Você está na página 1de 24

Manual Injeção Eletronica - MAGNETI MARELLI IAW 1AF –

13/15/17/23/25 ( Fiat Bravo e Brava 1.6 16V após 95)

MAGNETI MARELLI IAW 1AF – 13/15/17/23/25

FIAT BRAVO 1.6 16V após 95.

FIAT BRAVA 1.6 16V após 95.

COMO FUNCIONA ESTE SISTEMA

A – Este sistema possui autodiagnose é um sistema digital multiponto com 4 válvulas


injetoras, que caso tenha alguma falha o sistema indica e armazena que
posteriormente poderá ser diagnosticado com um SCANNER.

B – A unidade central opera no modo emergência quando um sensor falha, assim o


motorista conseguirá levar o carro até uma oficina.

C- A lâmpada de falha esta localizada no painel de instrumento e quando houver


alguma falha ela dará algumas piscadas.
ANTES DE TESTAR QUALQUER COMPONENTE DA INJEÇÃO VERIFIQUE.

1- Verificar a temperatura de operação do motor.

2- Sistema de ignição em boas condições.

3- Filtro do ar em boas condições.

2 -Todos os equipamentos e acessórios auxiliares como alarme, ar condicionado, som etc,


estejam desligados.

MEDIDAS TECNICAS.

MARCHA LENTA
Todos Modelos
850±50 rpm

1- A marcha lenta é controlada pela unidade central (CENTRALINA) e pelo Atuador da marcha
lenta.

2- Nenhum ajustamento manual é possível.

3 - Se o sinal estiver incorreto verificar o cabo e os terminais.

NIVEL DE CO
Todos modelos 0,35% max – num
tubo acoplado
1 - O nível de CO é eletronicamente controlado.

2 - Não há nenhum ajuste possível.

3 - Se nível de CO não estiver como as especificações acima examinar detalhadamente o cano


de descarga para um possível vazamento, caso não encontre proceder testes nos componentes
da injeção.

LOCALIZAÇÃO DOS COMPONENTES DA INJEÇÃO

1 –Sensor de Rotação. 10 –Sensor de Oxigênio (Sonda


Lambda
2 –Sensor de Fase. 11 –Válvula do controle da marcha
lenta.
3 –Conector de dados (ALDL). 12 –Bobina de
ignição.
4 –Módulo central (CENTRALINA). 13 –Interruptor
inércial.
5 –Sensor da temperatura da água. 14 –Válvulas
Injetoras.
6 –Válvula de canister. 15 –Sensor da Temperatura
do Ar.
7 –Filtro de combustível. 16 – Sensor de pressão Absoluta –
MAP.
8 –Regulador de pressão do combustível. 17 –Relé do
Módulo.
9 –Bomba de combustível – (fica no tanque). 18 -Sensor da posição da Borboleta.
19 –Sensor de velocidade.

BUSCA DE FALHAS PELO SINTOMA DO CARRO.

PROBLEMA COMPONENTES A SEREM TESTADOS


MOTOR NÀO PEGA 1-Examinar bateria e suas conexões.

2-Interruptor inercial ativado.

3-Falha na memória do módulo central.

4-Verificar cabos/relés/conexões do sistema.

5-Verificar as condições do filtro de combustível e sistema de


combustível Bomba/Regulador.

6-Verificar se há estanqueidade no sistema de combustível.

7-Ver Sensor de Temperatura da Água.

8-Examinar Válvulas Injetoras.

9 -Filtro do ar e sua Tubulação.

10-Sistema de Ignição.
MOTOR COM 1- Testar Bateria e suas conexões.
DIFICULDADE
PARA PEGAR. 2- Falha na memória no Módulo Central.

3- Verificar cabos/relés/conexões do sistema

4- Verificar as condições do filtro de combustível


e sistema de combustível Bomba/Regulador.

5- Verificar se há estanqueidade no sistema de


combustível.

6- Ver Sensor de Temperatura da Água.

7- Examinar Válvulas Injetoras.

8- Filtro do ar e sua Tubulação.

9- Sistema de Ignição.
MOTOR PEGA 1- Verificar as condições do filtro de combustível
MAS LOGO e sistema de combustível Bomba/Regulador.
MORRE.
2- Atuador de marcha lenta.

3- Verificar contatos do conector com o Módulo


Central.

4- Verificar se há estanqueidade no sistema de


combustível.
MARCHA LENTA 1- Sistema de Ignição.
IRREGULAR.
2- Válvulas injetoras.

3- Atuador da Marcha Lenta.

4- Verificar as condições do filtro de combustível


e sistema de combustível Bomba/Regulador.

5- Testar válvula EGR.

6- Sonda Lambda.

7- Compressão/Vácuo.
MARCHA LENTA 1- Atuador da Marcha Lenta.
MUITO ALTA.
2- Verificar Sensor da posição da Borboleta.

3- Verificar as condições do filtro de combustível


e sistema de combustível Bomba/Regulador.
MARCHA LENTA 1- Sensor de Temperatura da água.
MUITO BAIXA.
2- Atuador da Marcha Lenta.

3- Filtro de Combustível.
MÁ RETOMADA 1- Válvulas injetoras.
NA ACELERAÇÃO.
2- Sonda Lambda.

3- Sensor de Temperatura da Água.

4- Sensor de Velocidade.

5- Sensor da Temperatura do Ar.

6- Verificar cabos/relés/conexões do sistema.

7-Verificar contatos do conector com o Módulo


Central.
MOTOR MORRE 1- Interruptor inercial ativado.
AO CARRO
PARAR. 2- Verificar cabos/relés/conexões do sistema

3-Verificar se há estanqueidade no sistema de


combustível.

4- Atuador da Marcha Lenta.

5- Verificar contatos do conector com o Módulo


Central.
MOTOR DETONA 1- Válvulas injetoras.
BATE PINO
2- Sensor de Temperatura da Água.

3- Bomba de Combustivel.

4- Filtro de Combustivel.

5- Regulador de pressão de combustivel.

6- Sensor de Pressão Absoluta.

7- Sensor da Posição da Borboleta.

8- Sistema de Ignição.
NIVEL DE CO 1- Verificar cabos/relés/conexões do sistema
MUITO ALTO
2- Sensor de Temperatura da Água.

3-Sensor da Temperatura do Ar.

4-Válvulas injetoras.

5- Sonda Lambda.

6- Bomba de Combustivel.

7- Entrada Falsa de Ar.

8- Filtro de Combustivel.
NIVEL DE CO 1- Entrada Falsa de Ar.
MUITO BAIXO.
2- Verificar cabos/relés/conexões do sistema

3- Regulador de pressão de combustivel.

4- Válvulas injetoras.
5- Sonda Lambda.

6- Verificar contatos do conector com o Módulo


Central.
EXCESSO DE 1- Sistema de Arrefecimento.
CONSUMO DE
COMBUSTIVEL. 2- Sistema de Ignição.

3- Sonda Lambda.

4-Válvulas injetoras.

5- Regulador de pressão de combustivel.

6- Verificar contatos do conector com o Módulo


Central.

7- Sensor de Temperatura da Água.

8- Sensor da Temperatura do Ar

9- Sensor da Posição da Borboleta.


MOTOR 1- Sensor de Pressão Absoluta.
CONTINUA
FUNCIONANDO 2- Válvulas injetoras.
APÓS DESLIGAR.
3- Sensor de Temperatura da Água.

4- Sensor da Posição da Borboleta.

5- Verificar contatos do conector com o Módulo


Central.

CONECTOR DA UNIDADE CENTRAL COM SUA PINAGEM


IDENTIFICAÇÃO DOS COMPONENTES DO ESQUEMA ELÉTRICO

CODIGO DISCRIÇÃO DO COMPONENTE.


A5 Painel de Instrumentos.
A62 Imobilazador do módulo de controle.
B24 Sensor de temperatura da água.
B25 Sensor da temperatura do ar.
B32 Sensor de Fase
B33 Sensor de Velocidade.
B47 Sensor da posição da Borboleta.
B54 Sensor de Rotação.
B72 Sonda Lambda.
B83 Sensor da Pressão Absoluta MAP.
F Fusível.
H63 Lâmpada de Falhas.
K43 Relé do Compressor do Ar Condicionado.
K46 Relé duplo.
M12 Bomba de Combustivel.
S30 Interruptor Inercial de Combustivel.
S63 Interruptor da pressão do refrigerante do Ar Condicionado.
T1 Bobina de Ignição.
X1 Conector de Diagnóstico (ALDL)
X79 Conector da Transmissão Automática.
Y3 Válvulas Injetoras.
Y99 Válvula do Controle da Marcha Lenta.
Y104 Válvula de Canister.
15 Chave de Ignição.
30 Positivo da Bateria (+)
31 Negativo da Bateria (-)
F-25A Fusível de 25 Ampères.
F-5A Fusível de 5 Ampères.

1 ) Como testar a pressão de combustivel.


TESTANDO
A)_Chave desligada, despressurizar o sistema, conectar um Manômetro de Pressão na
linha de entrada de combustivel, remova o Relé duplo faça um jump entre os terminais 8
e 13 da base do Relé, acionando a Bomba de Combustivel, remover a mangueira de
vácuo e tampar deverá apresentar uma pressão 3,0 bar.

2)- Como testar a vazão de combustivel.

TESTANDO
a) Chave desligada, desconecte o tubo de combustivel, coloque na ponta uma cuba
apropriada para medir a vazão, remova o relé duplo e faça um jump nos terminais 8 e 13
do conector do relé e acione a bomba Taxa de Vazão 2
Litros em 60 segundos

3)- Como testar o funcionamento da bomba.


Checando operação

TESTANDO
a) Chave desligada, remova o relé duplo, faça um jump nos terminais 8 e 13 no conector
do relé a bomba deverá funcionar continuamente.

4) – Como testar as Válvulas Injetoras.

Checando suprimento de voltagem e resistência

TESTANDO
1 – Ignição ligada motor parado, PONTA DE PROVA no fio (branco/marrom) de cada
válvula injetora. Positivo (12).
2 – PONTA DE PROVA nos fios ligados aos
pinos 1 (preto/vermelho) 2 (Amarelo/vermelho) 38(Verde/Vermelho) 39 (Azul/Vermelho
). Dê partida no motor. Led verde pisca durante ao partida ou com o funcionamento do
motor.
3 – MULTITESTE DIGITAL no modo ohmimêtro, medir a resistência das válvulas
injetoras 13,8 a 15,2 W
5)- Como testar Sensor da posição da Borboleta.

Checando resistência e suprimento de voltagem.

TESTANDO
1-MULTITESTE DIGITAL no modo Ohmimêtro, desconectar o Sensor medir a
resistência entre os terminais ( A) e (C) do Sensor de 0 a 1200
2 – Ignição ligada motor parado, MULTITESTE DIGITAL no modo voltímetro no (Azul
Claro/Violeta) ligado ao pino 16 da centralina. 5,0V ± 5%.
3 – Ignição ligada motor parado, MULTITESTE DIGITAL no modo voltímetro no fio
(Preto/Violeta) ligado ao pino 23 da Centralina. Gire lentamente o eixo da borboleta até o
final. As leituras devem estar devem estar de acordo com os dados abaixo. A variação da
tensão entre Fechada e Aberta deve ser linear.

Dados:

POSIÇÃO DA BORBOLETA TENSÃO (V)


Borboleta Fechada. 0,4 a 07
Borboleta Aberta 4,0 a 5,0

6) – Como testar o Sensor de Pressão Absoluta (MAP).


Checando suprimento de voltagem e operação.

TESTANDO
1-Ignição ligada, motor parado, PONTA DE PROVA no fio (preto) ligado ao pino 17 da
centralina. Negativo (-).
2 – Ignição ligado motor parado. MULTITESTE DIGITAL no modo voltímetro no fio
(rosa/preto) ligado ao pino 34 da Centralina. Tensão de 5,0V ± 5%.
3 – MULTITESTE DIGITAL no modo voltímetro no fio (azul claro/amarelo) ligado ao
pino 14 da centralina deverá flutuar a Tensão de 0,25V a 4,75V.

7) – Como testar o Sensor de Temperatura do ar.


Checando resistência e voltagem.

TESTANDO
1 – Ignição ligada motor parado, PONTA DE PROVA no fio (preto) ligado ao pino 17 da
centralina . Negativo (-).
2 – Desconecte o multi-plug do sensor teste a resistência entre os dois terminais do
Sensor utilize um MULTITESTE DIGITAL no modo ohmimêtro conforme dados
abaixo.

DADOS:

TEMPERATURA °C 0° 20° 40°


RESISTENÇIA W 10000 4000 2000

8) –Como testar a válvula de marcha lenta.

Checando operação e resistência

TESTANDO
1 – Ignição ligada motor parado, PONTA DE PROVA em cada um dos fios ligados a
Válvula de marcha lenta. Dar partida no motor. Os LEDS deverão piscar alternadamente
quando for dada a partida. Logo que o motor pegar ou quando ocorrer variação na
marcha lenta.
2 – Ignição desligada, desconecte os terminais do conector da Válvula de marcha lenta.
Medir a resistência elétrica dos enrolamentos com MULTITESTE DIGITAL. Deve estar
de acordo com a tabela abaixo.

TABELA:
TERMINAIS 1 & 4 40 a 60 W
TERMINAIS 2 & 3 40 a 60 W

9) – Como testar a Bobina de ignição.

Checando suprimento e resistência

TESTANDO
1 –Centelhador colocado na Bobina. Dar partida no motor. Centelha forte (mínimo 2 cm)
durante partida.
2 –Ignição ligada, motor parado, PONTA DE PROVA no fio (Branco/Marrom). Dar
partida no motor Positivo (+) 12V durante a partida e ou com o motor funcionando.
3 –PONTA DE PROVA no fio (Branco/Verde) ligado ao pino 37 da centralina ou no fio
(Branco/Preto) ligado ao pino 55 da centralina. Dar partida no motor. Led (verde) deve
piscar durante a partida ou com motor funcionando.
4 –Ignição desligada, MULTITESTE DIGITAL no modo ohmimêtro, medir resistência
do primário (entre os terminais laterais e o terminal central do conector) e do secundário
da Bobina entre as saídas para as velas, conforme dados abaixo.

DADOS: Resistência do primário.

Terminais Resistência
1&2 0,55 a 0,61 W
2&3 0,55 a 0,61 W
DADOS: Resistência do secundário.

Terminais Resistência
1&4 8645 a 9555 W
2&3 8645 a 9555 W

10) Como testar sensor de temperatura da água

TESTANDO
1 – Ignição ligada motor parado, PONTA DE PROVA no fio (preto) ligado ao pino 17 da
centralina . Negativo (-).
2 – Desconecte o sensor do plug teste a resistência entre os dois terminais do Sensor
utilize um MULTITESTE DIGITAL no ohmimêtro conforme dados abaixo.

DADOS:

TEMPERATURA °C 0° 20° 40°


RESISTENÇIA W 10000 4000 2000

11) – Como testar o sensor de Rotação.


TESTANDO
1 – Ignição desligada, desconectar o sensor do chicote. Com o multiteste digital no modo
ohmímetro, medir resistência do sensor ver tabela abaixo.
2 – Medir distância entre e roda dentada (não utilizar um calibrador). 0,5 a 1,5 mm
3 – Conector o sensor ao chicote . Instalar o MULTITESTE DIGITAL com a garra
(gafanhoto) no fio (branco) ligado ao pino 46 da centralina. Selecionar modo VAC
tensão alternada no MULTITESTE DIGITAL. Dar partida no motor> Deve indicar um
valor entre 1 e 3 VAC em marcha lenta.

Tabela

Terminais Resistência
1e2 575 – 750 W

12) – Como testar o Sensor de Fase.


TESTANDO
1- Ignição ligada, motor parado, PONTA DE PROVA no fio (preto/amarelo) ligado ao
pino 53 da centralina. Negativo (-)
2 – Mesma situação anterior, MULTITESTE DIGITAL modo voltímetro no fio (azul
claro) ligado ao pino 16 da centralina. Tensão de 5,0 ±5%
3 – PONTA DE PROVA ligada no fio (azul/branco) ligado ao pino 11 centralina. Dar
partida no motor. Os leds devem piscar durante a partida e em funcionamento.

13) Como testar Sonda lambda


TESTANDO
1- Motor funcionamento, PONTA DE PROVA no fio (marrom/ branco) da sonda
lambda. Positivo (+) (12V).
2 – Motor funcionando, PONTA DE PROVA no fio (preto/verde) da sonda. Negativo (-)
3 – Ignição desligada, desconectar a sonda do chicote. Com o MULTITESTE DIGITAL,
medir resistência de aquecimento da sonda medir através dos terminais A e B do
conector. Resistência 5000 W .
4 – Motor funcionando, PONTA DE PROVA na fio (amarelo) da sonda. Negativo (-)
5 – Motor funcionando e aquecido, MULTITESTE DIGITAL (modo voltímetro) no fio
(preto ) da sonda (ligado ao pino 22 da centralina). Também poderá ser testado nos
terminais B e C do conector. Acelere o motor várias vezes. Tensão deve ficar oscilando
entre 0,2 V e 0,8V.

14) Como testar o aquecedor da Sonda Lambda.

TESTANDO
1-Motor desligado, desconecte o conector do sensor com um MULTITESTE DIGITAL
teste a resistência nos terminais C e D deverá estar de 4,3 a 4,7 W .
2 –Motor desligado, desconecte o conector do sensor com um MULTITESTE DIGITAL
teste a resistência no terminal D e o terra deverá ser positivo (+) 12V.

15) – Como testar a Válvula de Canister.


TESTANDO
1 –Ignição ligada motor parado, PONTA DE PROVA no fio (Branco/Marrom) da
válvula. Dar partida no motor Positivo 12V durante a partida ou com motor funcionando.
2 –Ignição desligada desconectar a válvula do chicote. Com MULTITESTE DIGITAL
medir resistência elétrica entre os terminais da válvula. Resistência entre 20 e 30 W .
3 –Motor funcionando, aquecido MULTITESTE DIGITAL modo duty-cycle no fio
(Amarelo/Rosa) ligado ao pino 24 da Centralina. Acelere o motor algumas vezes. Leitura
entre 30 e 70% por alguns instantes.

16) - Como testar o sensor de Velocidade.


TESTANDO
1 –Ignição ligada motor parado, PONTA DE PROVA no fio (Preto). Negativo (_)
2 –Ignição ligada motor parado, PONTA DE PROVA no fio (Azul), Dar partida no
motor Positivo (+) durante a partida ou com o motor funcionando.
3 –Levantar uma das rodas dianteiras do veiculo, PONTA DE PROVA no fio
(Cinza/Amarelo) ligado ao pino 28 da centralina. Girar a roda. Os leds devem piscar
enquanto a roda girar.

17) – Como testar o Relé do Modulo.


OBS. Assegure-se que a conexão com a bateria estejam corretos nos terminais certos,caso
contrario o Relé poderá ser danificado.

TESTANDO
1 –Ignição desligada, remova o relé teste com MULTITESTE DIGITAL conforme
Tabela abaixo.
2 –Verifique a conexão da Bateria conforme Tabela abaixo.

DADOS:

Terminais Condição
Resistência
1 & 11 Bateria desconectada. EEE(isolado)
1 & 11 Bateria conectada Zero
Bateria (+) Positivo Terminal 10
Bateria (-) Negativo Terminal 3

18) – Como testar o Relé da Bomba de Combustivel.


TESTANDO
1 –Ignição desligada, remova o relé teste com MULTITESTE DIGITAL conforme
Tabela abaixo.
2 –Verifique a conexão da Bateria conforme Tabela abaixo.

DADOS:

Terminais Condição
Resistência
8 & 13 Bateria desconectada.
EEE(isolado)
8 & 13 Bateria conectada Zero
Bateria (+) Positivo Terminal 12
Bateria (-) Negativo Terminal 7

19) – Como testar o interruptor inercial.


TESTANDO
1 –Ignição desligada, desconecte o interruptor do plug e remova o interruptor, inverta o
interruptor e odesligue, teste a resistência entre os terminais C & NC com um
MULTITESTE DIGITAL no modo Ohmímetro deve ser de EEE (isolado).
1 –Ignição desligada, desconecte o interruptor do plug e remova o interruptor, e
o religue, teste a resistência entre os terminais C & NC com um MULTITESTE
DIGITAL no modo Ohmímetro deve ser de ZEROW .

20) Como testar alimentação da centralina


TESTANDO
1 – Ignição desligada, desconecte o multi-plug da centralina religue a ignição utilize um
MULTITESTE DIGITAL teste aVoltagem conforme dados a abaixo.

DADOS.

Terminais Condição
Voltagem
13 & Terra Ignição Ligada 12V
TESTANDO
1 – Ignição desligada, desconecte o multi-plug da centralina, utilize um MULTITESTE
DIGITAL teste a Resistência conforme dados a abaixo.

DADOS.

Terminais Condição
Resistência
36 & Terra Ignição Ligada Zero W
54 & Terra Ignição Ligada Zero W