Você está na página 1de 2

Plano de Aula: Exclusão do crédito tributário

DIREITO FINANCEIRO E TRIBUTÁRIO II - CCJ0031


Título
Exclusão do crédito tributário

Número de Aulas por Semana

Número de Semana de Aula


5

Tema
Exclusão do crédito tributário. Visão geral. Isenção – conceito, institutos afins, classificação e revogação.
Anistia: conceito, institutos afins e classificação.

Objetivos
Ao final da aula, o Aluno deverá:
- compreender a complexidade do instituto da exclusão do crédito tributário;
- identificar o conceito e natureza da isenção;
- distinguir a isenção de institutos afins que também resultam no não pagamento de tributos;
- conhecer as classificações de anistia e os efeitos sobre sua revogação;
- identificar o conceito e a natureza da anistia;
- distinguir a anistia de institutos afins que possam conceder perdão e/ou atingir sanções;
- conhecer a classificação da anistia.

Estrutura do Conteúdo

5. Exclusão do crédito tributário


5.1. Críticas à denominação e inclusão de institutos distintos em um mesmo
grupo
5.2. Isenção
5.2.1. Conceito e função
5.2.2. Institutos afins
5.2.3. Classificações
5.2.4. Revogação
5.3. Anistia
5.3.1. Conceito e função
5.3.2. Institutos afins
5.3.3. Classificações

Aplicação Prática Teórica

Caso Concreto
Em 2013, determinado Município concedeu isenção do ISSQN, por 10 (dez) anos, para as empresas
prestadoras de serviços que viessem se instalar naquele território, gerando, em cada uma delas 25 (vinte
e cinco) empregos diretos.
Várias dessas empresas, atraídas por esse incentivo fiscal, lá se instalaram. E no ano de 2016, surgiu
uma outra norma jurídica revogando essa isenção do ISSQN.
Responda:
a) Este caso concreto refere-se a qual espécie de isenção?
b) Pode esta isenção ser revogada? Qual(is) princípio(s) deve(m) ser observado(s)?
c) É possível o ajuizamento de alguma ação para evitar a revogação da isenção mencionada no caso
concreto? Caso positivo, qual(is)?

Questão objetiva
O Tribunal de Contas
( ) a. auxilia o Legislativo na fiscalização da aplicação de subvenções e na apreciação de renúncia de
receitas.
( ) b. é subordinado ao Poder Legislativo, ao qual auxilia no exercício do Controle Externo.
( ) c. integra o Poder Legislativo, por força de disposição constitucional.
( ) d. não integra nenhum dos Poderes, condição assegurada por cláusula pétrea constitucional.
( ) e. tem a titularidade do exercício do controle externo e suas decisões de que resultem multa ou
imputação de débito tem a natureza de título executivo.