Você está na página 1de 3

NYTHALMAR

Advogados

Dr. Nythalmar Dias Ferreira Filho

Rua Domingos Alves Ribeiro, nº 14 - Rio de Janeiro - RJ


Correspondentes - Fortaleza - CE
Correspondentes São Paulo - SP
Correspondentes – Brasília - DF

EXCELENTÍSSIMO SENHOR DOUTOR JUIZ DE DIREITO DA 7º VARA FEDERAL


CRIMINAL DO RJ/RJ

RÉU PRESO

Processo nº 05061908820164025101

EDNO NEGRINI, já devidamente qualificado nos autos processo


supramencionado, vem por meio de seu advogado, se opor os presentes EMBARGOS
DE DECLARAÇÃO.
O presente aclaratório tem por escopo elucidar as omissões e
obscuridade da r. decisão de fls. 2692/2693.

Com efeito, ao proferir a r. decisão V. Exa. consignou que a prisão


do Requerente não foi fundamentada na suposta obstrução a justiça, e, sim em
decorrência da declarações do colaborador Fernando Carvalho, dentre outros
elementos, vejamos:
“Em relação a Edno Negrini, a decisão foi fundamentada, dentre
outros elementos, pelas declarações do colaborador Fernando
Carvalho, que confirmou ter pago pessoalmente propina no valor
de R$ 30.000,00 (trinta mil reais) em pacotes de dinheiro ao
requerente, segue trecho extraído dos autos nº 0505092-
68.2016.4.02.5101:
"QUE, em relação ao pagamento de propina aos demais
funcionários da Eletronuclear, o acerto foi feito em dinheiro; que,
logo após a retomada do contrato, o depoente se reuniu com cada
um separadamente, LUIZ MESSIAS, EDNO NEGRINI e
PERSIO JORDANI, reconhecendo o compromisso de pagamento
de propina acertada; ... QUE para EDNO e PÉRSIO o dinheiro
era entregue em um café em um encontro mais rápido, podendo
ser no Botafogo Praia Shopping ou uma cafeteria comum de
shopping; ”
Ao contrário do que leva a crer a defesa, a prisão do requerente não
foi fundamentada na suposta obstrução de justiça por parte dos
investigados
(Destacamos)

Ao analisamos a aludida decisão verificamos que V. Exa. menciona


que existiriam outro elementos para a prisão, contudo, não esclarece quais são
esses elementos deixando como principal e único argumento expresso para a prisão a
colaboração de Fernando Carvalho.

Considerando que o tempo de liberdade retirado de qualquer


pessoa jamais será devolvido, requer que V. Exa. sane a obscuridade e omissão da
frase “dentre outros elementos”.

Data vênia, Requer ainda a defesa que V. Exa. não se limite a arrazoar
“os fundamentos estão na decisão de decretação da prisão preventiva de fls. 81 à
94”.

2/3
Eis que em fl. 94 V.Exa. arrazoa “ ... Há também risco evidente de que
1
os requeridos , em liberdade continue a interferir nas investigações ...”, e, em fl. 91
“De fato, diante de tudo o que até aqui se viu, tenho que os requeridos interferiram
ou tentaram interferir efetivamente nas investigações e seguem representando risco
ao prosseguimento da apuração.”.

Sendo certo que na decisão atacada por este aclaratório V. Exa.


arrazoou “Ao contrário do que leva a crer a defesa, a prisão do requerente não foi
fundamentada na suposta obstrução de justiça por parte dos investigados”

Diante do Exposto requer o recebimento do presente recurso para


que V. Exa. sane a obscuridade e omissão da frase “dentre outros elementos”.

Rio de Janeiro, 16 de Fevereiro de 2017.

Termos em que pede justiça e coragem.

_____________________________
Nythalmar Dias Ferreira Filho
Advogado Criminalista
OAB/RJ 168.631

1
Entre eles EDNO NEGRINI
3/3