Você está na página 1de 4

Outubro 2010

0número

Jornal do Agrupamento Vertical de Escolas Barbosa du Bocage

O primeiro dia de aulas


Escolas do Agrupamento:

∗ Escola Básica de 2º e 3º
Ciclos de Bocage
∗ Escola Básica de 1º
Ciclo com Jardim de
Infância dos Arcos
∗ Escola Básica de 1º
Ciclo com Jardim de
Infância São Gabriel

∗ Escola Básica de 1º
Ciclo Nº 12 Amoreiras

∗ Escola Básica de 1º
Ciclo Nº 3 Montalvão

∗ Escola Básica de 1º
Ciclo Nº 2 Stª Maria

∗ Jardim de Infância das


Amoreiras

∗ Jardim de Infância de
Setúbal

O primeiro dia na escola


Apresentava-se uma nova
etapa na vida do meu
filho, como é natural, a
curiosidade e o nervosis- Um novo ano lectivo
mo estavam instalados juntamente com os pais, Os Encarregados de Educa-
começou
em nós, preocupações visitaram as salas represen- ção acharam estas activida-
relacionadas com o novo Ontem, centenas de tativas das várias disciplinas, des de abertura das aulas
corpo docente, espaço e alunos da Escola Básica 2º e onde os professores lhes muito importantes para os
ambiente escolar, assim 3º ciclo du Bocage iniciaram explicaram resumidamente o seus filhos se sentirem mais
como toda uma mudança mais um ano académico, que iriam aprender nas “crescidos” e integrados
significativa na aprendiza- com boa disposição, energia várias áreas e fizeram uma nesta nova realidade, pois o
gem e no leccionar das renovada e saudades dos visita guiada à escola para 2º ciclo traz muitas diferen-
matérias. Maiores respon- colegas. Para aqueles que ficarem a saber o funciona- ças em relação ao 1º ciclo do
sabilidades se apresenta- mento dos vários serviços, ensino básico.
entraram no 5º ano tudo era
vam, tanto para os alunos
novidade. Para os receber a como papelaria, reprografia,
assim como para os Sofia Afonso, 9º C
Escola preparou uma recep- refeitório, secretaria e tam-
encarregados de educa-
ção de boas vindas. Conhe- bém ficaram a saber quais
ção.
ceram o director de turma, os recursos à sua disposição
►página 3 na biblioteca da Escola.
a página 2

O que senti na nova escola Quando entrei na minha nova


escola, pela primeira vez, sen-
ti-me confuso porque não
Ia começar o 5º ano. Senti-me sabia onde eram as salas de
um pouco nervosa. Comecei aula. Contudo, também estava
por "pedir um desejo" ao meu feliz pois sabia que ia encon-
amuleto da sorte, para me trar os meus antigos amigos.
acalmar. Senti, a pouco e pou- Também queria sair da antiga
co, que ia ficando menos ner- escola: era muito pequena e
vosa. Quando entrei na sala tinha um campo de futebol de
com a Directora de Turma, o cimento. Mas, mais do que
nervoso deu o seu último gol- tudo, estava desejoso de fazer
pe, mas, depois de "1000 novos amigos.
questões" ele parou.
Brinquei no pátio da escola. Afonso Carmo, nº 1, 5º 13ª
Afinal, para quê o
Aluno do 1º ano. Escola de Montalvão
nervoso?! Escola nova, alegria
nova! O melhor é aproveitar...
Achei os professores simpáticos e os colegas, amigos. dois anos que correm! Parecia ser uma escola pobre,
Antes de vir para cá ouvi dizer mal da escola, mas, até agora, mas, afinal, tem bastante tec-
Maria Margarida, nº 20, 5º 10
nologia.
parece-me uma escola boa.
Eduardo Salgado, nº 28, 5º 13ª Diogo Martins, nº 8, 5º 13ª

O dia 14 foi um dia de Impressões de algumas crian- “Eu gosto desta escola e de “Eu gosto desta escola porque
muita agitação por parte ças do grupo da sala 2 do brincar na tina da água, de tem um campo da bola e por-
dos mais novos, jardim de infância dos Arcos, recortar e de fazer desenhos” que o meu mano também
andavam todos perdidos.
sobre a sua sala e escola. anda cá”
A. C. 5 anos
O calor era muito. G. 5 anos
Entrevistámos então dois
alunos da Escola Básica
dos 2º e 3º ciclos de “Eu gosto desta escola porque
Bocage brinco com o G.”
As palavras de alguns: (O
que acharam das aulas L. 5 anos
terem começado?)
“Nesta escola há algumas
“O que eu achei foi que coisas velhas mas podemos
as aulas começaram escolher o que queremos
cedo de mais, mas enfim fazer”
é bom termos conhecido
novos colegas, novos M. 5 anos
professores! A escola é
diferente. Gostei muito
Eu estava muito entusiasmada, com medo da escola, estava
da minha turma, é muito Para mim, o primeiro dia de
com vergonha.
divertida…” aulas foi fácil. Claro que fiquei
Francisca, 1º B, Escola das Amoreiras um pouco confusa com tanta
“Eu achei que foi muito sala, um novo espaço, mas
importante as aulas Outro mundo… nha, com novos professores e depressa me habituei.
terem começado:
novos colegas. Depois, conheci a biblioteca e
revivermos as memórias.
gostei muito: é uma área
Os professores são muito Estava no 4º ano, de Estava noutro mun-
ampla, bastante animada.
fixes e adoro as repente mudei de escola. O do, no mundo em que era tudo
Também acho que os meus
funcionárias. Gosto muito tempo passou rápido! maior do que eu.
professores são muito, muito
do campo de futebol:
Na nova escola, no bons para mim.
está muito bem
pensado.” primeiro dia, estava nervosa Beatriz Marçalo, nº4, 5º 11
Esta escola é o máximo!
porque não conhecia ninguém.
Mariana Jaleca. Nº18, 8º A Era tudo novo! Senti-me sozi- Anna Popovic, nº 5º, 5º 13ª
3 a página

► No dia 13 de Setem- Preocupou-me funda-


bro do corrente ano, iniciou o mentalmente o elevado núme-
ro de alunos por turma assim
primeiro dia de aulas, com a
como o espaço envolvente à
respectiva apresentação aos cantina, que me pareceu
encarregados de educação, do pequeno.
corpo docente e matérias a Desde já agradeço o
leccionar, assim como de todo esforço prestado em prol do
o espaço físico a elas corres- bem-estar de todos, sabendo
que a todos cabe trabalhar e
pondente.
lutar para que isso aconteça.
Foi com bastante agrado
que verifiquei por parte dos Bem hajam.
responsáveis da Escola de
António José Barros Pereira
referência, uma grande organi-
zação e um grande esforço no
que toca ao esclarecimento de Quando entrei nesta escola,
todas as matérias envolvidas. senti que tinha crescido. Claro
Apreciei toda a estrutura que fiquei um pouco assusta-
física envolvente no que con- da com um espaço tão grande,
cerne à segurança, espaço e mas não me importei.
limpeza das áreas adjacentes, Gosto muito dos meus profes-
principalmente as excelentes sores: são simpáticos e têm
condições existentes para a paciência.
prática desportiva. Diana Alexandre, nº 7, 5º 13ª

Fiquei curiosa por conhecer a escola e também conhecer


Senti-me alegre e, ao mesmo Um passarinho entrou novos amigos.
na sala de aula Joana, 1º B, Escola das Amoreiras
tempo, triste. Estava com
imensa vontade de frequentar
No dia 16 de Setem- amarela a cobrir-lhe a barriga. De seguida, ele poisou em
uma escola maior e de ter
bro de 2010, estávamos sen- cima da nossa colega Catarina e a Mariana pegou nele e
novos professores. Por outro
tados nas nossas cadeiras, levou-o para a rua, mas o pássaro não fugia. Então, decidiu
lado, tinha medo de nunca
numa aula de Língua Portu- dá-lo à professora Maria Rodrigues, que, por sua vez, o
mais ver o meu afilhado e de
guesa, quando, sorrateiramen- poisou no banco do recreio e o mais bonito de tudo foi
não gostar dos professores.
te, entrou um passarinho a vê-lo abrir as asas e voar pelos céus.
Nada disso, porém, aconte- esvoaçar dentro da sala. Pare-
ceu! Esta escola é colorida, cia um pintassilgo, era lindo, Gonçalo Catarino,
divertida. Adoro! castanho com uma barrinha Sara Ascenso, 5º 4
amarela a cobrir-lhe a barriga.

Quando entrei, pela


Sara Algarvio, nº 22, 5º 13ª
primeira vez, na esco-
la, senti-me assustado
e, ao mesmo tempo,
A minha escola mais crescido.
Na outra escola não
É uma escola grande, precisávamos de levar
Com muita gente a falar o material e aqui
Revi os meus amigos temos que trazer
Senti-me a baloiçar. livros, cadernos…
Senti-me deveras ner-
É uma turma diferente voso e excitado com
A amizade está no ar, todas estas novas
Amigos novos já tenho sensações.
Para trabalhar e brincar.
Tomás Oliveira, nº 25, 5º 13ª
Conheci a minha sala e a minha professora.
Pedro Sardinha Fernandes
nº 25, 5º ano/turma 11 Aluno do 1º ano, Escola de Montalvão
Editorial

O jornal escolar é uma forma de comunicação eficiente e


atractiva entre todos os elementos da comunidade educativa e
um meio de divulgação do trabalho que se desenvolve ao longo
do ano.
Por tudo isto, porque o jornal escolar ainda faz sentido na
vida das escolas/ dos agrupamentos, um grupo de professores
decidiu propor a criação de uma nova publicação: A Página.
Pretendemos que este projecto seja pertença de todos e,
assim, apelamos à participação, sem excepção, de alunos e
adultos.
O presente número tem, como principal objectivo, a apre-
sentação da iniciativa. No entanto, aproveitámos a oportunidade
para falar do primeiro dia de aulas, uma data que muda, anual-
mente, a vida de todos nós (pequeninos e mais crescidos).
Os próximos números serão trimestrais e sairão no final de
cada um dos períodos lectivos.
Vai ser com muito entusiasmo e empenho que faremos
chegar A PÁGINA até ti/si.
Contamos com a tua/sua colaboração, pois só assim o nos-
so jornal fará sentido.
Um bom ano escolar para todos.

De início, fiquei um pouco assustado por ver rapazes bastante


mais velhos do que eu. Também fiquei triste por não ter ficado
na turma de alguns amigos meus. No entanto, tudo isso já pas-
Tiago Relvas sou: já fiz novos amigos e continuo a estar, no recreio, com os
antigos.
Jardim de Infância das Amoreiras Alexandre, nº 2, 5º 13ª

Somos crianças apenas uma vez O 1º dia do Tiago Cunha observou com muita atenção Foi muito giro ver que o Tiago
na vida e muita coisa nos marca no Jardim de Infância os seus colegas, a sala e a ficou a ver os seus colegas a
para o resto da vida. professora Isabel que falava desenharem e quando teve a
Recordamos em adultos com um com as várias crianças. sua oportunidade desenhou o
sorriso todos os momentos da O primeiro dia do Tiago no irmão Miguel, com umas per-
nossa infância que nos fizeram Jardim de Infância dos Arcos nas muito compridas e uns
felizes. foi vivido por mim com grande Apesar dos muitos pais pre- braços grandes.
Sem ansiedade e cheio de alegria, entusiasmo e alegria, por ter
o Tiago foi para a escola e por
sentes na sala, esta pareceu- Pai do Tiago
sido um dia muito especial em me bem arranjada, ampla e
entre brincadeiras, novas coisas que levei não só o Tiago mas
para aprender, novos amigos e com muitos brinquedos para
também a sua irmã Maria para as crianças brincarem. Quan-
muita ternura e dedicação de toda
uma escola nova, com novos do fomos visitar o restante
a equipa do Jardim de Infância,
colegas, num espaço comple- espaço da escola gostei, parti-
ele voltou para casa feliz e desejo-
tamente novo para eles e cularmente, do momento em
so pela manhã seguinte.
No seu jeito característico disse: onde cada um passou a que parámos todos em frente
“Mãe, foi muito bom!” conhecer a sua professora. a uma grande tela branca para
Como mãe tenho a certeza que ser pintada pelos nossos
parte das recordações do Tiago filhos. Senti que aquele era o
serão o regresso à escola e o Sei que para o Tiago, em espe- primeiro desafio que estava a
quão fantástico foi não só o pri- cial, foi uma mudança muito ser colocado ao Tiago: “Seria
meiro, mas todos os dias que lá grande, onde a única referên- ele capaz de tomar a iniciativa
passou! cia que tinha, para além da de desenhar naquele enorme
irmã que rapidamente desapa- espaço branco?”
Sara Alves da Silva
(mãe do Tiago Relvas)
receu de vista, era eu. O Tiago