Cópia não autorizada

JUN./1992

NBR 8953

Concreto para fins estruturais Classificação por grupos de resistência
ABNT-Associação Brasileira de Normas Técnicas
Sede: Rio de Janeiro Av. Treze de Maio, 13 - 28º andar CEP 20003 - Caixa Postal 1680 Rio de Janeiro - RJ Tel.: PABX (021) 210 -3122 Telex: (021) 34333 ABNT - BR EndereçoTelegráfico: NORMATÉCNICA

Classificação Origem: Projeto CB-130/91 CB-18 - Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados CE-18:305.02 - Comissão de Estudo de Classificação de Concretos NBR 8953 - Concrete for structural use - Strength classification - Classification Descriptors: Concrete. Classification Esta Norma substitui a NBR 8953/85 Palavras-chave: Concreto. Classificação 2 páginas

Copyright © 1990, ABNT–Associação Brasileira de Normas Técnicas Printed in Brazil/ Impresso no Brasil Todos os direitos reservados

1 Objetivo
1.1 Esta Norma se aplica a concretos leves, normais ou pesados, misturados em canteiro de obra e dosados em central, no próprio local da obra ou fora dela, utilizados em elementos de concreto simples, armado ou protendido, bem como em elementos armados com perfis rígidos de aço. 1.2 Esta Norma se aplica a concretos com estrutura interna fechada, compostos e adensados de forma a não reter ar além daquele intencionalmente incorporado, produzidos a partir de mistura de cimento, agregados, água e, eventualmente, aditivos ou adições. 1.3 Esta Norma não se aplica a concreto-massa, concreto projetado, concreto sem finos.

NBR 6118 - Projeto e execução de obras de concreto armado - Procedimento NBR 7187 - Projeto e execução de pontes de concreto armado e protendido - Procedimento NBR 7197 - Projeto de estruturas de concreto protendido - Procedimento NBR 9062 - Projeto e execução de estruturas de concreto pré-moldado - Procedimento NBR 9778 - Argamassa e concreto endurecidos Determinação da absorção de água por imersão Índice de vazões e massa específica - Método de ensaio

2 Documentos complementares
Na aplicação desta Norma é necessário consultar: NBR 5672 - Diretrizes para o controle tecnológico de materiais destinados a estruturas de concreto - Procedimento NBR 5738 - Moldagem e cura de corpos-de-prova de concreto, cilíndricos ou prismáticos - Método de ensaio NBR 5739 - Ensaio de compressão de corpos-deprova cilíndricos de concreto - Método de ensaio

3 Classe
3.1 Os concretos são classificados em grupos de resistência, grupo I e grupo II, conforme a resistência característica à compressão (fck), determinada a partir do ensaio de corpos-de-prova preparados de acordo com a NBR 5738 e rompidos conforme a NBR 5739. 3.2 Dentro dos grupos, os concretos normais com massa específica seca, de acordo com a NBR 9778, compreendida entre 2000 kg/m3 e 2800 kg/m3, são designados pela letra C seguida do valor da resistência característica à compressão (fck), expressa em MPa, conforme Tabelas 1 e2

Cópia não autorizada 2 NBR 8953/1992 Tabela 1 . adotar os critérios de norma internacional. são designados pelo símbolo CL seguido do valor da resistência característica à compressão (fck). de comum acordo entre projetistas e proprietários. . de acordo com a NBR 9778.3 Os concretos leves. utilizando-se os valores de 3. com massa específica seca. NBR 7187.Classes de resistência do grupo II Grupo II de resistência Resistência característica à compressão (MPa) 55 60 70 80 C10 C15 C20 C25 C30 C35 C40 C45 C50 C55 C60 C70 C80 3. Notas: a) As condições gerais exigíveis no projeto. permitese. menor que 2000 kg/m3.Classes de resistência do grupo I Grupo I de resistência Resistência característica à compressão (MPa) 10 15 20 25 30 35 40 45 50 Tabela 2 . em estufa acima de 2500 kg/m3. na ausência de Norma ABNT em vigor. no controle e na aceitação de estruturas de concreto simples e estruturas de concreto com armadura devem ser fixadas a partir das NBR 5672. de acordo com a NBR 9778. na execução. b) Para os concretos do grupo II e para os concretos leves e pesados com massa específica seca. NBR 6118.2. expressa em MPa. NBR 7197 e NBR 9062.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful