Você está na página 1de 2

ATIVIDADE DE ESTUDO 01

Acadêmico: Gabriela Nascimento de Favari R.A. 21071733-5

Curso: Serviço Social

Disciplina: Fundamentos Históricos e Teórico Metodológicos Do Serviço Social I

Valor da atividade: 2,0 pontos Prazo: 03/12/2021

“O profissional de Serviço social dos dias atuais em comparação com os primeiros


assistentes sociais no Brasil influenciados pela igreja católica”

Na presente atividade iremos abordar questão do Serviço Social e a Formação Profissional,


mais precisamente, como era e como está nos dia de hoje no Brasil. O objetivo aqui é trazer
informações acerca do início da profissão em comparação a como está nos dias de hoje. Para
estruturar a atividade foi usada a pesquisa bibliográfica do livro “Fundamentos Históricos e
Teórico Metodológicos Do Serviço Social I” ofertado pela universidade. Começamos então,
dissertando sobre como se deu o Serviço Social no Brasil. O Serviço Social se deu no país a
partir de ações da igreja católica com a finalidade de administrar instituições de caridade,
hospitais e escolas tendo como a maior parte de seu voluntariado mulheres. Essa prática
passou a ser reconhecida como profissão pelo Estado durante a transição do Capitalismo
Concorrencial para o Capitalismo do Monopólio. Esse reconhecimento fez com que a
vulnerabilidade social e as questões de diferença econômica viessem à tona. Foi nesse
período que a profissão passou a consolidar-se e a tornar-se importante, pois as condições de
vida e de trabalho foram duramente afetadas uma vez que s meios de subsistência onde
estavam inseridos eram ditos como injustos e desiguais. O serviço social partiu de uma visão
assistencialista para uma visão crítica da sociedade. Nos dias de hoje, o objetivo do assistente
social são as expressões da questão social, tendo como grande desafio, fazer valer sua
formação generalista de compreensão do homem em sociedade, instituir estratégias de ação
para a mediação dos direitos humanos e sociais e também é de dever do profissional do
serviço social ter um sério compromisso com a qualidade dos serviços prestados e com o
empoderamento dos usuários. Portanto, após o exposto acima, o serviço social passa a buscar
sua emancipação perante o Estado lutando pelos interesses sociais, contrariando a ordem
vigente e apresentando suas ideias de como a ação social deve ser articulada para a superação
da desigualdade social, principalmente em relações às políticas públicas.
Referência:
BERTTI, Aline Cristtine Marroco França; CUNHA, Maria Cristina Araújo de Brito. Fundamentos Históricos e
Teórico-Metodológicos do Serviço Social. Maringá-Pr.: UniCesumar, 2014. Reimpresso em 2019. 120p.