Você está na página 1de 1

2020 – Ano de respostas para a minha vida

João 6.68
Simão Pedro lhe respondeu: Senhor, para quem iremos? Tu tens as palavras de vida eterna.

Introdução
- Pano de fundo: Multiplicação de pães e peixes
- Após se alimentarem, Jesus começa a pregar. A palavra é dura (v.60), porém necessária. Jesus
sabia com quem estava lidando.
- Alguns começaram a abandonar Jesus (apostasia – v. 66)
- Jesus após ver muitos discípulos lhe abandonar, pergunta aos 12: Vocês também não querem
ir? (Aproveitem que todos já se foram e vão também). Porém Pedro entendeu que as respostas
para a sua vida estavam ali, em Cristo.

Para que 2020 seja um ano de respostas

1 – Preciso me aproximar de Jesus sem interesse


- O povo não foi embora somente pelo fato do discurso de Cristo ser duro, muitos estavam ali
somente por causa do pão, depois que conseguiram, abandonaram o Mestre.
- Isso tem acontecido nos nossos dias. Após conquistarmos o objetivo parece que “bloqueamos”
Deus das nossas vidas. Esses dias assistindo um pastor ministrar sobre sua igreja, ele disse algo
interessante: “Precisamos aprender a conduzir nossa vida espiritual quando tudo vai bem”. Isso é
um desafio enorme.
- E isso é uma luta enorme porque todos nós em algum momento procuramos alguém com um
interesse. Com Jesus não seria diferente. Ele nos espera de coração aberto e sem olhar para o
que Ele faz e sim para quem Ele é.

2 – Confiar em Jesus plenamente


- A resposta de Pedro ao questionamento de Jesus é profunda porque ele estava confirmando a
transcendência, a dimensão maior que o Reino de Deus traz.
- A resposta de Pedro demonstra confiança em Cristo que ia além daquele momento que viviam.
Era para a vida eterna.
- Confiar em Jesus é se alegrar nEle em todos os momentos, principalmente naqueles que você
estava esperando outra resposta, mas mesmo assim, prefere viver na dependência de Deus. Até
por que nunca estamos certos em se tratando de futuro. Mas Ele sabe e conhece.

3 – Não olhar para a multidão


- Alguns foram embora porque já tinham conseguido o que queriam
- Outros foram embora porque acharam o discurso muito duro.
- A pergunta de Jesus é clara: “Vocês também não querem ir?” Tem gente que na caminhada vê
o movimento da multidão e acompanha sem ter a certeza se era realmente o local que deveria
seguir. Como também tem um monte de pessoas que se batizaram e não tinham a mínima noção
do que estava fazendo.
- Jesus com essa questão quer saber deles se vão desistir ou vão prosseguir.
- Em alguns momentos Deus vai falar com você para que se afirme a cada dia. Ele nos dá
liberdade de escolha, por isso precisamos “escolher Cristo todo dia”.
- Não se impressione com o caminho da multidão. Eles comeram por causa de Jesus e não me
surpreenderia saber que dali saiu gente dizendo: “Crucifica-o!” Somos igreja, mas o Senhor tem
uma história pessoal com cada um. Uns sofreram muito até serem alcançados pelo Evangelho,
outros não. Mas o poder de Deus continua o mesmo.

Conclusão
- Para 2020 ser um ano de respostas, é necessário seguir. Para chegar a promessa, o povo
precisou andar. Para sermos vitoriosos precisamos prosseguir, sem olhar para o lado, sem
distração, sem mimimi. É caminhar e sermos fiéis. Ele nos dará a coroa da vida!