Você está na página 1de 29

A evolução das

motherboards
Giovanni Guimarães

Gigabyte Aorus Z390 XTREME


Primórdios
O primeiro microchip comercial foi lançado
pela Intel em 1971 e chamava-se 4004. Era
um chip bastante primitivo, que processava
instruções de 8 bits, transferia os dados
através de um barramento de apenas 4 bits
e operava a apenas apenas 740 kHz.
Na verdade, o 4004 era tão lento que
demorava 10 ciclos para processar cada
instrução, ou seja, ele processava apenas 74
mil instruções por segundo, entretanto era
cerca de 15 vezes mais rápido que o ENIAC
e permitiu o desenvolvimento das primeiras
calculadoras eletrônicas portáteis.
Pouco tempo depois, a Intel lançou um
processador de 8 bits, o 8008, que foi
logo substituído pelo 8080, uma versão
aperfeiçoada que fez sucesso durante
muitos anos.
Ainda era um processador de 8 bits, mas muito mais rápido que o 8008 e
oferecia suporte a algumas instruções de 16 bits, que podiam ser
carregadas com a ajuda de três pares de registradores. Ele operava a 2 MHz
e era capaz de processar 500 mil instruções por segundo, o que na época
era um valor assombroso. Era capaz de acessar incríveis 64 kbytes de
memória, mais do que qualquer mortal poderia sonhar…
Em 1977 a AMD passou a vender • O 8080 foi o chip usado no Altair
um clone do 8080, inaugurando a 8800 que, lançado no final de
disputa Intel x AMD, que continua 1974, é considerado por muitos
até os dias de hoje. o primeiro computador pessoal
da história.
Mesmo nos cursos de
programação, tudo era feito em
papel e apenas os mais sortudos
tinham a chance de rodar os
programas em um computador
real.
O Altair foi seguido por muitos
computadores pessoais de 8 bits,
como o Apple I, Apple II e o ZX-80.

Apple I
Apple II - processador de 8 bits operando a apenas 1 MHz, ZX 80 - era baseado no chip NEC-780C, um clone do
com 4 KB de memória RAM. Z80, que operava a 3.25 MHz.
8086/8088

Depois de quase um ano de


desenvolvimento, o projeto
rendeu frutos e o primeiro
PC foi lançado em 12 de
agosto de 1981.
O 8088 é capaz de acessar
64KB, e funciona a 4.77
MHz.
Olha, que lindo!
IBM PC
A grande diferença entre os dois é
que o 8086 é um processador de 16
bits “puro”, enquanto o 8088 se
comunica com os demais periféricos
usando um barramento de 8 bits.
Isso naturalmente prejudicava o
desempenho, mas trouxe uma
vantagem importante: a
possibilidade de usar os
componentes de 8 bits usados em
outros computadores da época, que
eram muito mais populares e Motherboard do IBM PC

baratos.
Voltando à história, dois
anos depois (1983) foi
lançado o PC XT
(extended), que apesar
de continuar usando o
8088 de 4.77 MHz, vinha
bem mais incrementado,
com 256 KB de RAM,
disco rígido de 10 MB,
monitor CGA e o MS-DOS
2.0.

IBM PC-XT
80286
Depois do XT, o próximo passo foi o PC AT,
(Advanced Tecnology) que foi o primeiro
PC baseado no Intel 286. Ele usava uma
versão de 6 MHz do processador (depois
surgiram versões mais rápidas, de 8, 12 e
até 16 MHz), HD de 10 MB, monitor EGA
(640×350, com 64 cores) e já usava
disquetes de 5¼ de 1.2 MB.
Além de novas instruções, de utilizar um
barramento de 16 bits, veioa possibilidade
de usar periféricos mais avançados,
incluindo placas de vídeo VGA e
controladoras de disco mais rápidas.
IBM PC AT 286
Placa ISA de Extensão: Porta Paralela Motherboard do IBM PC AT 286
A utilização de palavras binárias de 16 Uma característica
bits tanto interna quanto externamente; interessante deste
microprocessador é a falta de
Modos de operação (Modo real e uma instrução para passar do
protegido) modo protegido para o modo
Acesso a até 16 MB de memória real, o que acabou
restringindo seu uso apenas
(através dos 24 bits de endereçamento) como um 8088 mais rápido
Multitarefa não utilizando-se dos seus
recursos adicionais
Memória virtual em disco disponiveis somente no
Memória protegida modo protegido.
80386
Em outubro de 1985 a Intel lançou
o 386, que marcou o início dos
tempos modernos, trazendo a
primeira encarnação da
arquitetura de 32 bits que
continua em uso basicamente até
os dias de hoje.
Era possível instalar um co-
processador matemático.

4 MB de memória, com direito a coprocessador aritmético!


Processador Intel

Socket
Processador AMD
Memória SIMM-30 - 70 ns
80486
• Modelos DX, SX, SL
• 4X mais transistores que o 386
• Co-Processador integrado
• Cache L1 de 8Kb
• Pipeline
Slots de expansão ISA, VESA e PCi
Conctores IDE “onboard”
Memórias SIMM-30 e SIMM-72

Intel i486SX,
Intel i486DX,
Intel i486DX2,
Intel i486DX4,
AMD Am486SX,
AMD Am486DX,
AMD Am486DX2,
AMD Am486DX4.
Socket 3 Motherboard + Processador AMD 486
Pentium
Slots de expansão ISA e PCi
Conctores IDE “onboard”
Memórias SIMM-72

Além do Pentium MMX,


o Socket 7 suporta os
processadores AMD,
tais como: K5, K6, K6-2,
K6-III, K6-2+, K6-III+,
6x86, 6X86MX, MII, etc.
Socket 7 Motherboard Intel
Pentium II e III

Pentium III

Processador Pentium II
Slot I Motherboard Intel - Slot 1
AMD X INTEL
• Possui 16 registradores de • Pentium Extreme Edition#
propósito geral (GPR) de 64 bits. Presler 3.46 GHz 1066 MHz /
Pode acessar até 1 TB de memória 8.5 GB/s
física e 256 TB de memória virtual; • 16 KB L1 data + 12 KB L1 instruction
Por Núcleo / 2 MB L2 Por Núcleo
• Suporta instruções 3DNow!, MMX,
SSE, SSE2 e SSE3 (modelos mais • Hyperthreading, suporte ao EM64T
novos); e eXecute Disable bit (equivalente
ao No eXecute bit da AMD),
• 64 KB de cache L1 de instruções e • Processador com Núcleo Duplo, 31
64 KB de cache L1 de dados; stages pipeline,
• 512 KB ou 1 MB de cache L2; • instruções MMX / SSE / SSE2 / SSE3
• Tecnologia de 130 nm, 90nm ou
65nm;
• Comparativo
Motherboard N68C-M SOCKET AM2+/AM3 Motherboard GA-8I945GMF Socket 775 - DDR2
DDR3
• Intel® Socket 1150 para 4 ª Geração
• 2 x DIMM, 16GB, DDR3 1600/1333/1066 MHz
• Processador gráfico integrado
• Suporte a saída Multi-VGA: portas DVI / RGB
- Suporta DVI com no máx. resolução 1920 x 1200 a 60 Hz
- Suporta RGB com máx. resolução 1920 x 1200 @ 60 Hz
• Memória compartilhada máxima de 1024 MB
• Slots de Expansão 1 x PCIe x16 e 2 x PCIe 2.0 x1
• Armazenamento 2 x Portas SATA 6Gb/s, 2 x
Portas SATA 3Gb/s
• LAN Gigabit
• Áudio de alta definição e 8 canais
• USB 2 x Portas USB 3.1 / 6 x Portas USB 2.0
Motherboard ASUS H81M-K Socket 775 - DDR3
DDR4
CPU: Suporte para 8ª Geração Intel LGA1151
Memória: 4DDR4 DIMM até 64 GB DDR4 4133 MHz
Gráficos: 1 x porta HDMI, suportando uma resolução máxima
de 4096x2160
Audio: Áudio de alta definição - 2/4/ 5.1/ 7.1 canais - saída
S/PDIF
Interface de 802.11a /b /g /n /ac, 2.4/5GHz BLUETOOTH 5
Slots de Expansão: 1 x slot PCI Express x16, 1 x slot PCI Express
x16, rodando a x8, 1 x slot PCI Express x16, rodando a x4, 3
slots PCI Express x1
Armazenamento: 1 x conector M.2, 6 x conectores SATA de 6
Gb/s, Suporte para RAID 0, RAID 1, RAID 5 e RAID 10 * -
Memória Intel Optane
USB - 1 x porta USB Type-C 3.1, 7 x portas USB 3.1

Motherboard Gigabyte Z390, Intel LGA 1151, DDR4


Sockets LGA1156
LGA 1156 também conhecido como
Soquete H, é um padrão de soquetes
que foi desenvolvida pela Intel, e
projetada para substituir o modelo
popular de soquete, a LGA 775. Sendo
direcionado como modelo padrão da
Intel, a soquete LGA 1156 é usado para
processadores core I3, I5 e I7 da
primeira geração (Nehalem), Dual Core
linha G e a linha Xeon.
LGA 1156
LGA 1155
Também conhecido como Soquete H2 é um soquete
que foi desenvolvido pela Intel, especificamente para a
microarquitetura Sandy Bridge e Ivy Bridge, para
substituir o antigo LGA 1156.
Processadores do soquete LGA 1155 não são
compatíveis com o soquete LGA 1156 visto que a
disposição dos pinos é diferente. Contudo o cooler
pode ser usado no nos dois soquetes (LGA 1155 e
1156), desde que os processadores tenham as mesmas
dimensões, perfil de construção e o mesmo TDP.[1]
Processadores compatíveis: Cores i3, i5 e i7 de segunda
e terceira geração
LGA 1155
LGA 1150
• Soquete da Intel usado nos processadores
que pertencem às gerações Haswell e
Broadwell (ou de quarta e quinta
gerações). Assim como é norma entre os
sistemas da Intel, eles apresentam pinos e
permitem o encaixe de uma enorme
quantidade de processadores.
• O número 1150 refere-se à quantidade de
pinos, enquanto que a sigla LGA determina
o modelo de soquete, nesse caso disposto
numa superfície horizontal.
LGA 1150
LGA 1151
O soquete LGA1151 estreou com
o lançamento da arquitetura da
Intel, conhecida como Skylake,
Kabi Lake e Coffee Lake (sexta
geração).
Os processadores dessa família de
CPUs rompem, portanto, com o
LGA1150, usado nas séries
anteriores.
Processador LGA 1151
LGA 2011
É um soquete destinado ao uso em
placas para computadores top de
linha, que recebem processadores
Core i7 Extreme da Intel, ou em
servidores, que usam as CPUs Xeon.
Apesar da base ser sempre a mesma,
cada nova série de processadores
Extreme da Intel acaba introduzindo
pequenas revisões na plataforma. A
mais atual, por exemplo, é a LGA2011
v3 (também listado como LGA2011-3).

LGA 2011