Você está na página 1de 4

Exercícios retirados do livro Ciência e Engenharia de Materiais – Uma Introdução, 5ª

Edição, DCJ William, JR CALLISTER - Editora LTC.

2.17 a) Cite sucintamente as principais diferenças entre as ligações iônica, covalente e


metálica e dê exemplos de materiais com esses tipos de ligações.

2.18 Dê uma explicação para a razão pela qual os materiais ligados covalentemente são,
em geral, menos densos do que aqueles ligados por meio de ligação iônica ou metálica.

2.20 Faça um gráfico da energia de ligação em função da temperatura de fusão para os


metais listados na Tabela 2.3. Usando esse gráfico, obtenha uma estimativa aproxima da
para a energia de ligação do cobre, que possui uma temperatura de fusão de 1084°C.
Relacione a energia de ligação com a temperatura de fusão.

3.2 Qual é a diferença entre uma estrutura cristalina e um sistema cristalino?

3.3 Se o raio atômico do alumínio é de 0,143 nm, calcule o volume de sua célula
unitária em metros cúbicos.

3.4 Mostre que para a estrutura cristalina cúbica de corpo centrado o comprimento da
aresta da célula unitária a e o raio atômico R estão relacionados através da expressão

3.6 Mostre que o fator de empacotamento atômico para a CCC é de 0,68.

3.8 O ferro possui uma estrutura cristalina CCC, um raio atômico de 0,124 nm, e um
peso atômico de 55,85 g/mol. Calcule e compare a sua densidade com o valor
experimental encontrado na contracapa deste livro.

3.10 Calcule o raio de um átomo de vanádio, dado que o V possui uma estrutura
cristalina CCC, uma densidade de 5,96 g/cm3, e um peso atômico de 50,9 g/mol.
3.28 Dentro de uma célula unitária cúbica, esboce as seguintes direções:

a) d) g)

b) e) h)

c) f)

3.29 e 3.30 Determine os índices para as direções mostradas nas seguintes células
cúbicas:

3.33 3.34 e 3.35 Determine os índices de Miller para os planos mostrados na seguinte
célula unitária:
3.42 Calcule e compare as densidades lineares das direções [100], [110] e [111] para a
estrutura cristalina CFC.

3.43 Calcule e compare as densidades lineares das direções [110] e [111] para a
estrutura cristalina CCC.

3.44 Calcule e compare as densidades planares dos planos (100) e (111) para a estrutura
cristalina CFC.

3.45 Calcule e compare as densidades planares dos planos (100) e (110) para a estrutura
cristalina CCC.

13.1 Para um composto cerâmico, quais são as duas características dos íons
componentes que determinam a estrutura cristalina?

15.22

a. Compare o estado cristalino em materiais metálicos e nos polímeros


b. Compare o estado não-reistalino na forma como ele se aplica aos polímeros e
aos vidros cerâmicos.

15.27 As densidades e as cristalinidades percentuais associadas para dois materiais


feitos em politetrafluoroetileno são as seguintes:

ρ (g/cm³) Cristalinidade (%)


2,144 51,3
2,215 74,2

a. Calcule as densidades do politetrafluoroetileno total mente cristalino e do


politetrafluoroetileno totalmente amorfo.
b. Determine o percentual de cristalinidade de uma amostra que possui uma
densidade de 2,26 g/cm³.
16.18 Faça comparações entre os polímeros termoplásticos e os polímeros termofixos:

a. Em termos das características mecânicas quando estes são aquecidos


b. De acordo com possíveis estruturas moleculares.