Você está na página 1de 69

Grupo Unico Pdf PaD

O PLAYBOY O IMPÉRIO DE MAIOR


DO BNDES JOÃO DE DEUS QUE PELÉ?
A vida de festas O que há de fabuloso Marta vira a
e badalações no patrimônio de principal goleadora
de Gustavo mais de R$ 100 das Copas e embala
Montezano, o novo milhões do médium campanha em
presidente do acusado de favor da mulher
banco de fomento abusos sexuais no esporte

NO
RASTRO
DO HACKER
DE MORO
EXCLUSIVO
A PF JÁ TEM AS PISTAS QUE LEVAM AOS CRIMINOSOS QUE VIOLARAM AS CONVERSAS
DO MINISTRO DA JUSTIÇA, SERGIO MORO. HÁ POSSÍVEIS CONEXÕES NA RÚSSIA
E EM DUBAI, E SUSPEITAS ENVOLVENDO QUADRILHA DE SANTA CATARINA
Grupo Unico Pdf PaD

Chegou a hora de você ter


o SUV mais bonito de todos.
BÔNUS DE *

R$
6.000
DE SUPERVALORIZAÇÃO NO SEU USADO.
,00
Nas versões P.264 e P.265

Central multimídia de 8”
com conectividade Faróis de LED
Apple CarPlay e Android Auto

Teto solar duplo


panorâmico
Carregador de celular wireless

Declaração de Consumo de Combustível em conformidade com a Portaria Inmetro nº 010/2012.

26 No trânsito, dê sentido à vida.


Promoção válida para o Kia Sportage código P.264.1819, preço público sugerido R$ 146.990,00, Kia Sportage código P.265.1819, preço público sugerido R$ 157.990,00.
de 2014, que estiverem com o seu documento único de transferência – DUT – no nome do comprador do veículo 0 km. O veículo deverá estar em perfeitas condições
ano sem registro de sinistro, queixa de roubo e furto, leilões e recuperados, e/ou avarias de grande monta. A ação acima não contempla veículos adquiridos por meio
pericial, com aprovação do veículo sem restrição. Estoque de 10 unidades para o código P.264.1819 e código P.265.1819. Condições válidas para todos os Estados, exceto
R$ 2.300,00 não inclusos nos preços públicos sugeridos. Para outras versões, consulte as condições na concessionária.
Grupo Unico Pdf PaD
kia.com.br
0800 77 11011

CÓD. P.265

Freio de estacionamento
eletrônico com Auto Hold Bancos em
couro com
ajustes elétricos

*O bônus de supervalorização do veículo usado deve necessariamente se enquadrar nos seguintes critérios: serão aceitos na troca os veículos de fabricação a partir
de uso, registro de revisões realizadas dentro do prazo estipulado pela montadora e nas respectivas concessionárias, e com quilometragem limitada a 15.000 km por
de modalidades taxistas, locadoras, leilões e seguradoras. O enquadramento do veículo nas condições acima deve estar comprovado por laudo de vistoria cautelar
Amazonas, até o dia 30/6/2019 ou o término do estoque, o que ocorrer primeiro. Frete incluso. Valores de pintura metálica de R$ 1.600,00 e pintura perolizada de
Grupo Unico Pdf PaD

apresenta

Diga não
ao feminicídio

Governo de São Paulo adota


O
feminicídio não para de crescer no Brasil.
Estudo produzido este ano pelo Global

medidas para reduzir o número


Americans Report destacou que o país é o
pior em termos de violência de gênero na
América Latina. Também foi considerado a quinta

de homicídios e atos violentos nação que mais mata mulheres no mundo, em um


universo de 83 países. O levantamento realizado

contra as mulheres no Estado


pelo Observatório da Mulher contra a Violência
(OMV), do Senado Federal, identificou aumento das
taxas de homicídio de mulheres por armas de fogo
entre 2006 e 2016 em 17 das 27 unidades federati-
vas do país. Uma radiografia que inspira cuidados.
No Estado de São Paulo, a realidade segue
Grupo Unico Pdf PaD
Publieditorial

shutterstock
REPUDIE.
DENUNCIE
Para saber como agir em caso
de violência, o governo de
São Paulo colocou no ar o site
http://saopaulo.sp.gov.br/
feminicidionao/ que traz todas
as informações sobre como denunciar os agressores, incluindo os endereços
das DDMs, dados sobre o SOS Mulher e sobre o Disque-Denúncia 180.

A violência
não deve calar!

Segundo o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos


(ACNUDH), o Brasil ocupa o quinto lugar no ranking mundial de feminicídio,
perdendo somente para países como El Salvador, Colômbia, Guatemala e
O feminicídio
aumentou Rússia em número de assassinatos de mulheres.
significativamente No Brasil se mata 48 vezes mais mulheres do que no Reino Unido, 24 vezes
no Brasil nos
últimos anos mais do que na Dinamarca e 16 vezes mais do que no Japão ou na Escócia.

a mesma trilha. Somente no primeiro trimestre Ferrari, coordenadora da Delegacia de Defesa da é oferecer suporte a essas mulheres. Temos uma
deste ano, se comparado ao mesmo período do ano Mulher (DDM), um dos grandes problemas é a falta rede de apoio interdisciplinar para ampará-las e
anterior, houve um aumento de 76% nos casos de de denúncia por parte dela. “O feminicídio começa a ajudá-las a recomeçar a vida antes que algo mais
feminicídio, de acordo com dados coletados pelo acontecer antes mesmo dela ser morta pelo compa- grave aconteça”, segundo informações do governo.
mercado. No primeiro semestre de 2018, as vítimas nheiro. Inicia-se com pequenas violências que culmi- Abrigos, casas de acolhimento, ajuda psicológica,
de feminicídio representavam 17,5% do total de nam em problemas maiores”, diz. Segundo dados do atendimento jurídico, entre outros, são alguns dos
casos. Hoje, esse índice subiu para 38%. Fórum Brasileiro de Segurança Pública, somente 10% serviços oferecidos pelo Estado para as mulheres
Diante deste cenário, que pede medidas urgentes das vítimas fazem denúncia junto à polícia. vítimas de violência.
no que diz respeito à implementação e aprimora- Com o intuito de reduzir a ocorrência de Um outro programa de destaque que vem
mento de políticas públicas de segurança – neste feminicídios, o governo de São Paulo lançou a colhendo frutos é o Reeducação Familiar, convênio
caso, com foco na mulher – o governo de São Paulo campanha “A Favor da Mulher”, mostrando que estabelecido entre o Ministério da Justiça, Ministé-
deu início a algumas frentes de trabalho para tentar o Estado de São Paulo oferece suporte para as rio Público e o Estado de São Paulo com o intuito de
reduzir esse problema. De acordo com Jamila Jorge mulheres que sofrem violência. “Nossa intenção reabilitar os agressores presos. Com duração de seis
Grupo Unico Pdf PaD

RADIOGRAFIA 133 DDMs no Estado de São Paulo


DA DELEGACIA
DE DEFESA DA
16 na Grande São Paulo
MULHER EM
108 no Interior
SÃO PAULO 10 delegacias 24 horas (7 na capital
e 3 no Interior (Santos,
Sorocaba e Campinas)
Pena mais
dura para os
agressores:
regime fechado a
partir de 12 anos
Flickr.com • Governo de SP

LEI DE FEMINICÍDIO meses, as aulas acontecem na Academia de Polícia


de São Paulo e, caso tenha 100% de frequência,
Com a alteração do Código Penal Brasileiro em 2015, também foi criada a pode retornar em redução de pena. “É uma oportu-
nidade que eles têm de entender a importância do
Lei de Feminicídio (13.104/15), que classifica o feminicídio como homicí-
respeito às mulheres e ao gênero”, enfatiza Jamila.
dio, reconhecendo o assassinato de uma mulher em função do gênero.
O crime de homicídio prevê pena de seis a 20 anos de reclusão. Porém, Delegacias da Mulher
quando é caracterizado feminicídio, é considerado hediondo e a punição é Uma das principais frentes de atuação do go-
mais severa, partindo de 12 anos de reclusão. verno de São Paulo, no que diz respeito à proteção
Segundo dados da ONU (Organização das Nações Unidas), a maior parte da mulher, foi o aumento do número de delegacias
dos crimes de feminicídio cometidas no Brasil foi pelos cônjuges ou voltadas ao atendimento a esse público. “São Paulo
já é um estado pioneiro no combate à violência
namorados das vítimas. Ainda de acordo com a organização, os motivos
contra a mulher. A primeira DDM foi criada há 34
mais apontados para esse tipo de crime são sentimentos de posse sobre anos e o estado continua sendo referência no as-
a mulher, controle sobre o seu corpo, limitação de sua emancipação e sunto”, segundo o governo de São Paulo, que tem a
desprezo e ódio por sua condição de gênero. promessa de inaugurar 40 novas DDMs (Delegacias
de Defesa da Mulher) até 2022.
Grupo Unico Pdf PaD
Publieditorial

O Estado de S.Paulo já
Para Jamila, a especialização de delegacias
conta com 10 unidades é uma política eficiente de combate à violência
da Delegacia de Defesa doméstica e familiar. “Ela dá o suporte necessário
da Mulher que funcionam
ininterruptamente para que as mulheres possam romper esse ciclo e
violência, por intermédio da investigação e efetiva
punibilidade dos autores”, ressalta.
Atualmente, são 133 DDMs presentes no
Estado, sendo nove na capital, 16 na Grande São
Paulo e 108 no Interior. Jamila enfatiza que, além
disso, todas as delegacias seguem o Protocolo
Único de Atendimento, que estabelece um padrão
para melhor acolher casos de violência contra a
mulher. “Todos os policiais são capacitados para
oferecer um atendimento humanizado a essas
mulheres”.
Outro avanço nesse sentido foi a criação de
novas DDMs 24 horas, o que torna o atendimento
ainda mais eficiente. As unidades de Santos,
Campinas e Sorocaba passaram a funcionar inin-
terruptamente. “Hoje temos 10 unidades em toda
Divulgação São Paulo, o que permite oferecer um atendimento
ainda mais assertivo. Até o momento, a Polícia
Civil de São Paulo esclareceu 100% dos casos de

SOS MULHER feminicídio registrados, o que traz segurança para


os familiares”, conta Jamila.
No final de março, o governo de São Paulo lançou o aplicativo SOS Mulher, Segundo informações do Fórum Brasileiro de
para que mulheres com medidas protetivas concedidas pelo Tribunal Segurança Pública, oito em cada dez casos de
feminicídio deste ano ocorreram dentro de casa, e
de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) possam pedir socorro quando
26 dos 37 casos tinham autoria conhecida. “Quem
estiverem em situação de risco. fica tem medo do que pode acontecer. Por isso
O aplicativo é caracterizado pela facilidade de utilização e eficiência. No é importante prestar todos os esclarecimentos e
aplicativo, que é gratuito, a mulher aperta o botão e imediatamente aciona aplicar as medidas preventivas”, enfatiza.
a Polícia Militar. “Será um atendimento customizado pela PM de São Paulo,
que é a melhor do país”, conforme informações do governo de São Paulo. Empatia
Para usar o aplicativo, o interessado tem que baixar a ferramenta por meio Um ponto importante no funcionamento de uma
DDM é que o atendimento é prestado prioritaria-
das lojas virtuais Google Play e App Store. Depois, é necessário a realização
mente por uma policial mulher. “ Isso ajuda em
de um cadastro com os dados pessoais para que as informações possam ser muitos casos, quando essas vítimas se sentem
checadas junto ao TJSP. Somente após a confirmação positiva da ferramenta envergonhadas ou mesmo humilhadas para expor
que o serviço poderá ser utilizado. os casos de violência aos quais são submetidas”,
“Essa plataforma é um mecanismo ágil e rápido no sentido de proteção destaca a delegada Jamila.
da família. O cadastro do tribunal foi construído no intuito de desenvolver As policiais civis que atuam nas DDMs
passam por curso de especialização voltado para
uma política de paz doméstica e familiar”, ressaltou Artur Marques da Silva
o atendimento de vítimas domésticas, ministrado
Filho, vice-presidente do TJSP. Para a Secretaria da Justiça e Cidadania, é pela Acadepol (Academia de Polícia Civil Dr. Corio-
também um trabalho de conscientização para denúncia dessas violências. lano Nogueira Cobra). “Justamente para realizar
Atualmente, mais de 70 mil pessoas estão aptas a utilizar o serviço. o atendimento de maneira técnica e acolhedora”,
acrescenta.
Grupo Unico Pdf PaD
ENTREVISTA
Terry Gilliam
Cineasta

Apesar de americano, nascido em Minneapolis em novembro de 1940, Terry Gilliam é um mestre do humor
britânico. Esteve à frente da aventura pioneira do programa de televisão “Monty Python Flying Circus”,
que foi ao ar pela BBC de Londres entre 1969 e 1974 e alterou a forma de produzir esquetes cômicos. For-
mado com a trupe Monty Python, um sexteto de talentos em várias áreas. Artista plástico, criou as colagens
animadas do programa, mas também se revelou ator, roteirista e diretor. Com a trupe, triunfou no cinema,
em filmes como “Em busca do Santo Graal” (1975) e “A vida de Brian” (1979). Gilliam seguiu carreira solo
com as fantasias “As aventuras do Barão de Munchausen” (1988) e “O Mundo Imaginário do Dr. Parnassus”
(2009). Em 2018, estreou o seu projeto mais antigo, “O homem que matou Dom Quixote”, em cartaz no
Brasil. Foram tantas as confusões que a produção levou 25 anos para ser concluída. Tudo isso combina
com um artista caótico que descobriu a razão de viver no riso. Ele concedeu esta entrevista, por telefone,
de Londres, às gargalhadas. Nela, diz por que o humor foi banido do mundo atual.

Por Luís Antõnio Giron

“a política acabou
com o humor”

Em RomA O diretor americano radicado na Inglaterra Terry Gilliam, na estreia de “O homem que matou Dom Quixote”

8 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos: Daziram/Geisler-fotopress; reproDução


Grupo Unico Pdf PaD

Você diz que o Brexit no Reino foi cortado em nome da correção


Unido e o governo americano afe- política. Virou regra os humoristas
taram o humor. Donald Trump, manifestarem simpatia por minorias.
Boris Johnson e Teresa May não são Já pensou se obrigarem o corte dos
engraçados? indianos de “Monty Python Flying
Eles são horríveis e sem graça. A (pri- Circus” e de outras figuras desse tipo
meira-ministra britânica) Theresa May com que povoamos os 45 episódios
é a de uma asnice teimosa. Boris se do programa em cinco anos de pro-
qualifica como seu digno sucessor. O dução? Não haveria mais resquícios
Brexit é uma forma de xenofobia oli- do programa, que seria suprimido da
gárquica que não vai se sustentar. Nós memória dos telespectadores. Apu já
artistas estamos inseguros na nova “Apu,o estereótipo do hindu está fazendo falta em “The Simpsons”.
Europa tomada pelo separatismo. Será Daqui a pouco, a supremacia branca
preciso retomar a União Europeia. E o
vegetariano mesquinho, é um vai obrigar os produtores a censurar
responsável pela situação é Trump. dos melhores achados de “The Homer Simpson!
Dele é melhor nem falar: está contami-
nando o mundo com uma tremenda Simpsons”. Mas o personagem Em “O homem que matou Dom
pobreza de espírito, racismo, homofo-
bia e discurso de ódio. Tudo isso altera
foi cortado em nome da Quixote”, você introduz persona-
gens refugiados. Como você analisa
nossa percepção de mundo. A política correção política” a atual crise migratória?
acabou com o humor. Busquei contrapor como os mouros
eram tratados na Espanha nos tempos de Cervantes e como
O humor hoje se encontra em um estágio inferior ao que os imigrantes muçulmanos são recebidos hoje na Europa.
a trupe Monty Python fazia nos anos 1970? Agimos preconceituosamente contra grupos de pessoas pací-
Atualmente, há uma brutalidade na standup comedy que ficas que só buscam asilo. Meu Quixote dá boas-vindas aos
ataca alvos para alimentar o ódio do público sem recorrer à estrangeiros e propõe a integração das culturas. Como retrato
ironia e à inteligência. Hoje, só a trollagem e o deboche pro- no filme, a maioria dos muçulmanos emigrados à Europa é
vocam gargalhadas. Além disso, os grupos de pressão da pacífica e apenas busca a inclusão. Está cada vez mais compli-
mentalidade politicamente correta estão dando o tiro de cado integrá-los. Nesse sentido, estamos mais próximos à
misericórdia no humor. O mesmo vale para esse movimento mentalidade medieval do que do século XXI.
ridículo do #MeToo, que envolve feministas no combate ao
assédio sexual. Ora, a gente costumava antigamente fazer um O Brasil se tornou idêntico ao clima gótico de seu “Brasil:
humor que brincava com os estereótipos das comunidades o filme” (1985)? Na época, parecia um absurdo represen-
de imigrantes, com os defeitos físicos tanto dos pobres como tar o Brasil como distopia, mas agora a atmosfera casou
dos nobres. Não poupávamos ninguém porque fazer humor direitinho. Você antecipou o futuro?
é promover a crítica dos costumes. Acreditávamos que pro- É verdade! (risos) Quando o filme foi lançado, recebi muitas
vocar o riso poderia mudar o mundo para melhor. Hoje os cartas (naquela época eram cartas) de fãs brasileiros do filme,
cômicos só querem destruir tudo o que abordam. Se Monty que o adotaram como uma espécie de mascote. Talvez os fãs
Python tivesse começado a carreira hoje, simplesmente não tenham se inspirado e ajudado a transformar o Brasil no mais
encontraria espaço, pois seria censurado. novo inferno! Por curiosidade, nunca viajei para o Brasil, em-
bora meus filmes tenham boa repercussão por aí. Vamos ver
Mas há manifestações de resistência da comédia politica- se arranjo um produtor para custear uma viagem. Infelizmen-
mente incorreta, como o desenho “The Simpsons”. te, briguei com o (produtor português) Pedro Branco por
Até pouco tempo atrás, de fato, “The Simpsons” produzia questões financeiras. E ele inviabilizou qualquer tour mundial
piadas e esquetes hilariantes. Mas recentemente algumas com “O homem que matou Dom Quixote”,
comunidades que se dizem ultrajadas pelas piadas estão
pressionando os autores do desenho a alterar o roteiro e re- Após 30 anos, com 25 de produção, qual é o balanço de
tirar alguns personagens. É o caso do indiano Apu, dono de “O homem que matou Dom Quixote”?
uma quitanda que vende frutas e legumes a preços muito Estou feliz porque o filme foi melhorando ao longo dos anos.
altos. Apu é o estereótipo do hindu vegetariano mesquinho. Tanto que hoje é muito mais vigoroso que quando o idealizei,
Trata-se de um dos melhores achados do desenho. Mas ele em 1989. Para ser sincero, foram tantos os acidentes, >>

9
Grupo Unico Pdf PaD
ENTREVISTA/Terry Gilliam
mudanças e desistências que eu não imaginava no início no Quais são os outros diretores importantes para seu tra-
que o filme se transformaria! (risos) O melhor de tudo é que balho no cinema?
os espectadores se afeiçoaram aos delírios de um sapateiro que Eu me influenciei pelos enredos nonsense e demolidores de
vira Quixote no século XXI (Jonathan Pryce). E um dos motivos Luis Buñuel e as cenas grandiosas e épicas que não abdicam
é que eles conhecem o personagem original. da densidade psicológica nas histórias de Akira Kurosawa.

Quais foram os maiores obstáculos que você enfrentou Talvez por isso o seu seja um tipo de filme que não se
durante essa longa produção? mais vê no cinema. Você filmou tudo sem trucagem?
Eu me defrontei com todo tipo de problemas, de dinhei- Sim, eu quis levar o espectador para a ação real e sem a truca-
ro a elenco. O orçamento era pequeno para os padrões gem que infesta o cinema atual. Filmei no cenário das aventu-
atuais (cerca de US$ 17 milhões), mas encontrei produto- ras de Dom Quixote. As sequências foram rodadas em locações
res inescrupulosos. Depois vieram os atores. Quando co- em Castela, além das Ilhas Canárias e outros locais na Espanha.
meçamos, em 1993, eu contava com Johnny Depp e Va- No Convento de Cristo, em Tomar, Portugal, produzimos a
nessa Paradis como par romântico e Jean Rochefort como Festa de Miiskin. É um espetáculo diabólico, com acrobatas,
Quixote. Mas Vanessa e Johnny se casaram e desistiram, bailarinos e atores. Na trama, a festa é encomendada pelo oli-
enquanto Jean morreu. Convidei John Hurt para estrelar, garca russo Alexei Miiskin, personagem cada vez mais presen-
que também se foi. Pensei em Michael Palin, mas ele te nas aquisições de imóveis históricos na Europa.
estava envolvido em projetos literários. Finalmente, en-
contrei Jonathan Pryce, que se revelou o Quixote ideal. A iluminação parece analógica. Você usou filme em pelí-
Às vezes, penso que o filme ainda não acabou! (risos) cula ou foi todo rodado em tecnologia digital?
Não tenho preconceitos em usar câmeras digitais, até porque
O filme pode ser considerado uma síntese de sua carrei- elas oferecem ilimitados recursos técnicos. Usei iluminação
ra como cineasta e artista plástico? mais escura em “Dom Quixote”, o que lembra os clássicos dos
Sim, de certa maneira todos os meus filmes espelham psica- anos 1960. E isso tudo foi simulado por meios digitais.
naliticamente meus sonhos e inquietações. Este foi um verda-
deiro caleidoscópio de percepções diferentes e contraditórias. O mundo festeja os 50 anos de Monty Python. Vocês vão
Eu sou um sujeito que se entusiasma até o último detalhe da se reunir, como 15 anos atrás, com o musical “Spamalot”?
rodagem, o que não me poupa de envolvimento com o caos. Éramos seis. Agora estamos reduzidos a quatro. Na verdade, a
Escrevo, reescrevo, desenho os storyboards, atuo com os atores três, pois Terry Jones está demente. É impossível fazer um
em vez de dirigi-los e moldo bonecos, como o que representa musical ou uma festa. Monty Python cumpriu seu ciclo.
a mim mesmo no filme. É o caos da criatividade sem limites,
vamos dizer assim, com algum otimismo. Monty Python virou referência de comédia popular. A
trupe sintetizou o humor britânico?
Você se considera um cineasta quixotesco? Nós representamos um gênero de humor sarcástico e irônico
Sou totalmente quixotesco, delirante e felizmente fora de muito inglês que não tem mais lugar neste mundo. Só ri das
moda. Como Dom Quixote, carrego o nossas piadas quem é nostálgico.
fardo de ideias que considero geniais.
Pena que os outros nem sempre con- Você está envolvido em uma nova
cordam comigo. (risos) “Éramos seis, mas hoje somos série televisiva. A TV está superan-

Você é influenciado por Fellini ou quatro. É impossível pensar em do o cinema enquanto forma artís-
tica, como diz a crítica?
simplesmente Gilliam?
Sim (risos), sou mais Gilliam que qual-
fazer um musical ou uma festa. Muitos cineastas de renome estão
migrando para a televisão com bons
quer angústia da influência. Mas não Monty Python cumpriu seu ciclo” resultados. Estou envolvido com o
vou negar que Fellini é o meu deus remake da série futurista “Os bandidos
absoluto, por causa de sua visão suprar- do tempo” (Time bandits), que fizemos
real, alegórica e teatral. O mundo é um em 1981. Ainda não sei como será. Para
palco para Fellini e para mim também. mim, não faz diferença: tanto televisão
Com ele, aprendi a fazer metacinema, como cinema são meios de expressão
a me criticar e a mergulhar sem medo maravilhosos, desde que feitos com
na fantasia colorida e desenfreada. sensibilidade e inteligência.

10 ISTOÉ 2582 26/6/2019 foto: flickr creative commons


Grupo Unico Pdf PaD

nac01_fi2019_teaser_istoe_paginasimples_202x266mm_2019_06_21_01a_am.indd 1 19/06/19 14:43


Grupo Unico Pdf PaD
Cartas
FUNDADOR >> Capa
DOMINGO ALZUGARAY (1932-2017)
EDITORA
As mensagens que foram reveladas só
Catia Alzugaray mostram que o ministro da Justiça, Sergio
PRESIDENTE EXECUTIVO Moro, e o procurador da República Deltan
Caco Alzugaray
Dallagnol são ainda mais honestos do
que pensávamos. O povo brasileiro está a
favor deles e do combate à corrupção. “O
DIRETOR EDITORIAL
Carlos José Marques calvário de Moro” (ISTOÉ 2581)
DIRETOR DE NÚCLEO
Mário Simas Filho
Adriana Ventura
Valência – Espanha
DIRETOR DE REDAÇÃO: Sérgio Pardellas
EDITORES EXECUTIVOS: Antonio Carlos Prado e Germano Oliveira
EDITORES: Luís Antônio Giron, Marcos Strecker e Vicente Vilardaga
REPORTAGEM: André Vargas, Fernando Lavieri, Guilherme Sette e Luisa Purchio O ministro Sergio Moro é a serem abertos. Na verdade,
COLUNISTAS E COLABORADORES: Bolívar Lamounier, Elvira Cançada, Leonardo Attuch,
Marco Antonio Villa, Mario Vitor Rodrigues, Mentor Neto, Murillo de Aragão, Paula Alzugaray, melhor representação da luta Lula deveria trabalhar na sede
Ricardo Amorim, Rodrigo Constantino e Ronaldo Herdy
contra a corrupção no Brasil da Polícia Federal para pagar
SUCURSAL e a Operação Lava Jato é o suas mordomias, que são
BRASÍLIA
Editor: Wilson Lima maior patrimônio do País. muito mais numerosas do que
ARTE
Clóvis Machado a de qualquer preso comum.
DIRETOR DE ARTE: Marcos Marques Campo Bom – RS Antonio Carlos Nascimento
EDITOR DE ARTE: Jefferson Barbato
DESIGNERS: Benedito Minotti, Camilla Frisoni Sola e Wagner Rodrigues Mesquita – RJ
INFOGRAFISTA: Gerson Nascimento
PROJETO GRÁFICO: Marcos Marques A única coisa que
ISTOÉ ONLINE: Diretor: Hélio Gomes Editora executiva: Gabriela Dobner
conseguiram descobrir >> Política
Editor: André Cardozo nas mensagens de celular Como o Brasil vai dar certo
Apresentadora de vídeo: Camila Srougi Reportagem: Alan Rodrigues, André Ruoco,
Elaine Ortiz, Heitor Pires, Pedro Cuenca e Rafael Ferreira Web Design: Alinne Souza Correa trocadas entre Moro com esse tipo de gente no
AGÊNCIA ISTOÉ: Editor: Massao Goto Filho e Dallagnol é que eles Supremo Tribunal Federal?
Pesquisa: Salvador Oliveira Santos Arquivo: Eduardo A. Conceição Cruz
combatem a corrupção e “A euforia incontida do STF”
CTI: Silvio Paulino e Wesley Rocha
trabalham em prol de um (ISTOÉ 2581)
APOIO ADMINISTRATIVO Brasil melhor. Haroldo Souza
Gerente: Maria Amélia Scarcello Secretária: Terezinha Scarparo
Assistente: Cláudio Monteiro Jefferson Zuin Marialva – PR
Auxiliar: Eli Alves
Ribeirão Preto – SP
MERCADO LEITOR E LOGÍSTICA
Diretor: Edgardo A. Zabala Não são acusações ou
Diretor de Vendas Pessoais: Wanderlei Quirino
>> Brasil rumores, o que acontece é
Gerente Geral de Venda Avulsa e Logística:Yuko Lenie Tahan O Brasil é o País onde o que esse tribunal perde todo
Gerente Geral de Planejamento: Reginaldo Marques
crime compensa. Bandidos o respeito por si mesmo e
Central de Atendimento ao Assinante: (11) 3618-4566 de 2ª a 6ª feira das 9h às 20h30.
Outras capitais: 4002-7334 condenados, como o ex- pelas ações que desempenha.
Outras localidades: 0800-8882111 (exceto ligações de celulares)
Assine: www.assine3.com.br
presidente Lula, possuem Não possui nenhuma
Exemplar avulso: www.shopping3.com.br fã clube e advogados têm credibilidade.
PUBLICIDADE parceria com ministros do Giselle Moreira de Aguiar
Diretor nacional: Maurício Arbex Secretária da diretoria de publicidade: Regina Oliveira Diretora de
Publicidade: Ana Diniz Assistente: Valéria Esbano Gerentes executivos: Luiz Sérgio Siqueira e Tânia Supremo Tribunal Federal Sorocaba – SP
Macena. Executivos de Publicidade: Andréa Pezzuto e Eric Prado Coordenador: Gilberto di Santo
Filho Contato: publicidade@editora3.com.br ARACAJU – SE: Pedro Amarante • Gabinete de Mídia para conseguir o que querem.
• Tel.: (79) 3246-4139 / 99978-8962 – BRASÍLIA – DF: Alessandra Negreiros • Tel.: (61) 3223-1205
/ (61) 3223-1207 – BELÉM – PA: Glícia Diocesano • Dandara Representações • Tel.: (91) 3242-3367 /
“As manobras para libertar O Supremo Tribunal Federal
98125-2751 – BELO HORIZONTE – MG: Célia Maria de Oliveira • 1a Página Publicidade Ltda. • Tel./fax: Lula” (ISTOÉ 2581) está cutucando a população
(31) 3291-6751 / 99983-1783 – CAMPINAS – SP: Wagner Medeiros • Wem Comunicação • Tel.: (19)
98238-8808 – CURITIBA – PR: Maria Marta Craco • M 2C Representações • Tel./fax: (41) 3223-0060 Felipe Ferreira com vara curta. Muito curta.
/ 99962-9554 – FORTALEZA – CE: Leonardo Holanda – Nordeste MKT Empresarial – Tel.: (85)
98832-2367 / 3038-2038 – GOIÂNIA–GO: Paula Centini de Faria – Centini Comunicação – Tel. (62) Niterói – RJ É melhor os ministros
3624-5570/ (62) 99221-5575 – PORTO ALEGRE – RS: Roberto Gianoni, Lucas Pontes • RR Gianoni
Comércio & Representações Ltda • Tel./fax: (51) 3388-7712 / 99309-1626 – RECIFE – PE: Abérides
repensarem suas intenções ou
Nicéas • Nova Representações Ltda • Tel./fax: (81) 3227-3433 / 99164-7948 – INTERNACIONAL: Não consigo acreditar que o caldo pode entornar de vez
Gilmar de Souza Faria • GSF Representações de Veículos de Comunicações Ltda • Tel.: 55 (11) 99163-
3062 Marketing e Projetos – Diretora: Isabel Povineli – Marketing Publicitário – Gerente: Maria Lula pode ser libertado, ele para o lado deles.
Bernadete Machado. Criação - Redator: Bruno Modolo. Diretor de Arte: Pedro Roberto de Oliveira
aprontou muito e ainda há Dulcinéia Calumbi
ISTOÉ (ISSN 0104 - 3943) é uma publicação semanal da Três Editorial Ltda. Redação e Administração:
Rua William Speers, 1.088, São Paulo – SP, CEP: 05065-011. Tel.: (11) 3618-4200 – Fax da Redação: diversos processos para São José – SC
(11) 3618-4324. São Paulo – SP. Sucursal no Rio de Janeiro: Av. Almirante Barroso, 63, sala 1510 Tel.:
(21) 2107-6650 – Fax: (21) 2107-6661. Sucursal em Brasília: SCS, Quadra 2, Bloco D, Edifício Oscar
Niemeyer, sala 201 a 203. Tel.: (61) 3321-1212 – Fax: (61) 3225-4062. Istoé não se responsabiliza por Cartas para esta seção, com endereço, número do RG e telefone, devem
conceitos emitidos nos artigos assinados. Comercialização: Três Comércio de Publicações Ltda, Rua ser remetidas para: Diretor de Redação, ISTOÉ, Rua William Speers,
William Speers, 1212, São Paulo – SP. Distribuição exclusiva em bancas para
todo o Brasil: Dinap Ltda. – Distribuidora Nacional de Publicações, Rua Dr. Kenkiti
1.088, Lapa, São Paulo, CEP 05067–900. FAX: (11) 3618–4324.
Shimomoto, nº 1678, CEP 06045-390 – São Paulo – SP Impressão: OCEANO
As cartas poderão ser editadas em razão do seu tamanho ou para
INDÚSTRIA GRÁFICA LTDA. Rodovia Anhanguera, Km 33, Rua Osasco, nº 644 – facilitar a compreensão. CORREIO ELETRÔNICO: cartas@istoe.com.br
Parque Empresarial – 07750-000 – Cajamar – SP

12 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD

MINAS
ESTA NO

Pode não parecer,


mas a máquina
pública de Minas
não se sustenta.
Minas passou de todos os limites, chegando duras, porém inadiáveis. Arrumar a casa e
à ordem de 34,5 bilhões de reais em despesas destravar o Estado para trazer desenvolvimento
não pagas, com salários do funcionalismo e prosperidade. Utilizar o bom senso para
atrasados e parcelamento do 13º. Se faltaram reverter a situação e deixar o Estado mais
recursos até para manter a folha de pagamento, forte para cuidar dos interesses de todos
imagina para oferecer serviços de qualidade os mineiros.
e um atendimento eficiente para a população.
Isso precisa mudar. Com a união do Executivo,
Legislativo e Judiciário, vamos resgatar Minas.
Para isso, o Governo elaborou um plano de
recuperação financeira que vai exigir medidas Acesse minaspracima.mg.gov.br e saiba mais.

MINAS PRA CIMA.


Juntos, a gente consegue.
Grupo Unico Pdf PaD

Editorial Carlos José Marques, diretor editorial

ARMAS CONTRA O GOLPE


J
air Bolsonaro quer armar o povo para evitar um golpe de estaria permitindo, também, equipar os “comunistas” com mu-
estado. Foi seu último argumento para a ideia fixa de tentar nição para a batalha do “bem contra o mal”? Bolsonaro resolveria
passar, na marra se possível, mudanças inconstitucionais no esse dilema de qual forma? Com um novo decreto, limitando a
tocante a porte e posse de armas de fogo. Não deu. O Senado compra, porte e uso a quem, comprovadamente, demonstrasse
sepultou o intento, com folgada margem. A Comissão de Cons- posição ideológica de direita, como a sua? Esse tipo de tergiver-
tituição e Justiça também já havia aplicado uma acachapante sação bolsonarista do golpe para fazer valer um objetivo serve
derrota ao plano presidencial nesse sentido, elaborando até pa- tão somente a inflamar o clima de racha que já paralisa o País.
recer contrário. O Supremo Tribunal Federal Ao defender de maneira equivocada a popu-
era outra esfera preparada a derrubar o desvio lação armada para uma batalha de poder ele
de norma se ele fosse além das linhas de con- flerta com a barbárie – além de tentar transfe-
trole legislativas. E, não menos importante, a rir ao cidadão comum a responsabilidade de
própria população, em pesquisa recente do garantia da própria segurança, dever inarredá-
Ibope, tinha voltado a reiterar, pela enésima vel do Estado. Lá atrás, o líder venezuelano
vez, que era majoritariamente contra: 73% dos Hugo Chavez defendeu a mesma fórmula para
pesquisados disseram “não” ao porte e 61% depois instalar uma ditadura desumana e
rejeitaram o afrouxamento das regras de posse sangrenta. O viés autoritário viceja com forte
previstas no Estatuto do Desarmamento de presença em governantes que pregam fuzis,
2003. O decreto feria a lei nas duas frentes e revólveres e espingardas nas mãos das pesso-
exorbitava prerrogativas presidenciais. Lição de moral, deveras as para conflitos imaginários. Nenhum chefe de Nação que se
repetida, novamente em teste na teimosia intrínseca do mito: preze pode estimular o surgimento de milícias paraestatais. E
um mandatário pode muito, mas não pode tudo. Concluída a com essa insinuação descabida do golpe foi exatamente o que
etapa de desaprovações, desponta a questão do golpe que, teo- Bolsonaro acabou por encorajar. Que as alegações sejam sólidas.
ricamente, pelas maquinações cerebrais de Messias, estaria em Que os projetos tenham fundamento concreto. Que os planos
vias de acontecer. Ou ao menos seguiria como pesadelo recor- estejam amparados no desejo da maioria da população. Não se
rente, já que parece lhe atormentar diuturnamente, mais do que pode mais seguir com uma pauta de prioridades descolada do
a qualquer um. Como se daria e por intermédio de quem a tal interesse geral, perdida em amenidades ou em desejos pessoais
tentativa de deposição do recém-eleito? Talvez, na elucubração e de patotas. Dias atrás se tomou como nova bandeira a revisão
mais frequente e previsível de sua ala de pensamento, caberia à das chamadas tomadas de três pinos. A sandice foi adotada lá
esquerda dos “comunistinhas” tal feito. Com base em que Bol- atrás. Casas, prédios residenciais e comerciais, usuários de diver-
sonaro enxerga algum ambiente para um golpe? Empunhando sas matizes foram obrigados a adotar a troca do sistema, com os
a bandeira de uma destituição iminente pelas vias da tomada custos decorrentes da inevitável mudança. Agora o capitão re-
ilegal do Planalto parece trafegar na mesma trilha de delírios formado deseja voltar atrás. Mudar de novo. Quem pagaria o
conspiratórios que o PT seguiu recentemente. Aos fatos, decerto preço da reviravolta seria, mais uma vez, o desavisado consumi-
irrefutáveis: Esquerda não tem como dar golpe, como também dor, jogado de um lado ao outro nas esquisitices de seus suces-
não foi alvo de um lá atrás – em que pese a insinuação ignara de sivos governantes. Em um País com 13,4 milhões de desempre-
que forças da oposição sabotaram a gestão da “mãe do PAC”. gados, economia em queda e problemas de monta, o mandatário
Todos sabem: Dilma Rousseff caiu por impeachment, no bojo escolhe tratar da abolição das cadeirinhas de crianças nos carros,
das pedaladas fiscais comprovadamente demonstradas. No re- defender motoristas infratores, acabar com o horário de verão,
vival de teorias obsessivas caberia perguntar: e onde estariam os eliminar radares das estradas e... rever a tomada de três pinos.
militares caso confirmado mais adiante um episódio profano Sem contar a compulsão para guerras com inimigos fictícios,
dessa natureza? Ou as forças armadas não seriam suficientes para enxergando comunistas até debaixo da cama. O golpe, no en-
dar suporte bélico ao comandante do País? Seria preciso a popu- tender dessa vertente fantasiosa, anda a espreita. Só se for mes-
lação armada para lutar em trincheira – tais quais cidades inva- mo o golpe de abstinência cerebral. Já passa da hora de o chefe
didas e ocupadas por inimigos a exemplo da Paris da Segunda da Nação tratar do que realmente interessa e que tem sido recla-
Grande Guerra – para dar conta do recado? E aí mais uma inda- mado pelos mais de 200 milhões de brasileiros sob seu coman-
gação nessa pândega de dúvidas: armando a população, não se do. Sem armas, sem guerras, sem divisões.
reprodução piauí

14 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD
Sumário
Nº 2582 – 26 de junho 2019
ISTOE.COM.BR

30 24

ARTIGO O senador Flávio Bolsonaro cultiva


a prática democrática da política e do diálogo
e se torna um exímio articulador

BRASIL
CAPA As pistas da Polícia Federal para
prender os criminosos que violaram as conversas
34 Cresce a
“bancada
da selfie”,
do então juiz e hoje ministro Sergio Moro

formada por
parlamentares,
como Renata
Abreu (foto), Entrevista 8
que usam as
Cartas 12
redes sociais
como exercício Brasil Confidencial 20
de seus
mandatos Semana 22
Brasil 24
Comportamento 44
Em Cartaz 64

Última Palavra 66

ARTES VISUAIS
62
Primordial e
futurista, Björk
trava diálogo
intimista com
público do
MIS-SP, levando-o Você também pode
a experimentar ler ISTOÉ baixando
os seis estágios a edição em seu
de um processo Smartphone e tablet
de recuperação
emocional

FOTOS EDITORIAIS: WILSON DIAS/AGÊNCIA BRASIL, ROBERT ALVES/PODEMOS, DIVULGAÇÃO 15


Grupo Unico Pdf PaD
Artigos
por Luís Antônio Giron por Rica

A seguir: Sérgio Pardellas, Vicente Vilardaga, A seguir: José Manuel Diogo, Mario Vitor Ro
Germano de Oliveira, Mário Simas Filho, Antonio Carlos Prado

Moro, LuLa e a Luís XVi


jornada do herói a passeio
S ergio Moro e Luiz Inácio Lula da
Silva duelam há cinco anos. A luta
à casa com uma poção mágica e assim
ajuda os homens.
no BrasiL
reúne os principais estágios de um
percurso mítico. Tudo se originou na
Operação Lava Jato, chefiada pelo juiz
É um enredo mil vezes percorrido por
outros personagens, como Osíris, Buda
ou, mais apropriadamente nesse caso,
F ico imaginando Luís XVI, rei
francês deposto e decapitado
durante a Revolução Francesa
Sergio Moro que indiciou, julgou e Enkidu e Gilgamesh, os rivais da epopeia (1789-1799), viajando no tempo e no
prendeu empresários e políticos, suméria que disputam a conquista do espaço para desembarcar em Brasília
inclusive Lula, em nome do combate à universo. Moro e Lula terão de se hoje. Ele se sentiria em casa.
corrupção. No palco nacional, enfrentar neste e somente neste campo Encantado com alguns
irromperam as figuras do juiz algoz ou (não estou me referindo à realidade aperfeiçoamentos que fizemos em
justo do presidente contraventor ou mundana) para triunfar. seu sistema de governo, talvez ele até
preso político. Ambos têm se Lula obedece essa cartilha como resolvesse se mudar para cá.
engalfinhado pela vitória do Bem sobre o quem a conhece há muito tempo. Já se Para o monarca, Brasília talvez
Mal. Por mais que sejamos partidários de encontra no umbral do estágio onze, o da fosse uma versão moderna, só um
um ou outro, é impossível ignorar que tal ressurreição do herói, e pode receber o pouquinho mais árida, de Versalhes,
conflito se encontra acima da sede do poder na sua época e para
polícia, da política e do sistema. O que nem Moro nem Lula onde as riquezas de toda a França
Os brasileiros são levados a migravam. A incapacidade da
parecem saber é que trilham
acompanhar um embate em nobreza do Planalto de compreender
crescente suspense. Seu final
um caminho mítico. Vencerá a realidade do resto do País
determinará o vilão e o herói. quem cumprir os doze certamente lhe seria familiar.
O que nem Moro nem Lula estágios do percurso iniciático Logo ele reconheceria a toda
parecem saber é que trilham poderosa família real, as decisões
um caminho mítico. O antropólogo elixir da redenção — pelo menos assim intempestivas do rei e seus
americano Joseph Campbell definiu-o vaticina a esquerda. príncipes-pimpolhos, e os alegres
como “A jornada do herói”. Vencerá Moro mal acaba de chegar ao sexto conselheiros reais. Provavelmente,
quem cumprir os doze estágios do estágio, o das provações iniciais. Se não estranharia que o mais influente
percurso iniciático. Este envolve um observar as lições de Campbell e entre todos viva na Virgínia, nos
homem comum que é chamado à mantiver o pacto com a extrema direita, Estados Unidos.
aventura. Vacila, mas encontra um aferrando-se ao governo após os
mentor que o convence aceitar o desafio. vazamentos, saírá frustrado da jornada. À
Então o herói cruza o mundo mágico, beira do abismo, Moro tem um caminho Diante das lagostas do
sofre e passa por testes para aprender os mais longo a trilhar. Talvez só a renúncia STF e outras mamatas,
preceitos que o conduzirão à perfeição. e aceitação de um duelo definitivo com o o rei guilhotinado diria:
Passa a fase, mas é lançado à maior crise. inimigo poderá levá-lo à superação e ao
“Nem nós tivemos isso”.
É quando enfrenta a morte e é pódio — ou à derrota final. Uma ressalva:
recompensado ao superá-la. Volta ao tudo isso é o que indica o gráfico mítico e
É melhor arrumar a casa
mundo terreno e é de novo desafiado a não a vida real. Mas há momentos em antes que Robespierre
mostrar seus poderes. Ao vencer, retorna que a realidade se rende à lenda. apareça

16 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD

por Ricardo Amorim por Murillo de Aragão

o, Mario Vitor Rodrigues, Elvira Cançada, Bolívar Lamounier A seguir: Marco Antonio Villa

No Congresso, Luís XVI veria a


corte, suas mordomias e a convicção
poLítica e conVicção
de que as regras que valem para os
demais não têm de valer para os
nobres. No funcionalismo público,
veria uma aristocracia moderna,
A convicção é a força motriz da
ação política. E a política quase
sempre é uma operação futuro a
Revolução de 1930, o Estado Novo e o
Movimento Cívico-Militar de 1964.
Ainda hoje as influências do
sustentada pela riqueza produzida descoberto. Promete-se algo a partir tenentismo estão presentes. Há
pelo povo, mas pouco sensível às de uma convicção e, a partir daí, se também, como já identificado por mim
suas mazelas. recolhem apoios para seguir em anteriormente, o ativismo judiciário da
Seriam as lagostas do STF os famosos frente. A convicção é a pedra angular República de Curitiba, que surge como
brioches da rainha consorte Maria do processo, sem a qual não se uma espécie de neotenentismo. Daí
Antonieta? E as dezenas de bilhões de consegue convencer os aliados, nem não ser excêntrica a aliança entre o
reais pagos anualmente a funcionários intimidar os adversários, muito ex-juiz da Operação Lava Jato e hoje
públicos, inclusive aposentados, que menos derrotar os inimigos. ministro Sergio Moro e o presidente
independente de seus resultados, A convicção, como pressupunha Jair Bolsonaro. Ambos partilham de
recebem bônus de desempenho. “Nem Nietzsche, pode ser uma inimiga da convicções semelhantes cujas raízes se
nós tivemos isso”, diria. E os auxílios para verdade, já que não é, encontram no tenentismo.
moradia, creches, paletós, livros, esposas necessariamente, fundamentada A política brasileira passa por um
e filhas solteiras pensionistas e até nela. A grosso modo, a convicção — período de exaltação de convicções
cachorros com cinco patas: “Como nunca quando mais forte que a verdade que tem sua gênese na Lava Jato. Que,
pensamos em algo assim?” — tende a ser contaminada
A notícia da falência do setor público por doses elevadas de Mais que um processo legal, a
por excesso de gastos lhe soaria misticismos, dogmas e
Lava Jato virou um psicodrama
familiar. A decisão de excluir o crendices.
funcionalismo estadual do duro e Os movimentos políticos
que aciona energias baseadas
necessário ajuste da Previdência para mais fanáticos tiveram na em convencimento. Como
evitar que o País colapse, forte convicção a forma de resultado, o consenso perde
provavelmente, mais ainda. se alavancar perante às espaço. Resta esperar que o
A Revolução Francesa aconteceu há sociedades, quase sempre
juízo prevaleça
230 anos, mas a julgar pelo em torno de uma narrativa
comportamento dos políticos e do emocional. Alguns dos
setor público brasileiros, a notícia exemplos mais notórios de convicção em sendo mais do que um processo
ainda não chegou a todos por aqui. mentirosa como força de judicial, também é uma espécie de
Seria prudente que chegasse. Mais alavancagem política são o nazismo psicodrama que promove emoções
prudente ainda seria se nossos e o stalinismo. enquanto energias de transformação.
políticos aprovassem uma Reforma da As convicções no Brasil também O consenso como convicção perdeu
Previdência ampla, profunda e que movem a política, ainda que, na espaço. Em consequência, teremos um
atinja com firmeza nossa corte, nossos prática, os interesses ganhem acirramento de atritos e disputas como
nobres e nossa aristocracia, antes que o acentuada relevância. Todavia, os forma de solução para problemas
revolucionário Robespierre e o principais movimentos de diversos. Considerando o cenário, os
diligente doutor Guillotin, com seu transformação política do País cintos de segurança institucionais
instrumento de decapitação, pensem nasceram de convicções ideológicas e devem estar a postos. E o juízo deve
também em viajar para cá na mesma programáticas bem definidas pelo prevalecer no silêncio das reflexões de
máquina do tempo. tenentismo dos anos 1920: a quem manda no País.

As opiniões dos colunistas não necessariamente refletem a posição da revista 17


Grupo Unico Pdf PaD
Frases por Guilherme Sette

“FOMOS
“COSTUMAVA ME
ESCONDER MUITO
SURPREENDIDOS.
ATRÁS DO CABELO, A ESTRUTURA
MAS ENTENDI QUE
NÃO PRECISO DELE
LOGÍSTICA DE
PARA SER BONITA” HOTÉIS NÃO
CARA DELEVIGNE, atriz ESTÁ À ALTURA
DE UMA COPA
AMÉRICA”,
RAFAEL DUDAMEL,
técnico da seleção
de futebol da
Venezuela, sobre
a infraestrutura do Brasil
— esquecendo-se que
seu país acabou

MAGREZA
VIROU
SINÔNIMO
DE ELOGIO.
E NÃO É”
BRUNA MARQUEZINE, atriz
FOTOS: REPRODUÇÃO, RAUL ARBOLEDA/AFP, INSTAGRAM, NELSON PEREZ/LUMINAPRESS, HUGO SILVA/RED BULL CONTENT POOL, GABRIELA BIL/ESTADÃO CONTEÚDO, DIVULGAÇÃO

ISTOÉ 2574 1/5/2019


Grupo Unico Pdf PaD

“Os “Estamos

deputadOs cErcados
por produtos

abOrtaram químicos
com os quais

a NOva arriscamos
nossas vidas”

previdêNcia”
leonardo
trasande,
pesquisador,
Paulo guedes, ministro da Economia, sobre os
referindo-se às mudanças no Benefício hábitos de
de Prestação Continuada e remoção consumo da
população
de estados e municípios da Reforma

“Em outros lugares do “Se eu fosse


homem, teria
mundo, nós teríamos virado herói”
autorização para mandar Maya gabeira, surfista,

um míssil e explodir comentando o acidente quase

aquelas pessoas” mortal que sofreu ao surfar


ondas gigantes no Taiti, em 2011
Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro,
sobre ação contra traficantes na Cidade de Deus

“Sempre odiei
“rodrigo maia brilha minhaS cicatrizeS,
na eScuridão celeSte” até eStrelar
Fernando henrique cardoso, um filme”
ex-presidente do Brasil, apontando o Vicky knight, atriz,
presidente da Câmara dos Deputados vítima de um incêndio aos
como a esperança do atual governo oito anos de idade, que
estrelará o “Dirty God”
Grupo Unico Pdf PaD
por Germano Oliveira
Colaborou Wilson Lima

BRASiL Confidencial
Rápidas
* Para salvar milhares
de Santas Casas e hos-
pitais filantrópicos da
falência, o ministro da
Saúde, Luiz Henrique
Mandetta, anunciou a
liberação de linha de
crédito de R$ 1 bilhão
para o segmento aten-
der usuários do Sistema
Único de Saúde (SUS).
Dinheiro do BNDES.

* A insatisfação de de-
putados no PSL deverá
Mãos à obRa O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, trabalha em silêncio provocar a debandada
de pelo menos dez de-
Acordo bilionário Minha Casa Educação les, entre os quais Ale-
Ao aprovarem o crédito suplementar de R$ Para a construção Esse acordo foi xandre Frota. Ele disse
248 bilhões para o governo Bolsonaro pagar das 26 mil novas selado pela deputada que se soubesse que o
contas do Bolsa Família, benefícios para idosos casas, serão Joice Hasselmann governo seria tocado
carentes (BPC) e Plano Safra, os parlamentares contratados 50 mil (PSL-SP), líder do por Olavo de Carvalho
acertaram que parte desse dinheiro deve ser, trabalhadores. Este governo no teria anulado o voto.
obrigatoriamente, direcionada para alguns ano, o ministro Congresso, em
setores essenciais. Um deles é o habitacional: Canuto já fechou nome do presidente * Os deputados estão
o governo precisa aplicar R$ 1 bilhão no a construção de Bolsonaro. Além irritados com a falta de
programa Minha Casa, Minha Vida. Assim, o 106 mil unidades do dinheiro para pagamentos de emen-
Ministério do Desenvolvimento Regional, do e entregou 30 mil moradias, o governo das parlamentares. Nos
ministro Gustavo Canuto, decidiu que vai usar delas, ocupadas se comprometeu a primeiros cinco meses,
esse dinheiro para construir 26 mil novas por 122 mil pessoas. destinar R$ 1 bilhão o governo liberou so-
casas populares este ano. Além de dar novas O ministro vem para a Educação, mente R$ 1,7 milhão em
moradias a pessoas de baixa renda, o trabalhando sem R$ 550 milhões para emendas. No ano pas-
governo vai investir no setor da construção muito estardalhaço. a Transposição do sado, Temer liberou R$
civil, que é conhecido por gerar muitos Na semana passada, Rio São Francisco e 425 milhões ao mês.
empregos. O programa foi lançado por entregou 1.296 casas R$ 330 milhões para
Dilma, mas Bolsonaro o está incrementando. em Belém. bolsas do CNPq. * O presidente Bolsona-
ro garante que a chan-
ce de demitir o ministro
Disputa acirrada da Justiça Sergio Moro
Antes de Moro ir para o STF, pode ser que vá primeiro o juiz Marcelo é “zero” e mantém sua
Bretas. É que a próxima vaga será aberta em novembro de 2020, com a promessa de indicá-lo
aposentadoria de Celso de Mello. Para ela, Bolsonaro pode indicar Bretas, para o STF. O ministro
que é evangélico, do Rio, e bolsonarista. O presidente disse que deseja vive em clima de ten-
um evangélico no STF. Para Moro, ficaria a vaga que se abrirá com a saída são permanente já há
de Marco Aurélio Mello, em julho de 2021. duas semanas.

20 ISTOÉ 2582 26/6/2019 FOTOs: FABIO MOTTA/EsTADãO; VAlTEr CAMpAnATO/Ag. BrAsIl; MArCEllO CAsAl Jr/Ag. BrAsIl
Grupo Unico Pdf PaD
“Lula
RETRaTo FaLado tinha que ToMa Lá dá Cá
tomar prisão
perpétua” SENADOR PLÍNIO VALÉRIO (PSDB-AM)
a maioria dos senadores apoia a Reforma
da previdência?
A reforma vai passar aqui no Senado sem maiores
O general Augusto Heleno, ministro do problemas. E não vai passar porque o presidente
Gabinete de Segurança Institucional quer. Passará porque a nossa convicção
(GSI), ficou inconformado com a é que o Brasil precisa da reforma.
declaração estapafúrdia de Lula, na Na Câmara, o projeto do
cadeia, dizendo desconfiar que não governo será alterado, não
tenha sido verdadeira a facada dada chegando a R$ 1 trilhão.
Esse R$ 1 trilhão é coisa do Paulo
por Adélio Bispo em Bolsonaro em
Guedes, que chuta um número.
Juiz de Fora. Heleno foi à loucura,
As propostas de alteração para
afirmando que o ex-presidente estava os trabalhadores rurais e BPC
sendo desonesto e debochando da serão retiradas na Câmara
sociedade. Já Bolsonaro disse que se e as mudanças serão mantidas
Lula tivesse levado a mesma facada no Senado.
“sairia muita cachaça da barriga dele”. o psdb votará em massa
Bateu, levou. na Nova previdência?
Os oito senadores do PSDB não
concordam com mudanças
Baixas na caserna afastou o general Franklimberg profundas que descaracterizem
a reforma. Isso o PSDB não
O presidente Jair Bolsonaro Ribeiro de Freitas, da Fundação
vai aprovar.
está fazendo um estrago no Nacional dos Índios (Funai).
meio militar, deixando o Alto É o capitão se insubordinando
Comando em polvorosa. Na contra os generais. No início Prêmio de consolação
última semana, demitiu três do governo, Bolsonaro nomeou Para não deixar o ex-ministro desamparado,
generais do seu governo. Além sete generais para o ministério, Bolsonaro ofereceu a presidência dos
do general Carlos Alberto dos além de 41 militares para Correios para Santos Cruz. Ele não aceitou.
Santos Cruz, da Secretaria de cargos no segundo escalão. No mesmo dia em que foi demitido, limpou
Governo, dispensou também O Alto Comando espera que suas gavetas no Planalto. O presidente disse
o general Juarez Cunha, da a parceria estabelecida coom que a “separação foi amigável”. Cruz
presidência dos Correios, e o presidente não sofra abalos. mandou-lhe uma carta desejando felicidade.

Nova política Bom exemplo


O Novo, presidido por João Amoêdo, fez um Nos estados, o quadro é parecido. O Novo
levantamento sobre o uso do dinheiro da tem 12 deputados estaduais, que contrataram,
União para manter seus parlamentares e em média, 7 funcionários, ao invés dos 23
chegou a uma economia de R$ 40 milhões. Ou autorizados pelas assembleias, com uma
seja, seus oito deputados federais contrataram, economia de R$ 92 milhões. Se todos fizessem
em média, 7 funcionários, ao invés dos 25 o mesmo, a economia seria de R$ 2,3 bilhões.
permitidos. Se os demais partidos fizessem o Só com a redução de funcionários, o Brasil
mesmo, a economia seria de R$ 2,5 bilhões. economizaria R$ 5,7 bilhões em 4 anos.

Crise no PSB
PELO MENOS 15 DEPUTADOS DO PSB ESTÃO REVOLTADOS COM O
PRESIDENTE CARLOS SIQUEIRA, QUE FECHOU QUESTÃO CONTRA A
REFORMA DA PREVIDÊNCIA. ENTRE ELES ESTÃO FLÁVIO GOMES (PSB-SP),
ROSANA VALLE (PSB-SP), FELIPE RIGONI (PSB-ES) E RODRIGO COELHO
(PSB-SC), QUE DECIDIRAM VOTAR A FAVOR, MESMO QUE SEJAM PUNIDOS.

21
Grupo Unico Pdf PaD

Semana por guilherme sette

brAsiL A ONU estima que no País a população irá aumentar em 17,9 milhões de habitantes até 2050

demogrAfiA
A explosão da população mundial
U m relatório publicado pela ONU revelou que a popu-
lação do planeta só deve parar de crescer por volta do
ano de 2100, quando índices estarão bem diferentes em diver-
de 4,5 filhos por mulher — numero atual — para 2,1 na África
Subsaariana. Nessa região, o relatório aponta que a expectativa
média de vida após os 65 anos ganhará mais 15 — uma meta
sos países. Até lá, a entidade estima que o mundo terá mais de antiga da ONU, igualar a média dos países mais precários do
10,9 bilhões de pessoas, e fixa a população atual em 7,7 bilhões. mundo à média mundial observada entre 1990 e 1995. A Aus-
Segundo o levantamento, até 2050 a Terra deve ter até dois trália e a Nova Zelândia serão ainda mais destaque na longe-
bilhões a mais de pessoas do que hoje. O Brasil contará então vidade, visto que é esperado que as mulheres desses países
com 17,9 milhões de habitantes. A maior parte do crescimento atinjam a impressionante média de 90 anos. Num planeta que
virá da Índia e da Nigéria, que cessará eventualmente quando abrigará mais de 10 bilhões de pessoas, cuidar dos recursos
o numero médio de filhos por mulher também diminuir. Nes- naturais é algo que parece imprescindível, afinal eles não se
se aspecto, o relatório prevê, por exemplo, que essa taxa cairá multiplicarão como a população daqui para frente.

AcusAdos dA boAte Kiss irão A Júri


A sexta turma do Superior Tribunal de Justiça decidiu que os acusados pelo incêndio
na boate Kiss irão a júri popular. O tribunal de Santa Maria dará os direcionamentos
para o processo e marcará o julgamento. Os réus são Elisandro Sporh e Mauro
Hoffman, sócios da boate, e Marcelo Santos e Luciano Bonilha, integrantes da banda
“Gurizada Fandangueira”, que tocava na casa na noite da tragédia em janeiro de
2013. Mais de seis anos se passaram, e as famílias das vítimas podem finalmente ter
algum alento: a responsabilização por um desastre que matou 242 jovens.

22 ISTOÉ 2582 26/6/2019 FOTOS: HydrOmeT; reprOduçãO; STeFFeN OLSeN; didier J. FabieN; marcOS cOrrêa/pr
Grupo Unico Pdf PaD

CLiMa
impressionante degelo na groenlândia
Uma foto de cachorros mas os termômetros aumento da temperatura, História
puxando um trenó chegaram a apontar 63% das geleiras do país A voz de
sobre gelo derretido 17,3 ºc quando a diminuíram de tamanho, frida Kahlo
na Groenlândia rodou imagem foi feita. Para alterando o equilíbrio das A imagem da artista
o mundo. Na região, as os cientistas, ela é águas pelo contato entre Frida Kahlo é uma das
temperaturas em junho impressionante, mas longe a água doce descongelada mais reconhecíveis que
são em média 3,2 ºc, de inesperada. Com o e a salgada dos mares. existe. Mesmo assim,
não se sabia como era
sua voz — agora pode
ser que se saiba. A
iNtErNEt Biblioteca Nacional do
oJ simpson no twitter Som do México divulgou
O ex-astrO dO futebOl americanO O. uma gravação, de um
J. simpsOn entrOu para O twitter. O pouco mais de um
perfil acumulOu mais de 700 mil minuto, em que uma
seguidOres e seu vídeO de mulher descreve o pintor
Diego Rivera — marido
“intrOduçãO” na rede ultrapassOu 12,5
de Frida. A gravação
milhões de visualizações. a atitude seria proveniente de
causa espantO pOr causa dO passadO um programa de rádio
de O.J, acusadO de assassinar sua mexicano dos anos
ex-espOsa nicOle em 1994. O 1950. Após a divulgação,
JulgamentO criminal, um grande a secretaria de Cultura
circO midiáticO na épOca, terminOu do México afirmou
cOm a absOlviçãO – eventO infame que irá trabalhar para a
confirmação de que a
descObertO pOr muitOs JOvens nessa mulher de fato é Frida,
semana, que remOveram O “fOllOw” dando voz a uma das
após se infOrmarem. figuras mais icônicas
da história.

POLÍtiCa
saúde em dia
Na quarta-feira 19, antes da cerimônia de assinatura,
em São Paulo, da parceria entre a Caixa Econômica
Federal e o Comitê Paralímpico Brasileiro, o
presidente Jair Bolsonaro, 64 anos, desafiou o
governador paulista, João Doria, 61 anos, a “pagar
10 flexões”. Acompanhados de dezenas de recrutas,
eles executaram os exercícios. Melhor para Doria, que
demonstrou excelente forma e fez treze repetições.

23
Grupo Unico Pdf PaD
Brasil/Capa

CerCo
aos haCkers
A PF segue no encalço dos criminosos que
violaram as conversas mantidas entre o ex-juiz
Sergio Moro e integrantes da Lava Jato. Pistas
estão sendo seguidas no Brasil e no exterior,
e os policiais acreditam estarem próximos
de alcançar os cabeças do grupo
Germano Oliveira

24 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD

“Há um
movimento
claro para
anular
condenações
e impedir
investigações”

“Um grupo
organizado
se valeu
de métodos
criminais para a
quebra do sigilo
de autoridades”
Sergio Moro,
ministro da Justiça

Na Nuvem O ministro Sergio Moro saiu-se bem na sabatina do

D
Senado na quarta-feira 19. Deltan Dallagnol (ao lado) comemorou

esde que o site The Intercept Brasil revelou as trocas de men-


sagens privadas entre o ministro da Justiça, Sergio Moro, e os
procuradores da Lava Jato em Curitiba, o Brasil acompanha
apreensivo à divulgação, em doses homeopáticas, do teor das
interceptações – fruto da violação de celulares de autoridades
brasileiras. O constrangimento ao qual foram expostos os in-
tegrantes da Lava Jato e o ex-juiz que se tornou símbolo do
combate à corrupção no País pode mudar de lado. A Polícia
Federal planeja-se para, nas próximas semanas, tentar emitir
uma contundente resposta ao que classifica de ação orques-
trada perpetrada por criminosos de alto calibre. Sob a coordenação do diretor-
geral Maurício Valeixo, a PF acredita ter se aproximado dos hackers que inva-
diram a privacidade dos procuradores e expuseram as vísceras da Lava Jato. Em
investigações preliminares, os agentes da Polícia Federal já identificaram cone-
xões no Brasil, em especial em Santa Catarina, e no exterior, com o suposto
envolvimento de agentes na Rússia e até em Dubai, nos Emirados Árabes. Se-
gundo agentes ouvidos por ISTOÉ, a PF pode estar perto de alcançar os respon-
sáveis pelo hackeamento ilegal, o que, se confirmado, constituiria uma bomba
capaz de provocar uma reviravolta no caso.
As pistas da principal linha de investigação levam à Rússia. É onde reside o
americano Edward Snowden, notório aliado do jornalista Glenn Greenwald, dono
do site The Intercept Brasil. Em 2013, Snowden se aproximou dos irmãos bilionários
Nikolai e Pavel Durov, que criaram o Telegram, um sistema de comunicação por
mensagens similar ao whatsapp. A PF suspeita que Snowden possa estar por trás
do esquema de bisbilhotagem e divulgação das mensagens de membros do Minis-

25
Grupo Unico Pdf PaD
Brasil/Capa
tério Público Federal. Recentemente, Snowden elogiou o Te- OS CAMINHOS DOS HACKERS
legram por sua resiliência na Rússia, depois que o governo
A Polícia Federal intensificou as investigações para
proibiu o aplicativo e pressionou para que liberasse o acesso
chegar aos responsáveis por violar os celulares do
às mensagens privadas dos usuários. Na PF, há quem acredite ministro da Justiça, Sergio Moro, e dos procuradores
que o americano refugiado na Rússia possa ter se valido de da Lava Jato. Os dados interceptados foram
recentes contatos com os Durov para ter acesso aos diálogos transmitidos ao jornalista Glenn Greenwald, que
publicou as conversas no site The Intercept Brasil
envolvendo as autoridades brasileiras.

CONdiNOme: “luCKY12345” NO BRASIL


A partir da investigação sobre os passos de Snowden, infor-
mantes do Brasil na Rússia puxaram um outro fio do novelo:
o que leva a Evgeniy Mikhailovich Bogachev, de 33 anos.
Na terça-feira 18, a PF
Criador do vírus Cryptolocker e do ardiloso código desencadeou a operação
Zeus, ele é procurado pelo FBI americano por “Chabu” (deu errado)
crimes cibernéticos. Um rastreamento iden- para desarticular uma
organização criminosa
tificou que Slavic ou “lucky12345”, como é
que violava o sigilo de
conhecido, teria recebido US$ 308 mil em operações policiais, de
bitcoins (a moeda virtual). Resta saber se órgãos públicos e de
o depósito foi realmente a contrapartida autoridades. A ação teve
aval do TRF-4
financeira por ele ter participado do pro-
cesso de quebra do sigilo telefônico dos
procuradores. O dinheiro teria circulado
pelo Panamá antes de chegar a Anapa, na
Rússia, onde foi transformado em rublos. Na
última semana, o nome do agente russo veio à tona
pela primeira vez através de um perfil anônimo no twit-
ter. Embora parecesse inverossímil num primeiro momento,
por conter erros de grafia e tradução, ISTOÉ confirmou que a NO EXTERIOR
PF segue sim o rastro da pista, considerada importante pelos A PF, sob coordenação de Maurício Valeixo, diretor-geral
agentes hoje à frente do caso. Em especial, pelos indícios de da organização, apura ramificações na Rússia e em Dubai,
que Slavic, uma espécie de laranja no esquema, possa estar nos Emirados Árabes
ligado a Snowden. Um relatório de segurança da Ucrânia
aponta que “lucky12345” atua sob a supervisão de uma uni- Apura-se as ligações dos hackers
dade da espionagem russa. com Edward Snowden, notório
aliado do jornalista americano
Mas por que os bilionários irmãos Nikolai e Pavel Durov, Glenn Greenwald. Os dois
do Telegram, se aliariam a Snowden e Slavic na tentativa de se associaram em 2013 para
desqualificar a principal operação de combate à corrupção da divulgar documentos secretos
que eles interceptaram da
história recente do Brasil? Agentes da PF colheram informações
Agência de Segurança Nacional
que os levam a crer que os Durov, atualmente abrigados em (NSA), do governo dos EUA
Dubai, podem ter agido com motivações puramente ideológi-
cas. Adeptos do islã, eles teriam ficado enfurecidos com a
proverbial predileção do presidente Jair Bolsonaro por Israel
em detrimento aos árabes. Em abril, depois de recebido com
honras pelo premiê Benjamin Netanyahu, o presidente anun-
ciou a criação de um escritório de negócios em Jerusalém “para
a promoção de comércio, investimentos e intercâmbio” bila-
terais. Netanyahu saudou a abertura de um gabinete brasilei-
ro na cidade e pediu que aquele fosse o primeiro passo para a
abertura da embaixada brasileira em Jerusalém – o que provo-
cou a ira dos islâmicos e, consequentemente, dos Durov.
Bolsonaro, ao alcançar o poder, foi o principal beneficiário da

26 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD

A PF suspeita que os Além das prisões, a PF cumpriu 23


presos podem estar mandados de busca e apreensão,
envolvidos na quebra especialmente na empresa Nexxera,
de sigilo do ex-juiz de tecnologia, suspeita de executar
Sergio Moro e dos as interceptações ilegais
procuradores, como
Deltan Dallagnol

Foram presas sete pessoas,


entre elas o delegado da PF,
Fernando Amaro de Moraes
Caieron, o policial da Polícia
Rodoviária Federal, Marcelo
Roberto Paiva Winter e o
prefeito de Florianópolis,
Gean Loureiro, além do
ex-chefe da Casa Civil,
Luciano Veloso Lima

A PF investiga também
a participação de um
hacker internacional na
trama, o russo Evgeniy
Os irmãos Durov se Mikhailovich Bogachev,
desentenderam com que recentemente recebeu
o presidente Vladimir
Putin e deixaram a
Rússia. Hoje, comandam
o Telegram de Dubai,
nos Emirados Árabes
US$ 308 MIL
movimentados via Panamá
(são milionários). A e Anapa, na Rússia. Ele
suspeita da PF é que seria ligado ao esquema
os Durov promoveram Greenwald/Snowden/Durov
a interceptação das
conversas da Lava Jato
e as retransmitiram
a Greenwald
(diretamente a ele ou A operação teria por objetivo desgastar
por meio de Snowden) a Lava Jato, enfraquecendo Sergio Moro
e contribuindo para a libertação do
ex-presidente Lula, cujo habeas corpus
estará em votação no STF nesta semana

Com a gravidade da situação,


Snowden se asilou na Rússia.
Lá, começou a se relacionar
com os irmãos Nikolai Durov A interceptação não é feita por
e Pavel Durov, os criadores do amadores. Os equipamentos Os hackers seriam ligados a
Telegram (comunicação por usados na operação custariam movimentos muçulmanos
mensagens eletrônicas, similar liderados pelos irmãos Durov,
ao Whatsapp), sistema no qual
os procuradores da Lava Jato
conversavam com Sergio Moro US$ 3 MILHÕES que desejariam desmoralizar a
Lava Jato, o governo Bolsonaro e
seu principal ministro, depois que
o presidente brasileiro defendeu
maior aproximação com Israel,
desagradando o mundo árabe

27
Grupo Unico Pdf PaD
Brasil/Capa
Lava Jato, conduzida por Moro. Desmoralizar
o juiz e a Lava Jato significaria enfraquecer o
bolsonarismo e trazer a esquerda lulista de
volta ao jogo. Confirmada a tese, Greenwald
teria sido a ponta final da operação coman-
dada pelo trio Snowden, Slavic e Durov.
Não custa lembrar que Greenwald e Snow-
den foram parceiros num trabalho desenvol-
vido em 2013 e que expôs dados secretos da
Agência de Segurança Nacional (NSA), do
governo dos EUA. O material interceptado por
Snowden, também de forma ilegal, foi divul-
gado por Greenwald no jornal inglês The
Guardian e em outros jornais pelo mundo
afora, como O Globo, no Brasil. Graças aos
documentos vazados, o jornalista ganhou os
prêmios Pulitzer e Esso. Pressionado a divulgar
detalhes de sua operação, Snowden acabou se O desigNadO O delegado Maurício Valeixo, diretor-geral da PF, está à frente da
asilando na Rússia, onde passou a ser protegi- operação destinada a encontrar os responsáveis pela violação das conversas
do pelo presidente Vladimir Putin. Enquanto
que Greenwald se refugiou no Brasil, casando-se com o brasi- ma semana, a PF adicionou uma organização criminosa que
leiro David Miranda, atual deputado federal pelo PSOL e acabou operava em Santa Catarina ao rol dos suspeitos. Na terça-feira
fixando residência no Rio de Janeiro, de onde opera o The In- 18, a PF desencadeou a operação “Chabu” (vulgo “deu errado”)
tercept Brasil. Atualmente, Snowden é presidente da Freedom em Florianópolis, com o cumprimento de sete mandados de
of the Press Foundation. Um dos co-fundadores é Greenwald. prisão e 23 de busca e apreensão. O objetivo foi a desarticula-
Na última semana, a PF considerou realizar uma
operação de busca e apreensão dos computadores
Para a PF, Nikolai e Pavel Durov,
do dono do The Intercept e conduzi-lo para prestar
depoimento, mas fontes ligadas ao ministro en- do Telegram, teriam se aliado a Snowden,
tenderam que esse fato poderia transformar o Slavic e Greenwald por razões ideológicas
jornalista em mártir e o governo ainda corria o
risco de ser acusado de cercear a liberdade de imprensa. ção de uma quadrilha que vinha quebrando sigilos de autori-
dades no estado para o vazamento de operações policiais e
trabalhO de prOfissiONal ações de órgãos públicos. Para a PF, a quadrilha pode estar
Algo é certo: a PF já sabe que o acesso ilegal ao aplicativo envolvida na operação de hackeamento dos celulares dos
Telegram dos procuradores não foi realizado por amadores. “Não procuradores do Paraná. Entre os presos, está o delegado da
foi uma ação de um adolescente por trás de um computador. PF Fernando Amaro de Moraes Caieron e o policial rodoviário
Tratou-se de um trabalho feito por uma organização criminosa federal Marcelo Roberto Paiva Winter, ambos especializados
altamente especializada”, endossou Moro em depoimento que em crimes cibernéticos e tráfico de drogas. Foram presos
prestou no Senado na quarta-feira 19. De fato, segundo fontes ainda o prefeito de Florianópolis, Gean Loureiro (sem partido)
da PF, o trabalho de hackers na quebra de sigilo de celulares e e o ex-chefe da Casa Civil, Luciano Veloso Lima. Todos eles
computadores foi coisa de profissional. Além de envolver equi- utilizavam a estrutura da empresa Nexxera, de tecnologia, para
pamentos caríssimos que alcançam a casa dos milhões de dó- cometer as ilegalidades. Segundo fontes ligadas ao diretor-
lares, fogem completamente do padrão de hackers de menor geral da PF, Maurício Valeixo, a análise dos documentos
poder destrutivo, conhecidos como “defacements”, que se no- apreendidos será decisiva para apontar a existência do elo do
tabilizaram por fazer as chamadas “pichações políticas” em sites grupo com os hackers da Lava Jato. Assim como a conexão
e organizar malfadados ataques a transações bancárias. No dia Brasil-Rússia-Dubai, o elucidamento do caso parece estar
4, o suposto hacker tentou se passar pelo ministro da Justiça próximo. Quem acompanha as investigações assegura: se os
enviando uma mensagem a um funcionário do gabinete de indícios encontrados até agora se confirmarem, a PF estará
Moro, depois de ativar uma conta no Telegram. bem perto mudar o rumo do rumoroso episódio que mono-
Sem descartar as pistas que surgem pelo caminho, na últi- polizou as atenções dos brasileiros nas últimas semanas.

28 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD
Grupo Unico Pdf PaD
Brasil/Personagem

FlÁvIO,
O arTIculadOr
Convicto de que a interlocução com todas as tendências vale muito mais do que
as divergências ideológicas, o filho mais velho do presidente da República tornou-se
uma importante peça no equilíbrio do Poder Legislativo
Antonio Carlos Prado

TRABALHO Flávio coseguiu colocar frente a frente senadores que, anteriormente, não se falavam: exercício da política

30 ISTOÉ 2582 26/6/2019 FOTOS: DIDA SAMPAIO/ESTADÃO CONTEÚDO; GErAlDO MAGElA/AGÊNCIA SENADO; JEFFErSON ruDy/AGÊNCIA SENADO
Grupo Unico Pdf PaD

O
diálogo é inerente ao exercício
da política assim como a demo-
cracia é imprescindível para o
desenvolvimento racional de
JACQUes WAGneR Para Flávio, o petista “é
uma pessoa experiente e equilibrada” que o
surpreendeu positivamente
mAJOR OLÍmPiO “Flávio tem função
fundamental na articulação política e no
diálogo com a oposição”

uma nação. Esses dois fatores caminham juntos, um não ocor- postas movimentações financeiras ilícitas de seu ex-assessor
re sem o outro. O senador Flávio Bolsonaro, filho mais velho do Fabrício Queiroz. Hoje ele segue apoiando o presidente da
presidente da República, vem demonstrando que segue tais Casa, Davi Alcolumbre, a quem ajudou a eleger, e comanda
princípios, essenciais em seu trabalho de legislatura - mandato cinco comissões. “O Flávio é indispensável na articulação
que lhe foi legal e legitimamente outorgado pelos brasileiros. política”, diz o líder do PSL no Senado, Major Olímpio. “Con-
Flávio tornou-se um dos principais articuladores das pautas, versa com todas as bancadas, é moderado e tranquilo”.
PECs e decretos do Poder Executivo junto aos parlamentares,
colocando-se fora da chamada ala ideológica do governo e BOm diA, senAdOR
igualmente longe do mar de extremismos que está inundando Longe da algazarra e algaravia promovidas atualmente
e afundando o País nos últimos tempos. A “prática da política”, pelas redes sociais, das quais ele também se vale mas com
definida pela filósofa e pensadora Hannah Arendt como antí- extremo comedimento, a moderação de Flávio, à qual o cor-
doto ao totalitarismo, é função precípua do Legislativo. “Não se religionário Major Olímpio se refere, pode ser vista como uma
pode ser contra a política em geral, ter o pressuposto de que dupla vocação — ele atua abertamente na linha de frente, mas,
tudo aquilo que venha de políticos é ruim”, diz Flávio. Sobre os ao mesmo tempo, nutre o gosto de articular nos bastidores.
rótulos de “velha” e “nova” política, agora muito em voga no Estratégia ou temperamento? Isso, a rigor, não importa. O que
Brasil, o senador afirma: “O que eu faço é a boa política”. conta é o que Flávio faz, e não como faz, para dar prestígio ao
A mais direta tradução do que Flávio nomeia como “boa Executivo e também a seus pares — em um Brasil onde con-
política” é cumprir a sua função de articulador por meio da versar virou coisa de grupos nos quais seus membros a priori
interlocução, sem sectarismos, com todas as correntes ideo- já concordam entre si, o senador vem conseguindo colocar
lógicas que compõem o Senado. “Falo com a situação e falo frente a frente colegas que anteriormente não trocavam sequer
com a oposição, esse é o dever de um parlamentar”, diz ele. um bom dia. Fora dos holofotes e sem alarido, ele participou
E explicita. Embora não seja da base do governo, o senador na semana passada da indicação do novo presidente do BNDES,
Otto Alencar (PSD-BA) é uma conversa muito importante. o engenheiro Gustavo Montezano.
Outro exemplo é o senador Jacques Wagner, petista baiano Outras duas boas histórias de sua quietude envolvem
e, digamos, uma das pontas mais diametralmente opostas às o ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas. Certa vez
convicções políticas e até religiosas do cristão protestante o senador Lucas Ribeiro (PSD-AP) o procurou, tristonho,
que é Flávio. “O Jacques Wagner é um senador experiente e porque a BR-156 não constava do decreto do ministro, que
equilibrado. Surpreendeu-me muito apesar de ele ser do PT”. liberava R$ 20 milhões para pavimentação de estradas (a
Por esse método democrático e valorizando o exercício da BR-156 está inacabada há 90 anos). Flávio conversou com
política, em quatro meses a jornada de Flávio Bolsonaro no Tarcísio, a 156 foi incluída no decreto. Maior discrição,
Senado mostra-se bastante rara de ser cumprida. A sua pos- ainda, ele manteve quando Tarcísio lhe contou sobre o
se se deu em fevereiro, em meío às fortes acusações de su- pacote de concessões de rodovias federais no Rio de Ja-
neiro. O ministrou o convidou para o
Longe da algaravia, Flávio mostra duas vocações: anúncio público, já que tivera papel fun-
damental na articulação das medidas. O
age na linha de frente do Legislativo mas também senador, influente mas espartano, decli-
nutre gosto pela atuação nos bastidores nou o convite.

31
Grupo Unico Pdf PaD
Brasil/Governo SantoS Cruz

A fAxinA
Ex-ministro da Secretaria de Governo da
Presidência, o general foi demitido depois
de um longo período de fritura, que passou
por ataques do filósofo Olavo de Carvalho
e do filho do presidente Carlos Bolsonaro

Presidente faz mudanças em cargos


estratégicos pensando em uma equipe
mais alinhada ao discurso do capitão:
uma verdadeira limpeza na máquina
Wilson Lima

E
m menos de seis meses, o presidente Jair
Bolsonaro promoveu uma limpa no governo:
demitiu seis chefes de ministérios, empresas
públicas e órgãos ligados à administração fe-
deral. Não por indícios de corrupção como
aconteceu no início do governo Dilma Rous-
seff (PT), mas por falta de afinidade ideológica ou adminis-
trativa. Até o momento, já foram alvo da faxina bolsonaris-
ta o ex-ministro da Secretaria de Governo Santos Cruz, o
ex-presidente do BNDES Joaquim Levy, os generais
Franklimberg Ribeiro de Freitas, ex-presidente da Funai, e
Juarez da Paula Cunha, ex-presidente dos Correios – além
do ex-Secretário-Geral da Presidência Gustavo Bebianno e
o ex-ministro da Educação Ricardo Vélez Rodrigues. A Franklimberg
maioria deles, amigos de farda do presidente, o que mostra ribeiro de FreitaS
que o capitão não tem levado em consideração nem mesmo O general foi exonerado atendendo a
à hierarquia militar para por em ação sua vassoura sanea- pressões da bancada ruralista no Congresso,
que via o presidente da Funai como alguém
dora. Em todos os casos houve um similar método de fri- que trabalhava a favor dos índios na
tura, atingindo inclusive pessoas indicadas pelo próprio questão da demarcação de seus territórios
presidente, como o próprio Santos Cruz. Na prática, Bolso-
naro emitiu um claro recado aos demais integrantes do
governo: não existe ministro indemissível e a tal carta
branca franqueada pelo presidente no início do mandato
era, na realidade, de outra cor. lando ações contrárias às que ele pregou na campanha.
“Não aceito traição no meu governo”, disse o presiden-
“Não aceito traição” te Bolsonaro em recente reunião.
Bolsonaro parece exercitar o seu lado militar, estilo “pre- De todas essas exonerações, as de Santos Cruz, Joa-
to no branco”, ao definir quem vai seguir ou não com ele quim Levy e Bebianno talvez tenham sido as mais sim-
até o fim do governo. De acordo com auxiliares do Planalto, bólicas nessa linha. Embora amigo de Bolsonaro, Santos
o presidente tem sido bem pragmático ao tratar do tema: Cruz vinha sendo cozinhado em banho-maria há algum
não vai tolerar mais qualquer tipo de flerte de seus ministros tempo. Pesaram contra ele os confrontos com Olavo e
com a chamada velha política, em tentativas de conchavos seu filho Carlos. O general foi acusado de ser complacen-
que ele considere pouco republicanos. Não que estes mi- te com a esquerda, atendendo parlamentares de siglas
nistros tivessem algum envolvimento com esquemas de oposicionistas e também de articular acordos com inte-
corrupção, mas todos perderam os empregos quando o grantes da chamada “velha política”, recebendo no Palá-
presidente teve conhecimento de que eles estavam articu- cio do Planalto integrantes de partidos como o PL, Soli-

32 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD

Juarez da Paula Cunha


O general deixou a presidência dos
Correios porque Bolsonaro considerou
que ele vinha agindo como “sindicalista”,
ao se posicionar contrário ao projeto do
governo de privatizar a empresa estatal

Joaquim levy
O ex-presidente do BNDES deixou
o cargo depois de não atender
aos apelos do presidente de
abrir a “caixa preta” do banco e
lançar luz sobre os empréstimos
fraudulentos de empresas e
governos aliados ao PT

dariedade, DEM e PP. Além disso, bateu de frente com Carlos


tava agindo como sindicalista”. Ele foi ao Congresso e lá
por causa das verbas de publicidade do governo.
defendeu que a estatal não fosse privatizada, como deseja
Outros dois amigos que Bolsonaro precisou varrer do
o governo. Outro que foi exposto publicamente foi o ex-
governo foram os generais Franklimberg de Freitas (Funai)
presidente do BNDES, Joaquim Levy. Há tempos, o presi-
e Juarez Cunha (Correios). O presidente dos Correios foi
dente vinha pedindo para ele abrir a “caixa preta” do banco,
demitido pela imprensa. Durante café da manhã realizado
revelando detalhes das operações ilegais que Lula e Dilma
na quinta-feira 13 com jornalistas, Bolsonaro disse que de-
fizeram no órgão. Mas Levy não atendeu o presidente. Re-
mitiria Cunha da presidência dos Correios porque ele “es-
sultado: foi praticamente defenestrado do governo no sá-
bado 15, durante uma entrevista coletiva na
qual Bolsonaro dizia estar “por aqui” com ex-
Em todos as demissões houve um similar
todo poderoso do BNDES. Ele apressou-se e
método de fritura, atingindo inclusive demitiu-se no domingo, antes mesmo que a
pessoas indicadas pelo próprio presidente vassoura de Bolsonaro o alcançasse.

33
Grupo Unico Pdf PaD

Brasil/Legislativo

BANCADA
DO SELFIE
Aumenta o número de parlamentares
que utilizam as redes sociais
obsessivamente no exercício de
seus mandatos. Esse fato comprova
que toma corpo um novo tipo de
populismo — o digital
Vicente Vilardaga e Wilson Lima

DIÁRIO DE UMA
DEPUTADA
Presidente do Podemos
reforçou equipe de
mídias sociais
Ela conta com uma
equipe de produção de
conteúdo que envolve
dois cinegrafistas e
jornalista e tem uma
rotina de publicações
rígida e diária. Quando
chega em Brasília faz
uma live e quando vai
embora faz outra. Produz
também o blog “Diário de
uma deputada federal”.
Sua principal mídia social
é o Facebook, onde tem
218 mil seguidores. Ela
também possui 15,7 mil
seguidores no Instagram
PROGRAMAÇÃO Renata Abreu faz live para divulgar sua agenda e o balanço de atividades

34 ISTOÉ 2582 26/6/2019 FOTO: EVANDRO ÉBOLI, ROBERT ALVES / PODEMOS, REPRODUÇÃO
Grupo Unico Pdf PaD

Ou de se confundir a opinião manifes- dia para aparecer melhor. Nomes como a


tada nas redes com a vontade real dos da líder do governo no Congresso, Joice
eleitores e da maioria. Hasselmann (PSL-SP), montaram equipes
A deputada federal Renata Abreu específicas para isso. Joice tem uma as-
(Podemos-SP) é uma usuária incansável sessora exclusiva para trabalhar com as
das mídias sociais — e, como seus corre- suas redes. O senador Jorge Kajuru (PSB-
ligionários, acredita na força das pesqui- GO) montou um estúdio de tevê em seu
sas e no engajamento dos seguidores para gabinete para gravar os seus vídeos. Ele
fazer política. “Tem gente que ganha voto dispõe de uma equipe de doze pessoas e
promovendo polêmicas. Nós preferimos produz cinco vídeos por dia. Outros polí-
promover o relacionamento em massa”, ticos têm aproveitado as redes para
diz ela. “A ideia não é jogar para a plateia, transmitir reuniões e encontros impor-
mas sim permitir que o legislador possa tantes. O deputado Júnior Bozzella (PSL-
se expressar com imparcialidade” — fica SP) é um deles: “Desde que tomei posse
a dúvida à qual imparcialidade ela se re- me propus a um trabalho diferenciado,
fere, pois não existe nada mais parcial e um mandato participativo, que contasse
extremista do que as redes. Renata acre- com a interação direta da população”.
dita que é uma nova forma de se exercer
a democracia. Um aplicativo do Podemos ADESÃO MACIÇA
VAIDADE Alessandro Molon (Rede) e permite que se realizem sondagens com Uma pesquisa realizada pela consulto-
Henrique Fontana (PT) compartilham o público para verificar em tempo real o ria de lobby Celuppi Advogados mostra
live durante votação na Câmara
apoio ou a rejeição a algum projeto. Re- que os parlamentares de todo o Brasil
nata possui equipe de produção de con- aumentaram fortemente a sua presença

N
ão é só o presidente Jair teúdo, cinegrafistas, em Brasília e em São nas redes sociais desde as últimas elei-
Bolsonaro que governa pela Paulo, além de jornalistas. ções. O levantamento, que considera uma
internet. Legisla-se da mes- Como a deputada, diversos parlamen- base de 596 deputados federais e sena-
ma forma no Brasil. Os de- tares têm ampliado sua estrutura de mí- dores, mostra que 98% deles têm páginas
putados federais estão
apostando suas fichas na capacidade de
influência digital para se promover polí-
tica e pessoalmente e vitaminar os seus
mandatos. Em certos momentos, os re-
sultados do exercício parlamentar che-
gam a se confundir com a presença nas
redes sociais e com o número de likes,
visualizações ou comentários feitos nas
postagens. Há uma falsa sensação de
democracia direta e uma vontade plebis-
citária que se dissemina rapidamente
entre alguns legisladores junto à ideia de
que a interação midiática significa a par-
ticipação popular — trata-se, enfim, de um
novo tipo de populismo, passando por
cima dos patamares que compõem a Entre a bancada da bala e a do selfie
democracia e criando uma arriscada linha Apesar de usar as redes com regularidade, deputado critica uso excessivo
direta com a população. Com celulares O deputado, coordenador da Frente criado incômodo nos parlamentares
nas mãos e paus de selfie, diversos polícos da Segurança Pública, chamada mais antigos. Ele conta com o
estão sempre fazendo enquetes para Bancada da Bala, tem 37,6 mil trabalho de assessores para fazer
seguidores no Twitter, 9,8 mil no suas publicações e afirma que por
orientar sua posição em cada projeto que Instagram e 43 mil no Facebook, causa da febre do celular na Câmara
votam. O risco desse procedimento é se mas, para ele, legislar pelas redes muitos deputados ficam dispersos
deixar guiar por perfis falsos e robôs. sociais não dá muito certo e tem e perdem discussões importantes

35
Grupo Unico Pdf PaD

Brasil/Legislativo

1’

CONTATOS
COM A BASE
Deputado se destaca
nos vídeos do Instagram
O próprio Gadelha
gerencia suas redes e faz
a análise de conteúdo.
Tem 916 mil seguidores INFLUÊNCIA O senador Jorge Kajuru grava um de seus vídeos
no Instagram e usa no estúdio que instalou em seu gabinete: produção diária
intensamente o serviço
de vídeos do aplicativo, oficiais no Facebook, 93% no Twitter e 91% no Instagram. Três
o IGTV. Computa 50 mil
seguidores no Twitter e quartos deles têm um uso muito freqüente e outros 12%, dia-
47 mil no Facebook. Diz riamente. “O problema é que as redes são usadas como ferra-
que o uso das mídias mentas de influência para assuntos específicos e não contem-
sociais não inibe seu
trabalho corpo a corpo
plam todas as atividades e os nuances da atuação parlamentar”,
junto às bases eleitorais diz Juliana Celuppi, responsável pelo estudo. Como afirma o
deputado Túlio Gadêlha (PSB-PE), as redes abrem canais de
diálogo com os seguidores. Gadelha é um publicador dedicado
ALCANCE O deputado Túlio Gadêlha aparece ao lado de
Randolfe Rodrigues (Rede-AP) numa live feita no IGTV: vídeos do Instagram e de publicadores de vídeos, como o IGTV, que
de uma hora de duração com milhares de visualizações permite gravações de até uma hora. Ele próprio gerencia suas
redes e faz a análise de conteúdo: “Uso as mídias, mas não sou
refém delas”. Ele não faz enquetes, por exemplo, mas acompa-
nha atentamente os comentários de seus seguidores: “Não
considero as enquetes tão seguras porque há perfis falsos e bots
entre os seguidores e a opinião dessa base não reflete necessa-
riamente o pensamento dos meus eleitores”.

DISPERSÃO E FALTA DE FOCO


Em janeiro desse ano, nos corredores da Câmara, o então
coordenador da Frente da Segurança Pública, chamada ‘Banca-
da da Bala’, o deputado Alberto Fraga (DEM-DF), desferia as suas
dúvidas sobre o mandato com auxílio de suas redes sociais.
“Queremos ver como vai ser essa bancada do Youtube. Legislar
com base apenas nas redes tende a não dar muito certo”, diz
ele. “Estamos perdendo o timing das votações, pois não conse-
guimos compreender a importância de determinados projetos”.
A preocupação excessiva em disseminar informações nas mídias
sociais pode levar à dispersão e à falta de foco. Outro que fez da
sua vida parlamentar em um reality show é o deputado Luís
Miranda (DEM-DF). Foi eleito a partir de seus discursos infla-
REALITY SHOW mados sobre os preços altos de produtos nos EUA e compartilha
Deputado passou a ser vítima de milícias digitais e de fake news
suas ações: “Estou percebendo que os parlamentares estão
Miranda mantém uma equipe específica para cuidar de
suas publicações, mas as principais postagens são de sua sendo pautados pelas mídias sociais e precisam tomar suas
autoria. Possui 3,2 milhões de seguidores no Facebook, próprias decisões”. O fato é que as redes confundem seguidores
245 mil no Instagram e seu YouTube tem 714 mil inscritos. sem engajamento com eleitores e falseiam a expressão da
Seus vídeos contam com milhares de visualizações. Nos
bastidores, brinca com os demais deputados afirmando maioria. Elas podem ser bom divertimento, mas, na política são
que “pode transformar qualquer um em famoso” o caminho da antidemocrática conexão direta com o povo.

36 ISTOÉ 2582 26/6/2019 FOTOS REPRODUÇÃO, GABRIELA BILÓ / ESTADÃO


Grupo Unico Pdf PaD
Grupo Unico Pdf PaD

Análise
por Antonio Carlos Prado

a nOva pOlíTIca na c
A provada pelo Congresso e sancionada por Jair Apesar de polêmicas, as medidas tentam proteger o
Bolsonaro, entra em vigor no Brasil a nova ou a de terceiros — e adotam o tratamento da ra
política nacional de drogas. Traz, acertadamente,
duas orientações que alteram de forma radical as
metodologias até então seguidas nessa área. Uma delas
introduz a internação involuntária no sistema de
assistência à dependência química; a outra declara que o
País abandona o tratamento pela redução de danos
(diminuição paulatina do consumo de um entorpecente ou
a sua substituição por outro de menor potencial ativo) e
oficializa o princípio da abstinência (deixar de vez e
radicalmente o consumo da sustância que causa o vício,
valendo-se somente de medicações adequadas para o alívio
das síndromes). O Brasil, daqui para frente, passa a ter,
então, três formas de internações. Primeira: compulsória,
determinada pela Justiça e envolvendo as casas
psiquiátricas de custódia destinadas aos dependentes que
cometem graves ilícitos penais. Segunda: internação
voluntária, quando o dependente concorda em se tratar.
Terceira: internação involuntária, aquela que não conta
com a anuência do paciente. Tal tipo de abordagem se dará
no momento em que ele coloque seriamente em risco a sua
própria vida, a de familiares ou a de qualquer outra pessoa.
As comunidades terapêuticas sem direção médica e corpo
clínico (algumas já denunciadas por trabalho escravo) não
poderão atuar nesse tipo de institucionalização.
Com a internação involuntária, sempre determinada e
orientada por autoridade médica especializada, o Brasil
está, assim, acompanhando o que já existe nos demais
países democráticos, como define o professor titular de
psiquiatria da Escola Paulista de Medicina da Unifesp, abordada como enfermidade, não como caso de polícia.
Ronaldo Laranjeira. A medida, no entanto, é polêmica. Vejamos alguns pontos: ainda que seja a família a querer
Aqueles que a contestam não deixam de ter certo grau de internar um parente, isso terá de ser um “ato médico” – ou
razão, porque, em um passado não muito distante, seja, foi-se o tempo em que se podia abandonar em
diversos hospitais funcionavam feito verdadeiras qualquer clínica o usuário de drogas porque ele se tornara
masmorras (o da cidade mineira de Barbacena, já um incômodo; o prazo máximo de internação é de noventa
desativado, deixou o mundo estarrecido tal a dias; e o Ministério Público tem de ser informado em setenta
desumanidade com que eram tratados, não apenas os e duas horas. Eis agora uma precaução vital: servidores da
dependentes, mas os enfermos mentais em geral). Outro área de segurança pública não podem requerer a internação.
fator é que, por ser involuntária, tal terapia muitas vezes Apesar de o nome ser antipático e soar como algo
não surte efeito — e se traduz como algo coercitivo. Ocorre, desumano, a internação involuntária se faz necessária. É a UTI
porém, que o texto agora sancionado fixa providências do dependente químico, se formos compará-la a outras
cautelares e deixa claro que a dependência química é enfermidades. Tome-se como exemplo as “cracolândias” em

38 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos: Rovena Rosa/agência BRasil; RepRodução


Grupo Unico Pdf PaD

a cIOnal de drOgaS
er o dependente que coloca em risco a própria vida mãe porque ela se recusou a dar-lhe dinheiro para drogas
da radical abstinência para a superação do vício (aconteceu na cidade paulista de São João da Boa Vista); filho
que estrangulou o pai porque ele lhe negou dinheiro para
aquisição de cocaína (deu-se em Juazeiro do Norte, no Ceará).
O item constante da nova política
nacional de drogas que substitui a
terapia de redução de danos pela de
abstinência também segue o que hoje
se mostra eficaz em países
desenvolvidos. A redução de danos,
nascida na década de 1960 “a partir
da formação conceitual e prática de
uma psiquiatria democrática”,
formulada pelo médico italiano
Franco Basaglia, cumpriu o seu papel
ao desmontar um sistema perverso
no qual os pacientes eram tratados
como marginais. Não podemos
negar-lhe grande valor. Mas tal
método de tratamento não se revelou
PRECURSOR
O médico eficiente, ao substituir uma droga por
italiano Franco outra, tendo como perspectiva que o
Basaglia:
humanização paciente, no futuro, deixasse ambas.
dos hospitais Essa metodologia ganhou força com
o impactante livro “Eu, Christiane F.,
13 anos, drogada e prostituta”, que conta um caso real e
foi escrito pelos jornalistas Kai Hermann e Horst Rieck —
tornou-se filme, igualmente chocante, protagonizado
pela atriz Natja Brunckhorst, sob a direção de Ulrich Edel.
SEM AUTODETERMINAÇÃO “Cracolândia”, em São Paulo: Viciada em heroína, Christiane foi submetida a
a internação involuntária é a saída para não morrer tratamento que trocou a droga pela substância
metadona, que gera o mesmo efeito, embora bastante
qualquer cidade brasileira. O enfermo dependente, que fica atenuado. O tempo passou mas ela nunca conseguiu se
nelas sanzando, não possui quaisquer condições de livrar de alguma forma de dependência e, infelizmente,
autodeterminação ou discernimento do que é melhor para a recaiu no que há de mais pesado. Há diversos redutores
sua saúde. Ele está se matando, e não só pela droga, mas de danos, que têm de ser mantidos em nome da vida: por
também porque se prostitui (mulheres e homens) para obtê-la, exemplo, cadeirinha veicular, guard rail, preservativos.
expondo-se a doenças graves — entre elas, a alta probabilidade No campo da dependência, no entanto, só há um jeito de
de contrair o vírus HIV e a bactéria da sífilis. Trata-se de proteger se libertar das drogas: querer tal libertação e, de fato,
a pessoa de si mesma. Mais: a internação involuntária evita deixar de consumi-las por meio da força de vontade.
tragédias como tantas já vistas — pai que matou o filho Sofre-se. Mas vale a pena porque de cara limpa se vive
dependente porque o rapaz se tornara agressivo demais melhor — e não se ajuda a sustentar, direta ou
(ocorreu na cidade de Sarandi, no Paraná); filho que matou a indiretamente, nenhum vagabundo traficante.

39
Grupo Unico Pdf PaD

Brasil/Justiça

80 mil
itens apreendidos

6700
Veículos

À venda: bens do tráfico


A decisão de comercializar de imediato dinheiro revertido em beneficio da sociedade, antes mesmo
itens confiscados de traficantes constitui do trânsito em julgado dos processos.
uma iniciativa louvável do governo O presidente da República Jair Bolsonaro assinou, na última
segunda-feira 17, uma medida provisória (MP) que agiliza a co-
Fernando Lavieri mercialização e utilização desses bens. Com o fim da burocracia,

U
a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad) do Mi-
nistério da Justiça e Segurança Pública poderá colocar à venda
m dos casos mais famosos de apreensão e venda os produtos confiscados quase que de maneira imediata.
bens, no início do século XXI, foi a comercializa-
ção de parte do patrimônio do traficante colom- CINCO ANOS DE ESPERA
biano, Juan Carlos Abadia, que detinha uma for- Dos 80 mil itens hoje em poder da União, 20 mil poderão
tuna estimada em US$ 2 bilhões, à época. Entre ser vendidos desde já. Desde calçados e roupas, passando por
os itens do traficante vendidos constavam uma joias e veículos de luxo, e até barcos, aeronaves e fazendas.
lancha de luxo, quadros de pintores renomados, dentre os Com a medida, o governo espera arrecadar R$ 100 milhões.
quais, de seu compatriota Fernando Botero, além de mansões. Por meio de edital eletrônico, o Senad selecionou sete leiloei-
O problema foi a morosidade do trâmite necessário para ros que ficarão responsáveis pela guarda, armazenagem, vis-
permitir a transação. Entre a prisão de Abadia e a venda do toria, avaliação, exposição, venda, pós-venda e a regularização
patrimônio apreendido passou-se um ano. Agora, os bens de do bem. O retorno financeiro dos pregoeiros será de cinco por
criminosos que forem confiscados poderão ser vendidos e o cento do total arrecadado, pago pelo arrematante.

40 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos: reprodução


Grupo Unico Pdf PaD

300
Joias

2300
Diversos 90# fAlSO MTat alit lan ut wis nit, quamet alit, quipit, veliquis
adigna aliquat. UtUscil elisi. Dunt vero dolortie magna
consendre vulla conse magniat. Duis eugait la faccum iurer sent

9600
Eletrônicos

12 Aeronaves 30 Embarcações

16avaliadas
Fazendas
em R$ 500 milhões

20 mil
itens serão comercializados no prazo de um ano
para a sociedae. Além disso, o produto não será danificado,
pelo longo período de armazenamento e exposição”, disse.
A cerimônia de assinatura da medida provisória foi rea-

100 milhões
lizada no Palácio do Planalto, com a presença de Bolsonaro
e do ministro da Justiça, Sergio Moro. Os recursos arreca-
dados com os pregões abastecerão o Fundo Nacional Anti-
de reais é a estimativa de arrecadação
drogas (Funad). A intenção é que a verba possa gerar me-
lhorias nas políticas públicas de segurança. Os aportes aos
Antes da nova iniciativa do governo, os produtos apreen- governos estaduais que assinarem o termo de adesão vão
didos ficavam guardados por cinco anos, em média, pois a ser usados na manutenção e compra de equipamentos de
alienação tinha que esperar o fim da tramitação jurídica dos uso das polícias e no atendimento aos dependentes quími-
processos movidos contra os traficantes. Com isso, muitos cos. “São muito itens que estavam sem destinação adequa-
desses bens perdiam valor de mercado, quando não ficavam da há anos, e que agora vão ter. O intuito é ajudar a viabili-
deteriorados. Para Luiz Roberto Beggiora, Secretário Nacional zar o setor de segurança e enfraquecer o tráfico de drogas.
de Políticas sobre Drogas, todos vão lucrar com a nova legis- Temos que evitar que acumulem bens fruto do crime”,
lação. “Com essa medida todos ganham. A União, pois não afirma Beggiora. Agora, para adquirir força de lei, a medida
terá mais os custos com a gestão dos bens, o Judiciário, por- precisa da anuência do Congresso Nacional, em 120 dias. Se
que também ficava responsável pelos itens nos estados, e a tiverem o mínimo de bom senso, vossas excelências não
população, uma vez que o valor arrecadado será revertido ousarão criar maiores obstáculos.

41
Grupo Unico Pdf PaD
Brasil/Sociedade

Um playboy no Amigo dos filhos


de Bolsonaro, o
novo presidente
do BNDES
precisa acelerar
privatizações e
“abrir a caixa-
preta” do
banco, mas sua
vida de festas e
badalações o
descredencia
para a função

O
Marcos Strecker

novo presidente do BNDES, morar seu aniversário madrugada a


Gustavo Montezano, 38 dentro, sem ser importunado. Era a ter-
anos, nomeado após a saída ceira festa de arromba em 80 dias como
de Joaquim Levy no domin- morador do local. Repreendido, ele dis-
go 16, certamente reúne cutiu com o zelador e arrombou portões
predicados para a função. do edifício. Câmaras de segurança regis-
Engenheiro formado pelo traram a confusão. O condomínio regis-
IME, tem mestrado em economia pelo trou uma queixa-crime e processou o
Ibmec-RJ, foi sócio do BTG Pactual e executivo por danos materiais e morais,
diretor de operações da antiga Pactual numa ação em que foi condenado em
Commodities. Seu perfil de jovem ban- duas instâncias. A defesa alegava que era
queiro bem-sucedido combina com o de uma reunião com parentes e amigos, e
AmizAdeS Com vida social intensa, Gustavo
outros escolhidos pelo ministro Paulo não uma festa. O juiz, na sentença, foi Montezano gosta de se cercar de amigos
Guedes, como o presidente do Banco taxativo: a explicação não convencia. Em como Carlos e Eduardo Bolsonaro
Central, Roberto Campos Neto, e da CEF, sua defesa, o executivo argumentou que
Pedro Guimarães. A nomeação, no en- “parece existir um preconceito velado de O Ministério da Economia informa
tanto, é creditada à notória ligação com alguns condôminos contra seu estilo de que o processo já está encerrado, com
os filhos de Bolsonaro. Amigo pessoal do vida e de seus amigos, o que é inaceitável, débitos quitados, mas profissionais
novo chefão do BNDES, Eduardo Bolso- principalmente na moderna sociedade experientes do mercado já questionam
naro inclusive estava presente num brasileira em que vivemos hoje em dia”. se o jovem executivo tem estatura para
ruidoso episódio que escancara o estilo Ao fim, foi fechado um acordo e Monte- comandar o banco de fomento. A per-
de vida do presidente recém-nomeado, zano teve de desembolsar R$ 28 mil. gunta que se faz é: escolhido por razões
sempre em concorridas baladas e rode-
ado por belas mulheres. É aí que pode AS miSSõeS de montezAno
morar o problema.
1 . “Caixa-preta” Abertura dos dados
Foi em outubro de 2015, quando Mon- de empréstimos da era petista a países
tezano envolveu-se em uma briga no como Venezuela, Cuba e Moçambique
edifício em que morava no bairro do Itaim 2. Devoluções ao Tesouro Acelerar
Bibi, em São Paulo. Ele desejava come- o retorno de recursos emprestados ao
banco de fomento nos governos do PT
3. Privatizações Aumentar
42 ISTOÉ 2582 26/6/2019 investimentos em infraestrutura e
apoiar a reestruturação de estados
Grupo Unico Pdf PaD

bAlAdA Ao se defender
do incidente em seu
condomínio, o executivo
criticou “preconceito velado
contra seu estilo de vida”

ideológicas, Montezano, afeito a noitadas regadas a festas empresas que o banco de-
sem hora para acabar, teria qualificação à altura do imenso tém também pode gerar
desafio que encontrará pela frente? Além da excelência téc- questionamentos legais.
nica, essa é uma função que exige grande experiência no Outra demanda tem a ver
invASão Ao
próprio prédio
trato político com as diferentes esferas de governo, órgãos com uma promessa de cam-
Para comemorar seu
de controle e com diferentes interesses empresariais. panha de Bolsonaro: a aber- aniversário noite adentro em
A saída intempestiva de Levy pegou o mercado de surpre- tura da “caixa-preta” do BN- 2015, Montezano discutitu
sa. A crise foi motivada pela demora em trazer resultados e DES. Nesse caso, a tarefa com o zelador, arrombou
um portão e teve o apoio de
pela nomeação de um diretor que havia participado da gestão também não será trivial. O convidados como Eduardo
petista. “Acho que o diagnóstico está errado. As dificuldades próprio Levy já havia inicia- Bolsonaro (foto acima)
que o Levy enfrentou são da burocracia estatal. O BNDES não do o processo de aumentar
é uma fintech, é um transatlântico. Tem regras. São temas a transparência do banco. Rabello de Castro nega enfaticamen-
tecnicamente desafiadores”, diz Zeina Latif, economista- te que o BNDES tenha cometido irregularidades. “Como é que
chefe da XP Investimentos. “É uma cortina de fumaça para aqueles advogados do banco iriam entrar em conluio para
o que vai mal na economia”, criticou o economista Paulo declarar coisas ilegais? Só uma mente estúpida pode falar isso.
Rabello de Castro, ex-presidente da instituição. O banco segue normas do Banco Central, da CVM”, diz.
Apesar de públicos, os dados dos empréstimos ainda ge-
deSAfioS dA geStão ram dúvidas. Venezuela, Cuba e Moçambique já devem mais
Entre as missões de Montezano estão a devolução ao Te- de R$ 2 bilhões. O presidente da CPI do BNDES, Vanderlei
souro de empréstimos feitos para financiar projetos estimula- Macris (PSDB-SP), diz que já foram identificados US$ 3,3 bi-
dos nos anos petistas. Outra cobrança se refere ao estímulo às lhões em irregularidades, ou 47% do valor das operações
privatizações. O novo presidente trabalhava exatamente nes- auditadas (80% delas). “Descobrimos que países sem garan-
sa área, sob a chefia de Salim Mattar, mas o governo Bolsona- tia para contratos, como a Venezuela, tiveram seu nível de
ro até o momento tem tido grande dificuldade em fazer des- risco de 7 — o pior do mundo —, modificado para 1, como se
lanchar as privatizações. Parte dos obstáculos se devem a um fosse igual aos EUA e o Canadá.” Segundo ele, mesmo com
problema que o próprio Montezano vai enfrentar na gestão do o seguro e o BNDES registrando lucro, o contribuinte paga
banco. Há um arcabouço legal e dificuldades burocráticas que no final. Para a CPI, o BNDES foi agente financiador que não
dificultam as desestatizações e exigem habilidade e conheci- avaliava o que estava sendo financiado. Imagina a festa. Pelo
mento da máquina pública. A venda acelerada de ações de menos de festa Montezano entende.

FOTOS: AlexAndre SAnT’AnnA/AG.ISTOe; reprOduçãO 43


Grupo Unico Pdf PaD
Grupo Unico Pdf PaD
Comportamento/Polícia

TUDO POR DINHEIRO O médium conhecido por João de Deus ficou milionário à custa da boa fé dos fieis

44 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD

O IMPÉRIO DE 100 MILHÕES


DE JOÃO DE DEUS
ISTOÉ destrinchou o fabuloso patrimônio do médium acusado de abuso
sexual e lavagem de dinheiro. São 90 imóveis em seu nome e no da
mulher, além de fazendas, avião e aplicações financeiras de R$ 35 milhões

Wilson Lima

P
reso desde dezembro do ano passado, o de Faria tenha aproximadamente 90 imóveis em seu nome e
médium João Teixeira de Faria, conhecido no da atual mulher, Ana Keyla Teixeira Lourenço. O período de
como João de Deus, afirmou em um de seus aquisição dos bens vai até novembro de 2018. Existe a possibi-
primeiros depoimentos que não sabia preci- lidade de que o médium tenha se utilizado do nome de laranjas
sar a quantidade de bens que havia acumu- como forma de ocultar parte do patrimônio. A Justiça de Goiás
lado. Disse que tinha dezenas de carros e determinou a quebra de sigilo bancário e fiscal de 12 pessoas
casas. Mas nunca deu números concretos. Os ligadas a ele para cruzar informações. Todas são consideradas
investigadores da força-tarefa responsáveis pessoas de extrema confiança do médium. Na lista de suspeitos,
pelo caso que abalou o espiritismo brasileiro estão a mulher de João de Deus e o administrador da Casa Dom
descobriram que ele movimentou, somente Inácio de Loyola, Hamilton Pereira. No caso específico de Ha-
em suas contas bancárias, mais de R$ 100 milton, como ele foi prefeito de Abadiânia, os integrantes da
milhões, mas o seu patrimônio pode chegar Polícia Civil não descartam eventuais desdobramentos políticos,
ao triplo disso: em seu nome, e de testas de embora esse não seja, neste momento, o foco da investigação.
ferro, esconde-se um verdadeiro império
imobiliário. Apenas em Abadiânia, cidade FAZENDAS E AVIÃO
onde o médium fazia atendimentos na Casa Apenas uma fazenda do médium, localizada em Miranápo-
Dom Inácio de Loyola, estão registrados 27 lis, foi avaliada em aproximadamente R$ 5 milhões. O próprio
imóveis. Também estão na mira da polícia João de Deus confirmou que mantinha terrenos também em
outras 57 propriedades em Anápolis. Foram cidades como Crixás, Itapaci, Jaraguá, São Miguel e Pirenópo-
encontrados ainda registros de dezenas de lis, que igualmente passaram a ser alvo de buscas dos inves-
outros empreendimentos em Goiânia em tigadores. Além disso, a Polícia encontrou um fundo de apli-
nome de João de Deus, o homem acusado cações financeiras em nome do charlatão que estava na ordem
de centenas de estupros de fieis, fraudes e de R$ 35 milhões e um jato de pequeno porte.
lavagem de dinheiro. Na lista de seus bens O império milionário de alguém que sempre se vangloriou
estão terrenos, casas, apartamentos, fazendas por ajudar pessoas sem qualquer tipo de pedido de vantagem
e dezenas de automóveis de luxo. financeira em troca pode ter sido erguido, curiosamente, com
Hoje, as autoridades acreditam que João base na exploração de um enorme empreendimento produtivo

MontageM soBre foto: aDriano MachaDo 45


Grupo Unico Pdf PaD
Comportamento/Polícia
Patrimônio milionário

r$ 1,6 milhão
em apreenssões
em malas e fundo falso de um armário

90 imóveis
entre os quais fazendas,lotes e apartamentos
em várias cidades goianas

r$ 35 milhões
em compra de jóias

que explorou a boa fé das


pessoas. O ciclo arquiteta-
do por João de Faria é
engenhoso. O esquema de extorsão vai Uma garrafa
além das fraudes na casa Dom Inácio de de bebida
Loyola. Os investigadores suspeitam que chegava a custar
houve direcionamento de outros atendi-
mentos para os fiéis que beneficiaram
diretamente estabelecimentos ligados ao
r$ 1 mil
médium, como a Farmácia de Manipula- portentoso esquema. Em apenas um Réu em oito processos e acusado
ção JFY, Lanchonete e Livraria Dom deles, é possível se ter uma ideia do de ter cometido centenas de atos de
Inácio e Cristais Dom Inácio. fenômeno empresarial que se formou violência sexual, João de Deus pode
Também há a suspeita de que os fiéis em torno de João de Deus. Em uma ter se aproveitado da boa fé alheia
eram orientados a ficar hospedados em análise de apenas quatro meses nas para simplesmente erguer um conglo-
pousadas indicadas por funcionários da suas contas, os investigadores conse- merado de negócios não somente em
casa Dom Inácio de Loyola aos milhares guiram contabilizar transações atípicas Abadiânia, como também em outras
de turistas, inclusive internacionais, na casa dos R$ 2,8 milhões. Essas contas cidades goianas. Os investigadores
que o procuravam mensalmente. Os monitoradas pelo Coaf lhe renderam suspeitam que o médium tenha apro-
policiais agora apuram se houve algum algo em torno de R$ 9 milhões ao ano. veitado, até mesmo, de sua influência
tipo de pagamento dos donos de pou- Um número considerável, mas sem para fazer especulação imobiliária,
sadas à casa Dom Inácio, mesmo que uma justificativa plausível, já que o comprando propriedades por preços
seja por meio de doações. médium disse nos depoimentos de abaixo do valor de mercado e reven-
Atualmente, os investigadores têm dezembro que suas atividades como dendo-os acima da tabela. Como se
em mãos dois relatórios do Conselho empresário lhe rendiam R$ 60 mil ao vê, João de Deus, dono de um império
de Controle de Atividades Financeiras mês, o que oficialmente chegaria a so- milionário, foi um homem diabólico
(Coaf) que podem ajudar a desvendar o mente R$ 700 mil por ano. nos negócios.

46 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos: Douglas schinatto/o PoPular; reProDução; aDriano MachaDo
Grupo Unico Pdf PaD
Comportamento/Religião

Padres
sem batina
A Igreja Católica se ressente da falta
de missionários dedicados a pregar a
palavra de Deus em regiões remotas e
cogita liberar na Amazônia a ordenação
de homens casados e de comprovada fé

N
Vicente Vilardaga

ão é de hoje que a Igreja


Católica perde espaço para
outras religiões por falta
de padres que levem a
palavra de Deus até os
lugares mais longínquos.
Há uma espécie de carên-
cia de trabalho árduo pro-
pagando a fé. Para tentar
sanar esse problema, um documento
preparatório para o Sínodo da Amazô- dade, ainda que já tenham uma família constituída
nia, assembléia de bispos, que será re- e estável”. Considera-se também a hipótese de que
alizada em outubro em Roma, recomen- mulheres missionárias tenham permissão para fazer
da que se permita na região a ordenação a catequese.
de laicos casados, sobretudo de indíge- “Essa questão da ordenação de padres casados é
nas que comprovem a sua fé. São os “Essa questão um horizonte, não uma decisão, mas um debate que
chamados “viri probati”, homens não está se iniciando”, afirma dom Roque Paloschi, arce-
da ordenação
celibatários que podem exercer ativida- bispo de Porto Velho e presidente do Conselho Indi-
des eclesiais e celebrar a eucaristia. A de padres genista Missionário (CIMI). “Ninguém é contra o ce-
decisão final sobre esse tipo de ordena- casados é um libato, mas não podemos ignorar nossas dificuldades
ção ainda não tem prazo para ser toma- horizonte, não locais”. A diocese de Porto Velho é um bom exemplo
da, mas conta com a simpatia de bispos da escassez de sacerdotes na região amazônica. Ela
progressistas e moderados. Embora o
uma decisão. reúne cerca de 950 mil habitantes, se expande por
documento ressalte que “o celibato é O debate que uma área de 87 mil quilômetros quadrados e conta
um presente para a Igreja”, há a reco- está apenas se com apenas 42 padres. A diocese abrange 26 paró-
mendação de que “nas zonas mais re- iniciando” quias e quatro áreas missionárias que não estão
motas da região se estude a possibilida- Dom Roque Paloschi, sendo devidamente atendidas. “Nós temos uma si-
de de ordenação sacerdotal de idosos arcebispo de Porto Velho tuação de poucos sacerdotes para a região e precisa-
respeitados e aceitos por sua comuni- e presidente do CIMI mos superar a tendência de uma igreja que seja

48 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos: andrés vales/fotos públicas; agência alagoas; cimi
Grupo Unico Pdf PaD

alagoas Missa no Dia do Índio: aproximação católica

de sacerdote ao lado do tradicional que possa dar atenção ao


seu rebanho. Uma das conseqüências dessa baixa presença
de católicos é o aumento do número de seguidores de reli-
giões evangélicas. No começo do século, 19,8% da população
amazônica era evangélica seguiam tal credo e o percentual
subiu para 28,5% em 2010. Das 340 etnias indígenas presen-
tes na região, 182 contam hoje com missionários evangélicos
e representantes da população local.
Na prática, o encontro de bispos irá alimentar a velha
discussão sobre o fim do celibato. A decisão em relação à
Amazônia pode abrir a possibilidade de ordenação de homens
casados em outras partes do mundo. Não é a primeira vez
que isso acontecerá. Em 2009, o papa Bento XVI autorizou
a ordenação de sacerdotes anglicanos conservadores que
abandonaram a Igreja Inglesa e decidiram se converter ao
Expansão catolicismo. Na ocasião, foi permitida a conversão sem que
apenas de visitação, que passem pelos Papa Francisco houvesse a obrigação de se adotar o celibato. Em 2017, o
lugares, para uma igreja presente, en- participa de papa Francisco já havia considerado a possibilidade de orde-
cerimônia
carnada, que permanece”, diz dom indígena em nar homens casados em regiões remotas para suprir a falta
Roque Paloschi. Uma das maiores cir- Porto Maldonado, de missionários. A sugestão de ordenar “viri probati” teria
no Peru: encontro
cunscrições eclesiásticas do País, o com os povos da vindo do cardeal emérito de São Paulo dom Cláudio Hummes,
Xingu, com 365 mil quilômetros qua- Amazônia que será o relator geral do Sínodo da Amazônia.
drados, conta com somente 27 padres. O celibato foi imposto pela igreja no século 12. No primei-
ro e no segundo Concílio de Trento, realizados, respectiva-
ConCílio dE latrão mente, em 1123 e 1139, foram condenados e tornados inváli-
A Igreja da Amazônia enfrenta um pouca dos tanto o concubinato quanto o casamento de clérigos. O
dilema grave. Os poucos sacerdotes que pregação celibato era defendido para que os padres pudessem se de-
ali atuam tem dificuldade para circular dicar totalmente à Igreja, sem qualquer entrave familiar e
pela região, onde as comunidades estão
separadas por longas distâncias. Preci-
sam de barcos, carros, animais para fa-
28 mil
É o número
ficassem mais livres e disponíveis para propagarem sua fé.
Outra razão do impedimento de casamento de padres era
evitar problemas de herança e garantir preservação e o au-
de padres
zer seu trabalho. Há comunidades que católicos mento do patrimônio da Igreja. Em 1563, o Concílio de Latrão
passam meses sem receber padres para que atuam impôs o celibato para o clero da América Latina. Agora, po-
celebrar missas e ouvir confissões. O no território derão ser abertas exceções. O celibato não é um dogma e,
brasileiro
que se defende é que haja um novo tipo portanto, trata-se de uma prática que pode ser alterada.

49
Grupo Unico Pdf PaD
Comportamento/Paleontologia

Réplicas cientificamente
precisas mostram que os
animais eram muito
diferentes do que o cinema
fez parecer e destacam
espécies pouco conhecidas
que se desenvolveram
no território brasileiro

Os dinos
não eram
como
imaginávamos
Q uase todo mundo
tem uma ideia de como é a
aparência de um dinossauro. A “dinoma-
nia” que tomou conta da cultura pop dos
anos 90 — muito impulsionada pelo su-
cesso do filme “Jurassic Park”, lançado em
1993 — popularizou a figura reptiliana
desses animais, que assumem contornos
monstruosos no caso de predadores como o Tiranossauro
Rex e o Velociraptor. A representação estava correta para
a época, mas com mais de 25 anos de progressos científicos
na paleontologia, a visualização deles na comunidade
científica é um pouco diferente. A descoberta em fósseis
de penas e estruturas de cerdas, que remetem a plumagens,
rem o projeto
Dino Hazard. Ele consiste
na fabricação de bonecos de dinossau-
Guilherme Sette

ros com o selo de “precisão científica”. A iniciativa


também é inovadora porque seleciona espécies que vive-
ram no Brasil durante o período Cretáceo — cerca de 100
milhões de anos atrás e que são bem menos conhecidas
do que aquelas que viveram no Hemisfério Norte. O pro-
jeto foi a evolução de um livro publicado por Tito em 2016,
intitulado “Realidade Oculta”, que se apoia num roteiro
de ficção científica para divulgar a paleontologia produzi-
se tornou cada vez mais corriqueira, permitindo a repro- da no Brasil. Hugo, fã do livro e aficionado por dinossauros,
dução de dinos com características comuns às aves. conheceu Tito e Aline, também responsáveis pelo canal
Foi essa diferença entre a representação popular dos “Colecionadores de Ossos” no YouTube, durante a produ-
animais e as descobertas da ciência que animou os pale- ção de um trabalho de conclusão de curso em Design In-
ontólogos Tito Aureliano, Aline Ghilardi e Rafael Delcourt, dustrial. A partir daí o grupo deu rumo para a fabricação
em parceria com o designer Hugo Cafasso, a desenvolve- de figuras cientificamente precisas.

50 ISTOÉ 2582 26/6/2019 FOTOS: DIVULGAÇÃO; REPRODUÇÃO


Grupo Unico Pdf PaD

PREDADOR Bichos aterrorizantes como o


Tiranossauro Rex foram mostrados em filmes
de maneira equivocada (à esq.): ciência avança
na busca de uma representação mais fidedigna
e espõe dinossauros com plumagens e cores
diversificadas (pág. à esq.)

ultrarrealista, que serão feitas de forma artesanal com o


auxílio de um artista.
Os bonecos serão bancados por uma campanha de finan-
ciamento coletivo, que superou as expectativas. Até quarta-
feira 19, 315 pessoas tinham contribuído com o projeto, que
acumula R$ 47,8 mil em arrecadação. Tito afirma que pelo
menos metade dos apoiadores é do exterior — gente inte-
ressada em conhecer espécies brasileiras por meio dos
brinquedos. A previsão inicial de arrecadação era de R$ 22,2
mil e devido ao sucesso da campanha e ao grande interesse
despertado, outro modelo será produzido.
É o Irritator Chalengeri, animal que tam-
CONSULTORIA CIENTÍFICA bém viveu na região do Brasil no período
O designer conta que a elaboração dos Cretáceo, descrito por Tito como uma mis-
dinos envolve trabalho artístico, mas tura de crocodilo com pelicano, que deve
sempre amparado em dados científicos e atrair mais interessados a contribuir com a
baseado em informações e hipóteses for- iniciativa de produção de novos bonecos.
necidas pelos paleontólogos. “A direção O paleontólogo afirma que pretende
dos cientistas é essencial para fazer a in- continuar concentrado em réplicas de
terpretação mais correta possível. Os bo- dinossauros brasileiros. Ele explica que as
necos resultam de uma grande compila- espécies mais conhecidas e populares
ção de dados e de informações técnicas”, retratadas em filmes, como o Tiranossau-
afirma Hugo. O produto de estreia do Dino DIVERSÃO Objetivo do ro e o Velociraptor, habitavam o hemisfé-
projeto Dino Hazard é
Hazard será o Charcarodontossauro, ape- reproduzir espécies que rio Norte, enquanto para os animais do
lidado por eles de “Carcaro”, um predador viveram no hemisfério Sul Sul o conhecimento ainda é limitado e
carnívoro e feroz que viveu na versão gera cada vez mais demanda. Sabe-se re-
cretácea do Maranhão e que era ainda maior que o temido lativamente pouco sobre os animais que viveram no que
Tiranossauro Rex. Media 14 metros de comprimento e hoje é a América do Sul. “As características dos dinossau-
pesava cerca de 13 toneladas. ros do Sul eram completamente diferentes das espécies
Até a coloração do boneco foi pensada com base em do Norte. Todo livro recente de paleontologia tem um ca-
hipóteses científicas. Um predador pesado e lento como pitulo de animais do Brasil, por isso vale tanto a pena
o “Carcaro” exigia cores discretas para se camuflar em produzir conteúdos daqui”, diz. Resta saber quando a
beiradas de florestas. Há versões com preços mais baixos revisão da aparência dos animais chegará às telas dos
e cores atraentes como laranja e vinho e cinemas e se os temidos predadores serão
há também produtos especiais para finalmente retratados como de
colecionadores com pintura fato eram.

FICÇÃO Imagem REALIDADE A nova


do Velociraptor representação do
mostrada no filme Velociraptor mostra
Jurassic Park: um animal com
figura reptiliana características de ave:
e monocromática penas e asas

DAMIR G. MARTIN/WWW.DOMAIRGMARTIN.COM, DINO HAZARD 51


Grupo Unico Pdf PaD

Comportamento/Futebol

Um recorde
em nome
da igualdade
Fora dos gramados ou
dentro deles, a cracassa
Marta luta pela isônomia
entre os gêneros, não só
no futebol mas em todos
os campos sociais. Ela
tem autoridade para isso:
nenhuma mulher e
nenhum homem
marcaram tantos
gols quanto ela em
copas do mundo
Antonio Carlos Prado

FORÇA TOTAL Na chuteira, a denúncia contra os baixos patrocínios: coragem de mulher

52 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos: Melanie laurent/a2M sport Consulting/Dppi; reproDução


Grupo Unico Pdf PaD

A
baladas ou escândalos sexuais. Ocorre, no entanto, que a seis
vezes eleita melhor jogadora do planeta, sem patrocíno des-
de julho do ano passado, ganha 340 mil euros por tempora-
da, enquando Neymar fatura 91,5 milhões de euros para
passar mais tempo rolando nos gramados, farreando nos
meios digitais ou tratando-se nas salas de fisioterapia. Dedos
maior estrela do futebol brasileiro usa batom: na calculadora, e tem-se que ela recebe 0,3% em relação ao
Marta! rendimento anual de Neymar. É, sem a menor sombra de
A maior estrela do futebol brasileiro tem preocupações dúvida, uma jogada errada de patrocinadores.
sociais no campo da igualdade de gêneros:
Marta! Eu vOu mOsTRAR pRA vOcê, mAné
A maior estrela do futebol brasileiro é recordista no nú- O mar de Marta não está, portanto, repleto de rosas, assim
mero de gols marcados em campeonatos mundiais: como rosas não há para outras jogadoras do País, em nome
Marta! das quais ela lidera as reivindicações. Espinhos, isso sim, são
Tudo é Marta, então? Sim, tudo é Marta nesse ano de muitos, mas há uma boa notícia para a cracassa Marta. Enquan-
2019, quando se completa quatro décadas que o futebol to ela brilhava em campo contra a Itália, algo além do exce-
feminino foi legalmente permitido no Brasil – antes de 1979 lente futebol brilhava nela... não nos pés... isso mesmo... na
era totalmente proibido e, pior que isso, mulher querer boca. O batom! Trata-se do Power Stay, produzido pela Avon,
jogar bola era motivo de chacota. E tudo é Marta, também, nova patrocinadora da artilheira. Ele resiste, segundo a fabri-
porque na terça-feira 18 deve-se principalmente a ela a vi- cante, dezesseis horas na boca da mulher sem escorrer ou
tória da seleção brasileira contra a da Itália. Marta, mesmo perder o tom, e de fato permaneceu inalterado nos lábios de
mancando devido a uma contusão, marcou de pênalti o Marta, mesmo com correria, suor e pulos por oitenta minutos
único tento da partida. Foi seu décimo sétimo gol em copas (ela foi substitída por motivos físicos antes do final da partida).
do mundo e, dessa forma, ela se tornou a maior artilheira “Eu sempre uso batom. Não dessa cor, mais aí pensei: hoje vou
nesse tipo de competição, superando o alemão Klose, que ousar. A cor é sangria, porque tem de dar o sangue. Todos os
mandou dezesseis vezes a bola para a rede em mundiais jogos eu vou usar”. Batom e bola, bola e músculos, músculos
masculinos. Uma mulher superando homens no esporte e força, força e luta por igualdade... e pensar que há quarenta
bretão!? Bons tempos os atuais! Marta fez o gol e levantou a anos mulher não podia falar em isonomia de gêneros, imagina
perna, num maravilhoso espetáculo de agilidade e de vigo- então jogar futebol! Nada melhor, assim, que a música de
rosos músculos que pareciam querer saltar da carne, para Cacau Fernandes, que Marta vive cantando nos treinos:
beijar a chuteira – e, aqui, entra-se no campo da Marta preo- “Qual é, qual é
cupada socialmente com a defasagem salarial que persiste Futebol não é pra mulher?
no futebol entre homens e mulheres, o que faz dela, também, Eu vou mostrar pra você, mané:
uma recordista na luta pela igualdade de gêneros. Joga a bola no meu pé”.
Nesse campeonato disputado na França, ela jogou com
chuteiras pretas, sem nenhum patrocínio e nelas ostentando
somente o sinal matemático de
igualdade - o símbolo do movimen-
to “Go equal”. As chuteiras da cra-
que denunciavam, assim, a discre-
pância promovida pelos patrocina-
17 gols
em copas do
mundo, superando
dores, mostrando que a grave os homens. E tal
questão do preconceito de gênero número ainda
ainda sobrevive no futebol. Falan- pode aumentar

6 vezes
do-se em craque, vale cotejar, por
exemplo, Marta e Neymar. Ela é
constantemente manchete de jor-
escolhida a melhor
nais em todo o mundo, fazendo de jogadora do
fato aquilo que tem de fazer, que é mundo, deixando
jogar futebol – não vira notícia por Messi e Cristiano
Ronaldo para trás TERÇA-FEIRA 18 Brilha Marta em campo, brilha o batom em
“causar” nas redes sociais, nem em sua boca: “cor de sangria porque temos de dar sangue”

53
Grupo Unico Pdf PaD

Gente por Luisa Purchio

Suzane von
Richthofen naS
telaS doS cinemaS
A atriz Carla Diaz aceitou o desafio
de interpretar uma personagem que
levará muita gente aos cinemas, mas,
também, que poderá antipatizá-la
junto ao público. Se isso ocorrer, o
problema não é Carla, porque ela é
simpática e cativante. O nó da
questão é a personagem que, se atiça
a curiosidade, ao mesmo tempo não
é nada bem vista. E nem poderia ser.
Trata-se de Suzane von Richthofen
que, em 2002, quando tinha 19 anos,
assassinou os pais, juntamente com o
namorado (Daniel Cravinhos) e o
irmão dele (Christian).

Como recebeu o convite para


esse papel?
Estou consciente que é uma grande
responsabilidade contar essa história
que deixou todos nós intrigados e
estarrecidos. Foi um crime tão
bárbaro que sempre será lembrado.
Tenho curiosidade sobre o que se
passou na cabeça de Suzane para ela
fazer o que fez.

Irá encontrá-la pessoalmente?


Artisticamente falando, se fosse na
época do crime, o encontro talvez se
justificasse. Hoje, não mais. Ela não tem
ligação com a produção como muitas
pessoas equivocadamente pensam.

Você teme ficar estigmatizada?


Não. Como atriz tenho de estar
preparada para qualquer tipo de
personagem. Como o filme é baseado
numa história real, o público saberá
diferenciar a ficção da realidade.

54 ISTOÉ 2582 26/6/2019 FOTOS: DeSSa PireS; rODrigO lOPeS; inSTagram; rePrODuçãO
Grupo Unico Pdf PaD

eu não sou flávia Pavanelli


O conflito entre as modelos Flávia Pavanelli
(à dir.) e Daniella Vasconcellos (à esq.)
deram o que falar no Instagram. Daniella
postou em seu Stories um vídeo pedindo aos
seguidores que parem de confundi-la com
Flávia Pavanelli e apontou uma foto sua em
que isso estava ocorrendo com frequência:
“Não, não é ela. Sou eu. Vocês estão vendo o
meu nome, a minha foto e não tem
necessidade ficar comentando isso”. O
pedido teve efeito inverso. A foto ganhou
mais de 9 mil comentários, a maioria com
perguntas do tipo: “@flaviapavanelli, é
você?”. E comparações: “A Flávia é muito
mais bonita”. Redes sociais à parte,
convenhamos que ambas são muito bonitas.

Na trilha do pai e da mãe Lenny Kravitz morando no Brasil


Desde pequeno o ator Lucas Vasconcelos segue os passos Parte do ano, o músico americano Lenny Kravitz passará
do pai, o ator e diretor Pedro Vasconcelos, e da mãe, a ex- agora no Brasil. Morando em uma fazenda na cidade de
atriz Daniela Pessoa. Quando Duas Barras, no Rio de
criança, seu brinquedo era Janeiro. A propriedade
uma câmera usada, que ele já a tem desde
utilizava para fazer curtas- 2003 e por ela pagou,
metragens com os vizinhos. na época,
Com apenas 22 anos, ele já aproximadamente
realizou profissionalmente R$ 12 milhões — é do
cinco curtas e se prepara para século 19, estilo
ir ao ar na novela Malhação, colonial e produz, de
da Rede Globo. A novela lhe maneira sustentável,
satisfaz em dose dupla: Lucas frutas, legumes e
se sente em casa porque foi vegetais orgânicos.
em Malhação que seus pais se Além da beleza natural,
conheceram e, com o a fazenda guarda uma
personagem Dragão, mata a raridade: o piano de
saudade da época em que cauda que pertenceu à
tinha banda e fazia shows. Ingrid Bergman.

O QUARTO CASAMENTO DE JENNIFER LOPEZ APESAR DE JÁ


TER SIDO CASADA TRÊS VEZES, A CANTORA JENNIFER LOPEZ
ESTÁ CONSIDERANDO O SEU PRÓXIMO ENLACE MATRIMONIAL
COMO O MAIS VERDADEIRO DE TODOS. ELA SE PREPARA PARA
AS BODAS COM ALEX RODRÍGUEZ, EX-JOGADOR PROFISSIONAL
DE BEISEBOL NOS EUA, COM QUEM NAMORA HÁ TRÊS ANOS.
“QUERO UM GRANDE CASAMENTO, E DESSA VEZ NA IGREJA. JÁ
FUI CASADA, OS DOIS PRIMEIROS TIVERAM CURTA DURAÇÃO,
NÃO OS CONTO. EU ERA MUITO JOVEM.”

55
Grupo Unico Pdf PaD
Economia/Infraestrutura

Energia
para a
economia
Maior descoberta desde o pré-sal, a
reserva de gás na costa de Sergipe pode O ministro Paulo Guedes promete
favorecer o plano do governo de baratear anunciar um ambicioso plano
o combustível para lares e indústrias para o mercado energético
Marcos Strecker

A
confirmação recente da Petrobras de enorme
potencial de gás em águas profundas na costa
de Sergipe, a maior descoberta desde o pré-sal,
pode ajudar o segmento a se firmar como um
dos vetores de crescimento da economia nos próximos anos
NOVA FRONTEIRA
O potencial das seis descobertas
e favorecer os planos do ministro de baratear o combustível em águas profundas em Sergipe
para as indústrias. A exploração em Sergipe não é nova, mas
as áreas de Cumbe, Barra, Farfan, Muriú, Moita Bonita e ÁREAS
Poço Verde, a 80 km de Aracajú, têm animado a companhia,
que destacou a região no anúncio de seu resultado trimes- Aracaju
tral, em maio passado. Com a confirmação da extensão da
CUMBE
acumulação de gás em Moita Bonita e o teste de longa
duração em Farfan, que está previsto para 2019, abre-se
uma perspectiva importante para a Petrobras. “Nessa pro-
80 km POÇO
BARRA

VERDE
víncia, o que temos encontrado é óleo e reservatório de
excelente qualidade”, afirmou o diretor de Exploração e MURIÚ FARFAN

Produção, Carlos Alberto Pereira de Oliveira.


O anúncio entusiasmou o mercado, como a consultoria Gas MOITA
Energy. Seu diretor, Rivaldo Moreira Neto, acredita que a re- BONITA

ceita anual pode chegar a R$ 7 bilhões quando a produção


estiver madura, a preços atuais do combustível — a estimativa
é de 20 milhões de metros cúbicos diários de gás, um terço da
produção atual do País. “O que se sabe é que tem muito gás”,
diz o consultor. Cautelosa, a empresa informa que a área já faz
parte do seu plano de investimentos de 2019 a 2023. A Petro-
bras não pretende bancar os recursos para a produção sozinha.
A região integra o plano de desinvestimento da companhia,
que deseja vender participações minoritárias nas quatro con-
20 MILHÕES
de m3 por dia de
7 BILHÕES
de reais é a
cessões que englobam os campos. “Ela tem uma proporção gás natural, o receita anual
equivalente a um estimada para
muito grande, e vai continuar relevante. Faz sentido, há uma
terço da produção a Petrobras e
necessidade muito grande de dinheiro. Está trazendo novos total brasileira as sócias
atores”, diz Moreira Neto. A bacia de Sergipe e Alagoas também
Fonte: Petrobras, MME, Gas Energy
56 ISTOÉ 2582 26/6/2019
Grupo Unico Pdf PaD

GÁS ACESSÍVEL Projeto para reduzir custos passa pela abertura da exploração,
da distribuição e pela perspectiva de desinvestimentos da Petrobras

foi atraente nos últimos leilões promo- combina. A descoberta, os investimen-


vidos pela ANP. A americana ExxonMo- tos privados e a fala do ministro da
bil adquiriu áreas vizinhas das conces- Economia, me parecem bem orques-
sões da Petrobras. “A região é frutífera trados”, diz a pesquisadora da FGV. “O
para investimentos”, diz Fernanda gás terá um papel importante no futu-
Delgado, da FGV Energia. ro da matriz energética nacional. É um
combustível de transição em relação
ABERTURA ao mundo mais descarbonizado”.
A notícia da nova fronteira de ex- Desde 2016 o setor de óleo e gás se
ploração chega em boa hora para o recupera lentamente no País, após as
governo. Em breve deve acontecer o suspensões dos leilões no governo
anúncio do plano para o setor de gás Dilma Rousseff, a crise econômica e a
natural. O ministro Paulo Guedes gestão temerária da Petrobras, que se
anunciou em abril que deseja um endividou e sofreu desvios revelados
“choque de energia barata” com uma pela operação Lava Jato. Mas o ciclo
queda de 50% no custo do gás natural de investimento até que a nova pro-
para reindustrializar o País. O projeto dução se concretize é demorada e
inclui a abertura do mercado de explo- custosa. O gás que é gerado no pré-sal,
ração e distribuição do combustível. por exemplo, ainda é reinjetado nos
Recentemente a Petrobras concluiu a campos por falta de condições de es-
venda da Transportadora Associada de coamento. Mesmo assim, com a volta
Gás (TAG), que atua no segmento de dos leilões, retomados no governo
transportes e armazenamento — com Michel Temer, há previsão de arreca-
uma rede de 4,5 mil quilômetros de dação relevante nos próximos anos
gasodutos. A operação era um item para estados e municípios. O leilão do
importante do plano de desinvesti- excedente do contrato de cessão one-
mento da estatal e estava suspensa rosa, previsto para novembro, deve
pelo Supremo Tribunal Federal. Re- gerar R$ 106,6 bilhões ao governo. O
centemente a corte liberou a venda de pré-sal é a área mais atraente para a
subsidiárias de estatais, chancelando indústria petrolífera mundial atual-
a reestruturação da Petrobras. Tam- mente. É responsável por 55% da
bém nesse segmento, o Ministério das produção nacional, e esse montante
Minas e Energia autorizou nos últimos deverá aumentar para 80% em 2027,
dias a estatal a exportar cargas ociosas de acordo com a projeção da Empresa
de gás natural liquefeito (GNL). “Tudo de Pesquisa Energética (EPE).

FOTOS: JOSÉ CRUZ/AG. BRASIL 57


Grupo Unico Pdf PaD
Grupo Unico Pdf PaD

Internacional/Ásia

RESISTÊNCIA
O ativista Joshua Wong,
solto após cumprir três
anos de prisão:
“estamos de volta”

HONG KONG SE REBELA


Após protesto com soas saíram às ruas - que foi capaz de são”. A crise representa um avanço de
dois milhões de pessoas, a fazer o governo pró-Pequim recuar. A Hong Kong na tentativa de impor à
gota d’água foi um projeto de lei que China o desejo de autonomia. O terri-
chefe do Executivo, Carrie
propunha modificar a lei de extradição tório, atualmente Região Administrati-
Lam, pró-Pequim, recua e permitir o inédito envio de fugitivos va Especial da China, funciona sob o
em nova lei de extradição. à China. Na prática, isso significaria regime “um país, dois sistemas”, e já se
Agora os manifestantes menos liberdade a Hong Kong mostrou refratária ao poder de
pedem a sua renúncia e mais submissão ao Partido Pequim. Levantamentos da
Comunista da China, uma vez Universidade de Hong Kong
Luisa Purchio
que as pessoas seriam julga- mostram que caiu para 38% o

C
inco anos separam a “Revo- das por uma corte controlada número de cidadãos que têm
lução dos Guarda-Chuvas”, politicamente. Diante da pres- “orgulho de serem cidadãos
que ocorreu em 2014, dos são popular e dos pedidos por da China”, contra 47% em
Solução pElA
protestos que desde o último sua renúncia, Carrie Lam, che- mETAdE 1997. Além disso, 55% das
dia 9 tomaram as ruas de Hong Kong. fe do Executivo de Hong Carrie Lam pessoas de 18 a 29 anos veem
arquivou o
No movimento anterior, também co- Kong, se desculpou publica- projeto de lei,
negativamente o governo
nhecido como “Occupy Central”, mi- mente, dizendo que ouviu o mas não deixará chinês, enquanto apenas 13%
lhares se manifestaram contra uma povo “em alto e bom som”. Ela o cargo o enxergam de maneira posi-
proposta de reforma eleitoral que daria afirmou que o projeto foi sus- tiva. Na segunda-feira 17, em
à China mais poderes para interferir na penso e que o governo pretende ouvir plena efervescência política, o ativista
eleição do governo. Como resultado, as diferentes visões da sociedade. E foi Joshua Wong, um dos principais líderes
os líderes do protesto foram presos e, clara: não pretende deixar o cargo. do movimento dos Guarda-Chuvas, foi
apesar das sucessivas tentativas da A China, por sua vez, foi a favor do solto após cumprir pena de três anos
China de se impor, as ruas respiraram recuo da mandatária e se pronunciou de prisão por acusações relacionadas
um pouco de paz. Recentemente, no por meio de um comunicado do porta- aos protestos de 2014. Ele, assim como
entanto, a fúria voltou à antiga colônia voz do Ministério das Relações Exte- os manifestantes, comemorou o recuo
britânica, dessa vez com tanta força - riores, Geng Shuang: “Apoiamos, res- do projeto de lei, mas continua exigin-
no último domingo 2 milhões de pes- peitamos e compreendemos esta deci- do a renúncia de Carrie Lam.

58 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos : HECtoR REtAMAL/AfP; AP PHoto/Kin CHEung; AntHony WALLACE/AfP
Cultura
Grupo Unico Pdf PaD

artes visuais
em cartaz

LIVROS

Biografia revela como o


político mineiro se tornou
ministro da educação a
contragosto, mas, ainda assim,
conseguiu modernizar o ensino
e a cultura na era vargas
Luís Antônio Giron

Capanema,
o homem
que era um
ministério

AUSTERO Gustavo capanema em


Paris (c. 1950): reunião de artistas
e intelectuais para criar o ministério
da educação, hoje conhecido como
“ministério capanema”

60 ISTOÉ 2582 26/6/2019


Grupo Unico Pdf PaD

T
oda vez que do Patrimônio Histórico e
a educação Artístico Nacional (Iphan). passos de um Conservador
corre perigo, Convidou o poeta Carlos
manifestantes marcham Drummond de Andrade, para Paladino da família
em frente à sede do Ministério atrair intelectuais e artistas, entre e da religião
da Educação no Rio de Janeiro. eles o escritor Mário de Andrade em 8/7/1931, casa-se com
Mal sabem que o prédio, de e o músico Villa-Lobos. O círculo maria regina massot: o casal
1943, é um marco da arquitetura de celebridades deu brilho ao educa os três filhos segundo
modernista e da renovação da “Ministério Capanema”. À os preceitos católicos
cultura e do ensino. Projetado sombra do glamour, chefiou a
por Le Corbusier e Oscar nacionalização do ensino em Amigo dos
Niemeyer, é conhecido como 1942, após o Brasil entrar na intelectuais
Palácio Capanema, nome de guerra contra o Eixo. Foi então capanema com o
seu idealizador: Gustavo que chamou o exército para poeta carlos
Capanema (1900-1985). forçar as colônias italianas e Drummond de
“O edifício resume a visão de alemãs dos estados do Sul a andrade em reunião
um político que nunca pensou abandonar seus idiomas de do ministério da
em apear do governo”, diz o origem. Mandou demolir escolas educação e saúde:
historiador e jornalista Fábio rurais e prender quem não amizade de infância
Silvestre Cardoso, autor da falasse o português. resulta em parceria
biografia “Capanema: a história
do ministro da Educação que de Jango ao Caos Prédio modernista
atraiu intelectuais, tentou Getulista, defendeu o em 1937, lança a pedra
controlar o poder e sobreviveu presidente na crise que o levaria fundamental do prédio do
à Era Vargas” (editora Record). ao suicídio em 1954, como ministério da cultura no
“Para não deixar o poder, evitou deputado pelo Partido Social rio de Janeiro: projeto de
concorrer a cargos eletivos.” Democrático (PSD). Apoiou o Le corbusier, Niemeyer
“Capanema foi o típico correligionário JK à presidência, e Lúcio costa
conservador mineiro”, diz e se assustou quando João
Cardoso. “Era discreto e se aliava Goulart assumiu o cargo em Em defesa
a amigos importantes.” Mesmo 1961. Foi então que proferiu a de Getúlio
desprovido de carisma e jamais imprecação: “Entre Jango e o torna-se líder da
sorrir, manteve-se em cargos caos, prefiro o caos.” maioria pelo PsD na
públicos por 50 anos, de 1929 a Organizou o caos: apoiou câmara dos Deputados:
1979. De interventor de Minas o golpe e se filiou à Aliança discursa em favor
Gerais a senador biônico da Renovadora Nacional (Arena), de Getúlio vargas,
ditadura, passou por seu onde se manteve até morrer. na crise de 1954
momento glorioso, entre 1934 “No início, queria traçar o perfil
e 1945, o de sua gestão no de um homem discreto”, afirma
Ministério da Educação e Saúde Cardoso. “Descobri que ele era
(MES), o mais longevo da muito vaidoso.” Cobiçava a
história. Getúlio Vargas imortalidade com dois livros, um
convidou-o para o ministério de discurso e outro de aforismos.
como consolação, pois sonhava Mas perdeu a eleição à ABL em
em seguir como interventor. 1980. Apesar de ter criado um
Tão logo assumiu a sinecura, instituto de preservação da
converteu-a em palanque. memória, Capanema é um vulto
Iniciou uma gestão moderna, esquecido. Eis um de seus ditos
embora ditatorial. Fundou célebres: “Política é a arte de
NEGOCIADOR capanema entre o general artur da costa
órgãos, como o Instituto conquistar e conservar o poder”. e silva e o presidente Getúlio vargas (c. 1952): sempre em
Nacional do Livro e o Instituto Cumpriu a divisa até o final. cargos públicos, faz a ponte entre duas ditaduras

FOTOS: FGV/CPDOC; O GLOBO; REPRODUÇÃO 61


Grupo Unico Pdf PaD

artes visuais

INFERNO “Black Lake”, gravado no auge da crise nas highlands da Islândia DEusa RObótIca Avatar de Björk em “Family”

A cura natural quase intacta, ao mesmo tempo em que


entravam em uma era da internet tecnoverde.

pelo som
Essa é uma história que Björk conta no catálogo
da retrospectiva que o MoMA-NY dedicou à
sua obra em 2015.
Se as catedrais góticas e os templos pagãos
Primordial e futurista, Björk trava diálogo fossem atualizados para o século XXI, eles
certamente ganhariam o nome de “Vulnicura”
intimista com público do MIS-SP, levando-o
e seriam monumentos do amor. O nono álbum
a experimentar os seis estágios de um de Björk foi gravado em 2015, encerrando um
processo de recuperação emocional processo de luto e superação pela morte de um
relacionamento criativo e amoroso que ela teve
BJörk Digital/ Museu Da iMageM e Do soM, sP/ até 18/8 com o artista Matthew Barney ao longo de
13 anos, do qual brotou uma filha. Do grego

E
vulnicura (algo como “cura para as feridas”),
ra uma vez uma ilha distante que, desde os tempos o álbum é descrito pela artista como “a narrativa
primordiais, viveu submetida ao domínio dos povos de uma tragédia grega”. Seis de suas sete faixas
nórdicos vizinhos. Alheios aos principais acontecimentos ganharam vídeos em realidade virtual, hoje
da história, os habitantes da terra do gelo (oficialmente reunidos na exposição “Björk Digital”, que
Iceland, ou Islândia, em português) não viveram a revolução industrial, o Museu da Imagem e do Som apresenta em
o modernismo, nem o pós-modernismo. Em um belo dia de 1944, eles São Paulo até 18 de agosto.
acordaram de um sono de séculos de colonialismo e caíram direto no século As obras se abrem ao visitante em espaços
XXI. Foi quando esses seres do frio começaram a desfrutar de sua paisagem penetráveis via tecnologia VR, onde ele vivencia

62 ISTOÉ 2582 26/6/2019 Fotos: divulgação


Grupo Unico Pdf PaD

por Paula Alzugaray

céu Em “Notget”, na forma de avatar translúcido, Björk canta a imortalidade

os seis estágios atravessados por Björk início do percurso da exposição. A envolvimento do espectador com
para curar suas feridas. Nas primeiras utilização institucional da tecnologia a obra atinge tal nível de completude
duas obras, “Stonemilker”, filmado com VR (fones, óculos, capacete) exige esse e ineditismo em exposições de arte
uma câmera 360º, e “Black Lake”, que comportamento sectário do público — e tecnologia, que o visitante ganha
cronologicamente foram compostas o que gera um descompasso entre as dois joysticks que simplesmente se
cinco meses antes e três meses após a restrições físicas exigidas pela técnica e a transformam em um par de mãos (e
separação, o espectador é recebido pela liberdade imaginativa oferecida pela obra, antebraços!) para poder se relacionar
artista em paisagens de sua ilha: uma uma vez iniciada a experiência imersiva. fisicamente (ou virtualmente, se preferir)
praia deserta, com um farol, em Grótta, e Um anacronismo. Essa condição faz o com uma Björk metamorfoseada em
as cavernas e montanhas das highlands. público sentir a real dimensão de seu deusa robótica fantasmática. Altamente
Partindo dessa paisagem natural quase analfabetismo digital, a ponto de talvez mitológica, ela agora tem em seu plexo
intacta da terra do gelo, o espectador chegar a se sentir numa sala de aula de solar, no lugar de um coração partido,
atravessa um processo de metamorfose ensino fundamental. Torça pra não cair uma vulva aberta em pétalas, irradiando
de mariposa a fada, até se descolar na classe de engraçadinhos exibidos que o poder da natureza feminina.
totalmente da realidade, passando a querem brilhar mais que a Björk. A experiência dessa obra
fazer parte do todo internético tecno- Mas o desconforto de brincar de audiovisual-sonora-sensorial é, afinal,
verde do mundo de Björk. trenzinho no escuro com uma turma de sublime. Nos coloca dentro de um
desconhecidos perde total sua relevância “monumento de amor” e “cria um
Eu acREDItO Em FaDas quando chegamos ao gran finale da enxame de som ao redor das nossas
A narrativa avança na medida em que narrativa trágica da fada. Para a cabeças”, como diz a letra de “Family”.
o espectador passa de uma sala escura experiência da faixa “Family”, em que “Nós podemos ser curados por ele”,
para outra, acompanhado sempre por um Björk fala sobre o “triângulo milagroso” canta ela. E assim, quem puder, que
mesmo grupo de visitantes, formado no que se dá entre pai, mãe e criança, o ouça esse som e cure suas dores.

63
Grupo Unico Pdf PaD
Grupo Unico Pdf PaD

em cartaz por Luís Antônio Giron

aGeNDa
MUSICAL
“Sunset Boulevard”, de
Andrew Lloyd Webber,
baseou-se no filme
“Crepúsculo dos deuses”
(1950) e ganhou sete
Tony Awards. A versão
brasileira traz Marisa
Orth como Norma
Desmond, que assedia o
roteirista Joe Gillis (Julio
Assad). Teatro Santander,
São Paulo, até 7/7.

CASAL O compositor Francisco Mignone e a pianista


Maria Josephina Mignone em 1978: aos 96 anos, ela lança
um álbum com a produção juvenil inédita do marido
Hits Do
MÚSICA jovem GêNio

Chico Bororó
Do maxixe
TEATRO

redescoberto
O álbum traz 28 faixas, 27
composições para piano e O monólogo “O porco”
voz e piano. Maria (2000) é a obra mais
Josephina interpreta-as importante do diretor
A pianista Maria Josephina grava a obra sem deixar de manter a Antônio Januzelli, por
popular do marido, Francisco Mignone, fidelidade dos padrões de sintetizar sua visão de
que usou pseudônimo nos seus sambas execução da época. teatro. A nova versão é
“Procurei recuperar o vivida pelo ator Henrique

O
nome de Chico Bororó é um caso raro na história espírito dos anos 1920”, Schafer. Itaú Cultural, São
da música. Ele consta de partituras e gravações diz. “São peças leves, mas Paulo, de 21 a 30/6.
lançadas entre 1912 e 1931. São peças como o complicadas. Mignone
samba burlesco “Ahi! Pirata!”, gravado em 1928 em disco dizia que é mais difícil
Odeon por Francisco Alves, o Rei da Voz. A canção fez sucesso compor música fácil.”
no Carnaval e trouxe o seu autor à luz da ribalta. Poucos Uma das peças para piano
sabiam que ele era o compositor clássico paulistano Francisco solo é a valsa “Coca”,
Mignone (1897-1986), famoso pelas “Valsas de esquina” e pelo gravada de 1916 pela
bailado “Congada”, regido em 1921 por Richard Strauss com a Orquestra Paulistana,
Orquestra Filarmônica de Viena. “Desde menino, Mignone regida pelo pai do autor, o DANÇA
gostava de serestas”, diz a pianista Maria Josephina Mignone, flautista Alferio Mignone. O bailarino e coreógrafo
viúva do maestro. “Divulgar esse tipo de música não convinha potiguar radicado na
a moços de família. Daí o pseudônimo.” Maria Josephina, Alemanha Clébio Oliveira
realiza uma proeza aos 96 anos: apresenta pela primeira vez a estreia o espetáculo
obra integral de Chico Bororó. Executa com domínio ao piano “Foreign body”. Leva à
as peças solos e acompanha a soprano Nati Szpilman nas cena os desafios de
canções. O resultado é o álbum duplo “Chico Bororó – um papéis sociais assumidos
jovem Mignone” (selo Francisco Mignone). “Mignone tinha o sem questionar os
gênio criativo”, diz Maria Josephina. “Poucos triunfaram como gêneros. Sesc Pompeia,
ele tanto na música erudita como na popular.” São Paulo, de 28 a 30/6.

64 ISTOÉ 2582 26/6/2019 fotos divulgação


Grupo Unico Pdf PaD

Última palavra
Mentor Neto

O TWITTER DO GIOVANNI
G iovanni, 68 anos, e Amélia, 62, moram em
Higienópolis, em um daqueles prédios Gomes de
Almeida coloniais, clássicos. Almoço de domingo é
não liga para as manias do marido.
– Deixa ele, gente. Ele faz o que quiser, não é problema
de ninguém.
sagrado. Giovanni não permite que ninguém falte, não Mas a vida, meu amigo, imita a arte. A arte da política,
tem desculpa. Vêm os filhos, netos, primos, tias, no caso.
sobrinhos, todo mundo. Até o irmão da Amélia e a Um belo dia, Amélia estava em casa, terminando de fazer
mulher, uma chata, não podem faltar. Coisa de família um bolo de cenoura, quando recebeu um WhatsApp de um
italiana. Quem olha de fora acha lindo. Mas não é o amor número desconhecido. Achou que era propaganda mas,
que os une, não se engane. É o dinheiro mesmo. quando ia apagar, viu que a mensagem era um diálogo do
Giovanni ficou rico e saiu da Mooca após ter criado Giovanni com a gerente da loja da 25 de Março.
uma bem-sucedida confecção no Bom Retiro. Uniformes Amélia leu a conversa com o coração apertado. Ela
de tudo quanto é tipo. A firma emprega a família toda. sempre desconfiou que o marido desse lá suas puladas de
Giovanni é um patriarca à moda antiga, linha-dura, cerca, mas enquanto cuidasse bem da família, Amélia
com uma tendência — conhecida por todos — de gostar de preferia fazer vista grossa.
um puxa-saquismo. Não é um sujeito fácil de se
lidar. Autoritário, meio chucro, sem papas na O patriarca era toscão, soltava uns absurdos
língua. O pessoal aguenta, fazer o quê?
Giovanni nunca ligou para política, mas ano
de vez em quando, mas dava para levar. Até
passado a confecção fez umas camisetas para a a família ser atingida pelas conversas dele
campanha do Bolsonaro. Foi o primeiro sinal. com a gerente da loja da 25 de Março
– Mandei fazer 3 mil. Os funcionários todos têm
que usar até hoje — obriga Giovanni. Só que aquelas mensagens, pela primeira vez nos 40
Foi nessa época que ele começou a mudar de anos de casada, Amélia não podia ignorar. Não tinham
comportamento. A família toda notou, mas ninguém teve nada de mais, na verdade. Apenas uma ou outra frase
coragem de comentar. Em janeiro, criou uma conta no mais picante. Mas no final da mensagem, o autor anônimo
Twitter: @GiovanniMito. Obrigou a família, os informava que enviaria outras mais comprometedoras. E
funcionários e todos os fornecedores a segui-lo. Delegou assinava: “Intercept Giovanni”.
ao filho publicar o que ele mandasse. Amélia, chorando, mostrou tudo para o irmão.
Pelo Twitter, Giovanni anuncia o cardápio do almoço Preocupado com as consequências para o próprio
de domingo, que não varia há anos, discute com emprego no caso de um divórcio, ele marcou uma reunião
fornecedores e até demite funcionários. Mas não é só isso com os diretores da confecção, que basicamente eram
que mudou. Aos poucos, Giovanni passou a imitar o Amélia, os filhos, ele mesmo e sua mulher, a chata. Sem
presidente em tudo. Nos maneirismos, nas frases, às Giovanni saber, claro.
vezes impensadas, nas trapalhadas e futricas pelo Twitter Após muito conversar, chegaram à conclusão que as
— que ninguém sabe se tem ou não o dedo do filho. mensagens, realmente, não eram lá tão graves assim.
A família começou a se preocupar. O irmão da Amélia – Me desculpe, Melinha, mas isso é coisa de velho
quebrou o silêncio e mandou um WhatsApp: “Melinha, babão. Deixa pra lá! — sugeriu a cunhada chata tentando
tem que ver isso aí. O Giovanni anda muito esquisito com ser bem legal.
essas coisas de imitar o Bolsonaro. Isso ainda vai dar em Amelinha deixou, mas com uma condição: a gerente
confusão das grandes”. da loja da 25 tinha que ser demitida. E foi. O filho cuidou
No almoço, Giovanni agora quer fotos para publicar no disso. Pelo Twitter.
Twitter. Sempre fazendo os revolvinhos com as mãos,
para o constrangimento geral. Menos para Amélia, que
Mentor Neto é escritor e cronista

66 ISTOÉ 2582 26/6/2019 A opinião do colunista não necessariamente reflete a posição da revista
Grupo Unico Pdf PaD

POSTO BANDEIRA BRANCA:


QUALIDADE COMPROVADA

A qualidade dos combustíveis é a


mesma em 97% dos postos em todo
o país, seja BANDEIRA BRANCA ou
bandeirado, aqueles que ostentam
bandeiras famosas. Isso é o que diz
a ANP, agência que regula e fiscaliza
o setor.

Não se deixe enganar! Faça uma


escolha inteligente. Fique ao lado de
quem é Bandeira Branca e se
preocupa em oferecer combustível
que faz a diferença, com
QUALIDADE e PREÇO JUSTO.

#EuMereçoPreçoJusto
#BandeiraBrancaEuConfio

O combustível preciso Saiba onde encontrar:


que toda gente precisa! www.combustivelfit.com.br

/FitCombustiveis /fitcombustiveis
Grupo Unico Pdf PaD