Você está na página 1de 2

Como Jesus lidou com sua saúde emocional?

Lucas 5.15-16 / João 16.33


15 Todavia, as notícias a respeito dele se espalhavam ainda mais, de forma que multidões vinham para ouvi-lo e para
serem curadas de suas doenças.
16 Mas Jesus retirava-se para lugares solitários, e orava.

"Eu lhes disse essas coisas para que em mim vocês tenham paz. Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham
ânimo! Eu venci o mundo".

Introdução
- Os evangelhos trazem um Cristo com uma vida muito agitada. Ensino, idas e vindas, perseguições, fugas, viagens,
enfim, Jesus não tinha vida fácil, mas pode chegar ao final do ministério e declarar o que está escrito no texto base
de nosso sermão. Isso sem contar o ataque constante daqueles que queriam destruí-lo.
- Mas o que chama a atenção é que Jesus era muito firme e forte. Ele era vigoroso e fazia o Seu trabalho com
excelência, respondia com sabedoria, tratava os problemas com especial cuidado e ainda conseguia resistir aos Seus
opositores com uma inteligência fantástica. Certamente alguém cansado e sobrecarregado pelas várias tarefas do
dia não conseguiria fazer tudo isso com excelência.
- O Mestre sabia que tudo era muito intenso e que em pouco tempo seria levado aos céus depois de morto e
ressurreto, por isso sempre conseguia tempo e orava ao Pai em lugares onde pudesse ficar a sós com Ele.

Vamos à pergunta do tema:


15 Todavia, as notícias a respeito dele se espalhavam ainda mais, de forma que multidões vinham para ouvi-lo e
para serem curadas de suas doenças.
16 Mas Jesus retirava-se para lugares solitários, e orava.

1 - Jesus sabia se retirar de tempos em tempos


“Ele, porém, se retirava…” (Lucas 5:16). Multidões e afazeres sem fim tomarão conta totalmente de nossas vidas se
deixarmos. Jesus sabia disso. Enquanto ser humano sabia que Suas forças físicas, mentais e espirituais eram finitas.
Apesar de amar Seu ministério Ele sabia que precisa se retirar um pouco. Esse é um grande segredo. Precisamos
aprender a nos retirar um pouco de diante das multidões de afazeres que nos assediam todos os dias. Isso trará
relaxamento, paz e fortalecimento para, mais tarde, encararmos novamente as multidões. Jesus seguia o princípio
dado por Deus do ciclo trabalho-descanso.

2 - Jesus cuidava da sua saúde emocional


“Ele, porém, se retirava para lugares solitários…” (Lucas 5:16). Como Jesus poderia lidar com tamanhas pressões
estando com Sua saúde emocional comprometida? Jesus sabia que precisava cuidar de Suas emoções. Certamente,
no dia a dia Ele sentia ira, sentia fadiga, sentia suas emoções serem impactadas por tudo que vivia, sentia, pelas
pressões do dia a dia. Quando Ele ia para lugares solitários, o fazia para descansar Sua mente, para refletir nos
caminhos em que andava, em Sua missão de vida, para refazer as forças mentais que poderiam estar desequilibradas
devido ao esforço do trabalho. Devemos aprender esse grande segredo. Nosso mundo é muito barulhento. Nos
desacostumamos com o silêncio. Alguns, diante do silêncio se sentem até mal. Mas é na ausência do barulho, na
solidão planejada que podemos encontrar um momento de descanso, de reflexão e fortalecimento de nossas
emoções. Muitas vezes o silêncio é uma saída infalível, pois vai ser nesse momento que Deus vai falar com você. Use
essa arma com sabedoria para sua saúde emocional. Ignore algumas coisas, releve outras, não seja tão taxativo e
ande um pouco mais flexível.

3 - Jesus cuidava da sua saúde espiritual


“Ele, porém, se retirava para lugares solitários e orava…” (Lucas 5:16). O ministério de Jesus exigia que Sua vida
com Deus estivesse afinada. Lidava com demônios, com questionamentos das pessoas, com inimigos que
questionavam Sua autoridade, etc. Nós também lidamos com um mundo caído e com questões que exigem dia a dia
que nossa vida de comunhão com Deus esteja afinada. Jesus sabia que as agitações do trabalho tinham potencial de
tomar todo o Seu tempo e tirar Dele a comunhão com Deus, trazendo fraqueza espiritual. Era por isso que ele se
retirava para lugares solitários e cuidava de Sua vida com Deus. Ele falava com o Pai. Ele ouvia o Pai. Precisamos
aprender esse segredo tão esquecido atualmente, onde sempre achamos desculpas para não falar com Deus e ouvi-
Lo. Jesus, mesmo muito ocupado, não abria mão de cuidar da Sua saúde espiritual, pois sabia que era o alicerce de
toda a Sua vida, inclusive de Sua missão e trabalho. Nós também precisamos aprender isso urgentemente!!
Conclusão
- Jesus chorou, foi pressionado, se irou quando era inquirido de forma maldosa pelos fariseus, sofreu a cruz,
expulsou os ladrões da casa de Deus, mas venceu. Para que tenhamos vida saudável e equilibrada, precisamos nos
agarrar a Jesus e ao seu exemplo.
- Tem hora que iremos chorar, é natural. Vamos nos aborrecer, sim, faz parte. Mas precisa ser por um tempo bem
curto. Busque consolo e paz no Espírito Santo que ele te trará a paz prometida por Cristo no texto base de nossa
reflexão.