Você está na página 1de 1

A massa formada pelo alimento mastigado e

Biologia insalivado é chamada bolo alimentar. Por ação


da língua, o bolo alimentar é empurrado para a
faringe, passando .em seguida para o esôfago
Professor GUALTER Beltrão e deste para o estômago. Esse processo de
passagem do bolo alimentar da boca até o estô-
mago denomina-se deglutição; é um processo
Aula 23 que não depende da força da gravidade, mais
sim dos movimentos peristálticos da faringe e
Sistema digestório
do esôfago.
Digestão
Os animais não encontram no meio, em forma
imediatamente utilizável, todos os alimentos ou (Puccamp) Na época de Colombo, a
nutrientes de que necessitam. A absorção direta batata era cultivada nas terras altas da
de nutrientes ocorre, excepcionalmente, em América do Sul e se tornou um dos mais
endoparasitas.
importantes alimentos da Europa durante
A regra geral nos animais é a ingestão de
alimentos que necessitam ser transformados para dois séculos, fornecendo mais do que
serem utilizados pelo organismo. O conjunto duas vezes a quantidade de calorias por
dessas transformações constitui a digestão. hectare do que o trigo.
A digestão envolve fenômenos físicos e químicos.
Atualmente, se o convidarem para sabo-
Os processos físicos propiciam a fragmentação
do alimento, aumentando a superfície de contato rear um belo cozido português, certa-
com os sucos digestivos que participam da mente a última coisa que experimentará
digestão química. Além disso, facilitam a mistura entre as iguarias do prato será a batata,
do alimento com os sucos digestivos. A digestão pois ao ser colocada na boca sempre
química transforma o alimento em substâncias
parecerá mais quente. ... Mas será que
mais simples. Os sucos digestivos que participam
desse processo são basicamente enzimas ela está sempre mais quente, uma vez
digestivas produzidas pelas próprias paredes do que todos os componentes do prato
tubo digestivo ou por glândulas especiais, foram cozidos juntos e saíram ao mesmo
associadas ao sistema digestivo. tempo da panela?
O alimento digerido compreenderá moléculas e Chegando ao estômago, o alimento sofre a ação
(Adaptado de P. H. Raven, et all: Biologia
íons que serão diretamente absorvidos pelas de outra enzima digestiva: a pepsina. que atua
sobre as proteínas, transformando-as em pepto- Vegetal. Guanabara: Koogan-2001 e Anibal
células do tubo digestivo, passando ao sistema
circulatório, através do qual serão distribuídos nas. A pepsina é produzida por glândulas da Figueiredo e Maurício Pietrocola. "Física - um
para todo o corpo do animal. Juntamente com o parede do estômago, que também produzem o outro lado - Calor e temperatura". São Paulo:
alimento digerido, existem restos não aproveitá- ácido clorídrico (HCl), responsável pelo pH FTD, 1997)
veis, que serão eliminados através da egestão ácido, necessário à atuação da pepsina.
ou defecção. Além de pepsina, há produção, no estômago, 01. Quando se come um cozido, as batatas
Nos vertebrados a digestão é sempre extracelu- de lipase (que digere lipídios) fraca e de renina. e a carne começam a ser digeridas,
lar. Inicia-se freqüentemente na boca, com atua- Esta substância coagula a proteína do leite, que respectivamente,
ção de enzimas digestivas produzidas pelas glân- passa a ficar mais consistente, permanecendo
dulas salivares. Em alguns casos, como em aves, mais tempo no estômago. Isso permite ação a) no estômago e na boca.
em que não há dentes, apenas bico córneo, a mais eficaz da pepsina sobre a proteína do leite. b) na boca e no estômago.
trituração do alimento ocorre no estômago A transformação química que ocorre no estôma- c) na boca e no duodeno.
mecânico (moela). O alimento triturado, amole- go denomina-se quimificação. Esta faz o bolo d) no estômago e no duodeno.
cido e, na maioria dos casos, parcialmente alimentar transformar-se em outra massa,
e) no duodeno e no estômago.
digerido é levado ao estômago. Nesse órgão há denominada quimo.
produção de ácido clorídrico e de enzimas que Os movimentos peristálticos do estômago facili- 02. (Puccamp) "Quando deglutimos um
atuam em meio ácido. Do estômago o alimento é tam a atuação do suco gástrico e empurram o
alimento, esse ato é iniciado voluntaria-
conduzido para o intestino delgado, onde ocorre quimo para o duodeno, região anterior do
o final da digestão. No intestino delgado desem- intestino delgado. mente, mas depois é impossível controlar
bocam duas glândulas importantes: o pâncreas e No duodeno, duas importantes glândulas a passagem do bolo alimentar ao longo
o fígado. O pâncreas produz enzimas digestivas, lançam suas secreções; o fígado e o pâncreas. do trato digestório."
o que não ocorre com o fígado. A função deste O fígado produz a bile que, apesar de não Isso se explica pelo fato da musculatura
órgão, com relação à digestão é a produção de comer enzimas digestivas, emulsiona gordura,
associada aos órgãos derivados do endo-
bile, que emulsiona gorduras. Após ser digerido, permitindo maior eficiência ao ataque de
o alimento é absorvido no intestino delgado, enzimas. O fígado comunica-se com o duodeno derma do embrião ser constituída por
passando para o sangue, que o distribui. através do canal colédoco, que traz a bile fibras
As substâncias não digeridas são conduzidas armazenada na vesícula biliar. O pâncreas a) cardíacas de contração involuntária.
para a região posterior do intestino, que produz enzimas digestivas, comunicando-se
b) estriadas de contração voluntária.
continua a ocorrer absorção de água e de sais com o duodeno através do canal pancreático.
minerais. Os resíduos alimentares formam as c) estriadas de contração involuntária.
fezes, que serão eliminadas. d) lisas de contração involuntária.
Digestão no homem e) lisas de contração voluntária.
A digestão no homem inicia-se na boca, através 03. (Ufrn) A ingestão de alimentos gordurosos
da mastigação (processo físico) e da atuação da
(frituras, por exemplo) provoca a secreção
enzima digestiva contida na saliva (processo
químico). A saliva contém água, importante para de bile, e esta promove o emulsionamento
o umedecimento dos alimentos, e a enzima das gorduras, facilitando a ação da lipase.
ptialina, que atua sobre o amido degradando-o Marque a opção que contém o hormônio
em maltose. estimulante da secreção da bile e o
O iodo é uma substância que acusa a ocorrência órgão onde ele é produzido.
de amido nos alimentos. Ao entrar em contato
com o amido, adquire coloração azul-violeta. a) Hormônio: secretina; Órgão: pâncreas;
Colocando-se, então, iodo em uma solução de b) Hormônio: secretina; Órgão: fígado;
amido, esta ficará azul-violeta; adicionando-se a c) Hormônio: colecistocinina; Órgão: vesícula;
essa solução gotas de saliva, verifica-se que,
d) Hormônio: colecistocinina; Órgão:
depois de algum tempo, a coloração desapa-
rece, indicando que não há mais amido. duodeno;
O suco pancreático, lançado no duodeno

11