Você está na página 1de 5

Discursiva:

Um carro de massa 900 kg encontra-se estacionado no topo de uma subida com 62,5m de
comprimento e a inclinação de 30° em relação a horizontal. Com a quebra do freio de mão, o carro
desce livremente. Desprezando-se o atrito, Determine:

a) módulo de aceleração com o qual o carro desce pela rampa.

b) o módulo da velocidade com a qual o carro chega ao final da descia.

Somatório
(UFPR) Utilizando-se das leis de Newton, é correto afirmar:
01. A velocidade de um corpo tem sempre a mesma direção e o mesmo sentido que a força
resultante que nele ata.
02. Na colisão entre duas partículas A e B de massas diferentes, a força que A exerce sobre B tem o
mesmo módulo que a força de B sobre A.
04. A resultante das forças que atuam sobre uma partícula em movimento circular uniforme é nula.
08. Se a força resultante sobre um corpo for nula, o seu vetor velocidade permanecerá constante.
16. A lei da ação e reação explica porque sentimos que somos jogados para fora quando um carro
faz uma curva.
32. A lei da inércia explica porque um objeto solto no banco de um carro desliza para frente quando
o carro é freado.

Objetivas
(UFTM) Analisando as Leis de Newton, pode-se concluir corretamente que:
a) O movimento retilíneo e uniforme é consequência da aplicação de uma força constante sobre o
corpo que se move.
b) A lei da inércia prevê a existência de referenciais inerciais absolutos, em repouso, como é o caso
do centro de nossa galáxia.
c) Para toda ação existe uma reação correspondente, sendo exemplo dessa circunstância a força
normal, que é reação à força peso sobre objetos apoiados em superfícies planas.
d) Se um corpo é dotado de aceleração, esta certamente é consequência da ação de uma força, ou
de um conjunto de forças de resultante diferente de zero, agindo sobre o corpo.
e) A força centrífuga é uma força que surge em decorrência da lei da inércia sobre corpos que
obedecem a um movimento circular e que têm como reação a força centrípeta.
O esquema apresenta um elevador que se movimenta sem atrito. Preso a seu teto, encontra-se um
dinamômetro que sustenta em seu extremo inferior um bloco de ferro. O bloco pesa 20 N mas o
dinamômetro marca 25 N. Considerando g = 10 m/s², podemos afirmar que o elevador pode estar:

a) em repouso.
b) descendo com velocidade constante.
c) descendo em queda livre.
d) descendo com movimento acelerado de aceleração de 2,5 m/s².
e) subindo com movimento acelerado de aceleração de 2,5 m/s².

No estudo do atrito podemos observar que ele oferece vantagens e desvantagens. Assinale a única
alternativa que descreve uma situação de desvantagem.
a) Possibilita a locomoção de carros e pessoas devido à aderência dos pneus e pés ao solo.
b) Necessidade de maior quantidade de energia para movimentar maquinários, o que é
consequencial da necessidade de menor força para qualquer movimento.
c) Possibilita que veículos sofram o processo de frenagem.
d) Responsável direto pelo funcionamento de máquinas adicionadas através de correias.
e) Permite o desgaste de grafite para a escrita em superfícies de papel.
Prova diferenciada

Discursiva
Um carro de massa 900 kg encontra-se estacionado no topo de uma subida com 62,5m de
comprimento e a inclinação de 30° em relação a horizontal. Com a quebra do freio de mão, o carro
desce livremente. Desprezando-se o atrito, determine o módulo de aceleração com o qual o carro
desce pela rampa.

Somatório
(UFPR) Utilizando-se das leis de Newton, marque V para Verdadeiro e F para falso.
( ) A velocidade de um corpo tem sempre a mesma direção e o mesmo sentido que a força
resultante que nele ata.
( ) Na colisão entre duas partículas A e B de massas diferentes, a força que A exerce sobre B tem o
mesmo módulo que a força de B sobre A.
( ) A resultante das forças que atuam sobre uma partícula em movimento circular uniforme é
nula.
( ) Se a força resultante sobre um corpo for nula, o seu vetor velocidade permanecerá constante.
( ) A lei da ação e reação explica porque sentimos que somos jogados para fora quando um carro
faz uma curva.
( ) A lei da inércia explica porque um objeto solto no banco de um carro desliza para frente quando
o carro é freado.

Objetivas
(UFTM) Analisando as Leis de Newton, pode-se concluir corretamente que:
a) O movimento retilíneo e uniforme é consequência da aplicação de uma força constante sobre o
corpo que se move.
b) A lei da inércia prevê a existência de referenciais inerciais absolutos, em repouso, como é o caso
do centro de nossa galáxia.
c) Para toda ação existe uma reação correspondente, sendo exemplo dessa circunstância a força
normal, que é reação à força peso sobre objetos apoiados em superfícies planas.
d) Se um corpo é dotado de aceleração, esta certamente é consequência da ação de uma força, ou
de um conjunto de forças de resultante diferente de zero, agindo sobre o corpo.
e) A força centrífuga é uma força que surge em decorrência da lei da inércia sobre corpos que
obedecem a um movimento circular e que têm como reação a força centrípeta.
O esquema apresenta um elevador que se movimenta sem atrito. Preso a seu teto, encontra-se um
dinamômetro que sustenta em seu extremo inferior um bloco de ferro. O bloco pesa 20 N mas o
dinamômetro marca 25 N. Considerando g = 10 m/s², podemos afirmar que o elevador pode estar:

a) em repouso.
b) descendo com velocidade constante.
c) descendo em queda livre.
d) descendo com movimento acelerado de aceleração de 2,5 m/s².
e) subindo com movimento acelerado de aceleração de 2,5 m/s².

No estudo do atrito podemos observar que ele oferece vantagens e desvantagens. Assinale a
única alternativa que descreve uma situação de DESVANTAGEM.
a) Possibilita a locomoção de carros e pessoas devido à aderência dos pneus e pés ao solo.
b) Necessidade de maior quantidade de energia para movimentar maquinários, o que é
consequencial da necessidade de menor força para qualquer movimento.
c) Possibilita que veículos sofram o processo de frenagem.
d) Responsável direto pelo funcionamento de máquinas adicionadas através de correias.
e) Permite o desgaste de grafite para a escrita em superfícies de papel.