Você está na página 1de 6

UNIVERSIDADE FEDERAL DE ITAJUBÁ

Campus de Itabira

ECAi08 - Medidas Elétricas e Instrumentação

1a Lista de Exercı́cios

Prof. Fadul Ferrari Rodor

Exercı́cio 01
Defina resolução e sensibilidade.

Exercı́cio 02
Defina precisão e exatidão de medida.

Exercı́cio 03
Defina histerese e zona morta.

Exercı́cio 04
Defina resposta em frequência.

Exercı́cio 05
No mesmo sistema, considere que a faixa de operação é de 0 a 100 o C e que o sensor dá uma resposta de 0V
a 0o C, dessa forma a tensão de fundo de escala seria 10V . Pergunta-se, se o fundo de escala registrasse 12V ,
baseado no texto apresentado, quais os possı́veis problemas que poderiam estar ocorrendo? (Considere que
o sensor esteja funcionando perfeitamente.)

Exercı́cio 06
A temperatura mı́nima que certo termômetro consegue ler é de 0o C e a máxima de 95o C. Esse termômetro
tem um mostrador digital (display) de 2 dı́gitos sem ponto flutuante (mostra apenas números inteiros).
Pergunta-se:

(a) Qual a faixa de operação deste instrumento?

(b) Qual o valor do span (faixa dinâmica)?


(c) Qual a resolução deste termômetro (limitada pelo display)?

1
Exercı́cio 07
Considere que o seguinte erro comece a ocorrer: um valor de 5o C está somado em todas as temperaturas, a
temperatura mı́nima é mostrada como 5o C e a máxima como 105o C. Como se classifica este erro?

Exercı́cio 08
Um sensor de pressão tem como saı́da a corrente i. Sabendo que ela variou ∆i = 250mA para uma variação
de pressão de 10bar. Calcule a sensibilidade deste sensor (considerando a sua resposta linear).

Exercı́cio 09
Quais as vantagens de um sensor com resposta linear em relação a um sensor com resposta não linear?

Exercı́cio 10
Sabendo que uma balança tem uma zona morta de 100 gramas, trace o gráfico de uma entrada de pesos de
0 a 1000 gramas (eixo X), versus a saı́da (eixo Y).

Exercı́cio 11
Periodicamente os instrumentos devem ser calibrados para evitar que erros maiores que os esperados introduzam-
se nas medidas. Pesquise e descreva um processo de calibração de um sensor de temperatura do tipo termopar.

Exercı́cio 12
Um forno resistivo tem um estı́mulo de tensão elétrica (excitação) e a resposta conforme a figura abaixo.
Determine a função de transferência deste sistema.

Exercı́cio 13
Seja o sistema mecânico da figura abaixo. Considere as seguintes condições iniciais: posição inicial zero
dx
(x(0) = 0), velocidade inicial zero ( = 0) A massa M = 1kg, a constante da mola K = 1, 5N/m e a
dr
d2 x dx
constante do amortecimento B = 2N s/m. A equação desse sistema é M 2 + B + Kx = 0. Determine a
dt dt
resposta desse sistema a um estı́mulo de força do tipo degrau unitário.

2
Exercı́cio 14
1
Seja um sistema genérico com a seguinte função de transferência: FT (s) = Determine a resposta ao
Ts + 1
salto unitário para esse sistema com T = 1, T = 2, T = 3, T = 4 e T = 5.

Exercı́cio 15
Projete um amplificador utilizando dois AMP-OPs na configuração inversora com ganho 100.

Exercı́cio 16
Projete um amplificador utilizando dois AMP-OPs na configuração não inversora com ganho 100

Exercı́cio 17
Projete um amplificador utilizando um AMP-OPs na configuração diferencial com ganho 10.

Exercı́cio 18
Projete um amplificador de instrumentação utilizando 3 OPAMPs com ganho 100.

Exercı́cio 19
O termopar é um sensor de temperatura que mede a diferença de temperatura entre suas duas juntas. Ao
se projetarem condicionadores para termopares, é necessário compensar a temperatura ambiente com outro
sensor. Isto é geralmente feito somando-se a temperatura medida com o termopar à temperatura ambiente
medida por um sensor auxiliar. Considere que o sensor auxiliar tem uma sensibilidade de 10mV /o C e que um
termopar hipotético tem uma curva linear de 0 a 100o C produzindo 0mV a 0o C e 100mV a 100o C. Projete
um condicionador com seus devidos amplificadores nas configurações adequadas para que o sinal de tensão
na saı́da varie de 0 a 1V na faixa de 0 a 100o C.

Exercı́cio 20
Uma célula de carga do tipo barra engastada é submetida a uma força de compressão ou tração, de modo
que o sinal de saı́da excursiona de −2 a +2mV (com uma tensão de excitação E e uma força F aplicada).
Considerando que você possui uma placa de conversão AD não simétrica e com entrada de 0 a 250mV , projete
um amplificador para que o sistema funcione de forma adequada e utilizando toda a faixa do AD (considere
o sistema livre de qualquer tipo de interferência).

3
Exercı́cio 21
No desenvolvimento de automóveis numerosas medições e avaliações de temperatura são realizadas para ga-
rantir o funcionamento apropriado de sistemas e componentes. Algumas medições são incluı́das nos sistemas
de controle ou em sistemas de diagnóstico dos veı́culos. A medição de temperatura no monitoramento on-line
de sistemas automotivos cada vez mais tem apresentado diversas utilidades. Um exemplo é o monitoramento
de temperatura das superfı́cies dos pneus e pressão em busca de falhas para ajustar automaticamente. Ba-
seado nesse sistema, você decidiu desenvolver um sistema de baixo custo para monitorar um minibaja. Esse
sistema deve monitorar todas as rodas com somente um sensor de temperatura por roda. Quando, no mı́nimo,
dois desses sensores indicarem T > 80o C, o circuito digital deve informar, por meio de uma luz indicadora
no painel, que o minibaja deve parar imediatamente, caso contrário, deve indicar que o piloto pode continuar
acelerando.

Exercı́cio 22
Um aluno de instrumentação está fazendo um projeto com um sensor de temperatura cuja sensibilidade é
10mV /o C. A medida será feita de 0 a 100o C, sendo utilizado diretamente um conversor AD de 10 bits com
uma faixa de entrada de −5 a +5V . Calcule a resolução em o C desse sistema. Projete um amplificador para
utilizar a faixa do conversor AD e melhorar essa resolução.

Exercı́cio 23
Suponha que você possui um equipamento que tem uma saı́da de 0 a 100 mV que indica um coeficiente de
atrito de 0 a 1 (0 mV para coeficiente 0 e 100 mV para coeficiente 1). Calcule a resolução desta medida se a
mesma for ligada diretamente a uma placa AD de 12 bits com uma escala de:

(a) −650mV a +650mV


(b) −5 a +5V

Exercı́cio 24
Considere que um sinal do tipo f (t) = cos(120πt) + cos(20000πt) seja aplicado a um circuito com a configu-
ração integradora. Calcule o resistor R e o capacitor C para que a parcela de alta frequência caia para um
valor abaixo de 5%. Calcule também se houve atenuação no sinal de baixa frequência.

Exercı́cio 25
Aplique o mesmo sinal do Exercı́cio 24, em um circuito diferenciador. Calcule novamente o resistor e o
capacitor para que a parcela de baixa frequência caia para um valor abaixo de 5%. Calcule também se houve
atenuação no sinal de alta frequência.

Exercı́cio 26
Considere um transdutor com uma saı́da de tensão de −20mV a 30mV . Projete um circuito para que a saı́da
possa ser ligada em um conversor AD com entrada de:

(a) 0 a 1V
(b) −1 a 1V

Exercı́cio 27
Esquematize em diagrama de blocos os principais componentes de um sistema de aquisição de dados com
amostragem simultânea de canais multiplexados. Comente a função de cada bloco e sobre a aplicação desta
filosofia.

4
Exercı́cio 28
Responda as questões:

(a) O que é taxa de amostragem?


(b) Enuncie o teorema de Nyquist.

(c) O que é o fenômeno de Aliasing?


(d) Como pode-se eliminar o fenômeno de Aliasing?

Exercı́cio 29
Faça um resumo da seção 4.5 do capı́tulo 4 do livro Instrumentação e Funamentos de Medidas - Volume 1 -
2a Edição - Balbinot, A; Brusamarello, V. J..

Exercı́cio 30
De posse das folhas de dados dos CIs ADC0804 e DAC0808 proponha uma aplicação usando esses dois
conversores, estipulando todas as caracterı́sticas (tempo de conversão, resolução, erro máximo, etc) de maneira
que esses atendam as necessidades dessa aplicação.

Exercı́cio 31
(a) Defina rede de resistores binariamente ponderados.

(b) Defina rede R/2R


(c) Defina tempo de estabilização de um DAC.
(d) Defina erro de fundo de escala.
(e) Defina erro de offset.

Exercı́cio 32
Determinado DAC de seis bits tem saı́da de fundo de escala de 1, 26V . Sua precisão é especificada como
±0, 1% FS, e ele tem erro de offset de ±1mV . Suponha que o erro não tenha sido anulado. Considere as
medidas realizadas por esse DAC na tabela abaixo e determine quais especificações não estão dentro das
especificações do dispositivo.

Código de entrada Saı́da


000010 41, 5mV
000111 140, 2mV
001100 242, 5mV
111111 1, 258V

Exercı́cio 33
O erro de quantização de um ADC do tipo rampa digital é sempre positivo, já que o valor d VAX deve exceder
o valor de VA para que a saı́da do comparador mude de estado. Isso significa que o valor de VAX poderia
ser até 1 LSB maior que VA . Esse erro de quantização pode ser modificado de modo que VAX fique dentro
de ±1/2 LSB de VA , acrescentando uma tensão fixa igual a ±1/2 ao valor de VA . A figura abaixo mostra
um conversor com resolução de 10mV /degrau. Sabendo que VT é a mı́nima tensão que VAX deve exceder VA
para que a saı́da do comparador inverta EOC e que uma tensão fixa de +5m é somada a saı́da do conversor
D/A no amplificador somador, e o resultado VAY , é enviado para o comparador, que tem VT = 1mV . Para
esse conversos modificado, determine a saı́da digital para os seguintes valores de VA :

(a) VA = 5, 022.

5
(b) VA = 50, 28.

Exercı́cio 34
Uma quantidade mensurada y é sabidamente dependente de x por considerações teóricas pela relação y =
a + bx2 . Para as seguintes medidas de x e y abaixo, use o mı́nimos quadrados para determinar estimativas
dos parâmetros a e b quem melhor se adequam aos dados.

x 0 1 2 3 4 5
y 0, 9 9, 2 33, 4 72, 5 130, 1 200, 8

Exercı́cio 35
Um instrumento é calibrado em um ambiente a uma temperatura de 20o C e as seguintes saı́das y são obtidas
para vários valores de entrada x.

y 13, 1 26, 2 39, 3 52, 4 65, 5 78, 6


x 5 10 15 20 25 30

Determine a sensibilidade, expresse-a em termos da relação y/x

Exercı́cio 36
O mesmo instrumento do exercı́cio anterior é usado subsequentemente em um ambiente com temperatura de
50o C, as relações de entrada e saı́da são dadas por:

y 13, 1 26, 2 39, 3 52, 4 65, 5 78, 6


x 5 10 15 20 25 30

Determine a nova sensibilidade do instrumento e a deriva devido a mudança de temperatura para 30o C.