Você está na página 1de 19

1.

(BACEN - 2000) Na estrutura do SFN, o Subsistema Operativo, que tem por


função operacionalizar a transferência de recursos entre poupador para o
tomador, inclui
a) bancos de investimento.
b) sociedades de crédito, financiamento e investimento.
c) bancos múltiplos sem carteira comercial ou de crédito imobiliário.
d) cooperativas de crédito.
e) bancos comerciais.

resposta: todos os itens são verdadeiros.

1. (BACEN 2000) O Conselho Monetário Nacional (CMN) é composto pelo


ministro da Fazenda, pelo ministro do Planejamento e Orçamento e pelo
presidente do BACEN e tem como principais atribuições
a) expedir normas gerais de contabilidade e estatística a serem observadas
pelas instituições financeiras.
b) delimitar o capital máximo das instituições financeiras.
c) estabelecer limites para as alíquotas de tributos federais (imposto de
renda, contribuição social, PIS etc.) aplicáveis às instituições financeiras
autorizadas a funcionar no país.
d) determinar recolhimentos compulsórios e encaixes obrigatórios de
depósitos à vista, do total dos depósitos e/ou outros títulos contábeis
das instituições financeiras.

Resposta: letras a e d – verdadeiras. Demais letras são falsas.

2. (BB - 2001) Em 1964, foi instituído o CMN, no contexto da reforma bancária


realizada por meio da Lei 4.595/1964. À época, o CMN era integrado pelo
ministro da Fazenda, que o presidia; pelo presidente do BB, pelo presidente do
Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico; por seis membros nomeados
pelo Presidente da República e aprovados pelo Senado Federal, escolhidos
entre brasileiros de ilibada reputação e notória capacidade em assuntos
econômico-financeiros, com mandato de seis anos, podendo ser reconduzidos.
Podiam, ainda, participar das reuniões o ministro da Indústria e Comércio e o
ministro para Assuntos de Planejamento e Economia. O CMN teve sua
composição modificada diversas vezes, a última em 1995. Dos seus
integrantes originais, ainda permanece(m) como membro(s) componente(s)
a) o ministro da Fazenda.
b) o presidente do BB.
c) o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico, hoje
denominado Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
d) seis membros nomeados pelo Presidente da República, após aprovação
pelo Senado Federal, escolhidos entre brasileiros de ilibada reputação e
notória capacidade em assuntos econômico-financeiros, atualmente com
mandato de quatro anos.
e) o ministro da Indústria e Comércio, hoje denominado ministro do
Desenvolvimento, Indústria e Comércio.

Resposta: Somente a letra a é verdadeira.


2. (BB/2003) O Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP) inclui um
representante do(a)
a) Ministério da Fazenda, escolhido entre os membros do segundo escalão.
b) Ministério da Previdência e Assistência Social.

1
c) Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), o qual exerce a função
de presidente desse conselho.
d) Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.
e) Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o qual exerce a função de
presidente-substituto desse conselho.

Resposta: Somente a letra b é verdadeira.

1. (BACEN - 2000) Na estrutura do SFN, o Subsistema de Supervisão possui as


funções de editar normas que definam os parâmetros para a transferência de
recursos de poupadores aos tomadores e de controlar o funcionamento das
instituições e entidades que efetuem atividades de intermediação financeira.
Participa da composição desse subsistema o (a):
a) BACEN.
b) Banco do Brasil S.A.
c) Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.
d) Comissão de Valores Mobiliários.
e) Secretaria de Previdência Complementar.

Resposta: letras b e c – falsas. Demais letras são verdadeiras.

2. (BB - 2002) No SFN existem órgãos de regulação e fiscalização que se


encarregam de verificar o cumprimento das leis e normas administrativas
referentes às atividades das instituições sob sua jurisdição. Com relação ao
contexto, julgue os itens abaixo.
a) todas as entidades ligadas aos sistemas de previdência e seguros são
supervisionadas unicamente pela Superintendência de Seguros Privados
(SUSEP).
b) todas as entidades do sistema de liquidação e custódia são fiscalizados
exclusivamente pelo Bacen.
c) os bancos comerciais são duplamente supervisionados pelo Bacen e pela
CVM.
d) as bolsas de mercadorias e de futuros são duplamente supervisionados,
pelo Bacen e pela CVM.

Resposta: somente a letra d eh verdadeira.

1. Relativamente a captação de depósitos a vista por parte de instituições


financeiras, e correto afirmar que:
a) As cooperativas de credito podem receber depositos a vista da
população em geral.
b) O banco múltiplo sem carteira comercial só pode receber depósitos a
vista quando tiver a carteira de investimento.
c) As caixas econômicas estão autorizadas a receber depósitos a vista
desde que vinculado a um financiamento habitacional.
d) Os bancos comerciais, alem de depósitos a vista, realizam, normalmente
operações de credito de curto e medio prazos.
e) Os bancos de investimento podem captar depósitos a vista e a prazo,
desde que autorizados pela CVM.

Resposta: somente d é verdadeira.

1. Julgue os itens a seguir relativos ao SFN:


a) Os bancos de desenvolvimento podem ser públicos e privados.

2
b) As sociedades de credito imobiliário podem receber depósitos a vista.
c) Um banco de múltiplo pode ter carteira de investimento e de
arrendamento mercantil.
d) As sociedades de crédito ao microempreendedor foram criadas para
viabilizar o acesso ao crédito pela parcela de baixa renda da população.
e) As financeiras, alem de atuarem no financiamento de compra de bens de
consumo durável, podem conceder financiamentos habitacionais.

Resposta: somente as letras c e d são verdadeiras.

1. (BB/2003) O BACEN estabelece as normas operacionais de todas as


instruções financeiras que operam no território brasileiro, definindo as suas
características e as suas possibilidades de atuação. Com relação a essas
normas atualmente vigentes, julgue os itens subseqüentesJulgue os itens a
seguir relativos ao SFN:

a) As sociedades distribuidoras de títulos e valores mobiliários têm uma


faixa operacional bem mais ampla que a das sociedades corretoras de
títulos e valores mobiliários.
b) As cooperativas de crédito atuam basicamente no setor primário da
economia, permitindo melhor comercialização de produtos rurais e
facilitando o escoamento das safras agrícolas para os centros
consumidores. Destaca-se que os usuários finais dos créditos por elas
concedidos são sempre os cooperados.
c) O objetivo principal dos bancos comerciais é proporcionar o suprimento
oportuno e adequado de recursos necessários para a concessão de
financiamento a curto e médio prazo ao comércio, à indústria, às
empresas prestadoras de serviços e às pessoas físicas.
d) As sociedades de arrendamento mercantil nasceram do reconhecimento
de que o lucro de uma atividade produtiva pode advir da simples
utilização do equipamento e não necessariamente de sua propriedade.
e) As companhias hipotecárias podem captar depósitos a prazo com
correção monetária, por meio de letras imobiliárias, e estabelecer
convênios com bancos comerciais para funcionarem exclusivamente
como agentes do Sistema Financeiro da Habitação.

Resposta: somente as letras “a” e “e” são falsas.


1. (ESAF/BACEN/2002) Tanto o SELIC (Sistema Especial de Liquidação e
Custódia), quanto a CETIP (Central de Custódia e Liquidação Financeira de
Títulos) correspondem a sistemas em que são feitas a custódia e liquidação de
operações com títulos. Sobre esses dois sistemas, assinale a opção correta:

a) A custódia e liquidação das operações com títulos públicos federais


podem ser feitas tanto no SELIC, quanto na CETIP, cabendo às partes
envolvidas no negócio realizar a escolha do sistema a ser utilizado.
b) Os títulos negociados no SELIC são escriturais, o que praticamente
elimina os riscos relativos a extravio, roubo ou falsificação dos papéis
negociados naquele sistema.
c) A liquidação das operações realizadas na CETIP são feitas
exclusivamente pela Centralizadora de Compensação de Cheques e
Outros Papéis.
d) Somente instituições com conta de reserva bancária junto ao Banco

3
Central do Brasil podem registrar suas operações na CETIP.
e) A CETIP custodia e promove a liquidação tanto dos CDBs (Certificados
de Depósito Bancário) ao portador quanto dos CDBs nominativos.

Resposta: somente a letras “b” é correta.

1. Relativamente às entidades integrantes do subsistema de seguros, é


possível afirmar que:

a) As administradoras de seguro-saude são entidades supervisionadas pela


SUSEP.
b) Somente pessoas jurídicas podem operar como corretoras de seguro.
c) As sociedades de capitalização fornecem ao publico a possibilidade de
constituição de um capital mínimo, que será pago em moeda corrente,
dentro de um prazo maximo estabelecido pelo próprio plano.
d) As entidades abertas de previdência privada são conhecidas como
fundos de pensão.
e) Uma sociedade seguradora pode explorar qualquer outro ramo de
atividade comercial ou industrial.

Resposta: somente as letras “c” e “e” são corretas.

1. Em relação a participação no SFN e possível afirmar que:


a) O factoring e tipicamente uma atividade comercial, não sendo, portanto,
característica de uma instituição financeira.
b) As entidades fechadas de previdência privada não são supervisionadas
pela SUSEP.
c) As empresas de factoring estão sujeitas a fiscalização do Banco Central
do Brasil.
d) Todas as administradoras de cartões de credito são fiscalizadas pela
CVM.
e) O Conselho Nacional de Gestão da Previdência Complementar expede
normas a serem seguidas pelas entidades abertas e fechadas de
previdência complementar.
Resposta: somente a letras “a” é correta.
2. (Banco de Brasília – 2001 – Cespe) Nas operações de fomento mercantil
(factoring),
I – não há captação de recursos.
II – os financiamentos são efetuados mediante o desconto de títulos.
III – ocorrem transações de natureza mercantil.
IV – o devedor é a empresa sacada.
A quantidade de itens certos é igual a
a) 0.
b) 1.
c) 2.
d) 3.
e) 4.

Resposta: a letras “D” é correta.

1. (BB - 2002) Uma pessoa física foi abrir uma conta-corrente em uma
instituição bancária. No ato de abertura da conta, demandou que certas
informações fossem prestadas pelo banco e que essas informações estivessem
previstas em cláusulas explicativas na ficha-proposta, que é o contrato de

4
abertura da conta, celebrado entre o banco e a pessoa física. Em face dessa
situação, é dever do banco informar ao cliente:
f) o saldo médio mínimo exigido para a manutenção da conta.
g) as condições para fornecimento de talonário de cheques.
h) a necessidade de o cliente comunicar, por escrito, qualquer mudança de
endereço ou número de telefone..
i) as condições para a inclusão do nome do depositante no Cadastro de
Emitentes de Cheques sem Fundos.
j) que os cheques liquidados, uma vez microfilmados, poderão ser
destruídos.

Resposta: Todos os itens são verdadeiros.

2. (BB - 2003) Julgue os itens a seguir quanto aos tipos de conta bancária
existentes no mercado brasileiro.

a) Da conta de poupança, o dinheiro só pode ser sacado depois de um


prazo fixado por ocasião do depósito.
b) A conta de depósito a prazo foi criada com o fim específico de estimular
a economia popular e permite a aplicação de valores até R$ 1.000,00,
que passam a gerar rendimentos mensalmente.
c) A conta-salário — tipo especial de conta de depósito à vista destinada a
receber salários, vencimentos, aposentadorias, pensões e similares — é
movimentável por cheques e está sujeita aos regulamentos aplicáveis às
demais contas de depósitos, mas é isenta da cobrança de tarifas.
d) Na conta de depósito à vista, o dinheiro depositado fica à disposição do
titular para ser sacado a qualquer momento.
Resposta: Somente o item `d` é verdadeiro.
1. (CAIXA/1998) É ordem de pagamento
a) a ação ordinária.
b) a fatura.
c) a nota promissória.
d) warrant.
e) a letra de câmbio.
Resposta: Somente o item `e` é verdadeiro.

2. (Cespe/Banco do Brasil – 2001) Um commercial paper com vencimento em


120 dias, cujo valor nominal é de R$ 10.000,00, foi negociado por uma
empresa por R$ 9.400,00. Acerca dessa situação hipotética e de commercial
papers, julgue os itens abaixo.

a) Usualmente, no Brasil, o commercial paper é negociado no


mercado por um valor descontado, sendo recomprado pela
empresa emitente pelo seu valor de face, como na situação
hipotética em apreço.
b) Além dos juros pagos, a empresa emitente de commercial papers
incorre também em despesas de emissão.
c) O commercial paper é, de praxe, utilizado para a captação de
capital para investimentos de longo prazo das empresas.
d) A operação de commercial papers costuma ter como vantagens
agilidade e custo financeiro inferior ao das operações de
empréstimo bancário.
e) Na situação hipotética apresentada, a taxa de rentabilidade é

5
inferior a 1% ao mês.

Resposta: Os itens `c` e `e` são falsos.

1. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) Julgue o item correto, a partir das
afirmativas abaixo:
a) Sobre a operações de Crédito Rotativo não incidem juros e IOF.
b) Operações Hot Money são operações de empréstimo de curto e curtíssimo
prazos, demandas para cobrir as necessidades de longo prazo da empresa. O
custo dessas operações é baseado na taxa ao CDI do dia mais o spread
cobrado pelo banco.
c) As operações Hot Money são referenciadas pelo CDI – Certificado de
Depósito Interfinanceiro – e
as taxas são repactuadas diariamente.
d) Crédito Rotativo é uma linha de crédito aberta pelos bancos para
financiamento de investimentos
permanentes.
e) As operações de Crédito Rotativo, por serem simples de operar, não exigem
garantias.

Resposta: Somente o item c é verdadeiro.

2. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) Julgue o item correto, a partir das
afirmativas abaixo

a) Nas operações de desconto bancário, o risco é assumido pela instituição


financeira.
b) A operação de Desconto de Títulos diz respeito ao adiantamento de recursos
ao cliente, feito pelo banco, como uma antecipação dos valores a pagar a seus
fornecedores.
c) Na operação de Desconto de Títulos, o valor liberado ao tomador é superior
ao valor nominal (valor de resgate) dos títulos, em razão do encargos
financeiros cobrados antecipadamente.
d) Nas operações de desconto bancário, a responsabilidade final da liquidação
do titulo negociado perante a instituição financeira, caso o cedente não pague
no vencimento, é do tomador de recursos, ou seja, o sacado.
e) A operação de Desconto de Títulos dá ao banco o direito de regresso, caso o
título não seja pago pelo sacado.

Resposta: Somente o item `e` é verdadeiro.

1. (BB/1999-1) Um cliente industrial deseja tomar recursos bancários para


financiar suas vendas, de forma a otimizar sua receita e suas despesas fiscais.
Que produto lhe seria corretamente recomendado?
a) Vendor.
b) CDC com Interveniência.
c) Desconto de Duplicatas.
d) Contrato de Abertura de Crédito Rotativo.
e) Empréstimo para Capital de Giro.
Resposta: Somente o item a é verdadeiro.

2. (BB/1998) Nas operações de Crédito Direto ao Consumidor – CDC, as taxas

6
de juros cobradas pela Financeira e/ou Banco Múltiplo com esta carteira são,
via de regra, maiores que as taxas de juros cobradas nas operações de Crédito
Direto ao Consumidor com Interveniência – CDCI. Tal fato se deve à (ao):
a) prática de mercado;
b) maior complexidade operacional do CDC;
c) maior custo administrativo do CDC;
d) menor risco de crédito inerente ao CDCI;
e) impacto nos Depósitos à vista.

Resposta: Somente o item d é verdadeiro.

1. (BB/2003) As despesas a que está sujeito o crédito rural incluem:


a) remuneração financeira.
b) custo de prestação de serviços.
c) imposto sobre a prestação de serviços (ISS).
d) sanções pecuniárias.
e) fiança bancária.

Resposta: Os item a, b e d são verdadeiros.

2. (BASA/2001) Carlos, embora não seja produtor rural, solicitou e obteve


recursos dentro do sistema de crédito rural, como pessoa física, para pesquisa
e produção de sêmen para inseminação artificial. Na operação, teve, entre
outras, despesas com o IOF e com o custo de prestação de serviços.Nessa
situação hipotética, configurou-se
a) respeito às normas vigentes, uma vez que a natureza da pesquisa
empreendida por Carlos está inserida no setor rural.
b) agressão às normas vigentes, pois Carlos, não sendo produtor rural, não
pode receber recursos do crédito rural.
c) agressão às normas vigentes, pois o crédito rural não ampara atividades
de pesquisa ou de produção de sêmen para inseminação artificial.
d) agressão às normas vigentes, pois Carlos, como pessoa física, não pode
receber recursos do crédito rural.
e) agressão às normas vigentes, pois não incide o IOF nas operações do
crédito rural.

Resposta: Os itens , e) são verdadeiros.

1. O BNDES concede vários créditos, por meio de instituições financeiras


credenciadas, para financiamento das operações de importação e
exportação de mercadorias. Relativamente as estas operações e possível
afirmar, exceto:

a) A linha Finame Concorrência Internacional busca tornar


competitivos os produtos brasileiros, concedendo credito alinhado
com as praticas de concessão existentes em outros paises.
b) A linha Finame Maquinas e Equipamentos é utilizada para
aquisição isolada de maquinas e equipamentos novos, alem de
fornecimento de capital de giro associado para micro, pequenas e
medias empresas.
c) O BNDES Automático financia projetos de implantação, expansão
e modernização.

7
d) A linha Finame Leasing financia a aquisição de maquinas e
equipamentos novos para serem utilizados em operações de
arrendamento mercantil e outras quando forem autorizadas.

Resposta: O item d é a resposta correta.

1. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) O princípio básico que norteia uma
operação de leasing é o de que o lucro na produção de bens e serviços, não se
origina no fato de que, quem os produz, tenha a propriedade das máquinas e
equipamentos necessários para produzi-los, mas, sim, da forma como elas são
utilizadas na sua produção. Das afirmativas abaixo considera-se verdadeira:
a) A operação de leasing operacional é menos onerosa para o
arrendatário porque as prestações não amortizam o bem; caso o
arrendatário queira adquirir o bem terá que negociar com a
empresa de leasing, e a aquisição, se houver, será feita pelo valor
de mercado.
b) O contrato de arrendamento mercantil, que estabelece as
condições da operação de leasing e os direitos/obrigações de
arrendador e arrendatário é simples e sem nenhuma
peculiaridade, dispensando até mesmo exigência de garantias.
c) Lease-back é uma operação de arrendamento mercantil praticada
no mercado em que a empresa tomadora de recursos é
proprietária de, um bem e o arrenda para a sociedade de leasing.
d) Leasing operacional é a operação, regida por contrato, praticada
diretamente entre o produtor de bens (arrendatário) e seus
usuários (arrendador), podendo o arrendador ficar responsável
pela manutenção do bem arrendado ou por qualquer tipo de
assistência técnica que seja necessária para seu perfeito
funcionamento.
e) Leasing financeiro é uma operação de financiamento sob a forma
de locação particular, de médio a longo prazo, com base em um
contrato, de bens móveis ou imóveis, onde não há necessidade de
intervenção de uma empresa arrendadora.

Resposta: Somente o item `a` é verdadeiro.

1. (BB/1999-1) As aplicações em fundos de investimento de renda fixa têm


liquidez diária. Do ponto
de vista da propensão ao risco do investidor, certamente tal fato o induz a
aplicar em fundos:
a) moderados.
b) menos agressivos.
c) menos conservadores.
d) mais agressivos.
e) mais conservadores.:

Resposta: Somente o item `d` é verdadeiro.

2. (BB/2003-2) O prospecto e o regulamento dos fundos de investimento em


títulos e valores mobiliários devem indicar de forma clara a política de
investimento e as faixas de alocação de ativos, devendo constar de sua
denominação o ativo prevalecente na composição de sua carteira. Os fundos

8
de investimento em títulos e valores mobiliários podem manter seu patrimônio
aplicado em
a) ações de emissão de companhias brasileiras, mesmo daquelas que não
possuam registro na CVM.
b) ações emitidas por companhias sediadas em países do MERCOSUL.
c) cotas de fundo de investimento financeiro (FIF), cotas de fundo de
aplicação em cotas de FIF e cotas de fundo de investimento no exterior.

Resposta: Somente o item `a` é falso.

1. Relativamente aos serviços de cobrança e pagamento de títulos e carnês


prestados pelas instituições financeiras, é possível afirmar que:
a) A única vantagem para os bancos que prestam estes serviços é a
possibilidade de cobrança de tarifas pela prestação do serviço.
b) Os preços das tarifas pela prestação dos serviços são pactuados entre a
instituição financeira e seus clientes, sem a intermediação do Banco
Central do Brasil.
c) Geralmente o bloqueto de cobrança permite o seu pagamento em
qualquer instituição financeira integrante do sistema de compensação de
cheques e outros papéis do Banco Central, até a data de vencimento do
título.
d) O cliente que contrata o serviço de cobrança prestado pelo banco não
corre o risco de credito pelo não pagamento do titulo

Resposta: Os itens a e d estão errados.

2. As transferências automáticas de fundos permitem a transferência entre


recursos de contas de uma ou de varias instituições financeiras. A respeito
deste serviço é possível afirmar:
a) O Doc permite a transferência automática de recursos entre duas
instituições financeiras.
b) A TED transfere, automaticamente, os recursos entre instituições
financeiras.
c) Não e necessária a autorização do cliente para movimentação de sua
conta, em função de transferência automática de recursos.
d) A transferência automática de recursos não é um serviço cobrado pelas
instituições financeiras

Resposta: Somente o item b está correto.

3. A arrecadação de tributos e tarifas públicas realizadas pelas instituições


financeiras decorre de convênios firmados por tais entidades com
concessionárias de serviços públicos e órgãos públicos. Tal prestação de
serviço deve obedecer às seguintes regras, exceto:
a) São formalizados por meio de contratos de prestação de serviço.
b) A remuneração pela prestação do serviço e os prazos para repasse dos
recursos arrecadados devem ser formalmente pactuados.
c) A instituição financeira não pode fazer a terceirização dos serviços
contratados, por meio da utilização de correspondentes bancários.
d) A instituição financeira não assume qualquer responsabilidade pelos
valores repassados em atraso, em função no atraso de pagamentos por
parte de seus clientes.

9
Resposta: Somente o item c apresenta a resposta correta.

1. (Banco de Brasília – 2001 – Cespe) A respeito da administração de cartões


de crédito, assinale a opção incorreta.
a) O cartão de crédito é um serviço de intermediação que permite ao
consumidor adquirir bens e serviços em estabelecimentos comerciais
previamente credenciados mediante a comprovação de sua condição de
usuário. Essa comprovação é geralmente realizada no ato da aquisição,
com a apresentação do cartão.
b) O cartão é emitido pelo prestador do serviço de intermediação, chamado
genericamente de administradora de cartão de crédito, que não pode ser
um banco, pois precisa ser empresa criada única e especificamente para
esse fim.
c) A empresa emitente do cartão, de acordo com o contrato firmado com o
consumidor, fica responsável pelo pagamento das aquisições feitas por
ele com o uso do cartão, até o valor-limite combinado.
d) O Bacen não autoriza nem fiscaliza empresas administradoras de cartão
de crédito, mas apenas as instituições financeiras e assemelhadas. As
instituições financeiras, únicas que podem conceder financiamentos
quando o usuário opta por não pagar total ou parcialmente a fatura
mensal, estão subordinadas ao Bacen. As operações realizadas pelas
instituições financeiras, inclusive o financiamento aos usuários para o
pagamento da fatura mensal, estão sujeitas à legislação própria e às
normas editadas pelo CMN e pelo Bacen.
e) O estabelecimento comercial registra a transação com o uso de
máquinas mecânicas ou informatizadas, fornecidas pela administradora
do cartão de crédito, gerando um débito do usuário-consumidor a favor
da administradora e um crédito do fornecedor do bem ou do serviço
contra a administradora, de acordo com o contrato firmado entre essas
partes. Periodicamente, a administradora do cartão de crédito emite e
apresenta a fatura ao usuário-consumidor, com a relação e o valor das
compras efetuadas.

Resposta: Somente o item b apresenta a resposta correta.

1. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) Os títulos de capitalização


caracterizam-se como uma forma de poupança de longo prazo, onde o sorteio
funciona como um estímulo. Em relação a títulos de capitalização, é correto
afirmar que
a) capital nominal é o valor que o investidor resgatará ao final do plano do
título de capitalização,
incidindo sobre ele correção e juros.
b) são regulados pela CAIXA.
c) não possuem liquidez.
d) não existe incidência de Impostos de Renda sobre os rendimentos auferidos
nas operações com títulos de capitalização.
e) o investidor sempre escolhe a data do sorteio e o prêmio que deseja obter
das operações com títulos de capitalização.

Resposta: Somente o item a apresenta a resposta correta.

2. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) O PGBL – Plano Gerador de


Benefícios Livres – é uma alternativa de aplicação financeira direcionada para a

10
aposentadoria das pessoas, funcionando como um fundo de investimento,
aplicando os recursos recebidos no mercado financeiro e creditando todos os
rendimentos auferidos para os investidores. Pode-se afirmar que
a) os rendimentos gerados pelas aplicações são tributados a cada contribuição.
b) contribuição variável é o valor fixo dos prêmios pagos.
c) entre os principais atrativos de um PGBL está o benefício fiscal, pois as
contribuições periódicas podem ser deduzidas do cálculo do imposto de renda
até o limite de 30% da renda bruta do investidor.
d) um dos tipos de benefícios oferecidos pelo PGBL é a renda vitalícia, em que
o beneficiário recebe uma renda durante toda a sua vida, a partir de 40 anos
de idade.
e) a renda temporária refere-se aos benefícios pagos a partir de certa idade e
durante um determinado número de anos pré-definido.

Resposta: Somente o item e apresenta a resposta correta.

1. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) Em relação aos tipos de seguros


existentes, está correto afirmar que
a) há dois tipos de seguros de automóveis: pelo valor contratado e pelo valor
de mercado. O seguro pelo valor de mercado prevê a indenização pelo valor de
um veículo zero km.
b) os seguros patrimoniais sempre exigem carência.
c) os seguros podem ser classificados em duas grandes modalidades: pessoa e
não-pessoas. Os seguros de pessoas incluem os seguros de danos materiais
(patrimoniais) e de prestação de serviços.
d) o seguro de vida tem por finalidade garantir determinado pagamento a um
beneficiário indicado em caso de acidente fatal ou não.
e) o seguro de incêndios cobre danos causados por incêndios, quedas de raios,
explosão de botijão de gás doméstico podendo ainda cobrir adicionalmente
incêndios causados por vendaval, tornado e
queda de avião.

Resposta: Somente o item e apresenta a resposta correta.

01 – (BNDES/2002) Em 1996, duas grandes empresas se uniram. A empresa A


era a empresa maior e pertencia a um grande grupo francês. A empresa B era
menor e seu capital era 100% nacional. Nesta combinação, prevaleceu a
identidade de A e os ativos e os passivos de B foram fundidos nos de A. A
aquisição de B por A ocorreu mediante pagamento à vista e o objetivo era
garantir economias de escala. Esta operação é denominada:
a. alienação de investimento.
b. fusão estratégica.
c. cisão.
d. swap de ações.
e. LBOs – Aquisição alavancada.

Resposta: Somente o item b é correto

1. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) A evolução da tecnologia da


teleinformática permitiu um acelerado desenvolvimento da troca de
informações entre os bancos e seus clientes. Os dois mais notáveis exemplos
do estado da arte nesse setor são o home banking e o EDI, apoiados pela
filosofia do remote banking. Assinale a afirmação correta.

11
a) Como resultado da facilitação e agilização dos processos existe a contrapartida do aumento
das
reclamações de clientes.
b) O conceito de EDI ainda não está difundido no Brasil e como conseqüência
ainda não está sendo
utilizado.
c) O pagamento de contas atualmente pode ser feito nos terminais de autopagamento,
através de
agendamento prévio ou por fax.
d) Os bancos fazem altos investimentos em instalações de atendimento remoto
tendo em vista a redução do trânsito e das filas de clientes nas agências.
e) O conceito de remote banking, embora esteja associado à idéia de um
banco virtual, não possibilita a diversificação dos canais de distribuição
excedendo os limites de espaço, tempo ou meio de comunicação.

Resposta: Somente o item e apresenta a resposta correta.

1. (ESAF/BACEN/2002) Com relação à estrutura do mercado de capitais, é


correto afirmar que:
a) as bolsas de valores são instituições do governo que mantêm local ou
sistema adequado à negociação de títulos e valores mobiliários.
b) são considerados valores mobiliários e, portanto, estão sujeitos à
normatização pela CVM, os seguintes títulos, quando ofertados publicamente:
ações, debêntures e títulos da dívida pública.
c) a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) é o órgão regulamentador e
fiscalizador do mercado de capitais.
d) as negociações de títulos e valores mobiliários em bolsas de valores
denominam-se usualmente de operações no mercado primário.
e) cabem às sociedades corretoras e distribuidoras de valores mobiliários as
operações no recinto das bolsas de valores.

Resposta: A resposta correta é o item c

2. (UnB/CESPE/Senado Federal/2002) O mercado de ações é parte importante


do Sistema Financeiro Nacional. Acerca desse mercado, julgue os itens que se
seguem.
a) As bolsas de valores são instituições financeiras com fins lucrativos, criadas
para fornecer a infraestrutura do mercado de ações.
b) O mercado primário corresponde à negociação das ações nas bolsas de
valores.
c) Bonificação é a distribuição gratuita de novas ações aos acionistas, pela
diluição do capital em maior número de ações, com o objetivo de assegurar
liquidez aos títulos no mercado.
d) No mercado a termo, o investidor compromete-se a comprar ou a vender
uma quantidade certa de
uma ação-objeto, por um preço fixado dentro de um prazo predeterminado. As
operações contratadas poderão ser liquidadas na data do vencimento ou
antecipadamente, quando solicitado pelo comprador, pelo vendedor ou por
acordo mútuo das partes.
e) O mercado a termo de ações representa um aperfeiçoamento do mercado
futuro, permitindo a ambos os participantes de uma transação reverter sua
posição, antes da data do vencimento.

12
Resposta: Somente o item `d` é verdadeiro.

1. (Banco do Brasil/Escriturário – 1998) Uma operação à vista no mercado de


ações caracteriza a compra ou venda, em pregão, de determinada quantidade
de ações, para liquidação imediata. O cliente que ordena a operação pode
utilizar diferentes tipos de ordem de compra e venda. Quando o cliente
84
especifica à corretora apenas a quantidade e as características das ações que
deseja comprar ou vender, temos uma ordem
a) limitada.
b) casada.
c) a mercado.
d) de financiamento.
e) de proteção.

Resposta: Somente o item `e` é verdadeiro.

2. (Cespe/Banco do Brasil – 2001) As companhias abertas estão obrigadas à


divulgação de qualquer deliberação da assembléia de acionistas, ou qualquer
fato relevante que possa influir de modo ponderável na cotação de suas ações,
na decisão de seus investidores em negociar com seus títulos e na
determinação dos investidores de exercerem quaisquer direitos inerentes à
condição de titular dos valores emitidos pela companhia. Nesse contexto, é
considerado ato ou fato relevante o(a)
a) desdobramento de ações.
b) mudança de controle acionário.
c) fechamento de capital.
d) cisão da companhia.
e) reavaliação de ativos.

Resposta: Todos os itens são verdadeiros.

3. Relativamente à segmentação do mercado de títulos, assinale a opção


incorreta.
a) O mercado secundário é onde os títulos existentes, já colocados
anteriormente no mercado, têm sua propriedade transferida entre os
participantes. A principal função do mercado secundário é proporcionar liquidez
aos ativos financeiros.
b) O mercado primário é onde o ativo financeiro é negociado pela primeira vez,
com a obtenção de recursos por parte do emitente do título.
c) A colocação de ações e debêntures, no mercado primário, é denominada
underwriting, e tem como especialistas (underwriters) os bancos de
investimento, os bancos de desenvolvimento, as sociedades corretoras de
títulos e valores mobiliários, as sociedades distribuidoras de títulos e valores
mobiliários, os bancos múltiplos com carteira de investimento ou
desenvolvimento e o BNDES-PAR.
d) Uma das formas de underwriting é a firme, ou com garantia total, na qual o
underwriter assume o compromisso de fazer o melhor esforço possível para
colocar a emissão.
e) O mercado de bolsas de valores e o mercado de balcão são exemplos de
mercado secundário.

13
Resposta: A resposta é a letra “d”.

1. (BB/1998) As debêntures são títulos (valores mobiliários) emitidos por uma


sociedade anônima de capital aberto. Podem ser emitidas nos tipos simples,
conversível ou permutável. O que caracteriza a debênture permutável é o fato
de poder ser:
a) convertida em ações emitidas pela empresa emissora da debênture a
qualquer tempo.
b) convertida em ações emitidas pela empresa emissora da debênture,
conforme regras do contrato de emissão da debênture.
c) resgatada, conforme regras do contrato de emissão da debênture.
88
d) trocada por bens da empresa emissora da debênture, conforme regras do
contrato de emissão da debênture.
e) trocada por ações de outra empresa, existentes no patrimônio da empresa
emissora da debênture, conforme regras do contrato de emissão da debênture.

Resposta: Somente o item `e` é verdadeiro.

1. Julgue os itens a seguir relativos ao mercado de ouro


f) No Brasil, o ouro é considerado uma commodity.
g) No mercado spot de ouro as negociações são feitas fora do ambiente de
bolsa.
h) O contrato de mútuo de ouro é uma operação na qual o proprietário do
ativo financeiro aluga sua posição a uma corretora, por um determinado
período, cobrando juros conforme o mercado.
i) O especulador em ouro utiliza o ouro como reserva de valor com preço e
liquidez internacionais.
j) A peso padrão para negociação de ouro no mercado internacional é o
grama.

Resposta: Somente o item `e` é verdadeiro.

1. (UnB/CESPE/Senado Federal/2002) A Ciência Econômica denomina mercado


de câmbio o ambiente abstrato em que se realizam as operações de câmbio
entre os agentes autorizados pela autoridade monetária – que, no Brasil, é o
94
BACEN – e entre eles e seus clientes. No que se refere ao contexto do mercado
de câmbio brasileiro, julgue os itens a seguir.
a) No Brasil, o mercado de câmbio é dividido em dois segmentos, livre e
flutuante, que são regulamentados e fiscalizados pelo BACEN. O mercado livre
é também conhecido popularmente como comercial, e o mercado flutuante,
como turismo.
b) Sem regulamentação estatal, funciona um segmento denominado mercado
paralelo, mercado negro, ou câmbio negro. Todos os negócios realizados nesse
mercado, bem como a posse de moeda estrangeira sem origem justificada,
embora não tenham amparo legal específico, não são ilegais, nem sujeitam o
cidadão ou a empresa às penas da lei.
c) Qualquer pessoa, física ou jurídica, pode, em uma instituição autorizada a
operar em câmbio, comprar ou vender moeda estrangeira. Como regra geral,
para a realização das operações de câmbio é necessário respaldo documental.
Visto que, nas operações de câmbio, são negociados direitos sobre a moeda
estrangeira, na maioria dos casos, os clientes não têm acesso à moeda

14
estrangeira em espécie. Excetuam-se as operações relativas a viagens
internacionais, para as quais está prevista a entrega da moeda estrangeira em
espécie.
d) No mercado livre, podem-se realizar as operações decorrentes de comércio
exterior, ou seja, de exportação e de importação. Nesse mercado, também são
realizadas as operações dos governos, nas esferas federal, estadual e
municipal. Têm curso, ainda, no mercado de câmbio de taxas livres, outras
operações, tais como as relativas a investimentos estrangeiros no país, a
empréstimos a residentes no exterior (sujeitos a registro no BACEN), a
pagamentos e recebimentos de serviços.
e) A operação de mercado secundário implica a entrada ou a saída efetiva de
moeda estrangeira do
país. Esse é o caso das operações com exportadores, importadores e viajantes.
Já no mercado primário, a moeda estrangeira simplesmente migrado ativo de
um banco para o de outro, constituindo as denominadas operações
interbancárias.

Resposta: Os itens B e E são falsos.

2. (CESPE/UnB – Banco do Brasil) O Banco Central do Brasil (BACEN)


conceitua mercado de câmbio como o ambiente abstrato onde se realizam as
operações de câmbio entre os agentes autorizados pelo BACEN (bancos,
corretoras, distribuidoras, agências de turismo e meios de hospedagem) ou
entre estes e seus clientes. Acerca desse tema, julgue os itens a seguir.
95
a) No Brasil, todos os negócios realizados no mercado paralelo, bem como a
posse de moeda estrangeira sem origem justificada, são ilegais e sujeitam o
cidadão ou a empresa às penas da lei.
b) O BACEN executa a política cambial definida pelo Ministério do
Planejamento, regulamentando o mercado de câmbio e autorizando as
instituições que nele operam. Também compete ao BACEN fiscalizar o referido
mercado, podendo punir dirigentes e instituições mediante multas, suspensões
e outras sanções previstas em lei.
c) As taxas de câmbio são livremente pactuadas entre as partes contratantes,
ou seja, entre a pessoa física e a instituição autorizada ou entre os agentes
autorizados.

Resposta: Somente o item B é falso.

1. (BB/2003-1) No mercado de câmbio, os adiantamentos sobre os contratos


de câmbio (ACC) são modalidade contratual de largo uso. Com relação às
características desse contrato, julgue os itens seguintes.
a) O objetivo desses contratos é proporcionar recursos antecipados ao
importador, de sorte a incrementar o comércio internacional.
101
b) Os ACC podem ser utilizados como instrumentos de ganho financeiro pelo
importador.
c) O valor adiantado poderá ser averbado no próprio contrato de câmbio, ou
por meio de instrumento em separado que se integrará ao contrato.
d) A primeira fase dos ACC ocorre quando a mercadoria já está pronta e
embarcada, aproveitando-se o máximo possível a variação cambial.
e) Os ACC consistem unicamente na antecipação total dos reais equivalentes à
quantia em moeda estrangeira comprada a termo de exportadores pelo banco.

15
Resposta: As letras A e E são falsas.

2. (BB/1999-2) No mercado internacional, que produto de financiamento seria


recomendado para financiar, a médio prazo, o pós-embarque de uma
exportação de bens de capital para um país considerado como um alto risco de
crédito?
a) ACE.
b) ACC.
c) Forfaiting.
d) Supplier’s Credit.
e) Export Note.

Resposta: Somente o item `c` é verdadeiro.

1. (BB/2003) Os mercados futuros e de opções propiciam aos investidores


uma tomada de decisão mais técnica, melhorando o entendimento do
mercado com relação ao desempenho das opções de investimento em
condições de risco. Esses derivativos oferecem também uma proteção
contra prejuízos ocasionados por alterações desfavoráveis nas cotações dos
ativos. Os mercados futuros e de opções permitem que investidores não
integralizem os investimentos em seus vencimentos, desde que as cotações
de mercado lhes sejam adversas. Mesmo que possam perder o depósito
efetuado, o prejuízo pode apresentar-se menor do que se eles fossem
obrigados ao pagamento futuro. Alexandre Assaf Neto. Mercado financeiro.
4.ª ed. São Paulo: Atlas, 2001, p. 330 (com adaptações).
A partir do texto acima, é correto concluir que o uso de derivativos no
mercado financeiro acarreta:
k) desestimulação da liquidez do mercado físico.
l) redução do preço dos bens por intermédio do melhor gerenciamento do
risco.
m) criação de defesas contra variações adversas de preços.
n) maior atração de capital de risco, permitindo garantia de preços futuros
para os ativos.
o) realização de negócios de maior porte, com volume de capital
relativamente grande e nível desconhecido de risco.

Resposta: As letras a e e são falsas. As demais verdadeiras.

01 – (BCB/2000) Julgue os itens abaixo, acerca de derivativos.


a) Especulador é a pessoa física ou jurídica que busca tirar proveito da
variação na diferença entre o preço de dois ativos ou mercados ou das
expectativas futuras de mudança nessa diferença, aproveitando uma distorção
momentânea de preços.
b) Os contratos de swap que tenham instituição financeira como uma de
suas contrapartes ou, ate mesmo, somente como intermediário da operação,
sem assumir quaisquer direitos ou obrigações, não precisam,necessariamente,
ser registrados em bolsa de mercadorias e de futuros ou na CETIP.
c) No mercado de opções, apenas o vendedor tem a obrigação de efetuar o
deposito da margem, uma vez que os compradores, não importando a posição
de compra, seja em opções de compra ou em opções de venda, somente terão
direitos e não obrigações, não existindo, portanto, risco de inadimplência do
comprador de opções.

16
d) As opções exóticas são um grupo de opções especiais, moldadas de
acordo com a estrutura e o interesse de cada investidor, que tem como
principais vantagens sobre as convencionais a flexibilidade, o baixo custo e a
maior eficácia do hedge, e que podem ser negociadas apenas por meio de
registro em bolsa de mercadoria e futuros.
e) É de responsabilidade do BACEN a regulamentação dos principais
produtos do mercado de derivativos negociados, como opções sobre ações,
futuros de ações, termos sobre ações e futuros de índices.

Resposta: Somente a letra c é verdadeira.

02 – (BB/2003) Derivativos são instrumentos financeiros cujas estruturas e


valores dependem e existem como referência a outros ativos, tais como
valores mobiliários, dinheiro, mercadorias, ou seus preços. Acerca desse tema,
julgue os itens que se seguem.

a. Derivativos são usados na gerência de direitos e obrigações resultantes dos


ativos originais, na criação de novos instrumentos nos mercados de capitais e
na obtenção ou eliminação de riscos associados com a propriedade de ativos,
sem os custos de venda ou compra efetiva de tais ativos.
b. Embora muito raramente, os derivativos são usados como trava de risco
(hedge) relativa a variações de taxas de juros ou a oscilações de taxas
cambiais.
c. Os principais tipos de derivativos são as opções (de compra ou venda), as
operações futuras, as operações a termo e as trocas (swaps).
d. Em geral, fundos de investimento não podem utilizar parcela significativa de
seus patrimônios em valores mobiliários; já os limites impostos com relação a
derivativos são pouco restritivos.
e. Os chamados derivativos de eletricidade, emitidos por órgãos ou entidades
do setor público, podem ser adquiridos por instituições financeiras e demais
instituições autorizadas pelo BACEN a funcionar. Para tanto, tais derivativos,
na forma de certificados representativos de contratos mercantis de compra e
venda a termo de energia elétrica, não podem ser emitidos por empresas
incluídas no sistema brasileiro de privatização.

Resposta: As letras a e c são verdadeiras. As demais falsas.

03 – (BCB/2000) Acerca dos conceitos relativos a operações com derivativos,


julgue os itens a seguir:
a) a operação de swap é caracterizada por um acordo mediante o qual as
partes assumem a obrigação recíproca de realizar, em certa data futura, o
resultado financeiro liquido decorrente da aplicação de taxas ou índices sobre
um montante utilizado exclusivamente como ativo e passivo referenciais
(conhecidos como Valores Nocionais ou Parcela Destacada), estabelecido no
contrato.
b) Contratos futuros caracterizam-se por operações para liquidação em um
data futura, cujos contratos são padronizados pelas bolsas de mercadorias e de
futuros, possibilitando a sua negociação ate a data dos respectivos
vencimentos. Nesses contratos, são especificados pelas bolsas o bem (tipo,
peso, quantidade), o volume (tamanho do contrato), as datas de liquidação e
de entrega e o local de entrega.
c) Opcoes são instrumentos por meio dos quais o comprador terá um preço
variável para um bem ou título-objeto (preço de exercício), para uma

17
determinada data de vencimento (data de exercício).
d) Derivativos são instrumentos financeiros cujo valor depende (ou deriva)
do preço ou do desempenho de mercado de um bem básico, de uma taxa de
referencia ou de um índice.
e) Hedger é a pessoa física que busca, por meio de operações de compra
ou de venda de instrumentos financeiros, especialmente no mercado dos
produtos derivativos, provocar risco de perdas decorrente das variações de
preços de bens com que trabalha, de ativos financeiros que possua em carteira
ou de passivo que tenha contraído.

Resposta: As letras a e e são falsas. As demais verdadeiras.

1. (Cespe/Banco do Brasil – 2001) Em função do risco causado pelo fenômeno


da inadimplência, que, quando se generaliza, pode provocar risco sistêmico ao
Sistema Financeiro Nacional (SFN), foram instituídas garantias para os agentes
que nele operam. Acerca dessas garantias, julgue os itens abaixo.
a) A alienação fiduciária é o instrumento que transfere ao credor o domínio
resolúvel e a posse indireta da coisa móvel alienada, independentemente da
tradição efetiva do bem, tornando-se o alienante ou devedor seu possuidor
direto e depositário, com todas as responsabilidades e encargos que lhe
incumbem de acordo com as leis civil e penal.
b) Nas operações do SFN, aval e fiança são institutos de idênticas sistemáticas
de funcionamento e
conseqüências jurídicas.
c) Participam do Fundo Garantidor de Crédito (FGC) todas as instituições
componentes do SFN.
d) O fundo de garantia do tempo de serviço, entre outras atribuições, funciona
como garantidor da solvência das operações imobiliárias.
e) Para garantir a liquidez do sistema bancário, ameaçada pela redução
significativa dos índices
inflacionários provocada pelo Plano Real, foi criado o fundo social de
emergência.

Resposta: Somente o item a é verdadeiro.

2. (CEF – 2004 – Fundação Carlos Chagas) Contrato é o acordo duas ou mais


vontades, na conformidade da ordem jurídica, destinado a estabelecer uma
regulamentação de interesse entre as partes com o escopo de adquirir,
modificar ou extinguir relações jurídicas de natureza patrimonial, as operações
de empréstimo caracterizam-se por firmar em contrato condições definidas em
negociação entre o emprestador e o tomador. No contrato, devem estar
expressos o valor da operação de crédito ( em moeda nacional), os custos da
operação (juros, comissões, taxa e tarifas cobradas pela instituição financeira),
os encargos tributários, os prazos da operação, a forma de cobrança e as
garantias.
Em relação às garantias, assinale a alternativa correta.
a) Carta de fiança – depósito feito para garantia de pagamento de um
empréstimo ou financiamento.
b) Garantias são exigidas pelo emprestador de acordo com o risco da operação
e podem ser reais ou impessoais.
c) Aval – característica de título de crédito que permite que um terceiro, por
sua aposição de assinatura, aceite ser coobrigado em relação às obrigações do
avalizado.

18
d) Aval – exige outorga uxória ou qualificação do avalista. O avalista não tem
beneficio de ordem.
e) Fiança – garantia constituída por contrato autônomo, em que o fiador se
compromete a cumprir as obrigações do afiançado perante o credor, não
havendo necessidade de formalização por instrumento escrito, publico ou
particular.

Resposta: Somente o item c é verdadeiro.

1. (Banco de Brasília – 2001 – Cespe) Junto a uma instituição bancária, o


Fundo Garantidor de Créditos (FGC) garante integralmente os(as):
a) depósitos à vista no valor de até R$ 30.000,00.
b) depósitos em caderneta de poupança no valor de até R$ 20.000,00.
c) CDBs no valor de até R$ 45.000,00.
d) aplicações no FIF no valor de até R$ 14.000,00.
k) e) aplicações em fundos de ações no valor de até R$ 17.000,00

2. (BB/1999-2) Um casal cadastrado, com seus respectivos CPFs, em um


determinado banco, possui, em certa data, neste estabelecimento, a seguinte
posição de saldos:
– Conta corrente conjunta R$ 30.000,00;
– Caderneta de poupança R$ 30.000,00.
Caso este banco sofra uma intervenção nesta mesma data, o casal terá, pelo
FGC, a garantia para recuperar de seus saldos o valor, em reais, de:
a) 20.000,00
b) 30.000,00
c) 40.000,00
d) 50.000,00
e) 60.000,00

Resposta: Somente o item `c` é verdadeiro.

3. (BB/2003-1) O fundo Garantidor de Créditos (FGC) garante, integralmente.


a) uma aplicação no FIF no valor de R$ 4.000,00.
b) um depósito em caderneta de poupança no valor de R$ 12.000,00.
c) um CDB no valor de R$ 15.000,00.
d) um depósito à vista no valor de R$ 60.000,00.
e) uma aplicação em fundos de ações no valor de R$ 7.000,00.

Resposta: Somente os itens b e c são verdadeiros.

19