Você está na página 1de 7

Eletrostática

1) Dizer que a carga elétrica é quantizada significa que ela:


a) só pode ser positiva
b) não pode ser criada nem destruída
c) pode ser isolada em qualquer quantidade
d) só pode existir como múltipla de uma quantidade mínima definida
e) pode ser positiva ou negativa

2) Uma esfera metálica tem carga elétrica negativa de valor igual a 3,2.10-4 C. Sendo
a carga do elétron igual a 1,6.10-19 C, pode-se concluir que a esfera contém:
a) 2.1015 elétrons
b) 200 elétrons
c) um excesso de 2. 1015 elétrons
d) 2.1010 elétrons
e) um excesso de 2.1010 elétrons

3) Calcule a carga elétrica de um corpo que possui excesso de 24. 1012 elétrons. Considere
o módulo da carga elementar igual a 1,6.10-19 C.

4) Julgue os itens a seguir:

I. Um corpo que tem carga positiva possui mais prótons do que elétrons;
II. Dizemos que um corpo é neutro quando ele possui o mesmo número de prótons e
de elétrons;
III. O núcleo do átomo é formado por elétrons e prótons.
Estão corretas as afirmativas:
a) 1 e 2 apenas
b) 2 e 3 apenas
c) 1 e 3 apenas
d) 1, 2 e 3
e) nenhuma.

5) Um corpo condutor inicialmente neutro perde 5,0.1013 elétrons. Considerando a carga


elementar e = 1,6.10-19 C, e que a equação da quantização elétrica é Q = n.e, qual será a
carga elétrica no corpo após esta perda de elétrons?

6) Um corpo possui 5,0.1019 prótons e 4,0.1019 elétrons. Considerando a carga


elementar e = 1,6.10-19 C e que a equação da quantização elétrica é Q = n.e, qual a carga
deste corpo?

7) Em uma atividade no laboratório de física, um estudante, usando uma luva de material


isolante, encosta uma esfera metálica A, carregada com carga +8 µC, em outra idêntica
B, eletricamente neutra. Em seguida, encosta a esfera B em outra C, também idêntica e
eletricamente neutra. Qual a carga de cada uma das esferas?

Eletrodinâmica

8) Um fio de cobre é percorrido por uma corrente elétrica constante com intensidade 7A.
Sabendo que e = 1,6.10-19, e que a equação da quantização elétrica é Q = n.e qual o módulo
da carga elétrica que atravessa uma secção transversal do condutor, durante um segundo?
E quantos elétrons atravessam tal região neste intervalo de tempo?

9) Uma lâmpada de 100W é fabricada para funcionar em uma rede de tensão 220V.

a) Qual é a resistência do filamento desta lâmpada?


b) Qual a corrente que passa por ela em situações normais?
c) Se esta lâmpada fosse ligada em uma rede de 110V de tensão, qual seria sua
potência?

10) Para se proteger do apagão, o dono de um bar conectou uma lâmpada a uma bateria
de automóvel (12,0V). Sabendo que a lâmpada dissipa 40,0W. Quais os valores que
melhor representam a corrente I que a atravessa e sua resistência R respectivamente?

11) Um determinado resistor é ligado entre os terminais de uma bateria de 1,5 V. A


potência
dissipada no resistor é 0,150 W. O mesmo resistor é então ligado entre os terminais de
uma bateria de 3,0 V. A potência dissipada nesse caso é:
a) 0,300 W.
b) 0,600 W.
c) 0,150 W.
d) 0,075 W.
e) 0,035 W.

12) Uma residência apresenta, em sua instalação elétrica, duas fases: uma de 120 V e
outra de 220 V. A fase de 120 V tem doze tomadas que fornecem, cada uma, no máximo,
100W de potência. A fase de 220 V tem quatro tomadas que fornecem, cada uma, no
máximo, 1100 W de potência. Calcule:
a) a potência total que cada fase pode fornecer e
b) o valor máximo da intensidade de corrente em cada uma das fases.

13) A figura abaixo mostro quatro passarinhos pousados em um circuito no qual uma
bateria de automóvel alimenta duas lâmpadas.

Ao ligar-se a chave S, o passarinho que pode receber um choque elétrico é o de número:


a) I
b) II
c) III
d) IV
Associação de Resistores

14) A tabela abaixo descreve a corrente elétrica em função da tensão em um resistor


ôhmico mantido a temperatura constante:

Calcule a resistência e explique o que leva a chamar este condutor de ôhmico.

15) Calcule a resistência total da associação de resistores.

a)

Onde: R1 = 3, R2 = 7, R3 = 2 e R4 = 10

b) Onde: R1 = 12, R2 = 6

16) Calcule a resistência equivalente dos circuitos a seguir:

a)

b)
17) Dispõe-se de três resistores de resistência 300 ohms cada um. Para se obter uma
resistência de 450 ohms, utilizando-se os três resistores, como devemos associá-los?

a) Dois em paralelo, ligados em série com o terceiro.


b) Os três em paralelo.
c) Dois em série, ligados em paralelo com o terceiro.
d) Os três em série.
e) n.d.a.

18) Analise as afirmações a seguir, referentes a um circuito contendo três resistores de


resistências diferentes, associados em paralelo e submetidos a uma certa diferença de
potencial, verificando se são verdadeiras ou falsas.

I. A resistência do resistor equivalente é menor do que a menor das resistências dos


resistores do conjunto;
II. A corrente elétrica é menor no resistor de maior resistência;
III. A potência elétrica dissipada é maior no resistor de maior resistência.

A sequência correta é:
a) F, V, F
b) V, F, F
c) V, V, V
d) V, V, F
e) F, F, V

19) Determine a resistência equivalente entre os terminais A e B da seguinte associação


de resistores:

Medidas Elétricas

20) O instrumento destinado a medir a intensidade de corrente elétrica é chamado de


amperímetro. Para medir a intensidade da corrente que passa por um fio é preciso primeiro
corta-lo, para depois, então, conectar o amperímetro no circuito, de modo que a corrente
atravesse o instrumento de medida. Com esta informação, conclui-se que é essencial que
a resistência do amperímetro seja:
a) grande, quando comparada com qualquer uma das resistências presentes no circuito.
b) aproximadamente igual à maioria das resistências presentes no circuito.
c) aproximadamente igual à maior das resistências presentes no circuito.
d) aproximadamente igual à menor das resistências presentes no circuito.
e) pequena, quando comparada com qualquer uma das resistências presentes no circuito
21) Sobre o funcionamento de voltímetros e o funcionamento de amperímetros, assinale
a alternativa correta:
a) A resistência elétrica interna de um voltímetro deve ser muito pequena para que,
quando ligado em paralelo às resistências elétricas de um circuito, não altere a tensão
elétrica que se deseja medir.
b) A resistência elétrica interna de um voltímetro deve ser muito alta para que, quando
ligado em série às resistências elétricas de um circuito, não altere a tensão elétrica que se
deseja medir.
c) A resistência elétrica interna de um amperímetro deve ser muito pequena para que,
quando ligado em paralelo às resistências elétricas de um circuito, não altere a intensidade
de corrente elétrica que se deseja medir.
d) A resistência elétrica interna de um amperímetro deve ser muito pequena para que,
quando ligado em série às resistências elétricas de um circuito, não altere a intensidade
de corrente elétrica que se deseja medir.
e) A resistência elétrica interna de um amperímetro deve ser muito alta para que, quando
ligado em série às resistências elétricas de um circuito, não altere a intensidade de corrente
elétrica que se deseja medir.

22) Qual é a diferença entre exatidão e precisão?

23) Quais são os tipos de erros mais comuns?

Capacitores

24) A desfibrilação é a aplicação de uma corrente elétrica em um paciente por meio de


um equipamento (desfibrilador) cuja função é reverter um quadro de arritmia ou de parada
cardíaca. Uma maneira de converter uma arritmia cardíaca em um ritmo normal é a
cardioversão, que se dá mediante a aplicação de descargas elétricas na região próxima ao
coração do paciente, graduadas de acordo com a necessidade, conforme o quadro abaixo.

Os desfibriladores usuais armazenam até 360J de energia potencial elétrica, alimentados


por uma diferença de potencial de 4000V. Considerando uma situação na qual haja
necessidade de usar um desfibrilador em uma criança de 40kg, o valor da capacitância do
capacitor do desfibrilador na segunda desfibrilação, em μF, será igual a: (dado:
𝐶×𝑈 2
𝐸𝑛𝑒𝑟𝑔𝑖𝑎 = )
2
a) 50
b) 40
c) 30
d) 20
e) 10
25) A respeito da capacitância e da energia potencial elétrica armazenada em um
capacitor, julgue os itens a seguir:
I. A capacitância é diretamente proporcional à permissividade elétrica do meio onde
está o capacitor.
II. Quanto maior a distância entre as placas de um capacitor, maior será sua
capacitância.
III. A energia potencial elétrica armazenada em um capacitor não depende da
capacitância, mas apenas da diferença de potencial estabelecida entre as placas de
um capacitor.
IV. Os desfibriladores são exemplos de aplicação do estudo de capacitores.
V. A área das placas paralelas que compõem o capacitor é diretamente proporcional
à capacitância.
Está correto o que se afirma em:
a) I, II, IV e V
b) I, II, III e V
c) I, II, III, IV e V
d) III, IV e V
e) I, IV e V

26) Um capacitor é constituído por duas placas quadradas com 2 mm de lado. Sabendo
que a distância entre as placas é de 2 cm e que a permissividade do meio corresponde a
80 μF/m, determine a capacitância do capacitor.
a) 1,6. 10– 8 F
b) 1,0. 10– 9 F
c) 1,6. 10– 6 F
d) 4,6. 10– 9 F
e) 6,6. 10– 5 F

27) Qual a quantidade de carga que um capacitor de 20μF conectado a uma fonte de
tensão contínua de 10V armazenará?
a) 10μC
b) 20μC
c) 100μC
d) 200μC
e) 1mC
28) Três capacitores, A, B e C, são associados em série, e suas capacitâncias respectivas
são de 1 μF, 2 μF e 3 μF. Calcule a capacitância equivalente aproximada desse conjunto.
a) 5,4 pF
b) 6,0 μF
c) 5,4 μF
d) 54 nF
e) 540 nF

29) Dois capacitores cujas capacitâncias respectivas são de 3 pF e 4 pF são associados


em paralelo. Determine a capacitância equivalente do conjunto.
a) 7,0 pF
b) 1,7 pF
c) 1,2 pF
d) 1,2 pF
e) 0,6 pF
30) A figura a seguir apresenta uma associação mista entre três capacitores, C 1, C2 e C3.
Sendo suas respectivas capacitâncias 1pF, 2pF e 3pF, calcule a capacitância equivalente
aproximada do conjunto.

a) 7,0 pf
b) 3,0 pf
c) 6,0 pF
d) 0,6 pF
e) 0,8 pF