P. 1
Circunferência e seus elementos

Circunferência e seus elementos

4.5

|Views: 13.247|Likes:
Publicado pordfremy

More info:

Published by: dfremy on Sep 04, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOC, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

05/26/2015

pdf

text

original

Estudo da circunferência e de seus elementos

1. Definição de circunferência Circunferência é o conjunto de todos os pontos de um plano eqüidistantes de um ponto fixo, desse mesmo plano, denominado centro da circunferência. De uma circunferência, podemos obter o seu comprimento, que é determinado por C = 2π r , onde r é o raio. 2. Definição de círculo É o conjunto formado por todos os pontos da circunferência e de seu interior.

Desse, obtemos a área, que é definida por 3. Elementos da circunferência

A = π r2 .

Podemos considerar três elementos para o estudo de uma circunferência. São eles: I. Segmento cujas extremidades são pontos da circunferência.

II. Segmento cujas extremidades são pontos da circunferência, passando obrigatoriamente pelo centro dessa. Outra interpretação é de que a diâmetro é a maior corda de uma circunferência.

III. Segmento de reta com uma extremidade no centro e outra em um ponto qualquer da circunferência.

4. Posições relativas entre ponto e circunferência Considerando o ponto como sendo P, temos: I. O P é exterior à circunferência, ou seja,

d Pr > r .

II. O ponto P pertence à circunferência, ou seja,

d Pr = r .

III. O ponto P é interior à circunferência, ou seja,

d Pr < r .

5. Posição de uma reta em relação a uma circunferência Dadas uma reta s e uma circunferência

α , vamos determinar as posições relativas entre s e α :

Daí, temos três situações:

Lembrete! Toda reta tangente a uma circunferência é perpendicular ao raio no ponto de tangência.

6. Relações métricas na circunferência Tomemos as três situações a seguir: I. Duas cordas que se interceptam em um ponto interno à circunferência Usando a semelhança de triângulos, vamos provar que, se duas cordas de uma mesma circunferência se interceptam, o produto das medidas das partes de uma é igual ao produto das medidas das duas partes da outra. Comparando os triângulos PCB e PAD, temos:

α e β são congruentes, pois são opostos pelo vértice; ˆ ˆ ▪ PCB ≅ PAD , pois são ângulos inscritos sob um mesmo arco;
▪ Os ângulos Pelo caso AA (ângulo, ângulo), os triângulos PCB e PAD são semelhantes e, dessa forma, as medidas dos seus lados são proporcionais, de onde escrevemos:

II. Dois segmentos secantes que se interceptam em um ponto exterior à circunferência Usando novamente a semelhança de triângulos, vamos provar que, se um ponto P, exterior a uma circunferência, traçamos dois segmentos secantes: PA e PC , então o produto das medidas de PA pela sua parte exterior PB é igual ao produto das medidas de Considerando os triângulos PCB e PAD, temos: ▪ O ângulo α é comum; ˆ ˆ ▪ PAD ≅ PCB , pois são ângulos inscritos sob um mesmo arco. Pelo caso AA, os triângulos PCB e PAD dão semelhantes; dessa forma, as medidas dos seus lados são proporcionais e podemos escrever as razões:

PC pela sua parte exterior PD .

III. Dois segmentos, um secante e outro tangente à circunferência que se interceptam em um ponto exterior a essa Novamente usando a semelhança de triângulos, vamos provar que, se por um ponto P, exterior a uma circunferência, traçarmos um segmento secante e outro tangente, o produto da medida do segmento secante pela sua parte exterior é igual ao quadrado da medida do segmento tangente. Comparando os triângulos PBT e PTC, temos: ▪ ▪

α é ângulo comum aos dois triângulos; ˆ ˆ CTP ≅ TBP , pois são ângulos de segmento e inscrito no mesmo arco.

Pelo caso AA, os triângulos PBT e PTC são semelhantes. Assim, as medidas dos seus lados são proporcionais.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->