Você está na página 1de 1

tava com soldados suficientes para fazer frente do a frase Laissez-faire, laissez-passer (deixe

aos manifestantes e, estrategicamente, prometeu fazer, deixe passar).


atender-lhes as exigências, que incluíam a não- O escocês Adam Smith afastou-se dos fisiocratas
instalação das casas de fundição e o fim de vá- e formulou uma nova doutrina, o liberalismo eco-
rios tributos sobre o comércio. nômico. Em seu livro A Riqueza das Nações
Mas, assim que o governador conseguiu reunir (1776), considera que a verdadeira fonte da rique-
tropas suficientes – os Dragões da Cavalaria – za não é nem a agricultura, como queriam os fisio-
para conter os manifestantes, lançou-as contra cratas, nem o comércio, como defendiam os mer-
os grupos revoltosos de Vila Rica, prendendo cantilistas. Para ele, a única força criadora da ri-
vários deles e queimando diversas casas.
queza é o trabalho livre, sem intervenções do Esta-
O português Filipe dos Santos, um dos líderes
do, guiado espontaneamente pelo rumo natural.
01. O Iluminismo surgiu num contexto histórico mais pobres da revolta, foi condenado à morte,
em que também aparecem: enforcado e esquartejado como exemplo para e- c) O despotismo esclarecido
vitar outras rebeliões.
a) O Renascimento, as grandes navegações e O clima ideológico criado pelos iluministas tor-
ILUMINISMO nou-se tão forte e difundido, que vários gover-
as cruzadas.
O Iluminismo representou, em verdade, a culmi- nantes tentaram colocar em prática suas idéias.
b) A expansão do comércio e a formação do Es-
nância de um processo que começou no Renas- Sem abandonar o poder absoluto, procuravam
tado nacional.
cimento, quando a razão se impôs como método governar conforme a razão e os interesses do
c) O Absolutismo, as cruzadas e a Revolução de conhecimento do mundo. No século XVIII, esse povo. Essa aliança de princípios filosóficos e po-
Industrial. processo ganhou aspecto essencialmente crítico: der monárquico deu origem ao regime de gove-
d) A Revolução agrícola e o Renascimento Co- a razão passou a ser usada para a compreensão no chamado de Despotismo Esclarecido. Seus
mercial. do próprio indivíduo e de seu contexto social. Tal representantes mais destacados foram Frederico
e) As grandes navegações, o Feudalismo e o espírito generalizou-se em reuniões que foram II, da Prússia, Catarina II, da Rússia, José II, da
Imperialismo. realizadas em espaços públicos, como clubes, Áustria, Sebastião José de Carvalho e Melo, o
cafés e salões literários. Os iluministas eram marquês de Pombal, ministro português, e Pedro
02. (Puccamp) As ordens já são mandadas, já deístas, isto é, acreditavam que Deus está
Pablo Abarca y Bolea, conde de Aranda, ministro
se apressam os meirinhos. Entram por sa- presente na natureza, portanto também no próprio
da Espanha.
las e alcovas, relatam roupas e livros: (...) indivíduo, que pode descobri-lo por meio da
Compêndios e dicionários, e tratados eru- razão. Os iluministas criticavam a Igreja por sua
intolerância, ambição política e pela inutilidade das Exercícios
ditos sobre povos, sobre reinos, sobre in-
ordens monásticas.
venções e Concílios... 01. (PUC-PR) "Todavia o recurso ao STF é
a) Os filósofos
E as sugestões perigosas da França e dos um procedimento legítimo que não vem
Estados Unidos, Mably, Voltaire e outros Montesquieu (Charles de Secondat) publicou, a interferir, mas a reforçar o equilíbrio
em 1721, as Cartas Persas, em que ridicularizava
tantos, que são todos libertinos... entre os poderes.
certos costumes e instituições da Europa. Em
(Cecília Meireles, Romance XLVII ou Dos 1748, publicou Do espírito das leis, um estudo Ao contrário do que afirmam os deputa-
seqüestros. "Romanceiro da Inconfidência") sobre formas de governo em que destacava a dos, independência não é sinônimo de
monarquia inglesa e recomendava, como única autonomia plena, mas de inter-relação
A referência a compêndios, dicionários e maneira de garantir a liberdade, a independência e controle mútuo."
tratados eruditos no século XVIII nos suge- entre os poderes Executivo, Legislativo e ("Folha de S. Paulo", Editorial, 02.Nov.2005)
re uma clara valorização do conhecimento Judiciário. O texto nos lembra, mais especifica-
científico, postura que também se verifica François Marie Arouet, o Voltaire, foi o mais des-
mente:
no período conhecido como Renascimen- tacado filósofo iluminista. Pelo conteúdo de suas
to. Contribuíram para a eclosão desse am- obras, foi perseguido, exilado e preso várias a) Diderot b) Voltaire.
vezes. Na Inglaterra, publicou Cartas Inglesas, c) Montesquieu. d) Hobbes.
plo movimento cultural na Europa
com ataques ao absolutismo e elogios à
a) a Unificação da Itália e o enfraquecimento da e) Rousseau.
liberdade existente naquele país. Exemplo de
Igreja Católica. suas frases: “posso não concordar com nada 02. (UEL) Na última parte do século XVIII,
b) as descobertas científicas e a Revolução In- que você diz, mas posso morrer para que você as necessidades de coesão e eficiência
dustrial na Inglaterra. continue falando”.
estatais, bem como o evidente sucesso
Jean-Jacques Rousseau nasceu em Genebra.
c) o fortalecimento das burguesias e o desen- internacional do poderio capitalista, le-
Em seu Discurso sobre a origem e os fundamen-
volvimento dos centros urbanos. varam a maioria dos monarcas a tentar
tos da desigualdade ente os homens, defendeu a
d) a Contra-Reforma e a fragmentação do poder tese da bondade natural dos indivíduos, perverti- programas de modernização intelec-
político dos soberanos. dos pela civilização. No Contrato Social, defen- tual, administrativa, social e econômica.
e) a expansão marítima e a hegemonia árabe na deu a liberdade, a igualdade e a fraternidade (Adaptado de: HOBSBAWM, Eric. "A Era das Revoluções". São
península ibérica. entre os homens, e influenciou a Revolução de Paulo: Paz e Terra, 1997. p. 39.)
1789.
03. (UFMG) Com base em conhecimentos so- Assinale a alternativa que apresenta
Diderot foi responsável pela organização da Enci-
bre o assunto, é CORRETO afirmar que o clopédia, publicada em 1751 e 1772, com ajuda corretamente como ficou conhecida a
pensamento iluminista... do matemático Jean le Rond d’Lambert. O objeti- modernização referida pelo autor.
vo era reunir o conhecimento em uma única a) Anarquismo, porque os reis perderam a
a) levou seus principais ideólogos a tomar parte
publicação. autoridade nos setores administrativo,
ativa nos acontecimentos da Revolução In-
b) O liberalismo econômico social e econômico.
glesa e a se constituírem na principal lideran-
ça desse evento. Os economistas pregavam, essencialmente, a li- b) Socialismo utópico, porque os reis dese-
berdade de mercado, opondo-se a toda e qual- javam transformações impossíveis de se-
b) considerava a desigualdade um fenômeno
quer regulamentação da economia pelo Estado. rem realizadas.
natural e positivo, além de um importante ele-
Defendiam, assim, posição oposta à do Mercan-
mento para a garantia da estabilidade social c) Despotismo esclarecido, visto que os
tilismo. Para eles, a economia não deveria ser
e da paz. dirigida. A intervenção do Estado só se justificaria monarcas se apropriaram de alguns pre-
c) favoreceu o envolvimento de todos os seus se fosse para garantir seu livre curso. Essa ceitos iluministas.
mentores em campanhas anticlericais, em ênfase valeu-lhes a denominação de fisiocratas d) Socialismo cristão, pois os monarcas de-
que manifestavam um ateísmo militante e ra- (governo da natureza). O mais influente deles foi sejavam reformas administrativas e eco-
dical. François Quesnay, que iniciou sua carreira como nômicas com base nos preceitos religio-
médico na corte de Luís XV, onde entrou em
d) deu origem a projetos distintos, mas que ti- sos.
contato com a vida econômica. Colaborador da
nham em comum reformas baseadas no prin- e) Totalitarismo, uma vez que os reis almeja-
Enciclpédia, afirmava que a atividade verdadeira-
cípio da tolerância e na busca da felicidade. mente produtiva é a agricultura. Outro fisiocrata, vam o poder absoluto nas instâncias inte-
e) N.D.A. Vicent de Gournay, propunha total liberdade para lectual, administrativa, social e econômi-
as atividades comerciais e industriais, consagran- ca.

10