Você está na página 1de 4

---- Na presença dos formadores acima mencionados, o Diretor de Turma deu início à reunião, tendo

por base a seguinte ordem de trabalhos: -------------------------------------------------------------------------------


Ordem de trabalhos: ----------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ponto um: Caracterização da turma; --------------------------------------------------------------------------------------

Ponto dois: Apresentação do Curso, das regras de funcionamento dos profissionais e dos
documentos a utilizar pelos formadores, realizado pelo Diretor do curso; -------------------------------------

Ponto três: Definição do tema de Cidadania e Desenvolvimento e, distribuição das horas pelas várias
disciplinas; -----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Ponto quatro: Medidas de suporte à aprendizagem e inclusão; ---------------------------------------------------
Ponto cinco: Outros assuntos. ----------------------------------------------------------------------------------------------

---- Antes de dar cumprimento à ordem de trabalhos, a reunião começou com a apresentação do
Diretor de Turma e dos respetivos formadores que integram a Equipa Pedagógica, bem como pelo
preenchimento de uma grelha onde constam os contactos de trabalho de todos os elementos desta,
de forma a facilitar a troca de saberes, documentos e agilizar a comunicação entre todos. ---------------

---- O Diretor de Turma fez uma breve apresentação da turma: são dezanove formandos efetivos,
cinco rapazes e catorze raparigas, com idades compreendidas entre os dezasseis e os vinte anos. Em
função dos dados recolhidos nos processos individuais, o Diretor de turma partilhou informações
acerca dos Formandos relativamente ao comportamento/aproveitamento no ano letivo anterior. -----

---- O Diretor de Turma relembrou que os formadores devem classificar os testes e outros
instrumentos de avaliação com a maior brevidade possível e entregá-los aos formandos em contexto
de sala de aula, colocando a cotação das questões no enunciado, assim como a cotação nas respostas
dadas pelos formandos; devem também após a conclusão de cada módulo, entregar a pauta modular
num prazo de quinze dias ao Diretor de turma. Na altura dos conselhos de turma, os formadores não
podem enviar pautas nos dois últimos dias. O formando deve, depois de tomar conhecimento da
classificação, devolver o teste ao formador e este, por sua vez, será responsável por arquivar todos
os elementos de avaliação no dossier individual. Mais informou que os formadores devem verificar o
Módulo/UFCD que estão a lecionar em todos os sumários e identificar sempre o início e fim de cada
Módulo/UFCD. Tendo como ponto de partida a caracterização da turma e o projeto educativo, o
Diretor de Curso solicitou aos formadores de cada disciplina que elaborem os respetivos
cronogramas, gestão modular, planificações e critérios de avaliação e os enviem o mais rapidamente
ao mesmo. Pediu, ainda, que refletissem sobre o plano de atividades. ------------------------------------------

---- No que diz respeito à implementação da Educação para a Cidadania e Desenvolvimento, o diretor
de turma informou os formadores sobre as horas respetivas que terão de ser lecionadas a cada
disciplina e refletiu sobre o modo de organizar o trabalho nesta área. Deste modo, as disciplinas que
integram a Cidadania e Desenvolvimento são: Português, com seis tempos letivos; Psicologia, com

Página 2
quatro tempos letivos; Área de Integração, com seis tempos letivos; Educação Física, com quatro
tempos letivos; Matemática, com seis tempos letivos; Economia, com seis tempos letivos; Inglês, com
quatro tempos; Componente Tecnológica, com vinte e seis tempos letivos divididos por: dois para
Comunicar, quatro para Gestão e Controlo e vinte para Serviço de Restaurante-Bar. Do mesmo
modo, a equipa pedagógica refletiu sobre as temáticas do currículo que permitem trabalhar a
cidadania tendo decidido que se irá analisar a turma para, numa posterior reunião, se decidir a forma
de atuar; foi ainda lembrada a necessidade de se sumariar as atividades/temas, quando as diferentes
disciplinas desenvolverem atividade no âmbito da Educação para a Cidadania. A Educação para a
Cidadania também deve ser considerada na planificação dos conteúdos curriculares das disciplinas e,
no caso dos projetos, os mesmos devem ser incluídos, pelo responsável pela implementação da
educação para a Cidadania na turma, no plano de atividades. -----------------------------------------------------

---- No que se refere ao ponto quatro, a Formadora de Educação Especial referiu que a aluna Catarina
Soares, número seis, apresenta dificuldades devido às suas problemáticas, pois é portadora de
sequelas no seu campo visual com défice visual, provocadas por linfoma de Burkitt nasofaríngeo,
(tendo efetuado quimioterapia) para além de dificuldades de aprendizagem, concentração e atenção,
ao nível cognitivo e, por estes motivos, está ao abrigo do Decreto-Lei n.º54/2018, de 6 de julho.
Beneficia, no âmbito da promoção da participação e da melhoria das aprendizagens e na ótica da
atuação para a inclusão, das medidas educativas do artigo 8.º, do referido Decreto-Lei, da alínea b)
Acomodações Curriculares às disciplinas de Inglês, Matemática, Português e Economia. Será enviado
o modelo relativo às acomodações curriculares para os professores as realizarem e que integrarão o
processo da aluna. O apoio da professora de Educação Especial inclui a articulação com o Diretor de
Turma relativamente às medidas educativas implementadas, às estratégias desenvolvidas e à análise
dos resultados alcançados pela discente, de acordo com o preconizado no Decreto-Lei Nº 54/2018 de
6 de julho, no artigo onze, ponto quatro, onde se lê que “O docente de educação especial, no âmbito
da sua especialidade, apoia, de modo colaborativo e numa lógica de corresponsabilização, os demais
docentes do aluno na definição de estratégias de diferenciação pedagógica, no reforço das
aprendizagens e na identificação de múltiplos meios de motivação, representação e expressão.” Será
enviado o modelo de grelha de apoio à monitorização, por período, relativamente à eficácia das
medidas aplicadas, que terá de ser preenchido pelo conselho de turma para cada um dos alunos que
usufrua de medidas de promoção da participação e da melhoria das aprendizagens na ótica da
inclusão. --------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

No que diz respeito ao ponto cinco, foi definida a equipa de aplicação do Projeto de Educação para a
Saúde da turma, relativamente ao programa PRESSE (Programa Regional da Educação Sexual em
Saúde Escolar) bem como definida a distribuição dos tempos letivos. Assim, as disciplinas que
integram o PRESSE são: Inglês, Economia, Educação Física, Área de Integração, Português e
Psicologia, todas elas com dois tempos cada. --------------------------------------------------------------------------

Página 3
----- Em relação à recuperação das aprendizagens do ano anterior o conselho de turma decidiu que as
mesmas irão ser recuperadas preferencialmente no início do ano letivo. --------------------------------------

---- E nada mais havendo a tratar, o presidente da reunião, deu-a por encerrada da qual foi lavrada a
presente ata que depois de lida e assinada será aprovada nos termos da Lei. --------------------------------
-

Visto em ____/____/ 2020


O Presidente da Reunião, O Secretário, O Diretor,
____________________ _________________________ _______________________
(José João Costa) (Pedro Esteves) (Carlos Alberto Carvalho)