P. 1
Apostila Para Pequenos Grupos da igreja

Apostila Para Pequenos Grupos da igreja

|Views: 3.426|Likes:
esta apostila você poderá usar em estudos nas células ou pequenos grupos familiartes de sua igreja.
esta apostila você poderá usar em estudos nas células ou pequenos grupos familiartes de sua igreja.

More info:

Published by: valcir oeiras cardel on Dec 23, 2009
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

08/09/2013

pdf

text

original

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

Nesta apostila você encontrará os estudos semanais dos nossos pequenos grupos, com o objetivo de proporcionar um maior entendimento e aprofundamento da Palavra de Deus e oportunizar uma agradável reunião com aplicações práticas para sua vida. Os estudos foram consultados e adaptados do site
http://www.montesiao.pro.br/estudos/celulas/ Pr. Valcir

ESTUDOS PARA O MÊS DE SETEMBRO -03/09 - reunião de colheita do grupo. 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA Cuide bem do seu coração Texto básico : (Provérbios 4.23-27). Introdução: No Livro de Provérbios o sábio rei Salomão dá ao seu filho inúmeros conselhos que têm o propósito de proporcionar-lhe sabedoria e entendimento para que ele seja também sábio e prudente na maneira de pensar, falar, olhar e agir. Estes ensinamentos continuam vivos e eficazes ensinando-nos como devemos viver a vida cristã. DESENVOLVIMENTO 1 – Guardando o coração acima de tudo – “Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o coração, porque dele procedem as fontes da vida” (v.23). Para termos uma vida que agrade a Deus, devemos buscar a pureza da nossa mente. Por isso precisamos guardar o nosso coração para não cedermos aos desejos impuros, pois o nosso coração é mais enganoso do que todas as coisas (Jr 17.9). Além disso, o mal procede do nosso coração também (Lc 6.45) 2 – Afastando a maldade dos lábios – “Desvia de ti a falsidade da boca e afasta de ti a perversidade dos lábios” (v.24). 1

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas A língua é o membro do nosso corpo mais difícil de ser controlado. O Ap. Tiago afirma que ela é indomável (Tg 3:5-12). As palavras que saem da nossa boca podem gerar bênção ou maldição (Pv 18.21). Por isso, devemos refrear a nossa língua do mal (Sl 34.13). 3 – Olhos que olham com firmeza – “teus olhos olhem direito, e as tuas pálpebras, diretamente diante de ti” (v.25). Jesus ensinou que os nossos olhos precisam ser bons para que todo o nosso corpo seja luz (Mt 6.22). A Bíblia ensina que devemos manter nosso olhar "firme" em Jesus, pois Ele é o autor e consumador da nossa fé (Hb 12.2) 4 – Ponderando a vereda dos pés – “Pondera a vereda de teus pés, e todos os teus caminhos sejam retos” (v.26). Devemos sempre meditar e orar antes de agirmos. Nunca devemos agir de maneira intempestiva. Erramos quando não entregamos o nosso caminho nas mãos do Senhor confiando no seu amor e poder. No versículo 18 Salomão afirma que A Bíblia ensina que "a vereda do justo é como a luz da aurora que vai brilhando mais e mais até ser dia perfeito". 5 – Ande pelos princípios da Palavra de Deus – “Não declines nem para a direita nem para a esquerda; retira o teu pé do mal” (v.27). Andar pelos caminhos do Senhor, que trarão vida em abundância, paz e prosperidade, é uma decisão pessoal, uma atitude de mudança de vida, deixando a vida derrotada e optando pela vitória em Cristo Jesus. Conclusão: Pureza de mente, sinceridade no falar, firmeza no olhar e cautela no agir são conselhos que o ajudarão a viver bem consigo mesmo, com as pessoas que convivem com você e, acima de tudo, com o Senhor nosso Deus. Amém.

ESTUDOS PARA O MÊS DE SETEMBRO -10/09 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.”

2

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

HORA DA PALAVRA SETE COISAS QUE DEUS ABORRECE Texto básico: (Pv 6.16-19). Introdução: Já que aborrecer significa zangar-se, abominar, repelir com ódio. Devemos evitar estas coisas que Deus aborrece e abomina. 1- OLHOS ALTIVOS Olhos altivos têm a ver com orgulho e arrogância. A Bíblia ensina que o temor do Senhor consiste em odiar o mal, pois Ele aborrece a soberba, a arrogância, o mau caminho e a boca perversa (Pv 8:13) (2 Co 10.4-6). (Mt 23:12). 2- LÍNGUA MENTIROSA E A FALSA TESTEMUNHA Das sete coisas que Deus aborrece, três são pecados da língua. Deus odeia a mentira e todo mentiroso será castigado por Deus (Sl 7.12-16). Deus é verdade, e a mentira não vem dele (Jo 8.44). 3- MÃOS QUE DERRAMAM SANGUE INOCENTE Devemos procurar ficar longe dos violentos: "Não tenhas inveja dos homens malignos, nem queiras estar com eles, porque o seu coração maquina violência, e os seus lábios falam para o mal”. (Pv 24.1-2). 4- CORAÇÃO QUE TRAMA PROJETOS INÍQUOS O crescimento da injustiça tem levado muitos ao desespero e à prática da iniqüidade. A Bíblia, porém, nos garante que tudo isto um dia será mudado, pois os braços dos ímpios serão quebrados, mas os justos serão sustentados pelo Senhor (Sl 37:17). 5- PÉS QUE SE APRESSAM A CORRER PARA O MAL A Bíblia ensina que ao cedermos à tentação e nos apressarmos em fazer o mal, seremos rejeitados por Deus (Sl 34:16). Por isso devemos aborrecer o mal e amar o bem (Pv 8.13; Tt 1.8). 6- O QUE SEMEIA CONTENDAS ENTRE IRMÃOS A contenda é obra dos maldizentes, pois “não havendo maldizente, cessa a 3

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas contenda" (Pv 26.20). Infelizmente, existem aqueles que se ocupam em falar mal dos outros semeando contendas. Deus detesta tal comportamento, pois "o que ama a contenda ama o pecado” (PV 17.19). Conclusão: Quando amamos uma pessoa, procuramos evitar as coisas que ela não gosta. Quando Deus diz que detesta essas sete coisas, está dizendo que as pessoas que o amam devem tirar todos esses pecados da própria vida. Amém.

ESTUDOS PARA O MÊS DE SETEMBRO -17/09 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA TOMANDO UMA ATITUDE CORRETA DIANTE DE DEUS

Texto básico: (Jr 4.1-4). Introdução: Tem muitas pessoas que estão paralisadas fisicamente e espiritualmente, estão vagueando, andando em círculos, sem sair da rotina do dia a dia. Não tem alvos, não tem direção, a vida não está focada em nada; querem mudanças, mas não tem coragem para tomar atitudes. Creio, porém, que hoje você começará a experimentar mudanças radicais em sua vida. 1 - O motivo principal que nos leva a perdermos a motivação para viver e conquistar nossos alvos chama-se: Afastamento de Deus e esfriamento espiritual. “Uma vida fora da direção de Deus, significa uma vida sem direção”. Os filhos de Israel começaram a vaguear e andar sem direção porque abandonaram ao Senhor, trocando as virtudes espirituais por cerimônias e rituais - "Se voltares, ó Israel, diz o Senhor, volta para mim; se removeres as tuas abominações de diante de mim, não mais andarás vagueando (Jr 4.1), "Porque dois males cometeu o meu povo: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm as águas. Acaso, é Israel escravo ou servo nascido em casa? Por que, pois, veio a ser presa? Os leões novos rugiram contra ele, levantaram a voz; da terra dele fizeram uma desolação; as suas cidades estão queimadas, e não há quem nelas habite" (Jr 2.13-

4

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

15). 2 - Para experimentarmos mudanças, precisamos começar a pensar em coisas novas, em novas atitudes, num novo projeto de vida. A palavra do Senhor exortava ao povo de Israel para que não continuasse a semear entre os espinhos. Isto significava: parar de perder tempo, parar de investir no fracasso, de perseverar no erro e de viver uma vida sem resultados positivos - "Porque assim diz o Senhor aos homens de Judá e Jerusalém: Lavrai para vós outros campo novo e não semeeis entre espinhos" (Jr 4.3); 3 - Para experimentarmos mudanças radicais, precisamos tomar atitudes espirituais e buscar um novo coração quebrantado e curado. Para que isto aconteça, algumas atitudes são necessárias; como por exemplo: Perdoar, pedir perdão, pagar o que deve, parar de mentir, parar de falar mal dos outros, abandonar o orgulho, deixar a murmuração, deixar a prostituição, o adultério, voltar à vida de intimidade com Deus, voltar a orar, jejuar e a meditação na palavra de Deus "Circuncidai-vos para o Senhor, circuncidai o vosso coração, ó homens de Judá e moradores de Jerusalém, para que o meu furor não saia como fogo e arda, e não haja quem o apague, por causa da malícia das vossas obras" (Jr 4.4); Conclusão: Peça ao Senhor para que te ajude a sair da mesmice e de uma vida sem sentido. “Creia que é tempo de mudar, e mudar para melhor”.
ESTUDOS PARA O MÊS DE SETEMBRO -24/09 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA O VERDADEIRO TESOURO Texto básico: “Enviou-lhe Hirão, por intermédio de seus servos, navios e marinheiros práticos; foram com os servos de Salomão a Ofir e tomaram de lá quatrocentos e cinqüenta talentos de ouro, que trouxeram ao rei Salomão” (2 Cr 8.18). Introdução: Salomão possuía uma grande quantidade de ouro e outros 5

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas bens, porém, os verdadeiros tesouros que um ser humano pode e precisa alcançar estão listados abaixo. Vejamos esses tesouros: 1 – Reconheçam o verdadeiro valor do sangue do Senhor Jesus Cristo – “sabendo que não foi mediante coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados do vosso fútil procedimento que vossos pais vos legaram, mas pelo precioso sangue, como de cordeiro sem defeito e sem mácula, o sangue de Cristo” (1 Pe 1.18,19). Foi através do sangue de Jesus derramado no calvário que tivemos os nossos pecados perdoados: “Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (1 Jo 1.7).

2 – Amem a gloriosa e bendita Palavra de Deus – “Para mim vale mais a lei que procede de tua boca do que milhares de ouro ou de prata” (Sl 119.72) “Amo os teus mandamentos mais do que o ouro, mais do que o ouro refinado” Sl 119. 127). 3 – Desenvolvam e exerçam a fé – “Essas provações são para mostrar que a fé que vocês têm é verdadeira. Pois até o ouro, que pode ser destruído, é provado pelo fogo. Da mesma maneira, a fé que vocês têm que vale muito mais do que o ouro, precisa ser provada para que continue firme. E assim vocês receberão aprovação, glória e honra, no dia em que Jesus Cristo for revelado” (1 Pe 1.7 NTLH). 4 – Sejam mansos - A mansidão é de alto valor diante de Deus – “seja, porém, o homem interior do coração, unido ao incorruptível trajo de um espírito manso e tranqüilo, que é de grande valor diante de Deus” (1 Pe 3.4). Quer agrada ao Pai? Seja manso. Veja o que diz Mt 5.5: “Bem-aventurados os mansos, porque herdarão a terra” . Conclusão: O ser humano se afadiga neste mundo atrás de um tesouro transitório, corruptível, por causa de seus valores invertidos. Enquanto que Deus tem para os seus filhos um melhor e maior tesouro incorruptível.

6

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

ESTUDOS PARA O MÊS DE OUTUBRO -01/10 - reunião de colheita do grupo. 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA CONFIANÇA EM DEUS

Texto básico: Provérbios 3.1-12 Introdução: Confiança é um derivado da fé, pois, quem tem fé crê e confia. Confiança resulta em segurança devido ao bom conceito que se faz de alguém. Quando cremos e confiamos somos produtivos e vivemos em paz conosco, com as pessoas e com Deus. A confiança é generosa, derrama a multiforme Graça de Deus, mas é exigente.
1 - MEMORIZAR E OBEDECER À PALAVRA DE DEUS

"Filho meu, não te esqueças dos meus ensinos, e o teu coração guarde os meus mandamentos; porque eles aumentarão os teus dias e te acrescentarão anos de vida e paz" (vs.1,2). Aquele que confia em Deus memoriza a Sua Palavra guardando seus ensinamentos no coração. Esta confiança proporcionará vida e paz.
2 - LEALDADE E FIDELIDADE A DEUS

“Não te desamparem a benignidade e a fidelidade; ata-as ao pescoço; escreve-as na tábua do teu coração e acharás Graça e boa compreensão diante de Deus e dos homens” (vs.3,4). No sentido mais profundo "não te desamparem a benignidade e a fidelidade" quer dizer "não deixe de ser leal e verdadeiro"; portanto, se assim agirmos teremos o favor de Deus e a sua fidelidade - "Pois o SENHOR é bom; o seu amor dura para sempre, e a sua fidelidade não tem fim" (Sl 100:5).
3 - NÃO CONFIAR NA SABEDORIA HUMANA

"Confia no SENHOR de todo o teu coração e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas. Não sejas sábio aos teus próprios olhos; teme ao SENHOR e aparta-te do mal" (vs.5-7).
7

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

Coração, na linguagem antiga, é sinônimo de cérebro e inteligência. Então, a recomendação é que apenas confiemos no Senhor, negando toda a suficiência humana, ou seja, intelectualidade e diplomas não levam ninguém para o céu.
4 - DAR A DEUS O QUE É DE DEUS

“Honra ao Senhor com os teus bens e com as primícias de toda a tua renda; e se encherão fartamente os teus celeiros, e transbordarão de vinho os teus lagares” (vs.9,10). Aquele que confia dá a Deus o que é de Deus honrando-o com as primícias de tudo o que ganha.
5 - NÃO REJEITAR A CORREÇÃO DE DEUS

“Filho meu, não rejeites a disciplina do Senhor, nem te enfades da sua repreensão. Porque o Senhor repreende a quem ama, assim como o pai, ao filho a quem quer bem” (vs.11,12). Quem confia aceita ser disciplinado, mesmo que doa, pois é a demonstração do amor do Pai para que não tenha prejuízo maior ou venha a cair na perdição eterna - " porque o Senhor corrige a quem ama e açoita a todo filho a quem recebe. Conclusão: Só confia em Deus quem já confessou a Jesus como Senhor e Salvador, pois confiar é uma disposição gerada pelo poder do Espírito Santo, na alma do ser humano. Você confia em Deus ou pensa que confia?
ESTUDOS PARA O MÊS DE OUTUBRO -08/10 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA SUPERAÇÃO EM TEMPOS DE CRISE

Texto básico: 2 Cr 20.1-22 Introdução: Josafá e toda a nação de Judá estão em grande aperto. A Palavra de Deus nos diz que o rei Josafá “andou no caminho de Asa, seu pai, e não se desviou dele, fazendo o que era reto perante o Senhor” (2 Cr 20.32). No entanto, mesmo um rei como ele, que tomou medidas importantes quanto à justiça e à vida religiosa da nação
8

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

de Judá (2 Cr 19.4-11), buscando colocar sua vida e a de todo o povo na presença de Deus, teve seus momentos dramáticos, de grandes dificuldades e aperto. No texto lido, observamos que esteve diante de situação de medo, insegurança e desespero, quando se viu diante dos exércitos de moabitas e amonitas. Apesar disso, ele buscou em Deus a saída e saiu vitorioso.
OS PASSOS PARA A VITÓRIA EM TEMPOS DE CRISE.

Sabemos que nesses dias que precedem o fim dos tempos, os exércitos inimigos se levantam contra a Igreja de Jesus, procurando obter vitórias, levando muitos cristãos para situações semelhantes à de Josafá. É provável que estejam sofrendo esses ataques do inimigo (opressão, medo e insegurança), justamente no momento em que procuram acertar suas vidas com o Senhor. É nessa hora que podemos observar as várias formas com que muitas pessoas se portam: uns murmuram, reclamam de Deus por permitir que tais coisas aconteçam, outros, abandonam a fé, a Igreja e seus projetos de permanecerem na presença do Senhor, mas outros, no entanto, buscam uma saída correta, agem como Josafá, que deu alguns passos estratégicos que o conduziram à vitória. 1. Josafá reconheceu a sua situação e foi buscar socorro no Senhor (v.1-6). A verdade é que há momentos em que até rei tem medo, até crente, cheio do poder, tem medo! É um erro grave não confessar isso diante do Senhor, pois pode sinalizar uma espiritualidade falsa. Confessar a Deus e buscar a solução é uma coisa, viver em função do medo é outra. Como filhos do Deus vivo, não podemos ser paralisados e vencidos pelo medo. Nossos medos, ao contrário, devem nos levar a buscar mais ao Senhor, e jamais fugir dEle ou da batalha, como muitos fazem, abandonando o Senhor, a fé, a Igreja, os amigos. Toda crise deve nos levar à confissão, à busca do Senhor, à permanência com o povo de Deus. 2. Josafá trouxe à memória as alianças e as promessas de Deus (v. 7-13). A questão não era se Deus tinha se esquecido ou não das Suas palavras, porque isto é impossível (a única coisa de que Deus se esquece é dos nossos pecados confessados e arrependidos). Confessar as alianças e promessas de Deus é para que nos lembremos que Ele tem compromisso conosco e é absolutamente fiel, o que nos fortalece na fé e na esperança. A confissão sistemática das alianças e promessas de Deus tem pelo menos dois efeitos tremendos:1) enchem os céus sobre as nossas cabeças com as sementes de vitória, tirando nossos olhos das circunstâncias e do inimigo, voltando-os para o Senhor, e 2) são decretos proféticos contra as crises, porque se tornam palavras de ordem contra a voz do inimigo, neutralizando o caos que toda crise quer instalar. 3. Josafá se colocou na posição certa, por isso ouviu o consolo e as estratégias do Senhor (v.14-17).
9

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

Como é bom saber que o Senhor cuida de nós e toma para si as nossas batalhas. Estando com o Senhor, as “nossas” batalhas não são nossas, são dEle. Diz o texto bíblico que eles estavam em jejum, oração, quebrantamento e confissão, “então, veio o Espírito do Senhor… e disse”. Deus nunca deixa de nos responder; o problema é que às vezes não estamos na posição de ouvi-lO. 4. Josafá adorou, obedeceu e provou a vitória (v.18-22). Não basta saber Quem o Senhor é e nem o que Ele pode fazer. É preciso agir! Tomar uma atitude de fé, atitude de vencedor no Senhor! Se o Senhor já falou, só nos resta obedecer, isto é, por em prática Seus conselhos e assumir uma atitude de louvor e adoração. Obediência assim mostra que descansamos n'Ele, em plena crise, porque sabemos que a nossa vitória é certa. Até porque adoração, obediência e fé andam de mãos dadas e são garantia de vitória para os santos de Deus. É possível que você esteja passando por alguma crise. Talvez esteja lutando contra as hostes da maldade, enfrentando batalhas ferrenhas a favor do casamento, da família, da célula, do discipulado, das finanças, dos sonhos ministeriais. Primeiro, entenda que o inimigo não tem poder para decidir seu futuro; esta decisão é sua e você precisa tomar a decisão de ser vencedor(a). Segundo, creia que nem toda crise é selo de fracasso, caminho errado ou perda de unção: Josafá estava fazendo tudo certo e a crise bateu na sua porta. Terceiro, é claro que o Senhor pode nos livrar das adversidades, mas, em geral, quando Ele as permite, é porque Ele quer glorificar o Seu nome no meio delas e nos dar as vitórias mais expressivas de nossas vidas. Conclusão: Siga os passos de Josafá descritos anteriormente e saia vitorioso(a). Mais um detalhe: já lhe ocorreu que talvez o Senhor queira lhe dar mais experiência e maturidade, preparando você para coisas maiores, mais profundas, para conquistar territórios mais amplos?
ESTUDOS PARA O MÊS DE OUTUBRO -15/10 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA SENDO APROVADO NO CAMINHO DA VIDA

10

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

Texto básico: “Procura apresentar-te a Deus aprovado, como obreiro que não tem de que se envergonhar, que maneja bem a Palavra da verdade.” (2Tm 2-15). Introdução: Quantas vezes nos deparamos com situações que parecem se repetir em nossas vidas, até parece que estamos andando em círculo, tamanha é a semelhança entre as várias situações que nos ocorrem. Podemos até pensar que estão nos perseguindo em alguma área, quem nunca se sentiu perseguido por alguma coisa ou alguém? 1) Duas maneiras de aprendermos as lições de vida: a) Com os erros dos outros: Deus em sua infinita sabedoria colocou na sua palavra todas as dicas e ensinamentos para termos uma vida feliz e abundante, ele nos ensina sobre todos os aspectos da vida humana desde como criar nossos filhos, passando por finanças e relacionamentos até chegarmos à fórmula para obtermos a vida eterna em Cristo Jesus. E nessas dicas ele nos mostra os erros de nossos antepassados e também seus acertos para que isso nos oriente, para aquilo que devemos ou não fazer e quando observamos essas dicas e as guardamos na tábua de nosso coração, aprendemos a lição e não têm o porquê de enfrentarmos dificuldades nessas áreas, pois já sabemos como nos comportar, ou seja, já fomos aprovados na lição. b) com as provas (nossos erros e acertos): A outra maneira é vivendo cada situação. Ao invés de aprendermos com o erro dos outros aprendemos com os nossos próprios erros. Com certeza essa é a forma mais complicada e dolorosa. As provas então aparecem, para que possamos aprender algo que vai nos edificar e nos equipar para um novo nível, mas se não passamos pela prova teremos que passar por outras similares até que consigamos vencer o desafio. É como na escola, só passamos de uma série para a outra se passarmos nas provas que nos entregam, não há como passar do primário para a faculdade, precisamos subir níveis um a um. Quando Davi foi chamado para ser rei, ele teve de enfrentar várias situações até poder receber a coroa de Israel. Ele lutou com animais na floresta, derrubou um gigante, lutou batalhas, se escondeu na caverna, ajudou um monte de necessitados e fugitivos, para só depois conseguir a coroa. Só depois que passou por cada uma dessas provas ele estava pronto para ser rei sobre Israel. Veja (Tg 1-12) “Bem aventurado o homem que suporta a provação, porque depois de ter passado na prova, receberá a coroa da vida, que o Senhor prometeu aos que o amam.” Precisamos passar e superar essas provas para poder assim receber a coroação da salvação em Cristo Jesus. Aleluia.

11

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

2) Porque as situações parecem se repetir? Se as situações parecem se repetir na sua vida amado (a), é sinal que você vem sendo reprovado nas situações que te foram colocadas e é necessário fazer uma avaliação de sua vida afim de que você possa sair desse círculo vicioso de derrotas. 3) Como vencer a prova? Para vencer as provas precisamos verificar alguns passos simples que nos serão como guias para encontrar e resolver os problemas. a) Precisamos reconhecer que estamos passando pela prova, e encarar o problema sem fugir dele; b) Precisamos entender que sozinhos já somos derrotados, mas com a ajuda do Espírito Santo de Deus somos mais que vencedores, e em algumas situações precisaremos de ajuda de outros irmãos também; c) Não olhar para trás e crer que nunca nos virá uma prova maior que possamos suportar, veja: (1 co 10-13) “ Não veio sobre vós tentação, senão humana. e fiel é Deus, que não vos deixará tentar acima do que podeis resistir, antes com a tentação dará também o escape, para que possais suportar. “ d) Não nos esquecermos que após vencermos a prova subiremos de nível. E não murmurar quando novas provas aparecerem, lembre-se isso é treinamento. Conclusão: Só ao entendermos que a prova é para crescimento, e que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus, poderemos suportar os desafios e vencê-los em Cristo, acabando assim com círculos viciosos de derrota em nossas vidas, alcançando os níveis em que o Senhor nos quer colocar para honra e glória dEle.

ESTUDOS PARA O MÊS DE OUTUBRO -22/10 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA.: Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA O PODER DA ORAÇÃO

12

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

Texto básico: “E esta é a confiança que temos para com ele: que, se pedirmos alguma coisa segundo a sua vontade, ele nos ouve. E, se sabemos que ele nos ouve quanto ao que lhe pedimos, estamos certos de que obtemos os pedidos que lhe temos feito” (1 Jo 5.14,15). Introdução: Muito se prega, fala sobre oração, porém, muito pouco é praticado, muito menos do que se fala, como também, muitos princípios que norteiam essa bênção não são observados. Mas, como deve ser a nossa oração, nossa petição para sermos atendidos?: A – A petição deve ser feita 1 – Segundo a vontade de Deus – “Agrada-te do Senhor, e ele satisfará os desejos do teu coração” (Sl 37.4). Veja a tradução Bíblica na Linguagem de Hoje: “Que a sua felicidade esteja no Senhor! Ele lhe dará o que o seu coração deseja” (Sl 37.4). 2 – No nome de Jesus – “Naquele dia, nada me perguntareis. Em verdade, em verdade vos digo: se pedirdes alguma coisa ao Pai, ele vo-la concederá em meu nome. Até agora nada tendes pedido em meu nome; pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja completa” (Jo 16.23,24). “E tudo quanto pedirdes em meu nome, isso farei, a fim de que o Pai seja glorificado no Filho. Se me pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei” (Jo 14.13-14). 3 – Para glória de Deus – “Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis; pedis e não recebeis, porque pedis mal, para esbanjardes em vossos prazeres” (Tg 4.2,3). - Pedidos feitos com motivações erradas não funcionam. Deus não dá asas a cobra, diz o ditado popular. B – Aquele que pede precisa: 1 – Ser lavado dos pecados – “Se dissermos que mantemos comunhão com ele e andarmos nas trevas, mentimos e não praticamos a verdade. Se, porém, andarmos na luz, como ele está na luz, mantemos comunhão uns com os outros, e o sangue de Jesus, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (1 Jo 1.6,7). entre vós e o vosso Deus; e os vossos pecados encobrem o seu rosto de vós, para que vos não ouça”. 2 – Ser perdoado e estar pronto a perdoar outros – “E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas” (Mc 11.25). 3 – Crer nas promessas de Deus – “Peça-a, porém, com fé, em nada duvidando; pois o que duvida é semelhante à onda do mar, impelida e agitada pelo vento. Não suponha esse homem que alcançará do Senhor alguma coisa” (Tg 1.6,7).
13

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

“Por isso, vos digo que tudo quanto em oração pedirdes, crede que recebestes, e será assim convosco” (Mc 11.24). 4 – Guardar os seus mandamentos – “e aquilo que pedimos dele recebemos, porque guardamos os seus mandamentos e fazemos diante dele o que lhe é agradável” (1 Jo 3.22). - “Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis o que quiserdes, e vos será feito” (Jo 15.7). Conclusão: Veja a expressão “obtemos os pedidos” no verso 15. Plumer disse “As petições feitas conforme as condições acima são concedidas no mesmo instante, os resultados dessa concessão são percebidos no futuro.

ESTUDOS PARA O MÊS DE OUTUBRO -29/10 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRA-GELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA JESUS COMO EXEMPLO DE TESTEMUNHO

Introdução: Testemunho é a marca distinta que cada Cristão mostra ao mundo, através de atos que apontem para Jesus Cristo como Senhor da vida, assim como Jesus fez como o Pai. I – O viver de Jesus envolvia ética e caráter. 1. Era cheio da Palavra de Deus e a cumpria. Ele era um profundo conhecedor não só das Escrituras, como também da história do povo de Israel – “E, começando por Moisés, discorrendo por todos os Profetas, expunha-lhes o que a seu respeito constava em todas as Escrituras” (Lc.24:27). 2. Era cheio do poder do Espírito Santo – “O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos quebrantados, enviou-me a curar os quebrantados de coração, a proclamar libertação aos cativos e a pôr em liberdade os algemados; a apregoar o ano
14

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os que choram e a pôr sobre os que em Sião estão de luto uma coroa em vez de cinzas, óleo de alegria, em vez de pranto, veste de louvor, em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem carvalhos de justiça, plantados pelo Senhor para a sua glória” (Is 61:13). 3. Exerceu o Seu ministério com as multidões – “Em dia subseqüente, dirigia-se Jesus a uma cidade chamada Naim, e iam com ele os seus discípulos e numerosa multidão” (Lc 7:11). - Em células, reuniões familiares (Jo.12:1-11). - Individualmente (Jo.4:1-30). II – Essa deve ser a forma pela qual devemos viver. 1. A pregação aponta verbalmente para Cristo – “Porque não nos pregamos a nós mesmos, mas a Cristo Jesus como Senhor e a nós mesmos como vossos servos, por amor de Jesus” (II Co 4:5). 2. O testemunho aponta silenciosamente para Cristo – “Respondeu-lhes Jesus: Já vo-lo disse, e não credes. As obras que eu faço em nome de meu Pai testificam a meu respeito” (Jo 10:25). - Mostramos ao mundo, através dos atos que praticamos nosso amor ao Senhor Jesus, não necessitando verbalizar. Os nossos atos falam mais alto que nossas palavras. - Quando testemunhamos de Cristo a um mundo que jaz no pecado, estamos sendo uma extensão de Cristo no mundo – “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria e até aos confins da terra” (At.1:8). Conclusão: Qual a nossa conduta diante da sociedade em que vivemos? Se vivermos a plenitude de suas obras e caráter, com certeza o nosso testemunho fará diferença e outras pessoas conhecerão a Jesus como Senhor!

ESTUDOS PARA O MÊS DE NOVEMBRO -05/11 - Reunião de colheita do grupo 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRAGELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” 15 “Em cada reunião uma nova lição.”

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

HORA DA PALAVRA

NOSSA IDENTIFICAÇÃO COM CRISTO Introdução: Cuidado com os falsos passaportes espirituais que parecem que vão te levar ao céu, mas que na verdade NÃO estão te levando. Precisamos entender que toda verdade é paralela, ou seja, é seguida de outras verdades que a fundamentam. Existem alguns fatores bíblicos que determinam a respeito da nossa união com Cristo e nossa identificação com Ele. Este estudo tem o objetivo de te fazer refletir a respeito da sua vida e a autenticidade da salvação em Cristo. Nossa identificação com Cristo está fundamentada em seis características básicas: 1 - CONVERSÃO – “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” – (Jo 3.16) - Quem verdadeiramente se converte, confessa a Jesus Cristo como o seu único e suficiente salvador, aceita o seu jugo, renuncia a si mesmo toma a sua cruz e passa a guardar os mandamentos dEle. 2 - BATISMO - "Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado" (Mc 16.16) - Quem verdadeiramente se converte deseja ser batizado, porque o batismo é o selo da nossa identificação e da nossa união com Cristo. Portanto, batismo não é opção é mandamento. Significa morrer para o mundo e despojamento da natureza carnal para a ressurreição e uma nova vida com Cristo (Rm 6.4-8). 3 - SANTIFICAÇÃO - "Como filhos da obediência, não vos amoldeis às paixões que tínheis anteriormente na vossa ignorância; 15pelo contrário, segundo é santo aquele que vos chamou, tornai-vos santos também vós mesmos em todo o vosso procedimento, 16porque escrito está: Sede santos, porque eu sou santo" (1 Pe 1. 14-16) - Quem verdadeiramente se converte responde positivamente ao chamado de Deus para a santificação. 4 - ENVOLVIMENTO MINISTERIAL - "prega a palavra, insta, quer seja oportuno, quer não, corrige, repreende, exorta com toda a longanimidade e doutrina" (2 Tm 4.2) - Todo cristão nascido –de- novo é chamado para servir, ninguém recebeu chamado ou ministério de banco de igreja. 5 - FRUTIFICAÇÃO - "Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer" (Jo 15.5) - Quem verdadeiramente se converte produz bons frutos. Crente estéril e crente
16

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

que vive produzindo maus frutos precisam de verdadeira conversão, porque está vivendo uma vida de contradição. Ninguém pode dizer que está ligado em Cristo e mesmo assim não frutificar (Mt 7.15-22). 6 - PERSEVERANÇA - "Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus" (Ap 14.12) - Quem verdadeiramente se converte persevera na sua vocação para a qual foi chamado, não começa desenvolver um ministério e depois desiste, nunca desiste de orar, de meditar na palavra, de jejuar, de evangelizar, de ir a igreja. O verdadeiro crente só deixa de fazer a obra de Deus no dia em que morre. Ninguém será justificado pelo que fez no passado. O Mandamento de Deus inclui a questão da perseverança. Conclusão: Será que você de fato está unido com Cristo realmente ou sua vida contradiz o que a palavra de Deus diz? Será que o seu passaporte é verdadeiro ou falso? Você vê progresso na sua vida espiritual?

ESTUDOS PARA O MÊS DE NOVEMBRO -12/11 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRAGELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.”

HORA DA PALAVRA

UMA CONQUISTA COMPLETA
Texto básico:

II Reis 13.14-19.

Introdução: Deus quer nos dar conquistas completas. Em nossa família, finanças, ministério, grupo, enfim, cada área onde colocamos a mão pode ter um testemunho de abundância. Entretanto, precisamos desejar as conquistas a tal ponto de não nos conformarmos apenas com parte delas. Temos que lutar por cada propósito até o fim! Este texto nos revela alguns segredos para que tenhamos vitória plena. O rei Jeoás, de Israel, teve diante 17

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas do profeta Eliseu a oportunidade de vencer totalmente os seus inimigos, mas não o fez porque faltou-lhes algumas posturas. Vamos ver o que faltou em Jeoás para entrar em toda a benção e não apenas em parte dela:

1) Ele foi sentimental, mas não foi prático – “Estando Eliseu padecendo da

enfermidade de que havia de morrer, Jeoás, rei de Israel, desceu a visitá-lo, chorou sobre ele e disse: Meu pai, meu pai! Carros de Israel e seus cavaleiros!” (v.14) – Jeoás respeita e demonstra amar o profeta Eliseu, tanto que ao vê-lo enfermo chorou sobre ele. No entanto, todo esse sentimento não se traduziu em fé... Às vezes há muita gente assim na igreja: pessoas que amam seus pastores e líderes, mas não andam conforme a direção espiritual que eles liberam. São sentimentais, mas não são obedientes.

2) Ele tentou obedecer sem revelação – “ Então, lhe disse Eliseu: Toma um
arco e flechas; ele tomou um arco e flechas. Disse ao rei de Israel: Retesa o arco; e ele o fez. Então, Eliseu pôs as mãos sobre as mãos do rei. E disse: Abre a janela para o oriente; ele a abriu. Disse mais Eliseu: Atira; e ele atirou. Prosseguiu: Flecha da vitória do SENHOR! Flecha da vitória contra os siros! Porque ferirás os siros em Afeca, até os consumir” (Vs.15-17) – O profeta Eliseu foi dando direções proféticas a Jeoás, mas ele não buscou entender o que estava acontecendo e o poder que havia em obedecer de coração à voz profética. Ao invés de fazer assim, ele foi apenas reagindo mecanicamente, repetindo gestos sem discernir o que eles significavam... Às vezes também nos portamos assim, fazemos o que nos é mandado pelos líderes, mas não temos revelação e não cremos nos resultados.

3) Ele não foi capaz de insistir/perseverar para que a vitória fosse completa – “
ele a feriu três vezes e cessou. Então, o homem de Deus se indignou muito contra ele e disse: Cinco ou seis vezes a deverias ter ferido; então, feririas os siros até os consumir; porém, agora, só três vezes ferirás os siros.” (Vs.18-19) – Perceba a indignação, decepção do profeta. Ele liberou a unção para que Jeoás ferisse completamente os seus inimigos, mas por indisposição, preguiça ou incredulidade, aquele homem feriu a terra apenas três vezes e cessou, quando deveria ter insistido mais... Assim também acontece conosco. Entramos numa demanda por um milagre, por ganhar pessoas para Jesus, por ver nossa família e amigos salvos, por prosperar financeiramente, mas deixamos de insistir no meio do caminho. A falta de perseverança nos rouba os maiores milagres!

O QUE É QUE JEOÁS DEVERIA TER ENTENDIDO E NÃO ENTENDEU (OU NÃO DEU VALOR)? Leia de novo os versículos
16 e 17: “Disse ao rei de Israel: Retesa o arco; e ele o fez. Então, Eliseu pôs as mãos sobre as mãos do rei. E disse: Abre a janela para o oriente; ele a abriu. Disse mais Eliseu: Atira; e ele atirou. 18

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas Prosseguiu: Flecha da vitória do SENHOR! Flecha da vitória contra os siros! Porque ferirás os siros em Afeca, até os consumir”. 1) “Toma arco e flechas... Retesa o arco” - É preciso usar os instrumentos que temos para uma conquista, semear para colher. Às vezes nada acontece conosco porque esperamos que Deus faça tudo e nós não fazemos nada. 2) “Eliseu pôs as mãos sobre a mão do rei” - Esse é um gesto de cobertura espiritual. Quando desprezamos a benção e a cobertura de nossos líderes e agimos na independência (ou não agimos ao ter uma palavra deles de direção para nossa vida), perdemos a benção. 3) “Abre a janela para o oriente” - Precisamos abrir a janela, remover os obstáculos que nos impedem de enxergar o nosso alvo. Quando não focalizamos um objetivo, não conquistamos nada. 4) “Flecha da vitória do Senhor” - Uma flecha é só uma flecha, um instrumento natural. Mas quando estamos debaixo de uma direção espiritual, as coisas naturais se tornam sementes sobrenaturais. Exemplo: nossos dízimos e ofertas, nosso evangelismo, nossa oração têm um poder de trazer grande vitória, se entendermos essas coisas como sementes e tivermos coragem de lançá-las pela fé. Aos Visitantes: Pergunte a eles se querem fazer uma aliança com Deus e comprometerem-se numa vida de obediência, serviço e relacionamento com Ele através de Jesus. Ore com cada um e consolide-os

ESTUDOS PARA O MÊS DE NOVEMBRO -19/11 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRAGELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.”

HORA DA PALAVRA 19

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

PERMANECENDO FIEL EM TEMPOS DE PROSPERIDADE Texto básico: “Será por nós justiça, quando tivermos cuidado de cumprir todos estes mandamentos perante o SENHOR, nosso Deus, como nos tem ordenado” (Dt 6.25). Introdução: O desejo do coração do Pai a nosso respeito é a nossa prosperidade em todas as áreas, porém em tudo seremos testados acerca da fidelidade à aliança e precisamos agradá-lo e honrá-lo em todas as situações mantendo-nos fiéis em tudo. Veja como se manifesta a infidelidade: - Esquecimento – “Guarda-te não te esqueças do Senhor, teu Deus” (Dt 8.11a). A tendência de muitos ao verem o favor do Senhor é se esquecerem do seu amor, cuidado e misericórdia e entram na auto-suficiência. - Desobediência – “não cumprindo os seus mandamentos, os seus juízos e os seus estatutos, que hoje te ordeno” (Dt 8.11b). Veja o que diz 2 Sm 15.22,23, quando Saul foi rejeitado pelo Senhor para ser rei – “Porém Samuel disse: Tem, porventura, o SENHOR tanto prazer em holocaustos e sacrifícios quanto em que se obedeça à sua palavra? Eis que o obedecer é melhor do que o sacrificar, e o atender, melhor do que a gordura de carneiros. Porque a rebelião é como o pecado de feitiçaria, e a obstinação é como a idolatria e culto a ídolos do lar. Visto que rejeitaste a palavra do SENHOR, ele também te rejeitou a ti, para que não sejas rei”. - Auto-Indulgência – “para não suceder que, depois de teres comido e estiveres farto, depois de haveres edificado boas casas e morado nelas; depois de se multiplicarem os teus gados e os teus rebanhos, e se aumentar a tua prata e o teu ouro, e ser abundante tudo quanto tens” (Dt 8.12,13). É necessário guardar o coração, pois a tendência do ser humano é andar pelos seus próprios caminhos e ainda ter uma justificativa para os seus atos. Significa uma tolerância, indulto para com os seus próprios erros, onde o que importa é o enriquecimento, às vezes até mentindo, sonegando impostos e outras práticas lesivas à santidade e obediência a Deus. - Orgulho – “se eleve o teu coração, e te esqueças do SENHOR, teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da servidão” (Dt 8.14). O orgulho entra sorrateiramente trazendo uma falsa segurança, uma falsa estabilidade e fazendo com que o coração saia da dependência e comunhão com Deus e firme no que é transitório.

20

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

- Segurança Carnal – “Não digas, pois, no teu coração: A minha força e o poder do meu braço me adquiriram estas riquezas” (Dt 8.17). 2 – A Evidência da Fidelidade – “O SENHOR, teu Deus, temerás, a ele servirás, e, pelo seu nome, jurarás. Não seguirás outros deuses, nenhum dos deuses dos povos que houver à roda de ti” (v.13,14). Veja os sinais da fidelidade: - Reverência – “temerás”. Temor de Deus – “Para ser sábio, é preciso primeiro temer a Deus, o SENHOR” (Pv 1.7 NTLH). - Serviço – “servirás” – “Se alguém quer vir após mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-me” (Mc 8.34b). Jesus é o nosso exemplo: “Pois o próprio Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos” (Mc 10.45). - Testemunho – “jurarás” – Veja a expressão: “não amaram a própria vida” - “Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram e, mesmo em face da morte, não amaram a própria vida” (Ap 12.11). - Lealdade – “não seguirás outros deuses” – 3 – O Motivo da Fidelidade – “porque o SENHOR, teu Deus, é Deus zeloso no meio de ti, para que a ira do SENHOR, teu Deus, se não acenda contra ti e te destrua de sobre a face da terra” (Dt 6.15). Precisamos ser fiéis ao Senhor não apenas porque o amamos, mas porque sabemos que quando princípios são quebrados vêm as conseqüências. É o resultado de uma semeadura (Gl 6.7). Conclusão: Acima estão instruções bíblicas que se forem observadas e praticadas, jamais em tempo algum tropeçaremos – “...Sê fiel até à morte, e dar-te-ei a coroa da vida” (Ap 2.10c).
ESTUDOS PARA O MÊS DE NOVEMBRO -26/11 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRAGELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.”

21

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas HORA DA PALAVRA

POR QUAIS CAMINHOS TEMOS ANDADO? Texto básico: Jn 1.1-17 Introdução: Nem sempre o que Deus manda fazer nos agrada. Este era o caso de Jonas. Ele não queria ir até Nínive, tomou outra direção. A Bíblia fala que ele se levantou para fugir de diante da face do Senhor (v.3), seria isso possível? 1. Deus está em todo lugar. O salmista declara: “Para onde me ausentarei do teu Espírito? Para onde fugirei da tua face? Se subo aos céus, lá estás; se faço a minha cama no mais profundo abismo, lá estás também”(Sl 139.7,8) Foi uma tentativa inútil de Jonas. Deus é onipresente (está em todos os lugares) e onisciente (conhece todas as coisas). Nós também tentamos muitas vezes fazer isso. O Senhor nos dá uma direção e queremos ir para outra. Acabamos andando por lugares que não deveríamos e com pessoas que não nos querem bem, e entramos em situações que são muito complicadas. 2. Deus tinha uma direção clara para Jonas. Sempre que estamos dispostos a ouvir Deus ele nos dá direções corretas e precisas para nossas vidas. Nem sempre elas agradam nossa carne. Por vezes ficamos com medo de assumir estas posições, pensamos em nós mesmos, no nosso ciclo de amizades. Mais ou menos como Jonas. Que dirão os meus irmãos se for até Nínive e Deus mudar o castigo daquele povo tão cruel – como o fulano que faz ou fez tanta coisa errada pode agora posar de crente? E se o povo de lá for contra mim? – por isso não falo de Jesus no meu emprego, ou para os meus amigos, pois eles podem se levantar contra mim. 3. As conseqüências de uma direção errada. Jonas tentou ir para o outro lado, como fazemos muitas vezes. No princípio tudo aparentemente dá certo. O próprio Jonas conseguiu um navio, pagou a passagem e se deitou tranqüilamente no porão. a. Veio uma grande tempestade. Estas tempestades sempre alcançam os que estão fora do propósito do Senhor. Não foi diferente com Jonas e não é conosco. No meio da tempestade não temos para onde correr, nos molhamos, às vezes ficamos doentes, não é raro sujarmos nossas pés na lama que se forma. As tempestades da vida também têm muitos nomes: finanças, enfermidade, desemprego, problemas familiares, vícios, etc. Será que você está no meio de alguma tempestade? b. O Navio estava para se quebrar. Não adianta o quanto lutamos, parece que tudo vai se arrebentar, nada dá certo, nenhuma tentativa dá resultado. Tentamos, por exemplo, sair de uma dívida, entramos em outra ainda pior. Tentamos um novo emprego, mas as inquietações e insatisfações continuam. Fazemos de tudo

22

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

para agradar a outra pessoa, mas nada parece estar bom. c. Os amigos só querem se salvar. Nestas horas, em que as coisas vão mal, os “amigos” só querem salvar a “pele” deles, se for preciso lançam você no mar. São os amigos “do copo”, “do dinheiro”, “do carro” ou “ do status”. Quando você menos espera e mais precisa deles, eles somem. 4. O futuro de quem corre de Deus. A Bíblia diz que Jonas foi parar na escuridão, nas entranhas de um grande peixe por três dias e noites, ele lá ficou. Talvez você também esteja vivendo um momento de escuridão em alguma parte de sua vida. Com toda certeza isso não é agradável. As entranhas falam de um lugar onde há decomposição, coisas estragadas. Se não tomarmos cuidados, acabamos em decomposição também, estragamos a nossa vida e a de outros à nossa volta. 5. Mas há uma saída. O próprio Jonas nos revela: “Então, Jonas, do ventre do peixe, orou ao SENHOR, seu Deus, e disse: Na minha angústia, clamei ao SENHOR, e ele me respondeu; do ventre do abismo, gritei, e tu me ouviste a voz.”(Jn 2.1,2) Quando reconhecemos que estamos no caminho errado e clamamos a Deus, Ele em sua misericórdia nos faz sair da situação e nos leva de novo para a direção correta. Conclusão: Por que caminhos você tem andado? Eles estão agradando a Deus? Será que há em sua vida alguma atitude que não está de acordo com o projeto do Senhor? Se existir, agora é o momento de clamar a Deus para que ele te reconduza ao caminho certo. Ore a Ele e peça perdão pelos caminhos que você tem andado, pela desobediência em fazer a vontade do Pai. Ainda há tempo, e este tempo se chama hoje!

ESTUDOS PARA O MÊS DE DEZEMBRO -03/12 - REUNIÃO DE COLHEITA DO GRUPO 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRAGELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA

PRIORIDADE DA VIDA

23

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

Texto básico: Salmo 128 Introdução: No salmo 128 o salmista destaca as áreas da vida que precisam da nossa atenção e prioridade para que possamos desfrutar as bênçãos que DEUS tem para aqueles que o temem e buscam viver de acordo com a sua soberana vontade. 1- ANDAR NOS CAMINHOS DO SENHOR - “Bem aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos!” (v.1). Para termos uma vida equilibrada, precisamos em primeiro lugar: temer ao Senhor, pois não conseguiremos o equilíbrio se não dependermos d'Ele. A felicidade que procuramos será alcançada através do temor ao Senhor, pois Ele é o verdadeiro manancial de felicidade O salmista afirma que aquele que teme ao Senhor é feliz (bem-aventurado). Mas não basta temer, respeitar e crer em Deus, mas precisamos também trilhar os Seus caminhos. Muitos tropeçam porque não querem andar nos caminhos traçados por Deus Decida hoje temer ao Senhor e andar em Seus caminhos procurando equilibrar a sua vida na obediência à Palavra de Deus, pois, ao priorizar isto você será verdadeiramente bem-aventurado. 2- TER UMA FAMÍLIA FELIZ E ABENÇOADA – “Tua esposa, no interior de tua casa, será como a videira frutífera; teus filhos, como rebentos da oliveira, à roda da tua mesa”. (v.3). O salmista diz que aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos terá uma família feliz e abençoada. A mulher será com uma videira frutífera que produz uvas; que produz vinho; que produz alegria. A felicidade em família depende também da nossa atitude diante da vida. Os filhos são como as plantas de oliveira que produzem o azeite, símbolo da unção, presença e comunhão do Espírito Santo de Deus. A expressão “à roda da tua mesa” fala da comunhão que deve ser priorizada por aqueles que querem experimentar a felicidade em sua vida. Não permita que a televisão, a internet, o trabalho exagerado, etc. roubem os momentos de comunhão com a sua família, pois jamais conseguiremos transmitir para a nossa família a comunhão que temos com o Senhor se não desfrutarmos de momentos de comunhão com ela. 3- VIVER EM COMUNHÃO COM A IGREJA – “O SENHOR te abençoe desde Sião, para que vejas a prosperidade de Jerusalém durante os dias de tua vida” (v.5). No Salmo, as cidades de Sião e Jerusalém representam a igreja de Jesus que é formada por famílias que formam a grande família de Deus (“Assim, já não sois estrangeiros e peregrinos, mas concidadãos dos santos, e sois da família de Deus” - Ef 2.19) e, se a nossa família for saudável, a Igreja do Senhor Jesus também será uma família saudável e vice-versa. Muitos hoje estão correndo atrás das bênçãos esquecendo-se de priorizar os caminhos do Senhor e a sua família. A bênção e a verdadeira prosperidade só serão alcançadas quando conseguirmos entender que a igreja é também a nossa família e deve ser
24

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

também priorizada em nossa vida. Priorize a igreja em sua vida congregando regularmente e participando das atividades e celebrações, pois a igreja foi criada por Jesus para viver em comunhão com Ele, ligada e ajustada como um corpo vivo esperando a sua iminente volta (“Não deixemos de congregar-nos, como é costume de alguns; antes, façamos admoestações e tanto mais quanto vedes que o Dia se aproxima” - Hb 10.25). Conclusão: "Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor": Temendo e andando com o Senhor (v.1), investindo tempo na sua família (v.3) e equilibrando sua vida pessoal com a sua vida familiar para que a igreja reflita a pessoa do Senhor Jesus na sua vida.

ESTUDOS PARA O MÊS DE DEZEMBRO -10/12 1ª PARTE : quebra-gelo : CADA LÍDER DESENVOLVE UM QUEBRAGELO ADEQUADO À MENSAGEM DA HORA DA PALAVRA. Avisos: “Deixe o seu grupo bem informado sobre as atividades da IMI.” “Em cada reunião uma nova lição.” HORA DA PALAVRA A IMPORTÂNCIA DA COMUNHÃO

Texto básico: “Oh! Como é bom e agradável viverem unidos os irmãos! É como o óleo precioso sobre a cabeça, o qual desce para a barba, a barba de Arão, e desce para a gola de suas vestes. É como o orvalho do Hermom, que desce sobre os montes de Sião. Ali, ordena o SENHOR a sua bênção e a vida para sempre.” (Sl. 133). Introdução: Temos a necessidade de vivermos unidos uns aos outros, porque só podemos ser edificados e abençoados se permanecermos juntos como um só corpo, “pois, ali o Senhor ordena a sua benção e a vida para sempre”. 1) Vantagens de se viver em comunhão: Somos protegidos - (Ec. 4.9-12). Somos edificados mutuamente, isto é, uns aos outros - (Cl 3.6). Somos fortalecidos pelo Espírito Santo – (Sl 33. 3).
25

Estudo para reunião de Grupo Familiar Igreja da Missão Integral: Ministério Igreja nas Casas

Somos vivificados pelo Espírito Santo – (Sl 33. 3). 2) Desvantagens de não se viver em comunhão: Vivemos desprotegidos e sem cobertura espiritual – (Cl 3.13). Corremos o perigo de cair e não conseguir nos levantar – (Ec 4.10). Perdemos o óleo da unção que desce do trono de Deus, sobre a igreja, (nós) – (Ef 5.15-18). 3) Como manter-se em comunhão? Unido a Deus através de Cristo. Este é o princípio espiritual de toda comunhão – (1 Jo 1. 5-7). Unido à igreja, que é o corpo vivo de Cristo na terra, do qual ele é o cabeça – (Ef 1. 20-23). Manter-se regularmente envolvido com os ministérios da igreja. Dinâmica para os discípulos 1) Você se encontra em comunhão com Deus e com a igreja? 2) Se alguém não está em comunhão com a igreja, pode estar em comunhão com Deus? 3) Você se sente de fato envolvido e protegido no corpo de Cristo (igreja)? Conclusão: Se você se encontra sem comunhão com Deus ou ainda não teve o privilégio de entrar em comunhão com Ele, hoje, você poderá começar a desfrutar dessa vida de comunhão, pedindo a Jesus Cristo que te purifique de todo o pecado e venha fazer morada em sua vida.

SUGESTÃO: QUE O PRÓXIMO ENCONTRO SEJA UM ENCONTRO FESTIVO DE FINAL DE ANO, COM COMES -E -BEBES, TROCA DE PRESENTES E MUITA CELEBRAÇÃO.

UM FELIZ NATAL PARA TODOS.

26

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->