Você está na página 1de 5

FACULDADE PITÁGORAS

GESTÃO DA PRODUÇÃO
LISTA ROTEIRO II

1- As empresas, principalmente as de grande porte, podem atuar em vários segmentos e


negócios dentro de sua proposta de atuação. E, por mais que o principal objetivo da
organização seja “ganhar dinheiro”, as estratégias devem ser desenvolvidas pontualmente
em função do segmento, negócio e até mesmo das áreas da empresa. Com esse viés, pode-
se classificar as estratégias segundo uma hierarquia:

a) Estratégia internacional, estratégia nacional e estratégia fabril.


b) Estratégia corporativa, estratégia de negócios e estratégias funcionais.
c) Estratégia corporativa, estratégia de planejamento e estratégias operacionais.
d) Estratégia de negócios, estratégia de planejamento e estratégias setoriais.
e) Estratégia competitiva, estratégia comparativa e estratégias funcionais.

2-Nas prioridades competitivas, a gestão da produção tem como princípio buscar um


melhor desempenho estratégico em:
I – Custo: reduzir os custos da produção, refletindo em maiores margens de lucro e/ou
preços competitivos.
II – Qualidade: atender aos requisitos definidos e exigidos pelo mercado.
III – Desempenho de entrega: ter confiabilidade e velocidade nos prazos de entrega.
IV – Mercadológico: atingir novos mercados através de promoção, preço, produto e
distribuição.
V – Flexibilidade: ser capaz de reagir de forma rápida a situações repentinas e inesperadas.
VI – Inovação: é a renovação das atividades técnicas, concepção, desenvolvimento e
gestão em todo processo produtivo.
VII – Meio ambiente: criar produtos e processos que diminuam e/ou eliminem o desgaste e
degradação do meio ambiente. Estão corretas:

a) As afirmativas I, II, III, V, VI e VII.


b) As afirmativas I, II, III, IV, VI e VII.
c) As afirmativas I, II, III, IV, V, VI e VII.
d) As afirmativas II, III, V, VI e VII.
e) As afirmativas I, III, V, VI e VII.

3-Produtividade pode ser definida como:


a) Relação entre o as peças produzidas dentro do conforme e as não conformes.
b) Relação entre o produzido (output) e os recursos utilizados para produzir (input).
c) Relação entre a capacidade produtiva e a demanda.
d) Relação entre os recursos financeiros e os recursos patrimoniais.
e) Relação entre a produção e os suprimentos.
4-Na gestão da produção, podemos subdividir a produtividade em duas definições básicas,
sendo elas:
a) Conforme e não conforme.
b) Interna e externa.
c) Acumulativa e simplificada.
d) Parcial e total.
e) Dependente e independente.

5-Determine a produtividade parcial da mão de obra de uma empresa que faturou $70
milhões em certo ano fiscal no qual os 350 colaboradores trabalharam em média 170
horas/mês:
a) $ 92,04 / homem.hora.ano.
b) $ 88,04 / homem.hora.ano.
c) $ 91,04 / homem.hora.ano.
d) $ 90,04 / homem.hora.ano.
e) $ 98,04 / homem.hora.ano.

6- O conceito de pensamento enxuto surgiu na indústria japonesa e tem como objetivo


aumentar a eficiência da organização através de atividades que agregam valor e da
eliminação contínua de desperdícios. Os noves desperdícios encontrados nas organizações
são:
a) Produção extra; defeitos; estoques; atividades desnecessárias; transporte; espera;
movimentação; e não aproveitamento de ideias; falta de ergonomia.
b) Produção extra; excesso de qualidade; estoques; atividades desnecessárias; transporte;
espera; movimentação; e não aproveitamento de ideias; falta de ergonomia.
c) Turno extra; defeitos; estoques; atividades desnecessárias; transporte; espera;
movimentação; e não aproveitamento de ideias; falta de ergonomia.
d) Produção extra; defeitos; estoques; atividades desnecessárias; transporte; espera;
movimentação; e melhoria contínua; falta de ergonomia.
e) Produção extra; defeitos; estoques; atividades desnecessárias; transporte; espera;
manutenção produtiva total; e não aproveitamento de ideias; falta de ergonomia.

7-A característica central dos modelos de gestão baseados na qualidade tem o foco:
a) Nos usuários/clientes dos produtos e serviços.
b) No aperfeiçoamento contínuo do processo produtivo.
c) Na melhoria do desempenho, com base nas melhores práticas dos competidores.
d) No aprendizado e inovação contínuos por meio da experiência.
e) No alinhamento entre processos gerenciais e estratégias de longo prazo.

8-O ciclo PDCA é a base para a realização de plano de ação para a melhoria contínua,
sendo formado por quatro etapas:
a) Planejar, dedicar, checar e agir.
b) Programar, fazer, checar e agir.
c) Planejar, fazer, checar e agir.
d) Planejar, definir, checar e atualização.
e) Planejar, definir, concentrar e agir.
9-Atualmente as empresas estão em busca de maior eficiência eliminando seus
desperdícios, sendo este o princípio da filosofia Lean Manufacturing. Abaixo algumas
ações do PPCP que colaborarão para o atendimento desta necessidade:

I - Otimizar a utilização dos recursos da produção, atuando no planejamento, programação


e controle da produção de forma a garantir o cumprimento dos prazos e fornecer
informações para melhoria contínua dos processos de fabricação e tomadas de decisões.
II – Responder as perguntas: O que produzir? Quando produzir? Onde produzir? Como
produzir? Quanto produzir? Com o que produzir? Com quem produzir?
III - Determinar os volumes e quantidade de trabalho, alocando para os centros de
trabalhos os recursos necessários, determinando o tempo de início e término de cada tarefa,
sequenciamento e determinação da propriedade de tarefas a serem desempenhadas.
IV – Garantir que os trabalhadores trabalhem exaustivamente atingindo a eficácia deseja,
de forma que garanta maiores lucros.
V - Fornecer informações necessárias para o dia a dia do sistema de manufatura reduzindo
os conflitos existentes entre vendas, finanças e chão de fábrica.

Quais das afirmações acima são verdadeiras:


a) Afirmações I e II.
b) Afirmações I, II e III.
c) Afirmações I, II, III e IV.
d) Afirmações I, II, III e V.
e) Afirmações I, II, III, IV e V.

10-O PPCP é o departamento responsável pela coordenação dos vários departamentos da


fábrica, com vistas ao bom atendimento das solicitações do departamento de vendas que
lhe são encaminhadas, cabendo-lhe providenciar que as mesmas sejam atendidas no prazo
e quantidade exigidos. Para isso, a fim de cumprir sua missão, desempenha de uma forma
mais complexa algumas funções básicas. São elas:
a) Administração de materiais e recursos, emissão e programação de ordens de compra e
fabricação, movimentação de ordens e acompanhamento da produção.
b) Gestão de estoques e recursos, planejamento estratégico, aquisição e vendas.
c) Gestão financeira, aquisição de equipamentos, administração de projetos e vendas.
d) Compra de materiais, definição de processos e projetos, roteiros e acompanhamento da
produção.
e) Investimentos, administração de materiais, obtenção de recursos, planejamento
estratégico e gestão da cadeia de suprimentos.

11-O objetivo do acompanhamento e controle da produção é fornecer uma ligação entre o


planejamento e a execução das atividades operacionais, identificando os desvios, sua
magnitude e fornecendo subsídios para que os responsáveis pelas ações corretivas possam
agir. Desta forma, podemos afirmar que:

I. Apesar de teoricamente os recursos necessários para a execução dos planos de produção


terem sido planejados e programados pelo PPCP, na prática, infelizmente, a ocorrência de
desvios entre o programa de produção liberado e o executado é a situação mais comum.
II. Quanto mais rápido os problemas forem identificados, ou seja, quanto mais eficiente
forem as ações do acompanhamento e controle da produção, menores serão os desvios a
serem corrigidos, menor o tempo e as despesas com ações corretivas.
III. A questão da velocidade com que deve se obter o feedback das informações está
associada ao tipo de processo produtivo.
IV. Apesar do advento de computadores cada vez mais potentes e de softwares
sofisticados, a essência do acompanhamento e controle da produção pelo PPCP diz
respeito ao emprego de pessoas qualificadas para a identificação das exceções, planos de
produção consistentes, e ambiente produtivo organizado e previsível.
V. Em sistemas modernos, baseados na administração participativa dentro da filosofia
JIT/LEAN, esta responsabilidade é uma atividade conjunta entre o PPCP e os participantes
o processo produtivo. São corretas as afirmações:

a) I e II, apenas.
b) II e III, apenas.
c) I, II e III, apenas.
d) I, III e IV, apenas.
e) As afirmativas I, II, III, IV e V.

12-A demanda é uma informação primordial para criar um planejamento da produção,


sendo definida como:
a) A necessidade da empresa.
b) As obrigatoriedades legais.
c) A intenção do mercado em comprar um determinado bem ou serviço.
d) As restrições de um processo produtivo.
e) Parte do conceito de PPCP.

13-A demanda tem relação direta com fatores externos à organização, por este motivo
deve-se utilizar:
a) Técnicas de intervenção junto ao mercado, buscando estabilidade da oferta e demanda.
b) Um processo subjetivo para determinar metas e objetivos.
c) Meios de apuração de resultados, objetivando uma maior assertividade dos números
futuros.
d) Um processo metodológico para determinação de dados futuros, conhecido como
previsão da demanda.
e) Métodos burocráticos para padronizar os sistemas produtivos, impedindo impactos
externos.

14-Umas das técnicas utilizadas para a previsão de materiais é o MRP, que significa:
a) Planejamento das necessidades da produção.
b) Sequenciamento da produção.
c) Acompanhamento e controle da produção.
d) Balanceamento da linha de produção.
e) Planejamento das necessidades de materiais.

15-O modelo proposto por Tubino (2008) descreve o processo de previsão de demanda
(dependente) por meio das atividades:
I. Objetivo do modelo.
II. Coleta e análise dos dados.
III. Seleção e técnica de previsão.
IV. Estruturação dos resultados.
V. Obtenção das previsões.
VI. Monitoração do modelo.
Estão corretas:
a) Apenas I, II,III e V.
b) Apenas I, II,III e VI.
c) Apenas I, II,III e IV.
d) Apenas I, II,III, V e VI.
e) Apenas I, II,III, IV e VI.

16-A função de monitoramento dentro da previsão de demanda tem a função de:


a) Verificar se a técnica e os parâmetros empregados ainda são válidos.
b) Verificar as oscilações de mercado e possiveis causas.
c) Validar os modelos prescritivos desconsiderando as informações subjetivas.
d) Criar estratégias mais apropriadas e com menor grau de acuracidade.
e) Traçar estratégias competitivas através da previsão de demanda.

17-Na previsão da demanda dependente, um dos fatores a ser considerado é a acuracidade,


que é:
a) A precisão e exatidão de dados e informações.
b) A correção de previsão anterior.
c) O fator de tolerância a ser considerado na previsão de demanda.
d) A alteração da sequência na liberação de ordens.
e) O erro acumulado em função dos períodos previstos.

18-A hierarquia do planejamento agregado envolve:


a) Previsão de demanda, planejamento agregado e plano mestre de produção.
b) Planejamento da capacidade, planejamento agregado e plano mestre de produção.
c) Planejamento da produção, planejamento agregado e plano mestre de produção.
d) Planejamento da capacidade, planejamento estratégico e plano mestre de produção.
e) Planejamento da capacidade, planejamento agregado e planejamento das necessidades
de manufatura.

19-Há uma série de informações necessárias para a elaboração de um plano de produção,


sendo um deles referente aos recursos que envolvem:
a) Equipamentos, instalações e força de trabalho.
b) Equipamentos, instalações e armazenagem.
c) Equipamentos, centro de distribuição e força de trabalho.
d) Processos, instalações e força de trabalho.
e) Equipamentos, instalações e demanda.

20-O planejamento agregado envolve:


a) Análises e decisões feitas por família de produtos.
b) Estratégias e riscos feitos por família de produtos.
c) Custos e planos feitos por família de produtos.
d) Questões táticas e operacionais feitas por família de produtos.
e) Assimilação e análises feitas por família de produtos.