Você está na página 1de 39

Tecido Conjuntivo

Tecido Conjuntivo 
Ca r a c t e rí s t i c a s :  •
Ca r a c t e rí s t i c a s :
• Formado por células Amorfas (Sem forma
definida),
com
abundante
Matriz
extracelular
(Massa
que
une
as células),
sendo
responsável
pelo preenchimento,
sustentação e transporte de substâncias pelo
corpo.
Ori g em e Re g e n e r a ç ã o  •
Ori g em
e
Re g e n e r a ç ã o
Os
Tecidos
Conjuntivos
tem
origem na
mesoderme do embrião.
• Certos tipos de tecido conjuntivo, são dotados
de grande poder de regeneração, reparando
áreas lesadas a partir da multiplicação de
células vizinhas. Por exemplo: Células Ósseas
e musculares.
T C P D ( T e c i d o c o n j u
T C P D
( T e c i d o
c o n j u n t i v o
p r o p r i a m e n t e
d i
t o . )
Auxilia no transporte de diversas substância, e
participa ativamente na defesa do organismo.
Pode ser divido em tecido Conjuntivo Frouxo
(Derme, Hipoderme), e Denso (Tendões).

F i b r a s d a Ma t r i z E x t
F i b r a s
d a
Ma t r i z
E x t r a c e l u l a r
 Fibras são estruturas que conferem diversas
propriedades ao TCPD, como elasticidade,
resistência a tração e sustentação celular.
 Fibras de Colágeno:
Elas são resistentes à
tração, distendendo-se um pouco quando
tensionadas. No corpo humano, por exemplo,
as fibras de colágeno contribuem para que os
tecidos não rasguem quando puxados.
  Fibras Elásticas: São as fibras elásticas que permitem que a pele retorne a sua
 Fibras
Elásticas: São as fibras elásticas que
permitem que a pele retorne a sua forma
original,
depois
de
esticada.
Quando
se
rompem em grande quantidade, podem
originar estrias na pele.

  Fibras Reticulares: Recebem esse nome porque são ramificadas e formam um traçado firme que
 Fibras Reticulares: Recebem esse nome
porque são ramificadas e formam um traçado
firme que liga o TCPD à tecidos vizinhos.
Cé l u l a s d o TCPD   As células conjuntivas são de
Cé l u l a s
d o TCPD
 As células conjuntivas são de diversos tipos.
As principais são:
 FIBROBLASTOS: Célula metabolicamente
ativa, contendo longos e finos prolongamentos
citoplasmáticos. Sintetiza o colágeno e as
substâncias da matriz.
  Macrófagos: São células grandes e irregulares. Removem restos celulares e promovem o primeiro combate
 Macrófagos: São células grandes e irregulares.
Removem restos celulares e promovem o
primeiro combate aos microrganismos
invasores do nosso organismo.
  Plasmócitos: Célula ovoide. Pouco numerosa no conjunto normal, mas abundante em locais sujeitos à
 Plasmócitos: Célula ovoide. Pouco numerosa
no conjunto normal, mas abundante em locais
sujeitos à penetração de bactérias, como
intestino, pele e locais em que existem
infecções crônicas. Produtor de todos os
anticorpos no combate a microrganismos.
  Mastócitos: Possuem forma ovoide e arredonda, com núcleo central e esférico. Essas células são
 Mastócitos:
Possuem
forma
ovoide
e
arredonda, com núcleo central e esférico.
Essas células são responsável pela síntese e
liberação de duas
substâncias importantes
para manutenção da saúde, a heparina e a
histamina. Se a heparina entrar em contato
com
as
células
mastócitos,
desencadeiam
reações alérgicas.
Te c i d o Co n j u n t i v o Fr o
Te c i d o
Co n j u n t i v o
Fr o u x o
• O tecido conjuntivo frouxo tem esse nome
porque suas fibras não formam massas
compactas. É o tecido de maior distribuição no
organismo, preenchendo espaços não
ocupados por outros tecidos. As células desse
tecido, participam ativamente do processo de
cicatrização.

Te c i d o Co n j u n t i v o De n
Te c i d o
Co n j u n t i v o
De n s o
O tecido conjuntivo denso apresenta maior
quantidade de fibras, quando comparado ao
tecido conjuntivo frouxo. Esse maior número
de fibras e a maior compactação explicam o
adjetivo
denso
aplicado
a
esse
tecido.
O
tecido
conjuntivo denso pode apresentar
fibras de uma maneira ordenada ou
desordenada, recebendo,
então,
anatomicamente nomes
especiais:
tecido
conjuntivo
denso
não-modelado
e tecido
conjuntivo denso modelado.
  Tecido Conjuntivo Denso MODELADO: Suas fibras são grossas e ordenadas paralelamente, o que o
 Tecido
Conjuntivo Denso MODELADO: Suas
fibras são grossas e ordenadas paralelamente,
o que o torna bastante resistente e pouco
elástico. Como exemplo desse tipo de tecido,
temos os tendões, estruturas que ligam os
músculos aos ossos e os ligamentos.
  Tecido Suas Conjuntivo Denso NÃO-MODELADO: fibras estão distribuídas desordenadamente e entrelaçadas lhe conferindo resistência
 Tecido
Suas
Conjuntivo
Denso
NÃO-MODELADO:
fibras
estão
distribuídas
desordenadamente
e
entrelaçadas
lhe
conferindo resistência e elasticidade. Ocorre
em lugares como: Rins, Baço, etc.
Te c i d o s C o n j u n t i v o
Te c i d o s
C o n j u n t i v o s
E s p e c i a i s
• Os tecidos conjuntivos especiais também são
de diversos tipos: Ósseo (Constitui os ossos),
Cartilaginoso (constitui as cartilagens),
Adiposo (Armazena gordura) e Hematopoiético
(Origina as células do sangue).
 • Tecido Conjuntivo Cartilaginoso: O tecido cartilaginoso é um tecido conjuntivo de sustentação. Apresenta grande
• Tecido Conjuntivo Cartilaginoso:
O tecido cartilaginoso é um tecido conjuntivo de
sustentação. Apresenta grande elasticidade e
grande resistência à tensão. Forma o esqueleto
de alguns animais vertebrados, como os
tubarões e raias, que por esse motivo são
denominados de peixes cartilaginosos.
  Existem três tipos de cartilagens, dependendo das fibras presentes: Hialina, Elástica e Fibrosa. 1.
 Existem três tipos de cartilagens, dependendo
das fibras presentes: Hialina, Elástica e
Fibrosa.
1. Cartilagem
colágenas
hialina
somente
fibras
moderadamente
distribuídas
na
matriz.
2. Cartilagem elástica
- Apresenta, além
das
fibras colágenas, grande número de fibras
elásticas.
3. Cartilagem fibrosa
colágenas.
Tecido
rico
em
fibras
 • Tecido Adiposo: O tecido adiposo é um tipo de tecido conjuntivo frouxo no qual
Tecido Adiposo: O tecido adiposo é um tipo de
tecido conjuntivo frouxo no qual há células
especializadas no armazenamento de gordura.
Sua principal localização no corpo é sob a
pele.
 • Tecido Conjuntivo Ósseo: O tecido ósseo é um tecido conjuntivo de sustentação. Ocorre nos
• Tecido Conjuntivo Ósseo:
O tecido
ósseo
é
um
tecido
conjuntivo de
sustentação. Ocorre nos ossos do esqueleto dos
vertebrados, onde é o tecido mais abundante.
Sua principal função é a sustentação
esquelética, mas também atua na fixação dos
músculos e proteção dos órgãos.
  De forma geral, pode-se dividir o tecido ósseo em dois tipos: o Esponjoso e
 De forma geral, pode-se dividir o tecido ósseo em
dois tipos: o Esponjoso e o Compacto.
1. Tecido ósseo esponjoso - Apresenta espaços
medulares mais amplos, sendo formados por
várias trabéculas, que dão aspecto poroso
tecido
ao
2. Tecido
ósseo
compacto
- Praticamente não
apresenta espaços medulares, possuindo, no
entanto, além dos canalículos, um conjunto de
canais
que
são percorridos
por nervos
e
vasos
sanguíneos.
O Esqueleto Humano  • O esqueleto humano adulto é composto por 206 ossos, dividindo-se em
O Esqueleto Humano
O esqueleto humano adulto é composto por
206 ossos, dividindo-se em duas partes: Axial
e Apendicular.
1. Axial:
Constituído
pelo
crânio,
coluna
vertebral, costelas e esterno.
2. Apendicular:
Formado
pelas
cinturas
escapular e pélvica.
SANGUE  • Embora seja um fluído, o sangue é considerado um tecido conjuntivo.
SANGUE
Embora seja um fluído, o sangue é
considerado um tecido conjuntivo.
 • Funções do Sangue: O Sangue cumpre três importantes funções no organismo: Transporte de substâncias,
• Funções do Sangue: O Sangue cumpre três
importantes funções no organismo: Transporte
de substâncias, Regulação da temperatura
corporal e proteção.
Te c i d o Hema t o p o i é t i c o
Te c i d o
Hema t o p o i é t i c o
O
sangue
é
formado
por
tecido
hematopoiético, encontrado principalmente na
medula vermelha
ossos.
presente
no
interior
dos
 • Duas linhagens de células tem origem a medula óssea: As células Linfoides. Meiloides e
Duas linhagens de células tem
origem
a
medula óssea: As células
Linfoides.
Meiloides
e
as
partir da
células
1. O tecido Meiloides se encontra em ossos longos
(úmero e fêmur), ossos chatos (esterno e crânio), nas
costelas, vértebras e osso do quadril. Ele produz
glóbulos vermelhos, alguns tipos de glóbulos brancos
e plaquetas.
2. O tecido Linfóide produz apenas glóbulos brancos,
de dois tipos específicos: os monócitos e linfócitos.
Estes tecidos participam do sistema imunitário.
Comp o s i ç ã o d o Sa n g u e  •
Comp o s i ç ã o
d o
Sa n g u e
No sangue encontramos o Plasma Sanguíneo,
Hemácia, Leucócitos e as plaquetas.
É o componente líquido do sangue, no qual as células sanguíneas estão suspensas.  Agem na
É o componente líquido do sangue, no
qual as células sanguíneas estão suspensas.
Agem
na
proteção
do
corpo
contra
agentes
estranhos.

PLASMA:

HEMÁCIAS: São as células vermelhas do sangue.

LEUCÓCITOS: São as células brancas do sangue, chamadas assim pela ausência de hemoglobina.

Plaquetas: São células do sangue, produzidas na medula óssea, e que participam do processo de coagulação sanguínea (formação de um coágulo que interrompe o sangramento).


IMUNIDADE  • O Corpo humano tem um extraordinário sistema de defesa, capaz de proteger o
IMUNIDADE
O Corpo humano tem um extraordinário
sistema de defesa, capaz de proteger o
individuo de constantes invasões de bactérias,
vírus, fungos e etc.
 • Linhas de defesa: Existem três linhas de defesas distintas contra microrganismos invasores, sendo a
Linhas de defesa:
Existem três
linhas de
defesas
distintas
contra
microrganismos
invasores, sendo a primeira formada pela pele
e mucosas, a segunda é a reação não
específica de defesa, que se constituem na
liberação de substâncias químicas
e
na
atividade da célula de defesa, e a terceira é a
imunidade propriamente dita, e específica, se
modificando para combater até mesmo
organismos desconhecidos.
 Uma das características da terceira linha de defesa, é o envolvimento de dois tipos de
Uma das características da
terceira
linha
de
defesa,
é
o
envolvimento
de
dois
tipos de
respostas: A imunidade Humoral e a imunidade
Celular.
 • Imunização Passiva ou Ativa: Ela envolve a participação de anticorpos específicos contra determinados antígeno
• Imunização Passiva ou Ativa: Ela envolve a
participação de anticorpos específicos contra
determinados antígeno e pode ser Passiva ou
Ativa.
 • Imunização Passiva: A imunização passiva é obtida pela transferência ao indivíduo de anticorpos produzidos
• Imunização Passiva: A imunização passiva é
obtida pela transferência ao indivíduo de
anticorpos produzidos por um animal ou outro
ser humano. Esse tipo de imunidade produz
uma rápida e eficiente proteção, que, contudo,
é temporária, durando em média poucas
semanas ou meses.
• Imunização Ativa: A imunização ativa ocorre
quando o próprio sistema imune do indivíduo,
ao entrar em contato com uma substância
estranha ao organismo, responde produzindo
anticorpos e células imunes

