elementos.Ceunsp 1º Semestre Sistemas de Informação Trabalho de Lógica Matemática Rodrigo Alves Bravo Salinas. classes sintáticas. nº 36 RGM 084624 [LÓGICA DE PRIMEIRA ORDEM] O que é Lógica de Primeira Ordem. construção e interpretação de fórmulas usando símbolos lógicos. 2 .

...........................................................................................................................Índice Introdução ............................................................................................................... 9 3 ... 4 Constantes ......................................... 4 Predicados ....... 4 Elementos ............................................................ 3 Classes sintáticas – Termos e fórmulas .............................................................................................. 7 Conclusão ................. 6 Lógica e fórmula na prática ............................................................................ 5 Entendendo a lógica e a fórmula .............................................................. 8 Bibliografia ........................................ 4 Variáveis ........... 4 Quantificadores ............................................................................................

sendo que a Lógica Proposicional não possui uma linguagem adequada para representar relações entre objetos e não permite identificar a repetição de certos elementos dentro de um mesmo texto. A Lógica Proposicional pressupõe que existem fatos que são válidos ou não-válidos no Universo enquanto a Lógica de Primeira Ordem pressupõe que o Universo consiste em objetos com certas relações entre eles que são válidas ou não-válidas. é estendida pela Lógica de Segunda Ordem e é um suplemento para a Lógica Proposicional. também chamada de Lógica de Predicados. o que cada linguagem pressupõe sobre a natureza da realidade. 4 . isto é.Introdução A Lógica de Primeira Ordem. A Lógica de Primeira Ordem é dotada de uma linguagem mais rica. tem várias aplicações importantes não apenas para matemáticos e filósofos como também para estudantes de Ciência da Computação. A principal diferença entre Lógica de Primeira Ordem é o compromisso ontológico.

Pode ser representada por qualquer letra minúscula como “a. Japão. se necessário. um lugar. Exemplo: Alguém. etc. geralmente representadas pelas letras “x. em outras palavras. Também se utiliza para os números Exemplo: 1. etc.. carro. etc. b.Classes sintáticas – Termos e fórmulas A Lógica de Primeira ordem é dividida em duas classes sintáticas: a dos termos e a das fórmulas. . maçã. Na classe sintática encontramos alguns elementos que a lógica proposicional não nos permite. Exemplo: Paulo. 3. algo. variáveis. As fórmulas denotam as asserções (fatos) sobre os termos. se necessário. Elementos Constantes Se referem a algum substantivo: uma pessoa. Predicados São propriedades ou relações. predicados e quantificadores. c. 5 .. para representar maior número de variáveis. um objeto. Os termos denotam os vários objetos de discurso.” para dar valor a uma constante e pode-se utilizar números na frente das letras. etc. para representar maior número de variáveis. Variáveis São representadas por letras minúsculas. Os predicados são geralmente representados pela letra inicial desta expressão. tais como constantes. casa. Pode-se utilizar números na frente das letras. y. são aquelas expressões que dizemos algo de alguém ou de algum objeto e suas relações entre os mesmos. z” e são utilizadas para dar valor a algo não identificado no Universo. Tipicamente se identificam por meio de um verbo que empregamos a dizer algo de certo objeto. 2.

Exemplo: Toda árvore tem folhas. = Aab” Ternário Tem três argumentos: “Jonas está sentado entre Gabriel e Felipe. “existe pelo menos um elemento”.. árvore tem folhas.”) Significado: “para todos”. “qualquer que seja”. árvores tem folhas.. árvore tem folhas. Fx --> Para alguma árvore. “todos”. = Ma” Binário Tem dois argumentos: “Clara é amiga de Ana. “para cada”. Fx --> Todas árvores.”) Significado: “existe”. Existe pelo menos um x tal que Fx --> Há pelo menos uma árvore tal que árvores tem folhas. Fx --> Para qualquer árvore. Fx --> Quarquer que seja a árvore.. “existe um elemento tal que”. árvore tem folhas. “alguma coisa”. “existe um elemento”. Exemplos: Unário Tem um único argumento: “José é um menino. “para todo”. ∃ x(Fx) -> Para algum x. “algo”. Exemplo: Algumas árvores tem folhas. = La Pedro e Lucas brincaram hoje. Quantificador Existencial:  (pronuncia-se “Existe. “tudo”. Fernanda é linda.. “para qualquer”. Todas x.Exemplos: Usaremos a e b para representar uma constante e a primeira letra do predicado maiúscula. Há um x que é F --> Há uma árvore que tem folhas. = Sabc” Quantificadores Representados por ∀ (universal) e ∃ (existencial). Quaquer que seja x. 6 . = Bab Os predicados se classificam segundo os números de argumentos. Quantificador Universal:  (pronuncia-se “Para todo. ∀ x(Fx) -> Para qualquer x.

tn . Marcos vaiou a Dilma. 2.. . homen(Marcos) 2. y2. b2... . 3. c. ∀ x brasileiro(x) → leal(x. y. z3. Marcos é brasileiro. c3. Todos os brasileiros são leais a Dilma ou odeiam Dilma. . R.. Estes fatos podem ser representados como um conjunto de FBF (Fórmula Bem Formulada): 1.Dilma) 5. Dilma)... [] . brasileiro(Marcos) 3. P.. . Q. Dilma é presidente 4. presidente(Dilma) 4.Dilma) v odeia(x.. . Os brasileiros vaiam presidentes a quem não sejam leais. . a. 7 . .. b. x1. 6.y) 6. ∧ ∀ (universal). ∀ x y brasileiro(x) ^ presidente(y) ^ vaia(x. Símbolos utilizados na Lógica de Primeira Ordem: Conectivos: Variáveis: Constantes: Símbolos de predicados: Quantificadores: Parênteses: Termos: ~ • → ↔ ∨ x. t2 ... . {} as variáveis e as constantes são designadas pelo nome genérico de termos os quais serão designados por t1 . Marcos é um homem.y) → ~leal(x... . 5.Entendendo a lógica e a fórmula Considere o seguinte conjunto de frases: 1. a1. ∃ (existencial) () . S. vaia(Marcos. z..

j)) ~ P(p. alguns animais são racionais. ou ainda.m) .c) Onde P(x. Pedro não é amigo de Carlos. Lógica e fórmula na prática: 1. (∀x)P(x): significa que a propriedade P vale para todo x.c) → P(x. Pedro e Jonas respectivamente. De modo geral temos: P(x) : significa que x tem a propriedade P . onde "m" está identificando Maria e "I" a propriedade de "ser inteligente".y) significa que x é amigo de y e c. que existe no mínimo um objeto do Universo considerado que tem a propriedade P. 2. onde G representa a relação "gostar de" e "x" representa "alguém". Alguns animais são humanos. ou ainda. j são constantes que representam Carlos.j) ~ P(p. R simbolizam as propriedades de: ser humano. ser racional e ser animal respectivamente. que todos os objetos do Universo considerado tem a propriedade P. Logo.Exemplos: "Maria é inteligente" : I(m) . Todos os humanos são racionais. ∀(x) (P(x. "Alguém gosta de Maria" : G(x. . Todo amigo de Carlos é amigo de Jonas. Q. ∀(x) (P(x) → Q(x)) (x) (R(x) ∧P(x)) ∃ (x) (R(x) ∧Q(x)) Onde P. Portanto. (∃ x)P(x): significa que algum x tem a propriedade P. Pedro não é amigo de Jonas. p.

. Os quantificadores são representados pelos símbolos  e  que são utilizados para expressar “Para todo. constantes e predicados. ).). As constantes representam objetos identificados no Universo ("Thiago".”. As fórmulas são representadas por símbolos que em sequência lógica expressam algo do Universo. respectivamente.Conclusão A Lógica de Primeira Ordem é mais elevada que a Lógica Proposicional e suplemento da mesma por possuir uma linguagem mais avançada tendo uso de variáveis. etc. As variáveis representam objetos que não estão identificados no Universo considerado ("alguém". 7 .” e “Existe. "o ponto A". "algo"... sobre um objeto do Universo.. Os predicados representam propriedades ou relações entre os objetos do Universo. etc.

uenf.br/~logica/CalculodePredicados.Lógica de Primeira Ordem – Carlos Bacelar Almeida 8 .pucsp.br/page_attachments/0000/0136/AulaRevisao_IAUENF2010.ppt Youtube – Lógica de predicados Texto .php?url=http %3A//www.com/pig/docview/v.lcmat.htm http://iblogbox.Bibliografia http://www.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful