Você está na página 1de 44

Tema 1 - Introdução a

Contabilidade

Disciplina: Contabilidade Básica I


Curso: Ciências Contábeis
Docente: Lívia Santos de Miranda
Eunápolis (BA)
Professora Lívia
Fevereiro de 2021
Conteúdos Programáticos
1 INTRODUÇÃO A CONTABILIDADE
1.1 Breve origem e evolução da Contabilidade;
1.2 Contabilidade;
1.2.1 Conceito;
1.2.2 Aplicação da contabilidade;
1.2.3 Objeto e objetivos;
1.2.4 Usuários da contabilidade;
1.2.5 Para quem é mantida a contabilidade?
1.3 Funções da Contabilidade e técnicas contábeis;
1.4 Introdução às Normas Brasileiras de Contabilidade (NBC);
Professora
Professora Lívia
Lívia
1 BREVE ORIGEM E EVOLUÇÃO DA CONTABILIDADE

Existem indícios da prática de contabilidade Eu preciso contabilizar


há séculos. quantos dentes de
dinossauro eu tenho!!!

Professora Lívia
Os documentos comerciais mais antigos datam de cerca de 3.500 a.C., e foram
encontrados na civilização sumério-babilônica.

Professora Lívia
A  contabilidade  já  existia  de  forma  profissional  no antigo Egito,
exercida por um escriba, que era um especialista em escrituração de
livros. (EZZAMEL,  1994).

Professora Lívia
Também existem provas da existência de escrituração de livros na China, durante a
dinastia Chou (1256-1122 a.C.), com objetivo de registrar a origem e destino dos
impostos arrecadados pelo governo imperial.
(MATHEWS e PERERA, 1991).

Professora Lívia
O grande salto, segundo Koliver (2008), ocorreu na Idade Média, por volta de
O grande salto, segundo Koliver (2008), ocorreu na Idade Média, por volta de
1202 na obra Líber Abaci, de Leonardo Fibonacci, de Pisa.
1202 na obra Líber Abaci, de Leonardo Fibonacci, de Pisa.
Para  historiadores  da  contabilidade  este  foi  o  ponto  de  partida para o
Para  historiadores  da  contabilidade  este  foi  o  ponto  de  partida para o
desenvolvimento
desenvolvimentodedeum
umsistema
sistemacontábil,
contábil,com
comregistro
registrodedetransações
transaçõesdedecrédito
créditoee
avaliação
avaliaçãodededesempenho,
desempenho,entre
entreoutras operações. .
outrasoperações

Professora Lívia
Este desenvolvimento gradativo nos séculos XIII, XIV
Este desenvolvimento gradativo nos séculos XIII, XIV
eeXV culminou com a publicação da obra Summa
XV culminou com a publicação da obra Summa de de
Arithmetica,
Arithmetica,Geometria
GeometriaProportione
ProportioneetetProportionalitá;
Proportionalitá;
Em um de seus capítulos contém:
Em um de seus capítulos contém:
OOTractatus XI
Tractatus XI
Particularis
Particularis de
 de Computis
 Computis et et Scripturis
 Scripturis
Com
Com a a descrição
 descrição do
 do método
 método das
 daspartidas
partidasdobradas,
dobradas,
em
em1494,
1494,por
porLuca
LucaBartolomeu
BartolomeuPacioli.
Pacioli.

Professora Lívia
Professora Lívia
Professora Lívia
Mudanças na Contabilidade

Quebra da bolsa no Prática contábil


1970 Brasil desregulada

Regras de
1971 Edição da Circular 179
apresentação das DC

Lançamento do Livro
1975 Contabilidade
Introdutória
Princípios,
1976 Edição da Lei das SA uniformidade e
transparência

Prática contábil
Adoção das IFRS
internacional
2010 Novo Status,
Prerrogativas CFC surge o profissional da
contabilidade
Professora Lívia
CONCEITO

Sá (2002, p.46) a conceitua do seguinte modo:

“Contabilidade é a ciência que estuda os fenômenos


patrimoniais, preocupando-se com realidades, evidências e
comportamentos dos mesmos, em relação à eficácia
funcional das células sociais”.

Professora Lívia
Neves (2004, p.2) define:
A contabilidade é uma ciência que desenvolveu uma metodologia
própria com a finalidade de:

• controlar o patrimônio das aziendas.


• apurar o redito (resultado) das atividades das aziendas.
• prestar informações às pessoas que tenham interesse na
avaliação da situação patrimonial e do desempenho dessas
entidades.

Professora Lívia
Marion (2009, p. 28)
CONCEITO
CONCEITO
A Contabilidade é o instrumento que fornece o máximo de informações úteis
para a tomada de decisões dentro e fora da empresa. Ela é muito antiga e
sempre existiu para auxiliar as pessoas a tomarem decisões. Com o passar
do tempo, o governo começa a utilizar-se dela para arrecadar impostos a
torna obrigatória para a maioria das empresas.

Uma empresa sem boa contabilidade é como um barco


à deriva ao sabor dos ventos.
Professora Lívia
Contabilidade
Escreve, oficializa
É a ciência que registra os
Possuem denominador financeiro comum

acontecimentos verificados
no patrimônio de uma entidade
Conjunto de bens direitos e obrigações
Campo de aplicação da contabilidade
Estudar o campo de aplicação da contabilidade significa saber onde ela é utilizada, ou seja, em que os
contadores trabalham.
Assim, o campo de aplicação da contabilidade abrange todas as entidades econômico-administrativas.
Entidades econômico-administrativas são organizações que reúnem os seguintes elementos: pessoas,
patrimônio, titular, capital, ação administrativa e fim determinado.

Quanto ao fim a que se destinam, as entidades econômico-administrativas podem ser assim classificadas:

a) entidades com fins econômicos — denominadas empresas, visam ao lucro para preservar e/ou
aumentar o patrimônio líquido. Exemplo: empresas comerciais, industriais, agrícolas, prestadoras de
serviços etc.;
b) entidades com fins socioeconômicos — intituladas instituições, visam ao superavit que reverterá em
benefício de seus integrantes. Exemplo: associações de classe, clubes sociais etc.;
c) entidades com fins sociais — também chamadas instituições, têm por obrigação atender às
necessidades da coletividade a que pertencem. Exemplo: a União, os Estados e os município.
Professora Lívia
Marion (2009, p. 28-29)
APLICAÇÃO DA CONTABILIDADE

Contabilidade Geral Contabilidade Financeira


Diversos ramos de atividade:

Comercial Contabilidade Comercial


Industrial Contabilidade Industrial
Pública Contabilidade Pública
Bancária Contabilidade Bancária
Hospitalar Contabilidade Hospitalar
Agropecuária Contabilidade Agropecuária
de Seguros Contabilidade Securitária
etc.
Professora Lívia
OBJETO

 A contabilidade tem como objeto de estudo o patrimônio das


entidades econômico-administrativas.

 o conjunto de bens, direitos e obrigações pertencentes a uma ou


mais pessoas, em seus aspectos estático ( econômico e
financeiro) e dinâmico (variações sofridas pela riqueza patrimonial)
e nos seus aspectos qualitativos e quantitativos.

Professora Lívia
OBJETIVO CIENTÍFICO - CFC
[...]manifesta-se na correta apresentação do Patrimônio e na apreensão e
análise das causas das suas mutações.

[...]Já sob ótica pragmática, a aplicação da Contabilidade a uma Entidade


particularizada, busca prover os usuários com informações sobre
aspectos de natureza econômica, financeira e física do Patrimônio da
Entidade e suas mutações, o que compreende registros, demonstrações,
análises, diagnósticos e prognósticos, expressos sob a forma de relatos,
pareceres, tabelas, planilhas e outros meios. (CFC, 2008, p. 22)

Professora Lívia
O que podemos concluir?
 Que o objetivo da Contabilidade é fornecer
informações fidedignas e tempestivas sobre o
patrimônio e sobre o resultado da entidade aos
diversos usuários da informação contábil.
E nesse aspecto, vale salientar que,
fundamentalmente, a Contabilidade deve propiciar
condições para que a administração possa tomar
decisões mais racionais para preservação, ampliação
do patrimônio e, consequente, continuidade da
entidade.
Professora Lívia
CAMPO DE ATUAÇÃO:
Consideravelmente
Consideravelmenteamplo,
amplo,mas
masem emgeral
geralsão
sãoasasaziendas.
aziendas.
Aziendas
Aziendasrepresentam
representamentidades
entidadeseconômico-administrativos,
econômico-administrativos,são sãoentidades
entidadesque
que
para
para atingir
atingir seus
seus objetivos,
objetivos, seja
seja ele
ele econômico
econômico ouou social,
social, necessitam
necessitam dada
contabilidade
contabilidade para
para controlar,
controlar, registrar
registrar ee administrar
administrar seu
seu patrimônio.
patrimônio. EX:
EX:
Empresas,
Empresas,governo,
governo,fundações,
fundações,clubes,
clubes,entidades
entidadessociais.
sociais.

METODOLOGIA:
Captar,
Captar,registrar,
registrar,acumular,
acumular,resumir
resumireeinterpretar
interpretarososfenômenos
fenômenosque
queafetam
afetamasas
situações
situaçõespatrimoniais,
patrimoniais,financeiras
financeiraseeeconômicas;
econômicas;

Professora Lívia
Uma Empresa NÃO É um CORPO ISOLADO
Conquistar Mercado Ganhar Dinheiro

AMBIENTE
Sociedade Cultura

Fornecedores EMPRESA Clientes

Governo
Concorrentes

Exercer seu papel social Integração entre as funções


Marion (2009)

ÚNICO DIRECIONAMENTO
Professora Lívia
 O patrimônio empresarial não fica paralisado, pelo
contrário, está em constante mudança, devido às
operações realizadas a cada dia pela empresa.
 De acordo com Crepaldi (2013), o fato de o patrimônio
empresarial não ser estático, alterando-se a cada
operação, e sabendo que o volume de transações requer
um controle próprio, a contabilidade deverá ser feita de
forma coordenada, a ponto que a informação produzida
seja:
Professora Lívia
a) confiável, os trabalhos devem inspirar confiança, dando segurança ao
usuário que recebe as informações;
b) ágil, mesmo quando apresentado um ótimo trabalho, porém se não for
apresentado em tempo hábil, perde o sentido da informação;
c) elucidativa, é importante identificar o grau de conhecimento dos usuários,
pois é primordial para que os trabalhos sejam elucidativos; e,
d) fonte para a tomada de decisão, pois nenhuma decisão quando trata-se de
negócios é tomada sem um planejamento, de uma vez que está em jogo o
patrimônio da empresa, assim utiliza-se da contabilidade como ferramenta
para o auxílio nas decisões a serem tomadas.

Professora Lívia
Marion (2009, p. 29)
USUÁRIOS DA CONTABILIDADE

Fornecedores
Investidores Bancos

Funcionários Sindicatos
EMPRESA

Concorrentes Órgãos de Classe

Governos Outros
Professora Lívia
INFORMAÇÃO CONTÁBIL
Interessa
Interessaaavários
váriosgrupos
gruposdedepessoas,
pessoas,variando
variandooograu
grau
de
deprofundidade
profundidadeeeanálise.
análise.

Sócios,
Sócios,Acionistas;
Acionistas;
Administradores,
Administradores,Diretores,
Diretores,Executivos;
Executivos;
Bancos,
Bancos,Capitalistas,
Capitalistas,Credores;
Credores;
Governo
GovernoeeEconomistas
EconomistasGovernamentais
Governamentais
Pessoas
PessoasFísicas
Físicasentre
entreoutros
outros
Professora Lívia
FINALIDADE DA INFORMAÇÃO CONTÁBIL

Controle;
Planejamento;
Subsidiar o Tomador de Decisão da empresa com
informação qualificada.

Professora Lívia
Marion (2009, p. 30)
PARA QUEM É MANTIDA A CONTABILIDADE

AAContabilidade
Contabilidadepode
podeser
serfeita
feitapara
paraPessoa
PessoaFísica
Físicaou
ou
Pessoa
PessoaJurídica.
Jurídica.Considera-se
Considera-sepessoa,
pessoa,juridicamente
juridicamente
falando,
falando,todo
todoser
sercapaz
capazdededireitos
direitoseeobrigações.
obrigações.

PESSOA
PESSOAFÍSICA
FÍSICAééaapessoa
pessoanatural,
natural,éétodo
todoser
ser
humano,
humano,
éétodo
todoindivíduo
indivíduo(sem
(semqualquer
qualquerexceção).
exceção).
Professora Lívia
Marion (2009, p. 30)
PARA QUEM É MANTIDA A CONTABILIDADE?
PARA QUEM É MANTIDA A CONTABILIDADE?

PESSOA JURÍDICA é a união de indivíduos que, através de um contrato reconhecido


PESSOA JURÍDICA é a união de indivíduos que, através de um contrato reconhecido
por lei, formam uma nova pessoa, com personalidade distinta da de seus membros. As
por lei, formam uma nova pessoa, com personalidade distinta da de seus membros. As
pessoas jurídicas podem ter fins lucrativos (empresas industriais, comerciais etc.) ou não
pessoas jurídicas podem ter fins lucrativos (empresas industriais, comerciais etc.) ou não
(cooperativas, associações culturais, religiosas etc.). Normalmente, as pessoas jurídicas
(cooperativas, associações culturais, religiosas etc.). Normalmente, as pessoas jurídicas
denominam-se empresas.
denominam-se empresas.
Entidade Contábil – Pessoa para quem é mantida a contabilidade, podendo ser pessoa
Entidade Contábil – Pessoa para quem é mantida a contabilidade, podendo ser pessoa
jurídica ou física.
jurídica ou física.
Professora Lívia
Marion (2009, p. 30-31)
O PROFISSIONAL CONTÁBIL

Técnico de Contabilidade – Curso de Contabilidade em


nível de 2º grau
O PROFISSIONAL CONTÁBIL

Contador ou Bacharel em Ciências Contábeis – Curso


Superior (3º grau) de Contabilidade.
Denominados : CONTABILISTAS

Responsáveis pela contabilidade das empresas, analistas


de balanços, pesquisadores contábeis etc.
Professora Lívia
Marion (2009, p. 30-31)
O PROFISSIONAL CONTÁBIL

Atividades exclusivas do Contador:

Auditoria: Exame e verificação da exatidão dos procedimentos contábeis.

Perícia contábil: investigação contábil de empresa motivada por uma questão judicial
(solicitada pela justiça).

Professor de Contabilidade: o contador pode ser professor de curso técnico. Para ser
professor de curso superior exige-se pós-graduação.

Professora Lívia
Marion (2009, p. 30-31)
Conselho de
A Contabilidade Administração
nas
Empresas
Presidente

Comercial Manufatura Adm. / Finanças

Administração Tesoureiro Controller

Gerência de
Orçamento Contas a Contab. Contab. Depto.
Crédito e
de Capital Pagar de Custos Financeira Fiscal
Cobrança
Professora Lívia
FUNÇÕES DA CONTABILIDADE

O QUE É CONTABILIDADE?

CONTABILIDADE (CIÊNCIA)

MÉTODO

FUNÇÃO ADMINISTRATIVA FUNÇÃO ECONÔMICA

CONTROLAR O APURAR O
PATRIMÔNIO RÉDITO

PRESTAR INFORMAÇÕES
Professora Lívia
FUNÇÃO ADMINISTRATIVA DA CONTABILIDADE
Controlar o PATRIMÔNIO:

“È o objeto da Contabilidade, é o conjunto de bens, direitos e obrigações avaliados em


moeda pertencentes a uma pessoa (RIBEIRO, 1997, p39).”

Bens: são as coisas capazes de satisfazer as necessidades humanas e suscetíveis


de avaliação econômica. Podem ser materiais ou imateriais.
- Bens materiais: são corpóreos ou tangíveis são os objetos que a empresa
tem para uso (armários, computadores, mesas etc), troca (mercadorias e dinheiro)
e consumo (materiais de limpeza e expediente)
- Bens imateriais: são os incorpóreos ou intangíveis correspondem a
determinados gastos, que a legislação brasileira determina que façam parte do
patrimônio EX: gastos com modernização, benfeitorias em propriedade de terceiros

Professora Lívia
Patrimônio
Patrimônio
BENS

Pelo Código Civil:

Bens Imóveis = Vinculados ao solo. Não podem ser retirados sem


destruição ouOUT PUT
dano: edifício, árvores etc.

Bens móveis = Podem ser removidos por si próprios ou por outras pessoas:
animais (semoventes), máquinas, equipamentos, estoques de mercadorias.

Professora Lívia
Direitos: são todos os valores que a
empresa tem para receber de terceiros,
tais como: duplicatas receber, aluguéis
a receber, clientes etc.
Obrigações: abrangem os valores que
a empresa tem que pagar a terceiros,
tais como: duplicatas a pagar, salários
a pagar, impostos a pagar,
fornecedores.

Professora Lívia
FUNÇÃO ECONÔMICA DA CONTABILIDADE
Apurar o RÉDITO:

“ È o resultado da diferença entre a receita e a despesas (VICECONTI, 11,2006)”

O resultado pode ser:


Positivo = receita > despesa
LUCRO
Negativo = despesa > receita
Nulo = receita = despesa PREJUÍZO

EQUILÍBRIO

Professora Lívia
Aspectos qualitativos e quantitativos do patrimônio
 A contabilidade estuda o patrimônio nos seus aspectos qualitativos e
quantitativos.
 O aspecto qualitativo refere-se à expressão dos componentes patrimoniais
segundo a natureza de cada um. Trata do detalhamento desses
componentes, segundo a sua espécie.
 O aspecto quantitativo refere-se à expressão dos componentes
patrimoniais em termos monetários.

Professora Lívia
TÉCNICAS CONTÁBEIS
o Escrituração: consiste no registro, em livros próprios (Diário, Razão, Caixa e Contas
Correntes), de todos os fatos administrativos, bem como dos atos administrativos relevantes
que ocorrem no dia a dia das empresas.

o Demonstração: são os relatórios técnicos que apresentam dados extraídos dos registros
contábeis da empresa. As demonstrações mais conhecidas são o Balanço Patrimonial e a
Demonstração do Resultado do Exercício;

o Auditoria ou revisão: é a verificação da exatidão dos dados contidos nas demonstrações


contábeis, através do exame minucioso dos registros de contabilidade e dos documentos
que deram origem a eles;

o Análise de Balanços ou das Demonstrações Contábeis: (análise das demonstrações


contábeis) — compreende o exame e a interpretação dos dados contidos nas
demonstrações contábeis, a fim de transformar esses dados em informações úteis aos
diversos usuários da contabilidade;
Professora Lívia
Professora Lívia
Lado Direito Lado Esquerdo
Nesta representação, coloca-se no lado esquerdo
Bens e Direitos e no lado direito, Obrigações Exigíveis.
Patrimônio
Patrimônio
Patrimônio
Patrimônio
PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Bens + Direitos – Obrigações Exigíveis = Patrimônio Líquido

Patrimônio Líquido = $ ???? O P.L. pode ser negativo ???

Professora Lívia
Patrimônio
Patrimônio
PATRIMÔNIO LÍQUIDO

PATRIMÔNIO DA CIA. TERESÓPOLIS


BENS + DIREITOS OBRIGAÇÕES EXIGÍVEIS

Bens 1.830 Obrigações 4.500


Direitos 2.800 Patrimônio Líquido 130
TOTAL 4.630 TOTAL 4.630

Patrimônio Líquido = $ 130

Bens + Direitos – Obrigações Exigíveis = Patrimônio Líquido

Professora Lívia
Patrimônio
Patrimônio

PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Para se conhecer a riqueza líquida da empresa (ou pessoa):


somam-se os bens e os direitos e, desse total, subtraem-se
as obrigações; os resultado é a riqueza líquida, ou seja, a
parte que sobra do patrimônio para a pessoa ou empresa.
Ela é denominada patrimônio líquido ou situação líquida.

Professora Lívia
MENSAGEM

Só aqueles que têm paciência para


fazer coisas simples com perfeição é
que irão adquirir habilidade para
fazer coisas difíceis com facilidade.

Johann Christoph Von Schiller

Professora Lívia