Você está na página 1de 27

Escola Básica Integrada de Silvares

A. P.
Trabalho elaborado por:
oAna Solange

oAna Teresa

oCarla Manuela

Ano Lectivo 08/09 oJoana Filipa


Direit
o
Introdução
De olhos postos num futuro, numa vida com complicações e demandas, a escolha
de uma profissão torna-se um assunto muito delicado e controverso.
Será que gosto disto? Não, acho que sou melhor naquilo!
Como que a respeitar a crítica fase desta idade, dos “duros” anos da
adolescência, as perguntas que se assoberbam da nossa cabeça são bastantes e
por vezes com respostas que só com crescimento e com maturidade seremos
capazes de alcançar.
Como tudo o resto, a vida são escolhas, podemos errar durante as nossas
escolhas, mas esse é o caminho. O caminho, da escada em caracol, que sobe, e
sobe cada vez mais só parando no céu. Aquele caminho, imperfeito, por vezes
com espinhos e rochas mas, definitivamente, aquele que, com o tempo a subida se
torna mais íngreme e vertiginosa e a subida mais perigosa.
Com o nosso trabalho, não percorremos o caminho árido e tortuoso da vida, mas
com certeza traçamos uma importante meta para o nosso futuro.
Percorrendo o Mundo do direito de A a Z, tentando divagar o menos possível,
damos uma breve definição do que é, verdadeiramente “direito”, sem tabus ou
Informações básicas

oCurso: Direito

oHabilitação: Bacharel em Direito

oDuração do curso: 5 anos


Definição fundamental

O Direito é a ciência das normas que

disciplinam as relações entre os indivíduos na

sociedade.
Etimologia
A palavra “direito” vem do latim directus e significa “que segue

regras pré-determinadas ou um dado preconceito”.

Faz também referência à deusa romana (Justitia), que segurava

nas mãos uma balança com u fiel. Dizia-se que havis justiça quando

o fiel estivesse perpendicular ao solo.


Italiano diritto

Espanhol derecho

Francês droit

Catalão dret

Inglês right

Alemão recht

Indo-europeu reg-to

Occitano drech
Currículo básico
o Direito Internacional;

o Direito Civil;

o Direito Comercial;

o Direito Administrativo;

o Direito Processual Penal;


Aptidões desejáveis
 Ter gosto pela leitura;

 Boa memória;

 Capacidade de reflexão, argumentação e de associação de

ideias;

 Escrever português correctamente;

 Ser comunicativo.
Campos de Actuação
o Assessoria jurídica em empresas privadas;

o Assessoria jurídica em empresas públicas;

o Ministério público estadual;

o Ministério público federal;

o Magistratura.
Especializaçõ

es

possíveis
Advocacia
Existem dois tipos de advogados, o advogado de defesa e o advogado

dativo.

oO que é um advogado de defesa?

É quem defende o réu nos tribunais e tem como missão impedir que

este seja punido ou que consiga uma pena menor.



oO que é um advogado dativo?

É aquele que é nomeado pelo magistrado para defender um

réu que não tem possibilidades de pagar os custos do

processo e o advogado.
Direito civil
oO que é o direito civil?

É o principal ramo do direito privado. Trata-se de um conjunto de

normas que regulam as relações entre os particulares que se

encontram numa situação de equilíbrio de condições.



oQual é o objectivo do direito civil?

O direito civil tem como objectivo estabelecer os parâmetros que

regem as relações das pessoas. Por isso, estabelece as condições

através das quais os membros de uma comunidade podem relacionar-

se, nos mais variados sentidos.



oA quem se refere o direito civil?

O direito civil refere-se à pessoa, à família, aos bens e à sua forma de

aquisição, à sucessão (heranças) e aos contratos.


Direito comercial
oO que é o direito comercial?

É um ramo do direito privado que pode ser entendido como o conjunto

de normas disciplinadoras da actividade negocial de uma pessoa,

destinada à economia. Pode também ser chamado de direito

empresarial.
Direito administrativo

oO que é o direito administrativo?

É um ramo autónomo do direito público que estuda o núcleo da

Administração Pública e da actividade dos seus integrantes.



Dentro do direito administrativo , podemos encontrar dois tipos de

sistemas:

2. Modelo francês: há dualidade de jurisdições, a comum (tribunal

judiciário) e a administrativa (tribunal administrativo).

3. Modelo inglês: todos os litígios (administrativos ou de interesse

particular) são encaminhados para um tribunal judiciário.


Direito penal
Existem três tipos de direito penal: subjectivo, objectivo e

comparado.

oO que é o direito penal subjectivo?

Refere-se à titularidade única e exclusiva do Estado de punir os casos

levados a tribunal como criminosos. Desta forma, o Estado é o único

titular do “direito de punir”.



oO que é o direito penal objectivo?

É o conjunto de normas impostas pelo Estado que a todos vincula,

constituindo um padrão de comportamento, pelo qual se pode dizer se

o caso é correcto ou incorrecto.



oO que é o direito penal comparado?

Ocupa-se do estudo comparativo e analógico entre as legislações e os

sistemas jurídicos dos diversos países, na área penal.



oQuais os objectivos do direito penal?

O direito penal visa proteger os bens jurídicos fundamentais. Os bens

são a vida, a liberdade e a propriedade.


Direito constitucional
oO que é o direito constitucional?

É o ramo do direito público dedicado à análise e interpretação das

normas constitucionais. Tem como função regulamentar e delimitar o

poder estatal, além de garantir os direitos considerados

fundamentais.
finanças
oO que são as finanças?

É a arte e a ciência de gestão de recursos. O termo finanças pode

incorporar os seguintes itens:

oo estudo do dinheiro;

oo controlo de recursos;

oFornecer fundos para negócios e projectos.


Medicina legal
oO que é a medicina legal?

É uma especialidade medica e jurídica que utiliza os conhecimentos

técnico-científicos da Medicina para esclarecer factos do interesse

da Justiça. Quem pratica a medicina legal é chamado de médico

legista ou legista.
Conclusão
Vivemos numa época em que a criminalidade e a sinistralidade são, por assim

dizer, “os pratos do dia”. Sempre que comprarmos um jornal, logo na primeira

página nos depararemos com um roubo ou com o assassinato. O grande problema,

que infelizmente, afecta milhões de pessoas em todo o mundo, é que esses

horripilantes crimes já nada significam para as pessoas.

Será isso um reflexo daquilo em que a nossa justiça se tornou?

Desde crianças nos habituamos a ouvir que a “justiça é cega”, que não se deixa

corromper.

Mas com o passar dos anos, aquilo que infelizmente nos apercebemos é que isso

não passa de uma bonita frase de ludibriar e manter “calada” a população.

Com este trabalho não pretendemos mudar o mundo apenas dar a devida atenção

a uma profissão que deveria ser respeitada e, acima de tudo valorizada, pois são