Você está na página 1de 44

Cura & Evolução

Manual de Reiki
Essencial
2º Nível
“ Okuden”

Mara Moore
Membro da Associação Portuguesa de Reiki
nº 002185
E-mail: moore.mara@gmail.com

1
A TRANSFORMAÇÃO

ÍNDICE

Índice……………………………………………………………………………2

A Descoberta e o Acordar do Curador Interior……….…..…3

O sistema energético humano/Vórtices de energia …............... 4 a 8

Os Símbolos do Reiki …............................... 9 a 11, e 18


CHO-KU-REI….…….……….……………………………………..…….12, 13

SEI-HE-KI………….………….…………………………….…….……….14,15

HON-SHA-ZE-SHO-NEN.………………………………….……..…16,17

Envio da energia Reiki à distância ………………………………19 a 21

Técnicas Japonesas de Reiki…………………………….…..21 a 33

Grade de Materialização

Meditação com os Símbolos………………………………….……. 34,35

Interpretando as sensações das mãos


Preparação para o 3ºNível/Linha do Hara……………………36 a 38

Nota Importante ….......................................... 39

Bibliografia ………………………………………………………………… 40

2
“Somos canais de Amor e Luz em forma de Reiki, mas devemos estar conscientes de
que não há barreiras para a ação desta energia. Somos canais, não manipuladores;
somos terapeutas e mestres de Reiki, não magos. Não há barreiras, nem de tempo nem
de espaço para envio de energia ou para realizarmos iniciações. Isso seria querermos
limitar o Divino“

A DESCOBERTA E O ACORDAR DO CURADOR INTERIOR.

Ao reconheceres e aceitares a existência do eu Guia Interior, fazes parte do grupo de


curadores da Terra. A habilidade vem acompanhada de responsabilidade.
Além da capacidade de curar-te a ti próprio,desenvolveste a capacidade de ajudar os
outros,através do processo de libertação e iluminação mental e emocional.

Cuidar com Reiki

“Nenhum homem é uma ilha ou um ser completo em si mesmo; todo homem é um


pedaço do continente."
John Donne

Os caminhos da energia cósmica

Os novos avanços científicos estão confirmando os preceitos místicos tradicionais a


respeito do universo e do ser humano. A partir da dialética entre a ciência e o
conhecimento milenar está surgindo um novo e aprimorado conjunto de preceitos, que
permanecem em vertiginoso processo evolutivo. Todos estamos convidados a fazer parte
dessa dialética e da construção de um renovado acervo de conhecimentos.
A medicina Tradicional Chinesa e a Acupuntura utilizam o mapa de canais de
energia ou meridianos e seus pontos.
Os indianos estudam os centros de energia, ou chakras.

No Egito Antigo e depois na Europa os movimentos místicos relatam conhecer os mais


diversos conjuntos de corpos sobrepostos do ser humano, desde um corpo
essencialmente material até um corpo essencialmente espiritual. Algumas correntes
definem cinco corpos: físico,etérico,mental,emocional e espiritual. Outras chegam a
sete, nove ou até mais corpos que fazem parte do mesmo ser humano.
Todos esses preceitos são interligados. A energia universal, os planos, os corpos, os
chakras e os canais de energia. Estão também ligados aos órgãos físicos de nosso corpo
material, bem como com nosso modo de pensar, sentir, agir, interagir
socialmente, evoluir espiritualmente. E têm uma dinâmica incessante. A forma como
cada pessoa, autor ou entidade se refere ao universo reflete sua própria capacidade
física ou sua própria habilidade paranormal de “ver” o universo e o homem. Quando
relata ao mundo suas descobertas, revela aquela parte da verdade que conseguiu “ver”.
Outras entidades (pessoas, grupos de estudiosos) emitem outros relatos
correspondentes à sua própria forma de “ver” o que se passa ao seu redor.

3
Essas percepções diferentes correspondem cada uma ao tipo de vibração, ao tipo de
energia que está acessível para a percepção daquela entidade.

Sem dar-se completamente a perceber todas as energias de todos os tipos estão


interagindo e mantendo a saúde integral de cada ser e de todo o universo.E nós, que
não vemos senão o aspecto material de nosso corpo e de todo o Universo, guiamos nosso
raciocínio pelo relato dos privilegiados que nos contam de suas percepções e vivências.

O SISTEMA ENERGÉTICO E OS CORPOS ETÉRICOS DO HOMEM

A força que está em ação por trás dos aspectos materiais do corpo, com suas funções e
habilidades, é constituída de um complexo sistema de energia, sem o qual o corpo físico
não poderia existir. Esse sistema compõe-se de três elementos básicos:

1) Os corpos etéricos ou energéticos;

2) Os chakras, ou centros de energia;

3) Os nádis, ou canais de energia. Nesse sistema, os nádis representam um tipo de


artéria etérica. A palavra "nádi" é originária do sânscrito, e significa tubo, vaso ou
veia. Sua tarefa é a de conduzir a prana, ou energia vital, através do sistema de
energia etérica. A palavra sânscrita "prana" pode ser traduzida
como "energia absoluta". Entre os chineses e japoneses, essa força vital universal é
denominada "chi" ou "ki". Ela representa a fonte primitiva de todas as formas de
energia, e se expressa nas várias esferas da vida através de diversos tipos de
frequências. Uma das suas formas de expressão é a respiração, através da qual
podemos absorver, entre outros, a prana.

Os vórtices de energia (Chakras)

Importante: Nos estudos do reiki a ordem energética mais citada é a Indiana. Os


clássicos sete chakras.

Sétimo chakra - do topo da cabeça, da coroa ou coronário


sexto chakra - entre as sobrancelhas, do terceiro olho ou frontal
quinto chakra - da garganta ou laríngeo
quarto chakra - do coração ou cardíaco
terceiro chakra - plexo solar
segundo chakra - do umbigo, umbilical, esplênico ou sacral (sexo)
primeiro chakra - raiz, básico, coccígeo ou da terra (sexo)
Alguns autores citam o segundo, e o primeiro chakra como ligado ao sistema
reprodutivo e ao sexo.

4
Diz-se também que o chakra do sexo tem ligação com o chakra laríngeo e
conjuntamente trabalham na capacidade de expressão do ser humano. Seja através
da fala, da sexualidade ou de qualquer meio que se utilize para se expressar ou
relacionar.

Cada centro de energia (chakra) tem relação íntima com órgãos e sistemas materiais do
corpo humano, bem como com todos os outros chakras e com toda diversificada rede de
meridianos corpos e planos de energia.

A Figura abaixo mostra a localização dos sete centros principais de energia dos chacras
utilizados para diagnosticar estados psicológicos.
Eles estão divididos em centros mentais, centros de vontade e centros de sentimento.
Para a saúde psicológica, é preciso que os três
tipos de chacras, a saber, da razão, da vontade e
da emoção, estejam equilibrados e abertos.
Os três chacras da área da cabeça e da garganta
governam a razão; os que se localizam na frente
do corpo governam as emoções, seus
equivalentes nas costas governam a vontade.

- Centros menores e os chakras das mãos


Espalhados por todo o corpo temos muitos
outros chakras menores,inclusive nas mãos e
pés.
Os chakras das palmas das mãos e da planta dos
pés costumam ser a porta de saída da energia
do universo que se dirige à pessoa a quem
desejamos ajudar. E o chakra dos pés também
costumam nos conectar ao globo terrestre,
efetuando trocas energéticas importantes.

Podemos imaginar cada centro de energia


como um vórtice cônico de energia que se
abre a partir do centro da palma da mão, do
centro do peito, do centro da região
abrangida pelo chakra em questão.
É bom lembrar que cada chakra se abre para
os dois lados do corpo: frente e costas.

5
A partir do momento que o terapeuta reiki deseja ajudar o cliente e coloca nele suas
mãos, a energia do universo passa a fluir :(1) entra no terapeuta pelo topo da cabeça
(2) circula pelo corpo do terapeuta harmonizando, limpando (3) concentra-se no chakra
cardíaco (4)dirige-se pelos braços para sair pelas mãos (5)harmonizando todo sistema
energético do cliente (6) os símbolos sagrados do reiki sempre estão envolvidos no
processo curativo (7) mas o terapeuta costuma utilizar conscientemente os símbolos
apenas a partir do segundo nível;além disso os “anjos do reiki”, entidades espirituais
dedicadas a ajudar o terapeuta em suas práticas sempre estão ajudando; atuam como
terapeutas reiki companheiros; e somente agem a partir da nossa intenção de praticar o
bem através do reiki.

No sistema energético do homem, os chakras agem como estações receptoras,


transformadoras e distribuidoras das diversas frequências da prana.

Eles absorvem energias vitais dos corpos etéricos do homem, do seu meio ambiente, do
cosmos e das fontes básicas de toda e qualquer manifestação, directamente ou através
dos nádis, transformam-nas em frequências necessárias aos mais variados sectores do
corpo físico, ou dos corpos etéricos, para sua manutenção e desenvolvimento, e
transferem-nas, por sua vez, através dos canais energéticos, a esses corpos. Além disso,
irradiam energias através do meio ambiente. Por meio desse sistema energético, o
homem é envolvido, portanto, num intercâmbio com as forças em acção nos mais
variados planos de existência do seu meio ambiente, do universo e da base da Criação.
Uma vez que os chakras estão numa correlação bastante estreita com o corpo
energético, vamos descrever neste capítulo, inicialmente, o aspecto e as tarefas desse
corpo. Uma descrição detalhada dos chakras pode ser encontrada no capítulo seguinte, e
uma apresentação detalhada das tarefas de cada centro de energia é feita nos sete
capítulos relativos a cada chakra.

Em regra, distinguem-se quatro corpos energéticos:


1) O corpo etérico
2) O corpo emocional
3) O corpo mental
4) O corpo espiritual ou causal.

Cada um desses corpos etéricos tem a sua frequência vibratória básica. O corpo etérico,
que mais se aproxima do corpo físico, vibra com frequência mais baixa. Os corpos astral
e mental têm, respectivamente, frequências mais elevadas, enquanto no corpo causal
encontram-se representados os números mais altos de vibrações.
1) O CORPO ETÉRICO tem aproximadamente a mesma dimensão e configuração que o
corpo físico. Daí a denominação "duplo etérico" ou "corpo físico interior". Ele é
portador das forças de configuração do corpo físico, bem como da força vital e
criadora, e de todas as sensações físicas.

2) O CORPO EMOCIONAL, frequentemente também denominado corpo astral, é o


portador dos nossos sentimentos, emoções e das particularidades do caracter. A aura
do corpo emocional tem uma forma oval e pode se expandir vários metros ao redor
do ser humano.

6
3) O CORPO MENTAL, nossos pensamentos, ideias e os conhecimentos racionais, bem
como intuitivos, são controlados pelo corpo mental, sua vibração é mais elevada que
a do corpo etérico e emocional, e sua estrutura é menos densa. Tem forma oval e,
numa pessoa altamente evoluída, pode ampliar seu volume a ponto de igualar o do
corpo emocional e sua aura. A irradiação aurica do corpo mental atinge alguns
metros.

4) O CORPO ESPIRITUAL, frequentemente também chamado de corpo causal, possui a


mais alta frequência vibratória de todos os corpos de energia. Nas pessoas que ainda
estão bastante inconscientes do plano espiritual ele se contrai, junto com sua aura,
ficando cerca de um metro do corpo físico. O corpo e a aura espiritual de uma pessoa
totalmente desperta podem irradiar-se, no entanto, a vários quilómetros de
distância, casos em que a forma oval primitiva se transforma num círculo uniforme.

Existem cerca de quarenta chakras complementares, aos quais é atribuído um


significado maior. Desses, os mais importantes situam-se na região do baço, na nuca, na
palma das mãos e na sola dos pés.

Os sete chakras principais, que se encontram ao longo de um eixo vertical, na parte


dianteira do tronco, são tão decisivos para o funcionamento das regiões fundamentais e
mais importantes do corpo, da mente e da alma do homem que, a cada um, dedicamos
um capítulo específico. Neles você poderá verificar quais os aspectos da mente e da
alma que estão unidos a cada chakra, que regiões do corpo estão sob a sua influência,
como os bloqueios se expressam em cada chakra, e muito mais.

Queremos primeiro descrever aqui as características comuns aos sete chakras. Seu lugar
verdadeiro é no corpo etérico do homem. Os chakras assemelham-se a cálices de flores
afunilados, com uma quantidade diferente de pétalas. Por esse motivo, no Oriente,
também são chamados de Flores de Lótus. A subdivisão das flores em pétalas individuais
é representada pelos nádis ou canais de energia, através dos quais as energias penetram
nos chakras, de onde são conduzidas aos corpos mais sutis.

Sua quantidade varia de quatro canais, no chakra raiz, até quase 1.000 canais de
energia, no chakra coronal. Da depressão que se nota no meio de cada cálice parte um
outro canal que age como o talo da flor-chakra, até a coluna vertebral, e entra
directamente na mesma. Esse canal liga os chakras com o canal de energia mais
importante, denominado "SUSHUMNA", que sobe pelo interior da coluna vertebral,
prolongando-se até a cabeça, no chakra coronal. Os chakras estão num permanente
movimento circulatório. A essa característica devem a denominação "chakra", que em
sânscrito significa "roda".

O movimento circular dessas rodas faz com que a energia seja atraída para o interior
dos chakras. Quando a rotação é ao contrário, a energia é irradiada pelos chakras. Os
chakras giram para a direita ou para a esquerda. Nesse sentido, distingue-se um
princípio oposto no homem e na mulher, isto é, um adiantamento na expressão das
diversas energias, pois os mesmos chakras que no homem giram para a direita (no
sentido horário) na mulher giram para a esquerda --- e vice-versa.

7
Cada volta para a direita é, na sua expressão, preponderantemente de qualidade
masculina, e é chamada de "YANG" na doutrina chinesa, isto é, representa vontade e
actividade e, na sua forma negativa, significa "YIN", representando a receptividade e
a concordância e, na manifestação negativa, a fraqueza. O sentido da rotação muda
de um chakra para outro.

Assim, o chakra básico do homem gira para a direita, expressa as características


desse centro de modo mais activo - o sentido da conquista e do domínio, no âmbito
material e sexual. O primeiro chakra da mulher, entretanto, gira para a esquerda, o
que a torna mais receptiva à força vivificante e criadora da Terra, que penetra
através do centro da raiz.

No segundo chakra, os indícios são alterados: a rotação para a direita, na mulher,


demonstra mais força activa na expressão das emoções, e a rotação para a esquerda,
no homem, deixa-o assumir, nesse caso, uma atitude receptiva ou, frequentemente,
passiva.

E assim continua: os movimentos para a direita e para a esquerda se alternam,


caracterizando o homem e a mulher de modo diferente à complementação das
energias em cada âmbito da vida. O conhecimento sobre o sentido da rotação dos
chakras pode ser incluído em algumas formas de terapia. Assim você pode aplicar
com cristais, o sentido de rotação dos centros energéticos.

Nádis

8
Símbolos do Reiki

Com a iniciação em Reiki nível II, receberá:


3 (três) símbolos sagrados com seus respectivos mantras, que são por si só capazes de
limpar, equilibrar e transmutar formas de pensamentos, sentimentos e comportamentos,
superando as barreiras de tempo e espaço. É importante tratar os símbolos com
respeito e ter uma intenção muito clara ao usá-los.

Ao sermos iniciados no nível II, mais facilmente temos acesso a outros mundos para
obter informação e ajuda durante a cura. Os guias podem manifestar-se como seres
espirituais neste nível, embora estejam já presentes no nível I. Neste nível, o iniciado
não tem tanta consciência, mas, com o segundo nível, os guias podem ficar conhecidos.
Depois de se usar o Reiki II por alguns meses, o iniciado pode ter consciência da
presença dos guias nas suas curas.
Trabalhar conscientemente com orientação espiritual, faz da cura um prazer e quase um
milagre. Se não sabem o que fazer durante uma sessão de cura, peçam ajuda e a
resposta virá ou simplesmente acontecerá.
Devido à nossa intenção positiva de fazer o melhor que pudermos com o Reiki, são nos
dados todos os instrumentos e informações de que precisamos.
Se uma técnica está errada ou um símbolo mal desenhado, os guias corrigirão. É
frequente observarmos esse fenómeno no momento.
Geralmente, a energia do segundo grau é quatro vezes mais forte do que a energia do
primeiro grau. As sessões são de menor duração mas de maior efeito.
Depois da mudança manifestada no nível I, o nível II muda a nossa postura interior e a
relação com o mundo exterior. Acontece uma espécie de limpeza e tudo o que não é
sólido ou positivo, acaba por se transformar e a nossa atitude muda.
É importante ter sempre presente as pequenas alterações que se vão manifestando
dentro de nós à medida que progredimos após o segundo nível. Tornamo-nos mais fortes
e íntegros, conseguindo gerir com mais firmeza, harmonia e confiança, as realidades
com que nos confrontamos no dia a dia.

O Reiki Nível II vai acrescentar e aperfeiçoar a sua conexão com esta energia vital de
cura. O trabalho com os símbolos sagrados do Reiki abrirá um leque facilitador para a
atuação e potencialização da energia Reiki.
No Reiki Nível II, aprenderás três símbolos e seus respectivos mantras passará pela
segunda iniciação, e é autorizado a usar os símbolos sagrados segundo seu desejo.

Após a iniciação, te tornarás Canal II de Reiki e a partir desse momento está apto a
aplicar os símbolos de Reiki, inclusive à distância, realizando tratamentos que
ultrapassem os limites de tempo e espaço, porque os símbolos atuam em uma outra
dimensão e atingem bloqueios que por vezes não são percebidos.

9
“Nem Jesus, nem Usui usavam símbolos de cura. No entanto a maioria das pessoas
precisam deles, visto que os símbolos são o coração da espiritualidade. São gráficos que
condensam uma informação em comum. O símbolo, quando percebido pelos sentidos,
evoca o eco de uma experiência. Quanto mais profunda e mais significante a
experiência, mais poderoso é o símbolo. É importante notar a fisicalidade dos símbolos.
Idéias e conceitos podem surgir através de símbolos, mas não podem ser chamadas de
símbolos por si só.

A experiência evocada através do símbolo pode ficar somente na memória daqueles que
experimentam a situação a ter um significado puramente pessoal. Ou pode ser
verbalizado e transmitido, se tornando propriedade de muitos,possuindo significado
espiritual para indivíduos de acordo com o entendimento de cada um.

Um símbolo possui poder, tanto pessoal quanto histórico. Pessoal, pela virtude de suas
habilidades em evocar profundos sentimentos em uma pessoa e, histórico por permitir
que muitos o interpretem. Em ambos os casos, o símbolo físico é a experiência original,
a mensagem esclarecedora e direta, a mais profunda e compelidora voz. Através dos
tempos o símbolo pode sofrer alterações em seus significados, pois quanto mais remota
e inacessível é a mensagem pertencente a um símbolo, mas mutável e misterioso é seu
entendimento.

Qualquer símbolo faz parte dos processos da vida que são mutáveis e inevitáveis. Os
símbolos precisam ser entendidos e interpretados. Geralmente trazem consigo um
pouco da energia do renascimento, pois são veículos de uma compreensão posterior,
mesmo quando não estamos mais trabalhando especificamente com eles. Um exemplo
disso ocorre no mundo oculto que utiliza largamente símbolos reconstituídos. Hoje eles
são utilizados em modernas agendas que carregam pouca ou nenhuma relação com a
experiência original que deu nascimento a tais símbolos, provando assim que existe algo,
muito além do nosso entendimento, que chama o homem a fazer uso de seus símbolos
novamente. “

Os símbolos do Reiki eram considerados sagrados e secretos na Idade Média e até pouco
tempo atrás.
Porém, com a chegada do Terceiro Milênio, os conhecimentos vieram à público, assim
como os símbolos. No entanto, continuam sagrados e dignos de nosso imenso
respeito e gratidão, assim como seus mantras,que devem ser usados com todo o seu
amor e carinho, pois sua força no Universo é de imensa grandeza.

Os símbolos são representações de um aspeto da energia, são poderosas ferramentas


sagradas, compostos de yantras (desenhos energéticos) e mantras (sons energéticos). É
ao entoarmos o mantra e desenharmos o yantra correspondente, que a sua ativação
total ocorre. Após a nossa sintonia com eles, passam a ser uma chave para conectar
determinados padrões de energia. Não é necessário estarmos em estado meditativo para
que eles funcionem. Porém, o ideal é que estejamos recetivos e abertos para o amor.

10
SÍMBOLO USO SIGNIFICADO

CORPO Aumenta a potência, proteção “A Energia está aqui”;


física
CKR “O Divino está aqui”

MENTE “Chave do Universo” ou “Homem e


Mental, emocional, purificação, Deus são Um” ou Eu tenho a
SHK proteção espiritual, limpeza Chave”

ESPÍRITO Tratamento à distância, Arquivos “O Buda em mim vê o Buda em ti


Akáshicos, para promover a iluminação e a
HSZSN paz” ou “Cristo em mim vê Cristo
Passado/presente/futuro em ti”, ou “Eu e Tu somos Um”

Ministrar sintonizações. Mestrado.“Homem-Mulher-


MESTRE DKM Universo=Energia Global” “Yin-
Grande poder de cura. Yang”

Reforça os outros símbolos.

11
SÍMBOLOS DO REIKI NÍVEL II

CHO KU REI

Nome: Símbolo do PODER ou FOCO


Mantra - Cho Ku Rei (tchôcurei)
ENERGIA VITAL UNIVERSAL, LUZ DIVINA AQUI E A AGORA.
INÍCIO OU ENTRADA DA LUZ, ESTÁGIO DE REGENERAÇÃO.
Até que não haja diferença entre a mente e o mundo. União com o
grande vazio, desprendimento do plano terrestre. O primeiro passo,
a primeira experiência.
DEFINIÇÃO REIKI: O INTERRUPTOR DE LUZ.
- Significa, venha aqui e agora a energia do Universo.
- Origem = taoista
Este símbolo tem uma linda história, pois o céu vem para o homem e é dada a
possibilidade de se purificar pela Luz Cósmica Divina. O Cho Ku Rei é um amplificador da
energia Reiki. Pode-se usá-lo em qualquer circunstância, pois ele tem o poder de limpar
imediatamente qualquer pessoa, local, objeto, pois age nos canais físicos, etéricos,
emocionais e mentais. Ele pode tanto concentrar energia numa região pequena, como
expandir energia e preencher todo um quarto.
Deve ser utilizado no início e no final do tratamento, para selar as energias curativas.O
Símbolo da Força pode ser desenhado para eliminar energia negativa de um ambiente e
selá-lo com a luz, fazendo do ambiente um espaço limpo.
Pode-se também usar o símbolo numero 1 em qualquer lugar ou objeto para trazer a
energia universal ao plano físico; antes de sentar-se em uma cadeira, em áreas
saturadas de raiva, etc., devendo dar atenção aos cantos dos quartos pois a energia
move-se em círculos, tendo a tendência de ficar concentrada nesses cantos. Sua cor é
essencialmente violeta, porém, pode ser imaginado em diversas cores,dependendo de
sua intuição.

Utilização do símbolo : a forma básica é desenhar o símbolo no ar com a mão para


estabelecer a conexão com a energia universal. Sua utilização diminui
consideravelmente o tempo de aplicação duma sessão de Reiki.
Quando trabalhar com um paciente, desenhe este símbolo sempre que sentir
necessidade. Repita o mesmo até obter o efeito desejado de concentração
energética. Caso seja necessário interromper a sessão de aplicação, recomece com o
CHO KU REI e na posição em que estava quando houve a interrupção. No auto
tratamento, assim como no atendimento a outras pessoas, antes da aplicação
desenhamos ou visualizamos o símbolo 1 no chacra coronário, para que os canais
etéricos do corpo sejam desbloqueados e limpos, pois trazemos e aumentamos a
capacidade de absorção da Energia Vital Universal e conseqüentemente, diminuímos o
tempo de aplicação em cada posição.

12
O Cho ku Rei atua, primordialmente, sobre o corpo físico durante o processo de cura.
Mas, pode e deve ser usado para limpar energias densas do ambiente, pois ele
concentra a energia universal no plano físico.
Quanto mais você usá-lo mais energia de LUZ você cria no ambiente. Podemos usá-lo
também em alimentos e água, que passam de desenergizados para saudáveis e curativos.
Nos medicamentos, utilizamos este símbolo para minimizar possíveis efeitos secundários
indesejáveis.

Quando acrescentar o símbolo do poder, a intensidade de Luz aumenta na proporção de


uma lâmpada de 50 watts para uma de 500 watts. Pode ser utilizado sozinho ou
combinado com os outros símbolos. (É o único símbolo que pode ser usado só).Neste
caso, deve desenhar-se este sempre em último lugar, já que ativa e potencia o efeito
dos outros.
Numa sessão, pode ser desenhado várias vezes para concentrar mais energia na zona que
requer maior tratamento mas, especialmente no início da sessão, para aumentar o poder
do Reiki e, no fim, para fixar a energia dentro do receptor. Atua muito a nível físico.
Quando o corpo está em desequilíbrio, o símbolo ajuda a restaurar a função e o
equilíbrio naturais do corpo, a desobstruir quaisquer energias negativas, a fortalecer o
corpo, para além do grande poder de transmutação que tem. Funciona também como
proteção, por isso, podemos desenhá-lo, por exemplo, antes de sairmos de casa. Este
símbolo é também utilizado para limpar uma sala e transformá-la num lugar sagrado.
Serve também para proteger a casa, desenhando o símbolo em todas as portas e janelas
e até na porta da rua. Concentra a energia num ponto determinado, atraindo toda a
energia do Universo de Deus para a cura. Pode ser desenhado de duas maneiras, no
sentido horário e no sentido anti-horário. Escolha o que mais tiver a ver consigo. Mas
geralmente o sentido horário é o mais adequado aos movimentos do Planeta (Em
qualquer trabalho metafísico ou de energia, o moviento no sentido horário no
Hemisfério Norte é o sentido da evocação e do aumento e o movimento no sentido
anti-horário é o sentido do decréscimo e da dispersão. No Hemisfério Sul ocorre o
contrário). Mas opte por um, de acordo com a sua intuição e intenção.
(Ao usar um símbolo a intenção é extremamente importante).

13
SEI-HE-KI

Nome: Símbolo da HARMONIA ou MENTAL/EMOCIONAL


Mantra - Sei He Ki (pronúncia cei ê quí)

ATIVA E EQUILIBRA O CORPO MENTAL E EMOCIONAL.


A UNIÃO ENTRE DEUS E O HOMEM
Trás coisas do inconsciente para o consciente. A Terra e o homem
são purificados e transmutados, realizando a mudança alquímica
da matéria impura para a pureza do ouro. Purificação pelo fogo da
sabedoria. O Guardião. Reprogramação mental.

DEFINIÇÃO REIKI:CURA EMOCIONAL,PURIFICAÇÃO,LIMPEZA,PROTEÇÃO.CURA DAS


EMOÇÕES
Significa = Deus e a Humanidade são uma só ‘pessoa’ .
Origem = Budista.
Este símbolo é muito significativo e importante,usado principalmente para cura Mental.
Seu uso constante equilibra os lados direito e esquerdo do cérebro, gerando harmonia
e paz. É especialmente usado para curar problemas de relacionamentos e também em
qualquer situação de disfunções mentais e emocionais tais como: nervosismo, medo,
depressão, angústia, tristeza etc. Pode ser utilizado para curar hábitos indesejados ou
vícios, como por exemplo, o consumo de drogas, álcool,tabaco,compulsões como comer
por gula, roer as unhas, roubas,fobias, mas tratando um assunto de cada vez, com
afirmações, sempre na terceira posição modificada da cabeça (uma mão na testa e a
outra na nuca).
Melhora e clareia a memória.
Deve ser acrescentado no trabalho de afirmações ou decretos, pois penetra mais
profundamente na mente inconsciente, intensificando e harmonizando o nosso próprio
poder mental.
O Sei Hei Ki penetra em todas as camadas da nossa mente. Nos ajuda a descobrir
as causas escondidas dentro de nós, coisas profundas, guardadas em nossa
memória inconsciente.
Este símbolo é usado para ajudar a nos livrar dos percalços emocionais, diluindo os
padrões negativos. Fica mais fácil curar, pois este símbolo faz a pessoa descobrir onde e
qual é o problema a trabalhar. Traz à luz da consciência o que estava inconsciente e
busca os padrões de pensamentos e de sentimentos negativos para modificá-los e
transformá-los.
Quando aplicando o Reiki, devemos repeti-lo, principalmente sobre o chacra
cardíaco, para a instalar e harmonizar a energia amorosa equilibrando os aspectos
emocionais, e desenhá-lo no chacra do plexo solar,para limpar purificar e
harmonizar as energias dessa região.
Recomenda-se a utilização do SEI HE KI em todos os tratamentos, pois não existe
um problema físico que não esteja ligado ao mental/emocional. Sua cor é o verde, a
cor da cura do coração e do chakra cardíaco.

14
Deve usar-se na cura de alguém que esteja aborrecido ou emocionalmente perturbado.
Este símbolo leva a divindade aos tipos de energia humana e harmoniza os chacras
superiores. É muito utilizado para a cura mental mas, sobretudo, a cura emocional.
Estando ou não num contexto de cura, este símbolo tem outras utilidades: pode ser
usado para proteção e purificação, para anular energias negativas, para acabar
com espíritos obsessores e para resguardar determinado espaço de emoções
negativas, de doenças e de entidades. Quando da cura de alguém que possa estar
emocionalmente mais afetado, pode ser desenhado no chakra da coroa para
facilitar a libertação das emoções negativas que a pessoa esteja a sentir.
NOTA: O SEI-HE-KI é tão útil para as doenças emocionais dos animais como para as
dos humanos, fazendo com que elas desapareçam.
Para harmonia: Conversas difíceis, discussões, situações desagradáveis, espaços de
trabalho, casas, purificação de salas e ambientes.
Para proteção: antes de começar a tratar de alguém numa sessão, casas, carros,
carteiras, malas e em viagem.
Para comunicação: com pessoas doentes, bebés, animais, para exprimir ideias e
opiniões.
Para intuição: procurar objetos ou animais perdidos.
Para tratamento emocional: traça-se o SHK juntamente com o CKR nas costas das mãos
e também por cima do corpo da pessoa a ser tratada. Pode-se repetir várias vezes antes
da sessão.
Para limpezas: Comida, cristais, pêndulos e cartas dos anjos.

15
HON-SHA-ZE-SHO-NEN
Nome: Símbolo da DISTANCIA ou LIGAÇÃO
Mantra:HON-SHA-ZE-SHO-NEN, pronúncia: hon xá tzei
xou nên

ELIMINAÇÃO DA DISTÂNCIA.
O DIVINO EM MIM, SE UNE AO DIVINO EM VOCÊ.
SEM PASSADO, PRESENTE OU FUTURO.
Liberdade da ilusão e do karma criado pela mente. A
mente cria o tempo e a ilusão da limitação de espaço.
Iluminação é ir além da mente, ao estado divino,ao
encontro do nosso Deus Interior. Quando a mente está
aberta, ocorre o desprendimento e a compreensão de todas as coisas, a liberdade do
tempo, do espaço, da ilusão e da limitação.

DEFINIÇÃO REIKI:
CURA DO PASSADO, PRESENTE. FUTURO, CURA DO KARMA, CURA DA ALMA, CURA À
DISTÂNCIA.
SIGNIFICADO DE CADA UM DOS CINCO KANJIS COMPONENTES DO SÍMBOLO
HON – SHA – ZE – SHO – NEN
HON = FONTE, ORIGEM, LIVRO
SHA =PESSOA
ZE =DIREITO SOMENTE
SHO =CORRETO
NEN =PENSAMENTO, IDÉIA, DESEJO

A maioria dos Agentes de Cura aprende somente que esse símbolo é destinado à cua a
distância. Isso é verdade, mas é apenas a primeira utilidade desse poderoso símbolo. O
Hon-Sha-Ze-Sho-Nen é a energia que transmite a cura Reiki através do espaço e do
tempo. Ele sempre é usado na cura a distância ou ausente, e também na direta – tanto
na cura de si mesmo quanto na cura do outros. O símbolo é usado com maior frequência
nas sessões de cura direta. É também uma entrada para os Registros Akashicos, e
portanto, o seu uso é mais importante na cura kármica. Usando-se esse símbolo na cura,
os traumas da vida atual podem ser eliminados, mudando-se literalmente o futuro.
Padrões de vida passadas podem ser descobertos e eliminados e dívidas kármicas
resolvidas. Tudo isso acontece durante a sessão de cura direta, em geral, durante uma
série de sessões. O método também pode ser usado na cura de si mesmo.
Se souber que vai ser envolvido num acontecimento importante e conhecer o local, a
data ou a hora em que vai ter lugar, poderá enviar Reiki para esse acontecimento, com a
ajuda deste símbolo. Na altura devida a energia virá a si para o proteger e ajudar. Se um
acontecimento o traumatizou no passado e conhece aproximadamente a data em que
isso aconteceu, poderá com este símbolo enviar-se Reiki para essa data e dissolver o

16
problema. Uma fotografia sua dessa época poderá também ajudar a estabelecer essa
ligação. Estes processos poderão ser utilizados para outras pessoas.

Em resumo, os três símbolos apresentados fazem parte do ritual para o nível II. Todos os
símbolos devem ser memorizados para que seja fácil e possível desenhá-los, visualizá-los
mentalmente sem qualquer dificuldade. Cada linha deve ser feita pela ordem correta e
os símbolos desenhados conforme aparecem nas ilustrações.
Recordar ainda que estes símbolos devem ser desenhados com a mão ou visualizados
mentalmente, enquanto se repete o seu nome três vezes, como um mantra.
Tanto quanto possível, quando se está em contacto com os símbolos, seja na
autocura ou na cura dos outros, deve colocar-se a ponta da língua no céu da boca,
pois permite ligar os dois canais energéticos, o Céu e a Terra, favorecendo o
aumento de energia com que os símbolos são transmitidos.
A intenção é muito importante e fundamental, ao utilizarmos os símbolos. Os Guias de
Reiki querem que a cura se manifeste de todas as formas possíveis no plano terrestre.
Neste momento, Eles ajudam de todas as formas que podem para que isso ocorra.
Fique atento a todas as manifestações sutis que sentir... são um sinal de viragem na sua
vida. Sorria e partilhe esse amor com os outros.

Podemos integrar todos os símbolos no mesmo tratamento ou no mesmo local, se assim o


acharmos necessário. Podemos por exemplo, antes de iniciar um auto-tratamento ou
tratamento aos outros, desenhar energeticamente cada símbolo em cada palma das
mãos com a intenção de que os mesmos atuem unindo as suas características e
potencialidades específicas.

Assim desenhamos :

a) Com a mão direita o Hon-Sha-Ze-Sho-Nen na palma da mão esquerda


b) Com a mãos esquerda o Hon-Sha-Ze-Sho-Nen na palma da mão direita.
c) Unimos as mãos em posição de oração junto ao coração, integrando o símbolo ou
batemos 3 vexes as mãos uma na outra ao mesmo tempo que mentalizamos o
mantra.
d) Repetimos os pontos a) , b) e c) com o Sei-He-Ki e com o Cho-Ku-Rei.
e) Juntamos ambas as mãos e integramos os 3 símbolos mentalmente.
f) Começamos o tratamento.

17
18
Como enviar Reiki à distância:
Técnica da redução

Primeiro devemos tranquilizar-nos e sentar comodamente.


Abrimos os braços e mãos uns 50 centímetros. Então imaginamos nosso cliente entre
nossas mãos.
Traçar os símbolos. Começar com hon sha ze sho nen, seguir com cho ku rei e terminar
com sei he ki.
Cada símbolo uma vez, em violeta, enquanto recita seu nome três vezes.
Pronunciar o nome da pessoa.
Seguir então com ela entre nossas mãos, transmitindo-lhe reiki.
Conservar quanto tempo dispusermos, se possível uns dez minutos.

Técnica da caixa

Depois que começamos a oferecer reiki à distância é possível que a quantidade de


pessoas que nos pedem reiki cresça bastante. Pode ser que nós mesmos queiramos
anotar nomes de pessoas a quem desejamos ajudar.
Desenhe dentro da caixinha, no fundo e na tampa, os três símbolos: Hon-Sha-Ze-Sho-
Nen, Sei-He-Ki e Cho-Ku-Rei. Dentro da caixa colocam-se os pedidos das diversas
pessoas, fotografias, pedidos por correio, cristais, pêndulos, etc. . Após a evocação à
Fonte aplique 5 minutos de Reiki, colocando uma mão no topo da caixa e outra na parte
de baixo da mesma. Reenergize a Energia Reiki através dos símbolos em cada 24 horas
por cerca de 5 minutos. Fazendo esta ativação todos os dias.

Técnica do caderno
Nessa técnica iremos escrever em um caderno tudo que desejamos curar, alterar,
obter, fazer, concluir, conseguir, saber, compreender, nos libertar. Colocaremos
também fotos, nomes e endereços de pessoas que amamos, a quem vamos dirigir a
energia reiki à distância.
O caderno do reiki costuma ser mais pessoal, enquanto que a caixinha de reiki
normalmente não é assim tão cheia de vínculos.
Escolha um caderno prático e de fácil manuseio, desenhe na contra-capa os símbolos
HSZSN, SHK e o CKR, nesta ordem, escrevendo ao lado o nome de cada símbolo três
vezes, faça o mesmo processo na última capa, na parte interna
Dividir o caderno em temas, cada um destinado a um assunto, por exemplo:saúde,
família, profissão, afetividade, lazer, espiritualidade e outros.
Ativar da mesma maneira que a caixa. Na primeira vez abençoar o caderno nas duas
páginas onde contém os símbolos.
Técnica do Joelho

19
Técnica do Joelho
Escolha uma perna para iniciar a aplicação à distância, esta deverá ser sempre a mesma
para que exista correspondência vibracional. Recomendamos começar pela perna
esquerda para pessoas destras e a perna direita para canhotas.
Na perna escolhida o joelho corresponderá às quatro posições da cabeça, a coxa da
mesma perna corresponderá às quatro posições da frente do corpo e a coxa da perna
oposta às quatro posições das costas mais às duas posições dos pés.
Todas as 14 posições tradicionais receberão energia pela correspondência em somente
três pontos.

Devemos seguir a sequência:

1- Coloque a mão não dominante em concha sobre o joelho escolhido. A outra mão deve
permanecer livre para traçar os símbolos;
2- Trace o símbolo 3 (entoando o seu mantra 3 vezes), seguido do símbolo 2 (entoando o
seu mantra 3 vezes). Nesse momento, afirme três vezes o nome da pessoa que irá
receber a energia, mentalizando o seu rosto. Feito isso, trace o símbolo 1 e coloque a
mão dominante ao lado da outra mão, sobre o joelho que estará correspondendo às
posições da cabeça. Devemos permanecer a irradiar por cinco minutos;
3- Deslize suavemente as duas mãos para a coxa da mesma perna, permaneça aí por
mais 5 minutos. Dessa forma, atingirá todas as posições da frente da pessoa receptora;
4- Transfira uma mão de cada vez para a coxa da perna oposta, permanecendo assim por
mais cinco minutos. Dessa forma, atingirá todas as posições das costas e pés da pessoa
receptora.
Com isto, podemos enviar à distância um tratamento completo de Reiki, em apenas 15
minutos. Após a aplicação desconecte-se do campo áurico da pessoa lavando as mãos.
Podemos estabelecer outros pontos de correspondências, por exemplo: cotovelo com a
cabeça, antebraço com a frente e o outro antebraço para as costas e os pés.
A técnica do joelho também pode ser utilizada no autotratamento, com tempo reduzido
para dois minutos e meio por posição.

Para uma situação


Num papel escreva a situação desejada. Por detrás do papel desenhe os 3 símbolos do
Reiki. Mantenha esse papel consigo e envie energia quando sentir vontade. O feixe de
energia manter-se-á durante algum tempo. Pode também utilizar esse método para
deixar de fumar ou para qualquer vício indesejado.
Também é possível fazer um tratamento à distância completo a uma pessoa, através da
visualização. Neste caso, o tratamento pode demorar cerca de 20 minutos.

20
O envio à distância pode ser programado antecipadamente. O sistema é o mesmo,
apenas tem de se mencionar, no início, que a energia deve ser enviada num determinado
dia a e hora ou então envios diários, se for um caso que justifique.

He Ki Chiryo-Ho - cura de hábitos


Esta técnica nos ajuda a desenvolver uma atitude positiva perante a mais difícil
situação.
a) Coloca-se uma mão no Chacra Frontal e a outra na nuca, enviando Reiki para o
subconsciente
b) Devemos usar pensamentos para enviar mensagens silenciosas ao subconsciente do
receptor ou afirmações em voz alta visando nossa meta
c)Por ser uma técnica de transmissão de mensagens,recomenda-se sua aplicação
sempre,em qualquer tipo de tratamento por 1 ou 2 minutos. Devemos fazer uso da
intuição
d) Ao final da sessão, retiramos a mão do Chacra Frontal e aplicamos Reiki somente na
parte superior da cabeça. Nesse estágio final não deve ser transmitida nenhuma
mensagem.
Esta técnica pode ser aplicada em si mesmo e em outra pessoa. Ao aplicar em outra
pessoa, tenha certeza de que a mensagem enviada é exatamente o que o receptor
deseja. É melhor e mais eficiente transmitir mensagens curtas em diversas aplicações do
que enviar uma mensagem longa.

“Faça uma experiência: envie à distância Reiki para Jesus, Buda ou outro
Mestre. Quem o experimentou, recebeu em troca uma quantidade enorme de
energia.”

21
TÉCNICAS JAPONESAS DE REIKI
O Sensei Mikao Usui usava a energia Reiki de forma muito simples, bem diferente do que
habitualmente fazemos no Ocidente. Não utilizava posições convencionais, como
ensinava a Mestre Takata. Ele seguia mais o seu coração e a sua intuição ao realizar as
suas aplicações.
Há que mencionar a eficácia do método divulgado por Hawayo Takata. Apesar de não ter
utilizado as técnicas japonesas, com certeza teve acesso a este conhecimento, pois
havia referências às técnicas aplicadas por Mikao Usui no seu diário, aberto pela família
após a sua morte. O registo dessas técnicas no seu diário datava de maio de 1936.
O praticante do método Reiki poderá, portanto, seguir o tratamento ocidental
tradicional ou utilizar a sua sensibilidade interior, tal como fazia o Sensei Usui.
Naturalmente, quanto mais prática tiver, mais seguro se sentirá no que se refere à
melhor forma de aplicação. Estas técnicas eram ensinadas no nível I ou no nível II do
método Reiki.
As técnicas que o Sensei Usui ensinava aos seus alunos, conhecidas como Técnicas de
Reiki Tradicional Japonês ou Dentho Reiki Ryoho, são encontradas no Manual denominado
Reiki Ryoho Hikkei (Manual que Usui distribuía aos seus alunos).

Para a aplicação da energia Reiki, três técnicas denominadas “os três pilares do Reiki”,
são fundamentais, segundo o Sensei Usui:
Gassho – uma meditação cuja finalidade é esvaziar e acalmar a nossa mente, deixando o
canal livre e fortalecendo a nossa conexão com a Energia Vital Universal.
Reiji-Ho – uma oração para trazer a Energia para dentro de nós.
Chiryo – sessão propriamente dita.

22
KENYOKU
Kenyoku significa lavagem ou banho seco. A pronúncia correta é “queniocú”. A prática
também é conhecida no Japão como Saikai-Mokuyoku. Era ensinada por Mikao Usui no
Shoden (Nível I do método Reiki). É uma técnica de autolimpeza ou autopurificação.
Serve para retirar qualquer energia negativa absorvida numa sessão de Reiki ou mesmo
no dia a dia. Após a aplicação, serve para nos desconectar do recetor. É usada também
para nos desligar de pensamentos inoportunos. Mikao Usui utilizava esta técnica antes e
depois de uma sessão de Reiki.
Procedimento:
a) Após uma rápida meditação Gassho, ficar em pé, com as plantas dos pés tocando bem
o chão, corpo bem relaxado e as pernas um pouco afastadas, numa distância equivalente
à largura dos seus ombros.
b)Tocar com a mão direita no ombro esquerdo, em seguida deslizar com a mão
obliquamente, como se estivesse desenhando uma faixa, na direcção do quadril direito.
c) Tocar com a mão esquerda no ombro direito, deslizando em direcção ao quadril
esquerdo.
d) Repetir os itens “a” e “b” algumas vezes alternadamente.
e) Tocar novamente com a mão direita no ombro esquerdo, fazendo-a deslizar pela parte
interna do braço, passando-a pelo pulso em direção à ponta dos dedos, que devem estar
esticados.
f) Fazer o mesmo com a mão esquerda, deslizando-a rapidamente para baixo, até às
pontas dos dedos.
g) Repetir os itens “e” e “f” algumas vezes alternadamente.
h) Agradecer em prece.
i)Esta técnica não substitui a necessidade de lavagem prévia e posterior das mãos.

23
JOSHIN-KOKYUU-HO
Joshin significa parte superior do corpo. Kokyuu significa respiração e Ho significa
técnica. Trata-se de um exercício respiratório. A pronúncia correta é
“diochíncoquiorrô”. Esta era ensinada pelo Sensei Usui no Shoden (Nível I do método
Reiki).
Existe uma explicação para Sensei Usui relacionar a energia Reiki à respiração:
- O chacra raiz está ligado ao Elemento Terra
- O chacra sagrado está ligado ao Elemento Água
- O chacra do plexo solar está ligado ao Elemento Fogo
- O chacra cardíaco está ligado ao Elemento Ar (É neste chacra que a energia Reiki se
forma (adensa). Quando respiramos, trabalhamos com o Elemento Ar, que harmoniza o
chacra responsável pelo amor incondicional. Toda a energia é obrigatoriamente uma
energia de amor, inclusive a energia Reiki. Fazemos, então, a ligação entre a energia
Reiki e a respiração.
Esta técnica auxilia-nos a modificar maus hábitos respiratórios, auxiliando a força vital
(Prana) a penetrar melhor no nosso corpo.
Respirando melhor, o reikiano imediatamente sentirá mais atividade energética nas suas
mãos, aumentando a sua capacidade de canalizar energia.
Esta técnica é muito útil antes de uma sessão do método Reiki, especialmente se
estivermos cansados. A boa respiração aumenta a vitalidade magnética do corpo. O
principal objetivo, no entanto, é a autolimpeza e purificação do corpo áurico. Serve
também para acalmar os pensamentos (mente).
O tempo máximo é de 10 minutos. Para que a técnica surta efeito, dois pontos deverão
ser observados pelo reikiano: as retenções (de três a quatro segundos) e o ritmo (lento e
profundo).
Pessoas hipertensas, com problemas cardíacos ou respiratórios, devem intercalar o
exercício com três ou quatro respirações normais, caso sintam algum desconforto.
Procedimento:
a) Sente-se confortavelmente. Lentamente desça as mãos ao colo, pousando-as
relaxadamente com as palmas viradas para cima, como se estivesse segurando ovos.
Procure trazer bons pensamentos à mente. Inspire calma e profundamente pelo nariz
(local de absorção), visualizando a entrada de energia, na cor branca pelo chacra
coronário;

24
b)Leve os pensamentos até à região do tanden (centro do corpo, próximo ao chacra
umbilical), aproximadamente três a cinco centímetros abaixo do umbigo e ouça a sua
própria respiração. Não há um tempo específico para manter a retenção; três ou quatro
segundos é um tempo suficiente.
c) Ao expirar (pela boca, de preferência), imagine estar libertando o ar também pelos
chacras das mãos, pontas dos dedos e chacras dos pés. O ponto tanden é o centro da
vitalidade. É importante mentalizar que o ar inspirado pelas narinas vai para lá e que,
em seguida, a energia se expande, saindo pela boca e pelas extremidades dos pés e das
mãos, vitalizando e limpando o corpo para que nos tornemos um canal limpo de energia
Reiki.

GASSHO
Gassho significa: duas mãos juntando-se, unidas ou em prece. A pronúncia correta é
“gáshô”. Esta técnica é uma meditação. Era ensinada pelo Sensei Usui no Shoden (Nível I
do método Reiki). A meditação Gassho é um tipo de centramento. Segundo as
orientações de Sensei Usui, é a primeira coisa que devemos fazer antes de aplicarmos
Reiki. É a primeira etapa de um tratamento com o método Reiki. Esvaziar-se para
receber é a primeira condição. Este esvaziamento vai ajudar para a sintonia com um
estado mais apropriado antes da aplicação da energia Reiki e no seu dia a dia.
O Sensei Usui pregava que o melhor preparativo para o amanhã é o uso certo do hoje.
Ele utilizava diariamente a meditação Gassho e orientava os alunos no sentido de a
praticarem, individualmente ou em grupo. Na meditação em grupo, a energia envolvida
é mais poderosa mas, no entanto, é uma experiência individual.
Escolha, de preferência, um mesmo local e horário para meditar. O nosso corpo e mente
têm um relógio biológico. Sentimos fome quando chega a hora habitual da nossa
refeição. Passará a sentir fome de meditar no horário do costume.
Procedimento:
a) Procure sentar-se o mais direito possível. Também pode efectuá-la de pé, se preferir.
Encontre a posição mais confortável. É bom apoiar as costas e relaxar os ombros. Feche
os olhos, respire profundamente três ou quatro vezes e, depois, manter as mãos
relaxadas e unidas em frente ao peito ou à garganta, com os dedos direcionados para
cima. Nessa posição, entra-se automaticamente em estado meditativo. É fundamental
focalizar a atenção no ponto onde os dedos médios se tocam. Sempre que surgirem
pensamentos, volte a dar atenção ao ponto onde os dedos médios se encontram.

25
b) O tempo médio para esta meditação é de 10 ou 15 minutos. É possível que tenha
sensações, como calor nas mãos, na coluna, etc. Não valorize. O objetivo não é dar
atenção às sensações mas simplesmente concentrar-se no vazio.
c) Quando sentir um bom nível de tranquilidade mental, repita pausadamente Os Cinco
Princípios do Reiki*:
* Com o intuito de melhorar as capacidades terapêuticas dos alunos, Mikao Usui criou
um conjunto de princípios como um guia para um estilo de vida sensato e correto. Deu-
lhes o nome de Gokai – Os Cinco Principios de Reiki e são baseados num poema do
Imperador Meiji. São um dos maiores legados de Mikao Usui, não só para praticantes de
Reiki mas também para qualquer pessoa. São valores morais, atitudes, formas de estar
na vida que, quando praticadas, nos ajudam a melhorar e elevar a consciência.

Só por hoje
Sou calmo/a
Confio
Sou grato/a
Trabalho honestamente
E sou bondoso/a para todos os seres
Kyo dake wa
Okoru na
Shinpai suna
Kansha shite
Gyo o hage me
Hito ni shinsetsu ni

É bom repetir os Cinco Princípios logo após a meditação, porque a meditação pode
ajudar-nos a descondicionar hábitos que precisam ser modificados. Lembre-se que toda
a palavra tem um efeito. No final desta meditação, respire calma, pausada e
profundamente e depois abra lentamente os olhos.

26
Notas:
- Dedo polegar – Elemento Fogo – Chacra Plexo Solar
- Dedo indicador – Elemento Ar – Chacra Cardíaco
- Dedo médio – Elemento Éter – Chacra Frontal.
- Dedo anelar – Elemento Terra – Chacra Raiz
- Dedo mínimo – Elemento Água – Chacra Sagrado
É preciso concentrar a atenção no ponto onde os dedos médios se tocam para ativar a
intuição através do chacra frontal.
A razão para manter as mãos junto ao chacra da garganta, é a de que este representa o
início da comunicação com o mundo espiritual, responsável pelos insights do reikiano ao
longo de uma sessão.
Ao colocar as mãos à altura do chacra cardíaco, devemos entender a importância deste
chacra. Além de ser o mais sagrado, é o mais significativo do método Reiki. Antes de
saírem pelas mãos, as energias passam por um processo de transformação ou
adensamento nesse chacra para, então, serem usadas pelo recetor. Podemos dizer que o
chacra cardíaco é a fábrica de energia Reiki.
A energia proveniente desse importante chacra, é a mais branda e confortadora que
conhecemos. É o centro de equilíbrio dos setes principais chacras do nosso corpo. Ele
processa as energias superiores que descem a partir dos três chacras situados acima dele
e, a energia que sobe, também precisa ser devidamente refinada e processada antes de
atingir o chacra coronário. É muito importante para quem trabalha com a energia Reiki,
estar centrado neste chacra.

REIJI-HO
Reiji significa indicação do espírito ou intuição e Ho significa técnica. Esta técnica
representa a segunda etapa de um tratamento com o método Reiki. É indicada para a
preparação antes de uma aplicação de energia Reiki e nada mais é do que uma oração
sincera. A pronúncia correta é “leidjirrô”. Era ensinada pelo Sensei Usui no Shoden
(Nível I do método Reiki).
Reiji-Ho é um alimento para o espírito; destina-se principalmente a permitir que o Poder
Superior guie, por intuição, as mãos do reikiano para agir onde for necessário. Seria uma
aplicação de energia Reiki com as mãos ligadas ao piloto automático. Os nossos braços
são a nossa extensão. Eles ligam-nos a outras pessoas ou objetos, conduzindo a energia
para as mãos, principais canais de distribuição da energia Reiki. Os chacras das mãos

27
têm uma profunda ligação com o chacra cardíaco (ambos de cor rosa). As mãos têm
facilidade em sentir, em função desta estreita ligação com o chacra do amor
incondicional.
Reiji-Ho ensina-nos que devemos fazer a nossa parte e entregar a Deus o restante. Com
a oração, Deus torna-se vivo no nosso coração e, a partir daí, todos os atos adquirem
uma nova dimensão, lembrando mais uma vez que toda a energia terapêutica é
obrigatoriamente uma energia de amor.
Procedimento:
a) Faça uma meditação Gassho por um minuto, em pé ou sentado, se preferir com as
mãos em forma de oração. Relaxe .
b Peça ao recetor que faça também uma oração.
c)Faça uma oração pedindo para que a energia que vai ser transmitida ao recetor, seja
para o seu Bem Supremo. A oração deve ser simples, direta, espontânea, compreendida,
curta, consciente, inteligente, definida e com muita intenção. Visualize-se a si próprio e
ao recetor envolvidos em Luz.
d) Quando sentir a conexão, agradeça pela energia Reiki, pedindo que flua livremente
através de si, como canal de aplicação. Coloque as mãos em frente ao peito e, em
seguida, acima do chacra frontal. Faça uma invocação (invocare = chamar por dentro).
Invoque Sabedoria Infinita para que o oriente na melhor maneira de usar a energia Reiki.
e) Inicie a aplicação da energia Reiki no recetor, permanecendo o mais recetivo e
relaxado possível. Fique atento às experiências e insights, tendo como finalidade
aperfeiçoar sempre o tratamento.
BYOSEN-REIKAN-HO
Byo significa enfermidade ou doença, Sen significa linha desenhada, Reikan significa
sensação e Ho significa técnica. Poderia ser traduzida como técnica de sentir a linha da
doença ou, se quisermos utilizar uma linguagem mais moderna, “escaneamento”. A
pronúncia correta é “biôzenreicanrrô”. Esta técnica era ensinada pelo Sensei Usui no
Shoden (Nível I do método Reiki).
O objetivo principal da técnica é detetar, baseado na intuição, as áreas que mais
precisam receber energia Reiki, após identificar onde estão as falhas energéticas e
localizar as principais áreas bloqueadas. Devemos ter em mente que esta técnica não
tem relação com exames médicos. De forma alguma pode ser usada como método de
diagnóstico. Aliás, nunca se deve diagnosticar. Isso é uma prerrogativa médica!
É uma técnica muito eficaz, pois, além de detetar os problemas existentes na aura do
recetor, causadores da maioria dos problemas de saúde, oferece também a oportunidade

28
do reikiano estabelecer uma conexão mais íntima do seu campo energético com o do
recetor. Face à interação áurica que o reikiano experimenta, muitas vezes, é possível ter
acesso por insights, profundas revelações sobre a vida e as emoções reprimidas do
recetor. Podem perceber-se psiquicamente as possíveis causas dos problemas. Também é
possível detetar as mudanças necessárias para uma total recuperação e uma melhoria da
qualidade da vida.
Recomenda-se realizar a técnica Byosen-Reikan após Kenyoku (limpeza), Joshin-Koyuu-
Ho (respiração), Gassho (meditação), Reiji-Ho (oração) e antes de Chiryo (tratamento).
Byosen-Reikan não é uma pré-condição essencial para o sucesso da sessão,
principalmente se a sua capacidade de sentir ainda for limitada. Também se a sua
sensibilidade não estiver bem desenvolvida, pode ocorrer que não sinta nada. O uso de
drogas, bebidas alcoólicas, cigarros, maus hábitos alimentares, stress, falta de atividade
física e de repouso adequado, por exemplo, prejudicam a sensibilidade das mãos do
reikiano. A experiência desenvolve a habilidade de sentir. Por exemplo, esfregar as mãos
vigorosamente por alguns segundos, também aumentará a sensibilidade das mãos
(elevando o nível de energia e aquecendo-as).
Não crie expectativas quanto ao que poderá acontecer. Não se deve forçar coisa alguma.
Procedimento:
a) Esta técnica pode ser executada com o recetor sentado ou deitado. Fique ao lado do
recetor, afaste-se um pouco para que você possa estender os braços. Poderá usar as duas
mãos ao mesmo tempo, ou qualquer uma isoladamente (neste caso, utilize a mão mais
recetiva).
b)Coloque a mão não dominante a uma distância de uns 30 centímetros do chacra
coronário (topo da cabeça do recetor), transferindo a sua consciência para a palma da
sua mão. Conserve a sua mão relaxada, com o pulso solto. De seguida, aproxime-a até
cerca de 8 a 10 centímetros da pele, região onde a aura é mais densa. Mantenha o
estado o mais recetivo possível, por forma a captar todo um conjunto de sensações.
Evite os ruídos. É no silêncio que encontramos as nossas melhores respostas.
c) Movimente a mão lentamente em direcção aos pés. Procure manter uma distância da
pele do recetor de 5 a 30 centímetros, percebendo a energia além do corpo. Assegure-se
de estar cobrindo os principais órgãos e chacras. Em todo o percurso sinta as mudanças,
perceba os bloqueios. Uma vez determinado onde se encontram as variações, mudanças
e diferenças registadas pela sensibilidade da mão, geralmente é nesta área que a pessoa
estará a precisar mais de energia Reiki. Não questione muito, confie na sua intuição.
d) Concluída a avaliação da cabeça aos pés, volte à posição inicial, no topo da cabeça,
para mais um ciclo, no total de três. Caso não perceba grandes bloqueios, não há

29
necessidade de pedir à pessoa que se vire de costas (no caso da avaliação ter sido feita
apenas na parte anterior do corpo).
e)Canalize energia Reiki nos pontos indicados até sentir que o fluxo energético diminui
de intensidade. É conveniente fazer novo escaneamento para verificar se o tratamento
está completo.
Pode acontecer encontrar uma ou mais áreas não detetadas no primeiro escaneamento.
Caso isto ocorra, aplique mais energia Reiki no local, até harmonizar o fluxo energético.
f) É possível utilizar esta técnica na autoaplicação, obedecendo ao mesmo procedimento
e investigação no seu próprio campo energético, ou seja, deslizando a mão ao longo do
seu próprio corpo. Tomando conhecimento das suas necessidades, você poderá facilitar o
seu crescimento pessoal, tornando-se uma pessoa mais completa e um reikiano mais
eficaz.
CHIRYO
Chiryo significa tratamento. A pronúncia correta é “tíliô”. É o terceiro pilar do método
Reiki. Os alunos do Sensei Usui aprendiam a realizar o tratamento desde o Shoden (Nível
1 da técnica Reiki).
No tratamento, o reikiano é imprescindível para a transferência da energia Reiki. Um
reikiano pode ser comparado a um carteiro que, embora seja peça de menor
importância na comunicação entre duas pessoas que se correspondem, pode
comprometer o contacto, caso venha a recusar-se a cumprir o papel de entregar as
mensagens ao destinatário. A energia usada no método Reiki é uma só. Vibra
constantemente, move-se em ondas com velocidades diferentes, produzindo variados
graus de densidade. O reikiano desacelera a energia, mudando a sua oscilação ou
vibração. Dependendo da combinação dos símbolos do método Reiki, são produzidos
efeitos específicos no mundo físico.
A matéria de toda a vida é a mesma, tudo no planeta tem a mesma energia, combinada
de múltiplos modos para criar formas e coisas diferenciadas. Uma árvore tem a mesma
origem energética de um animal ou de um ser humano. Daí o porquê da energia Reiki
poder ser utilizada com sucesso em plantas, animais, alimentos, etc.
Conforme nos conta a história original do método Reiki, o Sensei Usui e o Dr. Hayashi
atendiam numa clínica. Não é aconselhável ou conveniente abrir a residência para
atendimento ao público, principalmente se nesta casa houver crianças. Elas são mais
sensíveis aos fluidos deletérios, agressivos, repulsivos, doentios e mórbidos que as
pessoas perturbadas disseminam nos ambientes. Estas energias permanecem estagnadas
e flutuando no local, mesmo após o trabalho com a energia Reiki.

30
Devemos evitar a saturação fluídica nociva dos miasmas que podem adoecer os
moradores. Essas energias permanecem até serem dissolvidas por uma frequência
energética superior como, por exemplo, uma defumação ou uma postura RELIGIOSA
muito equilibrada, o que é ainda muito difícil para o ser humano atual. Ainda
observamos muitos desentendimentos domésticos.
Quando aplicamos energia Reiki em alguém, abrem-se os nossos chacras e os do
receptor. É importante pois, que o ambiente esteja em harmonia e limpo
energeticamente. É recomendável fazer uma limpeza energética no ambiente,
antes e depois de uma sessão. Deverá purificar ou transmutar a energia residual
indesejável. Da mesma forma que limpamos as nossas casas, também devemos purificar
o astral e, para isso, a defumação é o melhor remédio.
Também deve relaxar e descontrair-se bastante antes de qualquer atendimento.
Procure tornar-se uno com a Energia Universal. Use roupas largas e confortáveis de
qualquer cor, o importante é que estejam limpas e cómodas. O Sensei Aoki,
presidente do Instituto Reido-Reiki de Tóquio, a exemplo da Osho Commune
International (Pune-India), usa roupas de cor preta durante as sessões do método
Reiki a fim de proteger os chacras energeticamente. Esta cor é muito utilizada por
cardeais, bispos, padres, maestros, pessoas enlutadas, juízes, etc. sempre visando
a proteção energética.
Ter plantas vivas e flores frescas a enfeitar o ambiente destinado ao método Reiki trará
sempre um toque de energia positiva. As pessoas equilibram-se estando em contacto
com a natureza. Muda-se de vibração pelo simples facto de se estar a lidar com coisas
bonitas.
Atenção especial também para a temperatura da sala, que deve ser agradável, nem fria
nem quente de mais. O relaxamento pode fazer com que os recetores sintam frio mesmo
com boa temperatura ambiente. Além disso, o reikiano irradia calor. Quando mudamos
as mãos de posição ocorre um choque térmico com o resfriamento. Evite corrente de ar
sobre o recetor. Usar um lençol leve de algodão para proteger, principalmente os pés. É
adequado trocar o lençol entre uma sessão e outra. Caso esteja muito frio, pode
utilizar-se, sobre o lençol, uma manta mais pesada.
Música suave e meditativa em baixo volume é relaxante e importante, tanto para criar
uma atmosfera adequada, quanto para construir um complemento energético à sessão. A
música contribui para o sucesso de um tratamento, auxiliando vibracionalmente o
trabalho. A luminosidade não deve ser muito intensa.

31
Para evitar a impaciência, não trabalhe com sede ou fome. Os reikianos quando estão a
trabalhar, desidratam-se numa velocidade maior. Deve haver sempre água à mão, tanto
para o terapeuta quanto para o recetor.
O estômago muito cheio exige muita energia para a digestão, o que poderá tornar
o reikiano sonolento e com a intuição reduzida. O ideal é alimentar-se pouco, antes
da aplicação, para não prejudicar a intuição.
A energia Reiki pode ser aplicada com o receptor sentado ou deitado. Claro que deitado
relaxará melhor e estará mais cómodo.
O Sensei Usui meditava (Gassho) e orava (Reiji-Ho) antes de aplicar energia Reiki
(Chiryo). Sabemos também que ele usava a energia Reiki de forma flexível e intuitiva.
Segundo ele, devemos contar essencialmente com a intuição para nos orientar e não
com um conjunto de procedimentos, como estabeleceram o Dr. Hayashi e,
posteriormente, a Sra. Takata, quando propuseram as posições básicas ensinadas no
Nível I do método. Isto não quer dizer que um ou outro estejam errados. Não há certo ou
errado na técnica Reiki.

ENKAKU-CHIRYO-HO ou SASHIN-CHIRYO-HO
Enkaku significa distância, Chiryo significa tratamento e Ho significa técnica. A
pronúncia correta é “encacutiliôrrô”. A técnica Enkaku-Chiryo utilizada pelo Sensei Usui,
consiste em enviar energia à distância, utilizando-se o nome ou uma foto do recetor.
Esta prática era ensinada pelo Sensei Usui no Okuden (Nível 2 do método Reiki). A
técnica também é conhecida como Sashin-Chiryo (Sashin quer dizer fotografia).
A energia Reiki pode ser aplicada com sucesso, tanto no local quanto à distância.
Emitida como se fosse uma onda radiofónica, forma uma ponte de luz ou uma flecha
energética que atinge, em cheio, um ponto previamente determinado. É uma energia
multidimensional, atua na quarta dimensão, na qual temos o continuum: não temos
tempo nem espaço.
A energia Reiki também pode ser enviada ao futuro e ao passado. O passado, o
presente e o futuro interrelacionam-se, são partes do mesmo todo, ciclos da mesma
energia, cada um pleno a seu tempo, numa existência simultânea. Não há outro tempo
para além do agora. Não há outro lugar para além do “aqui”. Trabalhando com o método
Reiki, “o aqui e o agora” representam tudo o que existe.
Aprendendo a trabalhar com os símbolos do método Reiki, o reikiano passa a poder
direcionar a energia para além do plano físico. É fundamental o uso do símbolo Hon Sha
Ze Sho Nen e de um endereço vibratório do recetor. Pode ser um objeto pessoal, uma

32
foto, o nome, o endereço, a data de nascimento ou qualquer outra referência. Este
endereço vibratório, conhecido na radiestesia como testemunho, orienta a energia
emitida, como se fosse uma bússola, indicando a direção correta até chegar à pessoa
recetora.
Procedimento:
a) Coloque a foto ou o papel na mão e desenhe por cima, o símbolo HSZSN seguido do
símbolo SHK (Sei He Ki). Antes de desenhar o CKR (Cho Ku Rei), afirme três vezes que a
energia seguirá para a pessoa em questão. No Japão, os mantras são chamados de
Kotodamas, que devem ser repetidos três vezes, sempre que um símbolo é acionado.
Coloque a outra mão por acima da primeira, de forma a cobrir a foto ou o papel e deixe
a energia fluir. Também pode colocar o papel ou foto à sua frente e aplicar a energia
com as duas mãos nessa direção. Quantos mais reikianos houver nessa corrente, melhor
será o resultado.
Existe uma ética que impede de enviar energia à distância sem a devida permissão do
recetor. Entretanto, havendo dúvida entre aplicar ou não a energia Reiki à distância,
opte sempre pela compaixão. Aplique.
Esta técnica pode ser utilizada também para desencarnados. De acordo com
informações psicografadas por Mestres Reiki que são espíritas, qualquer oferta de
paz, como orações e a energia Reiki, dedicados a espíritos desencarnados,
transformam-se em luzes azuis, lilases e violetas que tomam o formato de pétalas
coloridas e luminosas. Essas expressões energéticas fundem-se ao corpo energético
do desencarnado, inundando-o com vibrações balsâmicas e vitalizantes.
Reikiano, expresse apenas aquelas promessas que pode cumprir. Se prometer enviar
energia Reiki à distância, cumpra!

MEDITAR É ESTAR CONSCIENTE

Para a consciência, não existe tempo nem espaço.


A consciência tudo cria, aqui e agora.

33
Grade de Materialização

. Visualize-se na situação desejada.


. Atente para a sua localização e para tudo o que está ao seu redor.
. Envolva a imagem numa grade dourada, diagonal ou espiral, formando-se de cima para
baixo.
. Desenhe o CKR sobre toda a figura.
. Conserve viva essa imagem por tanto tempo quanto possível e, então, deixe-a
desaparecer.

Tenha cuidado com o que pedir. Você pode conseguir!

Meditação com os Símbolos


• Sente-se confortavelmente, posicione as suas mãos com as palmas para cima. *
• Por aproximadamente 3 minutos concentre-se na sua respiração, focalize cada etapa
da sua respiração, inspirando pelo nariz, retenção, expiração pela boca; faça respirações
abdominais (ao inspirar expanda o seu abdómen, ao expirar contraia-o).
• Solicite ou invoque orientação, proteção e inspiração da Hierarquia do Reiki ou do
Deus da sua devoção.
• Visualize à sua frente o símbolo HSZSN e repita o mantra correspondente três vezes.
• Conduza-o até à parte superior da sua cabeça e visualize-o a entrar pelo Chacra
Coronário e descendo até ao Chacra Básico (1º). Visualize que todos os chacras se
tornam mais luminosos e energéticos à medida que o símbolo HSZSN desce através da
coluna. Sinta a energia dos chacras a expandir-se (siga o caminho que o símbolo
percorre, perceba como ele atua em cada chacra, sinta o chacra a harmonizar-se).
•Visualize à sua frente o símbolo SHK e repita o mantra correspondente três vezes.
•Conduza-o até à parte superior da sua cabeça e visualize-o a entrar pelo Chacra
Coronário e descendo até ao Chacra Básico (1º). Visualize que todos os chacras se
tornam mais luminosos e energéticos à medida que o símbolo SHK desce através da
coluna. Sinta a energia dos chacras a expandir-se (siga o caminho que o símbolo
percorre, perceba como ele atua em cada chacra, sinta o chacra a harmonizar-se).
• Visualize à sua frente o símbolo CKR e repita o mantra correspondente três vezes.

34
Conduza-o até à parte superior da sua cabeça e visualize-o a entrar pelo Chacra
Coronário e descendo até ao Chacra Básico (1º). Visualize que todos os chacras se
tornam mais luminosos e energéticos à medida que o símbolo CKR desce através da
coluna. Sinta a energia dos chacras a expandir-se (siga o caminho que o símbolo
percorre, perceba como ele atua em cada chacra, sinta o chacra a harmonizar-se).
•Você está inteiramente harmonizado.
• Agora, ao inspirar, você absorve a energia cósmica pelo topo da cabeça; ao reter, ela
expande-se pela altura do umbigo; ao expirar, ela distribui-se por todos os centros
energéticos, com as qualidades e frequências de cada um dos símbolos, sendo emitida
no ambiente em que nos encontramos.
•Visualize o ambiente todo a ser harmonizado, poderá estimular a visualização
imaginando que uma luz dourada se espalha por todo o ambiente.
• Quando sentir o ambiente harmonizado, visualize que essa luz começa a formar um
escudo de energia à sua volta, é como uma esfera de energia que se forma e que o irá
proteger de todo e qualquer mal que lhe possa ser dirigido.
• Se em qualquer momento do dia sentir que o escudo está a ficar permeável, basta
visualizá-lo novamente para que ele se fortaleça, isto leva apenas alguns segundos.
• Permaneça em silêncio e recetivo às vibrações e inspirações do momento.
* Quando posicionamos as nossas mãos com as palmas para cima, é como se
disséssemos que estamos abertos às dádivas que o cosmos nos dirige, e estamos,
também, dispostos a compartilhar essas dádivas.

35
Interpretando as sensações das mãos
À medida que vamos praticando o Reiki, cada vez mais ficamos sensíveis à energia e
passamos a perceber a forma como ela se manifesta em cada recetor, através das nossas
mãos. Isso poderá servir-nos de indicações. Eis algumas possibilidades:
Formigueiro: em geral, essa sensação indica alguma inflamação. Use a sua perceção imediata
para decidir se ela é crónica, subaguda ou aguda. A intensidade do formigueiro pode fornecer
uma pista.
Sensação de frio: essa sensação pode ser causada por um bloqueio energético antigo que
arrefece a vitalidade do organismo quando é removido do fluxo de processos em curso. Às vezes
essas áreas precisam de muita atenção para que esses bloqueios energéticos sejam libertados.
Uma disposição do seu cliente para encarar sofrimentos antigos ou lembranças há muito
esquecidas pode ser necessária para libertar essas áreas provavelmente mais frias.
Calor: interprete isso como sinal de ausência de vitalidade, sendo, portanto, esta
necessária. As sensações podem ser entre quente moderado até um quente intenso
(embora não desagradável). Um organismo vitalizado mas cansado, consegue absorver a
força de que necessita.
Atração magnética forte: essa sensação provavelmente indica que uma área afetada
necessita urgentemente da energia reiki e que está pronta para recebê-la.
Energia de afastamento: aqui provavelmente temos um bloqueio antigo,
profundamente enraizado, que impede a entrada de vitalidade e da energia vital de que
ele necessita.
Fluxo energético: essa sensação nas suas mãos sugere que a energia está a fluir e
acolhendo os impulsos vitais adicionais, o que resulta numa frequência vibratória mais
elevada de todo o sistema.
Dor aguda: este pode ser o sintoma de um acúmulo de energia em processo de
dissolução. A energia libertada emerge à consciência e é integrada pelo sistema
energético circundante. O confronto com partes que anteriormente eram reprimidas
muitas vezes é stressante. Neste caso, você não deve terminar a sessão de Reiki sem
antes tratar o corpo todo.
Dor imprecisa: essa sensação pode chamar a sua atenção para um antigo acúmulo de
energia que ainda se encontra no estado pré-consciente – mas como a reação mostra –
pronto para ser libertado. Onde quer que você perceba esta sensação, envolva a área

com energia Reiki com frequência até que a estrutura enrijecida se dissolva por
completo.
Pontada (de dor): indica um acúmulo de energia pronto para ser libertado, mas ainda
não assimilado pelo sistema energético circundante.

36
Estas são algumas possibilidades que nos poderão dar alguma indicação do estado
energético do recetor. Porém, devo lembrar que o Reiki não necessita de diagnóstico.
Desenvolver a nossa perceção será uma ferramenta muito útil mas não devemos apegar-
nos a isso.
Termos ou não a perceção desenvolvida, não indica que somos um canal mais ou menos
eficiente.
Walter Lübeck: Excertos do livro “ Manual de Reiki”

Preparação para o 3º nível de Reiki Essencial


Tomando conhecimento dos canais de energia que permeiam o corpo humano, o agente
de cura compreende como o Reiki penetra e flui pelo corpo. Ao trabalhar com o Reiki
para harmonizar esses canais, ele aumenta a sua capacidade como curador. Aprendendo
a controlar o fluxo de energia nos canais, o curador é capaz de transmitir aos outros essa
energia. Essa transmissão é o processo de iniciação em Reiki e o exercício a seguir
mencionado, prepara o corpo para isso. A capacidade de conter e transmitir grandes
quantidades de Ki e as técnicas para fazer uso dessa energia, é o que constitui a

sintonização em Reiki e o que dá origem a um Mestre.

Linha do Hara:
O Ki vem do Céu e da Terra e é a força vivificante do Ser. Junto com o Ki Terreno e o Ki
Celestial, todas as pessoas nascem com o Ki Original, a força vital presente na conceção.
Enquanto o Ki Terreno e o Ki Celestial são levados para o corpo por força exterior, o Ki
Original é interno e está armazenado na região entre o umbigo e o chacra umbilical, na
frente dos rins (Porta da Vida), no centro do corpo. “Hara” é o nome japonês dessa
região de armazenamento.
Na Ásia e na Índia, descrevem-se os canais por onde o Ki (Prana ou Chi) entra e circula
através do corpo. Ambos os sistemas começam com um canal central primário, ladeado
por um par de canais que ativa a energia em direções opostas. Estes canais acompanham
a linha da coluna vertebral através do corpo.
Este par de linhas energéticas é chamado de Vaso da Conceção (ou Funcional) e Vaso
Governador.
Vaso da Concepção:
É feminino (Yin), tem carga energética negativa, significa responsabilidade e é o vaso da
linha mediana anterior, sendo considerado como a reunião de todos os meridianos Yin.
Inicia-se no períneo ou ponto Hui Yin (entre os órgãos genitais e o ânus, no corpo físico)
e move-se para cima, na parte da frente (anterior) do corpo, terminando ligeiramente
abaixo do lábio inferior.
37
Vaso Governador:
É masculino (Yang) e a sua carga energética é positiva. Tem o papel de governar todos os
meridianos Yang. Também começa no períneo e move-se para cima, pela parte posterior
do corpo ao longo da coluna vertebral até ao cérebro, curvando-se sobre a linha
mediana frontal. Termina entre o lábio superior e a gengiva sobre o freio do mesmo
lábio.
Posição Hui Yin:
A posição Hui Yin liga os Vasos da Conceção e Governador nas partes inferior e superior
do corpo. Sem essa posição, o Ki movimenta-se através dos canais em direções opostas,
para dentro e para fora num fluxo em linha reta. A contração do Hui Yin, permite que o
Ki se movimente num circuito completo através do corpo.
Exercício (Posição Hui Yin) :
Sente-se numa cadeira ou no chão, contraia os músculos da vagina e do ânus. Mantenha-
se nessa posição por tanto tempo quanto possível e, então, solte. Repita várias vezes.
Posteriormente este exercício deve ser feito de pé.
Nos casos dos homens, o exercício é praticamente igual, a única diferença é que só o
ânus é contraído. Os músculos devem ser pressionados para cima e para dentro.
Devemos ser capazes de conservar o Hui Yin com a língua no céu da boca e reter a
respiração, durante dois ou três minutos, quando estiver a fazer a sintonização em Reiki.
Este é o objetivo do exercício: desenvolver a contração muscular necessária.
O Ki imediatamente começa a fluir para cima, ao longo da Linha do Hara e a energia não
pode movimentar-se para baixo e sair do corpo pelos pés e órgãos internos. A ligação é
feita com a energia da Terra, que é absorvida para cima em direção ao Hara. Ao colocar
a língua no céu da boca, atrás dos dentes, no palato duro, o circuito de energia está
fechado e os Vasos da Concepção e Governador são ligados em ambos os extremos. O
Hara é ativado e a energia circula pelo corpo, fazendo-se sentir como se o circuito
tivesse a forma de um “8”. Essa figura também é o símbolo egípcio do infinito.
1º Posição Hui Yin
2º Língua no céu da boca
3º Respirar profundamente e prender a respiração o máximo que puder

38
Nota Importante

“O chakra cardíaco e o amor incondicional.


A capacidade de doação vem através do chakra cardíaco pois ele é a fonte do amor e
da relação entre os seres e a própria vida.O chakra cardíaco é a residência do nosso
amor, da integridade, bondade e altruísmo. É através da energia deste chakra que o
amor incondicional se manifesta na capacidade de dar e receber. Para um praticante
de Reiki ele é o seu cento que depois flui pelos braços até aos chakras das mãos. O
coração é a ponte para as asas do Reiki.”
A iniciação é uma forma de pagamento kármico. Durante o processo, o karma é
retirado do receptor como pagamento por se tomar um curador. Isso ocorre quando o
Mestre/Instrutor permanece num nível energético muito elevado durante a iniciação,
o que também eleva o nível do Ki no receptor. A ocorrência é automática, sem a
intenção ou interferência do Mestre, apenas fluindo através dele. O ego não é
envolvido. O Mestre simplesmente faz os movimentos físicos, e tudo o mais se segue.
O processo iniciático pode ser considerado hoje uma das coisas mais sagradas na
Terra. Desde o momento da iniciação, um novo curador é criado — ou melhor,
despertado. A capacidade de curar faz parte do código genético humano impresso no
nosso DNA. A iniciação Reiki acende uma luz numa casa escura, reactivando dons que
um dia foram universais, mas que hoje estão praticamente esquecidos. O Reiki é uma
das maiores forças deste planeta na evolução das pessoas. As iniciações curam o
nosso DNA, ligando-nos novamente à "Luz" da informação que foi perdida pêlos
habitantes da Terra.

Pratique Reiki e seja Feliz! Deixo o meu mais sincero AMOR e


meu agradecimento
à todos que trabalham para o BEM.

39
BIBLIOGRAFIA

Manual do Terapeuta Profissional ….... Johnny de Carli

Reiki para a Vida …........ Penelope Quest

Reiki Essencial …....... Diane Stein

Manual de Reiki …..... Walter Lumbeck

40
Como a iniciação é recebida