nsosas moãs a
rsepnoasibiladde de arpenedmros mias e
mias.
Pnese!!!
Características dos indivíduos com Alteração de Processamento Auditivo
• dificuldade em compreender a fala na presença de ruídos e/ou em grupos;
 

  •  tempo de atenção curto;


  • ansiedade e estresse quando escuta;
  • facilmente distraído;
  • dificuldade em seguir direção;
  • dificuldade para lembrar informações auditivas;
  • pior habilidade de fala, linguagem escrita e/ou leitura;
  • comportamento impulsivo;
  • dificuldade de organização e sequencialização de estímulos verbais e não-verbais;

  • utilização de pistas visuais para compreender a mensagem falada;


  • tempo de latência aumentado para emissão de respostas;
  • respostas inconsistentes aos estímulos auditivos recebidos.
Distúrbio de Déficit de Atenção (DDA)

O DDA ocorre como resultado de uma disfunção neurológica no


córtex pré-frontal. Quando pessoas que têm DDA tentam se concentrar,
a atividade do córtex pré-frontal diminui, em vez de aumentar (como
nos sujeitos do grupo de controle de cérebros normais). Assim sendo,
pessoas que sofrem de DDA mostram sintomas como fraca supervisão
interna, pequeno âmbito de atenção, distração, desorganização,
hiperatividade (apesar de que só metade das pessoas com DDA sejam
hiperativas), problemas de controle de impulso, dificuldade de
aprender com erros passados, falta de previsão e adiamento.
POR QUE TRABALHAR EM EQUIPE?

A ausência de colaboração entre professores de graus sucessivos


aumenta a probabilidade de reprovação dos estudantes com
dificuldade.

A evolução dos ciclos de aprendizagem faz uma forte pressão


para a colaboração entre os professores.

Elaborar projetos interdisciplinares.

Falar com os pais.


6) Participar da administração da escola.

Elaborar, negociar um projeto da instituição.

Administrar os recursos da escola.

Coordenar, dirigir uma escola com todos os seus parceiros


(serviços paraescolares, bairro, associações de pais, professores de
língua e de cultura de origem).

Organizar e fazer evoluir, no âmbito da escola, a participação


dos estudantes.
7) Informar e envolver os pais.
“A criança deixou de pertencer à sua família. A lei obriga
os pais não somente a proverem a educação de seus filhos, mas
a cederem uma parte dela à escola”.

A ESCOLA SE TORNOU OBRIGATÓRIA!!


LDB de 1961 (educação primária)
LDB de 1971 (educação de 1º grau – 7 a 14 anos)
LDB de 1996 (ensino fundamental)

POR QUE NÃO SE PENSOU TORNAR BEBER ÁGUA


OBRIGATÓRIO?
A escola tornou-se obrigatória porque as crianças não
tinhamPOR
espontaneamente
QUE A ESCOLA vontade
SE TORNOUde OBRIGATÓRIA?
frequentá-la, nem os pais a
necessidade de confiar seus filhos a ela.
O que, provavelmente, ocorreria, em nossos dias, se a obrigação
legal de frequentar a escola fosse suspensa?

Como quase a totalidade dos pais dos estudantes de hoje


frequentaram a escola por alguns anos e nela aprenderam pelo menos
uma coisa: sem instrução, nem diploma, não há salvação!
Provavelmente, a maioria dos pais mandariam assim mesmo os filhos
para a escola.

Informar e envolver os pais engloba:


DIRIGIR REUNIÕES DE INFORMAÇÃO E DE DEBATE.

ENVOLVER OS PAIS NA CONSTRUÇÃO DOS SABERES.


8) Utilizar novas tecnologias.

“As crianças nascem em uma cultura em que se clica, e o dever dos


professores é inserir-se no universo dessas.” (Patrick Mendelsohn –
responsável pela unidade das tecnologias da informação na Faculdade de
Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Genebra)

http://www.educacional.com.br/simuladores/

Radioatividade x Bomba atômica

Um caso de sala de aula


E m p r e g a n d o o
google earth houve uma
significativa melhora da
aula.
9) Enfrentar os deveres e os dilemas éticos da profissão.
Prevenir a violência na escola e fora dela.

Lutar contra os preconceitos e as discriminações sexuais, étnicas e


sociais.

Participar da criação de regras de vida comum referentes à disciplina


na escola, às sanções e à apreciação da conduta.

Analisar a relação pedagógica, a autoridade e a comunicação em


aula.

Desenvolver o senso de responsabilidade, a solidariedade e o


sentimento.de justiça.
10) Administrar sua própria formação contínua.

POR QUE FAZER DISSO UMA DAS 10 COMPETÊNCIAS PROFISSIONAIS A


DESENVOLVER COMO PRIORIDADE?

Porque ela condiciona a atualização e o desenvolvimento de todas as outras.


No momento em que paramos de estudar determinamos o ponto final no
desenvolvimento de nossas competências.

Organizar e dirigir situações de aprendizagem.