Você está na página 1de 9

Teorias Sociológicas da Criminalidade

Críticas à Teoria Positivista:

1. Ferri: delinquência = fatores biológicos + socioculturais +


econômicos;

Século XX:

• Surgimento das Teorias Sociológicas;


• Teorias Clássica e Positivista: foco no estudo do indivíduo;
Teorias Sociológicas da Criminalidade

• Séc. XX: fenômenos psicológicos e sociais explicariam melhor a


criminalidade;
• Europa x Estados Unidos;
• Experimentos;
• Crime: indivíduo x coletivo, grupos, sociedade;

• Macrocriminologia: enfoque sociológico;


• Microcriminologia: enfoque psicológico e biológico;
25. (Perito/SP/13/Adapt.) Acerca das correntes sociológicas da moderna
Criminologia, julgue os itens:
a. Tem como alguns dos protagonistas o delinquente, a vítima e a comunidade.
b. Vislumbra o delito como enfrentamento formal, simbólico e direto
entre dois rivais – o Estado e o infrator – que se enfrentam, isolados da
sociedade.
c. Considera como objeto de debate, entre outros, os aspectos
politicocriminais, as técnicas de intervenção social, isto é, o controle
social.
d. Tem como objetos de estudo a repressão do crime e a ressocialização
do delinquente.
e. Diferentemente das teorias Clássica e Positivista, o enfoque no estudo do
crime e do criminoso é sociológico.
51. (Escrivão/SP/13/Adapt.) A microcriminologia é uma das vertentes da
Criminologia. Acerca desse conceito, julgue os itens:

1. A microcriminologia dedica-se ao estudo do crime com enfoque social.


2. Dedica-se às pesquisas criminológicas de forma acadêmica e com ênfase
teórica.
3. Também chamada de criminologia clínica, estuda a pessoa do criminoso
em busca, por exemplo, de sua ressocialização.
4. Tem enfoque em fatores biológicos e psicológicos do indivíduo.
Teorias do consenso e do conflito

• Teorias do Consenso, Funcionalistas ou de Integração:

“A sociedade atinge a sua finalidade quando as instituições se encontram em


pleno funcionamento, os cidadãos aceitam as regras vigentes e
compartilham das regras sociais dominantes. As regras são aceitas e
reconhecidas como necessárias para o bom funcionamento da sociedade.
Para essas teorias a regra é a paz social e as situações de conflito são
exceções.”
PAZ SOCIAL...
Teorias de Conflito, Críticas:

“A ordem na sociedade é fundada na força e na coerção, na dominação por


alguns e obediência por outros, não há consenso em torno dos valores. Para
essas escolas do pensamento criminológico, a regra é que a sociedade vive em
conflito. As leis existem para as classes privilegiadas dominarem as classes
menos favorecidas. Essas teorias têm fundamento no Marxismo.”

CONFLITO SOCIAL...
Teorias do consenso, funcionalistas ou de integração:

1. Escola de Chicago;
2. Teoria da Associação Diferencial;
3. Teoria da Idenficação Diferencial;
4. Teoria da Neutralização;
5. Teoria da Anomia;
6. Teoria da Subcultura Delinquente;
Teorias de Conflito:

1. Labelling Approach, Etiquetamento;


2. Teoria Crítica ou Radical.
54. (Investigador/SP/13) São teorias do conflito as teorias:
a. Das áreas criminais, da identificação diferencial e da criminologia
crítica.
b. Da desorganização social, da neutralização e das área criminais.
c. Do conflito cultural, do etiquetamento e da associação diferencial.
d. Da associação diferencial, da subcultura e do estrutural-funcionalismo.
e. Da criminologia crítica ou radical e da rotulação.