Você está na página 1de 6

Arthur Rangel Santos

Lista 2 lei da termodinâmica-2 ANO

1-Uma máquina térmica que opera em ciclos recebe, em cada ciclo, 250 cal da
fonte quente e realiza um trabalho igual a 1045 J. Sabendo disso, marque a
alternativa correta:

DADOS: 1cal = 4,18 J

a) O gás no interior dessa máquina térmica sofre em cada ciclo uma


transformação do tipo isocórica, o que explica a transformação integral de
energia em trabalho.

b) A máquina funciona segundo o princípio de Carnot, logo, seu rendimento


é 100%.

c) A máquina não contraria a primeira lei da Termodinâmica (conservação


da energia), pois está transformando integralmente a energia recebida em
trabalho, mas contraria a segunda lei da Termodinâmica, pois possui
rendimento de 100%.

d) A máquina contraria a primeira lei da Termodinâmica (conservação da


energia), pois está transformando integralmente a energia recebida em
trabalho, mas não contraria a segunda lei da Termodinâmica, pois possui
rendimento de 100%

e) A máquina contraria as duas leis da Termodinâmica, pois transforma


integralmente a energia recebida em trabalho.

resposta: A maquina predomina a primeira termodinâmica em


conservação, por que está se transformando em J, ao contrario da
termodinâmica, que está tendo o rendimento de 1%

2-Determine o calor recebido da fonte quente e perdido para a fonte fria por um
motor a diesel que possui rendimento de 40% e realiza a cada ciclo um
trabalho de 2000 J. Expresse as respostas em calorias.

R = τ ÷ Q1

Sabendo que R = 0,4 e que τ = 2000 J, temos:


0,4 = 2000 ÷ Q1

Q1 = 2000 ÷ 0,4

Q1 = 5000 J

Como cada caloria equivale a 4J, basta dividir o valor final por 4 para obter a
resposta em calorias.

Q1 = 5000 ÷ 4 = 1250 cal.

O calor fornecido pela fonte quente (Q1) é igual à soma do trabalho (τ)
realizado pela máquina com o calor perdido para a fonte fria (Q2): resposta:

Q1 = τ + Q2

5000 J = 2000 J + Q2 Q2 =

5000 – 2000 = 3000 J

Q2 = 3000 ÷ 4 = 750 cal.

DADOS: 1 cal = 4 J

3-Um gás ideal sofre uma transformação: absorve 150 cal de energia na forma
de calor e expande-se, realizando um trabalho de 300 J. Considerando 1 cal =
4,2 J, a variação da energia interna do gás (ΔU) é, em J:

resposta : Segundo a Primeira Lei da Termodinâmica , a


quantidade de calor trocada com o meio é usada para a realização de
um trabalho e/ou atua na variação da energia interna do gás. ΔU = Q

1 cal ============== 4,2 joules
150 ============== x

x = 630 Joules ΔU =

630 - 300

ΔU = 330 Joules

4-Segunda Lei da Termodinâmica: Uma máquina de Carnot (A) opera entre


dois reservatórios a 300°C e 400°C, e outra (B) opera entre 300K e 400K.
Podemos afirmar que:

a) O rendimento de A é menor que o de B.

b) O rendimento de A é maior que o de B.

c) O rendimento de A e igual ao de B e é de 25%.

d) Com os dados fornecidos, não é possível calcular os rendimentos.

e) Toda máquina de Carnot tem rendimento de 100%.

5-Na primeira fase da revolução industria l, o processo de exploração do

carvão, na Inglaterra, foi melhorado com a utilização de máquinas a vapor, para


retirar a águ a acumulada nas minas. Considere uma máquina a vapor

representada pelo esquema seguinte:


Q2 é a energia retirada do reservatório de maior temperatura (T2) a cada ciclo.
Q1 é a energia cedida ao reservatório de menor temperatura (T1). W é a
energia associada ao trabalho da máquina sobre a vizinhança. Então, analise
as afirmativas:

I. Pela primeira lei da Termodinâmica, em valores absolutos, Q 1 + Q2 = W.

II.Se o esquema representa uma máquina reversível, o ciclo termodinâmico


realizado pela substância de trabalho é formado por duas isotermas e duas
adiabáticas.

III. Como o reservatório de temperatura mais alta perde energia e o


reservatório de temperatura mais baixa ganha energia, T2 diminui e T1
aumenta; por isso o rendimento diminui com o tempo. Está(ão) correta(s)

a) apenas I.

b) apenas II.

c) apenas III.

d) apenas I e II.

e) apenas II e III.

6-( Ufpa) Um técnico de manutenção de máquinas pôs para

funcionar um motor térmico que executa 20 ciclos por segundo.

Considerando-se que, em cada ciclo, o motor retira uma

quantidade de calor de 1200 J de uma fonte quente e cede 800


J a uma fonte fria, é correto afirmar que o rendimento de cada

ciclo é:

resposta: ΔEútil = ΔEtotal - ΔEdissipada

Assim, temos:

ΔEútil = 1200 - 800ΔEútil = 400 J

O rendimento (η) é dado pela razão entre a energia útil e a total, para um
mesmo intervalo de tempo.

Portanto: η = 0,33 = 33,3%

Resposta: C) 33,3

7-( Enem) Aumentar a eficiência na queima de combustível dos motores à


combustão e reduzir suas emissões de poluentes são a meta de qualquer
fabricante de motores. É também o foco de uma pesquisa brasileira que
envolve experimentos com plasma, o quarto estado da matéri a e que está
presente no processo de ignição. A interação da faísca emitida pela vela de
ignição com as mo léculas de combustível gera o plasma que provoca a
explosão liberadora de energia que, por sua vez, faz o motor funcionar.

Disponível em: www.inovacaotecnologica.com.br. Acesso em: 22 jul. 2010


(adaptado).
No entanto, a busca da eficiência referenciada no texto apresenta como fator
limitante

a) o tipo de combustível, fóssil, que utilizam. Sendo um insumo não


renovável, em algum momento estará esgotado.

b) um dos princípios da termodinâmica, segundo o qual o rendimento de


uma máquina térmica nunca atinge o ideal.

c) o funcionamento cíclico de todo os motores. A repetição contínua dos


movimentos exige que parte da energia seja transferida ao próximo ciclo.

d) as forças de atri to inevitável entre as peças. Tais forças provocam

desgastes contínuos que com o tempo levam qualquer material à fadiga e


ruptura.

e) a temperatura em que eles trabalham. Para atingir o plasma, é


necessária uma temperatura maior que a de fusão do aço com que se fazem
os motores.

8-