Você está na página 1de 10

Por que estudar esse período?

Para compreendermos melhor a essência e importância das obras do período Vitoriano, é necessário
entendermos a influências filosóficas e científicas correntes no pensamento e vida das pessoas da época.
Muitas invenções e teorias novas afetaram a maneira de olhar e entender o mundo e, com isso, era
necessário retratar e denunciar problemas e injustiças de maneira mais objetiva e crítica característica dos
realistas.
Muitas obras célebres nasceram nesse período e mudaram concepções ou abriram um caminho para a
luta contra o preconceito e mazelas presentes na sociedade, como por exemplo, em favor das mulheres,
trabalhadores e crianças.
Esse conhecimento do passado amplia nosso olhar sobre o mundo atual, nos torna críticos e atentos
principalmente ao perceber que alguns problemas de antes podem ser parecidos com os que vivemos hoje.

Período literário da era vitoriana

O que foi o Realismo?

O Vitorianismo encontra-se dentro do período literário do Realismo. Foi uma escola literária com
fundamentos ideológicos e teorias nascidas na metade do século XIX se extendendo até o final e início do
século XX. Seus adeptos rejeitavam a forma idealizada de ver o mundo atribuída aos Românticos.
* Os realistas buscavam abordar questões rotineiras e hábitos das camadas sociais média e baixa.
* Procuram uma reprodução exata e fiel da realidade nas obras.
* Descrevem minusciosamente os temas, personagens, situações e lugares, expondo problemas
politicos, sociais e humanos.
* As obras são testemunhos de uma época, relacionando os personagens diretamente com o contexto
* O autor denuncia os males da sociedade e transmite ideias o mais objetivo possível

Originalmente nascido na França, o Realismo foi impulsionado pelas obras:

 Madame Bovary, de Gustave Flaubert na França;


 Os Irmãos Karamazov, de Dostoiévski na Rússia;
 Os Maias, de Eça de Queirós em Portugal;
 Oliver Twist de Charles Dickens na Inglaterra

As artes representavam a verdade sem convenções artísticas artificiais e exóticas.

É neste contexto realista que se insere a produção ficcional dos autores referentes a esse período.

Tendências e Inovações da época

FILOSOFIA
 Positivismo, de Comte (Curso de Filosofia Positiva, 1830-1842)
 Socialismo, de Proudhon (Filosofia do Progresso, 1835)
 Evolucionismo, com Darwin (As Origens das Espécies, 1859)
 Experimentalismo científico, com Bernard (Introdução ao Estudo da Medicina Experimental,
1865)
 Determinismo social, com Spencer (Princípios de Sociologia, 1877-1886)
 Utilitarismo, com Jeremías Bentham

INVENÇÕES

 1818 - O primeiro navio a vapor a cruzar o Atlântico


 George Stephenson (1781-1848) inventou a locomotiva.
 1840 – O primeiro sistema postal usando selos.
 Telégrafo elétrico com sir Isaac Pitman (1813-1897)
 1826 – Fotografia com Joseph Nicéphore Niépce

ECONOMIA
 Adam Smith (1723-1779) exerceu forte influencia sobre a economina vitoriana;
 1817- David Ricardo (1772-1823) escreve On the Principles of Political Economy and Taxation
 1848 – John Stuart Mill (1806-1873) escreve Principles of Political Economy

GEOGRAFIA

 Mungo Park (1771-1806) mapeou terra adentro seguindo o Rio Negro e o diferenciando do Nilo
 Alexander Von Humboldt (1767-1859) explorou a América do Sul e influenciou outras viagens.
 Charles Waterton: explorou a Guiana Inglesa, alcançou o Brasil e relatou no Waterton’s
Wanderings in South America (1879)
 Henry Water Bates atravessou o Amazonas por espécimes zoológicos
 John Hanning Speke localizou a foz do Nilo;
 Richard Burton viajou pela Europa, Ásica e África traduzindo e complilando obras como As Mil
e uma Noites, Kama Sutra e Lusíadas.

PSICOLOGIA

 Sigmund Freud (1856-1939) com o conceito do “inconsciente”.


POLÍTICA

 1867 – O Capital, de Marx e Friedrich Engels sobre a política contemporânea e a sociedade


inglesa
 Thomas Carlyle (1795-1881) sobre a condição social dos trabalhadores.

LINHA DO TEMPO – LITERATURA INGLESA

SÉCULO XVIII SÉCULO XIX

ROMANTISM REALISMO
O
Era Vitoriana 1837 - 1901

NOVO DRAMA EÉ poca


Contemporaâ nea

Romance e Poesia: Teatro:


- Charles Dickens - Oscar Wilde
- As irmãs Brontë - W. S. Gilbert
- Lewis Carroll - Oscar Wilde
- Robert Louis Stevenson - Arthur Sullivan
- Carlyle - Henrik Ibsen
- Thackeray - George Bernard Shaw
- George Eliot - William Butler Yeats
- Samuel Butler - T. S. Eliot
- George Meredith

Curiosidades

“Grande Exposição dos Trabalhos da Indústria de Todas as Nações”


Em 1 de maio de 1851 foi aberto ao público, no Hyde Park em Londres, uma exposição internacional de
produtos e inovações nas mais diversas áreas como maquinaria, matérias-primas, produtos agrícolas e
artísticos. Obteve um grande sucesso permancendo aberto ao público por 140 dias.
O projeto arquitetônico do Palácio de Cristal impressionou os visitantes e foi uma das construções mais
notáveis da época vitoriana.

Crystal Palace – Entrada principal Crystal Palace – Hyde Park, 1851

pt.wikipedia.org pt.wikipedia.org
“Arquitetura gótica”
Também conhecida como neo-gótica e muito aprecida na época vitoriana, é a evolução da arquitetura
românica precedindo a arquitetura renascentista, com suas abóbadas cada vez mais altas e maiores e pilastras
ou feixes de colunas.

Palácio de Westminster, Londres Casas no estilo vitoriano, São Francisco, Califórnia

“Vestuário”
As mulheres usavam mangas bufantes, com cores claras e estampas florais. Na década de 1840s, espartilhos
e anáguas eram usadas por baixo dos vestidos mas na década seguinte, a quantidade dessas peças diminuiu
sendo substituídas pela crinolina, que eram armações para expandir o tamanho das saias. Chapéus eram
muito usados sendo simples e pequenos em contraste com as enormes saias, porém, ja no fim do periodo, a
silhueta toma a forma de um triângulo invertido, as saias ficam mais simples e os chapéus aumentam
juntamente com mangas bufantes e volumosas.
O comprimento das saias das meninas também seguiam um padrão, alongando conforme ficavam mais
moças.

Princess Abert de Broglie Emma Hill Elisabeth of Austria “The proper length for little girls”, 1900

Blog
Assista ao filme “Feira das Vaidadades” da obra de William Makepeace Thackeray.
Poste no blog uma análise de um trecho/momento do filme à sua escolha relacionando-o com as
informações sobre a época Vitoriana que você estudou na aula 1. Escreva como podemos ver os
valores e tendências da época no filme e quais suas percepções e reflexões.