Você está na página 1de 45

Neuroimagiologia: Fundamentos

históricos e conceptuais

NACP Fernando Ferreira-Santos 1


Sumário
• Resenha histórica
– Da Neuropsicologia Clássica à Revolução Cognitiva
e daí à Neurociência Cognitiva
• Neuro-Revolução na Ciência Psicológica (and
beyond)?

NACP Fernando Ferreira-Santos 2


Neuropsicologia “clássica”
Biologia Psicologia

Cérebro/Sistema Nervoso Comportamento/


(SN) Cognição

NACP Fernando Ferreira-Santos 3


Behaviorismo

• Divisão do trabalho científico

– Fisiologia = sistema nervoso

– Psicologia = comportamento
– Psicologia = só comportamento
–Psicologia = nada mais que comportamento

NACP Fernando Ferreira-Santos 4


Psicologia Cognitiva
Biologia Computação Psicologia

Cognição Funções mentais

NACP Fernando Ferreira-Santos 5


Revolução Cognitiva

• Computacionalismo

• Níveis de Marr
– Computacional
– Algorítmico
– Implementacional

NACP Fernando Ferreira-Santos 6


As várias perspetivas possíveis
Eliminativismo (Churchland) Autonomia (Winch)

Biologia x x x x Psicologia

Neuropsicologia “clássica”

Biologia x Psicologia

Cibernética Psicologia Cognitiva

Biologia Computação x x Computação Psicologia

Neuropsicologia / Neurociência Cognitiva

Biologia Computação Psicologia

NACP Fernando Ferreira-Santos 7


Limites da Psicologia Cognitiva
• Conexionismo

NACP Fernando Ferreira-Santos 8


Neurophysiology
http://www.youtube.com/watch?v=IOHayh06LJ4

• Electrical recordings of neuronal activity in


awake animals (e.g., Hubel & Wiesel ca. 1960)

1981

NACP Fernando Ferreira-Santos 9


Neurophysiology
http://www.youtube.com/watch?v=Cw5PKV9Rj3o

• Electrical recordings of neuronal activity in


awake animals (e.g., Hubel & Wiesel ca. 1960)

NACP Fernando Ferreira-Santos 10


Neurophysiology

NACP Fernando Ferreira-Santos 11


Neurociência Cognitiva

• Termo cunhado por Michael Gazzaniga e George


Miller no final dos anos 70 numa viagem de táxi a
caminho de um jantar destinado a juntar cientistas
interessados em estudar as relações entre o cérebro
e a mente
http://www.cogneurosociety.org/about/
NACP Fernando Ferreira-Santos 12
Computação e a promessa da
Neurociência Cognitiva
Biologia Computação Psicologia

NACP Fernando Ferreira-Santos 13


Cognitive Neuroscience
• Domains of interest inherited from Cognitive
Psychology:

– Attention
– Perception
– Memory
– Language

NACP Fernando Ferreira-Santos 14


H. M. (67 years) Healthy control (66 years)

• Brenda Milner video: http://www.youtube.com/watch?v=JliczINA__Y


NACP Fernando Ferreira-Santos 15
H.M. patient

• Anterograde amnesia
• Partial retrograde
amnesia
• Spared short-term
memory and prior
semantic knowledge

• Dissociation of memory
systems:
– Preserved procedural
memory (mirror drawing
test)

NACP Fernando Ferreira-Santos 16


http://www.nobelprize.org/nobel_

Sucesso explicativo da prizes/medicine/laureates/2014/

Neurociência Cognitiva

2014

NACP Fernando Ferreira-Santos 17


O papel da Neuroimagem
CT 1979 MRI 2003

NACP Fernando Ferreira-Santos 18


Sucesso explicativo da Neurociência
Cognitiva

Exemplo: evidência adicional para modelos de Memória

NACP Fernando Ferreira-Santos 19


Sucesso explicativo para além da
Neurociência Cognitiva

NACP Fernando Ferreira-Santos 20


Efeito persuasivo do cérebro

McGabe & Castel (2008) Cognition


NACP Fernando Ferreira-Santos 21
Efeito persuasivo do cérebro

McGabe & Castel (2008) Cognition


NACP Fernando Ferreira-Santos 22
Psicologia e Neurociência
• EUA: “Identify Shift” (2011)
– Departamentos de Psicologia mudam
de nome incluindo referência ao
cérebro ou neurociência
– Bachelor of Arts (BA)  Bachelor of Science (BSc)

• Universidade do Porto
Até 2008: Laboratório de Psicofisiologia (UP)
Desde 2008: Laboratório de Neuropsicofisiologia (UP)
http://www.psychologicalscience.org/index.php/publications/observer/2011/september-11/identity-shift.html

NACP Fernando Ferreira-Santos 23


Impacto da Neurociência
(alguns exemplos)
• Neuropsiquiatria: o cérebro doente

• Neuroética: o cérebro moral, desafios éticos


das neurociências

• Neuromarketing: o cérebro do consumidor

• Neurodireito: o cérebro em julgamento

NACP Fernando Ferreira-Santos 24


Looking Beyond the ‘Neuro’ Revolution
in Psychological Science Elizabeth A. Phelps (2013, September)

For a while there, it seemed as if many of us walked around with rose-


colored glasses shaped like brains. Just showing a little evidence that an
interesting behavior was linked to brain activity seemed like news (honestly,
what did we expect?). And then there was the birth of the “neuro”
disciplines: cognitive neuroscience, social neuroscience, neuroeconomics,
affective neuroscience, cultural neuroscience — need I go on?

As a group, we no longer seem to be as “wowed” by brain science as we


once were and also, for some of us, not as worried about its place in
psychological science. Neuroscience has integrated with other techniques
used to investigate psychological functions, and a greater appreciation for
the value of different and often multiple approaches to the study of human
behavior has emerged. In other words, neuroscience in psychological
science has matured.

http://www.psychologicalscience.org/index.php/publications/observer/2013/sep
tember-13/looking-beyond-the-neuro-revolution-in-psychological-science.html

NACP Fernando Ferreira-Santos 25


Crescimento
Neuroimagiologia

Nature 484, 24–26 (05 April 2012)


doi:10.1038/484024a
NACP Fernando Ferreira-Santos 26
Limites da Neuroimagem
• Limites concetuais
– Inferência direta vs. inferência inversa
• Limites técnicos
– Respostas hemodinâmicas medem atividade
neuronal indiretamente
– Limites na resolução espacial e temporal
• Limites metodológicos
– Limitações estatísticas na interpretação dos dados
– Mapas estatísticos não são ativação cerebral “pura”

NACP Fernando Ferreira-Santos 27


Estudos de lesão
• Avaliação do défice comprtamental/cognitivo
em vida + exame post-mortem do cérebro
• Exemplo: Afasia produtiva ~ Lesão Área de Broca

NACP Fernando Ferreira-Santos 28


Estudos de lesão
• Dissociação neuropsicológica
Local da lesão Função A Função B
Região cerebral 1 Défice Normal

Local da lesão Produção de Fala Compreensão de


Fala
Área de Broca Défice Normal

NACP Fernando Ferreira-Santos 29


Estudos de lesão
• Dupla dissociação neuropsicológica
Local da lesão Função A Função B
Região cerebral 1 Défice Normal
Região cerebral 2 Normal Défice

Local da lesão Produção de Fala Compreensão de


Fala
Área de Broca Défice Normal
Área de Wernicke Normal* Défice

NACP Fernando Ferreira-Santos 30


Inferência Psicofisiológica
• Inferir relações entre os domínios psicológico (Ψ) e fisiológico (Φ)
(extensível à neuroimagem funcional)
• Cada domínio é concetualizado como um conjunto

Ψ Φ Φ
Ψ Φ Ψ Φ
Ψ Φ

Ψ Φ Ψ Φ
Ψ Ψ Φ

Cacioppo, et al. (Eds.). (2007). Handbook of


Psychophysiology (3rd ed.) [Chapter 1]
NACP Fernando Ferreira-Santos 31
Limites concetuais

NACP Fernando Ferreira-Santos 32


Limites concetuais
• Inferência direta
– Medo  Ativação da Amígdala Morris et al. (1996). Nature

NACP Fernando Ferreira-Santos 33


Limites concetuais
• Inferência inversa
– Ativação da Amígdala  Medo ?

?
NACP Fernando Ferreira-Santos 34
Limites concetuais

Magnitude da ativação da amígdala é


superior para estímulos positivos como
alegria!

Sergerie et al. (2008). Neuroscience & Biobehavioral Reviews


NACP Fernando Ferreira-Santos 35
Limites concetuais
• Inferência inversa
– Ativação da Amígdala  ?

?
NACP Fernando Ferreira-Santos 36
Limites concetuais
• Inferência inversa: será possível?
– Sim, mas dá muito trabalho!
– Practicum: Video Tor Wager

NACP Fernando Ferreira-Santos 37


Limites técnicos

NACP Fernando Ferreira-Santos 38


Limites técnicos

NACP Fernando Ferreira-Santos 39


Limites técnicos

Huettel et al. (2014). Functional Magnetic Ressonance Imaging (3rd ed.)


NACP Fernando Ferreira-Santos 40
Limites técnicos

NACP Fernando Ferreira-Santos 41


Limites metodológicos
• Análise fMRI e Statistical Parametric Mapping (SPM)

NACP Fernando Ferreira-Santos 42


Limites metodológicos
• Scan fMRI de salmão (post-mortem) enquanto eram
apresentadas imagens
• Análise SPM revelou áreas com aumento da atividade
cerebral (!) Bennett, et al. (2009) HBM [Poster]

NACP Fernando Ferreira-Santos 43


Limites metodológicos
• Testes estatísticos têm sempre uma taxa de erro de
falsos positivos (erros de Tipo I)
• Normalmente é controlada para não exceder 5%

• Um MRI scan ~ 100.000 voxels


• 5% de 100.000 testes estatísticos = 5.000 falsos positivos

• Se não houver controlo para falsos positivos, haverá


sempre “ativação”, mesmo num salmão falecido…

NACP Fernando Ferreira-Santos 44


Promessas
• Futuro da Psicologia e Neurociências?

• Quem tem medo do reducionismo?


– Redução interteórica é uma virtude epistémica
– Ex.: Biologia Molecular e Bioquímica
– Ex.: Mecânica Quântica e Química

• Psicologia tem receado o reducionismo biológico, por


vezes caindo num reducionismo sociológico

• Área de interface Psicologia/Neurociências criou um


nova sub-disciplina, não eliminou as disciplinas pré-
existentes

NACP Fernando Ferreira-Santos 45