Você está na página 1de 2

Porque amamos?

(retirado do blog De Rerum Natura, 17 de Maio de 2008)

Minha crnica no "Sol" de hoje: A pergunta do ttulo no original. Tem sido levantada desde que a humanidade existe. A pergunta foi, por exemplo, colocada por

Shakespeare, o autor dos versos: O amor no v com os olhos, v com a mente; por isso alado, cego e to potente. Mas, ultimamente, tem tido respostas cientficas. Helen Fisher, professora de Antropologia da Universidade de Rutgers, nos EUA, d algumas respostas cientficas, no livro que acaba de sair Porque amamos? A Natureza e a qumica do amor romntico (Relgio de gua, 2008). o terceiro livro da autora em portugus pois j tinham sado Anatomia do amor: a histria natural da monogamia, do adultrio e do divrcio (Dom Quixote, 1994) e O primeiro sexo: como as mulheres esto a mudar o mundo (Presena, 2001). As palavras "Natureza" e "qumica" do subttulo fornecem pistas. O amor um fenmeno natural (j Charles Darwin disse que o homem partilhava com os animais muitos tipos de emoes) e tem muito a ver com os nveis de certas substncias qumicas no crebro (como j algum disse, o amor uma droga). Os avanos realizados recentemente na teoria evolucionista e nas neurocincias, em particular na imagiologia cerebral, permitem quer apurar uma histria natural do amor quer fazer o seu retrato neuroqumico. Fisher partiu do estudo de imagens do crebro de pessoas apaixonadas. A pesquisa exigia mostrar uma foto da pessoa amada, para conhecer as alteraes provocadas no funcionamento neurolgico. O facto que o crebro se altera quando est enamorado. A autora distingue amor romntico, o seu tema principal, de atraco sexual e de ligao. H relaes entre esses estados, mas eles correspondem a substncias qumicas e a situaes cerebrais diferentes.

Quem pensar que a cincia desse tipo no tem aplicaes saiba que a antroploga consultora do stio www.chemistry.com, destinado a facilitar o emparceiramento humano. O seu prximo livro baseia-se num estudo sobre as ligaes estabelecidas por esse meio. A questo analisada : "Como encontrar a pessoa certa?" Ora aqui est investigao que interessa a muita gente...