Você está na página 1de 10

KRAV MAGA

(FAIXA BRANCA)
http://www.kravmaga-avare.com.br



Nome

1 – O Criador
Emrich "Imi" Lichtenfeld (Budapeste, 26 de Maio de 1910 — Netânia, 9 de
janeiro de 1998) é o criador do Krav Magá.
Criado na Bratislava, tornou-se campeão de luta greco-romana e boxe. Com o
crescimento de grupos anti-semitas Imi criou um grupo junto com outros
lutadores para se protegerem, vendo que as artes marciais que ele praticava
não eram muito eficientes em uma luta real, Imi começou a desenvolver um
sistema simples de técnicas para auto-defesa, batizando-o em agosto de 1970
de Krav Magá, agora com o intuito de estabelecer uma arte marcial
especialmente orientada à defesa pessoal.
O krav magá é resultado da vivência de Imi , em diversos combates. Primeiro
ele ensinou seu sistema de luta em Bratislava para ajudar a proteger a
comunidade Judaica local da milicia nazista. Ao chegar no Mandato Britânico
da Palestina, Imi começou a ensinar Kapap para os Haganah, o exército
Judaico.
Com o estabelecimento do Estado de Israel em 1947, Imi Lichtenfeld se tornou
o Instrutor Chefe de Condicionamento Físico e Defesa Pessoal na Escola de
Aptidão ao Combate das Forças de Defesa de Israel (IDF). Ele serviu na IDF
por 20 anos, durante este tempo continuou a desenvolver e refinar o seu
método de combate corpo-a-corpo.
Nos anos 70 ele saiu do serviço militar, mas continuou a supervisionar a
instrução de krav magá em ambos contextos, militares e imposição da lei, além
disso, trabalhou incansavelmente para refinar, aperfeiçoar e adaptar o krav
magá para atender necessidades civis.
2 - Krav Magá
Sistema de combate “corpo a corpo” eclético, desenvolvido em Israel, que
envolve técnicas de luta, agarramento e golpeamento. Sua filosofia enfatiza a
neutralização de ameaças, manobras de defesa e ataque simultâneos, e
agressão. O krav magá é utilizado pelas Forças Especiais de Defesa de Israel
e várias variações intimamente relacionadas foram desenvolvidas e adotadas
por organizações de imposição da lei e de inteligência, como Mossad, Shabak,
FBI, unidades SWAT do departamento de polícia de Nova Iorque e Forças de
Operações Especiais dos Estados Unidos. Todos os golpes são permitidos e
treinados por forma a ultrapassar todo e qualquer tipo de situação de violência
do modo mais rápida e eficazmente possível.
3 - O Grão Mestre Yaron
Yaron Alexander Lichtenstein, nascido em 1953, na cidade de Rehovot,
Israel, pratica o Krav Magá desde o final de 1967 e foi um dos dez primeiros
alunos a receber de Imi Lichtenfeld a faixa preta. Atualmente divulga, ensina e
forma instrutores em diversos países, por meio da Escola Bukan de Krav Maga,
sendo um nome de grande importância no mundo das artes marciais.
Em 1977, com o apoio de Imi, Yaron fundou a Escola Bukan de Krav Magá, na
cidade israelense de Rehovot. Em 1994, Yaron recebeu o diploma de faixa
preta 9º Dan, diretamente das mãos de Imi Lichtenfeld. Esse é o mais alto grau
concedido por Imi.
A seguir o sistema de faixas coloridas
Kawaishi, adotado por Imi Lichtenfeld:

AS 15 REGRAS ESTABELECIDAS POR IMI
LICHTENFELD
1. Menor caminho, máxima velocidade, máximo
peso em direção ao oponente.
2. Que nada seja estranho para nosso corpo.
3. Sejam suaves.
4. A força dos golpes e chutes no Krav Maga fica no caminho de volta.
5. Nunca dê as costas para o inimigo.
6. A determinação de entrar.
7. Faça o que puder, mas faça certo.
8. Krav Maga é ensinado em Hebraico.
9. Sejam bons o suficiente para não precisar matar.
10. Vá para e junto com o inimigo.
11. Use a força do oponente contra ele mesmo.
12. Aprendam a "ler" o oponente.
13. Defesa específica contra ataque específico.
14. Sempre manter distância de um passo do inimigo.
15. A mediocridade é o inimigo número um do Krav Maga e da humanidade.

MATÉRIA FAIXA BRANCA DE KRAV-MAGÁ
1. Tai-Sabaki – Passos e joelhos no Tatame.
2. Blima – Técnicas de Amortecimento.
 Blima Leachor - Deitando bruscamente para trás em um movimento em
que as mãos permaneçam ao lado do corpo, mas não colados ao corpo.
Palmas para baixo, um joelho recolhido próximo ao peito com a outra perna
estendida. O pé da perna recolhida deve estar com os dedos voltados para
traz para um possível Beita.
 Blima Letzad (Esmol, Yamin - Amortecimento para o Lado. Esquerdo ou
Direito) EX: BlimaLetzad (Yamin) = A perna que se encontra do lado direito
passa-se a frente do corpo em direção lado esquerdo ao mesmo tempo em
que está caindo para o lado direito. Apóia-se o ombro direito ao solo com a
mão esquerda no ombro direito e a mão direita com a palma no solo ao
lado do corpo. O pé direito recolhe-se próximo ao peito com os dedos
voltados para trás. .
 Blima com Beita (Esmol ,Yamim - Amortecimento com chute) - Na posição
do Blima estende-se a perna que estava recolhida em direção a genital.
 Blima com Beita e Manof - Amortecimento com chute e alavanca
 Blima Raka Lefanim- queda frontal se apoiando sobre braços estendidos
 Blima Kasha Lefanim – queda frontal se apoiando sobre braços
flexionados e bola do pe sem tocar tórax e coxas no solo
3. Amidat Motza e Psu– Posição dos pés.
4. Gilgul – Rolamento.
5. Gilgul Lefanim e Leachor – Rolamento para frente e para trás.
6. Makot Egrof Esmol-Yamim – Golpe com os punhos esquerdo e direto.
7. Tezuzot– Movimentações
 Hitkadmut Lefanim – Avançando para frente
 Nessiga Leachor – Recuando para trás
 Hitkadmut Letzad Esmol /Yamim – Avançando para os lados esquerdo e
direito
 Makat Esmol /Yamim Behitkadmut / Nessiga – Soco esq. e dir. avançando
e recuando
8. Makat (soco)
 Makat Lefanin - golpe com o punho ligeiramente inclinado para dentro
(base do polegar para cima), socar na face do oponente com as duas
falanges mais saliente do punho sem esticar o braço totalmente.
 Makat Magal – soco curto em dois movimentos, costela e face.
 Makat Snokeret – golpe com o punho num soco curto, parecido com um
uper no queixo.
 Makat Patish – soco de cima para baixo raspando o punho no peito ou face
do adv.
 Lemata Behagana (Esmol e Yamim) – Abaixando rapidamente na posição
do passo do Tai-Sabaki e ao mesmo tempo socando para frente e
escondendo o rosto com o outro braço. Direito e esquerdo.
 Lemata Behagana Letzad (Esmol e Yamim) - Lemata Behagana para o
lado, direito e esquerdo.
 Lemata Behatkafa (Esmol e Yamim)
9. Makot Marpek – Golpes com os cotovelos
 Marpek Lefanim – golpe com o cotovelo frente (de traz para frente)
 Marpek Pnima Vehahutza – golpe com o cotovelo na Diagonal de dentro
para fora. (Objetivo: Acertar a clavícula)
 Marpek Letzad (Esmol e Yamim) – Cotovelada para os lados
 Marpek Lemaala – cotovelda de baixo para cima
 Marpek Lemata – cotovelada de cima para baixa
 Marpek Leachor – cotovelada para traz
10. Makat Marpek Neged Kvutza – Soco e Cotovelos contra um grupo
11. Makot Zirtit – Golpes com a lateral da mão
 Zirtit Pnima – golpe com a lateral da Mao de fora para dentro no pescoço
do adversário a sua frente (palma da Mao para cima).
 Zirtit Hahutza – golpe com a lateral da Mao no oponente (costela ou
pescoço) que estiver na sua lateral, direita ou esquerda (palma para baixo)
 Zirtit Pnima Vehahutza – golpe no oponente na sua lateral oposta, de direita
para esquerda e vice-versa, girar quadril, movimento de 180 graus (palma
para cima).
 Zirtit Bealachson Pnima – golpe no pescoço do adversário a 45 graus
(palma para cima).
 Zirtit Bealachson Hahutza – golpe na lateral oposta do pescoço do
adversário a frente de dentro para fora (palma para baixo).
 Zirtit Ofkit Lefanim – golpe na base do queixo ate nariz com a lateral da
Mao e dedos unidos na vertical.
 Zirtit Anachit Lefanim – golpe entre boca e nariz com a lateral da Mao na
horizontal e palma para baixo.
12. Makot KafHayad Vehayad– Golpes com as mãos
 Makat Etzba – golpe com o dedo indicador no olho do oponente
 Makat Pissat Hayad – golpe com a palma da Mao e dedos flexionados
(atingir o oponente com a palma da Mao parte rígida).
 Makat Etzba Yesharot – golpe na garganta com a Mao esticada e ponta dos
dedos unidos.
 Makat Patish – soco martelo raspando o oponente.
 Makat Perek – golpe com a Mao fechada, falange do dedo médio
flexionada e aguda na região das temporas ou costela.
 Makat Swinger – soco na lateral da face girando a base do polegar para
baixo.
 Makat Zirtit Hafucha - Golpe com a lateral do dedo indicador/lateral da mão,
no pescoço, tirando ligeiramente corpo para o lado.
 Makat Etzbaot Alumot – Golpe com a ponta dos dedos unidos na parte
frontal do pescoço.
 Makat Perek Haagudal – soco com polegar flexionado nas temporas do
adversário.
 Makat Etzbaot Mekupalot - Golpe com as articulações dos dedos
 Makat Egrof Hafuch - Golpe com as costas da mão diagonal de baixo para
cima, de dentro para fora.
13. Beita – Chute
 Beita Regila Lefanim – chute com a bola do pe na genital.
 Beita Regila Lefanim Behitkadmut – chute com a bola do pe na genital com
passo curto. (ex. passo com pe direito seguido de chute com esquerdo)
 Beita Regila Lefanim Behitkadmut Im Patish – chute na genital com passo
seguido de makat patish (lado que chuta faz patish).
 Beita Beredifa - motza, faça a troca de joelho e chute com o solado do pé
no abdômen sem avançar.
 Beita Behitkadmut Benitur – chute avançando trocando a base dos pes no
ar, acertando o queixo do oponente (chutar com o pe que avançar).
 Beita Regila Lasanter – chute com solado do pe na altura do queixo.
 Beita Regila Lasanter Velashachim – chute com solado do pe no queixo e
genital em dois movimentos.

14. Shlosh Meot Shishim Maalot – defesa em 360° - Fase = 1°, 2º, 3º, 4º, 5º e 6°
 1º Trab. de defesas
 2° Def. em pares
 3º Def. e reação
 4° Def. de chutes
 5° Def. e reação de chutes
 6° Def. e Reação a socos e chutes

15. Técnicas de libertação de mãos – Fase = 1°, 2°, 3°, 4° e 5°
 1° Pegada na mão para baixo – giro de dentro para fora
 2° Pegada na sua mão com duas do adversário – com a outra mão puxa a
que está presa, de baixo para cima.
 3° Pegada na suas 2 mãos – faça um levantamento das suas mãos até o
rosto / as mãos retas
 4° Pegada na suas 2 mãos – faça um levantamento das suas mãos até o
rosto / posição do Alumot.
 5° Pegada nas suas 2 mãos levantadas com as 2 do adv. – abaixe as mãos
de dentro para fora.

16. Shichrur Hanika Melefanim- Libertação de estrangulamento pela frente
 1° Golpe com as 2 mãos para frente (Makot Egrof Esmol Yamim).
 2° Em um ataque no seu pescoço – golpeie a garganta do adversário no
Makat Etzba Yesharot.
 3°Em uma agressao com as 2 mãos na sua garganta – segure nas costelas
do adversário joelho e genital.
 4° Em um ataque no seu pescoço – pegue as mãos do adversário de cima
para baixo, tire para fora e chute a genital.
 5° levante um braço por fora e abaixe o cotovelo nos braços dele, depois
faça um zirtit hahutza.

17. Shichrur Hanika Melefanim – Shteim Esre Hamakot (12 possibilidades de
livramento e estrangulamento)
Sempre em ataques no seu pescoço você pode fazer:
1 – Perek Hagudal duplo nas temporas
2 – Perek Haetzba duplo nas temporas
3 – Telefone nas orelhas
4 – Eztba no olhos
5 – Makat Lefanim na boca
6 – Zirtit Pnima duplo no pescoço
7 – Makat Lefanim no abdômen
8 – Zirtit Pnima duplo nas costelas
9 – Pegada na genital duplo
10 – Aperte as costelas e joelhada na genital
11 – Segure nas costelas e chute sua canela
12 – Segure nas costelas e pise nos pés

18. Mehanika Mehanika Meachor – (Estrangulamento pelas costas)
Fases 1, 2, 3, 4, 5
Sempre em uma agressão no pescoço, pelas costas
1º Pegue nas mãos do adversário de cima para baixo, dê um passo para frente,
golpeie a genital e dê cotovelada no queixo.
2° Pegue nas mãos de adversário de cima para baixo, dê um passo à frente,
segure uma das mãos do agressor torcendo e chutando a genital
3° Fique de lado para o adversário e faça um zirtit nas costelas
4° Levante um dos braços ficando de lado para o adversário, abaixando seu braço
sobre os braços dele e golpeie seu rosto com soco patis
5° Levante um dos braços ficando de lado para o adversário abaixando seu braço
sobre os braços dele, faça um zirtit hahutza nas costelas.

19. Shichrur mehanika mehatzad – libertação estrangulamento de agarrão no
pescoço de lado
 Segure uma das mãos do adversário e puxe para sua frente, faça uma
cotovelada no abdômen, faça uma manobra com o braço direito e golpeie o
rosto no snokeret.

CONTAGEM NO HEBRAICO Nº FEMININOS

Transliteração Hebraico Número
éfes ספא 0
achát תחא 1
shtáim םייתש 2
shalósh שולש 3
árba עברא 4
chamêsh שמח 5
shêsh שש 6
shéva עבש 7
shmône הנומש 8
têsha עשת 9
ésser רשע 10
achát-essrê תחא-הרשע 11
shteim-essrê םיתש-הרשע 12
shalósh-essrê שולש-הרשע 13
arbá-essrê עברא-הרשע 14
chamêsh-essrê שמח-הרשע 15
shesh-essrê שש-הרשע 16
shvá-essrê עבש-הרשע 17
shmone-essrê הנומש-הרשע 18
tisha-essrê עשת-הרשע 19
esrím םירשע 20
esrím-ve-achát םירשע
תחאו
21
esrím-ve-shtáim םירשע
םייתשו
22
esrím-ve-shaslósh םירשע
שולשו
23
shloshím םישולש 30
arbaím םיעברא 40
chamishím םישימח 50
shishím םישיש 60
shiv'ím םיעבש 70
shmoním םינומש 80
tish'ím םיעשת 90
mêa האמ 100