Você está na página 1de 8

CAPÍTULO IV

DOS DEVERES ESPECIAIS EM


RELAÇÃO À CLASSE

Prof. Inez Eggers


Art. 9° Ao Profissional de Administração caberá
observar as seguintes normas com relação à
classe:
I - prestigiar as entidades de classe,
propugnando pela defesa da dignidade e dos
direitos profissionais, a harmonia e a coesão
da categoria;
II - apoiar as iniciativas e os movimentos
legítimos de defesa dos interesses da classe,
participando efetivamente de seus órgãos
representativos, quando solicitado ou eleito;
III - aceitar e desempenhar, com zelo e
eficiência, quaisquer cargos ou funções, nas
entidades de classe, justificando sua recusa
quando, em caso extremo, achar-se
impossibilitado de servi-las;
IV - servir-se de posição, cargo ou função que
desempenhe nos órgãos de classe, em
benefício exclusivo da classe;
V - difundir e aprimorar a Administração como
ciência e como profissão;
VI - cumprir com suas obrigações junto às
entidades de classe às quais se associou,
inclusive no que se refere ao pagamento de
contribuições, taxas e emolumentos
legalmente estabelecidos;
VII - acatar e respeitar as deliberações dos
Conselhos Federal e Regional de
Administração
REGULAMENTO DO PROCESSO ÉTICO DO SISTEMA CFA/CRAS
DISPOSIÇÕES GERAIS
Art. 1º O presente Regulamento trata das regras processuais
relativas à tramitação dos processos éticos instaurados no
âmbito do Sistema CFA/CRAs.
Art. 2° Os Conselhos Federal e Regionais de Administração, quando
da instauração e tramitação do processo ético, obedecerão,
dentre outros, os princípios da legalidade, finalidade,
moralidade, ampla defesa, contraditório e eficiência.
Art. 3° O processo ético somente poderá ser instaurado contra
Profissional de Administração legalmente registrado em
Conselho Regional de Administração.
Parágrafo único. Para os fins deste Regulamento, considera-se
interessado todo aquele em relação ao qual foi instaurado o
processo ético.
Desvio de conduta no local de
trabalho
Tipos de desvio de conduta:
 Desvio relacionado à produção: aquele que prejudica
a qualidade e a quantidade do trabalho produzido.
 Desvio de propriedade: comportamento antiético
cujo alvo é a propriedade ou os produtos da empresa.
 Desvio de natureza política: é usar a influência
pessoal para prejudicar outras pessoas na empresa.
 Agressão pessoal: comportamento hostil ou
agressivo.
Desvio de conduta no local de
trabalho
Organizacional

Desvio relacionado à produção Desvio de propriedade


•Sair antes do término do expediente •Sabotar equipamentos
•Fazer um número excessivo de •Aceitar propinas
intervalos •Mentir sobre número de horas
•Trabalhar de modo mais lento trabalhadas
•Desperdiçar recursos •Furtar empresa

Menor Grave
importância
Agressão pessoal
Desvio de conduta de natureza
•Assédio sexual
política
•Assédio moral
•Mostrar favoritismo
•Linguagem abusiva
•Fofocar sobre colegas
•Furto de bens de colegas
•Culpar colegas
•Colocar os colegas em situação de
•Competir de modo prejudicial
perigo
Interpessoal