Você está na página 1de 1

• O transporte, descarga, manuseio e armazenamento das Serviços

telhas deve seguir as recomendações e manuais técnicos


dos fabricantes.

FICHAS DE REFERÊNCIA
Catálogo de Serviços
Ficha S8.17 Telha Tecnologia CRFS / Ondulada
Ficha S8.25 Telha Tecnologia CRFS / Trapezoidal 44 Etapa
Ficha S8.27 Telha Tecnologia CRFS / Trapezoidal 90 Coberturas
DESCRIÇÃO
• Telhas estruturais de Cimento Reforçado com Fio Sintético RECEBIMENTO
(CRFS) moduladas, cor uniforme, cinza; isentas de trincas, • O serviço pode ser recebido se atendidas todas as condi-
cantos quebrados, fissuras, saliências e depressões; compri- ções de projeto, fornecimento dos materiais e execução.
mentos diversos (1,85m a 4,60m); espessura = 8mm.
• Peças complementares: cumeeiras, rufos e espigões.
• Tolerância máxima quanto à inclinação: 5% do valor espe-
cificado.
S8.24
• Acessórios: parafusos, ganchos, pinos, fixador de abas, • Nas linhas dos beirais não podem ser admitidos desvios ou
conjunto de vedação, massa de vedação, cordão de vedação desnivelamentos entre peças contíguas. Telha tecno-
e outros. • Esticada uma linha entre 2 pontos quaisquer da linha de logia CRFS/
beiral ou de cumeeira, não pode haver afastamentos supe- modular
Protótipo comercial riores a 2cm.
• BRASILIT - Onda 50
SERVIÇOS
APLICAÇÃO 07.03 COBERTURA
• Em coberturas, conforme especificado em projeto e de 07.03.023 TELHA TECNOLOGIA CRFS MODULAR - E = 8MM
acordo com recomendações dos fabricantes:
- vão livre máximo: 3,00m; 07.05 FECHAMENTOS/ VEDAÇÕES/ PEÇAS
- balanço máximo: 1,00m 07.05.041 CUMEEIRA NORMAL P/ TELHA TECNOLOGIA
- inclinação mínima: CRFS MODULAR
» 2° (3%), sem recobrimento longitudinal; 07.05.042 CUMEEIRA ARTICULADA P/ TELHA TECNOLOGIA
» 5° (9%), com recobrimento. CRFS MODULAR
07.05.045 RUFO P/ TELHA TECNOLOGIA CRFS MODULAR
EXECUÇÃO
• Obedecer as instruções dos fabricantes quanto a projeto SERVIÇOS INCLUÍDOS NOS PREÇOS
e execução (sobreposições lateral e longitudinal, número e 07.03.023 07.05.041 07.05.042 07.05.045
distribuição de apoios, balanços livres, cortes, montagem, • Fornecimento e colocação da telha modular de qualquer
perfuração, fixação das telhas, etc.). comprimento e demais peças, incluindo cortes, sobreposi-
• Os apoios podem ser de madeira, de metal ou de concreto, ções e acessórios de fixação. Revisão 2
com largura mínima de 50mm, sempre acompanhando o Data 10/07/13
caimento das telhas. CRITÉRIOS DE MEDIÇÃO Página
07.03.023
• m² - pela área de projeção horizontal da cobertura, com os
seguintes acréscimos:
- 5% para coberturas de 18% a 27% de inclinação;
1/1
- 8% para coberturas de 28% a 38% de inclinação;
- 12% para coberturas de 39% a 50% de inclinação;
- As áreas das peças especiais colocadas no pano de cober-
tura, quando pagas à parte, devem ser descontadas.
• Nunca se deve apoiar em arestas ou cantos arredondados.
• A montagem deve ser iniciada do beiral para a cumeeira 07.05.041 07.05.042 07.05.045
(de baixo para cima), em faixas perpendiculares às terças de • m - pelo comprimento real executado.
apoio e com fiadas alinhadas. O sentido de montagem deve
ser no sentido contrário ao dos ventos dominantes. Águas LEGISLAÇÃO
opostas do telhado devem ser cobertas simultaneamente. • Lei Estadual nº 12.684, de 26/07/2007 – Proíbe o uso, no
• O recobrimento longitudinal para inclinações > 9% deve ser Estado de São Paulo, de produtos, materiais ou artefatos que
de no mínimo 0,20m (sendo que para inclinações entre 9% e contenham quaisquer tipos de amianto ou asbesto ou outros
18% deve ser usado cordão de massa de vedação). minerais que, acidentalmente, tenham fibras de amianto na
• Para evitar sobreposição de quatro espessuras, as telhas sua composição.
intermediárias devem ter os cantos cortados (evitando • Resolução CONAMA nº 307 de 05/07/2002 (alterada pela
deformações nas peças, entrada de luz e água). Para tanto, Resolução CONAMA nº 448 de 18/01/2012, pela Resolução
deve-se utilizar serra elétrica, munida de disco esmeril apro- CONAMA nº 431 de 24/05/2011 e pela Resolução CONAMA nº Atenção
Preserve a escala
priado (pode-se alternativamente utilizar serrote manual 348 de 16/08/2004). Quando for imprimir, use
para corte de telhas em pequena quantidade), é indispensá- folhas A4 e desabilite a
função “Fit to paper”
vel o uso de máscara ao cortar ou perfurar as telhas.
• Não se deve pisar diretamente sobre as telhas e sim utili- Respeite o Meio Ambiente.
Imprima somente o ne-
zar tábuas colocadas nos dois sentidos para movimentação cessário
dos montadores.
• Não podem ser utilizados pregos para fixação; não deve
ser executada furação das telhas por percussão e sim, por
meio de brocas.