Você está na página 1de 20

Switch Gerenciável 24 portas 1000 POE - 2 portas SFP - Ethernet Layer 2

Características mínimas obrigatórias:

1.Todos os equipamentos, softwares e demais componentes deverão ser novos, sem uso e não
recondicionados. Não serão aceitos softwares e hardwares experimentais, em fase de
desenvolvimento ou feitos exclusivamente para o atendimento do edital. Toda a documentação
comprovando as funcionalidades dos equipamentos deve ser pública e estar disponível no site
oficial do fabricante;

2.Dispositivo fisicamente independente, com gabinete padrão 19”, altura de no máximo 1 (um) RU e
fonte de alimentação própria, que implemente função de switching de camada 2, e filtros em
camadas 3 e 4 (referência ao modelo OSI);

3.Deverão ser fornecidos todos os cabos e acessórios, para a ligação e montagem do switch em
rack padrão 19 polegadas;

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 1/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
4.O equipamento deverá possuir fonte de alimentação interna que opere na faixa de tensão de 100-
240 V e frequência 60Hz;

5.Deve possuir 24 (vinte e quatro) interfaces gigabit-ethernet (10/100/1000 Mbps) conforme padrão
IEEE 802.3ab 1000Base-T com conector RJ-45, e 02 (dois) conectores do tipo SFP (Small Form-
Factor Pluggable) em combo;

6.Deve possuir e garantir recursos de Power-over-Ethernet conforme padrão IEEE 802.3af,


provendo no mínimo 6,5 watts para cada uma das 24 interfaces 1000Base-T, simultaneamente,
através dos pares 1-2 e 3-6, conforme modo de funcionamento A;

7.Deverá permitir a configuração manual e automática do modo de operação, half-duplex e full-


duplex, para todas as interfaces 1000BASE-T;

8.Deverá permitir a configuração automática e manual de velocidade de operação, 100/1000Mbps,


para todas as interfaces 1000BASE-T;

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 2/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
9.Deverá possuir o recurso de auto-detecção do tipo de cabo (direto ou cross-over) com ajuste
automático (auto MDI/MDIX) para todas as interfaces 1000BASE-T;

10. Deve possuir performance wire-speed, non-blocking com taxa de encaminhamento de


pacotes de no mínimo 34 Mpps (trinta e quatro milhões de pacotes por segundo) e matriz de
comutação de no mínimo 48 Gbps (quarenta e oito gigabits por segundo);

11. Deve possuir capacidade para no mínimo 8.000 (oito mil) endereços MAC;

12. Deve possuir memória Flash ou similar não volátil para o armazenamento do sistema
operacional e da configuração;

13. Deve permitir a criação de no mínimo 64 (sessenta e quatro) VLANs no padrão IEEE 802.1Q
com VLAN ID entre 1 (um) e 4000 (quatro mil);

14. Deve implementar os protocolos IEEE 802.1D Spanning Tree Protocol (STP) e IEEE 802.1w
Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 3/20
Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
Rapid Spanning Tree Protocol (RSTP);

15. Deve implementar gerenciamento via SNMP;

16. Deve implementar 04 (quatro) filas de QoS (Qualidade de Serviço) por interface com base
nos padrões IEEE 802.1p e DSCP em todas as interfaces;

17. Deve implementar o gerenciamento e configuração do equipamento via SSH e HTTPs com
controle de acesso através de usuário e senha;

18. DEVE IMPLEMENTAR A EXECUÇÃO DE TODOS OS COMANDOS DE CONFIGURAÇÃO


POR SSH;

19. Fornecer manuais e documentação completa para instalação e configuração, mídias e


acessórios de todos os componentes adquiridos;

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 4/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
20. O equipamento deverá ter a garantia de reposição de peças em, no máximo, 72 (setenta e
duas) horas para todos os componentes fornecidos pelo prazo mínimo de 12 (doze) meses.
Durante o período de vigência estabelecido, deverá ser garantido o acesso gratuito as novas
versões do sistema operacional/software dos equipamentos ofertados.

COMO INSTALAR E CONFIGURAR O SWITCH

1 KIT SWITCH

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 5/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
1.1 O kit de montagem do switch compõe das seguintes partes:

1.1.1 01 Switch 19” polegadas;

1.1.2 01 Par de “orelhas;

1.1.3 01 cabo de console;

1.1.4 01 Cabo de força.

1.2 MONTAGEM DO SWITCH

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 6/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
1.2.1 O par de “orelhas” devem ser parafusadas ao corpo do switch;

1.2.2 O cabo de força deve ser conetado ao switch.

2 FIXAÇÃO DO SWITCH NO RACK

2.1 Equipamentos necessários:

2.1.1 04 parafusos para rack;

2.1.2 04 porcas gaiola para rack.

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 7/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
2.2 O switch deve ser fixado, de preferência, na parte superior do rack próximo ao
equipamento terminal das fibras da COPEL (EDD);

2.3 Conectar o switch a uma tomada.

3 CONFIGURAÇÃO DO SWITCH

3.1 Iniciando a configuração

3.1.1 Exitem 3 métodos para configurar um switch gerenciável:

3.1.1.1 Porta console: Para utilizá-la você deve possuir um cabo console e saber as

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 8/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
configurações do cabo (pinagem) de velocidade e controle de fluxo. A vantagem da porta
console é que ela é independente da rede lógica local. A desvantagem é que o técnico
deve ter conhecimento avançado para utilizá-la;

3.1.1.2 Telnet e/ou SSH: Protocolos de comunicação de acesso ao servidor. Para utilizá-
los você deve saber o endereço IP padrão de fábrica do switch, usuário e senha. Você
deve configurar outro endereço IP da mesma rede no seu computador e conectar um cabo
de rede a uma porta do switch. O acesso é rápido mas requer conhecimento de linha de
comando. Conecte o cabo na porta 01 (um) por questão de padronização;

3.1.1.3 Navegador Web: Acesso ao switch via navegador de internet. Para utilizá-lo você
deve saber o endereço IP padrão de fábrica do switch, usuário e senha. Você deve

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 9/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
configurar outro endereço IP da mesma rede no seu computador e conectar um cabo de
rede a uma porta do switch. O acesso é mais simples para configuração, pois as páginas
possuem um menu estruturado. Normalmente recomendamos utilizar este método caso
não haja conhecimento profundo da marca e modelo do switch que está configurando.
Conecte o cabo na porta 01 (um) por questão de padronização.

3.1.2 Normalmente o usuário e senha padrões são:

3.1.2.1 usuário: admin e senha: admin;

3.1.2.2 usuário: admin e senha: (vazio);

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 10/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.1.2.3 usuário: root e senha: root;

3.1.2.4 Consulte o manual do fabricante ou entre em contato com o

3.2 Criando VLANS

3.2.1 A função de uma VLAN é separar uma sub-rede lógica de outra dentro de um mesmo
switch. Só é possível haver duas ou mais sub-redes em um switch se elas estiverem
marcadas cada uma por uma VLAN diferente. A VLAN atua como uma etiqueta identificadora
que varia do numeral 1 até 4094;

3.2.2 Será necessário criar cinco (05) VLANS diferentes:

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 11/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.2.2.1 10 (rede pedagógica), 20 (rede administrativa), 30 (rede ADSL ou internet direta),
40 (rede reservada) e 50 (rede reservada);

3.2.2.2 Aplique e salve a configuração.

3.3 Configurando portas e VLANS

3.3.1 Existem dois tipos de configuração de VLANS em portas:

3.3.1.1 Modo access é normalmente utilizado para configurar VLANS em portas onde
será conectada uma estação de trabalho, um switch sem gerência, modem de internet ou
EDD da COPEL;

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 12/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.3.1.2 Modo trunk é utilizado para conectar dispositivos de rede como switch
gerenciáveis, Access Points e roteadores. Lembramos que os equipamentos que serão
conectados nessas portas também devem possuir as mesmas VLANS configuradas em
modo trunk;

3.3.2 Seguindo um padrão estabelecido pela SEED a configuração das VLANS nas portas são
as seguintes:

3.3.2.1 Portas 01 à 02 na VLAN 10 (rede pedagógica) no modo access para conexão de


estações de trabalho. Se você estiver configurando via SSH, Telnet ou HTTP então nesse
passo configure apenas a porta 02;

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 13/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.3.2.2 Portas 03 à 09 na VLAN 20 (rede administrativa) no modo access para conexão
de estações de trabalho;

3.3.2.3 Portas 10 à 19 nas VLANS 10 (rede pedagógica), 20 (rede administrativa), 30


(rede ADSL ou internet direta), 40 (rede reservada) e 50 (rede reservada) no modo trunk
para a conexão dos pontos de acesso para rede sem fio;

3.3.2.4 Porta 20 na VLAN 20 (rede administrativa) no modo access para a conexão de


um switch sem gerência;

3.3.2.5 Porta 21 na VLAN 10 (rede pedagógica) no modo access para a conexão do


switch do Pró-info;

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 14/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.3.2.6 Porta 22 na VLAN 30 (rede ADSL ou internet local) no modo access para
conexão do modem ou internet local;

3.3.2.7 Porta 23 na VLAN 20 (rede administrativa) no modo access para conexão da


porta 06 do EDD da COPEL;

3.3.2.8 Porta 24 na VLAN 10 (rede pedagógica) no modo access para conexão da porta
05 do EDD da COPEL;

3.3.2.9 Portas 25 e 26 (se houverem) nas VLANS 10 (rede pedagógica), 20 (rede


administrativa), 30 (rede ADSL ou internet direta), 40 (rede reservada) e 50 (rede
reservada) no modo trunk para a conexão de outros switches gerenciáveis.

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 15/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.4 Configurando o endereço IP, mascara de rede e gateway

3.4.1 Para configurar o endereço IP e gateway do switch você deve saber qual é o endereço
de rede da escola. Caso não saiba entre em contato com a Celepar/SEED/Núcleo
Tel.XXXXXXX;

3.4.2 Normalmente a configuração IP do switch encontra-se no menu de rede (network) ou


semelhante;

3.4.3 O endereço do switch deve ter final “.3”, ou seja, se o endereço de rede da escola for,
por exemplo 172.16.125.0, então o endereço do switch deve ser 172.16.125.3;

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 16/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.4.4 A mascara de rede deve ser sempre 255.255.254.0 ou /23;

3.4.5 O endereço de gateway deve ter o final “.1”, ou seja, se o endereço de rede da escola
for por exemplo 172.16.125.0, então o endereço de gateway deve ser 172.16.125.1;

3.4.6 Você deve associar o endereço a VLAN 10 (rede pedagógica). Normalmente chama por
VLAN administrativa;

3.4.7 Após configurar o endereço IP, máscara de rede e Gateway você deve aplicar e salvar a
configuração do switch. Após esse comando o switch deixará de ter o IP padrão de fábrica e
passará a ter o endereço final “.3” da rede da escola. Para acessá-lo novamente você deverá
alterar as configurações de rede de seu computador e também configurá-lo com um endereço

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 17/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
IP da escola.

3.4.8 Conecte o cabo de rede do seu computador na porta 02, pois o IP de gerência está
associado a VLAN 10 e a porta 01 está na VLAN default (01). Acesse o switch novamente e
configure a porta 01 na VLAN 10 (rede pedagógica) no modo access para conexão de
estações de trabalho. Aplique e salve a configuração.

3.5 Configuração do protocolo SNMP e Syslog

3.5.1 O protocolo SNMP e o servidor de Syslog tem a função monitoramento. Para o


funcionamento correto você deve ativar o protocolo SNMP, configurar a versão e as
communitys. Você, normalmente, encontra essa configuração na página de administração

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 18/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.5.2 Configure a versão do protocolo SNMP para V2c;

3.5.3 Configure as communitys Public para XXXXxxXXX e Private para XXXXxxxXXX;

3.5.4 Configure no switch o endereço IP XXX.XXX.XXX.XXX do servidor de Syslog.

3.6 Servidor SNTP/NTP

3.6.1 Os protocolos SNTP/NTP servem para sincronizar o relógio interno do swtich com um
servidor. Você, normalmente, encontra essa configuração na página de administração;

3.6.2 Configure no switch o endereço IP XXX.XXX.XXX.XXX do servidor SNTP/NTP.

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 19/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0
3.7 Usuário administrativo e senha

3.7.1 Recomendamos a alteração, por motivos de segurança, do usuário e senhas padrões

3.7.2 Normalmente você encontra essa configuração na página de administração do switch

3.7.3 Altere o usuário admin para XXXXxXX e senha admin para XXZXXXXX.

4 DUVIDAS?

4.1 A Celepar disponibiliza uma central de atendimento de nível 2 para dúvidas na ativação e
configuração de switches e pontos de acesso. Ligue para o número 3200-6500.

Tecnologia da Informação e Comunicação do Paraná CELEPAR 20/20


Rua Mateus Leme, 1561 - 80530-010 Curitiba Paraná Brasil
Fone (041) 3200-6435
Fabio Serpa – Analista de Informática
e-mail – fserpa@celepar.pr.gov.br v1.0