Você está na página 1de 10

PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA

FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

EDITAL Nº. 013/2020 – EDITAL PROGRAMA FCC DIGITAL

I – DO EDITAL
1.1 A FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA, por meio de sua Presidente, torna
público para conhecimento dos interessados, o presente edital com a finalidade de
regulamentar o procedimento para a seleção de conteúdo audiovisual para difusão no
programa FCC DIGITAL nas diversas áreas culturais, a ser veiculado nas redes
sociais da Fundação Cultural de Curitiba.
II – DO OBJETO
2.1 O presente edital, em caráter excepcional, tem por finalidade selecionar e apoiar
financeiramente agentes culturais locais que tenham vídeos autorais próprios nas
áreas de Artes Visuais, Cinema, Dança, Literatura, Música, Patrimônio Cultural,
Teatro, Circo e Manifestações Culturais Tradicionais, tais como curtas-metragens,
videoclipes, monólogos, leituras, contação de histórias, clipoemas, espetáculos de
dança, teatro e música, arte digital, animações, exposições virtuais, documentários,
números de circo e comédia filmados e também vídeo aulas de técnicos da área da
cultura, como produtores, iluminadores, técnicos de som, cenotécnicos, cenógrafos,
maquiadores, figurinistas, roadies, entre outros que, ao serem contemplados, venham
a ser disponibilizados nas redes sociais da Fundação Cultural de Curitiba, através de
Inexigibilidade de Licitação, fundamentada no art. 25, da Lei n.º 8.666/93, como forma
de promoção e dinamização da economia da cultura no Município de Curitiba.
2.2 As propostas de vídeos solos poderão ser produzidas a qualquer tempo até o
prazo final de inscrição, disposto no item 5.2.
2.3 Com relação a vídeos coletivos, serão aceitas propostas produzidas até 15 de
março de 2020, véspera da data na qual foi declarada Situação de Emergência em
Saúde Pública no Município de Curitiba, em decorrência da infecção humana pelo
novo Coronavírus (COVID-19), conforme disposto no Decreto Municipal nº. 421 de 16
de março de 2020.
2.3.1. O proponente que se enquadrar na categoria vídeos coletivos deverá assinar
Declaração de Veracidade, (Anexo II), atestando que o material inscrito foi produzido
até o dia 15 de março de 2020, sob pena de desclassificação no edital em caso de
contemplação.
2.4 Os vídeos deverão ser de classificação indicativa livre, destinados a todo tipo de
público, sem limite de idade.
III – DO VALOR DO EDITAL
3.1 Será disponibilizado para o presente Edital o valor de R$ 450.000,00 (quatrocentos
e cinquenta mil reais) destinados à contemplação de até 300 (trezentos) projetos de
vídeos autorais próprios no valor de R$ 1.500,00 (hum mil e quinhentos reais)
cada.
3.2 Os recursos financeiros destinados aos projetos contemplados correrão por conta
das seguintes dotações orçamentárias:
- 28001.13392.0002.2061-339036.0000.01.001 - Outros serviços de terceiros - Pessoa
Física
- 28001.13392.0002.2061-339039.0000.01.001 - Outros serviços de terceiros - Pessoa
Jurídica;
3.3 A Fundação Cultural de Curitiba fará o repasse dos recursos aos projetos
contemplados, em parcela única, segundo o discriminado no Termo de Apoio e
Cooperação a ser celebrado entre as partes, com os devidos descontos legais.

Integra do Edital – Página 1/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

IV – DA PARTICIPAÇÃO E DAS VEDAÇÕES À PARTICIPAÇÃO


4.1 Poderão apresentar propostas para este Edital, pessoas físicas ou pessoas
jurídicas exclusivamente do tipo Microempreendedor Individual (MEI), Empresário
Individual (EI) e Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI),
domiciliadas no Município de Curitiba.
4.2 A representação da pessoa jurídica (MEI, EI, EIRELI) junto à Fundação Cultural de
Curitiba incumbirá ao representante legal da pessoa jurídica, segundo disposto no ato
constitutivo empresarial.
4.3 Os proponentes poderão aprovar apenas 01 (um) projeto no presente Edital.
4.4 Não serão admitidos como proponentes, a qualquer título, membros da Comissão
Especial de Chamamento Público e servidores do Município de Curitiba integrantes
dos quadros da administração direta e indireta.
4.5 Deve ser obedecido o disposto no Art. 98 da Lei Orgânica do Município de
Curitiba/PR que prevê: “Nenhum servidor ou seu cônjuge, companheiro ou parente em
linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, poderá ser diretor,
proprietário, controlador ou integrar conselho de empresa fornecedora ou que realize
qualquer modalidade de contrato com o Município, sob pena de demissão. (Redação
dada pela Emenda à Lei Orgânica nº 15/2011)”.
4.5.1 Também não serão admitidos como proponentes, a qualquer título, empregados
de entidades que mantenham contrato de gestão com a Fundação Cultural de Curitiba
e com o Município de Curitiba.
V – DAS INSCRIÇÕES
5.1 A inscrição do projeto, apresentado em formato digital, dar-se-á exclusivamente
através do seguinte endereço eletrônico: www.sic.cultura.pr.gov.br
5.2 As inscrições deverão ser realizadas no período entre as 18h do dia 01 de maio
de 2020 até as 12h do dia 07 de maio de 2020, devendo o proponente respeitar os
procedimentos estabelecidos neste Edital.
5.3 Considerando que a apresentação das propostas se dá em ambiente virtual no
SISPROFICE, é de responsabilidade do proponente, a partir da inscrição, acompanhar
todas as fases do projeto, com seu login e senha no SISPROFICE, devendo as
publicações serem acompanhadas no site da Fundação Cultural de Curitiba, no
endereço www.fundacaoculturaldecuritiba/editais/, bem como nas redes sociais da
Fundação Cultural de Curitiba.
5.3.1 A Fundação Cultural de Curitiba e os órgãos envolvidos, quando os motivos de
ordem técnica não lhes forem imputáveis, não se responsabilizam, no ato da inscrição,
por falhas ou congestionamento de linhas de comunicação, indisponibilidade da
internet ou por interrupção de conexões sobre as quais não detenham controle direto
ou indireto, bem como por informações perdidas, incompletas, inválidas ou
corrompidas, problemas de ordem técnica no computador, rede, hardware ou software
utilizado pelo usuário ou outros fatores que impossibilitem a inscrição do projeto.
5.4 Finalizado e encaminhado o projeto, caberá ao proponente verificar a
documentação e a consistência dos dados enviados e, sendo identificado problema,
deverá em até 24 (vinte e quatro) horas antes de encerrar o prazo de inscrição,
comunicar à Fundação Cultural de Curitiba o ocorrido.
5.5 A Fundação Cultural de Curitiba e os órgãos envolvidos não se responsabilizam
pela impossibilidade de acesso a projeto criado em software diverso daquele
licenciado para os órgãos envolvidos.

Integra do Edital – Página 2/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

5.5.1 Em caso de dúvidas sobre o software a ser utilizado dentro do período de


inscrição, o proponente deverá efetuar consulta ao e-mail imprensa@curitiba.pr.gov.br
5.6 Para participar do presente edital, o proponente pessoa física e jurídica (MEI, EI,
EIRELI) que não tenha cadastro de agente cultural no SISPROFICE deverá
antecipadamente se cadastrar no seguinte endereço eletrônico,
www.sic.cultura.pr.gov.br/cadastro/agente.php
5.6.1 O proponente, pessoa física ou jurídica (MEI, EI, EIRELI), que já esteja
cadastrado no SISPROFICE como agente cultural, deverá se utilizar do mesmo login e
senha para inscrever seu projeto no presente edital, devendo, contudo, atualizar os
dados cadastrais da pessoa física ou jurídica (MEI, EI, EIRELI) no SISPROFICE.
5.7 No caso de pessoa jurídica (MEI, EI, EIRELI) incumbe ao representante legal a
inscrição do projeto no sistema SISPROFICE.
5.7.1 Para o proponente pessoa jurídica (MEI, EI, EIRELI), no momento do cadastro
de agente cultural, o responsável legal deverá registrar o “nome empresarial”,
conforme consta no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica - CNPJ, não podendo se
utilizar do “nome fantasia”. A inobservância poderá desclassificar o projeto.
5.8 O uso do login e senha é pessoal e intransferível, cabendo exclusivamente ao
usuário a correta utilização de seu e-mail, senha e cadastro no SISPROFICE.
5.9 O proponente deverá fazer o preenchimento completo do formulário digital,
anexando documentos e demais conteúdos exigidos por este edital.
5.9.1 Caso o proponente deixe de preencher as abas do formulário digital do
SISPROFICE ou não anexar documento exigido por particularidade do projeto, deverá
anexar em “Documentos Complementares”, com a justificativa, sob pena de não o
fazendo incorrer na desclassificação do projeto na fase de Validação de Inscrições.
5.10 O proponente deverá anexar todos os documentos obrigatórios previstos no
edital, que serão analisados na primeira etapa do processo, denominada de Validação
de Inscrições, e os que compõem a análise técnica e de mérito a ser verificada pela
Comissão Especial de Chamamento Público para este fim, denominada “Análise de
Mérito”.
5.10.1 Toda a documentação deverá ser digitalizada e, quando for o caso, frente e
verso, devendo ser observado o seu prazo de validade no momento da inscrição.
5.10.2 Os documentos e conteúdos obrigatórios para anexação deverão respeitar as
especificações técnicas exigidas no sistema, sendo expressamente proibida a
anexação de documentos que contenham rasuras, colagens ou montagens,
especialmente no que diz respeito às assinaturas.
5.10.3 À Fundação Cultural de Curitiba é reservado o direito de exigir, a qualquer
tempo, a apresentação do documento original dentro do prazo estipulado na
notificação, e sendo detectada a montagem ou colagens de assinaturas nos
documentos, ou ainda, documento diverso do que foi anexado, o projeto será
automaticamente desclassificado.
5.11 Além do formulário digital do SISPROFICE, a composição do projeto deverá
apresentar elementos para análise de mérito, conforme abas disponibilizadas no
Sistema e juntar os documentos e materiais complementares abaixo indicados, os
quais, não havendo local específico, deverão ser anexados na aba “Documentos
Complementares” do SISPROFICE.
a) Currículo do proponente, a ser preenchido no formulário digital do SISPROFICE, na
aba “Ficha Técnica/Currículo”;

Integra do Edital – Página 3/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

a.1 Para os projetos apresentados por pessoa jurídica (MEI, EI, EIRELI), por se tratar
de tipos empresariais, quais sejam, Microempreendedor Individual (MEI), Empresário
Individual (EI) e Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI), não será
necessária a diferenciação curricular, bastando a apresentação do currículo da pessoa
física responsável.
b) Link com acesso livre, contendo o vídeo autoral próprio já produzido no site
www.youtube.com, a ser incluído na aba “Documentos Complementares”.
b.1 Cabe ao proponente a responsabilidade por manter ativos e acessíveis durante o
período de avaliação do projeto, os links de acesso indicados, sob pena de não o
fazendo estar sujeito à desclassificação do projeto.
c) O proponente deverá incluir na aba “Documentos Complementares” nome completo,
telefone e e-mail para contato da equipe de comunicação social, informações textuais
sobre o grupo (se houver), linguagem trabalhada, tempo de atividade, local de origem,
número de integrantes, quantidade de trabalhos realizados e alguns exemplos (se
houver, com breve descrição e data da encenação). Informações sobre o projeto para
o atual edital – o que aborda, quantos personagens, qual o público alvo, tempo de
duração, quem assina cenografia, direção, luz e outros (se houver), e se é um projeto
original ou baseado em outra obra.
d) Declaração de cessão de direito do autor e direito de imagem para o uso do vídeo
autoral próprio pelo prazo de 01 (um) ano para uso exclusivo da Fundação Cultural de
Curitiba, a partir da aprovação do projeto.
e) Documentos do proponente pessoa física:
e.1) Cópia da Carteira de Identidade - RG e do Cadastro de Pessoa Física - CPF, ou
de outro documento oficial, contendo fotografia e os números dos respectivos RG e
CPF;
e.2) Cópia de documento contendo o número do PIS/PASEP ou inscrição no INSS do
proponente;
e.3) Comprovante de domicílio em nome do proponente que tenha no máximo 90
(noventa) dias de emissão a partir da data de publicação do edital;
e.4) Certidão Negativa de Tributos Municipais de Curitiba (site:
www5.curitiba.pr.gov.br/gtm/certidaonegativa).
e.5) Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Federais (site:
www.receita.fazenda.gov.br);
e.6) Certidão Negativa de Tributos Estaduais (site: www.pr.gov.br);
e.7) Comprovante do Cadastro de Fornecedor do Município de Curitiba (Certificado de
Registro Cadastral CRC), a ser expedido pela Secretaria Municipal de Administração e
de Gestão de Pessoal – SMAP, o qual poderá ser obtido por meio eletrônico no site:
www.e-compras.curitiba.pr.gov.br. Dúvidas para emissão desse documento poderão
ser sanadas pelo e-mail: scadastro@curitiba.pr.gov.br
e.8) Documento relativo à conta corrente, onde conste o nome do proponente, o banco
(preferencialmente em instituições oficiais), a agência e o número da conta corrente,
para o repasse do recurso financeiro.
e.9) Todos os documentos acima elencados deverão estar dentro do prazo de validade
no momento da inscrição, sob pena de desclassificação do projeto inscrito.
f) Documentos do proponente pessoa jurídica:
f.1) Cópia do ato constitutivo da pessoa jurídica;

Integra do Edital – Página 4/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

f.2) Cópia do Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica, CNPJ válido


(http://servicos.receita.fazenda.gov.br/Servicos/cnpjreva/Cnpjreva_Solicitacao.asp);
f.3) Cópia da Carteira de Identidade - RG e do Cadastro de Pessoa Física - CPF ou de
outro documento oficial do representante legal da pessoa jurídica, contendo fotografia
e o número do respectivo RG e CPF;
f.4) Certidão de Regularidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço - FGTS -
Caixa Econômica Federal (site: www.caixa.gov.br);
f.5) Certidão Negativa de Tributos Municipais de Curitiba (site:
www.curitiba.pr.gov.br/gtm/certidaonegativa);
f.6) Certidão Negativa de Débitos de Tributos e Contribuições Federais (site:
www.receita.fazenda.gov.br);
f.7) Certidão Negativa de Tributos Estaduais (site: www.pr.gov.br);
f.8) Certidão de Regularidade do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço/FGTS (site:
www.caixa.gov.br);
f.9) Certidão Negativa de Débitos Trabalhistas (site: www.tst.jus.br ou www.trt9.jus.br);
f.10) Documento relativo à conta corrente, onde conste o nome do proponente, o
banco (preferencialmente em instituições oficiais), a agência e o número da conta
corrente, para o repasse do recurso financeiro.
f.11) Todos os documentos acima elencados deverão estar dentro do prazo de validade
no momento da inscrição, sob pena de desclassificação do projeto inscrito.
5.12 Encerrada a fase de inscrição, não será possível qualquer alteração no projeto ou
acréscimo documental exigido pelo edital nas etapas de “Validação de Inscrição”,
“Análise de Mérito” e “Avaliação Documental”.
5.13 O ato de inscrição dos projetos implica na aceitação do estipulado neste edital e
nas demais normas que o integram.
VI – DO PROJETO
6.1 Serão contemplados até 300 (trezentos) projetos nas áreas de Artes Visuais,
Cinema, Dança, Literatura, Música, Patrimônio Cultural, Teatro, Circo e Manifestações
Culturais Tradicionais e também vídeo aulas de técnicos da área da cultura.
6.2 Os projetos contemplados serão apresentados nas mídias sociais da Fundação
Cultural de Curitiba no período compreendido entre maio de 2020 a maio de 2021,
de acordo com a programação da Fundação Cultural de Curitiba, sem a
obrigatoriedade de exibição de todos os contemplados.
6.3 Cada projeto deverá oferecer um vídeo de no mínimo 33” (trinta e três
segundos) e no máximo aproximadamente 60’ (sessenta minutos), sendo
recomendado seguir as diretrizes preferenciais de vídeo disponíveis no link a seguir:
https://support.google.com/youtube/answer/4603579?hl=pt-BR
6.4 Os produtos resultantes dos projetos selecionados por meio deste Edital poderão
ser totalmente ou parcialmente indicados, citados, descritos, transcritos ou utilizados
pela Fundação Cultural de Curitiba em trabalhos, publicações (internas ou externas,
passíveis ou não de comercialização), cartazes ou quaisquer outros meios de
promoção e divulgação do patrimônio cultural, inclusive por meio da mídia, mediante a
inclusão do respectivo crédito de autoria, sem que caiba ao autor direito à percepção
de qualquer valor, inclusive a título de direitos autorais.
6.5 Caberá exclusivamente aos empreendedores a responsabilidade pela legalidade
da utilização dos elementos artísticos discriminados nos projetos, atendendo em
especial às disposições nas legislações pertinentes aos “direitos de autor” e “direitos

Integra do Edital – Página 5/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

de imagem” e isentando a Prefeitura Municipal de Curitiba e a Fundação Cultural de


Curitiba de qualquer ônus nesse sentido.
VII - DA SELEÇÃO DOS PROJETOS
7.1 Os projetos estarão sujeitos a 02 (duas) etapas de análise, sendo:
a) 1ª etapa: “Validação de Inscrições”.
b) 2ª etapa: “Análise de Mérito”.
7.2 Na 1ª etapa, a “Validação das Inscrições” se dará por servidores da Fundação
Cultural de Curitiba, sob a supervisão da Diretoria de Ação Cultural, os quais avaliarão
e sinalizarão no sistema a regularidade dos aspectos formais relativos aos projetos
recebidos, bem como a falta ou irregularidade de quaisquer documentos, informações
ou características, considerados como obrigatórios.
7.3 Após a “Validação das Inscrições”, será liberado o acesso aos projetos para a
Comissão Especial de Chamamento Público, na quantidade de 05 (cinco) membros,
para analisar o mérito dos projetos, segundo os critérios estabelecidos neste Edital.
7.3.1 A Comissão Especial de Chamamento Público será composta por 05 (cinco)
servidores da Fundação Cultural de Curitiba.
7.4 A Fundação Cultural de Curitiba, por meio da Diretoria de Ação Cultural, poderá
diligenciar informações adicionais para dirimir dúvidas caso seja necessário, desde
que estas não tenham caráter obrigatório no edital.
7.5 Serão classificados os projetos que atinjam no mínimo 80% (oitenta por cento)
do total de pontos possíveis na soma dos critérios de análise de mérito.
7.6 A pontuação total será aferida pelo próprio sistema SISPROFICE, a partir da
média aritmética exclusivamente pelas três notas válidas dadas pela Comissão
Especial de Chamamento Público.
7.6.1 Para a média aritmética o sistema considerará a informação de 05 (cinco) notas,
sendo eliminadas a maior e a menor nota existente.
7.6.2 Os projetos que forem classificados por atingirem a pontuação mínima acima
citada não estarão automaticamente contemplados, para tanto deverão estar dentro
da faixa de contemplação a ser divulgada dentro do limite quantitativo de vagas,
conforme estipulado neste edital.
7.6.3 Para efeito do presente edital, a nota será o fator de seleção dos projetos,
independentemente do montante de projetos apresentados.
7.7 Os critérios de pontuação para a Análise de Mérito dos projetos pela Comissão
Especial de Chamamento Público são:

Critérios: Notas

a) Coerência Entre Forma e Conteúdo 0 a 40

b) Diversidade 0 a 30

c) Trajetória do Artista 0 a 30

7.8 Havendo empate no total das notas aplicadas ao projeto, e sendo necessário o
desempate entre projetos, serão consideradas as maiores notas atribuídas nos
critérios “a”, “c” e ‘’b” consecutivamente.
7.9. Em persistindo empate, será procedido ao sorteio.

Integra do Edital – Página 6/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

7.10. Após a habilitação da 1ª etapa “Validação da Inscrição” e decorrido a 2ª etapa


“Análise de Mérito”, será divulgada listagem em ordem de classificação dos projetos
que atingirem pontuação acima de 80% (oitenta por cento), mediante AVISO a ser
disponibilizado no site www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br, link Editais
(www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/editais/), bem como nas redes sociais da
Fundação Cultural de Curitiba, podendo ainda ser adotado, além do AVISO, outros
meios de comunicação.
VIII – DA DESCLASSIFICAÇÃO DOS PROJETOS
8.1 Resultarão na desclassificação do projeto decorrente do processo de seleção, as
situações a seguir elencadas:
8.1.1 Na etapa de “Validação da Inscrição”:
a) Projetos que tenham sido cadastrados de forma incorreta ou preenchimento
incompleto no Sistema SISPROFICE, sem os dados essenciais ou cujos documentos
obrigatórios não tenham sido anexados, ou sem a devida justificativa fundamentada;
b) Projeto inscrito em duplicidade, quando identificado o mesmo proponente em
projeto idêntico, será validado aquele inscrito por último no sistema SISPROFICE,
sendo os demais desclassificados;
c) Projetos não acessíveis pelo Sistema devido à utilização de software diversos
daquele licenciado para os órgãos envolvidos, inválidos ou corrompidos, que não
possam ser recuperados pela equipe técnica do órgão responsável pelo
SISPROFICE;
d) Projeto com documento e/ou conteúdo contendo rasuras, emendas, colagens ou
montagens, especialmente no que diz respeito às assinaturas em documentos ou
declarações;
e) Projeto com link de acesso informado inativo ou acesso impossibilitado durante o
período de validação da inscrição;
f) Falta ou irregularidade de quaisquer documentos, informações ou características do
projeto, considerados como obrigatórios;
g) Projeto em que o proponente não atenda diligência da Fundação Cultural de
Curitiba no prazo estipulado.
h) Projeto de direito autoral ou de imagem de terceiro.
8.1.2 Na etapa de “Análise de Mérito”:
a) Obtenção de pontuação final inferior a 80% (oitenta por cento) do total de pontos
possíveis na soma dos critérios de análise de mérito;
b) Projetos que tenham sido cadastrados de forma incorreta ou preenchimento
incompleto no sistema SISPROFICE, sem os dados essenciais ou cujos documentos
obrigatórios não tenham sido anexados, independentemente da justificativa
apresentada;
c) Superação do limite de projetos aprovados por proponente, conforme estabelecido
no Edital. Caso o proponente obtenha a classificação de projetos acima do permitido
no presente Edital, estará assegurado o prosseguimento à 2ª fase de seleção ao
projeto que tenha obtido a melhor classificação;
d) Falta ou irregularidade de quaisquer documentos, informações ou características do
projeto considerados como obrigatórios;

Integra do Edital – Página 7/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

e) Projetos que evidenciem a intenção de promover a difusão de ideologias políticas,


religiosas ou filosóficas que apresentem caráter sectário ou discriminatório, bem como
projetos que possuam conteúdos ofensivos ou discriminatórios, ou que incitem o uso
de substâncias e materiais ilícitos;
f) Projetos de proponentes que não atendam diligência da Comissão Especial de
Chamamento Público no prazo estipulado.
g) Projetos que não atendam aos requisitos previstos no Edital.
h) Projetos de direito autoral ou de imagem de terceiro.
8.2 Em caso de desistência ou desclassificação de projeto aprovado, antes da
assinatura do instrumento de repasse dos recursos financeiros, a Fundação Cultural
de Curitiba poderá convocar o próximo classificado, seguindo, para tanto, a ordem
regular de classificação.
8.3 A desistência ou desclassificação do projeto contemplado, após o repasse dos
recursos relativos ao apoio financeiro referido neste Edital, implicará na devolução
integral dos recursos repassados, devidamente corrigidos, sem prejuízo da aplicação
das eventuais penalidades que se mostrem cabíveis do Decreto Municipal 610/19.
IX – DOS PEDIDOS DE REVISÃO E DE RECURSO
9.1 Cabe pedido de recurso quanto à desclassificação do projeto ou revisão de
pontuação, diretamente no SISPROFICE e em instância única, no prazo de até 05
(cinco) dias corridos, contados da divulgação da listagem dos classificados.
9.1.1 O proponente deverá consultar o projeto e seu julgamento a partir de seu login
no SISPROFICE. Será facultada ao proponente, para fins de conhecimento ou
interposição de pedido de recurso.
9.2 A deliberação havida acerca dos pedidos de recurso será divulgada mediante
EDITAL a ser publicado no Diário Oficial – Atos do Município de Curitiba, site
www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br link Editais
(www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/editais/), bem como nas redes sociais da
Fundação Cultural de Curitiba, podendo ainda ser adotado, além do edital, outros
meios de comunicação.
9.2.1 O edital indicará apenas o resultado da deliberação acerca dos pedidos de
recurso, listando-os como DEFERIDO ou INDEFERIDO.
9.2.2 O detalhamento da decisão havida referente a cada pedido de recurso constará,
após a publicação do edital citado, diretamente no sistema SISPROFICE, estando
acessível ao proponente a partir de seu login junto ao sistema.
9.3 Caso haja classificação de projeto anteriormente desclassificado em virtude de
deferimento de pedidos de recurso, serão procedidas publicações complementares à
listagem anteriormente publicada, retificando seu conteúdo.
9.4 Decorrida a conclusão em caráter definitivo acerca dos pedidos de recurso, os
proponentes classificados serão informados por edital da contemplação de seus
projetos, respeitando o limite de vagas disponíveis no edital.
9.5 A contemplação será realizada por meio de publicação de EDITAL no Diário Oficial
– Atos do Município de Curitiba, ficando o Edital disponível no site
www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br, link Editais
(www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/editais/), bem como nas redes sociais da
Fundação Cultural de Curitiba, podendo ainda ser adotado, além do edital, outros
meios de comunicação aos proponentes contemplados.

Integra do Edital – Página 8/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

X – TERMO DE APOIO E COOPERAÇÃO


10.1 O Termo de Apoio e Cooperação, destinado a viabilizar o repasse do recurso
financeiro para a aquisição dos direitos autorais e o uso dos vídeos será por 01 (um)
ano para uso exclusivo da Fundação Cultural de Curitiba, a ser firmado com o
proponente do projeto aprovado.
10.2. As obrigações e as penalidades constarão no Termo de Apoio e Cooperação a
ser firmado entre as partes, cuja minuta está disposta no Anexo I do presente
instrumento.
XI – DISPOSIÇÕES GERAIS
11.1 A Fundação Cultural de Curitiba, havendo razões superiores que justifiquem,
poderá revogar este Edital a qualquer momento, sem que tal fato resulte no dever de
reparação ou indenização aos interessados ou a terceiros, sob qualquer fundamento
de direito, por eventuais prejuízos que ocorram em razão de tal fato.
11.2 Esclarecimentos sobre este Edital serão prestados pela Diretoria de Ação
Cultural, devendo as questões ser enviadas em até 24 (vinte e quatro) horas antes do
encerramento das inscrições para: imprensa@curitiba.pr.gov.br
11.3 A Comissão Especial de Chamamento Público e/ou a Fundação Cultural de
Curitiba poderá, até a publicação do “Edital de Resultado Final” do procedimento de
seleção, solicitar informações complementares aos proponentes, fixando prazo para a
sua apresentação.
11.3.1 A não apresentação das informações complementares nos prazos estipulados
poderá sujeitar o projeto à desclassificação.
11.4 Exceto quando determinado neste edital e seus anexos, no ato da inscrição não
se exigirá do proponente original de nenhum documento, sendo de sua exclusiva
responsabilidade a veracidade e exatidão dos dados informados e anexados no
formulário eletrônico de inscrição do SISPROFICE. Declarações falsas ou inexatas,
constantes no formulário de inscrição e/ou nos anexos, acarretarão a suspensão
imediata do andamento do projeto e a possível anulação de todos os atos dele
decorrentes, em qualquer época, sem prejuízo das sanções civis e penais cabíveis,
sendo assegurado ao proponente/empreendedor o amplo e irrestrito direito de defesa.
11.5 Os empreendedores autorizam a utilização de imagem e som do projeto para fins
de divulgação em veículos de mídia (televisão, rádio ou internet), em eventos
organizados pela Fundação Cultural de Curitiba.
11.6 Os projetos, documentos e declarações encaminhados são de exclusiva
responsabilidade do participante, não decorrendo de tal qualquer responsabilidade
civil ou criminal para a Fundação Cultural de Curitiba, especialmente quanto aos
direitos autorais e direito de imagem.
11.7 O presente procedimento é regido pela Lei Federal n.º 8.666/93 e o Decreto
Municipal nº. 610/2019.
11.8 A inscrição do candidato implicará o conhecimento e a tácita aceitação das
condições estabelecidas no inteiro teor deste Edital e demais normas aplicáveis, atos
dos quais não poderá alegar seu desconhecimento.

Integra do Edital – Página 9/10


PREFEITURA MUNICIPAL DE CURITIBA
FUNDAÇÃO CULTURAL DE CURITIBA

11.9 Os casos omissos serão resolvidos pela Diretoria de Ação Cultural e pela
Comissão Especial de Chamamento Público, segundo as respectivas competências.
11.10 O período de vigência do presente edital é de abril de 2020 a maio de 2021.

Curitiba, 14 de abril de 2020.

Ana Cristina de Castro


Presidente

Integra do Edital – Página 10/10