Você está na página 1de 10

Lista de exercícios 2 – Mecânica Geral I

3.3. Se o bloco de 5 kg é suspenso pela polia B e a


curvatura da corda é d = 0,15 m, determine a força na
corda ABC. Despreze a dimensão da polia.

3.7. O pendente de reboque AB está submetido à força de


50 kN exercida por um rebocador. Determine a força em
cada um dos cabos de amarração, BC e BD, sabendo que o
navio está se movendo para frente em velocidade
constante.
3.15. O comprimento não deformado da mola AB é 3 m. Se
o bloco é mantido na posição em equilíbrio mostrada,
determine a massa do bloco em D.

3.18. Determine as forças nos cabos AC e AB necessárias


para manter a esfera D de 20 kg em equilíbrio. Considere
F = 300 N e d = 1 m.
3.25. Determine o peso máximo do balde que o sistema de
cabos pode suportar, de modo que nenhum fio desenvolva
uma tração maior que 0,5 kN.

3.28. Duas esferas, ‫ ܣ‬e ‫ܤ‬, tem massas iguais e estão


eletrostaticamente carregadas, de modo que a força
repulsiva que atua entre elas tem uma intensidade de
20 mN e está direcionada ao longo da linha ‫ܤܣ‬. Determine
o ângulo θ, a tração nas cordas AC e BC e a massa m de
cada esfera.
3.31. As molas no arranjo de cabos estão originalmente
deformadas em 0,3 m quando θ = 0º. Determine a força
vertical F que deve ser aplicada, de modo que θ = 30º.

0,6 m 0,6 m

k = 500 N/m k = 500 N/m

3.32. Determine a intensidade e a direção θ da força de


equilíbrio ‫ܨ‬஺஻ exercida ao longo da barra AB pelo aparato
de tração mostrado. A massa suspensa é de 10 kg.
Despreze a dimensão da polia em A.
3.40. A mola tem uma rigidez k = 800 N/m e um
comprimento não deformado de 200 mm. Determine a
força nos cabos BC e BD quando a mola é mantida na
posição mostrada.

3.45. Determine a tração nos cabos para suportar a caixa de


100kg na posição de equilíbrio mostrada.
3.53. Determine a força que atua ao longo do eixo de cada
um dos três suportes para sustentar o bloco de 500 kg.

3.54. Se a massa do vaso de planta é 50 kg, determine a


tração desenvolvida em cada cabo para o equilíbrio.
Considere x = 1,5 m e z = 2 m.
3.62. Uma força F = 100 lb mantém a caixa de 400 lb em
equilíbrio. Determine as coordenadas (0, y, z) do ponto A
se a tração nos cabos AC e AB é de 700 lb em cada um.

3.70. A caixa de 500 lb é suspensa usando as cordas AB e


AC. Cada corda pode suportar uma tração máxima de
2500 lb antes de se romper. Se AB permanece na
horizontal, determine o menor ângulo θ no qual a caixa
pode ser suspensa.
3.72. Os membros de um suporte são conectados por um
pino na junta O. Determine as intensidades de F1 e F2 para
o equilíbrio. Considere θ = 60º.

3.73. Duas esferas eletricamente carregadas, de massa


0,15 g cada uma, são suspensas por fios de mesmo
comprimento. Determine a intensidade da força repulsiva
F, que atua sobre cada esfera se a distância medida entre
elas for r = 200 mm.
3.75. Determine a intensidade de P e os ângulos de direção
coordenados de F3 para o equilíbrio da partícula. Observe
que F3 atua no octante mostrado.

3.76. O anel de dimensão desprezível está submetido a uma


força vertical de 200 lb. Determine o maior comprimento
l da corda AC tal que a tração que atua em AC seja 160 lb.
Além
lém disso, qual é a força que atua na corda AB? Dica:
Use a condição de equilíbrio para determinar o ângulo θ
para a fixação, depois determine l usando trigonometria
aplicada a ∆ ABC.
3.77. Determine as intensidades de F1, F2 e F3 para o
equilíbrio da partícula.

3.79. A junta de uma estrutura espacial está submetida a


quatro forças nos membros. O membro AO está no plano
x-y e o membro OB se localiza no plano y-z. Determine as
forças que atuam em cada um dos membros necessárias
para o equilíbrio da junta.