Você está na página 1de 21

ATENÇÃO

ATENÇÃO
• William James (1890)
• Teoria: fluxo de consciência
• Somente podemos ter consciência de uma coisa de cada vez

• “atenção é tomar posse na mente, de forma clara e vivida, de


um de entre os vários objetos ou linhas de raciocínio
simultaneamente possíveis. A essência da consciência é a
focalização e a concentração. Isto implica um retraimento de
algumas coisas para lidar de forma efetiva com outras”
ATENÇÃO
• Prestar atenção é focalizar a consciência, concentrando os processos mentais
em uma única tarefa principal e colocando as demais em segundo plano
(LENT, 2005). Dentre os muitos estímulos que nos atingem, somos capazes
de focalizar apenas um, ou seja, selecionar um e ao mesmo tempo desprezar
outros.
ATENÇÃO
• FUNÇÃO CRUCIAL QUE PERMITE AO INDIVÍDUO A INTERAÇÃO
EFICAZ COM O AMBIENTE
• PERMITE SELECIONAR QUAL ESTÍMULO SERÁ ANALIZADO EM
DETALHES, QUAL SERÁ SELECIONADO PARA GUIAR NOSSO
COMPORTAMENTO
ATENÇÃO
• CAPACIDADE DO INDIVIDUO EM RESPONDER
PREDOMINANTEMENTE AOS ESTÍMULOS QUE LHE SÃO
SIGNIFICATIVOS EM DETRIMENTO DE OUTROS
ATENÇÃO
DIVISÃO MULTIFATORIAL
• COM RELAÇÃO A SUA NATUREZA/ORIGEM:
-VOLUNTÁRIA OU CONTROLADA
- INVOLUNTÁRIA OU AUTOMÁTICA
(DALGALARRONDO, 2000)
ATENÇÃO VOLUNTÁRIA
• ENVOLVE SELEÇÃO ATIVA E DELIBERADA DO INDIVÍDUO EM
DETERMINADA ATIVIDADE
• LIGADA ÀS MOTIVAÇÕES, INTERESSES, EXPECTATIVAS
ATENÇÃO INVOLUNTÁRIA
• INDIVÍDUO NÃO É AGENTE DE ESCOLHA
• MEDIADA POR PROCESSAMENTO AUTOMÁTICO DA
INFORMAÇÃO
• NÃO REQUER CONTROLE CONSCIENTE
ATENÇÃO
DIVISÃO OPERACIONAL
• Atenção SELETIVA:
• CAPACIDADE DO INDIVÍDUO PRIVILEGIAR
DETERMINADOS ESTÍMULOS EM
DETRIMENTO DE OUTROS
ATENÇÃO SUSTENTADA
• CAPACIDADE DO INDIVÍDUO DE MANTER O FOCO
ATENCIONAL EM DETERMINADO ESTÍMULO OU SEQUÊNCIA
DE ESTÍMULOS DURANTE UM PERÍODO DE TEMPO PARA O
DESEMPENHO DE UMA TAREFA, COM O MESMO PADRÃO DE
CONSISTÊNCIA ( Sarter et al., 2001)
• PARA ALGUNS AUTORES SINONIMO DE ATENÇÃO
CONCENTRADA
ATENÇÃO ALTERNADA
• CAPACIDADE EM ALTERAR O FOCO ATENCIONAL, OU SEJA,
DESENGAJAR O FOCO DE UM ESTÍMULO E ENGAJAR EM
OUTRO.
ATENÇÃO DIVIDIDA
• ATENÇÃO DIVIDIDA PARA DUAS TAREFAS SIMULTANEAMENTE
• EXEMPLO: CONVERSAR ENQUANTO EXECUTA OUTRA TAREFA
ATENÇÃO
• PODE TER COMO FOCO OUTRAS COISAS ALÉM DA DOS
ESTÍMULOS SENSORIAIS:
• MEMÓRIAS
• PENSAMENTOS
ATENÇÃO

FOCO AMBIENTE EXTERNO FOCO AMBIENTE INTERNO


TAMBÉM CHAMADA COGNIÇÃO SELETIVA
PERCEPÇÃO SELETIVA

Lent, 2002
BASES NEURAIS DA ATENÇÃO
Luria :
• Porção superior do tronco encefálico,
• a região frontal,
• córtex límbico,
• e a formação reticular como importantes no processo de atenção.
Avaliação da Atenção
Fatores que influenciam a
avaliação:
• Cansaço • Níveis atencionais variam ao longo do
dia
• Sonolência
• Atenção compreende aspectos
• Uso de substâncias psicoativas cognitivos diferentes x tarefas
diferentes
• Álcool
• Atenção interpretada no contexto dos
déficits das síndromes disexecutivas
Atenção

Limites Compartilhados
• Habilidades perceptivas
• Memória
• Afeto
• Volição
TESTES COMUMENTE UTILIZADOS
• STROOP
• PROVA DE SELETIVIDADE DA ATENÇÃO
• ENVOLVE CONTROLE INIBITÓRIO
• Imagem Ilustrativa
• TAVIS – 3
• CPT - II
• AC
• D-2
• CANCELAMENTO, ARITMÉTICA, DÍGITOS - WISC IV