Você está na página 1de 3

IFMT-Campus Cuiabá Química II Profª Drª Dirce Arruda

CINÉTICA QUÍMICA b) maior na fogueira 1, pois a lenha está mais compactada, o


que evita a vaporização de componentes voláteis.
2. COMO AS REAÇÕES OCORREM? c) igual nas duas fogueiras, uma vez que a quantidade de lenha
é a mesma e estão no mesmo ambiente.
2.1 Condições fundamentais d) maior na fogueira 2, pois a lenha está menos compactada, o
Para que as substâncias reajam quimicamente (duas ou mais), que permite maior retenção de calor pela madeira.
é necessário atender duas condições: e) maior na fogueira 2, pois a superfície de contato com o ar é
➢ As moléculas dos reagentes deverão ser colocadas em maior.
contato de modo mais eficaz possível. Exemplo: 4. (Fatec-SP) Cinco amostras de 300 g de ferro foram utilizadas
comprimido efervescente inteiro/comprimido para fabricar diferentes objetos, que foram levados
efervescente em pó. Também como regra geral: para diferentes locais. Identifique a alternativa em que a
substâncias no estado gasoso reagem mais eficiente amostra deverá oxidar-se (“enferrujar”) mais rapidamente.
(e mais rapidamente) do que no estado líquido e, a) Limalha de ferro no porto de Santos.
também, mais rapidamente do que no estado sólido. b) Limalha de ferro no sertão semi-árido.
➢ Os reagentes devem ter uma certa afinidade química c) Um martelo numa fazenda próxima a Manaus.
(tendência natural para reagir). d) Um monte de pregos no porto de Santos.
e) Um martelo no sertão semi-árido.
2.2 A teoria das colisões
A partir dos fatores que influem na velocidade das reações, 5. (Faap-SP) “Ao fazer pão caseiro deixa-se a massa ‘descansar’
os cientistas formularam uma explicação simples para o modo a fim de que o fermento atue. Algumas cozinheiras costumam
como as moléculas dos reagentes são quebradas e a formação colocar uma pequena bola de massa dentro de um copo com
das moléculas dos produtos em uma reação, que é chamado de água. Após algum tempo, a bolinha, inicialmente no fundo do
Teoria das Colisões. copo, passa a flutuar na água. Isso indica que a massa está
Considere a seguinte reação: pronta para ir ao forno.”
Com base no texto, podemos afirmar que:
De acordo com a Teoria das Colisões, a reação acima se I. a densidade inicial da bolinha é maior que a da água;
processa do seguinte modo: II. a atuação do fermento faz a bolinha flutuar porque a
fermentação libera gás dentro da massa; isso faz a
bolinha aumentar de volume até ficar menos densa
que a água e subir;
III. em dias frios, a bolinha leva mais tempo para subir, porque
a fermentação, como toda reação química, tem sua
velocidade reduzida com a diminuição da temperatura.
Analisando essas afirmações, identifique a alternativa
correta.
a) somente a afirmativa I é correta.
b) somente a afirmativa II é correta.
c) somente a afirmativa III é correta.
Segundo essa teoria, a velocidade da reação depende: d) somente as afirmativas I e II são corretas.
• Da frequência dos choques entre as moléculas; e) as afirmativas I, II e III são corretas.
• Da energia (violência) desses choques;
• De uma orientação apropriada das moléculas no 3. O EFEITO DAS VÁRIAS FORMAS DE ENERGIA SOBRE A
instante do choque. VELOCIDADE DA REAÇÃO

Exercícios 3.1. O efeito da temperatura na velocidade das reações


Um aumento de temperatura sempre acarreta um aumento
1. Que condições são necessárias para que ocorra uma reação? na velocidade das reações.
2. O que afirma a teoria das colisões? Van’t Hoff estabeleceu, no final do século XIX, uma lei: “uma
3. (PUC-Campinas-SP) Considere as duas fogueiras elevação de 10 °C na temperatura duplica a velocidade de uma
representadas abaixo, feitas, lado a lado, com o mesmo tipo e reação química” (atualmente essa lei está em desuso, pois há
quantidade de lenha várias exceções).
A temperatura é um dos fatores que mais influem na
velocidade de uma reação (aumenta a frequência dos choques
como também a energia desse choque).
Outro fator que dever ser analisado se refere a
Termoquímica e diz respeito às variações de energia durante as
A rapidez da combustão da lenha será:
reações químicas. Quando há liberação de energia (ΔH<0), a
a) maior na fogueira 1, pois a superfície de contato com o ar é
maior.
1
IFMT-Campus Cuiabá Química II Profª Drª Dirce Arruda

reação é espontânea. Considere a reação envolvida na queima Quando temos reações químicas semelhantes, como por
do carvão: exemplo:

Um pedaço de carvão não pega fogo sozinho: é necessário


aquecê-lo um pouco (até ficar incandescente) e, a partir daí ele Será mais rápida aquela que apresentar menor energia de
queimará sozinho. ativação; no exemplo acima, a mais rápida é a reação H2 e F2
Esse “empurrão” inicial é necessário em muitas reações. E (Eat < E’at):
esse empurrão é necessário para levar os reagentes a um
estado ativado, em que se forma o complexo ativado.

3.2. O efeito da eletricidade na velocidade das reações


A eletricidade é uma forma de energia que influi na velocidade
de muitas reações químicas. A faísca elétrica que provoca a
Para chegar ao complexo ativado, o sistema precisa de certa
explosão da gasolina nos cilindros dos motores dos
quantidade de energia. Se essa energia for incluída nos gráficos
automóveis, seria um exemplo. Um outro exemplo é a reação
de termoquímica estudados anteriormente, teremos os
do hidrogênio com oxigênio, também utiliza se uma faísca
seguintes resultados:
elétrica:

Para atingir o estado ativado, as moléculas reagentes devem


ter uma energia igual (ou maior) que uma energia mínima
chamada de energia de ativação (Eat).

Energia de ativação (Eat): é a energia mínima que as moléculas


devem possuir para reagir, ao se chocarem (isto é, para termos
uma colisão efetiva).
3.3. O efeito da luz na velocidade das reações
Energia de ativação é uma barreira que deve ser transposta A luz é uma forma de energia que influi em muitas reações
para que reação venha a ocorrer. De maneira geral, constata- químicas. Quando expomos a luz solar por muito tempo ocorre
se que quanto menor for a energia de ativação, maior será a a quebra das moléculas formadoras da pele. Outro exemplo se
velocidade da reação. refere a decomposição da água oxigenada, por isso deve ser
guardada em frascos escuros. Esses fatos ocorrem porque a luz
Observações: fornece a energia necessária para as moléculas reagentes
Quando a energia de ativação é muito grande, a reação é difícil ultrapassarem a barreira da energia de ativação.
de ocorrer. Um exemplo disso é tentarmos transformar grafite As reações que são influenciadas pela luz são chamadas de
em diamante, a energia de ativação é uma barreira tão alta de reações fotoquímicas, que são classificadas em duas:
transpor que a reação só será viável em pressões e a) Fotossíntese: quando, a partir de moléculas menores,
temperatura muito elevada. obtemos moléculas maiores.

b) Fotólise: quando, a partir de moléculas maiores, obtemos


moléculas menores:

Exercícios
1. O que é estado ativado de uma reação?
2. O que é energia de ativação?

2
IFMT-Campus Cuiabá Química II Profª Drª Dirce Arruda

3. Qual a relação entre a energia de ativação e a facilidade na energia fornecida pelo atrito.
ocorrência de uma reação? c) É exotérmica e tem energia de ativação maior que a energia
4. Por que as faíscas elétricas provocam certas reações? fornecida pelo atrito.
5. Que tipos de reação a luz e as demais radiações d) É exotérmica e tem energia de ativação menor que a
eletromagnéticas provocam? energia fornecida pelo atrito.
6. (Mackenzie-SP) Quando se observa que a velocidade de 10. (Unaerp-SP) A partir do gráfico, calcule a energia de
reação é maior em um comprimido efervescente usado no ativação e o ΔH da reação
combate à azia?
a) Quando colocado inteiro, em água que está à temperatura
de 6 °C;
b) Quando pulverizado, em água que está à temperatura de 45
°C.
c) Quando colocado inteiro, em água que está à temperatura
de 45 °C.
d) Quando pulverizado, em água que está à temperatura de 6
°C.
11. (UFPE) O metano é um poluente atmosférico e sua
e) Quando colocado inteiro, em água que está à temperatura
combustão completa é descrita pela equação química
de 25 °C.
balanceada:
7. (Fuvest-SP) Dada a seguinte equação:
Essa combustão pode ser esquematizada pelo diagrama
represente em um gráfico (entalpia em ordenada e abaixo.
caminho de reação em abscissa) os níveis das entalpias
de reagentes, complexo ativado e produtos.
8. (UFV-MG) A queima da gasolina ou do álcool, nos motores
dos carros, é que fornece a energia motriz dos mesmos. No
entanto, para que haja a “explosão” no motor,
faz-se necessário o uso de velas de ignição. Qual dos grá-
ficos abaixo melhor representa a variação de entalpia (calor de
reação a pressão constante) da reação de combustão no
motor? Sobre esse processo químico, podemos afirmar que:
a) a variação de entalpia é -890 kJ/mol, portanto é exotérmico.
b) a entalpia de ativação é -1.140 kJ/mol.
c) a variação de entalpia é -1.140 kJ/mol, portanto é
endotérmico.
d) a entalpia de ativação é 890 kJ/mol.
e) a entalpia de ativação é -890 kJ/mol.
12. (Uece) Observe o gráfico e escolha a alternativa correta.

9. (UFMG) Um palito de fósforo não se acende,


espontaneamente, enquanto está guardado, mas basta um
ligeiro atrito com uma superfície áspera para que ele,
imediatamente, entre em combustão, com emissão de luz e
calor.
Considerando-se essas observações, o que se pode afirmar
em relação à reação?
a) É endotérmica e tem energia de ativação maior que a
energia fornecida pelo atrito.
b) É endotérmica e tem energia de ativação menor que a