Você está na página 1de 2

QUESTÕES CAPÍTULO 3 \u2013 DIAGNÓSTICO ESTRATÉGICO

1 \u2013 Em que consiste o diagnóstico estratégico?


Corresponde a 1ª fase do planejamento estratégico e procura responder a pergunta básica:
\u201cqual a real situação da empresa
quanto aos seus aspectos internos e externos?\u201d, verificando o que a empresa tem de
bom, regular ou ruim no seu processo
administrativo.

2 \u2013 Quais são os componentes do diagnóstico estratégico?


Variáveis internas e controláveis: pontos fracos e pontos fortes; e
Variáveis externas e não controláveis: oportunidades e ameaças

3 \u2013 Qual a finalidade da análise externa da empresa?


Estudar a relação existente entre a empresa e seu ambiente em termos de oportunidades e
ameaças, bem como a sua atual
posição produto-mercado desejada no futuro.

4 \u2013 As oportunidades e ameaças ambientais, identificadas pela análise externa, podem


ser classificadas conforme abaixo. Dê
exemplos concretos e práticos de oportunidades e ameaças ambientais:
OPORTUNIDADES
a) Naturais: São aquelas diretamente relacionadas à natureza da atividade da empresa. EX: A
indústria de computadores
oferece um amplo campo de atuação às empresas que atuam neste segmento, já que a onda
tecnológica é irreversível.
b) De evolução: São aquelas oportunidades proporcionadas à empresa através da formação e
consolidação de condições e
circunstâncias que tenderão a concretizar uma vantagem definitiva e concreta. Dependem da
sensibilidade da empresa em
perceber estas oportunidades. EX.: Na indústria de computadores, uma tendência é
equipamentos sem cabos conectores,
equipamentos cada vez menores, custo acessível, etc. A empresa precisa estar atenta a estas
tendências evolutivas.
c) Sinérgicas: Provocam modificações na estrutura organizacional e exigem novo setor de
conhecimento. EX.: A empresa
pode ver-se compelida a atuar em outras áreas geográficas, em função do mercado, ou ainda,
em função da mão de obra
qualificada.
d) De inovação: Modificam as características econômicas fundamentais e a capacidade da
empresa; requerem grande esforço,
recursos, dispêndios em P&D, grande nível de risco. EX.: A transição do sistema MS-DOS para
o Windows.
AMEAÇAS
a) Naturais: São as incorporadas à natureza da empresa. EX.: A rápida obsolência dos
equipamentos computadorizados.
b) Aceitáveis: São as que a empresa permite aceitar. EX.: A empresa inicia atividades em um
mercado com produto já
existente e aceito pelos consumidores. Aceita a concorrência.
c) Inaceitáveis: São os que a empresa não se permite aceitar devido a sua incapacidade em
explorar uma situação de êxito
quando esta ameaça existir. EX.: Utilizar ou não recursos de terceiros como fonte de recursos.

5 \u2013 Qual a finalidade da análise interna da empresa?


Tem por finalidade colocar em evidência as deficiências e qualidades da empresa, ou seja, os
pontos fortes, pontos fracos e
pontos neutros, que deverão ser determinados diante da sua atual posição produto-mercado,
tomando-se como referência outras
empresas do seu setor de atuação.
6 \u2013 Cite alguns aspectos que devem ser considerados na análise interna?
Para o estabelecimento dos pontos fortes, fracos e neutros, o executivo deverá avaliar uma
série de aspectos:
a) função/deptos: marketing, finanças, produção, recursos humanos
b) Estrutura organizacional, sistemas informações, cultura, sistemas de planejamento, normas
e procedimentos operacionais
c) Abrangência do processo: se será sobre toda a empresa, somente em áreas, unidades, ou
grupos