P. 1
Civilização da India Antiga

Civilização da India Antiga

4.0

|Views: 37.971|Likes:
Publicado porTricia
Texto e atividades simples sobre a Índia antiga para o 6º ano.
Texto e atividades simples sobre a Índia antiga para o 6º ano.

More info:

Published by: Tricia on May 17, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

10/29/2015

pdf

text

original

Índia Antiga

A

trajetória da civilização indiana tem início em 3300 a.C., período em que se encontram vestígios de um dos mais antigos centros urbanos formados nas proximidades do Rio Indo, as cidades de Harappa e Mohenjo Daro. No século XVI a.C., o território indiano foi alvo da ocupação de uma série de tribos nômades provenientes da região do atual Ruínas de Harappa Irã, comumente conhecidas como árias. Entre outras regiões, os árias controlaram porções do território onde a civilização hindu fixou marcantes traços da cultura indiana. Esse período de ocupação marcou o início do Período Védico, que vai de 1500 a.C. até 500 a.C.. As grandes fontes documentais que narraram a história indiana nessa época são um conjunto de hinos religiosos conhecidos como Vedas. Esses hinos, todos eles escritos em sânscrito, se dividem em quatro partes: “Atharva-Veda”, “Sama-Veda”, “Yajur-Veda”, e “Rig-Veda”. Outra fonte de conhecimento histórica também é encontrada nos “Brahmanas Upanichades”, que relatam o momento em que a civilização indiana conquista a Planície Indo-Gangética. Além de fazer menção à formação e expansão indiana, esses documentos também são de grande proveito na compreensão das influências culturais que dá origem à sociedade hinduísta. É justamente quando observamos a organização da sociedade indiana em castas. O sistema de castas foi criado pelos sacerdotes brâmanes e tornou-se uma das bases da religião hindu. Essa forma de organização social só foi oficialmente abolida pela Constituição indiana em 1950. No entanto, apesar de proibido por lei, o sistema ainda sobrevive nos dias de hoje, principalmente nas áreas rural da Índia. As castas organizaram a sociedade indiana durante vários séculos. Dentro desse modelo, a condição de um indivíduo é determinada pelo seu nascimento. Em cada uma das castas observamos o direito nato de exercer determinadas profissões definidoras do prestígio e da posição social. A casta superior é ocupada pelos brâmanes, líderes religiosos do povo indiano. Em contrapartida, a casta inferior é formada pelos párias, pessoas incumbidas de serviços considerados degradantes. O sistema de castas (Varna) indiano é dividido de acordo com a estrutura do corpo de Brahma. As quatro principais castas são: • A boca (Brâmanes) representa os sacerdotes, filósofos e professores;
• • •

Os braços (Xátrias) são os militares e os governantes; As pernas (Vaixás) são os comerciantes e os agricultores; Os pés (Sudras) são os artesãos, os operários e os camponeses.

A "poeira sob os pés" não foram originados do corpo de Brahma, por isso não pertencem às castas, mas tem um nome: são os Dalit ou párias, chamados de intocáveis (a quem Mahatma Gandhi deu o nome de Harijan, "filhos de Deus"). Com o passar do tempo, vem acontecendo centenas de subdivisões, que não param de se multiplicar.

No século VI a.C., o Período Védico é marcado por intensas transformações nos campos religioso e intelectual. É nessa época que notamos a profunda transformação empreendida por dois grandes líderes religiosos: Siddhartha Gautama e Mahavira. Ambos pregavam uma prática religiosa marcada pelo ascetismo e a constante reflexão espiritual. Siddharta Gautama foi responsável pela criação do budismo e Mahavira o precursor do jainismo. No século seguinte, os hindus (nome pelo qual a civilização indiana era designada) sofreram com a expansão do Império Persa. Sob a liderança dos reis Ciro I e Dario I, diversas regiões da atual Índia foram controladas pelos persas. No século IV a.C., os macedônicos – liderados por Alexandre, O Grande – venceram os persas na Batalha de Gaugamela e, dessa forma, passaram a controlar algumas regiões da Índia como o Porus e Taxila. Mahavira e Siddhartha Gautama: os grandes líderes espirituais da Com a divisão dos territórios Índia Antiga. alexandrinos, um novo império viria a se consolidar na Índia: o Império Mauria. Inicialmente liderados por Candragupta Mauria, os maurias expulsaram os gregos do território indiano exercendo controle sobre o território de Mágada. Nos governos de Bindusara (298 a 272 a.C) e Açoka (272 - 232 a.C), novas regiões vieram a ser anexadas pela política expansionista patrocinada por esses dois monarcas. No breve período em que se consolidou na história indiana, o Império Mauria foi responsável por um considerável número de obras públicas que incentivaram a agricultura e o comércio. Diversas obras de irrigação possibilitaram o desenvolvimento de uma próspera economia agrícola rigidamente controlada pelo Estado. Prisioneiros de guerra e camponeses eram obrigados a explorar terras pertencentes ao Estado, e as atividades comerciais eram mantidas com os gregos, persas, malaios e mesopotâmicos. A crise do Império Mauria possibilitou a invasão de outros povos. No século II a.C., o Reino de Bactria controlou a porção oriental do antigo Império Macedônico, sob a liderança de Demétrio II. Em 80 a.C., os sakas, povo oriundo da Ásia Central, realizaram a expulsão dos gregos do território indiano e controlaram a região do Punjab. Nesse período diversos reinos dividiram a Índia, os andhras, sungas, tâmiles, bharasivas e kushans. Depois de um período de grande instabilidade política, a Índia viveu um novo processo de centralização política com a ascensão do Império Gupta, no século IV.

O Taj Mahal, mausoléu da esposa de um imperador mongol do século XVII, foi construído por cerca de 20.000 trabalhadores de 1631 a 1648 em Agra, cidade no norte da Índia. Este enorme edifício rematado com cúpulas foi construído em estilo indo-islâmico, onde se usou mármore branco e gemas incrustadas. Em cada esquina há um minarete e as paredes exteriores são adornadas com passagens do Alcorão, o livro sagrado dos muçulmanos. Os corpos do imperador e de sua esposa jazem em uma cripta. Atualmente ele é uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

Fontes: http://www.brasilescola.com/historia/india-antiga.htm http://g1.globo.com/Noticias/Mundo/0,,MUL67683-5602-9420,00.html http://www.historiadomundo.com.br/indiana/civilizacao-indiana/ http://pt.wikipedia.org/wiki/Castas http://pt.wikipedia.org/wiki/Sistema_de_castas_da_%C3%8Dndia Projeto Araribá: História. São Paulo: Moderna, 2006. Págs. 110 à 116.

ATIVIDADES

1. A civilização indiana teve seu início com a civilização harapense às margens do Rio Indo, onde hoje é o Paquistão. As principais cidades que se destacaram foram Hapara e Mohenjo-aro. Os produtos agrícolas que cultivavam eram: trigo, cevada algodão, etc. E as divindades adoradas eram a Deusa-mãe e o minotauro. No século XVI esse território foi aos poucos ocupado pelos árias. a) Quem eram os árias? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ b) O que fizeram ao ocuparem o território indiano? _____________________________________________________________________________________ _____________________________________________________________________________________ 2. Relacione: (1) Brâmanes (2) Xátrias (3) Sudras (4) Párias ou intocáveis (5) Vaixás

( ( ( ( ( (

) Escravos ) Sacerdotes ) Nobres e guerreiros ) Camponeses, mercadores e artesãos ) Senhores Feudais ) Pessoas consideradas impuras

ATENÇÃO !!! Vai sobrar 1 ( ) em branco. Relacione cada item apenas uma vez.

3. Leia o texto e responda:
a) Segundo o texto, qual tem sido o principal meio de transmissão das antigas tradições indianas?

A dificuldade da documentação “Desde o segundo milênio a. C., as tradições indianas têm sido transmitidas de forma ininterrupta. Dado que esta transmissão tem sido principalmente oral, só nos resta um testemunho imperfeito deste longo e rico desenvolvimento: alguns períodos [...] se encontram escassamente documentados; grande parte desta documentação se perdeu de maneira irrecuperável”
ZIMMER, Heinrich. Mitos y símbolos de la India. 2. ed. Madrid: Siruela, 1997. p. 21.

____________________________________ b) Qual a dificuldade que esse fato traz para o conhecimento histórico da Índia antiga? ____________________________________ ____________________________________ ____________________________________ ____________________________________

4. Observe o Deus Brahma e preencha as lacunas, releia o texto de apoio ATENÇÃO! Não escreva as partes do corpo do deus nas lacunas.

a) Os xátrias eram os ___________________ e _______________________. b) Aqueles que cuidavam da religião eram conhecidos por _________________ ou ________________. c) Os camponeses, os mercadores e os artesãos tinham o nome de ___________________. d) Sudras era o nome que se dava aos _______________________. e) Aqueles que não saíam do corpo do Brahma eram os ___________________ ou _______________. 5. Complete o informe sobre os intocáveis da sociedade indiana: Intocáveis sofrem grande discriminação social O sistema de ___________________ tornou-se uma das bases da religião ______________ . Mesmo atualmente proibido por lei, o sistema ainda sobrevive, principalmente na área ______________________ da Índia. A existência dos __________________________________ é um exemplo de discriminação social. Segundo a tradição hindu, quem tocar um intocável, deve fazer um intenso ritual de purificação para livrar-se da sujeira que se acredita ter o intocável.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->