"Não fareis lacerações na vossa carne pelos mortos; nem no vosso corpo imprimireis qualquer marca.

Eu sou o Senhor." - Levíticos 19:28. Parece-me que esse é o único versículo bíblico que faz referência à tatuagem. Sabemos também, que ele faz parte de um contexto onde o Senhor fala ao seu povo através de Moisés sobre várias proibições, tais como: - Temer pai e mãe; - Guardar-se da idolatria; - Guardar o sétimo dia; - Não comer carne sufocada com o sangue; - Não mentir; - Não roubar; - Não oprimir o pobre; - Não oferecer a própria filha à prostituição, e, - Entre todas essas ordenanças aparece a ordem de não fazer marcas no próprio corpo. Como poderemos afirmar que por ser a única vez em toda a Bíblia que tal ordem é proferida, não deve ser observada se todas as outras são ordens de capital importância? Há muitas ordens na Bíblia que aparentemente, não são de algum valor espiritual. Aparentemente! - No entanto, ainda que pareça não ter valor espiritual, todas as proibições feitas por Deus a seu povo visavam à proteção, a saúde, a longevidade e a paz. Não trabalhar no sábado, por exemplo, não tem efeito condenativo. Ninguém vai para o inferno se trabalhar de segunda a segunda. Porém, vai chegar a um momento em que seu organismo não vai suportar tamanha fadiga e você vai pifar, vai ter um infarto, uma estafa ou coisas do gênero. O mesmo princípio pode-se dizer do mandamento da circuncisão, mandamento este que foi dado a um povo nômade, cujos homens passavam 30 dias sem se banhar e que poderiam facilmente levar sujeiras no interior da pele que cobre o órgão masculino e, através dele, introduzir tais sujeiras no colo do útero de sua esposa. É sabido hoje que o país que tem o menor índice de câncer no colo do útero é o país de Israel. Veja a providência divina! Todos os mandamentos de Deus visam o nosso bem. Comer carne de porco parece ser uma ordem ultrapassada. No entanto, quantos problemas de saúde seriam evitados se não comêssemos carne de porco? Agora, vem o Senhor com uma ordem proibindo imprimir marcas no corpo, ou seja, fazer tatuagens. Quem sabe um dia um dermatologista virá a público e nos dirá dos malefícios de se fazer uma tatuagem. Eu desconheço tais malefícios, mas o fato de eu os desconhecer não significa que Deus não tenha razão. Prefiro ficar com a Palavra de Deus a arriscar-me. Não acredito que alguém, mesmo um cristão que faça tatuagem, possa perder-se por esta razão. Mas acredito piamente que o Senhor não ficará satisfeito, ainda que a tatuagem seja de algum símbolo bíblico ou cristão. Além do que, quem sabe a tatuagem não é mais uma daquelas portas por onde os espíritos malignos podem querer entrar no corpo do servo do Senhor, como acontece com a acupuntura, por exemplo. Quem já leu o livro Ele Veio Libertar Os Cativos - de Rebecca Brown, sabe do que eu estou falando. Se Deus disse para não fazermos, não façamos. Obedecer é melhor que sacrificar. Todo aquele que deixa de obedecer ao Senhor corre por sua própria conta e naquela área em que a pessoa desobedeceu ficará sem a proteção divina. Seja na área sexual, seja na área financeira, seja nos relacionamentos interpessoais, seja na criação e educação dos filhos... Só há garantia de cumprimento das promessas de Deus para aquele que permanece no propósito de fazer exatamente aquilo que foi orientado por Deus em sua Palavra.

Portanto.. nem fareis marca alguma sobre vós." Meu querido e querida irmã.. .. não vá além do que está escrito. está escrito: "..

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful