Você está na página 1de 9

PLANO DE ESTUDO PARA PROGRESSÃO PARCIAL – HISTÓRIA - 7º ANO

1. O aluno deverá pesquisar sobre os assuntos abaixo relacionados.

2. Entregar os trabalhos solicitados pelo professor nos prazos estabelecidos.

3. Comparecer nos períodos estipulados para fazer testes ou provas, quando deverão alcançar os objetivos
mínimos no Plano de Estudo.

CONTEÚDOS OBJETIVOS
• Identificar as classes formadoras da sociedade
feudal;
• Caracterizar as condições de vida na sociedade
feudal e identificar situações próximas nos dias
atuais;
Sociedade Feudal
• Analisar e compreender a servidão, no mundo
feudal, estabelecendo sua relação com a posse da
terra;
• Analisar a importância da Igreja no período
medieval, observandoque a cultura popular resistiu.

I. ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS

a) Trabalho Individual
Assunto: Castelos
Data da Entrega:

b) Prova
Data de Realização

II – Avaliação (Nota e apreciação sobre os objetivos alcançados) – USO EXCLUSIVO DO PROFESSOR.

_____________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

_________________________, _____ de abril de 2009

Professor (a) Aluno (a) ou Responsável


PLANO DE ESTUDO PARA PROGRESSÃO PARCIAL – HISTÓRIA - 7º ANO

PESQUISA

ENTREGA:

Pesquise o castelo de Windsor e responda:

1. Onde e em que data foi construído?

_____________________________________________________________________________________

2. Descreva o interior do castelo:

_____________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

3. Escreva alguns fatos marcantes que aconteceram no castelo.

_____________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

4. Qual a função do castelo nos dias atuais?

_____________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________

Fontes de pesquisa:

*Klickeducação:
http://www.klickeducacao.com.br/2006/enciclo/enciclove
rb/0,5977,PPR-10061,00.html

*Wikipedia:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Castelo_de_Windsor

Castelo de Windsor visto de cima


PLANO DE ESTUDO PARA PROGRESSÃO PARCIAL – HISTÓRIA - 7º ANO

TEXTO 01 – FEUDALISMO

I – Feudalismo

O feudalismo tem inicio com as invasões germânicas (bárbaras ), no século V, sobre o Império
Romano do Ocidente (Europa). As características gerais do feudalismo são: poder descentralizado (nas
mãos dos senhores feudais), economia baseada na agricultura e utilização do trabalho dos servos.

II - Conhecendo um feudo

Na Europa, durante a Idade Média (século V ao XV) o feudo era um terreno ou propriedade (bem
material) que o senhor feudal (nobre) concedia a outro nobre (vassalo). Em retribuição, o vassalo deveria
prestar serviços ao senhor feudal, pagar impostos e oferecer lealdade e segurança.
Um feudo medieval (território), geralmente, era constituído pelas seguintes instalações: castelo
fortificado (residência do nobre e sua família), vila camponesa (residência dos servos), área de plantio,
igreja ou capela, moinho, estábulo, celeiro, etc.
Como neste período a propriedade da terra era sinônimo de poder econômico, político e social,
eram comuns as guerras e batalhas pela disputa de feudos.

Representação

de um feudo.

1 - Castelo do senhor
2 - Torreão feudal
3 - Reserva senhorial
4 - Moinho
5 - Floresta
6 - Aldeia
7 - Terras arrendadas
8 - Terras baldias
9 - Áreas de arroteamento
III - Estrutura Política do Feudalismo

Prevaleceram na Idade Média as relações de vassalagem e suserania. O suserano era quem dava
um lote de terra ao vassalo, sendo que este último deveria prestar fidelidade e ajuda ao seu suserano. O
vassalo oferece ao senhor, ou suserano, fidelidade e trabalho, em troca de proteção e um lugar no sistema
de produção. As redes de vassalagem se estendiam por várias regiões, sendo o rei o suserano mais
poderoso.
Todos os poderes, jurídico, econômico e político concentravam-se nas mãos dos senhores feudais,
donos de lotes de terras (feudos). O poder político era descentralizado, pois cada feudo tinha suas leis e
impostos.

IV – Sociedade Feudal

A sociedade feudal era estática (com


pouca mobilidade social) e hierarquizada. A
nobreza feudal (senhores feudais, cavaleiros,
condes, duques, viscondes) era detentora de
terras e arrecadava impostos dos camponeses. O
clero (membros da Igreja Católica) tinha um
grande poder, pois era responsável pela proteção
espiritual da sociedade. Era isento de impostos e
arrecadava o dízimo. A terceira camada da
sociedade era formada pelos servos
(camponeses) e pequenos artesãos. Os servos deviam pagar várias taxas e tributos aos senhores feudais,
tais como: corvéia (trabalho de 3 a 4 dias nas terras do senhor feudal), talha (metade da produção),
banalidade (taxas pagas pela utilização do moinho e forno do senhor feudal).
A estrutura social praticamente não permitia mobilidade, sendo, portanto que a condição de um
indivíduo era determinada pelo nascimento, ou seja, quem nasce servo será sempre servo. Utilizando os
conceitos predominantes hoje, podemos dizer que, o trabalho, o esforço, a competência e etc, eram
características que não podiam alterar a condição social de um homem. O senhor (Suserano) era o
proprietário dos meios de produção, enquanto os servos representavam a grande massa de camponeses
que produziam a riqueza social.

Senhores Feudais – Nobres – Vassalos – Cavaleiros


Os Senhores tinham a posse legal da terra, poder político, militar, jurídico e religioso (quando era
um padre, bispo ou abade).
- Alta Nobreza (Rei, Duques, Condes, Clero)
- Pequena Nobreza (Barões e Simples Cavaleiros)
Os senhores feudais eram nobres que viveram na época da Idade Média (século V ao XV).
Possuíam muito poder político, militar e econômico. Eram proprietários dos feudos (unidades territoriais)
e possuíam muitos servos trabalhando
para ele. Também chamado de suserano
era o senhor que concedia o benefício,
enquanto que vassalo era o senhor que
recebia o benefício criando assim laços de
fidelidade. Cobravam vários impostos e
taxas destes servos, pela utilização das
terras do feudo. Viviam em castelos
fortificados e eram protegidos por
cavaleiros. Os senhores feudais faziam e
aplicavam as leis em seus domínios.
Frase Exemplo: Os senhores
feudais costumavam entrar em guerras
para ampliar seus domínios territoriais.
Explicação da frase: A guerra era
uma atividade comum na Idade Média.
Os senhores feudais costumavam invadir
militarmente os feudos de outros nobres
para obterem riquezas e terras.

Servos Relações de Vassalagem no Feudalismo


Os servos estavam presos a uma
série de obrigações aos senhores feudais, e, sendo praticamente escravos, só adquiriam a liberdade
mediante a um pagamento, mas isso era muito difícil.
Eram a grande massa da população, viviam na injustiça e miséria, então entravam em constantes
revoltas com os senhores feudais. Não terem a propriedade da terra e não poderem abandoná-la também
era uma outra injustiça.
Havia também outros dois tipos de trabalhadores:
Vilões – Viviam nas vilas e aldeias e não estavam presos a terra.Trabalhavam para os Senhores Feudais
com liberdade, em troca de proteção e recebiam um tratamento menos duro que os servos.
Ministeriais – Funcionários dos Senhores Feudais encarregados de cobrar impostos.
Os camponeses cultivavam em suas terras produtos dos Senhores Feudais e seus produtos próprios
também, mas no mercado, o produto dos Senhores Feudais tinha mais valor e mais preferência.
Na sociedade feudal, os poucos escravos que tinham, viviam na casa dos Senhores Feudais, se
dedicando aos afazeres domésticos.
Religião

Na Idade Média, a Igreja Católica dominava o


cenário religioso. Detentora do poder espiritual,
a Igreja influenciava o modo de pensar, a
psicologia e as formas de comportamento na
Idade Média. Os vitrais das igrejas traziam cenas
bíblicas, pois era uma forma didática e visual de
transmitir o evangelho para uma população
quase toda formada por analfabetos. A igreja
também tinha grande poder econômico, pois
possuía terras em grande quantidade e até
mesmo servos trabalhando. Os monges viviam
em mosteiros e eram responsáveis pela proteção
espiritual da sociedade. Passavam grande parte
do tempo rezando e copiando livros e a Bíblia.

Economia feudal Holy Trinity Church, Inglaterra


XIII – XIV séculos
A economia feudal baseava-se
principalmente na agricultura de subsistência (auto-suficiência). Existiam moedas na Idade Média, porém
eram pouco utilizadas. As trocas de produtos e mercadorias eram comuns na economia feudal. O feudo
era a base econômica deste período, pois quem tinha a terra possuía mais poder. O artesanato também era
praticado na Idade Média. A produção era baixa, pois as técnicas de trabalho agrícola eram extremamente
rudimentares. O arado puxado por bois era muito utilizado na agricultura.

As Guerras

A guerra no tempo do feudalismo era uma das principais


formas de obter poder. Os senhores feudais envolviam-se
em guerras para aumentar suas terras e poder. Os
cavaleiros formavam a base dos exércitos medievais.
Corajosos, leais e equipados com escudos, elmos e
espadas, representavam o que havia de mais nobre no
período medieval.

A residência dos nobres eram castelos fortificados,


projetados para serem residências e, ao mesmo tempo,
sistema de proteção.
ESQUEMA - RESUMO

Castelo da época do feudalismo

Conceito de feudalismo: sistema político, econômico e social que vigorou na Idade Média.

Sociedade Feudal : hierarquizada (estamental)


Rei, Clero (padres, bispos, papa), Nobreza ( condes, senhores feudais, duques, cavaleiros), Servos
(camponeses)

A vida dos Camponeses: trabalhavam para manter a nobreza e o clero


Obrigações dos servos:
- talha (metade da produção o servo deveria pagar para o senhor feudal), corvéia ( de 3 a 4 dias de
trabalho de graça nas terras do senhor feudal) , banalidades ( taxas que os servos pagavam para
usar as instalações do castelo), tostão de Pedro (dízimo pago para a Igreja)

O Feudo: unidade de produção na Idade Média


- Feudo: propriedade do senhor feudal que concedia a autorização de uso para a família do servo
em troca do pagamento de obrigações
- Instalações do feudo: castelo (habitação do senhor feudal e sua família), vila camponesa, igreja,
moinho, estábulo, terras de produção

O poder da Igreja Católica durante o feudalismo


- poder econômico, político e cultural
- o teocentrismo ( explicação religiosa para quase tudo)

Fontes:

http://www.tg3.com.br/feudalismo/historia_feudalismo.htm
http://100porcentoquintaserie.blogspot.com/feeds/posts/default
http://www.suapesquisa.com/historia/dicionario/senhores_feudais.htm
http://www.suapesquisa.com/feudalismo/
http://www.suapesquisa.com/o_que_e/feudo.htm
http://www.suapesquisa.com/idademedia/igreja_medieval.htm
http://www.historianet.com.br/conteudo/default.aspx?codigo=295
http://www.infoescola.com/historia/a-sociedade-feudal/
http://www.docbrown.info/docspics/yorkscenes/yspage12.htm
http://www.epic-fantasy.com/medieval-knights.htm]
http://pessoal.educacional.com.br/up/4380001/1079364/t1314.asp

RODRIGUE, J. E. História em Documento - Imagem e Texto - 6ª Série. Brasil: Editora FTD, 2009. Págs. 26 e
27
PLANO DE ESTUDO PARA PROGRESSÃO PARCIAL – HISTÓRIA - 7º ANO

ATIVIDADES

1. Não confunda servo com escravo ou vassalo. Reflita sobre as diferenças entre esses conceitos.
Marque E para escravo, S para servo e V para vassalo:
( ) Não tem liberdade e pode ser comprado, vendido ou alugado.
( ) Deve prestar serviços e pagar obrigações na forma de produtos.
( ) Possui a terra (o feudo).
( ) Não tem liberdade, mas deve ser protegido pelo senhor.
( ) Deve ser fiel e ajudar militarmente àquele que lhe concedeu o feudo.
( ) É considerado como propriedade.

2. Leia as sentenças abaixo sobre a Sociedade Feudal marque V para verdadeira e F para falsa:
( ) A economia era baseada na produção excedente.
( ) A política era descentralizada, pois cada feudo tinha suas próprias leis.
( ) A maneira de pensar era voltada ao religioso e valorizavam a posse da terra (o feudo).
( ) A sociedade era estamental, ou seja, dividida em uma única camada social: o camponês.

3. Agora corrija as sentenças que você marcou como falsas na questão 2:


_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

4. Complete escolhendo as expressões no quadro:


A sociedade feudal era ______________________ (1) e dividida basicamente em
____________________________________ (2), sendo que os primeiros se subdividiam em cavaleiros e
homens da Igreja. Os senhores estavam ligados por laços de ____________________________ (3), que
os colocavam como vassalos ou suseranos. Os servos eram dependentes dos senhores aos quais deviam
_____________________________________(4).

1- estamental – de castas – de classes


2. senhores e escravos – clero e senhores – senhores e servos
3. servidão – fidelidade – religião
4. dinheiro – serviço militar – obrigações
5. “Os homens, com o trabalho, transformam a natureza, da qual extraem bens necessários à
sobrevivência. Ao mesmo tempo estabelecem relações entre si, originando vínculos econômicos, sociais,
políticos e ideológicos.
Na Idade Média, o processo de produção predominante " o feudal " teve relações sociais e uma ordem
política e cultural específicas.”
(Vicentino, p. 107)
O estudo da sociedade feudal permite afirmar que:

I. os vilões eram em número inferior ao dos servos e deviam ao senhor obrigações menos pesadas que as
destes;

II. a escravidão quase desapareceu, pois a Igreja opunha-se a essa instituição. Os poucos escravos
existentes destinavam-se a serviços domésticos;

III. os servos estavam fixados à terra, ligados ao senhor, e suportavam dura tributação em espécie, como a
talha, e eventualmente os trabalhos da corvéia.

Está correta ou estão corretas:

( ) apenas I e III;
( ) apenas II e III;
( ) I, II e III;
( ) apenas III;
( ) apenas I.